Você está na página 1de 5

E.E. “D.

João VI” – Ensino Fundamental e Médio


Ensino:
Fundamental Bimestre:3º Turno: M Turma:1º 1
Valor: 10,0 pts
Disciplina:História Valor Obtido:

Aluno(a):______________________________________ Nº:_______
Data: 29/09/2015
Professor (a): Cinara Visto da Supervisão

QUESTÃO 1

Um Novo Caminho

O programa do Partido Verde tem quase 20 anos. Quanta água não passou por baixo da ponte, inclusive a
queda do muro de Berlim? Sem um congresso nacional que atualize as posições, que analise todas aquelas
propostas libertárias do passado e ofereça pelo menos um mapa do caminho, o PV será uma ficção romântica.
E não será com uma ficção romântica que se enfrentarão os grandes desafios do aquecimento global, quase
todo ele já cientificamente mapeado.
(GABEIRA, F. - http://gabeira.com.br/blog/tag/partido-verde/. Acesso em: 05 mar. 2010.)

O Partido Verde no Brasil enfrenta, como se sabe, a resistência do congresso em aprovar os seus projetos em
defesa do meio ambiente. Um dos principais motivos dessa resistência é que o Congresso

A) compreende que as demandas do mercado são mais urgentes.


B) considera os projetos irrelevantes para a nação brasileira.
C) entende que os outros países já estão cuidando, por nós, do meio ambiente.
D) observa que o Partido Verde é demagógico e corrupto.

QUESTÃO 2

Em 1945, com o fim do Estado Novo, iniciou-se uma era democrática no Brasil. Uma das principais
características desse período foi a existência de vários partidos políticos que disputavam regularmente as
eleições. Entretanto, nem todos os partidos existentes puderam atuar livremente na arena política, pois foram
perseguidos e considerados ilegais. Esse foi o caso

A) da AIB. B) do PCB. C) do PTB. D) da UDN.


QUESTÃO 3

Lenço no pescoço O Bonde São Januário


Wilson Batista (1933) Wilson Batista/Ataulfo Alves (1940)
Com meu chapéu de lado, tamanco arrastando Quem trabalha é que tem razão
Lenço no pescoço, navalha no bolso Eu digo e não tenho medo de errar
Eu passo gingando, provoco e desafio O bonde São Januário
Eu tenho orgulho de ser vadio. Leva mais um operário:
Sou eu que vou trabalhar
Sei que eles falam desse meu proceder Antigamente eu não tinha juízo
Eu vejo quem trabalha andar no miserê Mas resolvi garantir meu futuro
Eu sou vadio porque tive inclinação Vejam vocês:
Eu me lembro era criança Sou feliz, vivo muito bem
Tirava samba-canção A boemia não dá camisa a ninguém

(Apud. MARQUES, A. Brasil: história em construção, vol. 4. B. H.: Lê, 1996, pp. 63-64.)

A comparação entre os dois sambas mostra que o compositor Wilson Batista apresenta duas concepções
opostas sobre o trabalho, em dois momentos diferentes do primeiro governo de Getúlio Vargas (1930- 1945).
Essa mudança decorre

A) da ação do Estado Novo no sentido de promover os valores do trabalho, inclusive através da música
popular, e censurar manifestações contrárias às suas visões.
B) da derrocada da ditadura estadonovista, levando a uma melhora nas condições de trabalho dos
operários e ao arrefecimento da canção de protesto.
C) do abandono dos trabalhadores urbanos por Getúlio Vargas no início do seu governo, o que
desestimulava a entrada no mercado de trabalho.
D) do fim da malandragem nas ruas do Rio de Janeiro, em virtude da ação da polícia política
comandada por Felinto Müller.

QUESTÃO 4

No ano de 1979, houve uma intensa mobilização dos trabalhadores urbanos contra a ditadura militar no
Brasil. Nesse ano, o cenário nacional foi marcado por

A) ações terroristas, como explosões de bombas em lugares públicos.


B) movimentos grevistas em várias cidades do país.
C) perseguições a políticos ligados ao governo militar.
D) sequestros de empresários de grandes indústrias nacionais.

QUESTÃO 5

A situação da maioria dos sindicatos, associações e cooperativas, é estarem a serviço do governo, ou seja,
para legitimar as ações do poder público, e daí, o governo em seus discursos poder falar que suas ações tem
a participação dos trabalhadores. Quando na verdade, quem participa são os pelegos que se dizem
representantes dos trabalhadores, eleitos entre eles mesmos. - Presidente do Sindicato Acreano do ano de
2009 – Dercy Teles de Carvalho.

(http://www.trezentos.blog.br/?p=726. Acesso em: 15 fev.2010.)


Desse depoimento ficam evidentes as relações conflituosas entre Estado, capital e trabalho. Sobre essa
questão constata-se que

A) a luta sindical brasileira é bastante limitada à influência de interesses políticos partidários.


B) a luta sindical brasileira é frustrada pelo desinteresse e abandono do Estado Nacional.
C) o adjetivo ‘pelego’ é atribuído àqueles que, nas lutas sindicais, representam o verdadeiro interesse
do trabalhador.
D) o adjetivo ‘pelego’ é originário da forma como os militantes comunistas se referiam aos seus
congêneres anarquistas.

QUESTÃO 6

Os partidos políticos na década de 1980


Era um movimento para criar uma frente de esquerda no Rio de Janeiro, chamada Frente Rio, para eleger o
primeiro prefeito. Juntaram-se em torno desse projeto expoentes da política partidária de esquerda. A frente
era pluripartidária. Só que eu não era filiado a nenhum partido. Diziam: “Quando chegar a hora você se filia.
Até lá, vamos trabalhar o programa”. Para mim, fazer programa de administração da cidade, montar
orçamento, discutir governo, funções, relações partidárias, tudo aquilo era muito novo e estimulante. A
mobilização crescia, e ia se aproximando o momento em que a candidatura teria que sair por um partido. As
negociações avançavam, com vários partidos políticos.
(Entrevista de Jó Resende. http://www.fgv.br/cpdoc/historiaoral/arq/Entrevista52.pdf. Acesso: 06/09/2011.
Adaptado.)

Resende foi vice-prefeito do Rio de Janeiro e ex-presidente da Federação de Associações de Moradores do


Estado do Rio de Janeiro (FAMERJ). Da leitura do seu testemunho sobre a articulação para eleição do prefeito
do Rio de Janeiro, em 1985, conclui-se que, naquela época,

A) as capitais brasileiras tinham seus prefeitos indicados, o que beneficiava os partidos políticos de
oposição nas eleições.
B) as eleições municipais fortaleceram a dinâmica política democrática e a mobilização da sociedade
civil brasileira.
C) o sistema político partidário brasileiro, construído no processo de abertura da ditadura militar, era
bipartidário.
D) os partidos políticos evitavam a aproximação com lideranças de movimentos sociais, pois tinham
objetivos distintos.

QUESTÃO 7

Moderno Dicionário da Língua Portuguesa

Pelego: (ê) sm 1 Pele de carneiro com a lã, usada sobre a montaria, para amaciar o assento [...].
(http://michaelis.uol.com.br. Acesso: 01/04/2010.)

Além da definição, a palavra "pelego" costuma ser utilizada em um sentido figurado, derivado do literal. Esse
outro significado se relaciona com as lutas do trabalhadores brasileiros no século XX. Nesse sentido, "pelego"
quer dizer

A) líder sindical que, disfarçadamente, trabalha pelos interesses dos patrões.


B) líder sindical que se sacrifica pela categoria.
C) operário da indústria de calçados, bolsas e outros artigos de couro.
D) trabalhador rural, acostumado à lida com a lavoura e ao trato com animais.
QUESTÃO 8

Desde os anos 1990, os trabalhadores enfrentam novos desafios, por conta da alta concorrência em escala
global, liberação dos mercados, redução dos gastos sociais do Estado e desmantelamento da legislação
social. Em vários setores, sobretudo nos que empregam tecnologias da informação, o trabalho manual é cada
vez menos necessário. Mas os atuais debates em torno das anunciadas reformas trabalhista e sindicais estão
aí para atestar que os trabalhadores e suas organizações ainda ocupam parte importante das agendas
políticas.

(SILVA, F. T. da. Ondas grevistas no mar da República. In: Nossa História, R. J: ano 2, n. 19, maio de 2005,
p. 55.)

Segundo o autor desse texto, o movimento operário e sindical

A) continua a ser relevante para enfrentar os desafios do mundo do trabalho.


B) enfrenta os mesmos desafios desde a sua criação, no começo do século XX.
C) obteve maior apoio dos governos nos últimos anos, principalmente nos anos 1990.
D) tem sido debilmente ameaçado pelo processo de globalização.

QUESTÃO 9

O PTB foi o partido que mais cresceu no período de 1945-1964, passando de 22 deputados federais em
1945, a 116, em 1962.
(FAUSTO, Boris. História do Brasil. 12 ed. São Paulo: Edusp, 2006, p.450.)

A explicação para esse crescimento reside, entre outros motivos, no fato de o PTB

A) beneficiar-se da condição de herdeiro legítimo da tradição liberal e de histórico defensor da


moralização político-administrativa.
B) configurar-se como partido eclético, acolhendo, em sua base de apoio, de operários a banqueiros,
passando pelos setores médios urbanos.
C) formar-se a partir dos interventores estaduais, o que lhe permitiu contar com ampla base em todo o
país.
D) valer-se inicialmente da ilegalidade do PCB e recolher muitos votos, antes destinados aos
comunistas.

QUESTÃO 10

No Brasil, entre as décadas de 1930 a 1960, os sindicatos tiveram um papel assistencial. Assim, em muitos
casos, o sindicato atrelava os seus interesses aos projetos de Estado. Essa associação era denominada de

A) anarquismo. B) autoritarismo. C) etnocentrismo. D) peleguismo.


QUESTÃO 11

Em 1945, teve início um processo de democratização da vida política brasileira, após mais de uma década
do domínio ditatorial de Getúlio Vargas. Um dos aspectos que caracterizou o novo momento democrático foi
o surgimento de novos partidos políticos.

Nesse contexto, qual partido de oposição ao varguismo foi criado?

A) AIB. B) PMDB. C) PTB. D) UDN.

QUESTÃO 12

A década de 1930 foi caracterizada pela formação da classe operária brasileira. Essa já vinha organizando-se
na década anterior num momento de consolidação do capitalismo no Brasil. Nesse contexto, a política do
governo Vargas procurou subordinar as classes sociais aos interesses do Estado. Assim, de acordo com os
interesses das elites, a classe operária deveria ser controlada em nome dos interesses da nação. Dentro
desse processo, diversos líderes sindicais colocavam-se como mediadores entre os interesses do Estado e
os interesses dos trabalhadores, fazendo com que a política do Estado fosse mais facilmente aceita pela
classe operária. Essa postura política ficou conhecida como

A) Anarquismo. B) Comunismo. C) Peleguismo. D) Socialismo.

Boa prova!
Cinara