Você está na página 1de 29

Novenário de Santo Antônio- Angico

Súplica (para todos os dias)


Meu querido Santo Antônio, santo dos mais carinhosos,
o vosso ardente amor a Deus, as vossas sublimes
virtudes e grande caridade para com o próximo, vos
mereceram durante a vida o poder de interceder
milagres espantosos. Nada vos era impossível, senão
deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da
vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos
imploramos que nos obtenhais a graça especial que
neste momento vos pedimos. Ó bondoso e sento
taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de
simpatia pelos homens, segregai as nossas preces ao
Menino Jesus, que tanto gostava de repousar nos vossos
braços. Uma palavra vossa e obteremos as graças que
pedimos.
Primeiro encontro- 04/05/2018
Tema: Santo Antônio, mestre e anunciador do
Evangelho.
 Oração inicial: Aprimorando os nossos
dons e virtudes e pondo-os a serviço,
estaremos acolhendo Jesus e cuidando
deste mundo, assim como um bom
agricultor cuida da sua vinha e a faz
produzir frutos. Santo Antônio nos diz
nesta noite: “São os pobres, os simples, os
humildes, que têm fome e sede da palavra
da vida.” De pé, cantemos o canto de
entrada.
 Ritos Iniciais (invocação trinitária)
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da Palavra: A palavra nos
comunica preciosas promessas que nos
fazem participar da natureza divina.
Confiando nela, teremos condições de
cuidar da vinha do Senhor, dando-lhe o
que lhe é devido. Ouçamos as leituras.
 Leituras;
 Ladainha de Santo Antônio;
 Canto de ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Segundo encontro- 05/05/2018


Tema: Santo Antônio modelo e mestre da
fé.
 Comentário Inicial: A palavra de Deus nos
diz: “Os apóstolos disseram ao Senhor:
“Aumenta-nos a fé!” Disse o Senhor: “Se
tiverdes fé como um grão de mostarda,
direis a esta amoreira: arranca-te e
transplante no mar, e ela vos obedecerá”
e nas palavras de Santo Antônio: “Para o
cristão, crer em Deus não significa tanto
acreditar que Ele é verdadeiro e fiel;
significa sim acreditar amando”. De pé,
cantemos.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da Palavra: Há dois de realidade:
as coisas humanas e as de Deus. Elas não
se opõem, mas se completaram. Juntas
configuram a nova humanidade, o novo
céu e a nova terra onde habitem a justiça
e a paz. Atentos, ouçamos as leituras.
 Leituras;
 Ladainha de Santo Antônio;
 Canto de ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Terceiro encontro- 06/05/2018


Tema: Santo Antônio e o Santo Espírito.
 Comentário Inicial: O Deus verdadeiro é o
Deus de vivos e da vida. Cristo vive hoje e
sempre, e nele encontramos a promessa
da vida sem fim. O centro da mensagem
pascal é a vida nova de Jesus e de seus
seguidores. Santo Antônio no diz nesta
noite que: “Em contato com o Espírito
Santo, a alma vai, pouco a pouco,
perdendo suas manchas, sua frieza, sua
dureza e transformando-se totalmente
naquele fogo aceso nela.” De pé,
cantemos.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da palavra: As leituras nos
convidam a reavivar a chama do dom de
Deus que recebemos no dia do nosso
batismo e reconhecer que o Pai de Jesus e
nosso é o Deus da vida. Ouçamos as
leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto de ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.
Quarto encontro- 07/05/2018
Tema; Santo Antônio, modelo de amor.

 Comentário Inicial: O amor a Deus e ao


próximo está acima de qualquer outro
mandamento e não pode ficar
aprisionado: circulando livremente entre
os irmãos, aproxima todos do reino
anunciando por Jesus. Nas palavras de
Santo Antônio, encontramos: “Existe um
só amor para com Deus e para com o
próximo. Este é o Espírito Santo, porque
Deus é amor.” De pé, cantemos.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da palavra: A palavra de Deus não
é para ficar algemada. Proclamada, ela
abre e aponta os caminhos do Senhor, que
nos levam à vivência do amor. Ouçamos as
leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto do ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Quinto encontro- 08/05/2018


Tema: Santo Antônio e Nosso Senhor
Jesus Cristo
 Comentário Inicial: Atraídos pelo amor de
Deus, reunimo-nos para celebrar a Sagrado
Coração de Jesus. O Senhor, que nos amou
até a doação da própria vida, quer que esta
liturgia, manancial da salvação, nos ajude
a viver enraizados no seu amor. Nas
palavras de Santo Antônio, encontramos:
“Existe um só amor para com Deus e para
com o próximo. Este é o Espírito Santo,
porque Deus é amor.” De pé, cantemos o
canto de entrada.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da palavra: A palavra revela a
compaixão de Deus pela humanidade e a
profundidade do amor de Cristo por nós, a
ponto de nos cumular da plenitude da vida
divina. Atentos, ouçamos as leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto de ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Sexto encontro- 09/05/2018


