Você está na página 1de 57

INTRODUÇÃO

 O ESTUDO DA TEOLOGIA É IMPORTANTE PARA A


ESTRUTURAÇÃO DA SUA FÉ CRISTÃ E PARA LHE
TRAZER TODA A SEGURANÇA NA PREGAÇÃO E NO
ENSINO E INTERPRETAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS.
 A IDÉIA DE QUEM É DEUS ESTARÁ AFETANDO TODA
A TRAJETÓRIA DE SUA VIDA E SERÁ MELHOR
QUANDO RECONHECE A VERDADE E AFETA O
DESTINO DA HUMANIDADE INDICANDO O CAMINHO
DA SALVAÇÃO E DA VIDA ETERNA
OBJETIVO GERAL
QUE O ALUNO APRENDA A DOUTRINA DE DEUS
PARA TER BASE DOUTRINÁRIA SÓLIDA PARA A
SUA VIDA CRISTÃ E PARA USO EM SEU
MINISTÉRIO, DE ACORDO COM A CONFISSÃO
PENTECOSTAL E QUE REALIZE A DEFESA DA FÉ DE
ACORDO COM A SÃ DOUTRINA
CLASSIFICAÇÃO DA
TEOLOGIA
TEOLOGIA NATURAL
 Teologia Natural é uma parte da filosofia da
religião que lida com as tentativas de se provar
a existência de Deus e outros atributos
divinos puramente filosóficos, isto é, sem recurso a
qualquer revelações especiais ou sobrenaturais.
TEOLOGIA EXEGÉTICA
 A teologia exegética tem como finalidade
estabelecer uma estudo sistemático das Escrituras
Sagradas utilizando o conhecimento das línguas
originais em que foram escritos, como o hebraico e
o grego antigo.
TEOLOGIA HISTÓRICA
 A Teologia Histórica, também conhecida como história da
teologia ou história da doutrina*, trata-se do ramo da
teologia que busca investigar as circunstâncias históricas em
que as ideias teológicas se desenvolveram ou foram
especialmente formuladas.
 Quanto ao seu surgimento, segundo informa Alderi Souza
de Matos "Esse campo de estudos surgiu no século XVI, no
contexto da Reforma Protestante,
TEOLOGIA DOGMÁTICA
 A teologia dogmática é aquela dimensão da
teologia que trata de matérias doutrinárias
definidas como dogma pela Igreja.
 São verdades reveladas por Deus para todos os
cristãos.
TEOLOGIA BÍBLICA
 A Teologia bíblica estuda a Bíblia e organiza as
conclusões obtidas pela Teologia exegética (que
usa técnicas como a exegese para interpretar
a Bíblia) em várias divisões e áreas de estudo, com
a finalidade de estudar e conhecer a evolução ou a
história progressiva da Revelação de Deus à
humanidade, desde da sua queda .
TEOLOGIA SISTEMÁTICA
 Teologia sistemática é, então, a divisão da Teologia em sistemas
que explicam suas várias áreas.
 Por exemplo, muitos livros da Bíblia dão informações sobre os anjos.

 Nenhum livro sozinho dá todas as informações sobre os anjos.

 A Teologia Sistemática coleta todas as informações sobre os


anjos de todos os livros da Bíblia e as organiza em um sistema:
Angelologia.
 Isto é a Teologia Sistemática: a organização de ensinamentos da
Bíblia em sistemas de categorias.
TÓPICOS
 BIBLIOLOGIA – DOUTRINA DAS ESCRITURAS
 TEOLOGIA – DOUTRINA DE DEUS
 ANGEOLOGIA – DOUTRINA DOS ANJOS
 ANTROPOLOGIA BÍBLICA – DOUTRINA DO HOMEM
 HAMARTIOLOGIA – DOUTRINA DO PECADO
 CRISTOLOGIA – DOUTRINA DE CRISTO
 SOTERIOLOGIA – DOUTRINA DA SALVAÇÃO
 PNEUMATOLOGIA – DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO
 ECLESIOLOGIA – DOUTRINA DA IGREJA
 ESCATOLOGIA BÍBLICA – DOUTRINA DAS ÚLTIMAS COISAS
TEOLOGIA
DEFINIÇÃO
 O TERMO TELOGIA, DE ORIGEM GREGA, CIÊNCIA
DE DEUS OU DAS COISAS DE DEUS E SUAS
RELAÇÕES COM TODA A SUA CRIAÇÃO
OBJETIVO
 TEM POR OBJETIVO CONDUZIR O HOMEM AO
CONHECIMENTO DE DEUS, EM TODA A SUA
GLÓRIA, MAJESTADE E RESPLENDOR E A UM
RELACIONAMENTO PROFUNDO COM ELE ATRAVÉS
DE SEU FILHO JESUS CRISTO.
 A VERDADEIRA TEOLOGIA PRECISA SER APLICADA

