Você está na página 1de 35

CONCURSO PÚBLICO PARA O PROVIMENTO DE VAGAS NO

CARGO DE AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL


EDITAL Nº 1/2019 - ASP-DGAP, DE 24 DE JULHO DE 2019 - NORMATIVO

Agente de Segurança Prisional de 3ª Classe

INSTRUÇÕES

ES a
• Você receberá do fiscal:

AD rov
o um caderno de questões das provas objetiva e discursiva contendo 60 (sessenta) questões de múltipla escolha, com 5 (cinco)
alternativas de resposta cada uma e apenas 1 (uma) alternativa correta, e 1 (uma) questão discursiva;
o uma folha de respostas personalizada da prova objetiva; e

ep
o uma folha de texto definitivo da prova discursiva.
• Quando autorizado pelo fiscal do IADES, no momento da identificação, escreva no espaço apropriado da folha de respostas da prova
objetiva, com a sua caligrafia usual, a seguinte frase:
ba o d
Todo mundo pode!

aI
Verifique se estão corretas a numeração das questões e a paginação do caderno de questões, bem como a codificação da folha de
at

respostas da prova objetiva e da folha de texto definitivo da prova discursiva.


nc
• Você dispõe de 4 (quatro) horas para fazer as provas objetiva e discursiva e deve controlar o tempo, pois não haverá prorrogação
pe rm

desse prazo. Esse tempo inclui a marcação da folha de respostas da prova objetiva e o preenchimento da folha de texto definitivo da
prova discursiva.
• Somente 1 (uma) hora após o início da prova, você poderá entregar sua folha de respostas da prova objetiva, a folha de texto defini-
fo

tivo da prova discursiva e o caderno de provas, bem como retirar-se da sala.


la

• Somente será permitido levar o caderno de questões das provas objetiva e discursiva 3 (três) horas e 30 (trinta) minutos após o início
ica o no

da prova.
• Após o término da prova, entregue ao fiscal do IADES a folha de respostas da prova objetiva, devidamente assinada, e a folha de
texto definitivo da prova discursiva.
• Deixe sobre a carteira apenas o documento de identidade e a caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente.
do
 a ead

• Não é permitida a utilização de nenhum aparelho eletrônico ou de comunicação.


• Não é permitida a consulta a livros, dicionários, apontamentos e (ou) apostilas.
• Você somente poderá sair e retornar à sala de aplicação de provas na companhia de um fiscal do IADES.
• Não será permitida a utilização de lápis em nenhuma etapa da prova.
as
pl

I N S T R U Ç Õ E S PA R A A P R O VA O B J E T I VA E D I S C U R S I VA
 B

• Verifique se os seus dados estão corretos na folha de respostas da prova objetiva e na folha de texto definitivo da prova discursiva.
Caso haja algum dado incorreto, comunique ao fiscal.
• Leia atentamente cada questão e assinale, na folha de respostas da prova objetiva, uma única alternativa.
• A folha de respostas da prova objetiva e a folha de texto definitivo da prova discursiva não podem ser dobradas, amassadas, rasuradas
ou manchadas e nem podem conter nenhum registro fora dos locais destinados às respostas.
• O candidato deverá transcrever, com caneta esferográfica de tinta preta, as respostas da prova objetiva para a folha de respostas e o
texto definitivo da prova discursiva para a folha de texto definitivo.
• A maneira correta de assinalar a alternativa na folha de respostas da prova objetiva é cobrir, fortemente, com caneta esferográfica de
tinta preta, o espaço a ela correspondente.
• Marque as respostas assim:

Realização: simulado
Preparatório para Concursos
P R O VA O B J E T I VA
(b) O acréscimo do sinal indicativo de crase é facultativo
CONHECIMENTOS GERAIS em “atende a suas próprias necessidades”.
(c) O trabalho penal é supostamente mais eficaz como téc-
LÍNGUA PORTUGUESA nica de correção do detento, quando intervém uma re-
(Márcio Wesley) tribuição na forma de salário a fim de medir o progresso
de sua regeneração.
Texto 1 para responder às questões de 1 a 4. (d) Os acentos gráficos em “próprias” (linhas 1 e 2), “ope-
rário” (linha 2) e “hábito” (linha 6) justificam-se com
1 O trabalho pelo qual o condenado atende a suas pró- base na mesma regra gramatical.
prias necessidades requalifica o ladrão em operário dócil. E (e) A palavra “que” (linha 6) é um pronome relativo e in-
é nesse ponto que intervém a utilidade de uma retribuição troduz oração subordinada adjetiva.
pelo trabalho penal; ela impõe ao detento a forma “moral”
5 do salário como condição de sua existência. O salário faz QUESTÃO 3
com que se adquira “amor e hábito” ao trabalho; dá a esses Acerca dos aspectos semânticos e gramaticais do texto, assi-
malfeitores que ignoram a diferença entre o meu e o teu o nale a alternativa correta.
sentido da propriedade — daquela que se ganhou com o (a) O trabalho penal não tem no salário a recompensa por
suor do rosto; ensina-lhes também, a eles que viveram na uma produção, porque, na verdade, esse labor visa repor
10 dissipação, o que é a previdência, a poupança, o cálculo despesas da sociedade com as necessidades do preso.
do futuro; enfim, propondo uma medida do trabalho feito, (b) O travessão da linha 8 e os dois-pontos da linha 15 reti-
permite avaliar quantitativamente o zelo do detento e os ficam o significado de termos precedentes.
progressos de sua regeneração. O salário do trabalho penal (c) A omissão da preposição “com” (linha 6) provocaria al-
não retribui uma produção; funciona como motor e marca teração do sentido do texto, mas preservaria a correção
15 transformações individuais: uma ficção jurídica, pois não gramatical do período.
representa a “livre” cessão de uma força de trabalho, mas (d) As aspas empregadas ao longo do texto servem para
um artifício que se supõe eficaz nas técnicas de correção. demarcar palavras tomadas em sentido irônico.
(e) A forma verbal “permite” (linha 12) apresenta sujeito
(Michel Foucault. Vigiar e Punir, p. 272).
elíptico, que pode ser identificado no texto como “retri-
buição pelo trabalho penal”.
QUESTÃO 1
Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do QUESTÃO 4
texto, assinale a alternativa correta. Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto,
(a) O trabalho penal proporciona ao detento a oportuni- assinale a alternativa correta.
dade para aprender o que é propriedade como fruto (a) O trecho “uma medida do trabalho feito...” (linha 11)
do suor do rosto, mas não constitui recompensa por pode ser reescrito, mantendo a correção gramatical, da
uma produção. seguinte forma: “...uma medida de o trabalho feito...”.
(b) A inserção de vírgula após “malfeitores” (linha 7) e (b) O trecho entre as linhas 8 e 9 (“...daquela que se ganhou
após “teu” (linha 7) favorecerá a clareza do texto, sem com o suor do rosto...”) poderia ser reescrito, sem al-
comprometer a correção gramatical e o sentido original. terar o sentido ou prejudicar as regras gramaticais, da
(c) O termo “se” em “O salário faz com que se adquira” seguinte forma: “...daquela que foi ganha com o suor
(linhas 5 e 6) poderia ser posicionado de forma enclíti- do rosto...”.
ca, mantendo a correção gramatical: “O salário faz com (c) A expressão “a utilidade de uma retribuição” (linha 3)
que adquira-se”. exerce função sintática de objeto direto da forma verbal
(d) Os dois-pontos após “individuais” (linha 15) são em- “intervém” (linha 3).
pregados diante de uma enumeração de termos de mes- (d) O pronome “onde” poderia substituir a expressão “pelo
ma função sintática. qual” (linha 1), mantendo a correção gramatical.
(e) A forma verbal “requalifica” (linha 2) poderia ser fle- (e) A preposição de em “a utilidade de uma retribuição”
xionada no plural para concordar com “necessidades”. poderia ser substituída pela preposição para, sem alte-
rar o sentido do texto.
QUESTÃO 2
Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto,
assinale a alternativa correta.
(a) As palavras “existência” (linha 5), “salário” (linha 5)
e “previdência” (linha 10) recebem acento conforme a
regra de paroxítonas terminadas em “a, e, o” seguidos
ou não de “s”.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 2


Texto 2 para responder às questões de 5 a 8. um texto narrativo, porque apresenta um personagem
datado no tempo e a sequência de suas ações na história.
1 Cesare Lombroso (1835-1909) é considerado o (c) O texto é predominantemente informativo-argumen-
pai da criminologia moderna. Adepto da fisiognomia, tativo, já que pretende não apenas apresentar dados e
ele propôs um extenso estudo das características físicas explicações que visam ao entendimento da teoria de
de loucos, criminosos, prostitutas e “pessoas normais”, Cesare Lombroso, mas também mostrar alguns juízos
5 em sua Itália natal. Hoje em dia, a maior parte de suas con- de valor, críticas a suas ideias.
clusões soam preconceituosas e tendenciosas, sendo que a (d) O texto é predominantemente descritivo, já que seu
maior parte das características citadas não aparecem numa objetivo principal é mostrar os aspectos físicos que
porcentagem realmente impressionante para serem consi- Lombroso apontava como típicos de cada espécie de
deradas padrão de uma pessoa má. criminoso.
10 Não obstante, o estudioso parece firme em suas con- (e) Trata-se de um texto com predominância descritiva,
vicções e foi bastante respeitado em seu tempo, e algu- com traços de narração de fundo histórico sobre o de-
mas dessas noções – infelizmente – são ouvidas ainda hoje senvolvimento de uma teoria precursora da moderna
com uma frequência alarmante. criminologia.
 Para começar, os criminosos seriam mais altos que a
15 média (e isso significava 1,69m em Veneza e 1,70 na Ingla- QUESTÃO 6
terra), teriam crânios menores que os dos homens “nor- Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do
mais” e maiores do que os crânios dos “loucos”, além de texto, assinale a alternativa correta.
uma aparência desagradável, mas não deformada, sendo (a) A palavra “parte” (linha 5) exerce a função sintática
que estupradores e sodomitas teriam feições feminilizadas. de núcleo do sujeito da forma verbal “soam” (linha 6).
20 Outras características comuns seriam orelhas de (b) Ainda hoje as noções de fisiognomia de Lombroso são
abano, nariz adunco, queixo protuberante, maxilar largo, ouvidas com frequência alarmante.
maçãs do rosto proeminentes, barba rala, cabelos revol- (c) O período “a maior parte das características citadas não
tos, caninos bem desenvolvidos (olha só uma prerroga- aparecem numa porcentagem” (linhas 6 a 8) poderia ser
tiva para vampiros aí), cabelos e olhos escuros. Ladrões reescrito, sem alteração semântica ou prejuízo gramati-
25 teriam olhar esquivo, já os assassinos um olhar firme e cal, da seguinte forma: “a maior parte das caracterís-
vidrado. Seriam ainda especialmente insensíveis às dores. ticas citadas não encontra-se numa porcentagem”.
 Socialmente, criminosos teriam preferência por tatu- (d) O emprego do sinal indicativo de crase na linha 26 é
agens, o que provaria sua insensibilidade à dor. Os locais obrigatório, pois existe a fusão da preposição “a” com
preferidos para tatuagens em geral (não necessariamente o artigo definido feminino singular “a”.
30 entre criminosos) seriam os ombros, o peito (marinheiros), (e) No trecho “...criminosos teriam preferência por tatuagens,
a parte interna do braço e os dedos (mineiros). Criminosos o que provaria sua insensibilidade à dor. Os locais prefe-
teriam tatuagens nas costas ou nos genitais, muitas vezes ridos para tatuagens em geral...” (linhas 27 a 29), as pa-
denotando uma gangue ou imagens obscenas. Criminosos lavras destacadas pertencem à mesma classe gramatical.
seriam ainda infantis, empáticos e extremamente vaidosos
35 (a ponto de facilitar o trabalho de seus perseguidores) QUESTÃO 7
e teriam um senso de moral extremamente apurado. Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do
Isso sem contar seu interesse antinatural pelo mórbido. texto, assinale a alternativa correta.
 Entre as mulheres, o que denotaria o potencial criminoso (a) A forma verbal “aparecem” (linha 7) denota concor-
seria uma certa masculinidade nos traços e na voz, causados dância com a expressão “a maior parte” (linha 5). Sua
40 por um excesso de pelos corporais, verrugas, cordas vocais flexão no singular (aparece) acarretaria incorreção
grossas com relação à laringe, mamilos pequenos ou muito gramatical.
grandes e mesmo sua forma de escrever. As mulheres cri- (b) Na linha 14, ocorre oração subordinada reduzida de in-
minosas seriam em geral mais cruéis que os homens, e finitivo com valor de finalidade (para começar).
possuiriam vitalidade, reflexos e força incomuns. (c) A reescrita “...ainda hoje, infelizmente, é frequênte
ouvir-se alguma noção preconceituosa com base nos
https://construindovictoria.wordpress.com/2013/03/04/as- estudos de Lombroso” pode substituir, sem prejuízo
-caracteristicas-de-um-criminoso-segundo-cesare-lombroso/,
gramatical, o trecho original: “...algumas dessas noções
acesso em 20/8/2019, com adaptações.
– infelizmente – são ouvidas ainda hoje com uma fre-
QUESTÃO 5 quência alarmante”.
(d) No trecho “As mulheres criminosas seriam em geral
Com relação à tipologia, assinale a alternativa correta.
mais cruéis que os homens...”, os termos em destaque
(a) Os dois primeiros parágrafos caracterizam a estrutura
apresentam funções sintáticas distintas.
e a linguagem de um texto argumentativo que procura
(e) A preposição “para” (linha 8) introduz oração que
demonstrar a atualidade das teses de Lombroso.
estabelece uma relação de consequência com a ora-
(b) O primeiro parágrafo corresponderia à introdução de
ção anterior.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 3


o detento à liberdade.
QUESTÃO 8 (c) O propósito principal do texto, como um todo, é di-
Levando em conta aspectos de coesão textual, de estrutura gra- vulgar a disponibilidade de mão de obra carcerária e
matical e de sentidos do texto, assinale a alternativa correta. ainda reforçar a importância do papel ressocializador
(a) É possível retirar o elemento “dos” no trecho “teriam que o trabalho penal pode exercer no caminho de uma
crânios menores que os dos homens normais” (linhas mudança de vida do detento.
16 e 17), mantendo-se ainda o paralelismo sintático e a (d) Na frase da legenda na imagem: “A mudança é uma
coerência textual. porta que se abre por dentro”, ocorre o pronome “se”
(b) No primeiro parágrafo, as ocorrências de “sua” (linha com valor reflexivo.
5) e “suas” (linha 5) possuem o mesmo referente: Ce- (e) A ideia de abrir a porta por dentro empodera apenas o
sare Lombroso. agente prisional no processo de conduzir o detento em
(c) Está inadequado o emprego do pronome demonstrati- sua ressocialização.
vo “Isso” (linha 37) na referência ao trecho precedente.
Deve ser substituído por “Isto”. QUESTÃO 10
(d) O valor semântico de “ainda” (linha 34), no trecho A Redação Oficial pode ser entendida como a maneira pela qual
“Criminosos seriam ainda infantis”, equivale ao aspec- o Poder Público redige comunicações oficiais e atos normati-
to temporal da linha 12: “...são ouvidas ainda hoje”. vos. Com base no Manual de Redação Oficial da Presidência
(e) Contrariamente ao nível de linguagem predominante da República, cuja terceira edição foi publicada em 2018, apli-
no texto em geral, com frequentes aspectos informais cado à Administração Pública Federal, e com base no Decreto
próprios para conteúdo informativo disponível na In- n. 9.758, de 11/4/2019, assinale a alternativa correta.
ternet, o trecho entre parênteses nas linhas 23 e 24 re- (a) Está abolida a nomenclatura de expedientes administra-
vela uma estrutura formal atípica. tivos na forma de ofício, aviso e memorando, para tratar
de documentos com finalidades distintas, passando-se a
Texto 3 para responder à questão 9. utilizar apenas o termo ofício nas três hipóteses citadas.
(b) O cabeçalho dos expedientes administrativos é utiliza-
do em todas as páginas do documento e deve ser centra-
lizado, com margem superior de 2,0 cm.
(c) O local e a data de emissão do documento podem ser
inseridos no início ou no final do documento, alinhados
à esquerda ou à direita, sendo, portanto, facultativo ao
servidor que estiver redigindo o documento.
(d) O texto do documento a ser expedido deve ter introdu-
ção e conclusão apenas, e deve acrescentar desenvolvi-
mento quando se tratar de mero encaminhamento.
(e) Ao Presidente da República, é correto utilizar o vocati-
vo Vossa Excelência e o destinatário “Ao Senhor”.