Tema: Santo Antônio e o exemplo de
Maria.
 Comentário Inicial: Maria é a mulher que
guarda no coração a palavra de Deus. É a
morada do Espírito Santo, sede da
sabedoria, imagem da Igreja que escuta e
testemunha o Senhor. Celebremos o
mistério pascal contemplando a beleza do
seu imaculado coração, que revela sua
condição de fiel discípula e modelo de
discipulado. De pé, cantemos.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Hino de louvor;
 Liturgia da palavra: Como Maria
reconheçamos que o Senhor é quem faz
germinar a justiça, espalhando sua glória
entre as nações, e aprendamos a ser
obedientes a ele, cultivando no coração
seus ensinamentos. Ouçamos as leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto de ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Sétimo encontro- 10/05/2018


Tema: Santo Antônio, exemplo de
esperança.
 Comentário Inicial: Deixando de lado o que
é enganoso e passageiro, depositemos no
Senhor nossa confiança, pois nele, fonte de
todo bem, se encontram a graça e a
salvação. Santo Antônio nos revela que “A
esperança é a expectativa dos bens
futuros... ao desesperado falta a coragem
para progredir.”
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Hino de louvor;
 Liturgia da palavra: A palavra de Deus nos
revela o pecado da humanidade e nos
direciona para o que é eterno, apontando
o caminho da vida nova da ressureição.
Vamos acolhê-la para nos fortalecermos
como família de Jesus, formada por todos
os que fazem a vontade divina. Ouçamos,
atentamente as leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto do ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Oitavo encontro- 11/05/2018


Tema: Santo Antônio e a eucaristia.
 Comentário Inicial: A palavra de Deus nos
diz: “Eu sou o pão da vida: aquele que vem
a mim não terá fome, e aquele que crê em
mim jamais terá sede”, e santo Antônio
nos diz que : “ No altar, sob as aparências
de pão e de vinho, está presente o próprio
Jesus, vivo e glorioso, revestido daquela
carne humana com que outrora ele se
ofereceu e ainda hoje continua se
oferecendo todos os dia como vítima ao
divino Pai.”De pé, cantemos.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da palavra: O Espírito Santo age
em todos os que por eles se deixaram
conduzir, levando-os a reconhecer e
anunciar a presença do Reino no mundo.
Atentos, ouçamos as leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto do ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.

Nono encontro- 12/05/2018


Tema: Santo Antônio e a missão.
 Comentário inicial: Na liturgia, Deus faz
brilhar em nós o esplendor da sua face. À
comunidade unida na caridade e na
partilha nunca faltarão força e coragem
para superar os desafios e ser luz para o
mundo. Santo Antônio nos exorta: “O fiel
Cristão, iluminado pelo resplendor de
Cristo, deve emitir centelhas de palavras e
exemplos para, com eles, inflamar o
próximo.” De pé, cantemos o canto de
entrada.
 Ritos iniciais;
 Súplica;
 Ato penitencial;
 Liturgia da palavra: A generosidade e a
partilha são fontes de vida e sinais de
“vasilha cheia”. Sendo luz e sal, o cristão é
chamado a iluminar e transformar os
caminhos da sociedade. Ouçamos as
leituras.
 Leituras;
 Ladainha;
 Canto do ofertório;
 Canto eucarístico;
 Canto final.
Ladainha de Santo Antônio

 Senhor, tende piedade de nós. Senhor,


tende piedade de nós.
 Jesus Cristo, ouvi-nos. Jesus Cristo, ouvi-
nos.
 Jesus Cristo, atendei-nos. Jesus Cristo,
atendei-nos.
 Pai celeste, que sois Deus, tende piedade
de nós.
 Filho, redentor do mundo, que sois Deus,
tende piedade de nós.
 Espírito Santo, que sois Deus, tende
piedade de nós.
 Santíssima trindade, que sois um só Deus,
tende piedade de nós.

1. Santo Antônio de Pádua, rogai por nós.


2. Íntimo amigo de Deus,
3. Servo da Mãe imaculada,
4. Fiel filho de São Francisco,
5. Homem da santa oração,
6. Amigo da pobreza,
7. Lírio de castidade,
8. Modelo de obediência,
9. Amante da vida oculta,
10. Desprezador da glória humana,
11. Rosa da Caridade,
12. Espelho de todas virtudes,
13. Imitador dos apóstolos,
14. Mártir dos desejos,
15. Zeloso amante das almas,
16. Defensor da fé,
17. Doutor da verdade,
18. Trombeta do evangelho,
19. Apostolo dos pecadores,
20. Restituidor da paz,
21. Reformador dos costumes,
22. Conquistador dos corações,
23. Auxiliador dos aflitos,
24. Terror dos demônios,
25. Restituidor das coisas perdidas,
26. Glorioso taumaturgo,
27. Santo do mundo interior,
28. Gloria de ordem dos menores,
29. Alegria da corte celeste,
30. Nosso amável padroeiro.
 Oração após a ladainha.
Ó glorioso Santo Antônio, honra de
Portugal, apóstolo de todas as
nações, manifestai-nos o poder
milagroso que tem ganho vitórias
tão maravilhosas sobre o erro e a
descrença, e acendei nos nossos
corações a chama da divina
caridade do amor fraterno, a fim
de que, unidos no aprisco
verdadeiro do divino pastor,
possamos glorificar aquele que,
com o Pai e o Espírito Santo, vive e
reina eternamente.

Cantos
Entrada
1. Ó Antônio que foste na terra/
aclamado modelo de amor/ dá-
nos fé, dá-nos paz e coragem, /
nesta vida de luta e de dor. (2x)
2. Ó Antônio escuta benigno/
nossa prece ardente de amor/
dá-nos fé, dá-nos paz e
coragem, / nesta vida de luta e
de dor. (2x)
3. Salva, salva teus filhos no
mundo/ nossa pátria querida e
gentil/ e do trono que tem lá no
céu/ um olhar volve ao nosso
Brasil. (2x)

CANTO II

Viva Santo Antônio, nosso protetor,


suba ao céu nosso hino de amor.
(2x)
1. Louvor e glória, honra e vitória/
a Santo Antônio nosso
padroeiro.
2. Defendei-nos sempre de toda
tentação/ dai paz e concórdia,
luz, salvação.
3. Antônio querido, nosso
padroeiro/ abençoai o povo do
Brasil inteiro.
4. Antônio querido, promissor do
bem/ protegei seu povo, para
sempre, amém.

CANTO III
Bem mereceste, ter com amor
em vossos braços, o salvador.
(2x)
1. Salve grande Antônio, santo
universal, que ampara os
aflitos, contra todo mal.
2. Desprezando as honras, pela
sã pobreza, a Jesus nos deste
com ardor e firmeza.
3. Irmão protetor, sois dos
brasileiros, que milagres
contam por séculos inteiros.

ATO PENITENCIAL
CANTO I
1. Senhor que vieste salvar/ os
corações arrependidos.
Piedade, piedade, / piedade
de nós (2x)
2. Ó Cristo, que vieste chamar/
os pecadores humilhados.
3. Senhor que intercedeis por
nós/ junto a Deus Pai, que
nos perdoa.
CANTO II

1. Senhor, venho pedir


perdão/ pois pequei
contra vós/ e com meu
coração inquieto/ resolvi
voltar/ e mesmo sem
saber como expressar-
me/ peço vossa
misericórdia.
Senhor, misericórdia/
Cristo, misericórdia/
Senhor, misericórdia/
meu pai resolvi voltar.

CANTO III
1. Quero confessar a ti,
ilumina minh´alma/
eu reconheço: sou
pecador! Diante de
mim eu sei está
sempre o meu
pecado/ foi conta vó
que eu pequei.
Kyrie eleison/ christe
eleison/ kyrie eleison
(2x)
HINO DE LOUVOR
CANTO I
Glória, glória, a Deus nas altura/ ô, ô,
glória/ e a nós a sua paz. (2x)
1. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus
pai onipotente/ vos louvamos,
bendizemos, adoramos/ nós vos
glorificamos, e a nós vos damos
graças em vossa.
2. Jesus Cristo, Senhor Deus, / filho
único do pai/ cordeiro de Deus
que tirais o pecado do mundo
tende piedade/ vós que estais à
direita do pai, tende piedade, /
vós que tirais o pecado do
mundo, tende piedade/ acolhei a
nossa súplica, em vossa.
3. Só vós sois o Santo, Senhor, o
Altíssimo, só vós Jesus Cristo/
com o Espirito e o Pai.

CANTO II
Glória a Deus nas alturas/ e paz
na terra aos homens por ele
amados. Senhor Deus, rei dos
céus, Deus pai, todo poderoso,/
nós vos louvamos, nós vos
bendizemos,/ nós vos adoramos,
nós vos glorificamos/ nós vos
damos graças por vossa imensa
glória./ Senhor Jesus Cristo, Filho
Unigênito, / Senhor Deus,
cordeiro de Deus, filho de Deus
Pai,/ vós que tirais o pecado do
mundo, tende piedade de nós.
/vós que tirais o pecado do
mundo,/ acolhei a nossa súplica/
vós que estais à direita do pai, /
tende piedade de nós./ só vós sois
o santo./ só vós o senhor./ só vós
o altíssimo, jesus Cristo, / com
Espírito Santo, na glória de Deus
pai. Amém!

OFERTÓRIO
CANTO I
Nesta prece, Senhor, venho te
oferecer,/ o crepitar da chama, a
certeza de dar!
1. Eu te ofereço o sol que brilha
forte,/ te ofereço a dor do
meu irmão. / a fé na
esperança, e o meu amor!
2. Eu te ofereço as mãos que
estão abertas,/ o cansaço do
passo mantido,/ meu grito
mais forte de louvor!
3. Eu te ofereço o que vi de belo,
/ no interior dos corações, / a
coragem de transformar!

CANTO II
1. A ti, meu Deu, elevo meu
coração, elevo as minhas
mãos, meu olhar, minha
voz.
A ti, meu Deus, eu quero
oferecer meus passos e meu
viver, meus caminhos, meu
sofrer.
A tua ternura, Senhor, vem me
abraçar. E a tua bondade
infinita, me perdoar. Vou ser
teu seguidor, e te dar o meu
coração, eu quero sentir o
calor de tuas mãos.
2. A ti, meu Deus, que és bom e que
tens amor ao pobre e ao sofredor, vou
servir e esperar. Em ti, Senhor,
humildes se alegrarão, cantando a
nova esperança e de paz.

CANTO III

Sabes, Senhor, o que temos é tão


pouco para dar, mas este pouco, nós
queremos com irmãos compartilhar.
1-Queremos nessa hora diante dos
irmãos comprometer a vida, buscando
a união.
2-Sabemos que é difícil os bens
compartilhar, mas com a atua graça,
Senhor, queremos dar.
3-Olhando o teu exemplo, Senhor,
vamos seguir, fazendo o bem a todos,
sem nada exigir.

CANTO IV
1-Os grãos que formam espigas se
unem para serem pão; os homens que
são Igreja se unem pela oblação.
Diante do altar, Senhor, entendo
minha vocação: devo sacrificar a vida
por meu irmão.
2-O grão caído na terra só vive se vai
morrer. É dando que se recebe;
morrendo se vai viver.
COMUNHÃO
CANTO I
1-Tu te abeiraste na praia/ não
buscastes nem sábios, nem ricos/
somente queres que eu te sigas ...
Senhor, tu me olhastes nos olhos/ a
sorrir, pronunciastes meu nome/ lá na
praia, eu larguei o meu barco/ junto a
ti, buscarei outro mar.
2-Te sabes bem que em meu barco/ eu
não tenho nem ouro nem espadas
somente redes e o meu trabalho.
3-Tu minhas mãos solicitas/ meu
cansaço, que a outros descansem/
amor que almeja seguir amando.
4-Tu, pescador de outros lagos/ ânsia
eterna de almas que esperam/
bondoso amigo, assim me chamas.

CANTO II

1-Na comunhão Jesus se dá no pão,


cordeiro imolado é refeição. Nosso
alimento de amor e salvação. Em torno
desse altar somos irmãos.
O pão da vida és tu, Jesus, o pão do
céu. O caminho a verdade, via de
amor. Dom de Deus, nosso redentor.
2-Toma e come, isto é meu corpo, que
do trigo se faz pão e refeição. Na
eucaristia o vinho se torna sangue,
verdadeira bebida, nossa alegria.

CANTO III

1-Tu és minha vida , outo Deus não há.


Tu és minha estrada, a minha verdade.
Em tua palavra eu caminharei,
enquanto eu viver e até quando tu
quiseres. Já não sentirei temor, pois
estás aqui, tu estas no meio de nós!
2-Creio em ti, Senhor, vindo de Maria,
filho eterno e santo, homem como nós,
tu morreste por amor, vivo estás em
nós, unidade trina como espírito e o
pai e um dia eu bem sei tu retornarás.
E abrirás o reino do céus!
3-Tu és minha força, outro Deus não
há. Tu és minha paz, minha liberdade,
nada nesta vida nos separará. Em tuas
mãos seguras minha vida guardarás. Eu
não temerei o mal, tu me livrarás. E no
teu perdão viverei!
4-Ó Senhor da vida, creio sempre em
ti! Filho salvador eu espero em ti!
Santo Espírito de amor, desce sobre
nós. Tu de mil caminhos nos conduzes
a uma fé e por mil estrada onde
andarmos nós. Qual semente, nos
levarás!

Santo Antônio, rogai por nós!