Você está na página 1de 86

LEITURA E

INTERPRETAÇÃO DE
DESENHO MECÂNICO
© SENAI - PR, 2001

CÓDIGO DE CATÁLOGO :0401

Trabalho elaborado pela Diretoria de Educação e Tecnologia


do Departamento Regional do SENAI - PR , através do
LABTEC - Laboratório de Tecnologia Educacional.

Coordenação geral Marco Antonio Areias Secco


Elaboração técnica SENAI CIC/CETSAM

Equipe de editoração

Coordenação Lucio Suckow


Diagramação José Maria Gorosito
Ilustração José Maria Gorosito
Revisão técnica Ricardo Kentschen
Nelson Ribeiro dos Santos
Francisco Ollé da Luz
Capa Ricardo Mueller de Oliveira

Referência Bibliográfica.
NIT - Núcleo de Informação Tecnológica
SENAI - DET - DR/PR

S474l SENAI - PR. DET


Leitura e interpretação de desenho mecânico
Curitiba, 2001, 111 p

CDU - 744

Direitos reservados ao

SENAI — Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial


Departamento Regional do Paraná
Avenida Cândido de Abreu, 200 - Centro Cívico
Telefone: (41) 350-7000
Telefax: (41) 350-7101
E-mail: senaidr@pr.senai.br
CEP 80530-902 — Curitiba - PR
SUMÁRIO

RAZÃO E IMPORTÂNCIA ....................................................................................................... 05


GEOMETRIA ...................................................................................................................... 08
LINHAS ............................................................................................................................. 12

PERSPECTIVA .................................................................................................................... 18
PROJEÇÃO ORTOGRAFICA ................................................................................................... 23
SISTEMA DE COTAGEM ....................................................................................................... 33

ESCALA ............................................................................................................................ 49
NORMALIZAÇÃO ................................................................................................................. 53
LEGENDA .......................................................................................................................... 54

REPRESENTAÇÃO EM DUAS VISTAS ...................................................................................... 57


REPRESENTAÇÃO EM VISTA ÚNICA ....................................................................................... 58
OUTROS TIPOS DE LINHAS .................................................................................................. 63

CORTES E SEÇÕES ............................................................................................................ 65


OMISSÃO DE CORTES ........................................................................................................ 75
SEÇÕES ........................................................................................................................... 77

RUPTURA ......................................................................................................................... 78
VISTA AUXILIAR .................................................................................................................. 81
ROTAÇÃO DE DETALHES OBLÍQUOS ...................................................................................... 85

ROSCAS ........................................................................................................................... 87
TOLERÂNCIA DIMENCIONAL .................................................................................................. 92
ESTADO E ACABAMENTO SUPERFICIAL ................................................................................. 100

BIBLIOGRAFIA .................................................................................................................. 111


0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
RAZÃO E IMPORTÂNCIA
...............................................
...............................................
...............................................
Imagine que você tenha que fazer uma determinada peça
...............................................
na escola ou na indústria. As informações para a execução
...............................................
desta peça poderão ser apresentadas de diversos modos:
...............................................
...............................................
a) Recebendo a descrição verbal da peça
...............................................
b) Recebendo uma fotografia da peça
...............................................
c) Recebendo um modelo da peça
...............................................
d) Recebendo um desenho da peça
...............................................
...............................................
Analisemos, agora, cada um deles.
...............................................
a) Você deve concordar que a palavra não é o bastante
...............................................
para transmitir a idéia da forma de uma peça, mesmo
...............................................
que ela não seja muito complicada. Experimente,
...............................................
usando SOMENTE o recurso da palavra, descrever
...............................................
um objeto de maneira que outra pessoa o faça. Você
...............................................
concluirá que isto é, praticamente impossível.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
b) Embora a fotografia transmita relativamente bem a idéia
...............................................
da parte exterior da peça, não mostra seus detalhes
...............................................
interiores, além de não transmitir a idéia das dimensões,
...............................................
logo, a fotografia não resolve o seu problema.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
5
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
c) O modelo resolve, até certo ponto, alguns problemas,
...............................................
mas nem todos, imagine você transportando um eixo
...............................................
de navio para executá-lo...
...............................................
...............................................
Além disso, a peça a ser feita, pode estar sendo
...............................................
idealizada, não existindo ainda um modelo.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
d) Finalmente, através de desenho é que se pode com
...............................................
clareza e precisão, de maneira simples, transmitir
...............................................
todas idéias de FORMA e DIMENSÕES de uma peça.
...............................................
...............................................
Além disso, há uma série de outras informações
...............................................
necessárias que, somente o desenho pode dar, tais
...............................................
como: o material de que a peça é feita os diferentes
...............................................
acabamentos das superfícies, as tolerâncias de suas
...............................................
medidas, etc.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Podemos então concluir que:
...............................................
...............................................
O conhecimento do desenho é indispensável a todos
...............................................
aqueles que, como você, terão necessidade de executar
...............................................
tarefas da indústria.
...............................................
...............................................
6
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

O ensino de desenho, no curso que você está fazendo, ...............................................