REALIDADE ÉTNICA, SOCIAL, HISTÓRICA,


GEOGRÁFICA, CULTURAL, POLÍTICA E
ECONÔMICA DE GOIÁS
(Kléber Caverna)

QUESTÃO 11
“Anhanguera”, apelido dado pelos índios, foi um bandeirante
(sertanista) do século XVIII. O “diabo velho”, como era popu-
https://www.dgap.go.gov.br/projetos-2/projeto-mao-de- larmente chamado, ficou conhecido por ter descoberto ouro na
-obra-carceraria/cartilha-mao-de-obra-carceraria.html, região dos sertões (interior) do estado de Goiás. De acordo com
acesso em 21/8/2019.
uma lenda indígena, o bandeirante jogou pinga num rio e pro-
QUESTÃO 9 vocou fogo, ameaçando colocar fogo nos outros rios. Assusta-
dos, os indígenas o apelidaram de “Anhanguera”, que significa
Considerando a imagem acima, em conjunto com as frases ver- “diabo velho”.
bais, e ainda levando em conta a interação entre informações
verbais e não verbais, assinale a alternativa correta. O texto anterior narra a história de qual importante ban-
(a) A grafia de “mão de obra” contraria o padrão oficial da deirante que, por volta da década de 1680, entrou pelo sertão
ortografia vigente. de Goiás para aprisionar índios e, posteriormente, comercia-
(b) O texto caracteriza a tipologia injuntiva, com orienta- lizá-los como escravos?
ções para o receptor realizar ações que visam conduzir (a) Fernão Dias Pais.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 4


(b) Manuel Borba Gato. QUESTÃO 13
(c) Domingo Jorge Velho. Nas duas últimas décadas, Goiás conseguiu atrair para o Estado
(d) Bartolomeu Bueno da Silva. algumas das maiores montadoras de veículos do mundo, Mit-
(e) Antônio Raposo Tavares. subishi, John Deere, Suzuki e Hyundai, que realizaram, nos
últimos anos, investimentos de mais de R$ 2,4 bilhões. Tão
QUESTÃO 12
logo se consolidaram, as empresas se expandiram, aumentaram
Observe o mapa a seguir: a linha de produção e, consequentemente, a geração de empre-
gos. Nesta última década, geraram mais de 10 mil empregos. A
primeira das montadoras a se instalar em Goiás foi a Mitsubishi
Motors do Brasil. Ela foi instalada em 1998, em uma área cons-
truída de 14 mil metros quadrados. O primeiro veículo a sair da
fábrica foi o L200, com cabine dupla, motor a diesel e tração
nas quatro rodas.
A respeito da indústria voltada às montadoras no estado de
Goiás, podemos dar destaque para as cidades de
(a) Goiânia e Itumbiara.
(b) Catalão e Anápolis.
(c) Senador Canedo e Goiânia.
(d) Anápolis e Aparecida de Goiânia.
(e) Catalão e Itumbiara.

QUESTÃO 14
O estado de Goiás é conhecido pelas manifestações culturais
A Divisão Regional do Brasil em Mesorregiões e Microrregiões e religiosas. O folclore goiano é um algo importante para os
Geográficas vigente foi aprovada pela Presidência do IBGE atra- moradores da capital e do interior do Estado. Quando falamos
vés da Resolução (PR) n. 51 de 31/07/89. A Divisão Regional do de manifestações culturais, percebemos a bela mistura das cul-
Brasil em mesorregiões, partindo de determinações mais amplas turas de vários povos, como índios, portugueses e africanos. A
a nível conjuntural, buscou identificar áreas individualizadas em influência religiosa também é muito forte.
cada uma das Unidades Federadas, tomadas como universo de A respeito das principais e das mais antigas e importantes festas
análise, e definiu as mesorregiões com base nas seguintes dimen- do Estado, podemos dizer que
sões: o processo social como determinante, o quadro natural (a) considerada uma das cerimônias mais tradicionais do
como condicionante e a rede de comunicação e de lugares como estado de Goiás, a Procissão do Fogaréu acontece há
elemento da articulação espacial. De acordo com a Resolução da cerca de 260 anos, sempre na ocasião do Natal. A pro-
Presidência (PR) n. 11, de 5 de junho de 1990, Goiás é dividido cissão encena o nascimento de Jesus Cristo.
em 5 mesorregiões: Centro Goiano, Leste Goiano, Noroeste, (b) a Congada de Catalão é uma festa brasileira que aconte-
Norte Goiano, Sul Goiano. Tomando por base as mesorregiões ce desde 1876, e a comemoração mistura o catolicismo
do estado de Goiás, podemos dizer que e os ritos afros. Essa manifestação religiosa é celebrada
(a) as cidades de Niquelândia, Porangatu e Cavalcante são até hoje, na sexta-feira da paixão.
importantes municípios da mesorregião indicada pelo (c) a Romaria do Muquém acontece anualmente de 5 a 15
número “I”. de agosto em Pirenópolis e celebra a lenda em que Nos-
(b) as cidades de Catalão, Pires do Rio e Aragarças são sa Senhora da Abadia operou vários milagres, favore-
importantes municípios da mesorregião indicada pelo cendo escravos que conseguiram escapar com vida do
número “III”. quilombo, e alguns portugueses que eram pegos garim-
(c) as cidades de São Miguel do Araguaia, Ceres e Goiás pando sem licença.
são importantes municípios da mesorregião indicada (d) a Festa em Louvor ao Divino Pai Eterno em Catalão é
pelo número “II”. considerada a festa mais importante do estado, e relatos
(d) as cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Pirenó- indicam que a romaria começou em 1840, no arraial do
polis são importantes municípios da mesorregião indi- Barro Preto, local esse em que os moradores encontra-
cada pelo número “IV”. ram um medalhão de barro. A romaria acontece entre a
(e) as cidades de Cristalina, Formosa e Goianésia são im- última semana de junho e o primeiro domingo de julho.
portantes municípios da mesorregião indicada pelo (e) desde 1820, Pirenópolis emociona seus habitantes
número “V”. com a festa das Cavalhadas, com a encenação da ca-
tequização dos escravos e índios brasileiros, feitas pe-
los jesuítas.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 5


RACIOCÍNIO LÓGICO ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO
(Aclésio Moreira) (Kátia Lima)

QUESTÃO 15 QUESTÃO 18
Considere que, em uma unidade prisional do Estado de Goiás, Um agente penitenciário, segundo padrões gerais de ética, não
em um dia de serviço, estejam escalados 18 agentes prisionais. deve:
Durante o serviço, esses agentes prisionais devem se dividir em (a) zelar pela integridade física e moral de funcionários e
duplas para realizar as rondas na unidade prisional. Cada ronda visitantes.
é realizada por uma dupla diferente e dura exatamente duas (b) ser reservado no trato de assuntos relacionados ao ser-
horas. Dessa forma, considerando que um serviço na unidade viço que possam comprometer a segurança e o bom an-
prisional tem duração de 24 horas, quantos serviços completos damento do serviço.
de 24 horas podem ser realizados até que seja necessário repetir (c) zelar pela integridade física e moral dos presos.
as duplas? (d) compactuar com faltas cometidas por colegas.
(a) 10 (e) manter a disciplina e a segurança da unidade.
(b) 20
(c) 12 QUESTÃO 19
(d) 13 “É particular, temporal e normativa”, essa descrição se refere às
(e) 15 características da(o)(s):
(a) ética.
QUESTÃO 16 (b) valores.
Considere a proposição P: “Se Carlos fez a escolta dos presos (c) principio.
ou Paulo orientou presos quanto às normas disciplinares, então (d) virtudes.
Pedro acompanhou a movimentação de presos na unidade”. O (e) moral.
número de linhas da tabela-verdade da proposição P é:
(a) 2 QUESTÃO 20
(b) 4 Ética profissional é o conjunto de normas éticas que formam a
(c) 16 consciência do profissional e representam imperativos de sua
(d) 8 conduta. São condutas esperadas de um agente penitenciário:
(e) 32 (a) Respeito com as características físicas e men-
tais de todos.
QUESTÃO 17 (b) Respeito com a escolha sexual, de religião, de opinião
Considere a tabela a seguir a respeito do número de vagas para política ou de filosofia de vida de forma ampla com co-
ampla concorrência e para os candidatos com deficiência no legas e de forma restrita com presos.
concurso para o provimento de vagas no cargo de agente de (c) Não assunção de consequências.
segurança prisional do Estado de Goiás. (d) Desrespeito à hierarquia.
(e) Levar documentos sigilosos da repartição sem autori-
zação do superior.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

DIREITO CONSTITUCIONAL
(Wellington Antunes)

QUESTÃO 21
Alan e Salom travaram intenso debate a respeito dos princípios
Uma das vagas constante na tabela acima será selecionada. fundamentais da República Federativa do Brasil. Alan defendia
Qual a probabilidade de que a vaga selecionada seja uma vaga que o Brasil adota a forma republicana de estado, e que entre
destinada ao Entorno de Brasília – Luziânia? os fundamentos encontra-se a independência nacional. Salom,
(a) 10% por sua vez, defendia que o princípio da livre-iniciativa, o qual
(b) 45% rege as relações internacionais do Brasil, não pode se sobrepor
(c) 18% às regras de defesa do consumidor.
(d) 70% A esse respeito, é correto afirmar que:
(e) 14% (a) Alan e Salom estão totalmente corretos.
(b) Alan está errado, e Salom está totalmente correto.
(c) Salom está totalmente errado.
(d) Alan está errado, somente porque a independência na-
SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 6
cional é princípio que rege as relações internacionais. voluntariamente.
(e) Alan está totalmente errado, e Salom parcialmen- (c) irredutibilidade impede que os subsídios recebidos pe-
te correto. los juízes sofram qualquer espécie de desconto, de na-
tureza tributária ou previdenciária.
Após amplas apurações, determinado fiscal constatou a (d) permutabilidade permite que os juízes permutem o ór-
possível prática, por um grupo de pessoas, de crimes contra a gão que titularizam com outro juiz, ainda que vinculado
ordem tributária, encaminhando peças de informação ao Minis- a ente federativo diverso.
tério Público, que realizou novas investigações, desta feita, sob (e) preferibilidade assegura aos juízes a possibilidade de
o prisma criminal. Foi apurado que existiam provas da prática acesso preferencial a qualquer espaço público ou pri-
dos referidos crimes na casa de Jotta, um dos suspeitos. vado, desde que o “ato de acesso” seja fundamentado.

QUESTÃO 22 QUESTÃO 25
À luz da sistemática constitucional afeta aos direitos e deve- Após amplos debates, um grupo de estudantes concluiu que
res individuais, é correto afirmar que os agentes do Ministério o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é órgão de controle
Público externo do Poder Judiciário; somente é integrado por membros
(a) poderiam ingressar a qualquer momento na casa de do Poder Judiciário e tem competência para rever os atos juris-
Jotta, sem o seu consentimento, bem como determinar dicionais praticados pelos órgãos controlados.
a interceptação telefônica, independentemente de or- À luz da sistemática constitucional, essa conclusão está:
dem judicial. (a) totalmente incorreta, já que dissonante da ordem cons-
(b) somente poderiam ingressar na casa de Jotta com o seu titucional.
consentimento. (b) parcialmente incorreta, pois o CNJ também exerce o
(c) poderiam ingressar na casa de Jotta, sem o seu consen- controle externo sobre outros órgãos.
timento, com ordem judicial e somente durante o dia. (c) parcialmente incorreta, já que o CNJ pode controlar
(d) poderiam ingressar na casa de Jotta, sem o seu consen- atos jurisdicionais quando autorizado.
timento, com ordem judicial, de dia ou à noite. (d) parcialmente incorreta, pois o CNJ também possui
(e) não poderiam, em qualquer hipótese, ingressar na membros estranhos ao Judiciário.
casa de Jotta. (e) totalmente correta, já que harmônica com a ordem
constitucional.
Michael nasceu no território brasileiro quando seus pais,
Joseph e Moana, cidadãos franceses, aqui se encontravam pelo QUESTÃO 26
período de dois meses em gozo de férias. Logo após o nasci- José e Márcio, advogados, travaram discussão acerca do papel
mento, foi levado pelos pais para a França, somente retornando do Estado no contexto da segurança pública, mais especifi-
ao Brasil 21 anos depois. Ao retornar, teve grande afeição pela camente acerca da segurança viária. Em relação a esse tema,
cultura brasileira e decidiu que iria estudar para concursos pode-se afirmar que
públicos e, posteriormente, candidatar-se ao cargo de Presi- (a) compreende a educação, engenharia e fiscalização de
dente da República tão logo alcançasse a idade exigida. trânsito, bem como a execução de atividades de polícia
judiciária e apuração de infrações penais em matéria de
QUESTÃO 23 trânsito, além de outras atribuídas em lei aos agentes
À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar que a de trânsito.
futura candidatura de Michael, caso observados os demais (b) compete, no âmbito dos Municípios, às guardas muni-
requisitos exigidos: cipais, que poderão cumular com essa outras ativida-
(a) é possível, por ser brasileiro nato. des destinadas à proteção de bens, serviços, instalações
(b) é possível, desde que renuncie à nacionalidade francesa. municipais e de polícia ostensiva e preservação da or-
(c) é possível, desde que se naturalize brasileiro. dem pública.
(d) é possível, se optou pela nacionalidade brasileira até os (c) é exercida para a preservação da ordem pública e da
dezoito anos. incolumidade das pessoas e do seu patrimônio nas vias
(e) não é possível, por ser estrangeiro. públicas, competindo, no âmbito dos Estados, aos res-
pectivos órgãos ou entidades executivas e seus agentes
QUESTÃO 24 de trânsito.
Os juízes possuem diversas garantias constitucionais indispen- (d) compreende atividades previstas em lei, que assegurem
sáveis ao livre exercício da função jurisdicional. A esse res- ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente, de
peito, é correto afirmar que a garantia da: competência, no âmbito da União, das polícias rodovi-
(a) inamovibilidade impede que sejam removidos compul- ária e ferroviária federal.
soriamente do seu órgão jurisdicional, salvo por motivo (e) compete, no âmbito da União, à polícia federal, institu-
de interesse público. ída por lei como órgão permanente, organizado e estru-
(b) vitaliciedade permite que exerçam a função jurisdicio- turado em carreira.
nal enquanto viverem ou até que decidam aposentar-se

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 7


QUESTÃO 30
DIREITO ADMINISTRATIVO De acordo com o previsto na Lei n. 8.429/1992, o ato de per-
(Vandré Amorim)
mitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilici-
tamente configura:
QUESTÃO 27
(a) Ato de improbidade administrativa que causa prejuízo
No que concerne à organização da Administração Pública e ao erário.
suas entidades, assinale a alternativa correta. (b) Ato de improbidade administrativa que atenta contra os
(a) Fundações públicas são pessoas jurídicas de direito pri- princípios da Administração Pública.
vado, criadas por lei, para executar atividades típicas da (c) Ato de improbidade administrativa que importa enri-
Administração Pública direta. quecimento ilícito.
(b) A desconcentração é técnica administrativa de distri- (d) Mera infração administrativa.
buição interna de competências, que ocorre dentro da (e) Infração penal, apenas.
estrutura de uma pessoa jurídica, como, por exemplo,
quando uma autarquia estabelece uma divisão interna QUESTÃO 31
de funções. De acordo com a Lei n. 8.666/1993, a contratação de institui-
(c) Empresas públicas são pessoas jurídicas de direito pú- ção brasileira incumbida estatutariamente do desenvolvimento
blico, criadas por lei específica, com a totalidade de institucional, que detenha inquestionável reputação ético-pro-
capital público e organizadas por qualquer forma socie- fissional e não tenha fins lucrativos, configura uma hipótese de:
tária admitida legalmente. (a) obrigatoriedade de licitação.
(d) A descentralização ocorre a partir da distribuição inter- (b) licitação dispensada.
na de competências, que se efetua dentro da estrutura (c) licitação dispensável.
de uma pessoa jurídica, como, por exemplo, quando (d) licitação inexigível.
determinada autarquia estabelece uma divisão interna (e) licitação deserta.
de funções.
(e) Autarquias são pessoas jurídicas de direito público, QUESTÃO 32
criadas após autorização legislativa para executar ativi- De acordo com a Lei n. 10.460/1988 (Estatuto dos Funcioná-
dades típicas da Administração Pública. rios Públicos Civis do Estado de Goiás e de suas Autarquias),
julgue os itens:
QUESTÃO 28
A apreensão por parte da Administração Pública de mercado- I – ser brasileiro nato.
ria irregular comercializada por um estabelecimento privado II – estar em gozo dos direitos políticos.
representa predominantemente o poder: III – estar em dia com as obrigações militares e eleitorais.
(a) hierárquico. IV – idade mínima de 16 (dezesseis) anos.
(b) de polícia.
(c) disciplinar. São requisitos obrigatórios para inscrição em concurso:
(d) de tutela. (a) I, II e III.
(e) normativo. (b) II e III.
(c) I, II, III e IV.
QUESTÃO 29
(d) I e II.
No que se refere à anulação, revogação e convalidação dos atos (e) I e III.
administrativos, assinale a alternativa incorreta.
(a) Os atos administrativos legais podem ser revogados, a
DIREITO PENAL
critério da Administração. (Wallace França)
(b) Os atos que já exauriram os respectivos efeitos e os atos
vinculados não podem ser revogados. QUESTÃO 33
(c) Vícios de legalidade na competência e na forma admi- Considerando as disposições do Código Penal, marque a alter-
tem convalidação. nativa correta.
(d) O Poder Judiciário pode apreciar ato administrativo de (a) É também aplicável a lei brasileira aos crimes pratica-
revogação para controlar lesão ou ameaça a direito. dos a bordo de aeronaves ou embarcações estrangeiras
(e) A Administração, no exercício de sua autotutela, pode de propriedade privada, achando-se aquelas em pouso
anular ou revogar seus próprios atos, quando eivados no território nacional ou em voo no espaço aéreo corres-
de vícios que os tornam ilegais. pondente, e estas em porto ou mar territorial do Brasil.
(b) Aplica-se a lei brasileira, com prejuízo de convenções,
tratados e regras de direito internacional, ao crime co-
metido no território nacional.
(c) Para os efeitos penais, consideram-se como extensão
do território nacional as embarcações e aeronaves bra-

