Você está na página 1de 20

Exercícios - Estatística Geral II / Mat 2215

Revisão de Estatística Geral I

(1) Os valores a seguir são preços de casas em 1000 dólares:


199,9 228,0 235,0 285,0 239,0 293,0 285,0 365,0 295,0 290,0
385,0 505,0 425,0 415,0

(1,1) Calcule média, mediana e moda (se houver)


(1.2) Calcule amplitude geral, variância, desvio padrão e coeficiente de variação

(2) Os salários na tabela a seguir são de 100 funcionários

Faixa de Salários Frequência


relativa
1 |------- 3 0,2
3 |------- 5 0,36
5 |------- 7 0,26
7 |------- 9 0,12
9 |------- 11 0,06
Total 1

(2.1) Qual a percentagem de salários abaixo de 5?


(2.2) Qual a percentagem de salários acima de 7?
(2.3) Qual a percentagem de salários entre 3 (incluso) e 9 (excluso) ?
(2.4) Calcule média, mediana e moda.
(2.5) Calcule amplitude geral, variância, desvio padrão e coeficiente de variação

(3) A série abaixo é o ICV (Índice de custo de vida ), Para resolver o exercício use o
EXCEL.

(3.1) Para as observações não agrupadas calcule mínimo, máximo, média aritmética,
geométrica e harmônica, mediana e moda, além de amplitude geral, variância, desvio
padrão e coeficiente de variação,

(3.2) Faça tabela de distribuição de freqüências por intervalos quando o número de classes
for
x  x min
K  {5;6;8} . Utilize como amplitude de classes hi  max . O limite inferior da
k
primeira classe deverá ser o mínimo da amostra.

(3.3) Para cada tabela obtida em (7,2) calcule média, mediana, moda , variância, desvio
padrão e coeficiente de variação.
Mês-Ano ICV
Jan-95 95,68
Feb-95 84,69
Mar-95 102,81
Apr-95 89,73
May-95 104,3
Jun-95 109,88
Jul-95 119,3
Aug-95 125,92
Sep-95 121,31
Oct-95 131,09
Nov-95 127,37
Dec-95 115,37
Jan-96 110,74
Feb-96 93,78
Mar-96 100,79
Apr-96 99,53
May-96 115,55
Jun-96 115,33
Jul-96 133,29
Aug-96 135,62
Sep-96 126,63
Oct-96 134,93
Nov-96 121,51
Dec-96 109,79
Jan-97 103,95
Feb-97 88,2
Mar-97 99,46
Apr-97 105,22
May-97 111,99
Jun-97 117,25
Jul-97 132,74
Aug-97 136,36
Sep-97 140,65
Oct-97 143,1
Nov-97 121,2
Dec-97 111,36
Jan-98 101,67
Feb-98 92,32
Mar-98 102,13
Apr-98 102,57
May-98 112,58
Jun-98 125,52
Jul-98 140,47
Aug-98 138,75
Sep-98 135,9
Oct-98 135,16
Nov-98 131,06
Dec-98 112,08
Jan-99 98,9
Feb-99 89,77
Mar-99 107,46
Apr-99 104,98
May-99 126,52
Jun-99 129,81
Jul-99 136,54
Aug-99 148,31
Sep-99 143,41
Oct-99 142,99
Nov-99 130,43
Dec-99 115,05
(4) Uma companhia multinacional tem três fábricas que produzem o mesmo tipo de
produto. A fábrica A é responsável por 30% do total produzido, B produz 45%, e o restante
vem da fábrica C. Cada uma das fábricas, no entanto, produz uma proporção de produtos
que não atendem aos padrões estabelecidos pelas normas internacionais. Tais produtos são
considerados defeituosos e correspondem a 1%, 2% e 1,5% , respectivamente.

(4.1) Qual é a probabilidade de encontrar um produto defeituoso durante a inspeção de


qualidade?

Se durante a inspeção encontramos um produto defeituoso, qual é a probabilidade que ele


tenha sido produzido por:

(4.2) A ? (4.3) B ? (4.4) C ?

(5) Para quais valores de x as frações abaixo formam uma fmp?