NA VIDA COTIDIANA
TEÓLOGO
 O teólogo é aquele que deseja ser os olhos da
razão dentro de uma experiência que normalmente
só pode ser vivida sem questionamentos, ou seja, na
fé, que não questiona, não interroga, apenas crê.
MÉTODO DA TEOLOGIA
 É UM PROCEDIMENTO DEFINIDO A PARTIR DA COLETA,
UNIFICAÇÃO, A ANÁLISE, O EXAME, A IDENTIFICAÇÃO, A
ILUMINAÇÃO, A EXPRESSÃO, O DESENVOLVIMENTO E A
ESTRATIFICAÇÃO
TEOLOGIA
SISTEMÁTICA 1
CAPÍTULO 2
DEUS
1 - É POSSÍVEL CONHECER A DEUS?
FOI DEUS QUEM TEVE A INICIATIVA EM SE FAZER

CONHECIDO POR MEIO DE SEU FILHO JESUS CRISTO E
ESTÁ CONOSCO HABITANDO EM NÓS ATRAVÉS DO SEU
ESPÍRITO SANTO.
 O homem não pode pesquisar e descobrir a pessoa de Deus para conhecê-lo.
“Não se pode esquadrinhar o seu entendimento” (Isaías 40.28)
 Ninguém jamais viu a Deus. O Deus unigênito [este é Jesus], que está no seio do
Pai, esse o deu a conhecer” (João 1.18).
A PALAVRA CHAVE AQUI É “REVELAR”.
 DEUS SE REVELA EM JESUS E ESTE É REVELADO NAS
ESCRITURAS.
1.1 DEUS ACESSÍVEL
 NOSSO DEUS É ACESSÍVEL E SE MANIFESTA A
NÓS ATRAVÉS DO ESPÍRITO SANTO QUANDO
NOS COLOCAMOS EM SUA PRESENÇA PARA A
ORAÇAO OU PARA A ADORAÇÃO
1.2 DEUS INCOMPREENSÍVEL, PORÉM PASSÍVEL
DE CONHECIMENTO
 Um dos atributos de Deus é sua INFINITUDE, ou seja,
ELE É INFINITO.
 Portanto, não é possível a criaturas finitas compreender
totalmente UM SER INFINITO.
 Não somos capazes de imaginar como Deus é em sua
plenitude.
 Embora não possamos conhecer a Deus exaustivamente,
não significa que possamos conhecer nada sobre Deus
 O desejo de Deus é que “conheçamos e
prossigamos em conhecer ao Senhor” (Os 6.3).
 Na verdade, não poderíamos conhecer a Deus se
Ele não tivesse decidido revelar-se a ao homem.
Todo e qualquer conhecimento que qualquer
criatura finita poderia ter de Deus, teria de
depender da revelação de Deus.
 A revelação de Deus é uma expressão da graça
divina para com o homem.
“Ninguém jamais viu a Deus. O Deus unigênito [este é Jesus], que
está no seio do Pai, esse o deu a conhecer” (João 1.18).

Deus Pai deu a Deus Filho autoridade sobre toda a humanidade,


para que conceda o conhecimento do único Deus verdadeiro aos
que o buscam (João 14.2-3).

Jesus fez conhecer o nome do Senhor, quer dizer, a sua natureza


e pessoa . Em João 17.26 diz “Eu os fiz conhecer o teu nome e
continuarei a fazê-lo, a fim de que o amor que tens por mim esteja
neles e eu neles esteja”.
ALGUNS REFORMADORES COMO LUTERO, CALVINO NÃO
NEGAVAM A POSSIBILIDADE DE O HOMEM SABER ALGO DA
NATUREZA DE DEUS ATRAVÉS DA CRIAÇÃO MAS AFIRMAVAM
QUE O HOMEM PODE ADQUIRIR O VERDADEIRO
CONHECIMENTO DE DEUS UNICAMENTE ATRAVES DA
REVELAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO
2 - A EXISTÊNCIA DE DEUS
2.1 DECLARADA
2.2 PROVADA
2.1 EXISTÊNCIA DECLARADA
 Genesis 1:1- No princípio Deus criou os céus e a terra.