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 8


sileiras, de natureza pública ou a serviço do governo incriminados por lei especial, se esta não dispuser de
brasileiro que se achem somente, respectivamente, no modo diverso.
espaço aéreo correspondente ou em alto-mar. (d) A pena cumprida no estrangeiro atenua a pena imposta
(d) Para os efeitos penais, consideram-se como extensão no Brasil pelo mesmo crime, quando idênticas, ou nela
do território nacional as aeronaves e as embarcações é computada, quando diversas.
brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, onde (e) A sentença estrangeira, quando a aplicação da lei brasi-
quer que se encontrem. leira produz na espécie as mesmas consequências, pode
(e) considera-se praticado o crime no lugar em que ocorreu ser homologada no Brasil para obrigar o condenado à
a ação ou omissão, no todo ou em parte, ainda que ou- reparação do dano, a restituições e a outros efeitos civis.
tro seja o do resultado.
QUESTÃO 38
QUESTÃO 34 Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio-
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superiores, res, marque a alternativa correta.
marque a alternativa que apresenta uma hipótese de extraterri- (a) É punível o crime de participação em suicídio, se do
torialidade incondicionada. suicídio resulta lesão corporal leve.
(a) Crimes praticados por brasileiros. (b) Caracteriza o crime de infanticídio se a mãe mata o pró-
(b) Crimes praticados contra o patrimônio de sociedade de prio filho, sob a influência de estado puerperal, antes do
economia mista municipal. parto ou logo após.
(c) Crimes praticados em aeronaves ou embarcações bra- (c) O que diferencia os crimes de aborto do homicídio/in-
sileiras, mercantes ou de propriedade privada, quando fanticídio é que os crimes de aborto só podem ser prati-
em território estrangeiro e aí não sejam julgados. cados contra o feto até o início de trabalho de parto e os
(d) Crimes que, por tratado ou convenção, o Brasil se obri- crimes de homicídio/infanticídio, após esse momento.
gou a reprimir. (d) Os crimes de aborto do artigo 124 do Código Penal (au-
(e) Crimes praticados por estrangeiros contra brasileiro, toaborto ou aborto consentido) não admitem o concur-
no exterior. so de pessoas.
(e) A pena do feminicídio é aumentada em 1/3 (um terço)
QUESTÃO 35 até a metade se o crime for praticado somente na pre-
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário sença física de descendente ou de ascendente da vítima.
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superiores,
são causas de aumento de pena do homicídio, exceto: QUESTÃO 39
(a) ser praticado contra menor de 14 (quatorze) anos. Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
(b) ser praticado contra maior de 60 (sessenta) anos. dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio-
(c) ser praticado contra a mulher por razões da condição de res, marque a alternativa incorreta.
sexo feminino. (a) No crime de omissão de socorro, a pena é aumentada
(d) ser praticado por milícia privada. de metade, se da omissão resulta lesão corporal de na-
(e) ser praticado por grupo de extermínio. tureza grave, e triplicada, se resulta em morte.
(b) No crime de condicionamento de atendimento médico-
QUESTÃO 36 -hospitalar emergencial, a pena é aumentada até o do-
Em se tratando do tempo do crime, o Código Penal adotou: bro se da negativa de atendimento resulta lesão corpo-
(a) a teoria da ubiquidade. ral de natureza grave, e até o triplo se resulta em morte.
(b) a teoria mista. (c) No crime de maus-tratos, aumenta-se a pena de um ter-
(c) a teoria da atividade. ço, se o crime é praticado contra pessoa menor de 18
(d) a teoria do resultado. (dezoito) anos.
(e) a teoria unitária. (d) Constitui crime de exposição ou abandono de recém-
-nascido expor ou abandonar recém-nascido, para ocul-
QUESTÃO 37 tar desonra própria.
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário (e) O crime de perigo para a vida ou saúde de outrem é um
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio- crime subsidiário expresso.
res, marque a alternativa incorreta.
(a) Desprezam-se, nas penas privativas de liberdade e nas QUESTÃO 40
restritivas de direitos, as frações de dia, e, na pena de Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
multa, as frações de cruzeiro. dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio-
(b) O dia do começo inclui-se no cômputo do prazo. res, marque a alternativa incorreta.
Contam-se os dias, os meses e os anos pelo calendário (a) O abigeato, qualificador expresso do furto, consiste
gregoriano. na subtração de semovente domesticável de produção,
(c) As regras gerais do Código Penal aplicam-se aos fatos ainda que abatido ou dividido em partes no local da

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 9


subtração. Enquanto o abacto é o roubo de semoventes. (e) Inquisitorial, uma vez que o inquérito policial não se
(b) Constituem qualificadoras no furto, puníveis com a sujeita ao contraditório e à ampla defesa.
mesma pena, tanto o emprego de explosivo ou de ar-
tefato que cause perigo comum quanto a subtração de QUESTÃO 43
substâncias explosivas ou de acessórios que, conjunta Foi instaurado inquérito policial contra Lorenzo Freitas, réu
ou isoladamente, possibilitem sua fabricação, monta- primário, em razão de suposto furto praticado por este contra
gem ou emprego. diversas vítimas. Após várias diligências, não foi possível
(c) O crime de furto de coisa comum é de ação penal pú- constatar indícios de autoria, o que levou o Delegado de Polí-
blica condicionada à representação. Diferentemente do cia responsável pelo caso a relatar o inquérito policial. Diante
crime de furto do artigo 155 do Código Penal, que será dessa situação:
sempre de ação penal pública incondicionada. (a) se o Ministério Público requerer o arquivamento do
(d) No roubo impróprio, não é admissível a violência inquérito policial, não caberá ao juiz discordar dessa
imprópria. providência, uma vez que cabe ao parquet, como titular
(e) Com o advento da Lei n. 13.654/2018, ocorreu “aboli- da ação penal, oferecer a denúncia.
tio criminis” da causa de aumento de pena de utilização (b) depois de ordenado o arquivamento do inquérito, por
de arma branca. falta de base para a denúncia, o Delegado de Polícia
não poderá proceder a novas diligências.
DIREITO PROCESSUAL PENAL (c) diante do surgimento de novas provas, o inquérito po-
(Erico Pallazo) licial pode ser desarquivado. Cumpre ressaltar, toda-
via, que, se o arquivamento tivesse sido fundamentado
QUESTÃO 41 na atipicidade do fato, não seria possível seu desar-
João Macedo é réu numa ação penal que investiga roubo em quivamento.
concurso de pessoas praticado contra Camila Souza. No curso (d) em razão de Lorenzo Freitas ser réu primário, solicita-
da ação penal, é publicada uma nova lei prejudicial a João do o arquivamento do inquérito policial, não há a pos-
Macedo, pois impõe a realização de determinado ato proces- sibilidade de desarquivamento.
sual contrário a seus interesses. Nessa situação: (e) Todas as alternativas acima estão em desacordo com as
(a) a nova lei, por ser prejudicial ao réu, não pode ser apli- regras processuais penais.
cada na presente ação penal, uma vez que sua vigência
é posterior ao fato ocorrido. QUESTÃO 44
(b) a lei processual penal pode retroagir a fatos ocorridos No que concerne à ação penal, assinale a alternativa correta.
antes de sua vigência, desde que para beneficiar o réu. (a) A queixa subsidiária da pública poderá ser oferecida se
(c) aplica-se ao direito processual penal a regra do tempus o Ministério Público tiver se manifestado pelo arquiva-
regit actum, de forma que a lei aplicável à ação penal mento do inquérito policial.
era aquela vigente à época dos fatos. (b) O prazo para o Ministério Público oferecer a denúncia
(d) a nova lei, apesar de prejudicial a João Macedo, terá é de 10 dias, se o indiciado estiver preso, e 15 dias, se
aplicação prática na presente ação penal. Isso ocorre estiver solto.
porque a lei processual penal terá aplicação imediata, (c) O perdão do ofendido é um instituto que ocorre antes
independentemente dos efeitos que venha a gerar. do oferecimento da ação penal.
(e) caso o ato processual imposto pela nova lei já tivesse (d) Seja qual for o crime, quando praticado em detrimento
sido realizado nos moldes da lei revogada, seria neces- do patrimônio ou interesse da União, Estado e Municí-
sário repeti-lo. pio, a ação penal será pública.
(e) Todas as alternativas acima estão erradas.
QUESTÃO 42
O inquérito policial possui diversas características apresenta- QUESTÃO 45
das pela lei, doutrina e jurisprudência. Marque a alternativa que Assinale o delito em que não é cabível a prisão temporária.
não corresponde a uma das características do inquérito policial. (a) Furto qualificado.
(a) Dispensável, uma vez que o Ministério Público pode (b) Latrocínio.
oferecer a denúncia independentemente da instauração (c) Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de
ou conclusão do inquérito policial. produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.
(b) Sigilo proibido, uma vez que, de acordo com a Súmula (d) Envenenamento de água potável ou substância alimen-
Vinculante 14 do STF, é direito do defensor, no interes- tícia ou medicinal qualificado pela morte.
se do representado, ter acesso aos elementos da prova. (e) Associação criminosa.
(c) Indisponível, uma vez que a autoridade policial não
pode mandar arquivar autos de inquérito. QUESTÃO 46
(d) Escrito, uma vez que todas as peças do inquérito poli- O auto de prisão em flagrante é um dos mais importantes meios
cial serão, num só processado, reduzidas a escrito ou que a sociedade possui para manter a paz social. Existem,
datilografadas e, neste caso, rubricadas pela autoridade.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 10


porém, espécies de flagrante delito que são ilegais e inadmiti- da execução, somar-se-á a pena ao restante da que está
dos no ordenamento pátrio. Marque a alternativa que apresenta sendo cumprida, para determinação do regime.
um flagrante não admitido no Brasil. (b) A pena privativa de liberdade será executada em for-
(a) Flagrante esperado. ma progressiva com a transferência para regime menos
(b) Flagrante ficto ou presumido. rigoroso, a ser determinada pelo juiz, quando o preso
(c) Quase-flagrante. tiver cumprido ao menos um sexto da pena no regime
(d) Flagrante prorrogado ou diferido. anterior e ostentar bom comportamento carcerário,
(e) Flagrante provocado. comprovado pelo diretor do estabelecimento, respeita-
das as normas que vedam a progressão.
QUESTÃO 47 (c) A decisão de progressão será sempre motivada e prece-
No que concerne a prisão preventiva, crimes hediondos, liber- dida de manifestação do Ministério Público e do defen-
dade provisória e fiança, assinale a alternativa correta. sor; entretanto, no procedimento adotado na concessão
(a) Uma das hipóteses de cabimento da prisão preventiva é de livramento condicional, indulto e comutação de pe-
o cometimento de crime, doloso ou culposo, cuja pena nas, é dispensada a manifestação do defensor e do MP.
máxima seja superior a 4 anos. (d) No caso de mulher gestante ou que for mãe ou respon-
(b) Não é cabível fiança nos crimes hediondos e no crime sável por crianças ou pessoas com deficiência, os requi-
de racismo. Excepcionalmente, admite-se a fiança nos sitos para progressão de regime são, alternativamente,
crimes equiparados a hediondo. não ter cometido crime com violência ou grave ameaça
(c) Não se admite a liberdade provisória na hipótese de cri- a pessoa, não ter cometido o crime contra seu filho ou
mes hediondos ou equiparados. dependente ou ter cumprido ao menos 1/4 (um quarto)
(d) O juiz não pode revogar de ofício a prisão preventiva. da pena no regime anterior.
(e) A autoridade policial somente poderá conceder fiança (e) O ingresso do condenado em regime dispensa a acei-
nos casos de infração cuja pena privativa de liberdade tação, mas submete o condenado ao seu programa e às
máxima não seja superior a 4 anos. condições impostas pelo Juiz.

QUESTÃO 48 QUESTÃO 50
No que concerne ao remédio constitucional do habeas corpus, No que diz respeito às autorizações de saída de condenados e
marque a alternativa errada. presos provisórios, conforme previsão na LEP – Lei de Execu-
(a) Os juízes e os tribunais têm competência para expedir ção Penal, analise os itens a seguir, indicando a assertiva correta:
de ofício ordem de habeas corpus, quando, no curso (a) A Permissão de saída será concedida aos condenados
de processo, verificarem que alguém sofre ou está na que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto e
iminência de sofrer coação ilegal. aos presos provisórios, independentemente de escolta,
(b) As custas processuais de habeas corpus somente serão quando ocorrer falecimento ou doença grave do côn-
recolhidas se o paciente tiver condições financeiras para juge, companheira, ascendente, descendente ou irmão.
arcá-las, não devendo ser cobradas do hipossuficiente. (b) A permissão de saída será concedida pelo diretor do
(c) Conceder-se-á habeas corpus sempre que alguém so- estabelecimento onde se encontra o preso, pelo prazo
frer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coa- máximo de 7 dias.
ção em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou (c) A saída temporária aos condenados que cumprem pena
abuso de poder. em regime semiaberto será concedida, sem vigilância
(d) A depender do paciente, é possível que o habeas corpus direta, para visita à família, frequência a curso suple-
seja julgado originariamente no STF. tivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º
(e) O habeas corpus pode ser impetrado por qualquer pes- grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução, ou
soa, inclusive pelo paciente, ou pelo Ministério Público. para a participação em atividades que concorram para o
retorno ao convívio social.
LEI DE EXECUÇÃO PENAL (d) A autorização para saída temporária será concedida
(Deusdedy Solano e Leandro Ernesto) por ato motivado do Juiz da execução, dependendo de
comportamento adequado e cumprimento mínimo de
QUESTÃO 49 1/3 (um terço) da pena, se o condenado for primário, e
O Juiz, na sentença, estabelecerá o regime no qual o condenado 2/3 (dois terços), se reincidente.
iniciará o cumprimento da pena privativa de liberdade, observa- (e) A autorização será concedida por prazo superior a 7
das as regras estabelecidas no Código Penal. De acordo com a (sete) dias, podendo ser renovada por mais 7 (sete) ve-
Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984), é correto afirmar que: zes durante o ano, independentemente de condições.
(a) quando houver condenação por mais de um crime, no
mesmo processo ou em processos distintos, a determi-
nação do regime de cumprimento será feita pelo resul-
tado da soma ou unificação das penas, sem observar a
detração ou remição. Sobrevindo condenação no curso

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 11


QUESTÃO 51 QUESTÃO 53
Sobre a remição, o condenado que cumpre a pena em regime A respeito das disposições contidas na Lei n. 7.210/1984,
fechado ou semiaberto poderá remir, por trabalho ou por estudo, acerca da execução penal, assinale a alternativa correta.
parte do tempo de execução da pena. Analise os seguintes itens, (a) Ao condenado e ao internado serão assegurados todos
indicando a assertiva correta. os direitos não atingidos pela sentença ou pela lei.
(a) A contagem de tempo para a remição será feita à razão (b) Ao condenado e ao internado não haverá qualquer dis-
de 1 (um) dia de pena a cada 12 (doze) horas de frequ- tinção etária, sexual, religiosa ou política.
ência escolar; atividade de ensino fundamental, médio, (c) Os condenados serão classificados segundo os seus an-
inclusive profissionalizante, ou superior, ou ainda de tecedentes, mas não segundo a sua personalidade, para
requalificação profissional, divididas, no mínimo, em orientar a individualização da execução penal.
3 (três) dias e de 1 (um) dia de pena a cada 3 (três) dias (d) Nenhum condenado será obrigado a se submeter à iden-
de trabalho. tificação do perfil genético, mediante extração de DNA.
(b) Não será permitida a cumulação dos casos de remição, (e) O ensino de primeiro grau aos condenados é facultativo.
as horas diárias de trabalho e de estudo.
(c) O preso impossibilitado, por acidente, de prosseguir no QUESTÃO 54
trabalho ou nos estudos não continuará a beneficiar-se De acordo com a Lei de Execução Penal, Lei n. 7.210/1984,
com a remição. assinale a alternativa correta.
(d) O tempo a remir em função das horas de estudo será (a) A liberdade de contratar médico de confiança pessoal
acrescido de metade no caso de conclusão do ensino do internado ou do submetido a tratamento ambulato-
fundamental ou médio e de 1/3 no caso de conclusão rial por seus familiares ou dependentes não é garanti-
de ensino superior durante o cumprimento da pena, da por lei.
desde que certificada pelo órgão competente do sistema (b) Não se admite a progressão de regime de cumprimento
de educação. de pena antes do trânsito em julgado da sentença penal
(e) O condenado autorizado a estudar fora do estabeleci- condenatória.
mento penal deverá comprovar anualmente, por meio (c) Para o reconhecimento da prática de falta disciplinar, é
de declaração da respectiva unidade de ensino, a frequ- prescindível a instauração de processo administrativo
ência e o aproveitamento escolar. (PAD) pelo diretor do presídio.
(d) É lícito ao Poder Judiciário impor à Administração Pú-
QUESTÃO 52 blica obrigação de fazer, consistente na promoção de
Quanto à monitoração eletrônica, prevista durante a execução medidas ou na execução de obras emergenciais em es-
penal, analise as assertivas a seguir, indicando a correta. tabelecimentos prisionais.
(a) O juiz poderá definir a fiscalização por meio de mo- (e) Não constitui direito do preso audiência especial com o
nitoração eletrônica quando autorizar o livramento diretor do estabelecimento.
condicional.
(b) O juiz não poderá definir a fiscalização por meio de QUESTÃO 55
monitoração eletrônica quando autorizar a prisão Consoante a Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984), cons-
domiciliar. tituem deveres do condenado, exceto:
(c) O juiz poderá definir a fiscalização por meio da moni- (a) comportamento disciplinado e cumprimento fiel
toração eletrônica quando autorizar a saída temporária da sentença.
no regime semiaberto e fechado. (b) obediência ao servidor e respeito a qualquer pessoa
(d) O condenado monitorado será instruído acerca dos cui- com quem deva relacionar-se.
dados que deverá adotar com o equipamento eletrôni- (c) constituição de pecúlio.
co e dos seguintes deveres: receber visitas do servidor (d) conduta oposta aos movimentos individuais ou coleti-
responsável pela monitoração eletrônica, responder aos vos de fuga ou de subversão à ordem ou à disciplina.
seus contatos e cumprir suas orientações, abster-se de (e) execução do trabalho, das tarefas e das ordens recebidas.
remover, de violar, de modificar, de danificar de qual-
quer forma o dispositivo de monitoração eletrônica ou QUESTÃO 56
de permitir que outrem o faça. A Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984) estabelece, em
(e) A monitoração eletrônica deverá ser revogada quando seu artigo 50, as sanções disciplinares aplicadas ao condenado
se tornar desnecessária ou adequada ou se o acusado que praticar falta grave.
ou condenado violar os deveres a que estiver sujeito Asdrubal, condenado a oito anos e seis meses de reclusão pela
durante a sua vigência ou cometer falta leve. prática de determinado crime doloso, durante o cumprimento
de sua pena, incitou movimento para subverter a ordem e a dis-
ciplina interna, sendo incluso no RDD – Regime Disciplinar
Diferenciado.
Nesse regime, Asdrubal poderá:
(a) ser recolhido em cela escura.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 12