1  3x 1  x 1  2 x 1  4 x
; ; ;
4 4 4 4

(6) No livro Gênesis (Capítulo 30) há a narrativa de quando Jacó desposou Raquel e fez
uma espécie de acordo com o sogro Labão. Resumindo o acordo, ovelhas malhadas,
salpicadas e listradas que viessem a nascer seriam de Jacó, e as outras de Labão. Ocorreu
que Jacó apenas apontava varas descascadas para o rebanho e as ovelhas geravam prole
salpicada, malhada e listrada, e, além disso, as ovelhas eram fortes e robustas. As que
nasciam com pelagem uniforme eram fracas e ficavam para Labão. Em algum tempo Jacó
acumulou fortuna maior que a de Labão. Nascer uma ovelha malhada é um evento raro.
Vamos supor que a probabilidade deste evento seja de 0,01. Suponha que em um dia
nasceram 10 ovelhas.

(6.1) Identifique o modelo


Qual a probabilidade de ter nascido?
(6.2)1 ovelha malhada?
(6.3) nenhuma ovelha malhada?
(6.4) no mínimo 2 ovelhas malhadas?
(6.5) no máximo 3 ovelhas malhadas?
(6.6) entre 5 (incluso) e 7 (incluso) ovelhas malhadas?
(7) Manutenção de estoques. Os pedidos diários de baterias de automóveis nos últimos 20
dias estão na tabela abaixo:

Dia No de baterias

1 31
2 28
3 29
4 27
5 26
6 29
7 30
8 30
9 31
10 30
11 31
12 32
13 30
14 32
15 31
16 31
17 30
18 31
19 31
20 30

(7.1) Faça a estimativa do número médio de baterias por dia.

(7.2) Usando (7.1),assuma modelo de Poisson e calcule P ( X   ) ,


P (   2  X    2 )

(7.3) Qual deve ser o estoque tal que atenda a todos os pedidos em pelo menos 98% dos
dias?

(8) Uma fábrica produz válvulas hidráulicas para banheiro, das quais 5% são defeituosas.
As válvulas são vendidas em caixas de 10 unidades. Se a caixa não contiver nenhuma
defeituosa, o preço de venda será 10,00 u.m.; uma defeituosa será 8,00, duas ou três
defeituosas será 6,00; mais que três será 2,00.
(8.1) Qual o preço médio de venda da caixa?
(8.2) Qual o valor de p tal que o preço médio de venda seja 9,50?
(9) Determinado tipo de parafuso é vendido em caixas de 200 peças. É uma característica
da fabricação produzir 4% defeituosos. Normalmente, cada caixa é vendida por 13,50 u.m.
Um comprador faz a seguinte proposta: de cada caixa, ele escolhe uma amostra de 10
peças, se a caixa tiver nenhum defeituoso, ele paga 20,00; 1 ou 2 defeituosos ele paga
10,00; 3 ou mais ele paga 8,00. Qual alternativa é mais vantajosa para o fabricante?

(10) Se X é uma variável aleatória contínua uniformemente distribuída no intervalo


(-4;10), calcule:

(10.1) E(X), Var(X), DP(X)


(10.2) P ( X  4) ; P (1  X  6) ; P ( X  0)
(10.3) P (| X  EX | 2) ; P (| X | 4)

(11) Suponha que um mecanismo eletrônico tenha um tempo de duração T (em unidades
de 1000 horas) que é considerado uma variável aleatória com fdp dada por:

0, t  0
f (t )   ;  0
  exp   t, t  0

(11.1) Identifique o modelo


(11.2) Obtenha  sabendo que E (T )  1,5
(11.3) Suponha que o custo de fabricação de um item seja 2,00 u.m. e o preço de venda seja
5,00 u.m. O fabricante garante total devolução se T < t. Qual o lucro esperado por item?
(11.4) Em (11.3), qual deverá ser t tal que T  t  levará ao lucro esperado de 0,5 u.m.

(12) Seja X N(   10,   2). Calcular:

(12.1) P(7 < X < 12); P( 3  X  8), ); P( 11  X  15)


(12.2) P ( X  2  ) ; P (| X |)  2 ) ; P (| X   |)  2)

(13) Para uma distribuição N(  ;  ), encontre:

(13.1) P(X <   2 )


(13.2) P(|X -  |   )
(13.3) O número a , tal que P(   a  X    a ) = 0,92
(13.4) O número a , tal que P(X > a ) = 0,98
(14) O saldo médio dos clientes de um banco é uma v.a. normal com média R$ 2.000,00 e
desvio padrão R$ 250,00. Os clientes com os 10% maiores saldos médios recebem
tratamento VIP, enquanto aqueles com os 5% menores saldos médios serão “convidados”a
mudar de banco.

