Você está na página 1de 9

http://metromap.fr/assets/img/metromap.

pdf
Vale a pena deixar salvo esse mapa qq coisa, ele é bem simples de visualização. Mas Tb tem mapas de bolso que
são de graça no metro e é ótimo.

03/09/2019 - terça-feira
 Londres > Paris
Aeroporto CDG chegada 10:15
Comprar o cartão semanal Navigo no próprio aeroporto (levar foto 3x4)

Para chegar no apto de vocês na 13, Avenue Parmentier, Île de France, 75011.
 Procurar pelo trem (RER)
 RER B (sentido St-Rémy-lés-Chevreuse)
 Nas estações, principalmente de trem, passam vários destinos para diferentes sentidos. E as vezes
no mesmo sentido, mas parando nem sempre em todas as estações. Tem que ficar esperto com a
descrição das estações, sempre!
 Descer na estação Gare du Nord e procurar dentro da estação o metrô linha 5 (laranja)
 No metrô buscar o sentido Place d’Italie.
 Descer na estação Richard Lenoir (procure a saída 1 Boulevard Voltaire)
 Andar até o endereço, colocar no Google Maps, sempre.
 Lembrar de avisar o proprietário do apto que horas chegarão por lá. Creio que até passarem pela
imigração no aeroporto vai demorar pelo menos uma hora entre pegar a mala e estarem liberadas.
Depois até fazer o Navigo, achar a estação e mais alguma paradinha, mais uma meia-hora. De
viagem do aeroporto até o apto, mais uma hora e quinze. Então falar que chegarão por volta das
13h30 – 14h.
 Cuidado com a chave de casa! Mesmo!!!!!!! Não pode bloquear.

 Arc du Triomphe / Champs Elysées / La Concorde / Madeleine


 Sair de casa e parar em algum lugar para comer, pois vcs deverão estar com fome. Acho que
poderiam encontrar algum lugar por perto do apto de vcs. Tem um Mc Donalds, acho que vale
experimentar, eles tem um hambúrguer vegetariano. Qualquer coisa encontrem algum outro
restaurante de boa que não seja caro, tem um monte. Agora, caso não estejam com fome, partam
para o Arc du Triomphe e depois vcs comem alguma coisa na avenida mais famosa do mundo, a
Champs Elysées.

 De casa pegar o metrô Voltaire sentindo Pont de Sévres e descer na estação Franklin D. Roosevelt,
que estará no meio da avenida Champs Elysées. Saindo do metrô vocês já se sentirão super em
Paris, pois verão a avenida e o Arco do Triunfo. Subam até ele e já vão curtindo a cidade. Qq coisa
para numa padaria Paul ou outro lugar para comprar um croissant e tomar um café para segurar a
fome.

 O Arco fica no meio de uma rotatória gigante, não pode tentar atravessar. Então desça na entrada
próxima do metrô Charles de Gaulle Etoile e passe por baixo para chegar nele. Lá, vcs já avistarão a
bilheteria para subir no topo e já ver a cidade de cima e a torre também. Preparem as pernas
porque não tem elevador e a escada caracol é longa, mas a vista compensa qualquer cansaço. Lá de
cima vocês vão perceber que as ruas saem do arco em forma de estrela (etoile em francês). É lindo
de ver! Depois não deixem de descer e ver a parte térrea do Arco, que é lindo também.
 Depois é ir descendo a avenida e tirando fotos, entrando nas lojas para dar uma olhada nas coisas,
etc. Lá estão as mais caras do mundo, mas também tem coisa barata pra ver. A loja do PSG fica lá,
caso queira já comprar alguma coisa pro Gabriel.

 Antes, na avenida, entrem na loja da Publicis Drugstore e entrem para ver o empório. Essa loja tem
muitos produtos diferentes, coisas de design legais, publicidade, vale a pena entrar. Eles têm a
melhor geléia de pimenta (Tabasco) que não existe no Brasil e é deliciosa! Lá vende lanches prontos
frios, muito bons.

 Não deixem de entrar na doceria e restaurante La Durée pra comer de sobremesa os famosos
macarrons e tomar um chocolate quente delicioso. Peçam para comer no piso de cima, porque o
restaurante é lindo e o serviço ótimo! (75, Avenue des Champs Elysées) tb tem comida e saladas,
mas talvez seja um pouco caro. Os macarrons vale a pena gastar.