(b) receber visitas semanais de duas pessoas. o direito internacional.
(c) será privado do banho de sol. (d) Toda pessoa tem direito à liberdade de locomoção e
(d) permanecer nesse regime por até 365 dias. residência dentro das fronteiras de cada Estado, desde
(e) ser recolhido em cela coletiva. que seja cobrado imposto ou taxa referente à moradia
e à liberdade.
DIREITOS HUMANOS (e) A pena de morte será imposta nos casos de etnocídio e
(Alice Rocha) genocídio, em decorrência de uma sentença transitada
em julgado e proferida por tribunal competente.
QUESTÃO 57
Em relação a tratados internacionais de direitos humanos, assi- QUESTÃO 60
nale a alternativa correta. Assinale a alternativa que NÃO está de acordo com as Regras
(a) De acordo com a jurisprudência do Supremo Tribunal Mínimas das Nações Unidas para o Tratamento dos Presos.
Federal (STF), os tratados em direitos humanos ratifi- (a) A sujeição a instrumentos tais como algemas, corren-
cados pelo Brasil, nos termos do parágrafo 3º do art. tes, ferros e coletes de força pode e precisa ser usada
5º da Constituição Federal, possuem status de emenda como aplicação de sanção em rebeliões ou fuga.
constitucional. (b) É proibido o uso de correntes e ferros como instrumen-
(b) Segundo jurisprudência do STF, tratados internacionais to de coação.
de direitos humanos ratificados pelo Brasil posterior- (c) A administração prisional deve buscar e promover o
mente à edição da EC n. 45 não possuem natureza cons- treinamento no uso de técnicas de controle que afas-
titucional. tem a necessidade de utilizar instrumentos restritivos
(c) Após ratificados, tratados em direitos humanos são in- ou que reduzam seu caráter invasivo.
corporados automaticamente como normas constitucio- (d) Em caso de medida de precaução contra uma evasão
nais, passando a constituir cláusulas pétreas. durante uma transferência, os instrumentos de coação
(d) Os tratados de direitos humanos podem ser incorpo- são permitidos desde que sejam retirados logo que o
rados ao ordenamento jurídico nacional com força de recluso compareça perante uma autoridade judicial ou
emenda constitucional, independentemente do quórum administrativa.
de aprovação. (e) Os instrumentos de restrição não devem ser utilizados
(e) Tratados em direitos humanos podem ser aplicados no em mulheres em trabalho de parto, nem durante e ime-
Brasil independentemente de ratificação pela importân- diatamente após o parto.
cia da temática abordada.

QUESTÃO 58
A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou a Declara-
ção Universal dos Diretos Humanos com o ideal comum a ser
atingido por(pelos)
(a) todos os povos da América Latina.
(b) países em desenvolvimento e organizações in-
ternacionais.
(c) todos os povos indígenas e quilombolas.
(d) todos os povos e todas as nações.
(e) todos os grupos vulneráveis e minorias independente
de nacionalidade.

QUESTÃO 59
A respeito da Declaração Universal dos Direitos Humanos,
assinale a alternativa correta.
(a) Toda pessoa tem direito a repouso e lazer, inclusive a
limitação integral das horas de trabalho e férias perió-
dicas remuneradas.
(b) Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de
procurar e de gozar asilo em outros países. Mas esse
direito não pode ser invocado em caso de perseguição
legitimamente motivada por crimes de direito comum,
ou por atos contrários aos propósitos e princípios das
Nações Unidas.
(c) Ninguém poderá ser culpado por qualquer ação ou
omissão que, no momento, constituíam delito perante

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 13


CONCURSO PÚBLICO PARA O PROVIMENTO DE VAGAS NO
CARGO DE AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL
EDITAL Nº 1/2019 - ASP-DGAP, DE 24 DE JULHO DE 2019 - NORMATIVO

SIMULADO AGEPEN – GO
AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª
CLASSE
GABARITO

1 A 16 D 31 C 46 E

2 C 17 E 32 B 47 E

3 E 18 D 33 A 48 B

4 B 19 E 34 B 49 B

5 C 20 A 35 C 50 C

6 A 21 E 36 C 51 A

7 B 22 C 37 D 52 D

8 B 23 A 38 C 53 A

9 C 24 A 39 C 54 D

10 A 25 A 40 C 55 C

11 D 26 C 41 D 56 B

12 A 27 B 42 B 57 A

13 B 28 B 43 C 58 D

14 E 29 E 44 D 59 B

15 C 30 A 45 A 60 A

simulado
Preparatório para Concursos

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 14


P R O VA O B J E T I VA
c. Ocorre palavra atrativa, a conjunção integrante “que” exi-
CONHECIMENTOS GERAIS ge próclise obrigatória.
d. O trecho após dois-pontos no texto não constitui enume-
LÍNGUA PORTUGUESA ração. Trata-se de uma explicação mais exata para o signi-
(Márcio Wesley) ficado do salário do trabalho penal. Pode-se considerar um
aposto explicativo.
Texto 1 para responder às questões de 1 a 4. e. O núcleo do sujeito de “requalifica” é “trabalho”, na linha
1. O verbo deve concordar com o núcleo do sujeito.
1 O trabalho pelo qual o condenado atende a suas pró-
prias necessidades requalifica o ladrão em operário dócil. E
é nesse ponto que intervém a utilidade de uma retribuição QUESTÃO 2
pelo trabalho penal; ela impõe ao detento a forma “moral” Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto,
5 do salário como condição de sua existência. O salário faz assinale a alternativa correta.
com que se adquira “amor e hábito” ao trabalho; dá a esses (a) As palavras “existência” (linha 5), “salário” (linha 5)
malfeitores que ignoram a diferença entre o meu e o teu o e “previdência” (linha 10) recebem acento conforme a
sentido da propriedade — daquela que se ganhou com o regra de paroxítonas terminadas em “a, e, o” seguidos
suor do rosto; ensina-lhes também, a eles que viveram na ou não de “s”.
10 dissipação, o que é a previdência, a poupança, o cálculo (b) O acréscimo do sinal indicativo de crase é facultativo
do futuro; enfim, propondo uma medida do trabalho feito, em “atende a suas próprias necessidades”.
permite avaliar quantitativamente o zelo do detento e os (c) O trabalho penal é supostamente mais eficaz como téc-
progressos de sua regeneração. O salário do trabalho penal nica de correção do detento, quando intervém uma re-
não retribui uma produção; funciona como motor e marca tribuição na forma de salário a fim de medir o progresso
15 transformações individuais: uma ficção jurídica, pois não de sua regeneração.
representa a “livre” cessão de uma força de trabalho, mas (d) Os acentos gráficos em “próprias” (linhas 1 e 2), “ope-
um artifício que se supõe eficaz nas técnicas de correção. rário” (linha 2) e “hábito” (linha 6) justificam-se com
base na mesma regra gramatical.
(Michel Foucault. Vigiar e Punir, p. 272).
(e) A palavra “que” (linha 6) é um pronome relativo e in-
troduz oração subordinada adjetiva.
QUESTÃO 1
Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do Letra c.
texto, assinale a alternativa correta. a. Trata-se de acento pela regra de paroxítonas terminadas
(a) O trabalho penal proporciona ao detento a oportuni- em ditongo crescente (-ia, -io, -ia).
dade para aprender o que é propriedade como fruto b. No trecho, ocorre apenas preposição “a”. Falta o artigo
do suor do rosto, mas não constitui recompensa por definido, que seria “as” diante da expressão “suas próprias
uma produção. necessidades”. Como falta esse artigo definido, então não se
(b) A inserção de vírgula após “malfeitores” (linha 7) e pode simplesmente acrescentar o sinal de crase. Fica proi-
após “teu” (linha 7) favorecerá a clareza do texto, sem bido. O resultado de acrescentar o sinal de crase seria o tre-
comprometer a correção gramatical e o sentido original. cho errado: “atende à suas próprias necessidades”. A forma
(c) O termo “se” em “O salário faz com que se adquira” correta seria: “atende às suas próprias necessidades”. Note,
(linhas 5 e 6) poderia ser posicionado de forma enclíti- porém, que a questão não mencionou que acrescentaria arti-
ca, mantendo a correção gramatical: “O salário faz com go definido (as).
que adquira-se”. c. RESPOSTA. O texto mostra que se trata mesmo de uma
(d) Os dois-pontos após “individuais” (linha 15) são em- forma mais eficaz o trabalho acompanhado de uma retribui-
pregados diante de uma enumeração de termos de mes- ção (salário), para medir a regeneração do detento.
ma função sintática. d. As palavras “próprias” e “operário” seguem a regra de
(e) A forma verbal “requalifica” (linha 2) poderia ser fle- acentuação das paroxítonas terminadas em ditongo. Já a
xionada no plural para concordar com “necessidades”. palavra “hábito” segue a regra de acentuação das propa-
roxítonas. CUIDADO! Esta banca (Iades) tem tradição de
Letra a. não aceitar as paroxítonas terminadas em ditongo crescente
a. O trecho das linhas 13 e 14 deixa claro que “não retribui como proparoxítonas eventuais ou aparentes.
uma produção”. e. Trata-se de conjunção integrante. A preposição “com” se
b. O trecho que ficará entre vírgulas passa a ser oração su- comporta aqui como um expletivo. Pode ser retirada. Assim,
bordinada adjetiva explicativa (sentido de totalidade). Antes o teste “O salário faz isso” mostra tratar-se de conjunção
de inserir as vírgulas, existia oração subordinada adjetiva integrante, e não pronome relativo. Conjunção integrante in-
restritiva (sentido de parte). Muda o sentido. troduz oração subordinada substantiva.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 15


QUESTÃO 3 Letra b.
Acerca dos aspectos semânticos e gramaticais do texto, assi- a. A separação “de o” somente ocorre quando o trecho se-
nale a alternativa correta. guinte constitui sujeito de um verbo na sequência. Não é o
(a) O trabalho penal não tem no salário a recompensa por caso. Um exemplo correto seria: Existe uma necessidade de
uma produção, porque, na verdade, esse labor visa repor o trabalho penal receber remuneração. Note agora o verbo
despesas da sociedade com as necessidades do preso. “receber” na sequência.
(b) O travessão da linha 8 e os dois-pontos da linha 15 reti- b. Ocorreu transformação correta entre voz passiva sintética
ficam o significado de termos precedentes. (...daquela que se ganhou...) e voz passiva analítica (...da-
(c) A omissão da preposição “com” (linha 6) provocaria al- quela que foi ganha...), com a forma irregular do particípio
teração do sentido do texto, mas preservaria a correção do verbo “ganhar” (ganho/ganha).
gramatical do período. c. Trata-se do sujeito da forma verbal “intervém”. (Pergunta:
(d) As aspas empregadas ao longo do texto servem para o que é que intervém nesse ponto? Resposta, sujeito: a utili-
demarcar palavras tomadas em sentido irônico. dade de uma retribuição).
(e) A forma verbal “permite” (linha 12) apresenta sujeito d. O pronome “onde” somente fica correto quando se refere
elíptico, que pode ser identificado no texto como “retri- a lugar. Na linha 1, a expressão “pelo qual” retomou “traba-
buição pelo trabalho penal”. lho”. Não se trata de lugar.
e. A preposição de traduz sentido de que a retribuição possui
Letra e. uma utilidade. Já a preposição para traduz o sentido de que
a) O texto não informa nada sobre compensar despesas com a utilidade de alguma coisa se destina para uma retribuição.
necessidades do preso. O texto apenas mostra o salário do
trabalho penal como forma eficaz de medir e incentivar a Texto 2 para responder às questões de 5 a 8.
regeneração do detento.
b) “Retificar” significa “corrigir”. “Ratificar” significa “con-
1 Cesare Lombroso (1835-1909) é considerado o
firmar, reforçar”. Após o travessão e após os dois-pontos, pai da criminologia moderna. Adepto da fisiognomia,
ocorre reforço dos termos precedentes. Não ocorre correção. ele propôs um extenso estudo das características físicas
c) Trata-se de preposição facultativa como elemento exple- de loucos, criminosos, prostitutas e “pessoas normais”,
tivo. Sua retirada não altera o sentido nem provoca erro gra-
5 em sua Itália natal. Hoje em dia, a maior parte de suas con-
matical. A questão afirmou que altera o sentido. Falso. clusões soam preconceituosas e tendenciosas, sendo que a
d) Não se tratou de ironia. Tratou-se, sim, apenas de realçar maior parte das características citadas não aparecem numa
que são palavras utilizadas fora de um sentido habitual, den- porcentagem realmente impressionante para serem consi-
tro das relações de ideias do texto. deradas padrão de uma pessoa má.
e) De fato, o sujeito elíptico “retribuição pelo trabalho pe-
10 Não obstante, o estudioso parece firme em suas con-
nal”, também referido como “salário do trabalho penal”, fica vicções e foi bastante respeitado em seu tempo, e algu-
subentendido para alguns verbos do texto: ensina (linha 9), mas dessas noções – infelizmente – são ouvidas ainda hoje
propondo (linha 11) e marca (linha 14), por exemplo. com uma frequência alarmante.
 Para começar, os criminosos seriam mais altos que a
15 média (e isso significava 1,69m em Veneza e 1,70 na Ingla-
QUESTÃO 4 terra), teriam crânios menores que os dos homens “nor-
Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto, mais” e maiores do que os crânios dos “loucos”, além de
assinale a alternativa correta. uma aparência desagradável, mas não deformada, sendo
(a) O trecho “uma medida do trabalho feito...” (linha 11) que estupradores e sodomitas teriam feições feminilizadas.
pode ser reescrito, mantendo a correção gramatical, da
20 Outras características comuns seriam orelhas de
seguinte forma: “...uma medida de o trabalho feito...”. abano, nariz adunco, queixo protuberante, maxilar largo,
(b) O trecho entre as linhas 8 e 9 (“...daquela que se ganhou maçãs do rosto proeminentes, barba rala, cabelos revol-
com o suor do rosto...”) poderia ser reescrito, sem al- tos, caninos bem desenvolvidos (olha só uma prerroga-
terar o sentido ou prejudicar as regras gramaticais, da tiva para vampiros aí), cabelos e olhos escuros. Ladrões
seguinte forma: “...daquela que foi ganha com o suor
25 teriam olhar esquivo, já os assassinos um olhar firme e
do rosto...”. vidrado. Seriam ainda especialmente insensíveis às dores.
(c) A expressão “a utilidade de uma retribuição” (linha 3)  Socialmente, criminosos teriam preferência por tatu-
exerce função sintática de objeto direto da forma verbal agens, o que provaria sua insensibilidade à dor. Os locais
“intervém” (linha 3). preferidos para tatuagens em geral (não necessariamente
(d) O pronome “onde” poderia substituir a expressão “pelo
30 entre criminosos) seriam os ombros, o peito (marinheiros),
qual” (linha 1), mantendo a correção gramatical. a parte interna do braço e os dedos (mineiros). Criminosos
(e) A preposição de em “a utilidade de uma retribuição” teriam tatuagens nas costas ou nos genitais, muitas vezes
poderia ser substituída pela preposição para, sem alte- denotando uma gangue ou imagens obscenas. Criminosos
rar o sentido do texto. seriam ainda infantis, empáticos e extremamente vaidosos