(14.1) Qual a probabilidade de um cliente ter saldo duas vezes maior que a média?
(14.2) Quanto você precisa de saldo médio para se tornar um cliente VIP?
(14.3) Abaixo de qual saldo médio o cliente será “convidado” a mudar de banco?

Análise Bidimensional

(15) A tabela abaixo consta a distribuição conjunta de (X,Y)


(15.1) Determine as distribuições marginais
(15.2) Obtenha esperança e variância de X e Y
(15.3) Verifique se X e Y são independentes
(15.4) Calcule P X  1 | Y  0  e PY  2 | X  3
(15.5) Calcule P X  2 e P X  2 | Y  1

X 1 2 3
Y
0 0,1 0,1 0,1
1 0,2 0 0,3
2 0 0,1 0,1

(16) Considere a distribuição conjunta de X e Y, parcialmente conhecidas, dada na tabela a


seguir:

(16.1) completar a tabela, supondo X e Y independentes


(16.2) calcule esperança e variância de X e Y
(16.3) obtenha as distribuições condicionadas de X, dado que Y=0, e de Y, dado que X=1.

X -1 0 1 P(Y=y)
Y
-1 4/45
0 6/45
1 4/9
P(X=x) 2/5 2/5 1
(17) No problema 15 obtenha as distribuições de X+Y e de XY. Calcule E(X+Y),
E(XY), Var(X+Y) e Var(XY).

(18) Dada a distribuição conjunta pela tabela abaixo, determine a média e a variância de
(18.1) Z= X+Y (18.2) W= XY

X 1 2 3
Y
1 5/27 1/27 3/27
2 4/27 3/27 4/27
3 2/27 3/27 2/27

(19) Seja a distribuição conjunta a seguir

X 1 2 3
Y
1 0,1 0,1 0
2 0,1 0,2 0,3
3 0,1 0,1 0

(19.1) Obtenha  ( X , Y )
(19.2) Mostre que embora E(XY)= (EX) ( EY), X e Y não são independentes

(20) Assuma independência entre as variáveis X e Y.

X 1 2 3 Total
Y
1 0,10
2 0,20
3
Total 0,30 0,50 1

(20.1) Complete a tabela


(20.2) Obtenha E(X), E(Y), D.P(X), D.P(Y) e Cov(X,Y)
(21) A distribuição Multinomial é uma extensão da Binomial. A função massa de
probabilidade é dada por

n!
f ( x1 , x 2 ,  , x k )  p 1x1 p 2x 2  p kx k
x 1 ! x 2    x k !
k
x 1 , x 2 ,  , x k são inteiros não negativos tais que x i n
i 1

k
0  pi  1 , p
i 1
i 1

Um produto é tal que 30% é produzido pela Marca X e 70% pela marca Y. Dez pessoas
foram entrevistadas. Calcule a probabilidade de que desses dez, 4 são fiéis à marca X e 6 à
marca Y.

(22) Normal bidimensional

1  Q( x, y ) 
f(x, y) =  exp  
2 X  Y 1 2  2 

2 2
1  x     x  X   y  Y   y  Y  
X
Q ( x, y )     2          
1  2   X   X   Y   Y  

Q ( x , y ) é dita forma quadrática

x , y  R ;  X ; Y  R ;  X ; Y  0 e  é o coeficiente de correlação entre X e Y

(22.1) Como fica a função densidade se a correlação for nula,  X  Y  0  X   Y  1


(22.2) As variáveis são independentes? Justifique.
Amostragem e estimação

(23) Uma população é formada pelos elementos: 3, 6, 9 e 12.

(23.1) Determine os seguintes parâmetros: média, variância e proporção de elementos


menores que 8.

(23.2)
(a) Construa a distribuição amostral da média da amostra utilizando aas, sem reposição, de
tamanho n = 3.
(b) Determine a expectância e a variância da distribuição amostral em (a)
(c) Construa a distribuição amostral da média da amostra utilizando aas, com reposição, de
tamanho n = 2.
(d) Determine a expectância e a variância da distribuição amostral em (c)

(23.3)
(a) Construa a distribuição amostral para o estimador da “proporção de elementos menores
que 8” utilizando aas, com reposição, de tamanho n = 2.
(b) Determine a expectância e a variância da distribuição em (a).
(c) Construa a distribuição amostral para o estimador da “proporção de elementos menores
que 8” utilizando aas, sem reposição, de tamanho n = 3.
(d) Determine a expectância e a variância da distribuição em (c).

(24) Utilize os valores da amostra tabelada abaixo, extraída aleatoriamente e sem reposição,
de uma população com N = 2000 elementos, para estimar:

(24.1) A média da população.


(24.2) A variância, desvio padrão e CV da população.
(24.3) Desvio padrão do estimador da média
(24.4) O percentual de elementos menores que 6.

(25) De uma população com N = 4000 pessoas de uma região foi obtida uma amostra
aleatória, sem reposição, de 400 pessoas que revelou 60 analfabetos. Estime:

(25.1) A proporção de analfabetos da região.


(25.2) Desvio padrão do estimador da proporção.
(26) Uma população tem distribuição normal de média 800 e desvio padrão 60.

(26.1) Calcule a probabilidade de que uma amostra de tamanho 9 apresentar média menor
que 780.
(26.2) Calcule a probabilidade de que uma amostra de tamanho n = 16 tenha média entre os
valores 781,4 e 818,6.
(26.3) Que percentual de médias amostrais de uma amostra de tamanho n = 25 estarão no
intervalo [776; 824]?

(27) Uma população é tal que a f.m.p para a variável X é dada por:

x 1 2 3 4 
f (x) ¼ ¼ ¼ ¼ 1

(27.1) Calcule média e variância populacionais


(27.2) assumindo N=4 e amostra sem reposição com n=2, obtenha esperança e variância
do estimador da média
(27.3) assumindo N=20 e amostra sem reposição com n=2, obtenha esperança e variância
do estimador da média
(27.4) O que acontece com a variância do estimador se n=2 e N tender ao infinito?

(28) De uma população foram extraídas amostras aleatórias, calculando-se as respectivas


médias amostrais. Obtenha uma estimativa para a média populacional desta população.

amostra tamanho média


A 22 5,12
B 14 5,80
C 20 5,43
D 18 5,36
E 16 5,25

(29) Assumindo que ( X 1 , X 2 ,, X n ) são variáveis aleatórias independentes e com


mesma distribuição, mostre que

(29.1)

X 
 i 1
Xi
é não tendencioso
n

(29.2) X é consistente
3

 X
i 1
i
(29.3) X  é mais eficiente que
3

2 X1  4 X 2  6 X 3 2 X1  X 2  X 3 X1  2 X 2
T1  , T2  , T3 
12 2 3
Intervalos de confiança

(30) De uma distribuição normal com  2  2,25 , obteve-se a seguinte amostra:


27,5; 25,6; 28,2; 26,1 e 25,0. Determinar intervalos de confiança para a média desta
população quando o grau de confiança for:

(30.1) 95% (30.2) 99%

(31) Uma população de N=1000 tem variância  2  150 . Deseja-se obter um intervalo de
confiança para a média da população com uma confiabilidade de 95% e um erro absoluto
máximo de 2. Quantos elementos desta população devem ser retirados aleatoriamente?

(32) Uma amostra preliminar de uma determinada comunidade com N=100000 habitantes
apresentou 18% de analfabetos. Com este resultado quer-se estimar a proporção de
analfabetos da população com uma confiabilidade de 95% e com um erro relativo de
estimação máximo de 2,5%. Qual o tamanho da amostra a ser utilizada?

(33) De uma população foi extraída uma amostra de n = 10 que apresentou os valores:
{ 4 8 12 5 7 9 10 11 6 8}. Determine:

(33.1) Estimativas por ponto para a média e variância populacionais.


(33.2) Estimativa por intervalo para a média populacional com grau de confiança de 95%.
(33.3) Estimativa por intervalo para a variância populacional com grau de confiança de
95%.

(34) A tabela apresenta os valores de uma amostra retirada de uma população. Determine:

(34.1) Um intervalo de confiança de 95% para a média desta população.

(34.2) Um intervalo de confiança de 90% para o desvio padrão desta população.

(35) Através de uma amostra de 45 profissionais de certa região, verificou-se que o salário
médio é de 8 salários mínimos (s.m.) com um desvio padrão de 1,8 s.m. A amostra também
forneceu a informação de que 70% dos profissionais eram casados.
(35.1) Determine e interprete o intervalo de confiança de 95% para o salário médio de todos
os profissionais desta região.
(35.2) Determine e interprete o intervalo de confiança de 99% para a proporção de
profissionais casados desta região?
(35.3) Determine e interprete um Intervalo de Confiança de 90% para a variância
populacional

(36) A amostra apresenta os valores da variável “tamanho da família” coletados através de


uma aas em uma vila popular.

x 3 4 5 6 7
f 10 14 19 15 7

(36.1) Determine e interprete o intervalo de confiança de 95% para o parâmetro tamanho


familiar médio por domicílio da vila.

(36.2) Determine e interprete o intervalo de confiança de 90% para o parâmetro proporção


de domicílios da vila com tamanho igual ou superior a cinco.

Testes de Hipóteses

(37) Sabe-se que o consumo mensal per capita de determinado produto tem distribuição
normal, com desvio padrão de   2 kg. A diretoria da empresa que fabrica esse produto
resolveu que retiraria o produto da linha de produção se a média de consumo per capita
fosse menor do que 8 kg, caso contrário, continuaria a fabricá-lo. Foi realizada uma
pesquisa de mercado, tomando-se uma amostra aleatória de 25 pessoas e verificou-se um
consumo total de 180 kg do produto.

(37.1) Construa um teste de hipótese adequado para verificar a hipótese acima a um nível
de significância de 5% e diga qual deve ser a decisão a ser adotada pela empresa?

(37.2) Se a diretoria tivesse fixado uma significância de 1%, a decisão seria a mesma?

(37.3) Se o desvio padrão populacional fosse de 4 kg, qual seria a decisão a ser tomada com
base na amostra mencionada acima?
(38) A associação dos proprietários de indústrias metalúrgicas está preocupada com o
tempo perdido com acidentes de trabalho, cuja média, nos últimos tempos, tem sido da
ordem de 60 homens/hora por ano, com desvio padrão   20 homens/hora. Tentou-se um
programa de prevenção de acidentes e, após o mesmo, tomou-se uma amostra aleatória de
16 indústrias e verificou-se que o tempo médio perdido baixou para 50 homens /hora ano.
Você diria que, ao nível de 5% de significância, o programa surtiu efeito?

(39) Medidos os diâmetros de 31 eixos de um lote aleatório, produzidos por uma indústria,
obteve-se a distribuição abaixo:

Diâmetros (em mm) 56,5 56,6 56,7 56,8 56,9 57,0 57,1 57,2 57,3
Número de eixos 1 2 2 4 10 5 4 2 1

Ao nível de significância de 5%, há evidência de que o diâmetro médio dos eixos esteja
fora da especificação de uma média de 57 mm?

(40) Um fabricante garante que 90% das peças que fornece a um cliente estão de acordo
com as especificações exigidas. O exame de uma amostra aleatória de 200 destas peças
revelou 25 fora das especificações. Verifique se, aos níveis de 5% e 1% de significância, há
um exagero na afirmativa do fabricante.

(41) O rótulo de uma caixa de sementes informa que a taxa de germinação é de 90%.
Entretanto, como a data de validade está vencida, acredita-se que a taxa de germinação seja
inferior a este número. Faz-se um experimento e de 400 sementes, tomadas ao acaso, 350
germinam. Qual a conclusão ao nível de 5% de significância?

(42) Suponha que a experiência tenha mostrado que dos alunos submetidos a determinado
tipo de prova, 20% são reprovados. Se de uma determinada turma de 100 alunos, são
reprovados apenas 13, pode-se concluir, ao nível de significância de 5%, que esta turma
tem menor número de reprovados?

(43) Um exame é composto de 100 testes do tipo certo-errado.

(43.1) Determine o número mínimo de testes que um aluno deve acertar para que se possa,
ao nível de significância de 5%, rejeitar a hipótese de que o aluno nada sabe sobre a matéria
e respondeu ao acaso, em favor da hipótese de que o aluno sabia alguma coisa sobre a
matéria do teste?

(43.2) Qual seria este mínimo, se fosse adotado o nível de significância de 1%?
(44) Duas equipes de pesquisa eleitoral aplicaram um questionário em dois bairros de um
município.