não visa formá-lo desenhista, e sim, prepará-lo a orientar-se ...............................................
por meio dele, Dando-lhe condições de: ...............................................
...............................................
• Ler e interpretar, com segurança, desenhos técnicos. ...............................................
...............................................
• Executar traçados à mão livre e com instrumentos ...............................................
básicos. ...............................................
...............................................
• Criar hábitos de ordem nos trabalhos, sendo ...............................................
elementos de cultura para educação geral. ...............................................
...............................................
Para que o emprego do desenho torne-se fácil e preciso, ...............................................
recorre-se ao uso de instrumentos apropriados e, neste caso, ...............................................
é chamado “desenho com instrumento” ou “desenho rigoroso”; ...............................................
quando feito à mão, sem auxílio de instrumentos, denomina- ...............................................
se “desenho à mão livre”, “esboço” ou “croqui”. ...............................................
...............................................
Todos os assuntos, apresentados em nossas aulas, ...............................................
seguirão as recomendações estabelecidas pela Associação ...............................................
Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
7
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

GEOMETRIA

Linhas

Reta Curva Poligonal ou Quebrada Mista

Posicionamento das Linhas

Horizontal Vertical Inclinada

Paralela Perpendicular Oblíqua

Ângulos

IZ
ETR
B IS S

Agudo Reto (90º) Obtuso Raso (180º)

8
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Triângulos
Quanto aos lados:

Equilátero Isósceles Escaleno

Quanto aos ângulos:

Retângulo Acutângulo Obtusângulo

Quadriláteros

L
O NA
D IA G

Quadrado Retângulo Paralelogramo Losango

A LT U R A

Trapézio retângulo Trapézio isósceles Trapézio escaleno

Polígonos Regulares

Pentágono Hexágono Octógono Decágono

7 lados: Heptágono 12 lados: Dodecágono


9 lados: Eneágono 15 lados: Pentadecágono
11 lados: Undecágono 20 lados: Icoságono

9
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Círculo e Circuferência

FL EC H A
CORDA ARCO
IO
C E N TR O = O RA

D IÂ M E TR O

R E TA SE C A N TE

R E TA TA N G EN T E

Círculo Circunferência Elementos da Circunferência

Posições Relativas da Circuferência

Concêntricas Interiores Excêntricas Exteriores

Tangentes Interiores Tangentes Exteriores Secantes

10
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

11
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

LINHAS ...............................................
LINHAS
...............................................
...............................................
As linhas são a base do desenho. Combinando-se linhas ...............................................
de diferentes tipos e espessuras, é possível descrever ...............................................
graficamente qualquer peça, com riqueza de detalhes. Desse ...............................................
modo, o profissional, com conhecimentos básicos de leitura ...............................................
de desenho, pode visualizar, com precisão, a forma da peça ...............................................
apresentada. ...............................................
...............................................
De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas ...............................................
(ABNT), são as seguintes as linhas básicas recomendadas para o ...............................................
desenho técnico, segundo norma NBR 8403/1984. ...............................................
...............................................
a) arestas e contornos visíveis; ...............................................
b) arestas e contornos não visíveis; ...............................................
c) de centro e para eixo de simetria; ...............................................
d) de chamada, de cota e de construção; ...............................................
...............................................
...............................................
Apresentaremos, a seguir, uma breve descrição destas ...............................................
linhas, com exemplos do seu emprego. ...............................................
...............................................
NOTA: A espessura das diversas linhas está na ...............................................
dependência do tamanho e proporções do ...............................................
desenho; a linha para arestas e contornos ...............................................
visíveis é que determina a espessura das ...............................................
demais, obedecendo-se sempre, às normas ...............................................
abaixo especificadas. ...............................................
...............................................
...............................................
Linha para arestas e contornos visíveis ...............................................
...............................................
É contínua larga e indica todas as partes visíveis do objeto, ...............................................
determinando-lhe o contorno. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
12
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Linha para arestas e contornos não visíveis ...............................................


...............................................
Para ser bem compreendido, o desenho deve apresentar ...............................................
linhas mostrando todas as arestas e interseção das superfícies ...............................................
de uma peça. Muitas destas linhas não são visíveis para o ...............................................
observador porque estão encobertas por outras partes da peça. ...............................................
Para a indicação destas partes não visíveis, usa-se uma linha ...............................................
tracejada estreita. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Linhas de centro e eixo de simetria ...............................................
...............................................
Trata-se de uma linha estreita, formada por traços e ...............................................
pontos alternados. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
. . . . . . . .
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Exemplo de sua aplicação
...............................................
...............................................
13
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

• Certas peças possuem elementos que não aparecem ...............................................

à vista do observador, um exemplo é o que se apresenta ...............................................

abaixo: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

• Em vistas: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

• Note que na 1ª e 3ª vistas o furo não aparece aos olhos ...............................................

do observador. Assim, este deverá ser indicado por uma ...............................................

linha tracejada. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
14
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Linha Auxiliar ...............................................


...............................................
Uma linha contínua e estreita, auxiliar para a linha de cota. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Lin has auxiliares ...............................................
contín ua estreita
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Lin ha s a uxilia re s
...............................................
...............................................
...............................................

Lin ha s a uxilia re s
...............................................

Exemplo de sua aplicação ...............................................


...............................................
...............................................
Linha de cota ...............................................
...............................................
Trata-se de uma linha estreita e contínua limitada por ...............................................
flechas agudas. Em casos especiais, usam-se pontos ou ...............................................
traços no lugar das flechas. As pontas das flechas devem tocar ...............................................
as linhas auxiliares. ...............................................
...............................................
...............................................
Lin ha de co ta ...............................................
co ntín ua es tre ita
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
14

...............................................
...............................................
43
...............................................
...............................................
Lin ha s d e co ta s
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
15
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

1. Numere nas linhas de chamada do desenho, os nomes das linhas de acordo


com a indicação:

a) Linha de contorno visível

b) Linha de cota

c) Linha auxiliar

d) Linha de contorno não visível

e) Linha de centro

16
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

2. Estude o desenho e no quadro abaixo:

a) Indique como essas linhas podem ser empregadas.


b) Descreva os tipos de linhas de A a Q.