 Nessa avenida, só que do outro lado da rua, tem a Sephora, a maior loja deles no mundo, tem de
tudo! A Rosa amava passar horas lá dentro, então cuidado para não gastarem muito ou gastar muito
tempo por lá, mas vale a entrada.

 Não deixem de tirar fotos no meio da avenida entre uma faixa e outra da rua, tem umas ilhotas com
postes. Todo mundo vai e tira, mas cuidado, claro.

 Desçam a avenida curtindo as lojas e tudo mais até a Place de La Concorde, que fica lá embaixo na
avenida, é um obelisco egípcio bem bonito. No verão as vezes tem uma roda gigante lá qu vale a
subida para fotos incríveis.

 Se der tempo, vale a pena dar um pulo na Igreja Madeleine, que é linda. Ela tem uma arquitetura
clássica grega. Estando aberta, entrem. Na praça procurem a loja/empório Fauchon, super legal,
tem várias coisas deliciosas para comprar, mas tudo bem chique e as vezes caro. Vale a visita rápida
para tomar um chocolate quente denso ou comprar algum macarron tb, concorrente da La Durrée.

 De lá, acho que vale a pena voltar pra casa para descansar um pouco e não queimar a largada logo
de cara, pois no próximo dia será a Disney e andarão feito camelas! Agora, se estiverem na pegada
de sair, vejam algum bar perto de casa e curtam um pouco. Mas eu deixaria para outro dia.

 Não me preocuparia em passar no mercado, afinal os dois outros dias serão Disney e Versailles. Se
der, comprem umas frutas ou algo do tipo na volta do dia em algum mercado. Caso queiram ir no
mercado, iria no supermercado Monoprix (fica aberto até as 22h). Caso estejam na rua turistando e
virem que não dará tempo, pare em qq um na rua onde estiverem para comprar coisas pelo menos
para o café da manhã. Tem mercado do lado do metrô Voltaire, do apto de vcs. Só ver no mapa, tá
fácil. Assim já abastecem a casa para o café da manhã rapidinho, pois terão que acordar cedo para ir
pra Disney. Vai pelo menos 1h15 de metrô e trem até lá.

04/09/2019 – quarta-feira
 Disney
 Verificar se no dia vale a pena pegar um upgrade de free pass, pois vale muito a pena para curtir
todos os brinquedos com menos filas. Isso pode ser feito direto na entrada do parque. Eles têm
funcionários que falam português e também mapa na nossa língua, o que pode ajudar bastante
(procurar logo na entrada). Vou avisar minha amiga portuguesa o dia que estarão lá para ver se
consegue algum benefício. Mas tb na bilheteria as vezes tem promoção na hora, confiram.

 Tem que pegar um metrô e um trem para chegar e depois para voltar o mesmo caminho.

 Saindo do apartamento, pegar o metrô Voltaire (linha 9) no sentido Maire-de-Montreuil com


destino a estação Nation. Dentro da estação buscar onde pegar o trem (RER) na linha RER A.

 O mais importante é saber que tem que pegar o RER que está identificado no próprio trem como
MLV Chessy Disney para descer na estação Gare de Marne-la-Vallée / Parcs Disneyland (melhor
estação pra descer perto da portaria da Disney). Obs.: MLV é a abreviação de Marne-la-Vallé, mas
não estaria escrito tudo isso na frente do trem, por isso abreviaram.

 Chegando na plataforma para pegar o trem, vocês avistarão um letreiro eletrônico onde a estação
Marne-la-Vallée / Parcs Disneyland estiver sinalizada com a luz verde ou amarela acesa. Se estiver
apagada, significa que o trem que estiver pra chegar não parará onde querem, então tem que
esperar outro. Cuidado, pois como já disse antes, vários trens com diferentes destinos passam na
mesma estação.

 Pra voltar, mesma coisa, pegar o trem para a estação Nation (RER A) em Paris. Descer na estação de
trem e lá dentro fazer baldeação para pegar o metrô para casa, na estação Voltaire (sentido Pont de
Sévres).

05/09/2019 - quinta-feira
 Chateau des Versailles
 Pegar o aparelho para ouvir as explicações em português de Portugal.
 Roupa confortável, principalmente o sapato/tênis, pois se anda muito e em terreno de areia batida.
 Almoçar no restaurante La Flotille, que fica logo no começo do lago, do lado direito.

 Pra chegar, vocês tem que buscar como destino a estação RER C – Gare de Versailles Rive Gauche.
- Saindo de casa, desça a rua até a estação de ônibus.
- Pegar o ônibus 69 (Champ de Mars)
- Depois de 16 estações, descer na estação Musée d’Orsay e entrar na estação de metrô/RER
- Procurar a linha RER-C, sentido Versailles-Château-RG (Rive Gauche)
- Ir até o fim, pois será na linha final. Depois é seguir o fluxo das pessoas para ir pra lá, não tem erro.
É uma caminhada de uns 10 minutos até a porta do castelo e bilheteria.

06/09/2019 - sexta-feira
 Louvre / Jardin de Tullerie / Pont Alexander III / Passeio no Bateau-Mouche / Trocadero / Champs de
Mars / 20h Torre Eiffel / Caves du 38 Rives (Rue de Rivoli)

 Acordar cedo e ir pro Louvre para tirarem fotos legais na porta dele e não pegarem muita fila para
entrar. Vocês tem que lembrar que terão a parte da manhã para ver tudo que quiserem por lá. Vale
dar uma olhada antes no mapa do museu para saberem onde tem que ir e fazer um mini roteiro lá
dentro, pq senão se perderão lá pq é enorme e gastarão muito tempo.
 O Jardin de Tullerie é aquele parque que fica bem de frente do Louvre, então já fará parte da saída
mesmo. Antes, procurem pela estátua da Joana D’Arc no lado de fora, fica na Rue de Rivoli. Estando
de costas pro Louvre, indo em direção do jardim/parque, deem uma saidinha pela direita Rue de
Rivoli, a estátua estará por ali, só colocar no Google, fácil. Depois voltem pelo parque do Jardin de
Tullerie e vão caminhando pelo centro dele até seu fim. Então virem para a esquerda para pegar a
rua que beira o Rio Sena. Andem até a entrada do Bateau-Mouche pelas margens do Rio Sena.
https://goo.gl/maps/CLv2EUcyVaHt46ec9

 Antes de chegarem no Bateau-mouche, vcs passarão pela Pont Alexandre III que é a mais bela de
Paris, sem a menor dúvida. Tirem umas fotos e sigam em frente até chegarem na entrada da
bilheteria para comprar o ticket. O passeio sai de 30 em 30 min ou de hora em hora, então acho que
é bem de boa comprar na hora. Assim vcs não se preocupam com isso. Única coisa que tem que se
preocupar é com o horário da Torre às 20h.

 Façam o passeio, será bem legal, passarão por muitos lugares repetidos, mas de uma outra visão do
rio, o que é muuuuito legal. Vale a pena, sempre. Não me lembro ao certo, mas acho que rola ficar
de pé na parte de cima ou na frente do barco, fiquem. Muito mais legal do que ficar sentado o
tempo todo. IMPORTANTE: cuidado com o horário do passeio, pois deverão estar às pouco antes
das 20h na bilheteria da Torre.

 Acabando o passeio, vocês voltarão para o lugar de onde saíram, então procurem pela estação
Alma-Marceau e desçam na segunda estação próxima, chamada Trocadéro. Antes de pegar o
metrô, vejam se tem algum mercado e comprem uma garrafa de vinho, frutas, queijos e levem
copos/taças de plástico na mochila – já falo o pq. Saiam da estação e terão a vista mais bonita da
Torre, olhando ela da parte de cima do local. Aí é ir descendo, curtindo cada pedaço, tem as fontes,
o carrossel em frente que é super clássico e conhecido, e comam um crepe num trailer que fica por
ali, muito bom!!! Sigam andando e passem por baixo da Torre e cheguem no grande gramado da
Champs de Mars. Sentem, descansem, tirem fotos de tudo quanto é lado e abram o vinho. Curtam o
momento até dar o horário para a Torre. Crepe com vinho, vão adorar. Bebam e comam tudo, não
pode subir com garrafa na Torre. A compra se deve nessa fase, pq no Louvre tb não pode.

 Chegando perto do horário, subam direto para o terceiro nível da Torre Eiffel. Vcs subirão direto
para o segundo estágio, então já procurem a fila para subir para o terceiro. Aproveitem bem o topo
de tudo! Depois vcs podem descer para o segundo estágio novamente e curtir o pôr-do-sol de lá,
que terá mais espaço para fotos e aproveitarem o momento.

 Descendo da Torre, vale ver o quanto estarão cansadas. Vcs podem ir pra casa direto e tomar um
banho, se trocarem, para depois irem para a Riv38 curtir um jazz. Neste dia terá um show das 21h
às 23h ao preço de 20€, mas o local pelo que vi ficará aberto até às 3h da matina. Então, acho que
vale ir pra casa e voltar direto de metro. Caso não de para entrar ou fechem, é só procurar qq bar no
Quartier Latin (coloca no Google Maps a 32, Rue de La Harpe – deve mandar descer na estação
Cluny-la-Sorbone). É entrar na rua e ir buscando algum lugar legal. Tem muitos bares, lojinhas,
comidas, doces, etc.
07/09/2019 - sábado
 Catacumbas 9h ou antes, abre as 10h e sempre tem fila / Jardim de Luxemburgo / Panteon (Pêndulo
de Foucault) / Jardin des Plants / Sorvete Berthillon / Catedral Notre Dame de Paris / Livraria
Shakspere and Co / Apto descansar / Marrais ou Quartier Latin a noite

 Esse dia será mais tranquilo ao meu ver, pq apesar de andar bastante (em Paris não tem jeito, tem q
andar, tem muita coisa) vcs passarão por parques e terão como curtir os lugares se estiverem
cansadas. Sempre ao redor dos parques tem lugares legais para comer. É parar qdo der fome ou
olhar algum lugar bacana e sentar tb.

 As catacumbas ficam na estação Denfert-Rochereau. O quanto antes chegar, melhor. Vejam até de
comprar antes os ingressos, acho que valerá a pena.
- As filas tem espera de 1h30 em média. Durante as férias de verão, pode chegar a 3 horas.
- O percurso todo é de 2km em sentido único, não tem como desistir e voltar na metade.
- Faz muito frio lá dentro! Seja qual for a estação, a temperatura constante é de 14°C.
- Há 130 degraus de escada na descida e 83 degraus na subida.
- Não há banheiros disponíveis ao público.
- Há corredores estreitos, úmidos, com pouca luz e piso irregular. Use um sapato com um solado que
te ajude a não escorregar.
- Duração média da visita: 45 minutos.

 Saindo das Catacumbas, voltem para a estação Denfert-Rochereau e peguem o RER-B para a
estação Luxembourg (duas estações apenas, 5 min) e entrem no Le Jardin de Luxembourg. Passear
por lá, ver a fonte, as flores e tudo mais. Caso queiram parar para um sanduiche numa padaria boa,
recomendo a La Parisienne Madame (do outro lado do parque, só colocar no Google). Mas depois
terão que voltar para a mesma porta que entraram na estação, pois irão a pé para o Panthéon. Se
não, na subida da rua para lá, tem alguns restaurantes e barzinhos num preço acessível.

 Pela portaria que chegaram, subam a Rue Soufflot uns 500 metros e já estarão no Panthéon onde
está o Pêndulo de Foucault. Se não me engano pagava uns 5 euros para entrar, mas falem q são
estudantes para tentar entrar de graça.

 De lá, próxima parada é o Jardin des Plants (57 Rue Cuvier) que irão andando. Acho que essa
entrada é do museu, vale a pergunta caso não queiram ir no museu lá dentro e só passear no
parque. De qq forma, a entrada por aí é boa para ir subindo até o outro lado do parque e sair na
beira do Rio Sena.

 Saindo por cima a beira do rio, andar um pouco para a esquerda e pegar na estação de ônibs
chamada Gare d'Austerlitz o ônibus 63 e descer na estação Université Paris VI. Então andar um
pouco até a segunda ponte chamada Pont de La Tournelle e atravessar o Rio Sena para o outro
lado, na Ilê Saint-Louis (Ilha de São Luis) e seguir reto até chegarem na sorveteria Sorvete Berthillon.
Comprem e já vão andando para o sentido da Pont Saint-Louis para chegarem por trás da
Cathédrale Notre-Dame de Paris. Passar a ponte e ir para o lado esquerdo, para beirar seu gramado
até chegar na frente da igreja.
 Tem que entrar na igreja, lá dentro é demais, façam toda a volta por de trás do altar que vale a
pena! Os vitrais são os mais belos do mundo, parem um pouco e curtam o momento. Só espero que
não tenha muita fila e esteja aberta ao público por conta do incêndio há pouco tempo. Não pode
tirar fotos lá dentro, os seguranças reclamam, pq a galera usa flash. Então com celular sem flash,
rola tirar rapidamente umas fotos sim.

 Saindo de lá, atravessem novamente o Rio Sena pegando a Pont des Coeurs (Ponte dos Corações),
virem a esquerda e busquem logo na beira do rio a livraria Shakspere and Co. Tenho certeza que
irão adorar lá dentro. Eles tem uns banquinhos na parte de fora. Lá dentro pode pegar o livro e dar
uma folheada e até lida. Só pegar um, sentar em qq lugar no apertado espaço e pronto. Descansem
um pouco... Tomem um café.

 Então se ainda estiver cedo, vale a pena irem para casa, descansar um pouco e depois voltarem
para esse centrinho do Quartier Latin ou Marrais para irem em algum barzinho. Vale dar uma
pesquisada nas opções pela internet, tem muito site brasileiro dando dicas. Coloquem “os melhores
bares de Paris” no Google e pronto, só escolher. Muitos bares em Paris fecham cedo, umas 2h da
manhã, então vale dar uma olhada antes.

08/09/2019 - domingo
 Starbucks / Operá / Musée du Parfum / Lafayette (com rooftop) / Sacré Coeur / Ville des Artistes /
Montmartre (Dali) (provar escargot) / Pizza (onde elas tiveram indicação)

 Comecem o dia indo para a Operá e deixem para tomarem um café ou mesmo o próprio café da
manhã na Starbucks (não sei se gostam) ao lado da estação de metro Operá antes de iniciarem os
passeios. Digo isso, pq essa Starbucks é muito bonita, gigante e vale a pena passar rapidamente. O
endereço é: 3, Boulevard des Capucines.

 Depois é seguir para a frente da Operá e curtir o local. É muito bonito lá dentro, mas não sei se
estará aberta para a visitação. Sei que tem que pagar. Eu me contentei de vê-la por fora. Um dia fui
num concerto e gostei bem – mas não será o caso nesta viagem de vcs. O passeio lá é um pouco
demorado e vcs terão bastante coisa pra ver nesse último dia de Paris. Então eu seguiria em frente.

 Depois vcs terão duas opções: 1. Ir para a Lafayette direto. 2. Ir no Museu do Perfume (lembro de
terem falado algo disso). Os dois ficam um do lado do outro. No museu do perfume eu nunca entrei,
então não sei dizer ao certo se é legal ou não. O Musée du Parfum fica na 3-5, Square de l'Opéra-
Louis Jouvet.

 Saindo do museu ou da Operá, é seguir para a Lafayette. Normalmente ela abre às 8h30, mas no
domingo só às 11h. A Lafayette fica bem atrás da Operá. Acho que não devem gastar muito tempo
dentro dela para poderem curtir o dia lá na região da cidade alta de Paris, aonde irão na sequencia.
Entrem para ver o centro do shopping e olhem para cima, lindo demais os vitrais. Tem lojas
caríssimas e outras nem tanto, é enorme. Depois de darem uma passeada, subam para o rooftop
(terrace em Francês) que abre às 12h nos domingos. Entrada gratuita. Tirem umas fotos e se
mandem para o próximo destino.

 Saindo da Lafayette peguem o metrô para irem para a Igreja Sacré-Coeur. Buscar a estação Saint-
Lazare Train Station e pegar a linha 12 sentido Front Populaire e descer depois de cinco estações na
Abbesses. Então andar mais uns 350 metros pela Rue Yvonee Le Tac até chegar na estação
Funiculaire Gare Basse (Funiculaire Terminal Baixo) para subirem de bondinho até a Sacré-Coeur
direto sem ter que pegar os 300 degraus de subida.

 Chegando lá em cima é seguir o fluxo de pessoas até a entrada da igreja, escadaria e vista
deslumbrante da cidade de Paris. Tirem fotos até cansar, depois entrem na igreja que vale tb muito
a pena – a nossa preferida no mundo. Ela é linda, lá dentro é enorme e se bobear estará tendo missa
qdo chegarem, mas tudo bem, podem entrar de boa para conhecer. É só não fazer barulho –
normal.

 Depois é ir andando pela lateral esquerda da igreja e entrar na primeira rua a esquerda e depois a
esquerda de novo até o fim, então chegando na praça dos artistas, que será um boulevard com um
monte de gente vendendo quadros na praça, querendo fazer desenhos de vcs, vários restaurantes e
lojinhas de souvenirs (lembrancinhas).

