Você está na página 1de 8

Anexo III à CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 03/2015-BNDES, de 23.01.

2015 Classificação*: Documento Reservado


Restrição de Acesso: Sistema BNDES e
Agente Financeiro responsável pela
Unidade Gestora: AGRIS
operação

FICHA RESUMO DE OPERAÇÃO - FRO


PRODUTO BNDES AUTOMÁTICO
CONDIÇÃO OPERACIONAL VIGENTE SAFRA 2014/2015
1 INFORMAÇÕES DE CONTROLE DA FRO
Nº PROGRAMA
NÚMERO DA PROPOSTA NÚMERO DO CONTRATO
(*) (*) - Preencher número conforme lista abaixo
1ª PROPOSTA
1 - INOVAGRO - Coletivo
2 - MODERAGRO Desenvolvimento - Coletivo
2ª PROPOSTA 3 - MODERINFRA - Coletivo
4 - PCA - Coletivo
5 - PRONAMP Investimento - Coletivo
3ª PROPOSTA 6 - PRONAF Agroindústria Isolada

OUTROS PROGRAMAS:
4ª PROPOSTA
7 -

5ª PROPOSTA
8 -

2 INFORMAÇÕES SOBRE O AGENTE FINANCEIRO


Credencial DV Razão Social CNPJ

3 INFORMAÇÕES SOBRE A BENEFICIÁRIA


Razão Social (PJ) / Nome (PF) CNPJ / CPF

Código CNAE da Beneficiária Descrição do Código CNAE

Endereço da Sede
Tipo Logradouro Número Complemento Bairro / Distrito

CEP Código IBGE do Município Município U.F.

TIPO E CÓDIGO DE NATUREZA DA BENEFICIÁRIA CARACTERIZAÇÃO DO CAPITAL SOCIAL


(Não assinalar apenas se a natureza da Beneficiária for Pessoa Física)
11011 Pessoa Física
Empresa Brasileira:
11012 Empresário Individual Atividade econômica
(N) Sem Participação Estrangeira do PROJETO
11031 Sociedade Empresária Limitada especificada no

11033 Sociedade Privada Anônima Aberta (P) Com Participação Estrangeira no Capital Votante Inferior a 50% e Controle Nacional
Decreto nº 2.233 de
23.05.1997?

11034 Sociedade Privada Anônima Fechada (Com observância ao disposto no item 4.1.3 do Anexo I à Circular nº 09 de 02.04.2014)

11037 Sociedade Cooperativa (C) Com Participação Estrangeira no Capital Votante < 50% e Controle Estrangeiro
SIM NÃO
Outras Pessoas Jurídicas (C) Com Participação Estrangeira no Capital Votante ≥ 50%

RECEITAS / RENDA

Receita Operacional Bruta (ROB) / Renda Anual da Receita Operacional Bruta Anual Consolidada do Grupo
Beneficiária

R$ R$
BENEFICIÁRIA

GRUPO

Data Base da Receita/Renda Data Base da Receita


Efetiva Efetiva
Tipo Tipo
Prevista Prevista
C.N.P.J. da Empresa Líder do Grupo

PORTE

08 Micro Empresa 09 Pequena Empresa 02 Média Empresa 10 Média-Grande Empresa 03 Grande Empresa

(*) Enquanto não preenchido: Classificação: Documento Ostensivo.

Página 1 Versão 20130710


4 INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO
OBJETIVO DO PROJETO

000110 Implantação 000130 Expansão Outros


Especificar:
000120 Relocalização 000131 Modernização
Código CNAE do Projeto Descrição do Código CNAE

Endereço do Projeto
Tipo Logradouro Número Complemento Bairro / Distrito

CEP Código IBGE do Município Município U.F.

O imóvel do projeto é de propriedade da Beneficiária?

SIM NÃO
Em caso negativo, a vigência do contrato engloba o prazo total de financiamento?

SIM NÃO (apresentar justificativa na Descrição do Projeto)


5 DESCRIÇÃO DO PROJETO
Descrever os objetivos e os componentes físicos do projeto de forma precisa, informando suas características específicas principais.

Resultados Esperados Unidade Último Exercício: 31/12/____ Após o Projeto: 31/12/____ Variação
Capacidade Instalada
Mão de obra empregada na Empresa
Receita Operacional Bruta (ROB)
Área edificada/plantada

Credencial DV Nº da 1ª Proposta

Página 2 Versão 20130710


6 APLICAÇÃO DE RECURSOS Em R$
INVESTIMENTOS
REALIZADOS A REALIZAR

ITENS TOTAL (%)


Inclui valores realizados desde
Do 7º ao 12º mês anteriores ao
o 6º mês anterior ao mês de
mês de protocolo no BNDES.
protocolo no BNDES.

Estudos e Projetos / Assistência Técnica - -


Obras Civis e Instalações - -
Montagens e Instalações Especiais - -
Móveis e Utensílios - -
INVESTIMENTOS

Formação de lavoura
FINANCIÁVEIS

- -
Aquisição de animais - -
Outros: (especificar) - -
Outros: (especificar) - -
Outros: (especificar) - -
Outros: (especificar) - -
Equipamentos Nacionais (Credenciados no CFI) - -
Software - -
TOTAL DOS INVESTIMENTOS FINANCIÁVEIS - - - -
Equipamentos Não Finamizáveis - -
FINANCIÁVEIS

Equipamentos financiados pela FINAME - -


INVESTIMENTOS

Bens e serviços financiados pelo Cartão BNDES - -


Outros: (especificar) - -
Outros: (especificar) - -
Outros: (especificar) - -
NÃO

Outros: (especificar) - -
TOTAL DOS INVESTIMENTOS NÃO FINANCIÁVEIS - - - -
TOTAL DA APLICAÇÃO DE RECURSOS - - - -

7 APURAÇÃO DO FINANCIAMENTO Em R$
INVESTIMENTOS FINANCIADOS 1ª PROPOSTA 2ª PROPOSTA TOTAL

Fixos -
Equipamentos Nacionais (Credenciados no CFI) -
Software -
TOTAL DOS INVESTIMENTOS FINANCIADOS (a) - - -
Nível de Participação 0.00% 0.00% 0.00%
CAPITAL DE GIRO ASSOCIADO / CUSTEIO (b) -
VALOR TOTAL DO FINANCIAMENTO (a) + (b) - - -

Credencial DV Nº da 1ª Proposta
8 CONDIÇÕES DA OPERAÇÃO
CARÊNCIA AMORTIZAÇÃO TOTAL
PERIODICIDADE DA AMORTIZAÇÃO PAGAMENTO DE JUROS NA CARÊNCIA

01 Mensal 05 Trimestral
PRAZO EM MESES Sim Não
09 Semestral 11 Anual
REMUNERAÇÃO DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDENCIADA (% a.a.) DATA PARA INÍCIO DE OPERAÇÃO COMERCIAL

1ª Proposta:
CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES
Nº PL Data Prevista Valor Destinação
1
TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.)
2
3
4
5
VALOR FINANCIADO R$ 0
2ª Proposta:
CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES
Nº PL Data Prevista Valor Destinação
1
TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.)
2
3
4
5
VALOR FINANCIADO R$ 0
3ª Proposta:
CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES
Nº PL Data Prevista Valor Destinação
1
TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.)
2
3
4
5
VALOR FINANCIADO R$ 0
4ª Proposta:
CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES
Nº PL Data Prevista Valor Destinação
1
2
TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.)
3
4
5
VALOR FINANCIADO R$ 0
5ª Proposta:
CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES
Nº PL Data Prevista Valor Destinação
1
2
TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.)
3
4
5
VALOR FINANCIADO R$ 0
9 GARANTIAS DA OPERAÇÃO

Não há garantias para esta operação.


A operação apresenta garantias, as quais estarão perfeitamente caracterizadas, descritas e detalhadas no instrumento contratual celebrado com a B
10 CONSIDERAÇÕES GERAIS
A presente Ficha Resumo de Operação - FRO é apresentada ao BNDES pelo Agente Financeiro, representado este na forma de seu Estatuto Social, formulada de
conformidade com as normas aplicáveis às operações no âmbito do Produto BNDES Automático, às 'Condições Gerais Reguladoras das Operações da FINAME', às
'Disposições Aplicáveis aos Contratos do BNDES' e demais normativos a que se subordinam a presente operação.

O Agente Financeiro acima referido obriga-se a manter no dossiê de cada operação todos os documentos a ela inerentes, à disposição do BNDES e dos demais
órgãos de controle/fiscalização.
Uso do Agente Financeiro Uso do BNDES
Local, Data e Assinatura(s) Identificada(s) do(s) Representante(s) Legal(is) DE ACORDO
Rio de Janeiro, _____ / _____ / _____

Credencial DV Nº da 1ª Proposta

Página 4 Versão 20130710


ANEXO À FICHA RESUMO DA OPERAÇÃO

Credencial DV Nº da 1ª Proposta

Anexo Versão 20130710


INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO
OBSERVAÇÕES GERAIS:

1. Os campos sombreados em cinza são de uso exclusivo do BNDES. Não devem ser preenchidos.
2. Alinhar os campos numéricos da direita para a esquerda.
3. Preencher os campos referentes a valores SEM as casas decimais.

1) INFORMAÇÕES DE CONTROLE DA FRO

· Condição Operacional Vigente: Este formulário é para uso exclusivo da Condição Operacional SAFRA 2014/2015.
· Número da Proposta: Preencher os quatro primeiros dígitos com o ano da proposta de financiamento. Os sete dígitos subsequentes são para
numeração a critério do Agente Financeiro, desde que não se repita em um mesmo ano e seja formada apenas por caracteres numéricos.
· Número do Contrato: Este campo é de uso exclusivo do BNDES e será preenchido com o número atribuído à FRO. O número que o BNDES
atribuir à FRO é o número de identificação da operação e do contrato e deverá constar de qualquer documentação posterior relativa à operação.
· Nº e Programa: Indicar, para cada "Número de Proposta", o programa que melhor enquadre o objetivo do financiamento. Se os recursos que estão
sendo pleiteados forem enquadrados em um programa não relacionado, deve-se preencher a lacuna na seção "Outros Programas", informando o
nome do programa no qual está sendo apresentada a operação.

2) INFORMAÇÕES SOBRE O AGENTE FINANCEIRO

· Credencial: Preencher com o número da credencial no BNDES do Agente Financeiro que está encaminhando a operação, inclusive dígito
verificador (DV).
· Razão Social: Preencher com a razão social do Agente Financeiro.
. CNPJ: Preencher com o número completo de inscrição do Agente Financeiro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas.

3) INFORMAÇÕES SOBRE A BENEFICIÁRIA

· Razão Social (PJ) / Nome (PF): Preencher com a razão social da Beneficiária, quando pessoa jurídica, ou com o nome completo, quando pessoa
física.
· CNPJ/CPF: Preencher com o número completo de inscrição da Beneficiária no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas ou com o número de
inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (somente os caracteres numéricos) conforme se trate, respectivamente, de pessoa jurídica/empresário
individual ou pessoa física não empresária. Quando se tratar de pessoa jurídica, deve ser informado o CNPJ da respectiva sede.
· Código CNAE da Beneficiária e Descrição do Código CNAE: Preencher com a atividade principal explorada pela Beneficiária e seu respectivo
código, com 1 letra e 7 caracteres numéricos, conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), que pode ser encontrada no
endereço www.cnae.ibge.gov.br.
· Endereço da Sede: Preencher com o endereço completo da sede da Beneficiária. Incluir o maior número possível de informações que facilitem a
localização pelos técnicos do BNDES (andar, bloco, casa, caminho de acesso, distrito, etc.). No caso de não haver endereço urbano bem definido
(fazendas, barragens, minas, etc.) usar coordenadas geo-referenciadas.
· CEP: Preencher com o Código de Endereçamento Postal a que se refere o endereço sede indicado.
· Código IBGE do Município e Município: Preencher, respectivamente, com o código e nome da cidade sede da Beneficiária, conforme classificação
IBGE.
· U.F.: Preencher com a sigla da Unidade da Federação da sede da Beneficiária.
· Tipo e Código da Natureza da Beneficiária
· Assinalar o tipo e código da natureza da Beneficiária marcando uma das opções apresentadas no campo. Se for o caso de outra natureza
jurídica, assinalar a última opção "Outras Pessoas Jurídicas", informando o código conforme relação a seguir:
· 10000 - Empresa Privada
· 11013 - Contribuinte Individual , desde que Produtor Rural
· 11014 - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Natureza Empresária)
· 11015 - Sociedade Simples Pura
· 11016 - Sociedade Simples Limitada
· 11032 - Entidades sem Fins Lucrativos
· 11035 - Fundação de Direito Privado sem Fins Lucrativos
· 11038 - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público
· 11040 - Associação Privada
· 12000 - Sociedade Coligada
· 13000 - Administração Pública Externa
· 21200 - Administração Pública Direta - Governo Estadual;
· 21300 - Administração Pública Direta - Governo Municipal;
· 22111 - Fundação - Administração Pública Indireta Federal Centralizada
· 22112 - Autarquia - Administração Pública Indireta Federal Centralizada
· 22121 - Empresa Pública - Administração Pública Indireta Federal Descentralizada
· 22122 - Sociedade de Economia Mista - Administração Pública Indireta Federal Descentralizada
· 22123 - Controlada - Administração Pública Indireta Federal Descentralizada
· 22211 - Fundação - Administração Pública Indireta Estadual Centralizada
· 22212 - Autarquia - Administração Pública Indireta Estadual Centralizada
· 22221 - Empresa Pública - Administração Pública Indireta Estadual Descentralizada
· 22222 - Sociedade de Economia Mista - Administração Pública Indireta Estadual Descentralizada
· 22223 - Controlada - Administração Pública Indireta Estadual Descentralizada
· 22311 - Fundação - Administração Pública Indireta Municipal Centralizada
· 22312 - Autarquia - Administração Pública Indireta Municipal Centralizada
· 22321 - Empresa Pública - Administração Pública Indireta Municipal Descentralizada
· 22322 - Sociedade de Economia Mista - Administração Pública Indireta Municipal Descentralizada
· 22323 - Controlada - Administração Pública Indireta Municipal Descentralizada