Linha no
Emprego Tipo de linha
desenho

A Linha Auxiliar Contínua Estreita


B
C
D
E
F
G
H
I
J
L
M
N
O
P
Q

17
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
PERSPECTIVA
...............................................
...............................................
O desenho em perspectiva mostra o objeto como ele
...............................................
aparece aos olhos do observador. Da a idéia clara por apre-
...............................................
sentar diversas faces do objeto.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Sendo um desenho ilustrativo, a perspectiva é facilmen-
...............................................
te coomprensível aos leigos, o que não acontece com o dese-
...............................................
nhos técnico. Comparen-se as figuras abaixo.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
A perspectiva isométrica (medidas iguais) é das mais
...............................................
simples e eficientes. Parte de três eixos a 120O, sobre os quais
...............................................
se marcam as medidas reais das peça.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
18
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

FASES DO TRAÇADO

1a Fase 2a Fase

3a Fase 4a Fase

19
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Esboce a perspectiva do modelo prismático abaixo obedecendo à seqüência das


fases do traçado. Utilize o reticulado da direita.

20
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

21
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Esboce a perspectiva do modelo prismático abaixo obedecendo à seqüência das


fases do traçado. Utilize o reticulado da direita.

22
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Projeção Ortográfica do 1º Diedro ...............................................


...............................................
...............................................

A projeção ortogonal é uma forma de representar o ...............................................

modelo em sua verdadeira grandeza. É feita sobre o plano de ...............................................

projeção através de linhas projetantes. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Muitas vezes, para projetar um sólido geométrico, ...............................................

precisamos de mais de um plano de projeção. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
23
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
24
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

As três vistas do Desenho Técnico ...............................................


...............................................

Peças que têm formas regulares e apresentam apenas ...............................................

operações mecânicas simples podem ser desenhadas em ...............................................

uma única vista. Entretanto, quando a forma da peça torna-se ...............................................

mais complexa ou, quando certas operações de usinagem ...............................................

devem ser representadas, uma única vista não será suficiente ...............................................

para descrevê-la adequadamente. ...............................................


...............................................

Para a obtenção das três vistas, por processo simples e ...............................................

prático, adota-se o seguinte critério. ...............................................


...............................................

1º) Escolhe-se a face da peça que melhor a identifique ...............................................

para a vista frontal. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Face Principal Vista Frontal ...............................................


...............................................

2º) Posiciona-se esta vista de modo que as outras duas ...............................................

vistas apresentam o maior número de detalhes visíveis. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Posição ideal da vista frontal ...............................................


...............................................

3º) Da vista frontal, obtemos a vista superior, pelo simples ...............................................

giro da peça para baixo a 90º. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
25
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
4º) A vista lateral obtém-se girando a peça também a 90º
...............................................
de sua posição inicial para a direita.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Assim, de acordo com o que ficou exposto, as vistas do
...............................................
desenho são apresentadas como está exemplificado.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Vista frontal Vista lateral
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Vista superior
...............................................
...............................................
26
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

As peças são desenhadas comumente em três vistas,


como já foi explicado. Além dessas três vistas básicas, outras
poderão ser utilizadas, como vistas auxiliares, quando tal se
fizer necessário para uma perfeita representação da peça.

Vista inferior

Vista lateral Vista frontal Vista lateral Vista posterior


direita esquerda

Vista superior

É possível a representação dos objetos em menos de


três vistas quando isso não prejudicar sua clareza.

27
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

1. Fazer as projeções ortogonais das peças à mão livre conforme perspectiva dada:

28
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

2. Complete à mão livre, as projeções das peças apresentadas:

29
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

3. Complete as projeções:

30
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

4. Complete as projeções:

31
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

32
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

SISTEMA DE COTAGEM ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
Cotas ...............................................
Os desenhos devem conter todas as cotas necessárias ...............................................
de maneira a permitir a completa execução da peça sem que ...............................................
para isso seja necessário recorrer à medição no desenho, o ...............................................
que não seria cômodo e nem adequado. ...............................................
...............................................
...............................................
Regras Gerais ...............................................
...............................................
1) As cotas devem ser distribuídas nas vistas que melhor ...............................................
caracterizam as partes cotadas, podendo ser colocadas ...............................................
dentro ou fora dos elementos que representam, obtendo- ...............................................
se melhores condições de clareza e facilidade de ...............................................
execução. Nas transferências de cotas para fora do ...............................................
desenho empregam-se linhas auxiliares evitando o seu ...............................................
cruzamento com linhas de cota. ...............................................
...............................................
2) A linha de cota é limitada por flechas agudas: ...............................................
...............................................
15º

...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
3) Os algarismos ou números devem ser indicados nas ...............................................
linhas de cotas: ...............................................
...............................................
a) em posição horizontal sempre sobre estas: ...............................................
...............................................
40 ...............................................
...............................................
b) em posição vertical sempre ao lado esquerdo destas: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
30

...............................................
...............................................
...............................................
33
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

c) em posição inclinada como mostra o exemplo ...............................................


abaixo: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
d) Exemplo: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
4) Em desenhos de máquinas, as cotas são expressas ...............................................
em milímetros sem mencionar o símbolo desta ...............................................
unidade de medida. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
5) As linhas de centro podem ser empregadas como ...............................................
linha “auxiliares’’ sendo prolongadas com traço ...............................................
estreito e contínuo. Nunca porém, poderão ser ...............................................
usadas como linhas de cota, devem continuar ...............................................
como linhas de centro até a linha de contorno do ...............................................
desenho. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
6) Os furos de diâmetro grandes e pequenos podem ...............................................
ser cotados como segue: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
34
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

7) A linha de cota para indicação de raio parte do centro do arco e levará somente
uma flecha na extremidade ligada à circunferência.