Estatísticas Bairro A Bairro B


Amostra 60 63
Proporção 0,30 0,32

Teste se há evidências significativas de que as proporções populacionais diferem, usando


  0,04

(45) Diversas políticas, em relação às filiais de uma rede de supermercados, estão


associadas ao gasto médio dos clientes em cada compra. Deseja-se comparar estes
parâmetros de duas novas filiais, através de duas amostras de 50 clientes, selecionados ao
acaso, de cada uma das novas filiais. As médias obtidas foram 62 e 71 unidades monetárias
e os desvios padrões iguais a 20 u.m. Teste a hipótese de que o gasto médio dos clientes
não é o mesmo nas duas filiais. Utilize uma significância de 1%?

(46) Deseja-se comparar a qualidade de um produto produzido por dois fabricantes. Esta
qualidade está sendo medida pela padronização com que é produzido o produto em cada
fábrica. Tomaram-se duas amostras, uma de cada fábrica, medindo-se o comprimento dos
produtos. A qualidade da produção das duas fábricas é a mesma a um nível de 5%?

Estatísticas Fábrica A Fábrica B


Amostra 21 17
Média 21,15 21,12
Variância 0,048 0,053

(47) Um experimento comparou a autonomia de veículos, ou seja, quantos quilômetros em


média percorrem com 1 tanque completo de 60 litros. Foi escolhida uma única marca de
Pick-up com as mesmas condições: ano, modelo, motorista, pista, isto é, foi feito um
pareamento. Um grupo recebeu combustível X e o outro combustível Y.

X Y
712 711
715 712
716 709
710 713
711 707
714 711

Teste se a média de quilômetros percorridos com X é maior que a de Y.

(47.1)   0,10 (47.2)   0,05


Planejamento de experimentos

(48) Mostre como designar cinco tratamentos A,B,C,D,E para 25 unidades experimentais
homogêneas.

(49) Os dados obtidos num experimento inteiramente ao acaso estão apresentados na tabela
abaixo. Calcule as médias e faça um gráfico.

Tratamentos

A B C D E

12 11 8 15 16
13 8 11 17 17
10 7 13 17 19
13 9 12 17 16
13 9 12 14 16
11 10 10 16 18
15 20

(50) Faça a análise de variância para o exercício 49. Use nível de significância de 5%.

(51) Considere as observações obtidas em um delineamento completamente casualizado

Tratamento
A B
14 35
26 25
23 27
18 31
24 30
21 26

(51.1) Faça o teste para comparação de duas médias com   0,05

(51.2) Faça a análise de variância com   0,05

(51.3) Qual a relação entre (51.1) e (51.2)?


(52) Com a finalidade de reduzir os custos de transporte da empresa, o gerente de
manutenção testou três tipos diferentes de combustíveis em carros da mesma marca. A
tabela registra o desempenho de 18 carros com três combustíveis diferentes. Verificar se há
diferença entre os combustíveis ao nível de significância 0,05.

Combustível Km percorridos com 1 litro


A 12,8 12,6 12,9 13,5 11,6 12,2 10,7
B 12 12,2 12 11,5 11,8 12,3
C 13,1 13,3 13 12,8 12,6 13,2 13,4

(53) Com o objetivo de verificar a existência ou não da relação entre valor de mercado e
preços futuros das ações, realizou-se uma amostragem de alguns valores futuros. Há
diferença significativa de valores futuros segundo o valor de mercado? Use significância
de 0,05.
Preços futuros de ações segundo o valor de Mercado

Valor Alto Valor Médio Valor Baixo


-0,014325052 0,035692142
0,066701808 -0,141336291 0,039351038
-0,107391457 -0,021360148 0,035665351
0,032310362 0,119211351 0,022716943
0,042657583 0,11522707 0,027573694
0,112972903 0,018493013 0,028388451
-0,08161058 -0,007212954 0,021551662
0,043304942 -0,027511893 0,012828371
0,129905668 0,102172392 -0,023905792
-0,09603529 0,083871856 -0,052041281
0,083178237 0,056457129 -0,037409043
0,085199291 0,012828371 -0,024878687
0,195390134 0,045173596 0,027151939
0,007352597 0,033994091 -0,040794538
0,109858212 0,022716943 -0,058525941
0,066273454 0,032413009 -0,031997127
0,04164067 0,041089731 -0,029555776
0,038556108 0,039077603 -0,045607448
0,173404878 0,043423887 -0,050341769
0,001562386 0,043423887 -0,021819531
-0,000225583 0,058015664
0,086874744 0,046106215
0,022729241
0,056903495
n1  23 n2  22 n3  20
Teste Qui-Quadrado

(54) Uma pesquisa de opinião sobre a qualidade de certo produto foi realizada enviando-se
questionários pelo correio. Admitindo-se a possibilidade de vícios de respostas, fizeram-se
mais duas tentativas com os não-respondentes. Existe alguma relação entre resposta e o
número de tentativas? Use nível de significância de 5%.