 A Bíblia diz que devemos aceitar pela fé o fato de que Deus


existe: "Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se
aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o
buscam" (Hebreus 11:6).

 Se Deus assim desejasse, Ele poderia simplesmente aparecer e


provar para o mundo inteiro que Ele existe. Mas se fizesse isso, não
haveria necessidade de fé. "Então Jesus lhe disse: ‘Porque me viu,
você creu? Felizes os que não viram e creram’" (João 20:29).
2.2 EXISTÊNCIA PROVADA
 Em Salmos 19:1-4 diz “Os céus declaram a glória de Deus; o
firmamento proclama a obra das suas mãos. Um dia fala disso a
outro dia; uma noite o revela a outra noite. Sem discurso nem
palavras, não se ouve a sua voz. Mas a sua voz ressoa por toda
a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo“
 Observar as estrelas, compreender a vastidão do universo,
admirar as maravilhas da natureza, enxergar a beleza de
um pôr do sol - todas estas coisas apontam para um Deus
Criador.
Se tudo isso ainda não fosse suficiente, também há
evidência de Deus em nossos próprios corações. Eclesiastes
3:11 nos diz: "... Também pôs no coração do homem o anseio
pela eternidade."
Temos o reconhecimento dentro de nós de que há algo
além desta vida e alguém além deste mundo. Podemos até
negar este conhecimento intelectualmente, mas a
presença de Deus em nós e ao nosso redor ainda é óbvia.
Apesar disso, a Bíblia nos adverte de que alguns ainda
vão negar a existência de Deus: "Diz o tolo em seu
coração: ‘Deus não existe’" (Salmo 14:1).
2.3 ARGUMENTOS DA EXISTÊNCIA
DE DEUS
ARGUMENTO ETNOLOGICO
A CRENÇA EM UM SER SUPREMO É UNIVERSAL.

 Entre todos os povos e tribos da terra há um sentimento religioso


que se revela que o fenômeno é universal, deve pertencer à
própria natureza do homem.
 E se a natureza do homem naturalmente leva ao culto religioso, isto
só pode achar sua explicação num ser superior que constituiu o
homem um ser religioso.
 Em Salmos 42:2 – “EU TENHO SEDE DE TI, O DEUS VIVO! QUANDO PODEREI IR ADORAR A TUA
PRESENÇA?”.
 GENESIS 1:26 – “AÍ ELE DISSE: AGORA VAMOS FAZER OS SERES HUMANOS, QUE SERÃO COMO
NÓS, QUE SE PARECERÃO CONOSCO. ELES TERÃO PODER SOBRE OS PEIXES, SOBRE AS AVES, SOBRE OS
ANIMAIS DOMÉSTICOS E SELVAGENS E SOBRE OS ANIMAIS QUE SE ARRASTAM PELO CHÃO”
ARGUMENTO DA CRIAÇÃO
 O universo deve ter tido um começo e todo efeito deve ter
uma causa. Gn 1:1”No começo Deus criou os céus e a terra”
 Se teve início significa que o universo foi projetado e
projetado para a vida.
 Com um projeto tão impressionante, é difícil acreditar que
somos simplesmente um acidente.
 Romanos 1:20 “Desde que Deus criou o mundo, as suas qualidades invisíveis, isto é, o seu
poder eterno e a sua natureza divina tem sido vistas claramente. Os seres humanos podem ver tudo isso
nas coisas que Deus tem feito e, portanto, eles não tem desculpa nenhuma”
ARGUMENTO DO DESIGNIO
 Argumento segundo o qual o universo se assemelha o bastante
a uma máquina ou a uma obra de arte ou de arquitetura,
para ser razoável supor a existência de um arquiteto cujo
intelecto é responsável por sua ordem e complexidade.
 É impossível que toda a criação tenha acontecido por acaso e

tudo aponta para uma única origem, uma mente suprema


(DEUS)
 Em Jó 37:5-6 diz “Deus troveja com a sua voz maravilhosa; ele faz grandes coisas que não odemos
compreender. Deus manda que caia a neve sobre a terra e tambpem fortes pancadas de chuva”
ARGUMENTO DA CONSCIÊNCIA
O HOMEM É DOTADO DE LIVRE ARBÍTRIO, PORTANTO, PODE
OBEDECER OU DESOBEDECER A VOZ DA SUA CONSCIÊNCIA EM SEU
INTERIOR.
 DEUS USA A VOZ DA CONSCIÊNCIA PARA FALAR CONOSCO.

 DEUS É O IDEALIZADOR DAS NORMAS DE CONDUTA PARA O


HOMEM E FEZ A NATUREZA HUMANA CAPAZ DE COMPREENDER ESTE
IDEAL
 Em João 1:9 diz “a luz verdadeira que veio ao mundo e ilumina todas as pessoas”

 Em Romanos 2:15 – “Eles mostram, pela sua maneira de agir, que tem a lei escrita no
seu coração. A própria consciência deles mostra que isso é verdade, e os seus pensamentos,
que as vezes os acusam e as vezes os defendem, também mostram isso”
ARGUMENTO DA ALMA HUMANA
DEUS NOS FEZ SERES RESPONSÁVEIS POR NOSSA
CONDUTA E ATITUDE
 A BÍBLIA TRAZ O SISTEMA DE ÉTICA MAIS ADEQUADO
PARA A MORALIDADE HUMANA
 A PALAVRA DE DEUS EM Gn 1:26-27 - “Então disse Deus: “Façamos
o homem a nossa imagem conforme a nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do
mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais de toda a terra e sobre todos os
pequenos animais que se movem rente ao chão”.
 DECLARA A MARAVILHOSA AÇÃO CRIATIVA DE DEUS EM
RELAÇÃO A NÓS
ARGUMENTO HISTÓRICO
 A própria história bíblica em si foi escrita para revelar
e ilustrar a obra de Deus nos negócios da humanidade
 Dn 2:21 diz “É ele quem faz mudar os tempos e as estações; é ele quem põe os
reios no poder e os derruba; é ele quem dá sabedoria aos sábios e inteligência aos
inteligentes”.

 Dn 5:21 diz “Foi expulso do meio dos seres humanos, perdeu o juízo e agia como
um animal. Morava com jumentos selvagens, comia capim como os bois e dormia ao ar
livre, ficando molhado pelo sereno. Isso durou até que ele reconheceu que o Deus
Altíssimo domina todos os reinos do mundo e coloca como rei quem ele quer”.
ARGUMENTO DA ESCRITURA
 ESTÁ BASEADO NAS DECLARAÇÕES QUE ELA
MESMA FAZ A RESPEITO DE DEUS E DA SUA
PRÓPRIA EXATIDÃO
 A BÍBLIA É A REVELAÇÃO ESPECIAL DE DEUS

 2 Tm 3:16-17 – “É desde o menino, voce conhece as Escrituras Sagradas, as


quais lhe podem dar a sabedoria que leva à salvação, por meio da fé em Cristo Jesus.
Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade,
condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver”
ARGUMENTO DA REVELAÇÃO
A EXISTÊNCIA E A VIDA DE JESUS ESTÃO
HISTORICAMENTE PROVADAS E COMPROVADAS.
 JESUS VEIO PARA REVELAR DEUS A NÓS E O
FAZER CONHECIDO.
 JESUS É O CAMINHO PARA O VERDADEIRO DEUS.

 João 14:6 “Jesus respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém


pode chegar até o Pai a não ser por mim. Agora que voces me conhecem, conhecerão
também o meu Pai. E desde agora voces o conhecem e o tem visto”
ARGUMENTO DA EXPERIÊNCIA PESSOAL
 BASEIA-SE NA EXPERIÊNCIA PESSOAL DA SALVAÇÃO
POR MEIO DA FÉ NO SACRIFÍCIO DE CRISTO E POR
SEU SANGUE.
 ESPÍRITO SANTO TESTIFICA A SALVAÇÃO EM NOSSO
ESPÍRITO E ELE MESMO CLAMA DENTRO DE NÓS.
 Gálatas 4:6 “E, para mostrar que voces são seus filhos, Deus enviou o Espírito do
seu Filho ao nosso coração, o Espírito que exclama: “Pai, meu Pai”
ARGUMENTOS ONTOLÓGICO
 Ele começa afirmando que o conceito de Deus é
"um ser do qual nada maior pode ser concebido."
 Em seguida, é argumentado que existir é maior do que
não existir e, portanto, o maior ser concebível deve
existir.
 O homem tem uma idéia de um ser absolutamente
perfeito e que a existência em si é um atributo a
perfeição.
ARGUMENTO TEOLÓGICO
 POR ONDE QUER QUE SE CONTEMPLE O MUNDO, ALI SE
REVELA A INTELIGÊNCIA, ORDEM, HARMONIA E
DESÍGNEO, DENUNCIANDO ASSIM A EXISTÊNCIA DE UM
SER INTELIGENTES E FIRMES PROPÓSITOS
ARGUMENTO COSMOLÓGICO
 Todo efeito deve ter uma causa.
 Este universo e tudo nele é um efeito.