As dimensões são colocadas fora do contorno da peça, a não ser que sua
colocação dentro, auxilie a clareza do desenho. Quando uma dimensão refere-se a
duas vistas, poderá ser colocada entre elas, conforme exemplificado abaixo. Em
desenhos de tamanho médio, as linhas de cotas devem ser colocadas a uma distância
de aproximadamente 7 mm.

Dimensionamento de espaços limitados

Quando canaletas ou rasgos devem ser cotados, em virtude da limitação do espaço, as


cotas são colocadas conforme indicado abaixo.

Dimensionamento de canaletas e rasgos

35
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Localização das cotas ...............................................


...............................................
Todos os sólidos têm três dimensões: comprimento, largura ...............................................
e altura (ou espessura). As linhas de cota referentes a essas ...............................................
dimensões são distribuídas nas vistas que melhor caracterizam ...............................................
as partes cotadas, conforme mostra a ilustração abaixo. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Dimensionamento ...............................................
• No dimensionamento de um desenho, o primeiro passo ...............................................
é traçar as linhas auxiliares (figura a esquerda). ...............................................
• As linhas de cota e flechas são acrescentadas ...............................................
posteriormente (figura a direita). ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Disposição e Apresentação de Cotagem: ...............................................
...............................................
1) Cotagem em cadeia. ...............................................
...............................................
100

...............................................
...............................................
...............................................
150

...............................................
160 70 200 30 ...............................................
...............................................
36
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

2) Cotagem por elemento de referência: ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Cotagem em paralelo ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Cotagem Aditiva ...............................................


...............................................

3) Cotagem por coordenadas: ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
4) Cotagem combinada: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
37
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
Sinais convencionais são usados nos desenhos com a
...............................................
finalidade de simplificar e facilitar sua leitura.
...............................................
...............................................
1) ∅ Sinal indicativo de diâmetro
...............................................
Usado na indicação de partes cilíndricas e nas vistas
...............................................
onde a seção circular das mesmas não estejam bem
...............................................
caracterizadas. O sinal é colocado sempre antes dos
...............................................
algarismos.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
2) Sinal indicativo de quadrado
...............................................
Usado na indicação de elementos de seção quadrada
...............................................
onde não estejam bem caracterizados.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Observação: Os símbolos de ∅ e devem ser omitidos
...............................................
quando a forma for claramente indicada.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
38
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

3) Diagonais cruzadas
Duas diagonais cruzadas, traçadas com linha contínua estreita, são usadas na:

a) Representação de espigas com seção quadrada.

b) Representação de superfícies planas em peças


cilíndricas.

4) Outros símbolos:
R = Raio
R. ESF = Raio esférico
∅ ESF = Diâmetro esférico

39
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

1. Localize as cotas necessárias para execução das peças abaixo representadas.


Não coloque o valor numérico das cotas. Trace, à mão livre, apenas as linhas
de cota, auxiliares e os símbolos necessários.

40
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Sinais convencionais indicativos de perfilados

Estes sinais são empregados sempre antes da designação de bitola nos materiais
perfilados.

∅ redondo duplo ‘’ T’’ (abas largas)

quadrado ‘’I’’ (abas curtas)

chato ‘’U’’ ou ‘’C’’

cantoneira de abas iguais ‘’Z’’

cantoneira de abas diferentes bitola de chapas e fios

2. Dê o nome dos perfis abaixo:

41
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
COTAS E DIMENSIONAMENTO
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
As cotas, no desenho, têm dois objetivos principais:
...............................................
indicar o tamanho e a localização exata das partes da peça.
...............................................
Por exemplo: para abrir um furo passante de uma peça o
...............................................
profissional necessita saber duas coisas: o diâmetro do furo e
...............................................
a exata localização do seu centro.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Localização das cotas
...............................................
A localização das cotas faz-se, usualmente, a partir de
...............................................
uma linha de centro ou de extremidades de superfícies. Essa
...............................................
prática é adotada para evitar erros, pela variação de medidas,
...............................................
causados por superfícies irregulares.
...............................................
...............................................
Os profissionais devem conhecer as várias fases de
...............................................
usinagem de uma peça, a fim de interpretarem
...............................................
adequadamente as dimensões do desenho, facilitando,
...............................................
assim sua execução.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
42
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
Localização de centros de furos e de arcos, em
...............................................
peças assimétricas
...............................................
...............................................
Quando um ponto ou centro de um furo ou de um arco
...............................................
deve ser localizado é preferível e, em muitos casos, mais
...............................................
simples para o profissional tomar medidas a partir de duas
...............................................
superfícies perpendiculares do que tomar medidas angulares.
...............................................
...............................................
Os centros de furos de arcos podem ser encontrados
...............................................
facilmente traçando-se as linhas de centro (vertical e
...............................................
horizontal), perpendicularmente às superfícies A e B.
...............................................
...............................................
63
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
44

...............................................
A
...............................................
...............................................
B ...............................................
...............................................
...............................................
Dimensionamento de furos igualmente espaçados
...............................................
de uma circunferência
...............................................
...............................................
Quando os furos são igualmente espaçados em uma
...............................................
circunferência, além da exata localização do primeiro furo (1),
...............................................
devem ser indicados ainda: o diâmetro do furo (2) e o espaço
...............................................
entre eles conforme figura abaixo.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
43
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Dimensionamento de Furos e Ângulos ...............................................