 Coisas pra verem nesse bairro que se chama Montmartre:


- Estando na praça dos artistas, coloquem o restaurante Chez Plumeau somente como referência
para andarem por ruas mais calmas e cheio de boas surpresas. Como logo na sequencia o Museu
Dalí (Espace Montmartre Dali)
- Depois sigam nessa ruela e busquem pelo restaurante que estará embaixo da rampa, chamado Le
Troubadour. Foi onde comemos nosso primeiro escargot, diferente e foi legal e gostoso, parece com
shitake na manteiga.
- Depois de comer, sigam em frente na rua até o final, depois virem levemente à esquerda e direita.
Então avistarão a casa Auberge de La Bonne Franquette. Leiam a placa que está no centro da
parede na parte superior, ótima surpresa artística/histórica. Caso tenham dúvidas para traduzir,
usem o Google Translator ou me mandem msg! rs
- Rodem pra tudo quanto é lado lá em cima. A graça do lugar é essa, ir descobrindo as coisas, cada
canto, lugares, etc. Sempre que virem uma escadaria para descer, não faça, pois sairão dessa parte
boêmia e alta de Montmartre. Sentem, curtam o último dia de Paris, procurem pela pizzaria que
indicaram para vocês.

 Aí é aquela coisa... Se tiverem visto tudo, comido e curtido o lugar... Voltem para a frente da igreja,
desçam pela escadaria frontal, entrem num metrô e voltem para o lugar que mais gostaram para
curtir novamente mais um pouquinho do melhor de Paris para vocês. Depois ou antes de irem para
esse lugar escolhido, voltem pra casa, deixem tudo arrumado para voltarem para Londres. Vocês
sairão de madrugada.

 Não sei se vcs viram e gostam do filme Amelie Poulin. Mas o bar/restaurante que foi filmado o filme
e que ela trabalhava (não lembro direito agora), fica perto da estação Abbesses que desceram na
chegada. É andar uns 10 minutos no máximo do fim da escadaria até o restaurante Café des Deux
Moulins (Café dos Dois Moinhos) na 15, Rue Lepic. Depois é descer a rua até a estação Blanche e
seguir viagem para onde quiserem ir.

09/09/2019 - segunda-feira
 Paris > Londres
 Aeroporto CDG saída do voo às 07:10
Para chegar no aeroporto umas 05:10, não terá metrô ou trem, terão que pegar ônibus ou Uber
(por volta de €30 a €40).

 Acho que de Uber além de ser mais seguro e te deixar na porta do aeroporto, não tem como errar.
Teria que andar uns 10 minutos até pegar o ônibus para uma estação central e depois ainda teria
que pegar mais um até o aeroporto. Pegar o ônibus para quem não está acostumado de madrugada
pode ser uma experiência ruim de não saber onde está direito, ficar tenso com o tempo, etc.

 De 15 a 20 euros pra cada está tranquilo para chegarem com calma e tempo. Contem uns 40
minutos para chegar lá, então saiam do apto umas 04:20. Talvez possa ser mais rápido por ser de
madrugada, mas não vacilem com o horário.

 Combinem antes com o proprietário comofarão a entrega das chaves e apartamento, pois terão que
sair de madrugada. As vezes vale combinar no fim da noite de domingo com ele lá e combinar um
lugar escondido para deixar chave, por exemplo.

As palavras que não têm a pronúncia logo abaixo é porque se fala do jeito que escreve.

Bonjour = Bom dia ou Boa tarde


("Bonjur")
Bonsoir = Boa noite
("Bonsoár")
Bonne nuit = Boa noite para dormir (Só para pessoas com intimidade)

Coucou = Oi / Olá (Só para pessoas com intimidade)


("Cucu")

Pardon = Desculpe
(párdon)

Je ne parle pas français = Eu não falo francês


("Je ne parle pá francé")

Vous parlez anglais ? = Você fala inglês?


("Vu parlê ãnglé")
Merci = Obrigada
De rien = De nada
(de riã)

Oui = Sim
("Uí")
Non = Não

Ça va = Tudo bem (pergunta ou resposta)


(sává)

S'il vous plaît = Por favor


("Sivuplé")

Excusez moi = Com licença


("Excusêmoá")

Escrito nas portas:


Entrée = Entrada
Sortie = Saída
Poussez = Empurre
Tirez = Puxe

No restaurante:
Menu = Cardápio, mas...
Menu também significa a refeição completa (entrada, prato principal e sobremesa). Normalmente é tudo isso
por um preço só. Então qdo estiver escrito “menu pour 15€” sabe-se que é a refeição completa – vale a pena.

Carrafe d'eau = Garrafa de água


("Carrafe dô")
Essa água é da torneira e de graça, pode beber sem preocupações. Se quiser água mineral lacrada para comprar,
precisa pedir uma garrafa de água desta forma: Bouteille d'eau ("Butéie dô")

Au revoir = Tchau
("Ôrrevoár")