· Caracterização do Capital Social


· Não preencher se a Beneficiária for Pessoa Física.
· Assinalar a forma como está composto o capital social da empresa.

(continua)
INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO
(continuação)

· Atividade Econômica Especificada no Decreto Nº 2.233, de 23.05.1997


· Assinalar se a atividade econômica do projeto estiver especificada no Decreto nº 2.233, de 23.05.1997, e suas alterações, no caso de empresas
sob controle de capital estrangeiro.

· Receitas/Renda
· Preencher com valor de cada receita ou renda, conforme instruções constantes na Circular referente ao Produto BNDES Automático, indicando a
data a que se refere cada uma delas.
· Selecionar o Tipo de Receita ou Renda (Efetiva ou Prevista, conforme o caso). A Data Base de receitas ou renda previstas deverá ser sempre
futura. Já para receitas ou renda efetivas, deverá ser preenchida conforme orientações da respectiva Circular.
· Preencher com o nº completo de inscrição do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) da empresa líder do Grupo Econômico ao qual a
Beneficiária pertence.

· Porte
. Selecionar dentre as opções oferecidas o porte da financiada, conforme instruções estabelecidas na Circular do Produto BNDES Automático.

4) INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO

· Objetivo do Projeto: Selecionar dentre as opções oferecidas o objetivo do Projeto. Caso seja selecionada a opção "Outros", esta deverá ser
preenchida conforme tabela abaixo:
· 000132 INTERNACIONALIZAÇÃO
· 000140 RACIONALIZAÇÃO
· 000160 DESENVOLVIMENTO PME
· 000161 DESENVOLVIMENTO FRANQUIA
· 000210 P, D & I
· 000220 CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA
· 000230 QUALIDADE PRODUTIVA
· 000240 DESIGN
· 000310 SUBSTITUIÇÃO DE PASSIVOS
· 000311 REESTRUTURAÇÃO FINANCEIRA
· 000320 CAPITAL DE GIRO
· 000340 FORTALECIMENTO FINANCEIRO CONTRLOLADA
· 000350 ROLAGEM DE DÍVIDA
· 000410 DESENVOLVIMENTO SOCIAL
· 000420 SOCIAL CORPORATIVO
· 000510 DESENVOLVIMENTO DE MERCADO DE CAPITAIS
· 000511 MERCADO SECUNDÁRIO
· 000520 REESTRUTURAÇÃO SOCIETÁRIA
· 000540 MEIO AMBIENTE
· 000550 CONSERVAÇÃO DE ENERGIA

· Código CNAE do Projeto e Descrição do código CNAE: Preencher com a atividade específica do Projeto financiado e seu respectivo código, com
1 letra e 7 caracteres numéricos, conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), que pode ser encontrada no endereço
www.cnae.ibge.gov.br.
· Endereço do Projeto e Bairro: Preencher com o endereço completo do local do Projeto. Incluir o maior número possível de informações que
facilitem a localização pelos técnicos do BNDES (andar, bloco, casa, caminho de acesso, distrito, etc). No caso de não haver endereço urbano bem
definido (fazendas, barragens, minas, etc.) usar coordenadas geo-referenciadas.
· CEP: Preencher com o Código de Endereçamento Postal a que se refere o endereço indicado.
· Código IBGE do Município e Município: Preencher, respectivamente, com o código e nome da cidade do endereço do Projeto, conforme
classificação IBGE.
· U.F.: Preencher com a sigla da Unidade da Federação do endereço do Projeto.
· O imóvel do projeto é de propriedade da Beneficiária? Caso o imóvel não seja de propriedade e a vigência do contrato não englobe o prazo total
do financiamento, apresentar a justificativa na próxima seção "5) Descrição do Projeto".

5) DESCRIÇÃO DO PROJETO

1. Descrever os objetivos e os componentes físicos do projeto de forma precisa, informando suas características específicas principais.
2. Para projetos executados em imóveis de terceiros e cujo prazo de contrato seja inferior ao prazo de financiamento, acrescentar justificativa.
3. No quadro Resultados Esperados, deverão ser preenchidos os campos "Capacidade Instalada", "Mão de obra empregada da Empresa", "Receita
Operacional Bruta (ROB)" e "Área edificada/plantada", com as suas respectivas unidade de referência, valores referentes ao último exercício antes do
projeto e com os valores esperados após o projeto e respectivas variações.

6) APLICAÇÃO DE RECURSOS

1. Nos projetos em execução:


· os investimentos financiáveis realizados e pagos nos 6 (seis) meses anteriores à data de protocolo da operação no BNDES, observado o
disposto no MCR 2-5-2, poderão ser reembolsados ou considerados para efeito do cálculo da contrapartida de recursos próprios;
· os investimentos financiáveis realizados e pagos entre o 7º e o 12 º mês anteriores à data de protocolo da operação no BNDES, observado o
disposto no MCR 2-5-2, somente poderão ser considerados para efeito do cálculo da contrapartida de recursos próprios.
2. Máquinas, equipamentos e bens de informática e automação, dentre outros gastos do projeto, financiados por outras fontes do BNDES não devem
ser considerados na apuração do nível de participação do BNDES.

7) APURAÇÃO DO FINANCIAMENTO

· Nível de Participação: Trata-se da participação dos recursos do BNDES em relação ao valor total dos itens financiáveis do projeto, exceto capital de
giro associado / custeio.
· Capital de giro associado / custeio: Deverá ser determinado levando-se em conta os percentuais máximos constantes na Circular referente ao
Programa.

(continua)

(continua)
INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO
(continuação)

8) CONDIÇÕES DA OPERAÇÃO

PRAZO EM MESES:
· Carência: Preencher com o prazo de carência, em meses, da operação contratada.
· Amortização: Preencher com o prazo de amortização, em meses, da operação contratada.
· Total: Este campo é de preenchimento automático.

PERIODICIDADE DA AMORTIZAÇÃO: Selecionar dentre as opções oferecidas o tipo de periodicidade em que será cobrada a amortização.

PAGAMENTO DE JUROS NA CARÊNCIA: Selecionar “Sim” caso a operação tenha pagamento de juros durante o período de carência
ou “Não”, em caso contrário.

REMUNERAÇÃO DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDENCIADA: Informar a remuneração cobrada pelo Agente Financeiro, em
porcentagem, com duas casas decimais.

DATA PARA INÍCIO DE OPERAÇÃO COMERCIAL: Preencher com a data prevista para o início da operação comercial do Projeto.

TAXA DE JUROS PRÉ FIXADA (% a.a.): Preencher o percentual, com duas casas decimais, em conformidade com as normas vigentes
para o respectivo programa.

CRONOGRAMA DE LIBERAÇÕES:
· Data Prevista e Valor: Preencher com a data e o valor em reais previstos para cada liberação.
· Destinação: Preencher a destinação/objetivo de cada liberação: Equipamento Nacional, Fixo, Giro ou Software.

9) GARANTIAS DA OPERAÇÃO

Assinalar a alternativa correspondente no que diz respeito às garantias da operação.

10) CONSIDERAÇÕES GERAIS

O Agente Financeiro, em acordo com o exposto neste item, deverá informar a data, o local e recolher a assinatura do(s) Representante(s)
Legal(is) no campo com o título "Uso do Agente Financeiro", como também sua(s) rubrica(s) nas demais páginas da FRO.