...............................................
Os furos abertos por brocas, alargadores ou ...............................................
punções, podem ter, além da medida do seu diâmetro, ...............................................
notações indicando a operação necessária à sua ...............................................
abertura. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Furos com rebaixos são usados de forma a permitir que ...............................................
um parafuso aí se encaixe. ...............................................
...............................................
Tais furos são dimensionados de forma a apresentar: ...............................................
...............................................
1) O diâmetro do furo; ...............................................
2) O diâmetro do rebaixo; ...............................................
3) A profundidade do rebaixo. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Furos escareados são furos com a parte superior ...............................................
usinada em forma de cone, destinados a receber ...............................................
parafusos de cabeça escareada de maneira que a ...............................................
superfície da cabeça do parafuso fique no mesmo nível ...............................................
da superfície da peça. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
44
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Furos escareados são dimensionados de forma a ...............................................


apresentar: ...............................................
...............................................
1) o diãmetro do furo ...............................................
...............................................
2) o diâmetro do rebaixo ...............................................
...............................................
3) o ângulo do rebaixo ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
45
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Desenhe as peças a seguir em três vistas e coloque todas as cotas convenientemente


distribuidas

46
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

47
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

48
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
ESCALA
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Desenhos, como já vimos, são séries de linhas que ...............................................
descrevem as formas e as dimensões de uma peça ou ...............................................
mecanismo. No entanto, para se construir ou usinar uma ...............................................
peça, o desenho deve incluir notações que indiquem: o ...............................................
tamanho e localização de superfícies, reentrâncias e ...............................................
furos, o tipo de material a ser empregado, o grau ...............................................
requerido de precisão de usinagem, detalhes de ...............................................
montagem, e outras informações que o profissional ...............................................
necessita para bem compreender a tarefa a executar. ...............................................
...............................................
A linguagem do desenho ...............................................
...............................................
No Brasil são adotadas, para o desenho técnico, ...............................................
as normas recomendadas pela ABNT. Essas normas têm ...............................................
por finalidade padronizar notações e símbolos, de ...............................................
maneira que possa haver uma linguagem do desenho, ...............................................
entendida por todos aqueles que conhecem os seus ...............................................
princípios básicos. ...............................................
...............................................
De acordo com essas normas, os desenhos devem ...............................................
apresentar todas as medidas necessárias a fim de evitar ...............................................
que o profissional tenha de tomá-las diretamente. ...............................................
Todavia, não deverá haver repetição desnecessária de ...............................................
medidas, salvo se isso contribuir para tornar o desenho ...............................................
mais claro ou mais fácil de ser compreendido. É ...............................................
conveniente, sempre, que o desenho apresente as ...............................................
medidas totais de comprimento, largura e altura. ...............................................
...............................................
Muitas peças não podem ser desenhadas no seu ...............................................
tamanho natural em virtude de suas grandes dimensões, ...............................................
ou porque são tão pequenas que os detalhes não podem ...............................................
ser mostrados claramente. Há necessidade, então, de ...............................................
fazer o desenho em escala, isto é, ampliado ou reduzido, ...............................................
conforme o caso. ...............................................
...............................................
...............................................
49
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Escala é a razão entre as dimensões da peça na ...............................................


sua representação gráfica (desenho) e suas dimensões ...............................................
naturais. ...............................................
...............................................
A escala natural seria, representada pela notação ...............................................
1:1 de acordo com a NBR 8196, as escalas ...............................................
recomendadas em desenho técnico para redução e ...............................................
ampliação são: ...............................................
...............................................
REDUÇÃO AMPLIAÇÃO ...............................................
1:2 2:1 ...............................................
1:5 5:1 ...............................................
1:10 10:1 ...............................................
1:20 20:1 ...............................................
...............................................
Assim sendo, a escala 1:5 significa que, para a ...............................................
representação gráfica (desenho), cada dimensão da ...............................................
peça foi reduzida à quinta parte. É importante notar, ...............................................
porém, que no desenho, as medidas da peça aparecem, ...............................................
nas cotas, sempre como normais, isto é, como o são na ...............................................
realidade. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
50
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Desenhe as projeções das perspectivas abaixo de acordo com as escalas indicadas,


cotando corretamente.

51
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

1. Complete as lacunas:

Dimensão da Peça Escala Dimensão do Desenho


32 1:2
50 1:1

1:5 12
25 125
35 1:2

90 1:5
6 2:1
25,4 25,4

75 15
12 2:1
55 5:1

60 30
300 1:10
1:2 16

2:1 74
40 8
3,8 10:1

5:1 96
1,2 12
1:2 7

9 9
145 1:5
50,8 2:1

1:2 125
127 1:5

52
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

NORMALIZAÇÃO

Formato de papel usado em desenho


De acordo com a NBR 1068, o formato básico do papel,
designado por A0 (A zero) é o retangular, cujos lados medem
841 mm e 1189 mm, tendo a área de 1 metro quadrado. Do
formato básico, derivam os demais formatos.

FORMATO DIMENSÃO MARGEM


A0 841 x 1189 10
A1 594 x 841 10
A2 420 x 594 7 A1
A3 297 x 420 7
A4 210 x 297 7
A5 148 x 210 7
OBS. - A margem esquerda é de 25 mm.

118 9
A3

A2
A5
A4
A5

84 1

42 0
7
7

7
25 7
29 7

Form a to A 3
297

Formato A4

25
7

210

53
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

LEGENDA

A legenda deve ficar no canto inferior direito nos formatos


A3, A2, A1, A0, ou ao longo da largura da folha de desenho no
formato A4.

Legendas Industriais

As legendas nos desenhos industriais variam de acordo


com as necessidades internas de cada empresa, mas deve
conter obrigatoriamente:

M designação da firma;
M projetista, desenhista ou outro responsável pelo conteúdo
do desenho;
M local, data e assinatura;
M nome e localização do projeto;
M conteúdo do desenho;
M escala (conforme NBR 8196);
M número do desenho;
M designação da revisão;
M indicação do método de projeção (conforme NBR 10067);
M unidade utilizada no desenho (conforme NBR 10126);

A legenda pode, além disso, ser provida de informações


essenciais ao projeto e desenho em questão. O número do
desenho e da revisão são colocados juntos e abaixo, no canto
direito do padrão de desenho.

Após completar a representação de uma peça por


intermédio do desenho cotado, determinados dados técnicos
relativos à peça ou ao seu processo de fabricação necessitam,
às vezes, ser acrescentados sob a forma de notas escritas.

54
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Eles podem ser colocados de diversas maneiras; uma


delas é numa lista geralmente localizada acima ou ao lado da
legenda.

Nessa lista estão contidos os elementos específicos


relativos à peça ou às peças desenhadas na folha.

Embora existam inúmeras formas de listas de peças,


abaixo vemos uma bem comum, preenchida para uma folha
que contivesse três desenhos.

55
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Exemplo:

56
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
REPRESENTAÇÃO EM DUAS VISTAS
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Há peças que necessitam, somente, de duas vistas para ...............................................
apresentar todos os detalhes de sua construção. Será ...............................................
escolhida como segunda vista, sempre com base na vista de ...............................................
frente, aquela que melhor apresenta os detalhes da peça. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
57
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

...............................................
DESENHO TÉCNICO COM VISTA ÚNICA
...............................................
...............................................

O número de vistas do desenho técnico depende das ...............................................

características da peça representada. O desenhista sempre ...............................................

procura transmitir o maior número possível de informaçõeas ...............................................

sobre a peça usando o mínimo necessário de vistas. Assim, ...............................................

existem peça que podem ser representadas por meio de uma ...............................................

única vista. ...............................................


...............................................

Agora você vai aprender a ler e interpretar desenhos téc- ...............................................

nicos de peças representadas em vista única. Acompanhe as ...............................................

explicações observando, a seguir, a representação da pers- ...............................................

pectiva (modelo plástico no 14 ) e as três vistas ortográficas. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

As três vistas: frontal, superior e late- ...............................................

ral esquerda transmitem a idéia de como o ...............................................

modelo é na realidade. Veja agora o mesmo ...............................................

modelo, representado em duas vistas. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
58
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Observe que as cotas que antes apareciam associadas ...............................................


à vista lateral esquerda foram transferidas para as duas ou- ...............................................
tras vistas. Assim, nenhuma informação importante sobre a ...............................................
forma e sobre o tamanho da peça ficou perdida. ...............................................
...............................................
Mas, este mesmo modo pode ser representado com ...............................................
apenas uma vista, sem qualquer prejuizo para sua intepretação. ...............................................
Veja. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Desta vez o modelo foi representado em vista única.
...............................................
...............................................
Apenas a vista frontal foi representada. Todas as cotas
...............................................
da peça foram indicadas na vista frontal. A largura da peça foi
...............................................
indicada pela palavra espessura abreviada (ESP), seguida do
...............................................
valor numérico correspondente, como você pode observar
...............................................
dentro da vista frontal.
...............................................
...............................................
Acompanhe a interpretação da cotagem do modelo.
...............................................
...............................................
AS cotas básicas são: comprimento = 60, altura = 35 e
...............................................
largura = 15 (que corresponde à cota indicada por: ESP 15).
...............................................
...............................................
Uma vez que o modelo é simétrico no sentido longitudinal,
...............................................
você já sabe que os elementos são centralizados. Assim, para
...............................................
definir os elementos, bastam as cotas de tamanho. O tamanho
...............................................
do rasgo passante fica determinado pelas cotas 10 e 15. Como
...............................................
o rasgo é passante, sua profundidade coincide com a largura
...............................................
da peça, ou seja, 15 mm.
...............................................
...............................................
...............................................
59
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

As cotas que definem os elementos oblíquos são: 16, ...............................................


48, 8 e 15. Analise outro desenho técnico em vista única. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Como não é possível concluir, pela analise da vista frontal,
...............................................
se os furos são passantes ou não, esta informação deve vir
...............................................
escrita, em lugar que não atrapalhe a interpretação do desenho.
...............................................
...............................................
Você notou que a indicação da espessura da peça foi
...............................................
representada fora da vista frontal? Isto porque a indicação da
...............................................
espessura da peça dentro da vista prejudicaria a interpretação
...............................................
do desenho.
...............................................
...............................................
Com essas informações é possível interpretar
...............................................
corretamente o desenho técnico da peça.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
60
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Emprego dos sinais convencionais para simplificação dos desenhos de peças de


formas diversas, com supressão de vistas.

Nos exemplos dados, observa-se, fase por fase, a eliminação das vistas consideradas
supérfluas, concluindo que uma só é suficiente para o desenho ser lido e interpretado sem
nenhuma dificuldade.

61
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Desenhe com instrumentos a peça abaixo, empregando supressão de vistas e


cotando convenientemente.

62
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
OUTROS TIPOS DE LINHAS
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Em desenho técnico são empregados, ainda, outros tipos ...............................................
de linhas, tais como: ...............................................
...............................................
a) Linha traço e ponto estreita, larga nas extremidades e ...............................................
na mudança de direção, para indicar cortes e seções. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
b) Linha traço dois pontos estreita, para perfis e ...............................................
contornos auxiliares e complementares. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
c) Linha contínua estreita à mão livre para indicar ...............................................
rupturas e cortes parciais. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
63
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

d) Linha contínua estreita em ziguezague. Esta linha ...............................................


destina-se a desenhos confeccionados por ...............................................
máquinas. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
e) Linha contínua estreita para hachuras. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
f) Linha contínua estreita para chamada. ...............................................
...............................................
...............................................
Sem símbolo ...............................................
- parte de uma linha de cota ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Com ponto ...............................................
- parte do interior do objeto ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Com seta ...............................................
- parte do contorno e/ou aresta ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
64
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
CORTES E SEÇÕES
...............................................
...............................................
...............................................

Planos de Corte ...............................................


...............................................

Uma vista exterior mostra a peça como ela aparece ao ...............................................

observador. Detalhes internos dessa peça aparecem no ...............................................

desenho através de linhas indicando os contornos não visíveis. ...............................................


...............................................

Quando os detalhes no interior da peça tornam-se ...............................................

complexos, mais e mais linhas não visíveis são necessárias ...............................................

para mostrar, com precisão, tais detalhes e o desenho torna- ...............................................

se difícil de interpretar. ...............................................


...............................................

Uma técnica que o desenhista usa em tais casos para ...............................................

simplificação do desenho, é cortar uma parte da peça e expor ...............................................

as superfícies internas. Em tais seccionamentos todas as ...............................................

partes que se tornam visíveis são representadas por linhas de ...............................................

contornos visíveis. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

Plano de corte e sua aplicação ...............................................


...............................................

Para obter vista em corte, um plano de corte imaginário ...............................................

é passado através da peça como mostra a figura (A). A ...............................................

outra parte anterior é removida (B). A direção do plano de ...............................................

corte é representada no desenho por uma linha de corte. ...............................................

As superfícies expostas, que foram cortadas, são ...............................................

identificadas por linhas convencionais (hachuras), ...............................................

apresentadas na (figura B). ...............................................


...............................................
...............................................
65
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Os cortes são utilizados para representar de modo claro, os detalhes internos


das peças ou de conjuntos. Em desenhos de conjunto ressaltam a posição das peças
que os constituem, facilitando a colocação de cotas internas.

Hachuras

São traços eqüidistantes e paralelos que produzem em desenhos e gravuras o


efeito do sombreado. No desenho técnico, as hachuras são representadas por linhas
contínuas estreitas, traçadas a 45º em relação à base da peça, ou em relação ao eixo
desta.

Exemplo: União de chapas através de parafuso e porca.

66
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Corte Total

O corte total pode ser dado em dois sentidos:

Longitudinal: quando é indicado no sentido horizontal,


de maior dimensão (no comprimento).
Transversal: quando é indicado no sentido vertical
de menor dimensão (na largura).

Exemplo:

A vista frontal mostra o corte dado no sentido longitudinal


e indicado na vista de cima por AB e na vista lateral, o corte
dado é sentido transversalmente na vista de cima por CD.
Note que o corte é sempre indicado em uma vista e
representado em outra.

67
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Meio corte

É empregado no desenho de peças simétricas, onde


somente meia vista aparece em corte. Apresenta, ainda, a
vantagem de indicar, em uma só vista, a parte interna e a
externa da peça.

Na projeção da peça com aplicação de meio-corte, as


linhas tracejadas devem ser omitidas na parte não cortada.

Em peças com eixos de simetria verticais, o corte é


representado à direita da linha de simetria.

68
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Em peças com eixos de simetria horizontais, o meio corte ...............................................


deve ser representado abaixo da linha de simetria (norma lSO ...............................................
e DIN). ...............................................
...............................................
As linhas de cota, para dimensionar os elementos ...............................................
internos, devem ultrapassar alguns milímetros o eixo de ...............................................
simetria e levam seta somente na extremidade que toca o ...............................................
contorno ou a linha de extensão. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................

A cotagem de peças cilíndricas com furos internos em ...............................................

meio corte deve ser executada conforme o desenho abaixo. ...............................................


...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
69
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

CORTE EM DESVIO ...............................................


...............................................
A direção do corte, normalmente, passa pelo eixo principal ...............................................
da peça, mas pode também, quando isso se fizer necessário, ...............................................
mudar de direção (corte em desvio), para passar por detalhes ...............................................
situados fora do eixo e que devem ser mostrados em corte. ...............................................
...............................................
A mudança de direção do corte é feita mediante dois ...............................................
traços grossos em ângulo. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
CORTE PARCIAL ...............................................
...............................................
Apenas uma parte da peça é CORTADA para indicar ...............................................
algum detalhe interno. Este corte é limitado por linha de ruptura. ...............................................
...............................................
Linha de ruptura é uma linha contínua estreita a mão ...............................................
livre. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Conforme foi observado, neste caso, permanecem as ...............................................
linhas tracejadas, correspondentes aos detalhes não visíveis, ...............................................
na parte não atingida pelo CORTE PARCIAL. ...............................................
70
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

1. Complete os desenhos abaixo, em corte total e meio corte, conforme o exemplo.

71
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Execute as projeções, aplicando um corte total.

72
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Desenhar duas vistas da perspectiva em meio corte.

73
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Desenhar duas vistas, aplicando um corte em desvio.

OBSERVAÇÃO: Os furos são passantes.

74
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

OMISSÃO DE CORTES

Nervuras e braços de peças não são atingidos pelo corte no sentido longitudinal, conforme
os exemplos abaixo.

Nos desenhos de conjuntos, eixos, pinos, rebites, chavetas, parafusos e porcas também
não são considerados cortados quando atingidos pelo corte no sentido longitudinal, conforme
os exemplos abaixo.

Entretanto, quando necessário, cortes parciais poderão ser empregados.

Eixos, quando cortados no sentido transversal, aparecem hachurados.

75
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Desenhar as 3 vistas da peça.

76
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

...............................................
SEÇÕES
...............................................
...............................................
...............................................
Traçadas sobre a vista
...............................................
São executadas diretamente sobre a vista, com linha
...............................................
estreita contínua, permitindo o recurso prático e satisfatório
...............................................
de se representar o perfil de certas partes de uma mesma
...............................................
peça, tais como: nervuras, braços de volante, perfilados, etc.
...............................................
...............................................
Evitam-se, assim, vistas que nem sempre identificam
...............................................
com clareza a forma da peça. O eixo da seção é sempre
...............................................
perpendicular ao eixo principal da peça ou da parte secionada.
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
Quando as linhas de contorno da peça interferem na ...............................................
clareza da seção, a vista pode ser interrompida por linhas de ...............................................
rupturas, deixando espaço suficiente para a representação da ...............................................
seção, que neste caso será desenhada com linha larga ...............................................
contínua. Exemplo: ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
77
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Traçadas fora da vista ...............................................


...............................................
Têm a mesma finalidade da seção anterior. Entretanto, ...............................................
em lugar de serem desenhadas sobre a vista, são desenhadas ...............................................
fora da vista, com linha larga contínua e em posição que facilite ...............................................
a colocação de cotas. A direção do secionamento deve ser ...............................................
indicada por traços, como no caso dos cortes. ...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
...............................................
RUPTURAS ...............................................
...............................................
...............................................
Peças simples, porém longas (como chapas, aço em
...............................................
barras, tubos para fins diversos), não precisam ser desenhadas
...............................................
em folhas de papel de dimensões exageradas e nem em escala
...............................................
muito reduzida para caber em papel de formato habitual.
...............................................
...............................................
Economiza-se espaço e tempo, empregando rupturas.
...............................................
...............................................
Quebra-se imaginariamente a peça nos dois extremos e
...............................................
remove-se a parte quebrada, aproximando as extremidades
...............................................
partidas. O comprimento será dado pela cota real.
...............................................
...............................................
78
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Exemplo:

79
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

80
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

VISTA AUXILIAR

A vista auxiliar é empregada para se obter a forma real de partes que estejam fora de posição
habitual (horizontal ou vertical). Podem ser totais ou parciais como exemplificado abaixo, onde somente
a superfície oblíqua e outros detalhes necessários são incluídos. Numa vista auxiliar a superfície oblíqua
é tombada paralelamente a ela. Superfície e furos circulares situados em planos oblíquos e que aparecem
em forma de elipse nas vistas regulares, aparecem na forma e tamanho exatos numa vista auxiliar.

81
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Analise a perspectiva da peça e complete a vista auxiliar com as linhas que faltam

82
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

Analise a perspectiva da peça e complete as vistas auxiliares com as linhas que faltam.

83
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Desenhe a peça abaixo, a representando com a ajuda de vista auxiliar, cotando


convenientemente (coloque todas as cotas).

Escala: 1:1
Furo = ∅ 12 mm
Rebaixo: 3 mm

84
SENAI-PR
0401 - LEITURA E I NTERPRETAÇÃO DE DESENHO M ECÂNICO - CTMI

ROTAÇÃO DE DETALHES OBLÍQUOS

A rotação de detalhes oblíquos tem por finalidade evitar o encurtamento que resultaria da
verdadeira projeção de detalhes inclinados. Faz-se a rotação desses detalhes de modo a projetá-
los sem deformação.

Este tipo de representação também é aplicado em peças mostradas em corte (corte

rebatido).

Corte Rebatido

Peças com partes ou detalhes que não estão na vertical, ou na horizontal, têm sua
representação em corte facilitada com o deslocamento em rotação dessas partes, sobre o eixo
principal, evitando assim a projeção deformada destes elementos.

85
SENAI-PR
0401 - LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - CTMI

Superfícies Finas em Corte

Seções finas, em vez de hachuradas, podem aparecer


enegrecidas, conforme desenho abaixo.

86
SENAI-PR