Você está na página 1de 2

As ondas são perturbações que se propagam pelo espaço sem transporte de matéria,

apenas de energia.
O elemento que provoca uma onda é denominado fonte, por exemplo, uma pedra
lançada nas águas de um rio gerarão ondas circular
ão exemplos de ondas: ondas do mar, ondas de rádio, som, luz, raio-x, micro-ondas
dentre outras.
A parte da Física que estuda as ondas e suas características é chamada de ondulatória.
Características das Ondas
Para caracterizar as ondas usamos as seguintes grandezas:
 Amplitude: corresponde à altura da onda, marcada pela distância entre o ponto de
equilíbrio (repouso) da onda até a crista. Note que a “crista” indica o ponto máximo da
onda, enquanto o “vale”, representa a ponto mínimo.
 Comprimento de onda: Representado pela letra grega lambda (λ), é a distância entre
dois vales ou duas cristas sucessivas.
 Velocidade: representado pela letra (v), a velocidade de uma onda depende do meio em
que ela está se propagando. Assim, quando uma onda muda seu meio de propagação, a
sua velocidade pode mudar.
 Frequência: representada pela letra (f), no sistema internacional a frequência é medida
em hertz (Hz) e corresponde ao número de oscilações da onda em determinado intervalo
de tempo. A frequência de uma onda não depende do meio de propagação, apenas da
frequência da fonte que produziu a onda.
 Período: representado pela letra (T), o período corresponde ao tempo de um
comprimento de onda. No sistema internacional, a unidade de medida do período é
segundos (s).

Tipos de Ondas
Quanto à natureza, há dois tipos de ondas:
 Ondas Mecânicas: para que haja propagação, as ondas mecânicas necessitam de um
meio material, por exemplo, as ondas sonoras e as ondas em uma corda.
 Ondas Eletromagnéticas: nesse caso, não é necessário que haja um meio material para
que a onda se propague, por exemplo, as ondas de rádio e a luz.
Classificação das Ondas
Segundo a direção de propagação das ondas, elas são classificadas em:
 Ondas Unidimensionais: as ondas que se propagam em uma direção.
Exemplo: ondas em uma corda.
 Ondas Bidimensionais: as ondas que se propagam em duas direções.
Exemplo: ondas se propagando na superfície de um lago.
 Ondas Tridimensionais: as ondas que se propagam em todas as direções possíveis.
Exemplo: ondas sonoras.

 Ondas Sonoras são ondas mecânicas que vibram em uma frequência de


20 a 20.000 hertz (Hz), sendo normalmente perceptíveis pelo ouvido
humano. O som é a sensação que sentimos, através da audição pela
ação desse tipo de onda. Outra característica importante, a onda sonora
necessita de uma meio para se propagar, seja gás, líquido ou sólido.
Logo não é possível existir som no vácuo.

 A onda menor que 20 Hz é denominada de infra-som e a maior que


20.000 Hz, ultra-som. Essas ondas até chegam aos nossos ouvidos, mas
não são capazes de estimular o nosso sentido da audição. Alguns
animais, como o cachorro e o morcego, conseguem captar altas
freqüências de até 100.000Hz, outros como o elefante e o pombo, são
capazes de perceber infra-sons.

 As ondas sonoras podem apresentar frequências específicas. Chamamos


de som grave, aquele que é emitido por uma fonte sonora que vibra
com baixa freqüência e som agudo, o que vibra com uma alta
freqüência. Para entender melhor basta perceber a diferença entre a voz
masculina (grave) e a voz feminina (agudo). Essa caracterização em
relação à freqüência de um som é chamada de altura.
 Quando um som possui uma grande quantidade de energia por unidade
de tempo e a onda sonora possui uma grande amplitude, dizemos que o
som possui uma grande intensidade. Logo, a intensidade está
relacionada ao volume do som. Essa intensidade é medida em dB
(decibéis), onde se estabeleceu que ao som de menor intensidade que o
ser humanos fosse capaz de escutar seria atribuído o valor de 0 dB e o
de maior intensidade, de 120 dB.

Velocidade do som
O som se propaga nos meios sólidos, líquidos e gasosos. O valor da velocidade do som
depende do meio material em que se propaga, sendo maior nos sólidos e menor nos
meios gasosos.
A velocidade do som depende também da temperatura do meio. Quanto maior a
temperatura, maior será sua velocidade.
No ar, à temperatura de 20 °C, a velocidade do som é de aproximadamente 340 m/s.
Altura
A altura do som está relacionada com a sua frequência. O som pode ser grave (baixa
frequência) ou agudo (alta frequência).
A voz dos homens apresenta uma frequência menor que a voz das mulheres. Por isso, a
voz masculina é classificada como grave e a feminina aguda.
As notas musicais são caracterizadas pela frequência.
Timbre
É a característica do som que nos permite distinguir dois sons de mesma altura e
intensidade, mas que foram produzidos por fontes diferentes.
O som produzido por um instrumento musical é uma composição de várias ondas
sonoras, o que dará o timbre característico do instrumento.