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 16


35 (a ponto de facilitar o trabalho de seus perseguidores) d) O objetivo principal não é apenas mostrar as caracterís-
e teriam um senso de moral extremamente apurado. ticas físicas dos criminosos, mas sim explicar a teoria de
Isso sem contar seu interesse antinatural pelo mórbido. Lombroso.
 Entre as mulheres, o que denotaria o potencial criminoso e) Em termos de quantidade, o texto realmente apresenta
seria uma certa masculinidade nos traços e na voz, causados mais linhas em forma de descrição. Porém, o objetivo maior
40 por um excesso de pelos corporais, verrugas, cordas vocais do texto não é descrever personagens, e sim utilizar essa
grossas com relação à laringe, mamilos pequenos ou muito descrição para explicar a teoria de Lombroso.
grandes e mesmo sua forma de escrever. As mulheres cri-
minosas seriam em geral mais cruéis que os homens, e
possuiriam vitalidade, reflexos e força incomuns. QUESTÃO 6
Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do
https://construindovictoria.wordpress.com/2013/03/04/as- texto, assinale a alternativa correta.
-caracteristicas-de-um-criminoso-segundo-cesare-lombroso/,
(a) A palavra “parte” (linha 5) exerce a função sintática
acesso em 20/8/2019, com adaptações.
de núcleo do sujeito da forma verbal “soam” (linha 6).
(b) Ainda hoje as noções de fisiognomia de Lombroso são
QUESTÃO 5 ouvidas com frequência alarmante.
(c) O período “a maior parte das características citadas não
Com relação à tipologia, assinale a alternativa correta.
aparecem numa porcentagem” (linhas 6 a 8) poderia ser
(a) Os dois primeiros parágrafos caracterizam a estrutura
reescrito, sem alteração semântica ou prejuízo gramati-
e a linguagem de um texto argumentativo que procura
cal, da seguinte forma: “a maior parte das caracterís-
demonstrar a atualidade das teses de Lombroso.
ticas citadas não encontra-se numa porcentagem”.
(b) O primeiro parágrafo corresponderia à introdução de
(d) O emprego do sinal indicativo de crase na linha 26 é
um texto narrativo, porque apresenta um personagem
obrigatório, pois existe a fusão da preposição “a” com
datado no tempo e a sequência de suas ações na história.
o artigo definido feminino singular “a”.
(c) O texto é predominantemente informativo-argumen-
(e) No trecho “...criminosos teriam preferência por tatu-
tativo, já que pretende não apenas apresentar dados e
agens, o que provaria sua insensibilidade à dor. Os lo-
explicações que visam ao entendimento da teoria de
cais preferidos para tatuagens em geral...” (linhas 27 a
Cesare Lombroso, mas também mostrar alguns juízos
29), as palavras destacadas pertencem à mesma classe
de valor, críticas a suas ideias.
gramatical.
(d) O texto é predominantemente descritivo, já que seu
objetivo principal é mostrar os aspectos físicos que
Letra a.
Lombroso apontava como típicos de cada espécie de
a) O sujeito completo é “a maior parte de suas conclusões”.
criminoso.
O núcleo desse sujeito é “parte”. Lembrete: o núcleo do su-
(e) Trata-se de um texto com predominância descritiva,
jeito não é preposicionado.
com traços de narração de fundo histórico sobre o de-
b) Nas linhas 11 e 12, o texto informa que “algumas dessas
senvolvimento de uma teoria precursora da moderna
noções – infelizmente – são ouvidas ainda hoje”. A questão
criminologia.
afirmou que “as noções ... são ouvidas”. Ora, a questão afir-
ma que todas são ouvidas (as noções), mas o texto dispõe
Letra c.
que “algumas” são ouvidas. Sentidos diferentes.
Quando analisamos a tipologia textual, devemos considerar
c) O erro está na colocação pronominal enclítica (encontra-
os elementos característicos de cada tipo de texto, mas tam-
-se). Note a palavra atrativa (não). O correto seria próclise
bém considerar a predominância na quantidade e, sobretudo,
(não se encontra). Quanto à concordância verbal, o trecho
no objetivo principal do texto.
está correto. Note o sujeito com núcleo partitivo (parte).
a) Os dois primeiros parágrafos se limitam a explicar a tese
Assim, a forma verbal fica correta no singular concordan-
e as pesquisas de Lombroso, mas não procuram demonstrar,
do com esse núcleo (não se encontra) e também no plural
nem afirmam ainda serem atuais. O texto somente registra
concordando com o adjunto adnominal “das características
que ainda hoje são vistas pessoas pensando da forma pre-
citadas” (não se encontram).
conceituosa como Lombroso pensava.
d) Nesse trecho, o emprego do sinal de crase é mesmo obri-
b) O primeiro parágrafo realmente apresenta um personagem,
gatório. Porém, no texto ocorreu artigo no plural (as), e não
Cesare Lombroso, mas não desenvolve suas ações em sequ-
no singular (a), como a questão registra.
ência temporal. As marcas temporais servem apenas para si-
e) A primeira palavra destacada é classificada como prono-
tuar o desenvolvimento de sua teoria e repercussões dela hoje.
me demonstrativo “o”, que pode ser substituído por “aqui-
c) RESPOSTA. Realmente o texto explica a teoria e também
lo”. A segunda palavra destacada reúne duas palavras: uma
oferece críticas (soam preconceituosas, linha 6; infelizmen-
preposição “a” e um artigo definido feminino singular “a”. A
te, linha 12; alarmante, linha 13).
terceira palavra destacada é classificada como artigo defini-
do masculino plural “os”.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 17


QUESTÃO 8
QUESTÃO 7
Levando em conta aspectos de coesão textual, de estrutura gra-
Acerca dos aspectos estruturais, semânticos e gramaticais do matical e de sentidos do texto, assinale a alternativa correta.
texto, assinale a alternativa correta. (a) É possível retirar o elemento “dos” no trecho “teriam
(a) A forma verbal “aparecem” (linha 7) denota concor- crânios menores que os dos homens normais” (linhas
dância com a expressão “a maior parte” (linha 5). Sua 16 e 17), mantendo-se ainda o paralelismo sintático e a
flexão no singular (aparece) acarretaria incorreção coerência textual.
gramatical. (b) No primeiro parágrafo, as ocorrências de “sua” (linha
(b) Na linha 14, ocorre oração subordinada reduzida de in- 5) e “suas” (linha 5) possuem o mesmo referente: Ce-
finitivo com valor de finalidade (para começar). sare Lombroso.
(c) A reescrita “...ainda hoje, infelizmente, é frequênte (c) Está inadequado o emprego do pronome demonstrati-
ouvir-se alguma noção preconceituosa com base nos vo “Isso” (linha 37) na referência ao trecho precedente.
estudos de Lombroso” pode substituir, sem prejuízo Deve ser substituído por “Isto”.
gramatical, o trecho original: “...algumas dessas noções (d) O valor semântico de “ainda” (linha 34), no trecho
– infelizmente – são ouvidas ainda hoje com uma fre- “Criminosos seriam ainda infantis”, equivale ao aspec-
quência alarmante”. to temporal da linha 12: “...são ouvidas ainda hoje”.
(d) No trecho “As mulheres criminosas seriam em geral (e) Contrariamente ao nível de linguagem predominante
mais cruéis que os homens...”, os termos em destaque no texto em geral, com frequentes aspectos informais
apresentam funções sintáticas distintas. próprios para conteúdo informativo disponível na In-
(e) A preposição “para” (linha 8) introduz oração que ternet, o trecho entre parênteses nas linhas 23 e 24 re-
estabelece uma relação de consequência com a ora- vela uma estrutura formal atípica.
ção anterior.
Letra b.
Letra b. a. O elemento “dos” é obrigatório na construção desse pa-
a. O sujeito completo é “a maior parte das características ralelismo sintático no trecho em questão, com o objetivo de
citadas”. Seu núcleo é “parte”. A norma gramatical permi- preservar a coerência. Com esse elemento presente, o enten-
te concordar o verbo com o núcleo em sentido de parte ou dimento claro será de que são crânios menores que os (crâ-
com o adjunto adnominal. Ora, esse adjunto adnominal é nios) dos homens. A retirada desse elemento deixará confu-
“das características citadas”, no plural. Então, está correto sas as relações lógicas. O resultado é um erro gramatical e
o original “não aparecem”, como também estaria correto o lógico conhecido como erro de comparação: pareceria que
singular “não aparece”. se compara o crânio dos criminosos com os homens nor-
b. RESPOSTA. “Para começar” equivale a “a fim de come- mais, e não mais com o (crânio) dos homens normais.
çar”, finalidade. O verbo está no infinitivo, então caracteriza b. Ambos os possessivos identificam Cesare Lombroso como
mesmo oração subordinada reduzida. o possuidor: Itália de Lombroso (sua Itália) e conclusões de
c. O acento circunflexo em “frequênte” não respeita as normas Lombroso (suas conclusões). Lembre-se de que a referência
de acentuação gráfica. É o único erro. A troca dos travessões de um pronome é a palavra que ele substitui no texto.
por vírgulas está correta para intercalar o adjunto adverbial c. Na verdade, está adequado. A norma gramatical indica mes-
(infelizmente). A colocação do pronome oblíquo em “ouvir- mo o emprego de “isso” como retomada de trechos do texto.
-se” é correta, pois verbo no infinitivo aceita sempre tanto d. Na linha 34, o valor semântico de “ainda” é de acréscimo,
próclise quanto ênclise, mesmo que exista palavra atrativa. significa “também”. Note que faz parte de um somatório de
d. O trecho estabelece uma comparação. Nas comparações, características dos criminosos. Já na linha 12, trata-se sim de
é comum ocorrer verbo subentendido. Observe: As mulheres valor temporal (ainda hoje).
criminosas seriam em geral mais cruéis que os homens SÃO... e. O nível geral do texto é formal. Nas linhas 23 e 24, ocorre,
Pode-se ver claramente que existe uma estrutura subentendida na verdade, um nível informal, próximo ao linguajar próprio
(os homens são cruéis, mas as mulheres criminosas seriam de uma conversa informal.
mais cruéis). Então se trata de dois sujeitos (as mulheres, su-
jeito de “seriam”; e os homens, sujeito de “são”, forma verbal
subentendida), ou seja, a mesma função sintática.
e. A preposição “para” introduz relação de finalidade, objeti-
vo. Não se trata de consequência. Para indicar consequência,
pode-se escrever como: Choveu tanto nesse verão, que bar-
ragens estouraram. A conjunção “que” ocorre aí no trecho da
frase que informa resultado, consequência das chuvas.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 18


Texto 3 para responder à questão 9. c. RESPOSTA. A divulgação fica evidenciada pela frase
“Orientações para futuros conveniados”. O papel ressocia-
lizador é reforçado na legenda abaixo da imagem da chave.
d. O sujeito gramatical de “se abre” é o pronome relativo
“que”. E o conteúdo semântico desse pronome é preenchido
pelo antecedente “uma porta”. Ora, trata-se de um ser ina-
nimado, sem vida (porta), em linguagem denotativa. Então,
esse ser não pratica ação. Portanto, só pode receber ação.
Conclusão: trata-se de voz passiva. Assim, o pronome “se”
tem valor apassivador (partícula apassivadora). Sentido da
frase: A mudança é uma porta que é aberta por dentro.
e. Abrir a porta por dentro, na verdade, empodera o agente
prisional, o sistema carcerário e também o detento como res-
ponsáveis, conjuntamente, pela mudança via trabalho prisio-
nal que pode conduzir a uma ressocialização.

QUESTÃO 10
A Redação Oficial pode ser entendida como a maneira pela qual
o Poder Público redige comunicações oficiais e atos normati-
vos. Com base no Manual de Redação Oficial da Presidência
da República, cuja terceira edição foi publicada em 2018, apli-
https://www.dgap.go.gov.br/projetos-2/projeto-mao-de- cado à Administração Pública Federal, e com base no Decreto
-obra-carceraria/cartilha-mao-de-obra-carceraria.html, n. 9.758, de 11/4/2019, assinale a alternativa correta.
acesso em 21/8/2019.
(a) Está abolida a nomenclatura de expedientes administra-
tivos na forma de ofício, aviso e memorando, para tratar
QUESTÃO 9 de documentos com finalidades distintas, passando-se a
utilizar apenas o termo ofício nas três hipóteses citadas.
Considerando a imagem acima, em conjunto com as frases ver-
(b) O cabeçalho dos expedientes administrativos é utiliza-
bais, e ainda levando em conta a interação entre informações
do em todas as páginas do documento e deve ser centra-
verbais e não verbais, assinale a alternativa correta.
lizado, com margem superior de 2,0 cm.
(a) A grafia de “mão de obra” contraria o padrão oficial da
(c) O local e a data de emissão do documento podem ser
ortografia vigente.
inseridos no início ou no final do documento, alinhados
(b) O texto caracteriza a tipologia injuntiva, com orienta-
à esquerda ou à direita, sendo, portanto, facultativo ao
ções para o receptor realizar ações que visam conduzir
servidor que estiver redigindo o documento.
o detento à liberdade.
(d) O texto do documento a ser expedido deve ter introdu-
(c) O propósito principal do texto, como um todo, é di-
ção e conclusão apenas, e deve acrescentar desenvolvi-
vulgar a disponibilidade de mão de obra carcerária e
mento quando se tratar de mero encaminhamento.
ainda reforçar a importância do papel ressocializador
(e) Ao Presidente da República, é correto utilizar o vocati-
que o trabalho penal pode exercer no caminho de uma
vo Vossa Excelência e o destinatário “Ao Senhor”.
mudança de vida do detento.
(d) Na frase da legenda na imagem: “A mudança é uma
Letra a.
porta que se abre por dentro”, ocorre o pronome “se”
a. RESPOSTA. O novo Manual de Redação da Presidência
com valor reflexivo.
da República foi publicado em 27/12/2018. As provas de
(e) A ideia de abrir a porta por dentro empodera apenas o
concurso de 2019 já estão abordando as regras novas. Uma
agente prisional no processo de conduzir o detento em
das regras novas extinguiu o memorando e o aviso. Agora se
sua ressocialização.
empregará apenas o ofício para todos os casos.
b. O cabeçalho é escrito somente no alto da primeira página.
Letra c.
Não se repete nas demais páginas. A margem superior é sim
a. Não contraria. O padrão vigente (nova ortografia) já regis-
de 2,0 cm, em todas as páginas.
tra “mão de obra” sem hífen.
c. O local e a data devem ser inseridos apenas no alto e à
b. O texto não configura a tipologia injuntiva. Não se trata de
direita da folha de papel.
orientações para o receptor agir. Na verdade, trata-se de um
d. O padrão é que o texto tenha introdução, desenvolvimen-
texto de campanha para divulgar o processo de conveniar-se
to e conclusão. Porém, quando se destina apenas a enviar
para contratar mão de obra carcerária.
anexos, trata-se de mero encaminhamento. Nesse caso, basta
um só parágrafo. Fica dispensável introdução e conclusão.
Note bem: fica dispensável, não fica proibido.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 19


e. O vocativo para chamar o presidente da República conti- QUESTÃO 12
nua sendo “Excelentíssimo Senhor Presidente da Repúbli- Observe o mapa a seguir:
ca”. O Decreto n. 9.758, de 11/4/2019, só alterou o prono-
me de tratamento e o endereçamento dirigidos a cargos do
Poder Executivo Federal. O pronome de tratamento passa a
ser apenas “Senhor” ou “Senhora”, e não mais Vossa Exce-
lência. O endereçamento passa a ser indicado somente como
“Ao Presidente da República”, com endereço completo. Al-
guns cargos do Poder Judiciário e do Poder Legislativo con-
tinuam recebendo o pronome de tratamento “Vossa Exce-
lência”: juízes, deputados, senador, secretário de Estado etc.

REALIDADE ÉTNICA, SOCIAL, HISTÓRICA,


GEOGRÁFICA, CULTURAL, POLÍTICA E
ECONÔMICA DE GOIÁS
(Kléber Caverna)

QUESTÃO 11
“Anhanguera”, apelido dado pelos índios, foi um bandeirante
(sertanista) do século XVIII. O “diabo velho”, como era popu- A Divisão Regional do Brasil em Mesorregiões e Microrregiões
larmente chamado, ficou conhecido por ter descoberto ouro na Geográficas vigente foi aprovada pela Presidência do IBGE atra-
região dos sertões (interior) do estado de Goiás. De acordo com vés da Resolução (PR) n. 51 de 31/07/89. A Divisão Regional do
uma lenda indígena, o bandeirante jogou pinga num rio e pro- Brasil em mesorregiões, partindo de determinações mais amplas
vocou fogo, ameaçando colocar fogo nos outros rios. Assusta- a nível conjuntural, buscou identificar áreas individualizadas em
dos, os indígenas o apelidaram de “Anhanguera”, que significa cada uma das Unidades Federadas, tomadas como universo de
“diabo velho”. análise, e definiu as mesorregiões com base nas seguintes dimen-
sões: o processo social como determinante, o quadro natural
O texto anterior narra a história de qual importante ban- como condicionante e a rede de comunicação e de lugares como
deirante que, por volta da década de 1680, entrou pelo sertão elemento da articulação espacial. De acordo com a Resolução da
de Goiás para aprisionar índios e, posteriormente, comercia- Presidência (PR) n. 11, de 5 de junho de 1990, Goiás é dividido
lizá-los como escravos? em 5 mesorregiões: Centro Goiano, Leste Goiano, Noroeste,
(a) Fernão Dias Pais. Norte Goiano, Sul Goiano. Tomando por base as mesorregiões
(b) Manuel Borba Gato. do estado de Goiás, podemos dizer que
(c) Domingo Jorge Velho. (a) as cidades de Niquelândia, Porangatu e Cavalcante são
(d) Bartolomeu Bueno da Silva. importantes municípios da mesorregião indicada pelo
(e) Antônio Raposo Tavares. número “I”.
(b) as cidades de Catalão, Pires do Rio e Aragarças são
Letra d. importantes municípios da mesorregião indicada pelo
O texto trata de Bartolomeu Bueno da Silva (pai), o Anhan- número “III”.
guera, nascido e morto em datas incertas. Foi um dos primei- (c) as cidades de São Miguel do Araguaia, Ceres e Goiás
ros bandeirantes, que, movidos pelas dificuldades econômi- são importantes municípios da mesorregião indicada
cas, impulso sertanista e pelo espírito de aventura, partiram pelo número “II”.
de São Paulo, que oferecia uma posição geográfica privile- (d) as cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Pirenó-
giada – pois se assentava num centro de circulação fluvial e polis são importantes municípios da mesorregião indi-
terrestre –, para desbravar o interior do Brasil. cada pelo número “IV”.
(e) as cidades de Cristalina, Formosa e Goianésia são im-
portantes municípios da mesorregião indicada pelo
número “V”.

Letra a.
É a única alternativa que apresenta três municípios que fazem
parte da Mesorregião Norte de Goiás. Veja lista completa a
seguir:

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 20


QUESTÃO 13
Nas duas últimas décadas, Goiás conseguiu atrair para o Estado
algumas das maiores montadoras de veículos do mundo, Mit-
subishi, John Deere, Suzuki e Hyundai, que realizaram, nos
últimos anos, investimentos de mais de R$ 2,4 bilhões. Tão
logo se consolidaram, as empresas se expandiram, aumentaram
a linha de produção e, consequentemente, a geração de empre-
gos. Nesta última década, geraram mais de 10 mil empregos. A
primeira das montadoras a se instalar em Goiás foi a Mitsubishi
Motors do Brasil. Ela foi instalada em 1998, em uma área cons-
truída de 14 mil metros quadrados. O primeiro veículo a sair da
fábrica foi o L200, com cabine dupla, motor a diesel e tração
nas quatro rodas.
A respeito da indústria voltada às montadoras no estado de
Goiás, podemos dar destaque para as cidades de
(a) Goiânia e Itumbiara.
(b) Catalão e Anápolis.
(c) Senador Canedo e Goiânia.
(d) Anápolis e Aparecida de Goiânia.
(e) Catalão e Itumbiara.