 Deve haver algo que causou tudo a existir. Em última

análise, deve haver alguma coisa "não-causada" a fim


de fazer com que todo o resto passasse a existir.
 Essa causa "sem causa" é Deus.
ARGUMENTO MORAL
Cada cultura ao longo da história tem tido alguma
forma de lei.
 Todo mundo tem um senso de certo e errado.
Assassinar, mentir, roubar e imoralidade são quase
universalmente rejeitados.
 De onde veio este senso de certo e errado se não
de um Deus santo?
A NEGAÇÃO DA
EXISTÊNCIA DE DEUS
ATEÍSMO
 ATEÍSMO vem de duas palavras gregas “A”
negaçao e “THEOS” Deus.
 O ateísmo é um modo de vida sem relação alguma
com a crença em Deus.
 Seus adeptos vivem como se Ele não existisse

 Mesmo se autodenominando ateus, não conseguem


explicar o vazio de suas almas
CONCEITOS DISTORCIDOS
DE DEUS
AGNOSTICISMO
 É a negação do conhecimento
 Não tem opinião formada sobre Deus, não negam
e nem afirmam a sua existência
MATERIALISMO
Trata-se de uma doutrina pela qual se afirma que
a matéria é a realidade última, a única coisa
existente.
 Nessa teoria, não lugar para Deus

 Negam a existência do espírito e de vida após a

morte
PANTEISMO
 Os defensores dessa teoria postulam a identidade
do Todo Poderoso com o Universo.
 Trata-se da crença filosófica ou religiosa do

Hinduísmo, a qual tudo é Deus, ela não separa a


criatura do Criador.
 Tudo é Deus
POLITEISMO
 É a prática da adoração de mais de uma
divindade
DEÍSMO
Doutrina pela qual se afirma a existência de Deus
e ao mesmo tempo, Ele está muito longe de nós, a
ponto de não se envolver com os assuntos do
homem.
 Ex: Como relojoeiro que dá corda e esquece de
dar corda.
DUALISMO
Doutrina que prega a existência de dois reinos
opostos: ESPÍRITO e MATÉRIA.
 Governados por MALDADE e BONDADE, ambos de
igual poder.
 A Bíblia ensina o triunfo final de Deus
EVOLUCIONISMO
 Essa teoria ensina que organismos biológicos
evoluiram num longo processo através das eras.
 A seleção natural ou darwinismo é a teoria da

sobrevivência dos mais fortes


PLURALISMO
 Essa doutrina apresenta um Deus pessoal mas
devido a sua finitude é imperfeito
NOVA PSICOLOGIA
 Deus é uma projeção da mente humana
 Uma ilusão para servir a um propósito útil mas que
se aproxima o dia em que esta idéia não será mais
necessária
TEOLOGIA MODERNISTA
 Apresenta Deus como a personificação de
uma nova ideia abstrata, um novo símbolo que
explica alguns processos cósmicos.
CONCLUSÃO
 Qualquer destas concepções acima interessa ao
demônio. Fazer com que o homem viva sem querer
saber da amizade de Deus, ou o reinterprete
erroneamente, busque praticar, por meio de seitas
e crenças equivocadas, uma 'pseudo-religiosidade',
interessa (e muito!) ao demônio, que é quem 'lucra'
com tudo isto, especialmente no final (no final,
entenda-se: após a morte da pessoa).
FILME: DEUS NÃO ESTÁ MORTO
 que aborda a negação da existência de Deus.
 Sinopse: Quando o jovem Josh Wheaton (Shane Harper) entra na
universidade, ele conhece um arrogante professor de filosofia (Kevin
Sorbo) que não acredita em Deus. O aluno reafirma sua fé, e é
desafiado pelo professor a comprovar a existência de Deus.
Começa uma batalha entre os dois homens, que estão dispostos a
tudo para justificar o seu ponto de vista - até se afastar das
pessoas mais importantes para eles.