Opinião sobre o Tentativas


produto 1a 2a 3ª
Excelente 62 36 12
Satisfatório 84 42 14
Insatisfatório 24 22 24

(55) Teste se há associação entre gênero e preferência de uma marca de óculos. Use um
nível de significância de:

(55.1) 5% (55.2) 10%

Gênero Marca
A B C
Feminino 50 110 40
Masculino 150 42 8

(56) Suponha que se deseje analisar se há relação entre grau de instrução (X) região de
procedência (Y).

X 1º Grau 2º Grau 3º Grau Total


Y
Capital 4 5 6 15
Interior 11 4 3 18
Outras 2 3 2 7
Total 17 12 11 40

Teste se há associação entre as duas variaveis. Use um nível de significância de:

(56.1) 5% (56.2) 10%


(57) No teste qui-quadrado de associação em tabela 2x2, em que situação a estatística do
teste resulta exatamente igual a zero?

(58) Uma amostra de compradores de automóveis apresentou a seguintes escolhas de


cores:

Cor Número de compradores


Branca 30
Preta 26
Vermelha 18
Prata 29
Verde 8
Amarelo 4
Cinza 7
Bege 6

A distribuição de freqüências se ajusta ao modelo probabilístico uniforme discreto?


Utilize significâncias:

(58.1) 0,05 (58.2) 0,01

(59) Um psicólogo submeteu um grupo de pacientes a um teste, ministrando sonífero a um


grupo e pílulas de farinha (placebo) a outro grupo. Perguntado aos pacientes se o
medicamento ajudou ou não a dormir melhor, as respostas foram as seguintes:

Pílulas Dormiram melhor Dormiram pior Indiferente


Sonífero 32 15 23
Placebo 35 20 30

Testar, ao nível de significância 0,05, a hipótese de não haver diferença entre o fato de o
doente tomar sonífero e dormir melhor.

(60) As diferenças entre os sonhos de homens e mulheres foram documentadas (Winget &
Kramer, 1979). Um pesquisador, através de uma amostra, analisou essa diferença entre os
sonhos de homens e mulheres. Cada sonho é julgado de acordo com as seguintes categorias,
referentes à agressividade: baixa, média ou alta. As freqüências observadas foram:

Baixa agressividade Média agressividade Alta agressividade


Mulheres 34 18 8
Homens 7 33 20
Verificar se há alguma relação entre o gênero (masc./fem.) e a agressividade dos sonhos.
Adote o nível de significância de 0,01.
Correlação e Regressão linear

(61) Suponha que uma cadeia de supermercados tenha financiado um estudo sobres gastos
com mercadorias para famílias de classe média. O estudo se limitou a famílias com renda
líquida entre 8 e 20 salários mínimos. Obteve-se a seguinte equação:

Y = -1,20 + 0,40X, onde Y = despesa mensal estimada com mercadorias e X = renda líquida
mensal.

(61.1) Interpretar a função ajustada.


(61.2) Estimar a despesa de uma família com renda mensal líquida de 15 s.m.

(62) Para cada uma das amostras faça o diagrama de dispersão e, se uma equação linear
parecer apropriada, determine os seus parâmetros e calcule o coeficiente de correlação.

(62.1)

(62.2)

(63) Os dados abaixo forma obtidos de cinco fábricas diferentes de uma determinada
indústria:

(63.1) Calcule o coeficiente de correlação.

(63.2) Ajuste uma função linear da forma Y = a + bX para o custo total dessa indústria.

(63.3) Qual o significado econômico das estimativas “a” e “b”?

(64) Seja Y = a + bX. Calcule o coeficiente de correlação linear de Pearson quando:

(64.1) b>0 (64.2) b<0 (64.3) b=0