Letra b.
A primeira das montadoras a se instalar em Goiás foi a Mit-
subishi Motors do Brasil, localizada em Catalão, no ano de
1998. Em 1999, foi a vez da montadora de máquinas agríco-
las John Deere se instalar no Estado, na cidade de Catalão.
Em maio de 2005, foi confirmada a instalação da Hyundai
CAOA na cidade de Anápolis. Após as tratativas para cons-
trução da fábrica, a montadora foi inaugurada em 2007. No
mês de abril de 2011, o governador Marconi assinou pro-
tocolo de intenção com a Suzuki Veículos do Brasil para a
instalação da fábrica na cidade de Itumbiara, mas a monta-
dora acabou por se instalar em Catalão. A fábrica começou a
operar em 2012. Recentemente, em 2018, a marca chinesa,
CAOA CHERY passa a contar com a sede de Anápolis para
produzir seus SUVs Tiggo 5X e Tiggo 7.

QUESTÃO 14
O estado de Goiás é conhecido pelas manifestações culturais
e religiosas. O folclore goiano é um algo importante para os
moradores da capital e do interior do Estado. Quando falamos
de manifestações culturais, percebemos a bela mistura das cul-
turas de vários povos, como índios, portugueses e africanos. A
influência religiosa também é muito forte.
A respeito das principais e das mais antigas e importantes festas
do Estado, podemos dizer que
(a) considerada uma das cerimônias mais tradicionais do
estado de Goiás, a Procissão do Fogaréu acontece há
cerca de 260 anos, sempre na ocasião do Natal. A pro-
Na letra b, Aragarças encontra-se na região Noroeste; na cissão encena o nascimento de Jesus Cristo.
letra c, Ceres é da região Centro Goiano; na letra d, Pirenó- (b) a Congada de Catalão é uma festa brasileira que aconte-
polis pertence ao Leste Goiano; e, na letra e, Goianésia faz ce desde 1876, e a comemoração mistura o catolicismo
parte do Leste Goiano. e os ritos afros. Essa manifestação religiosa é celebrada
até hoje, na sexta-feira da paixão.
(c) a Romaria do Muquém acontece anualmente de 5 a 15
de agosto em Pirenópolis e celebra a lenda em que Nos-

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 21


sa Senhora da Abadia operou vários milagres, favore- (d) 13
cendo escravos que conseguiram escapar com vida do (e) 15
quilombo, e alguns portugueses que eram pegos garim-
pando sem licença. Letra c.
(d) a Festa em Louvor ao Divino Pai Eterno em Catalão é Deve-se descobrir primeiro o total de duplas diferentes que
considerada a festa mais importante do estado, e relatos podem ser formadas com os 18 agentes prisionais. Como em
indicam que a romaria começou em 1840, no arraial do uma dupla a ordem dos agentes não muda a dupla, ou seja,
Barro Preto, local esse em que os moradores encontra- a ordem não faz diferença, temos uma questão de combi-
ram um medalhão de barro. A romaria acontece entre a nação. Combinação de 18 agentes de 2 em 2, pois estamos
última semana de junho e o primeiro domingo de julho. formando duplas. Para não usar a fórmula da combinação,
(e) desde 1820, Pirenópolis emociona seus habitantes podemos resolver pensando no número de opções. Na es-
com a festa das Cavalhadas, com a encenação da ca- colha do primeiro agente, temos 18 opções; na escolha do
tequização dos escravos e índios brasileiros, feitas pe- segundo, 17. Como não estamos usando a fórmula, comple-
los jesuítas. tamos no denominador, com 1 e 2, pois são apenas 2 esco-
lhas (uma dupla):
Letra e.
Cavalhadas de Pirenópolis

Em cada serviço de 24 horas, são necessárias 12 duplas para


fazer as rondas, pois cada ronda dura 2 horas. Como é possí-
vel formar 153 duplas, dividindo 153 por 12:

12 serviços completos, e sobram 9 duplas para o próximo


serviço, ou seja, no 13º serviço será necessário repetir du-
plas.

Desde 1820, Pirenópolis emociona seus habitantes com essa QUESTÃO 16


belíssima encenação. A festa das Cavalhadas surgiu com o Considere a proposição P: “Se Carlos fez a escolta dos presos
intuito de catequizar escravos e índios brasileiros. Os jesu- ou Paulo orientou presos quanto às normas disciplinares, então
ítas, inicialmente responsáveis por essa festa, começam a Pedro acompanhou a movimentação de presos na unidade”. O
preparar seus participantes uma semana antes, quando as número de linhas da tabela-verdade da proposição P é:
duas tropas passam de casa em casa, convidando para o en- (a) 2
saio. O evento acontece no Campo das Cavalhadas (Cava- (b) 4
lhódromo), mas hoje se estende por todos os bares e ruas da (c) 16
cidade. Período: Festa do Divino – abril/maio. (d) 8
(e) 32
RACIOCÍNIO LÓGICO
(Aclésio Moreira) Letra d.
Para encontrar o número de linhas da tabela-verdade de uma
QUESTÃO 15
proposição composta, é necessário verificar quantas propo-
Considere que, em uma unidade prisional do Estado de Goiás, sições simples a compõem. A proposição P é formada por
em um dia de serviço, estejam escalados 18 agentes prisionais. três proposições simples. Carlos fez a escolta dos presos é
Durante o serviço, esses agentes prisionais devem se dividir em a uma, Paulo orientou presos quanto às normas discipli-
duplas para realizar as rondas na unidade prisional. Cada ronda nares é a segunda, e Pedro acompanhou a movimentação
é realizada por uma dupla diferente e dura exatamente duas de presos na unidade é a terceira. Então o número de linhas
horas. Dessa forma, considerando que um serviço na unidade é 2³ = 2 . 2 . 2 = 8 linhas.
prisional tem duração de 24 horas, quantos serviços completos
de 24 horas podem ser realizados até que seja necessário repetir
as duplas?
(a) 10
(b) 20
(c) 12

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 22


QUESTÃO 17 QUESTÃO 19
Considere a tabela a seguir a respeito do número de vagas para “É particular, temporal e normativa”, essa descrição se refere às
ampla concorrência e para os candidatos com deficiência no características da(o)(s):
concurso para o provimento de vagas no cargo de agente de (a) ética.
segurança prisional do Estado de Goiás. (b) valores.
(c) principio.
(d) virtudes.
(e) moral.

Letra e.
A moral é particular porque diz respeito a partes de um todo;
é temporal porque pode mudar de acordo com as reflexões
éticas feitas sobre ela; e estabelece normas e regras de con-
duta, sendo, portanto, normativa.

QUESTÃO 20
Uma das vagas constante na tabela acima será selecionada.
Qual a probabilidade de que a vaga selecionada seja uma vaga Ética profissional é o conjunto de normas éticas que formam a
destinada ao Entorno de Brasília – Luziânia? consciência do profissional e representam imperativos de sua
(a) 10% conduta. São condutas esperadas de um agente penitenciário:
(b) 45% (a) Respeito com as características físicas e men-
(c) 18% tais de todos.
(d) 70% (b) Respeito com a escolha sexual, de religião, de opinião
(e) 14% política ou de filosofia de vida de forma ampla com co-
legas e de forma restrita com presos.
Letra e. (c) Não assunção de consequências.
Para calcular a probabilidade, deve-se montar uma fração (d) Desrespeito à hierarquia.
em que no numerador colocamos o número de casos favorá- (e) Levar documentos sigilosos da repartição sem autori-
veis, número de casos que nos interessam, e no denominador zação do superior.
será o número de casos possíveis.
Letra a.
Respeito à diversidade é regra geral de ética que deve ser
aplicada por todos os servidores públicos, incluindo o agen-
te penitenciário.
ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO
(Kátia Lima)

QUESTÃO 18
Um agente penitenciário, segundo padrões gerais de ética, não
deve:
(a) zelar pela integridade física e moral de funcionários e
visitantes.
(b) ser reservado no trato de assuntos relacionados ao ser-
viço que possam comprometer a segurança e o bom an-
damento do serviço.
(c) zelar pela integridade física e moral dos presos.
(d) compactuar com faltas cometidas por colegas.
(e) manter a disciplina e a segurança da unidade.

Letra d.
Nenhum servidor público deve compactuar com faltas de
que venha a ter conhecimento, mesmo que não tenha parti-
cipação direta.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 23


Letra c.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Nos termos do inciso XI do artigo quinto, o ingresso somente
poderia ocorrer por ordem judicial, durante o dia. Se houves-
se flagrante, desastre ou necessidade de prestar socorro, po-
DIREITO CONSTITUCIONAL
(Wellington Antunes) deria haver o ingresso sem ordem judicial, e a qualquer hora.

QUESTÃO 21 Michael nasceu no território brasileiro quando seus pais,


Joseph e Moana, cidadãos franceses, aqui se encontravam pelo
Alan e Salom travaram intenso debate a respeito dos princípios
período de dois meses em gozo de férias. Logo após o nasci-
fundamentais da República Federativa do Brasil. Alan defendia
mento, foi levado pelos pais para a França, somente retornando
que o Brasil adota a forma republicana de estado, e que entre
ao Brasil 21 anos depois. Ao retornar, teve grande afeição pela
os fundamentos encontra-se a independência nacional. Salom,
cultura brasileira e decidiu que iria estudar para concursos
por sua vez, defendia que o princípio da livre-iniciativa, o qual
públicos e, posteriormente, candidatar-se ao cargo de Presi-
rege as relações internacionais do Brasil, não pode se sobrepor
dente da República tão logo alcançasse a idade exigida.
às regras de defesa do consumidor.
A esse respeito, é correto afirmar que: QUESTÃO 23
(a) Alan e Salom estão totalmente corretos.
À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar que a
(b) Alan está errado, e Salom está totalmente correto.
futura candidatura de Michael, caso observados os demais
(c) Salom está totalmente errado.
requisitos exigidos:
(d) Alan está errado, somente porque a independência na-
(a) é possível, por ser brasileiro nato.
cional é princípio que rege as relações internacionais.
(b) é possível, desde que renuncie à nacionalidade francesa.
(e) Alan está totalmente errado, e Salom parcialmen-
(c) é possível, desde que se naturalize brasileiro.
te correto.
(d) é possível, se optou pela nacionalidade brasileira até os
dezoito anos.
Letra e.
(e) não é possível, por ser estrangeiro.
O Brasil adota a forma federativa de Estado; além disso,
a independência nacional não é fundamento, mas sim um
Letra a.
princípio aplicável às relações internacionais. Em relação à
Ele é brasileiro nato, pelo critério territorial, conforme pre-
segunda parte, a livre-iniciativa é um fundamento, nos ter-
visto na alínea “a” do inciso I do artigo 12.
mos do artigo primeiro.

Após amplas apurações, determinado fiscal constatou a QUESTÃO 24


possível prática, por um grupo de pessoas, de crimes contra a
Os juízes possuem diversas garantias constitucionais indispen-
ordem tributária, encaminhando peças de informação ao Minis-
sáveis ao livre exercício da função jurisdicional. A esse res-
tério Público, que realizou novas investigações, desta feita, sob
peito, é correto afirmar que a garantia da:
o prisma criminal. Foi apurado que existiam provas da prática
(a) inamovibilidade impede que sejam removidos compul-
dos referidos crimes na casa de Jotta, um dos suspeitos.
soriamente do seu órgão jurisdicional, salvo por motivo
QUESTÃO 22 de interesse público.
(b) vitaliciedade permite que exerçam a função jurisdicio-
À luz da sistemática constitucional afeta aos direitos e deve-
nal enquanto viverem ou até que decidam aposentar-se
res individuais, é correto afirmar que os agentes do Ministério
voluntariamente.
Público
(c) irredutibilidade impede que os subsídios recebidos pe-
(a) poderiam ingressar a qualquer momento na casa de
los juízes sofram qualquer espécie de desconto, de na-
Jotta, sem o seu consentimento, bem como determinar
tureza tributária ou previdenciária.
a interceptação telefônica, independentemente de or-
(d) permutabilidade permite que os juízes permutem o ór-
dem judicial.
gão que titularizam com outro juiz, ainda que vinculado
(b) somente poderiam ingressar na casa de Jotta com o seu
a ente federativo diverso.
consentimento.
(e) preferibilidade assegura aos juízes a possibilidade de
(c) poderiam ingressar na casa de Jotta, sem o seu consen-
acesso preferencial a qualquer espaço público ou pri-
timento, com ordem judicial e somente durante o dia.
vado, desde que o “ato de acesso” seja fundamentado.
(d) poderiam ingressar na casa de Jotta, sem o seu consen-
timento, com ordem judicial, de dia ou à noite.
Letra a.
(e) não poderiam, em qualquer hipótese, ingressar na
Nos termos do artigo 95, são garantias funcionais dos juízes
casa de Jotta.
a vitaliciedade, que, no primeiro grau, só será adquirida após
dois anos de exercício, dependendo a perda do cargo, nesse
período, de deliberação do tribunal a que o juiz estiver vin-
culado, e, nos demais casos, de sentença judicial transitada

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 24


em julgado; a inamovibilidade, salvo por motivo de interes- (e) compete, no âmbito da União, à polícia federal, institu-
se público, na forma do art. 93, VIII; e a irredutibilidade de ída por lei como órgão permanente, organizado e estru-
subsídio, ressalvado o disposto nos arts. 37, X e XI, 39, § 4º, turado em carreira.
150, II, 153, III, e 153, § 2º, I.
Letra c.
Nos termos do § 10 do art. 144, a segurança viária compete,
QUESTÃO 25 no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,
Após amplos debates, um grupo de estudantes concluiu que aos respectivos órgãos ou entidades executivas e seus agentes
o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é órgão de controle de trânsito, estruturados em Carreira, na forma da lei.
externo do Poder Judiciário; somente é integrado por membros Não cabe aos órgãos de segurança pública previstos no ca-
do Poder Judiciário e tem competência para rever os atos juris- put do art. 144 a atuação primária nessa área.
dicionais praticados pelos órgãos controlados. Ademais, as guardas municipais, embora possam atuar no
À luz da sistemática constitucional, essa conclusão está: contexto da segurança pública, não receberam a atribuição
(a) totalmente incorreta, já que dissonante da ordem cons- constitucional de atuação na segurança viária, de forma direta.
titucional.
(b) parcialmente incorreta, pois o CNJ também exerce o DIREITO ADMINISTRATIVO
controle externo sobre outros órgãos. (Vandré Amorim)
(c) parcialmente incorreta, já que o CNJ pode controlar
atos jurisdicionais quando autorizado. QUESTÃO 27
(d) parcialmente incorreta, pois o CNJ também possui No que concerne à organização da Administração Pública e
membros estranhos ao Judiciário. suas entidades, assinale a alternativa correta.
(e) totalmente correta, já que harmônica com a ordem (a) Fundações públicas são pessoas jurídicas de direito pri-
constitucional. vado, criadas por lei, para executar atividades típicas da
Administração Pública direta.
Letra a. (b) A desconcentração é técnica administrativa de distri-
O CNJ é um órgão administrativo de controle interno do buição interna de competências, que ocorre dentro da
Judiciário. Dessa forma, não cabe a ele qualquer revisão estrutura de uma pessoa jurídica, como, por exemplo,
jurisdicional das decisões dos juízes. Além disso, deve-se quando uma autarquia estabelece uma divisão interna
destacar que, na composição do CNJ, há 6 membros que não de funções.
integram o Judiciário (2 cidadãos, 2 membros do Ministério (c) Empresas públicas são pessoas jurídicas de direito pú-
Público e 2 advogados, na forma do artigo 103-B). blico, criadas por lei específica, com a totalidade de
capital público e organizadas por qualquer forma socie-
tária admitida legalmente.
QUESTÃO 26 (d) A descentralização ocorre a partir da distribuição inter-
José e Márcio, advogados, travaram discussão acerca do papel na de competências, que se efetua dentro da estrutura
do Estado no contexto da segurança pública, mais especifi- de uma pessoa jurídica, como, por exemplo, quando
camente acerca da segurança viária. Em relação a esse tema, determinada autarquia estabelece uma divisão interna
pode-se afirmar que de funções.
(a) compreende a educação, engenharia e fiscalização de (e) Autarquias são pessoas jurídicas de direito público,
trânsito, bem como a execução de atividades de polícia criadas após autorização legislativa para executar ativi-
judiciária e apuração de infrações penais em matéria de dades típicas da Administração Pública.
trânsito, além de outras atribuídas em lei aos agentes
de trânsito. Letra b.
(b) compete, no âmbito dos Municípios, às guardas muni- As fundações públicas (também chamadas de governamen-
cipais, que poderão cumular com essa outras ativida- tais), quando de direito privado, não são “criadas por lei”,
des destinadas à proteção de bens, serviços, instalações mas sim criadas após autorização por lei, ou seja, a criação
municipais e de polícia ostensiva e preservação da or- se dará em momento posterior à edição da lei. A descon-
dem pública. centração é um processo interno, que ocorre tanto dentro de
(c) é exercida para a preservação da ordem pública e da pessoas jurídicas da Administração direta quanto das pesso-
incolumidade das pessoas e do seu patrimônio nas vias as jurídicas da Administração indireta. As empresas públicas
públicas, competindo, no âmbito dos Estados, aos res- são pessoas jurídicas de direito privado, embora possuam o
pectivos órgãos ou entidades executivas e seus agentes capital 100% público. A descentralização pressupõe, sem-
de trânsito. pre, a relação entre pessoas diversas, não sendo uma mera
(d) compreende atividades previstas em lei, que assegurem distribuição interna de competências. As autarquias, por se-
ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente, de rem pessoas de direito público, são criadas diretamente pela
competência, no âmbito da União, das polícias rodovi- lei, e não “após uma autorização legislativa”.
ária e ferroviária federal.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 25


QUESTÃO 30
QUESTÃO 28
De acordo com o previsto na Lei n. 8.429/1992, o ato de per-
A apreensão por parte da Administração Pública de mercado- mitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilici-
ria irregular comercializada por um estabelecimento privado tamente configura:
representa predominantemente o poder: (a) Ato de improbidade administrativa que causa prejuízo
(a) hierárquico. ao erário.
(b) de polícia. (b) Ato de improbidade administrativa que atenta contra os
(c) disciplinar. princípios da Administração Pública.
(d) de tutela. (c) Ato de improbidade administrativa que importa enri-
(e) normativo. quecimento ilícito.
(d) Mera infração administrativa.
Letra b. (e) Infração penal, apenas.
O poder de polícia é atividade da Administração Pública que,
limitando ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, re- Letra a.
gula a prática de ato ou abstenção de fato, em razão de inte- Nos termos do art. 10, XII, da Lei n. 8429/1992, o agente
resse público concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos público que contribuir para que terceira pessoa se enrique-
costumes, à disciplina da produção e do mercado, ao exercí- ça ilicitamente está causando um prejuízo ao erário. Caso o
cio de atividades econômicas dependentes de concessão ou próprio agente também tivesse se enriquecido ilicitamente,
autorização do Poder Público, à tranquilidade pública ou ao estaríamos diante de um ato de improbidade que gera enri-
respeito à propriedade e aos direitos individuais ou coletivos. quecimento ilícito, previsto no art. 9º.

QUESTÃO 29 QUESTÃO 31
No que se refere à anulação, revogação e convalidação dos atos De acordo com a Lei n. 8.666/1993, a contratação de institui-
administrativos, assinale a alternativa incorreta. ção brasileira incumbida estatutariamente do desenvolvimento
(a) Os atos administrativos legais podem ser revogados, a institucional, que detenha inquestionável reputação ético-pro-
critério da Administração. fissional e não tenha fins lucrativos, configura uma hipótese de:
(b) Os atos que já exauriram os respectivos efeitos e os atos (a) obrigatoriedade de licitação.
vinculados não podem ser revogados. (b) licitação dispensada.
(c) Vícios de legalidade na competência e na forma admi- (c) licitação dispensável.
tem convalidação. (d) licitação inexigível.
(d) O Poder Judiciário pode apreciar ato administrativo de (e) licitação deserta.
revogação para controlar lesão ou ameaça a direito.
(e) A Administração, no exercício de sua autotutela, pode Letra c.
anular ou revogar seus próprios atos, quando eivados Nos termos do art. 24, XIII, da Lei n. 8666/1993, temos um
de vícios que os tornam ilegais. caso de licitação dispensável.

Letra e.
A revogação de um ato somente poderá ocorrer em relação QUESTÃO 32
a atos que sejam legais, pois, caso contrário, deve-se utilizar De acordo com a Lei n. 10.460/1988 (Estatuto dos Funcioná-
a anulação para extinguir o ato. Considerando a revogação rios Públicos Civis do Estado de Goiás e de suas Autarquias),
como uma atividade discricionária da Administração, não se julgue os itens:
admite revogar atos consumados, vinculados e enunciativos,
além de atos que geraram direito adquirido e atos materiais. I – ser brasileiro nato.
Mesmo havendo uma ilegalidade, é possível convalidar o II – estar em gozo dos direitos políticos.
ato se o vício estiver na competência ou na forma. O Poder III – estar em dia com as obrigações militares e eleitorais.
Judiciário, em razão de sua missão constitucional de con- IV – idade mínima de 16 (dezesseis) anos.
trolar ilegalidades, pode apreciar um ato administrativo de
revogação, a fim de verificar se a referida revogação ocor- São requisitos obrigatórios para inscrição em concurso:
reu de forma lícita. Não se admite que o Poder Judiciário (a) I, II e III.
revogue um ato, mas a ele cabe controlar a legalidade das (b) II e III.
revogações feitas pela Administração. (c) I, II, III e IV.
(d) I e II.
(e) I e III.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 26


Letra b. crime praticado contra o patrimônio de sociedade de econo-
Nos termos do art. 9º da Lei n. 10.460/1988, não se exige mia mista municipal; as demais são hipótese de extraterrito-
que o brasileiro seja nato, uma vez que também se admite rialidade condicionada.
que o brasileiro seja naturalizado. Quanto à idade mínima, a
lei exige ao menos 18 (dezoito) anos.
QUESTÃO 35
DIREITO PENAL Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
(Wallace França) dominante, bem como o entendimento dos tribunais superiores,
são causas de aumento de pena do homicídio, exceto:
QUESTÃO 33 (a) ser praticado contra menor de 14 (quatorze) anos.
Considerando as disposições do Código Penal, marque a alter- (b) ser praticado contra maior de 60 (sessenta) anos.
nativa correta. (c) ser praticado contra a mulher por razões da condição de
(a) É também aplicável a lei brasileira aos crimes pratica- sexo feminino.
dos a bordo de aeronaves ou embarcações estrangeiras (d) ser praticado por milícia privada.
de propriedade privada, achando-se aquelas em pouso (e) ser praticado por grupo de extermínio.
no território nacional ou em voo no espaço aéreo corres-
pondente, e estas em porto ou mar territorial do Brasil. Letra c.
(b) Aplica-se a lei brasileira, com prejuízo de convenções, O feminicídio, homicídio praticado contra a mulher por ra-
tratados e regras de direito internacional, ao crime co- zões da condição de sexo feminino, é uma hipótese de homi-
metido no território nacional. cídio qualificado, e não aumento de pena.
(c) Para os efeitos penais, consideram-se como extensão
do território nacional as embarcações e aeronaves bra-
sileiras, de natureza pública ou a serviço do governo QUESTÃO 36
brasileiro que se achem somente, respectivamente, no Em se tratando do tempo do crime, o Código Penal adotou:
espaço aéreo correspondente ou em alto-mar. (a) a teoria da ubiquidade.
(d) Para os efeitos penais, consideram-se como extensão (b) a teoria mista.
do território nacional as aeronaves e as embarcações (c) a teoria da atividade.
brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, onde (d) a teoria do resultado.
quer que se encontrem. (e) a teoria unitária.
(e) considera-se praticado o crime no lugar em que ocorreu
a ação ou omissão, no todo ou em parte, ainda que ou- Letra c.
tro seja o do resultado. Conforme artigo 4º do Código Penal, em relação ao tempo
do crime, foi adotada a teoria da atividade.
Letra a.
A letra “a” traz a previsão do artigo 5º, § 2º, do Código Pe-
nal. QUESTÃO 37
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio-
QUESTÃO 34 res, marque a alternativa incorreta.
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário (a) Desprezam-se, nas penas privativas de liberdade e nas
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superiores, restritivas de direitos, as frações de dia, e, na pena de
marque a alternativa que apresenta uma hipótese de extraterri- multa, as frações de cruzeiro.
torialidade incondicionada. (b) O dia do começo inclui-se no cômputo do prazo.
(a) Crimes praticados por brasileiros. Contam-se os dias, os meses e os anos pelo calendário
(b) Crimes praticados contra o patrimônio de sociedade de gregoriano.
economia mista municipal. (c) As regras gerais do Código Penal aplicam-se aos fatos
(c) Crimes praticados em aeronaves ou embarcações bra- incriminados por lei especial, se esta não dispuser de
sileiras, mercantes ou de propriedade privada, quando modo diverso.
em território estrangeiro e aí não sejam julgados. (d) A pena cumprida no estrangeiro atenua a pena imposta
(d) Crimes que, por tratado ou convenção, o Brasil se obri- no Brasil pelo mesmo crime, quando idênticas, ou nela
gou a reprimir. é computada, quando diversas.
(e) Crimes praticados por estrangeiros contra brasileiro, (e) A sentença estrangeira, quando a aplicação da lei brasi-
no exterior. leira produz na espécie as mesmas consequências, pode
ser homologada no Brasil para obrigar o condenado à
Letra b. reparação do dano, a restituições e a outros efeitos civis.
Conforme artigo 7º do Código Penal, dentre as alternativas,
somente é hipótese de extraterritorialidade incondicionada o

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 27


Letra d. Letra c.
Conforme artigo 8º do Código Penal, a pena cumprida no Conforme artigo 136, § 3º, do Código Penal, aumenta-se a
estrangeiro atenua a pena imposta no Brasil pelo mesmo cri- pena de um terço, se o crime é praticado contra pessoa me-
me, quando diversas, ou nela é computada, quando idênticas. nor de 14 (catorze) anos.

QUESTÃO 38 QUESTÃO 40
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio- dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio-
res, marque a alternativa correta. res, marque a alternativa incorreta.
(a) É punível o crime de participação em suicídio, se do (a) O abigeato, qualificador expresso do furto, consiste
suicídio resulta lesão corporal leve. na subtração de semovente domesticável de produção,
(b) Caracteriza o crime de infanticídio se a mãe mata o pró- ainda que abatido ou dividido em partes no local da
prio filho, sob a influência de estado puerperal, antes do subtração. Enquanto o abacto é o roubo de semoventes.
parto ou logo após. (b) Constituem qualificadoras no furto, puníveis com a
(c) O que diferencia os crimes de aborto do homicídio/in- mesma pena, tanto o emprego de explosivo ou de ar-
fanticídio é que os crimes de aborto só podem ser prati- tefato que cause perigo comum quanto a subtração de
cados contra o feto até o início de trabalho de parto e os substâncias explosivas ou de acessórios que, conjunta
crimes de homicídio/infanticídio, após esse momento. ou isoladamente, possibilitem sua fabricação, monta-
(d) Os crimes de aborto do artigo 124 do Código Penal (au- gem ou emprego.
toaborto ou aborto consentido) não admitem o concur- (c) O crime de furto de coisa comum é de ação penal pú-
so de pessoas. blica condicionada à representação. Diferentemente do
(e) A pena do feminicídio é aumentada em 1/3 (um terço) crime de furto do artigo 155 do Código Penal, que será
até a metade se o crime for praticado somente na pre- sempre de ação penal pública incondicionada.
sença física de descendente ou de ascendente da vítima. (d) No roubo impróprio, não é admissível a violência
imprópria.
Letra c. (e) Com o advento da Lei n. 13.654/2018, ocorreu “aboli-
É o início do trabalho de parto que será o momento que di- tio criminis” da causa de aumento de pena de utilização
ferenciará se o crime será de aborto ou infanticídio/homi- de arma branca.
cídio. STJ – De acordo com o ministro, iniciado o trabalho
de parto, não há que se falar mais em aborto, mas sim em Letra c.
homicídio ou infanticídio. O crime de furto do artigo 155 do Código Penal será de ação
penal pública condicionada à representação do ofendido nas
hipóteses do artigo 182 do Código Penal (escusas relativas).
QUESTÃO 39
Considerando o Código Penal e o pensamento doutrinário DIREITO PROCESSUAL PENAL
dominante, bem como o entendimento dos tribunais superio- (Erico Pallazo)
res, marque a alternativa incorreta.
(a) No crime de omissão de socorro, a pena é aumentada QUESTÃO 41
de metade, se da omissão resulta lesão corporal de na- João Macedo é réu numa ação penal que investiga roubo em
tureza grave, e triplicada, se resulta em morte. concurso de pessoas praticado contra Camila Souza. No curso
(b) No crime de condicionamento de atendimento médico- da ação penal, é publicada uma nova lei prejudicial a João
-hospitalar emergencial, a pena é aumentada até o do- Macedo, pois impõe a realização de determinado ato proces-
bro se da negativa de atendimento resulta lesão corpo- sual contrário a seus interesses. Nessa situação:
ral de natureza grave, e até o triplo se resulta em morte. (a) a nova lei, por ser prejudicial ao réu, não pode ser apli-
(c) No crime de maus-tratos, aumenta-se a pena de um ter- cada na presente ação penal, uma vez que sua vigência
ço, se o crime é praticado contra pessoa menor de 18 é posterior ao fato ocorrido.
(dezoito) anos. (b) a lei processual penal pode retroagir a fatos ocorridos
(d) Constitui crime de exposição ou abandono de recém- antes de sua vigência, desde que para beneficiar o réu.
-nascido expor ou abandonar recém-nascido, para ocul- (c) aplica-se ao direito processual penal a regra do tempus
tar desonra própria. regit actum, de forma que a lei aplicável à ação penal
(e) O crime de perigo para a vida ou saúde de outrem é um era aquela vigente à época dos fatos.
crime subsidiário expresso. (d) a nova lei, apesar de prejudicial a João Macedo, terá
aplicação prática na presente ação penal. Isso ocorre
porque a lei processual penal terá aplicação imediata,
independentemente dos efeitos que venha a gerar.
(e) caso o ato processual imposto pela nova lei já tivesse

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 28


sido realizado nos moldes da lei revogada, seria neces- não poderá proceder a novas diligências.
sário repeti-lo. (c) diante do surgimento de novas provas, o inquérito po-
licial pode ser desarquivado. Cumpre ressaltar, toda-
Letra d. via, que, se o arquivamento tivesse sido fundamentado
A nova lei processual penal pode retroagir para beneficiar na atipicidade do fato, não seria possível seu desar-
ou prejudicar o réu. Sua aplicação é imediata, conforme ex- quivamento.
posto no CPP, art. 2o: “A lei processual penal aplicar-se-á (d) em razão de Lorenzo Freitas ser réu primário, solicita-
desde logo, sem prejuízo da validade dos atos realizados sob do o arquivamento do inquérito policial, não há a pos-
a vigência da lei anterior.” Ademais, o item E está errado sibilidade de desarquivamento.
porque os atos já realizados serão válidos, não sendo neces- (e) Todas as alternativas acima estão em desacordo com as
sário repeti-los. regras processuais penais.

Letra c.
QUESTÃO 42 a. Errado. O art. 28 do CPP estabelece as providências a
O inquérito policial possui diversas características apresenta- serem tomadas pelo juiz se este discordar do requerimento
das pela lei, doutrina e jurisprudência. Marque a alternativa que de arquivamento do IP pelo Ministério Público.
não corresponde a uma das características do inquérito policial. b. Errado. Vide art. 18 do CPP.
(a) Dispensável, uma vez que o Ministério Público pode c. Correto. Vide Súmula 524/STF. Quanto à segunda parte,
oferecer a denúncia independentemente da instauração é o entendimento dos Tribunais Superiores. 
ou conclusão do inquérito policial. d. Errado. Não há qualquer previsão nesse sentido.
(b) Sigilo proibido, uma vez que, de acordo com a Súmula e. Errado, em razão da alternativa C, que está correta.
Vinculante 14 do STF, é direito do defensor, no interes-
se do representado, ter acesso aos elementos da prova.
(c) Indisponível, uma vez que a autoridade policial não QUESTÃO 44
pode mandar arquivar autos de inquérito. No que concerne à ação penal, assinale a alternativa correta.
(d) Escrito, uma vez que todas as peças do inquérito poli- (a) A queixa subsidiária da pública poderá ser oferecida se
cial serão, num só processado, reduzidas a escrito ou o Ministério Público tiver se manifestado pelo arquiva-
datilografadas e, neste caso, rubricadas pela autoridade. mento do inquérito policial.
(e) Inquisitorial, uma vez que o inquérito policial não se (b) O prazo para o Ministério Público oferecer a denúncia
sujeita ao contraditório e à ampla defesa. é de 10 dias, se o indiciado estiver preso, e 15 dias, se
estiver solto.
Letra b. (c) O perdão do ofendido é um instituto que ocorre antes
a. Correto. Art. 12 do CPP. do oferecimento da ação penal.
b. Errado. Em que pese não ser permitido o sigilo absoluto do (d) Seja qual for o crime, quando praticado em detrimento
IP, a doutrina continua a classificá-lo como sigiloso. A Súmu- do patrimônio ou interesse da União, Estado e Municí-
la Vinculante 14 do STF ressalva os atos não documentados. pio, a ação penal será pública.
Estes podem e devem ser mantidos em sigilo para não preju- (e) Todas as alternativas acima estão erradas.
dicar as investigações. Ex.: interceptação telefônica.
c. Correto. Art. 17 do CPP. Letra d.
d. Correto. Art. 9º do CPP. a. Errado. A ação privada subsidiária da pública só pode ser
e. Correto. Esse é o entendimento da doutrina e da jurispru- oferecida se o Ministério Público se mantém inerte por prazo
dência. superior ao estipulado em lei para oferecimento da denúncia.
b. Errado. O prazo é de 5 dias, se o indiciado estiver preso, e
15 dias, se estiver solto.
QUESTÃO 43 c. Errado. O perdão do ofendido é instituto que ocorre após
Foi instaurado inquérito policial contra Lorenzo Freitas, réu a instauração da ação penal. 
primário, em razão de suposto furto praticado por este contra d. Correto. Teor do artigo 24, § 2º, do CP.
diversas vítimas. Após várias diligências, não foi possível e. Errada. A letra D está correta.
constatar indícios de autoria, o que levou o Delegado de Polí-
cia responsável pelo caso a relatar o inquérito policial. Diante
dessa situação: QUESTÃO 45
(a) se o Ministério Público requerer o arquivamento do Assinale o delito em que não é cabível a prisão temporária.
inquérito policial, não caberá ao juiz discordar dessa (a) Furto qualificado.
providência, uma vez que cabe ao parquet, como titular (b) Latrocínio.
da ação penal, oferecer a denúncia. (c) Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de
(b) depois de ordenado o arquivamento do inquérito, por produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.
falta de base para a denúncia, o Delegado de Polícia (d) Envenenamento de água potável ou substância alimen-

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 29


tícia ou medicinal qualificado pela morte. Letra e.
(e) Associação criminosa. a. Errado. O erro da questão foi afirmar que nessa hipótese
seria admissível a prisão preventiva em crime culposo.
Letra a. b. Errado. Também não se admite fiança aos crimes equipa-
Não cabe prisão temporária ao furto qualificado. Ademais, rados a hediondo.
note que, apesar de o crime de falsificação, corrupção, adul- c. Errado. A liberdade provisória é sim admitida aos crimes
teração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos hediondos e equiparados.
ou medicinais (art. 273 do CP) não estar previsto no rol da d. Errado. De acordo com o art. 316 do CPP: “O juiz poderá
Lei n. 7.960/89, é cabível a prisão temporária, por se tratar revogar a prisão preventiva se, no correr do processo, veri-
de crime hediondo, conforme a regra do art. 2º, § 4º, da Lei ficar a falta de motivo para que subsista, bem como de novo
n. 8.072/1990. decretá-la, se sobrevierem razões que a justifiquem”.
e. Correto. Vide art. 322 do CPP.

QUESTÃO 46
O auto de prisão em flagrante é um dos mais importantes meios QUESTÃO 48
que a sociedade possui para manter a paz social. Existem, No que concerne ao remédio constitucional do habeas corpus,
porém, espécies de flagrante delito que são ilegais e inadmiti- marque a alternativa errada.
dos no ordenamento pátrio. Marque a alternativa que apresenta (a) Os juízes e os tribunais têm competência para expedir
um flagrante não admitido no Brasil. de ofício ordem de habeas corpus, quando, no curso
(a) Flagrante esperado. de processo, verificarem que alguém sofre ou está na
(b) Flagrante ficto ou presumido. iminência de sofrer coação ilegal.
(c) Quase-flagrante. (b) As custas processuais de habeas corpus somente serão
(d) Flagrante prorrogado ou diferido. recolhidas se o paciente tiver condições financeiras para
(e) Flagrante provocado. arcá-las, não devendo ser cobradas do hipossuficiente.
(c) Conceder-se-á habeas corpus sempre que alguém so-
Letra e. frer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coa-
a. Trata-se de hipótese admitida. A polícia tem notícia de um ção em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou
fato criminoso que pode ocorrer, se dirige ao local e aguarda o abuso de poder.
início da prática criminosa para efetuar a prisão em flagrante. (d) A depender do paciente, é possível que o habeas corpus
b. Hipótese prevista no art. 302, IV, do CPP. seja julgado originariamente no STF.
c. Sinônimo de flagrante impróprio, imperfeito ou irreal. Hi- (e) O habeas corpus pode ser impetrado por qualquer pes-
pótese prevista no art. 302, III, do CPP. soa, inclusive pelo paciente, ou pelo Ministério Público.
d. Trata-se de hipótese admitida. A polícia presencia situação
flagrancial, mas aguarda momento mais oportuno para agir, Letra b.
a fim de alcançar maior número de prisões ou apreensões. a. Certo. Vide art. 654, § 2º, do CPP.
e. Sinônimo de flagrante preparado. Hipótese não admitida, b. Errado. HC é gratuito, seja quem for o paciente. Vide art.
de acordo com a Súmula 145 do STF: “Não há crime, quan- 5º, LXXVII, da CF.
do a preparação do flagrante pela polícia torna impossível a c. Certo. Vide art. 5º, LXVIII, da CF.
sua consumação.” d. Certo. Vide art. 102, I, d, da CF.
e. Certo. Vide art. 654, caput, do CPP.

QUESTÃO 47 LEI DE EXECUÇÃO PENAL


No que concerne a prisão preventiva, crimes hediondos, liber- (Deusdedy Solano e Leandro Ernesto)
dade provisória e fiança, assinale a alternativa correta.
(a) Uma das hipóteses de cabimento da prisão preventiva é QUESTÃO 49
o cometimento de crime, doloso ou culposo, cuja pena O Juiz, na sentença, estabelecerá o regime no qual o condenado
máxima seja superior a 4 anos. iniciará o cumprimento da pena privativa de liberdade, obser-
(b) Não é cabível fiança nos crimes hediondos e no crime vadas as regras estabelecidas no Código Penal. De acordo com
de racismo. Excepcionalmente, admite-se a fiança nos a Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984), é correto afirmar
crimes equiparados a hediondo. que:
(c) Não se admite a liberdade provisória na hipótese de cri- (a) quando houver condenação por mais de um crime, no
mes hediondos ou equiparados. mesmo processo ou em processos distintos, a determi-
(d) O juiz não pode revogar de ofício a prisão preventiva. nação do regime de cumprimento será feita pelo resul-
(e) A autoridade policial somente poderá conceder fiança tado da soma ou unificação das penas, sem observar a
nos casos de infração cuja pena privativa de liberdade detração ou remição. Sobrevindo condenação no curso
máxima não seja superior a 4 anos. da execução, somar-se-á a pena ao restante da que está
sendo cumprida, para determinação do regime.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 30


(b) A pena privativa de liberdade será executada em for- e. Errado. LEP, Art. 112 e Art. 113. O ingresso do condenado
ma progressiva com a transferência para regime menos em regime aberto supõe a aceitação de seu programa e das
rigoroso, a ser determinada pelo juiz, quando o preso condições impostas pelo Juiz.
tiver cumprido ao menos um sexto da pena no regime
anterior e ostentar bom comportamento carcerário,
comprovado pelo diretor do estabelecimento, respeita- QUESTÃO 50
das as normas que vedam a progressão. No que diz respeito às autorizações de saída de condenados e
(c) A decisão de progressão será sempre motivada e prece- presos provisórios, conforme previsão na LEP – Lei de Execu-
dida de manifestação do Ministério Público e do defen- ção Penal, analise os itens a seguir, indicando a assertiva correta:
sor; entretanto, no procedimento adotado na concessão (a) A Permissão de saída será concedida aos condenados
de livramento condicional, indulto e comutação de pe- que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto e
nas, é dispensada a manifestação do defensor e do MP. aos presos provisórios, independentemente de escolta,
(d) No caso de mulher gestante ou que for mãe ou respon- quando ocorrer falecimento ou doença grave do côn-
sável por crianças ou pessoas com deficiência, os requi- juge, companheira, ascendente, descendente ou irmão.
sitos para progressão de regime são, alternativamente, (b) A permissão de saída será concedida pelo diretor do
não ter cometido crime com violência ou grave ameaça estabelecimento onde se encontra o preso, pelo prazo
a pessoa, não ter cometido o crime contra seu filho ou máximo de 7 dias.
dependente ou ter cumprido ao menos 1/4 (um quarto) (c) A saída temporária aos condenados que cumprem pena
da pena no regime anterior. em regime semiaberto será concedida, sem vigilância
(e) O ingresso do condenado em regime dispensa a acei- direta, para visita à família, frequência a curso suple-
tação, mas submete o condenado ao seu programa e às tivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º
condições impostas pelo Juiz. grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução, ou
para a participação em atividades que concorram para o
Letra b. retorno ao convívio social.
A resposta correta é a letra “b”, porque é a única em harmo- (d) A autorização para saída temporária será concedida
nia com a Lei de Execução Penal. por ato motivado do Juiz da execução, dependendo de
a. Errado. LEP, Art. 111. Quando houver condenação por comportamento adequado e cumprimento mínimo de
mais de um crime, no mesmo processo ou em processos dis- 1/3 (um terço) da pena, se o condenado for primário, e
tintos, a determinação do regime de cumprimento será feita 2/3 (dois terços), se reincidente.
pelo resultado da soma ou unificação das penas, observada, (e) A autorização será concedida por prazo superior a 7
quando for o caso, a detração ou remição. Parágrafo único. (sete) dias, podendo ser renovada por mais 7 (sete) ve-
Sobrevindo condenação no curso da execução, somar-se-á a zes durante o ano, independentemente de condições.
pena ao restante da que está sendo cumprida, para determi-
nação do regime. Letra c.
b. Certo. LEP, Art. 112. A pena privativa de liberdade será A resposta correta é a letra “c”, porque é a única em harmo-
executada em forma progressiva com a transferência para nia com a Lei de Execução Penal.
regime menos rigoroso, a ser determinada pelo juiz, quan- a. Errado. LEP, Art. 120. Os condenados que cumprem pena
do o preso tiver cumprido ao menos um sexto da pena no em regime fechado ou semiaberto e os presos provisórios
regime anterior e ostentar bom comportamento carcerário, poderão obter permissão para sair do estabelecimento, me-
comprovado pelo diretor do estabelecimento, respeitadas as diante escolta.
normas que vedam a progressão. b. Errado. LEP, Art. 120. Parágrafo único. A permissão de sa-
c. Errado. LEP, Art. 112, § 1o A decisão será sempre motivada ída será concedida pelo diretor do estabelecimento onde se
e precedida de manifestação do Ministério Público e do de- encontra o preso. Art. 121. A permanência do preso fora do es-
fensor. § 2o Idêntico procedimento será adotado na concessão tabelecimento terá a duração necessária à finalidade da saída.
de livramento condicional, indulto e comutação de penas, c. Certo. LEP, Art. 122. Os condenados que cumprem pena
respeitados os prazos previstos nas normas vigentes. em regime semiaberto poderão obter autorização para saída
d. Errado. LEP, Art. 112, § 3º No caso de mulher gestante ou temporária do estabelecimento, sem vigilância direta, nos
que for mãe ou responsável por crianças ou pessoas com de- seguintes casos: I – visita à família; II – frequência a curso
ficiência, os requisitos para progressão de regime são, cumu- supletivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º
lativamente: I – não ter cometido crime com violência ou grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução; III –
grave ameaça a pessoa; II – não ter cometido o crime contra participação em atividades que concorram para o retorno a
seu filho ou dependente; III – ter cumprido ao menos 1/8 convívio social.
(um oitavo) da pena no regime anterior; IV – ser primária e d. Errado. LEP, Art. 123. A autorização será concedida por
ter bom comportamento carcerário, comprovado pelo dire- ato motivado do Juiz da execução, ouvidos o Ministério Pú-
tor do estabelecimento; V – não ter integrado organização blico e a administração penitenciária, e dependerá da satisfa-
criminosa. ção dos seguintes requisitos: I – comportamento adequado;

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 31


II – cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se o conclusão do ensino fundamental, médio ou superior duran-
condenado for primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente; te o cumprimento da pena, desde que certificada pelo órgão
III – compatibilidade do benefício com os objetivos da pena. competente do sistema de educação.
e. Errado. LEP, Art. 124. A autorização será concedida por e. Errado. LEP, Art. 123, § 6o O condenado que cumpre pena
prazo não superior a 7 (sete) dias, podendo ser renovada por em regime aberto ou semiaberto e o que usufrui de liberdade
mais 4 (quatro) vezes durante o ano. condicional poderá remir, pela frequência a curso de ensino
regular ou de educação profissional, parte do tempo de exe-
cução da pena ou do período de prova, observado o disposto
QUESTÃO 51 no inciso I do § 1o deste artigo.
Sobre a remição, o condenado que cumpre a pena em regime
fechado ou semiaberto poderá remir, por trabalho ou por estudo,
parte do tempo de execução da pena. Analise os seguintes itens, QUESTÃO 52
indicando a assertiva correta. Quanto à monitoração eletrônica, prevista durante a execução
(a) A contagem de tempo para a remição será feita à razão penal, analise as assertivas a seguir, indicando a correta.
de 1 (um) dia de pena a cada 12 (doze) horas de frequ- (a) O juiz poderá definir a fiscalização por meio de mo-
ência escolar; atividade de ensino fundamental, médio, nitoração eletrônica quando autorizar o livramento
inclusive profissionalizante, ou superior, ou ainda de condicional.
requalificação profissional, divididas, no mínimo, em (b) O juiz não poderá definir a fiscalização por meio de
3 (três) dias e de 1 (um) dia de pena a cada 3 (três) dias monitoração eletrônica quando autorizar a prisão
de trabalho. domiciliar.
(b) Não será permitida a cumulação dos casos de remição, (c) O juiz poderá definir a fiscalização por meio da moni-
as horas diárias de trabalho e de estudo. toração eletrônica quando autorizar a saída temporária
(c) O preso impossibilitado, por acidente, de prosseguir no no regime semiaberto e fechado.
trabalho ou nos estudos não continuará a beneficiar-se (d) O condenado monitorado será instruído acerca dos cui-
com a remição. dados que deverá adotar com o equipamento eletrôni-
(d) O tempo a remir em função das horas de estudo será co e dos seguintes deveres: receber visitas do servidor
acrescido de metade no caso de conclusão do ensino responsável pela monitoração eletrônica, responder aos
fundamental ou médio e de 1/3 no caso de conclusão seus contatos e cumprir suas orientações, abster-se de
de ensino superior durante o cumprimento da pena, remover, de violar, de modificar, de danificar de qual-
desde que certificada pelo órgão competente do sistema quer forma o dispositivo de monitoração eletrônica ou
de educação. de permitir que outrem o faça.
(e) O condenado autorizado a estudar fora do estabeleci- (e) A monitoração eletrônica deverá ser revogada quando
mento penal deverá comprovar anualmente, por meio se tornar desnecessária ou adequada ou se o acusado
de declaração da respectiva unidade de ensino, a frequ- ou condenado violar os deveres a que estiver sujeito
ência e o aproveitamento escolar. durante a sua vigência ou cometer falta leve.

Letra a. Letra d.
A resposta correta é a letra “a”, pois é a única em harmonia A resposta correta é a letra “a”, porque é a única em harmo-
com a Lei de Execução Penal. nia com a Lei de Execução Penal.
a. Certo. LEP, Art. 126. O condenado que cumpre a pena a. Errado. Não há previsão para livramento condicional.
em regime fechado ou semiaberto poderá remir, por trabalho b. Errado. LEP, Art. 146-B. O juiz poderá definir a fiscaliza-
ou por estudo, parte do tempo de execução da pena. § 1o A ção por meio da monitoração eletrônica quando IV – deter-
contagem de tempo referida no caput será feita à razão de minar a prisão domiciliar.
1 (um) dia de pena a cada 12 (doze) horas de frequência c. Errado. Não há previsão para o fechado – LEP, Art. 146-
escolar – atividade de ensino fundamental, médio, inclusive B. O juiz poderá definir a fiscalização por meio da monito-
profissionalizante, ou superior, ou ainda de requalificação ração eletrônica quando: II – autorizar a saída temporária no
profissional – divididas, no mínimo, em 3 (três) dias; II – 1 regime semiaberto.
(um) dia de pena a cada 3 (três) dias de trabalho. d. Certo. LEP, Art. 146-C. O condenado será instruído acer-
b. Errado. LEP, Art. 123, § 3o Para fins de cumulação dos ca dos cuidados que deverá adotar com o equipamento ele-
casos de remição, as horas diárias de trabalho e de estudo trônico e dos seguintes deveres: I – receber visitas do servi-
serão definidas de forma a se compatibilizarem. dor responsável pela monitoração eletrônica, responder aos
c. Errado. LEP, Art. 123, § 4o O preso impossibilitado, por seus contatos e cumprir suas orientações; II – abster-se de
acidente, de prosseguir no trabalho ou nos estudos, continu- remover, de violar, de modificar, de danificar de qualquer
ará a beneficiar-se com a remição. forma o dispositivo de monitoração eletrônica ou de permitir
d. Errado. LEP, Art. 123, § 5o O tempo a remir em função das que outrem o faça.
horas de estudo será acrescido de 1/3 (um terço) no caso de

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 32


e. Errado. LEP, Art. 146-D. A monitoração eletrônica poderá ser (e) Não constitui direito do preso audiência especial com o
revogada: I – quando se tornar desnecessária ou inadequada; II diretor do estabelecimento.
– se o acusado ou condenado violar os deveres a que estiver
sujeito durante a sua vigência ou cometer falta grave. Letra d.
a. Errado. Art. 43 da Lei n. 7.210/1984.
b. Errado. Súmula 716 do STF: “Admite-se a progressão de
QUESTÃO 53 regime de cumprimento da pena ou a aplicação imediata de
A respeito das disposições contidas na Lei n. 7.210/1984, regime menos severo nela determinada, antes do trânsito em
acerca da execução penal, assinale a alternativa correta. julgado da sentença condenatória”.
(a) Ao condenado e ao internado serão assegurados todos c. Errado. “Para o reconhecimento da prática de falta disci-
os direitos não atingidos pela sentença ou pela lei. plinar, é imprescindível a instauração de processo adminis-
(b) Ao condenado e ao internado não haverá qualquer dis- trativo (PAD) pelo diretor do presídio, assegurado, inclusive,
tinção etária, sexual, religiosa ou política. o direito de defesa, a ser exercido por advogado constituído
(c) Os condenados serão classificados segundo os seus an- ou defensor público.” (Súmula 533, STJ)
tecedentes, mas não segundo a sua personalidade, para d. Certo. STF. Plenário. RE 592581/RS, Rel. Min. Ricardo
orientar a individualização da execução penal. Lewandowski, julgado em 13/8/2015 (repercussão geral)
(d) Nenhum condenado será obrigado a se submeter à iden- (Info 794).
tificação do perfil genético, mediante extração de DNA. e. Errado. Art. 41, XIII, da Lei n. 7.210/1984.
(e) O ensino de primeiro grau aos condenados é facultativo.

Letra a. QUESTÃO 55
a. Certo. Art. 3º da Lei n. 7.210/1984. Consoante a Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984), cons-
b. Errado. