Você está na página 1de 25

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS AGROALIMENTAR


UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AMBIENTAL

CONSERVAÇÃO DA ENERGIA
ELÉTRICA
INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
GRUPO 05
Grupo: Gabrielly Silva, Hosana Santos, Jaciara Medeiros, Vitória Gomes, José
Pedro e Washington Luís.
Professor: Gerald Norbet
Papel dos sistemas de armazenamento de
energia no sistema elétrico

❏ Vantagens na utilização dos meios de armazenagem de energia

❏ Algumas formas de armazenamento tem um papel fundamental na


otimização e na melhoria do rendimento no uso de fontes de energia
renováveis, que são fontes que não estão disponíveis 24 horas por dia.
Exemplos de armazenagem
❏ Baterias sólidas ❏ Baterias de fluxo ❏ Redes de
concessionárias
Flywheels ou “rodas” inerciais

De forma resumida, uma flywheel é uma roda feita de material resistente,


normalmente aço ou fibra de carbono especial que tem como principal função
“armazenar” energia.
Flywheels ou “rodas” inerciais

Rotor Chumaceira
Magnética
Flywheels ou
“rodas” inerciais
Flywheels ou “rodas” inerciais
Vantagens

➢ Impacto ambiental mínimo;


➢ Grande capacidade de armazenamento;
➢ Carregamento rápido;
➢ Maior durabilidade.
Flywheels ou “rodas” inerciais
Desvantagens

➢ Pouca resistência a choques mecânicos exteriores que provocam


vibrações que resultam em perda de energia;

➢ Tensão e frequência de saída com grandes variações de amplitude.


Armazenamento de energia em ar comprimido
(CAES)
➢ Energia renovável;
➢ Solução para futuras demandas;
➢ Termodinâmica do armazenamento:
○ Compressão eleva a temperatura;
○ Expansão requer calor;
○ Objetiva-se um processo isotérmico ou isentrópico e adiabático.
Processo de operação

Fonte: Department of Electrical and Energy


1. Processo de compressão (Isotérmico)
➢ Eletricidade é usada para operar uma cadeia de compressores que injetam ar
no reservatório;
➢ Uso de intercoolers para reduzir a temperatura do ar injetado;

Fonte: Department of Electrical and Energy


2. Processo de armazenamento de ar (Isotérmico)
➢ Pode ser acima ou abaixo do solo, mas acima tem um alto custo de capital;
➢ Abaixo do solo pode-se utilizar formações geológicas:
■ Rochas porosas;
■ Cavernas de sal;
■ Cavernas de gás natural.

Fonte: Department of Electrical and Energy


3. Processo de expansão (Isotérmico)
➢ O ar é liberado da caverna e, em seguida, é queimado com combustível na
câmara de combinação para girar a turbina.

Fonte: Department of Electrical and Energy


Sistema isentrópico e adiabático
➢ O calor não é liberado para o ambiente quando comprimido, até 80% da
energia seria recuperada.

Fonte: Department of Electrical and Energy


Meio ambiente
➢ Vantagens:
○ Redução da emissão de CO2;
○ Sem consumo de combustíveis fósseis (Adiabático).
○ Ar como combustível.
➢ Desvantagens:
○ Poluição térmica da água.
Hidroeletricidade de armazenamento bombeado

➔ Usinas Hidrelétricas Reversíveis;

De acordo com CANALES (2015):

“Nas redes de distribuição a eletricidade fornecida deve coincidir com a


demanda.”
Usinas Hidrelétricas Reversíveis

+ +
CONSUMO OFERTA

MENOR
AUMENTO DE
ACELERAÇÃO
FREQUÊNCIA
QUEDA DE
FREQUÊNCIA

-
- CONSUMO
OFERTA
Usinas Hidrelétricas Reversíveis

Fonte: CANALES et al. (2015)


Hidroeletricidade de armazenamento bombeado
- componentes e princípios básicos da UHER
Principais componentes:
● os reservatórios (superior e inferior)
● os condutos hidráulicos; e
● as instalações eletromecânicas para bombeamento/ turbinamento;

Constituição dos reservatórios, segundo Schreiber (1978):


● Usinas por bombeamento puro ou circuito fechado; e
● Circuito aberto;
Hidroeletricidade de armazenamento bombeado
- componentes e princípios básicos da UHER

Restrições e soluções;

● Bacia artificial;
● Unidade geradora (turbina + gerador) separada da de bombeamento (bomba
+ motor);
Aplicações, custos e eficiência das tecnologias
de armazenamento de energia elétrica.
Classificações para tecnologias de armazenamento:

● Tipo de serviço e localização dos sistemas de armazenamento


● Tempo de descarga e aplicação
● Tipo de energia na entrada e saída do sistema de armazenamento
Aplicações, custos e eficiência das tecnologias
de armazenamento de energia elétrica.

Figura:Potência e tempo de descarga de tecnologias de armazenamento de energia elétrica

Fonte: Adaptado de Denholm et al. (2010)


Aplicações, custos e eficiência das tecnologias
de armazenamento de energia elétrica.

Características das tecnologias de armazenamento


Fonte: Farret e Simões, 2006
Aplicações, custos e eficiência das tecnologias
de armazenamento de energia elétrica.

Figura: Eficiência e custo inicial por kW instalado das tecnologias de armazenamento de energia elétrica

Fonte: Elaborado a partir de IEA (2014)


Referências
10 MOTIVOS PARA PROMOVER A HIDRELETRICIDADE. Disponível em: <https://www.itaipu.gov.br/energia/10-motivos-para-
promover-hidreletricidade>. Acesso em 08 junho 2019.

O QUE SÃO OS SISTEMAS DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA. Disponível em: <http://sharenergy.com.br/o-que-e-sistema-


de-armazenamento-de-energia/>. Acesso em 08 junho 2019.

PUMPED-STORAGE HYDROELECTRICITY. Disponível em: <https://en.m.wikipedia.org/wiki/Pumped-


storage_hydroelectricity>. Acesso em 08 junho 2019.

REGET/UFSM. Usinas hidrelétricas reversíveis no Brasil e no mundo: aplicação e perspectivas. Disponível em:
<https://periodicos.ufsm.br/reget/article/viewFile/16002/pdf> Acesso em 08 junho 2019

REVISTA BRASILEIRA DE ENERGIA,Sistema de armazenamento de energia elétricas em redes inteligentes: caracteristicas,


oportunidades e barreiras. Disponível em:<https://sbpe.org.br/index.php/rbe/article/view/351/332>Acesso em 09 junho 2019

CANALES, BELUCO , MENDES, Usinas hidrelétricas reversíveis no Brasil e no mundo: aplicação e perspectivas.Disponível
em: <https://periodicos.ufsm.br/reget/article/viewFile/16002/pdf > Acesso em 09 junho de 2019.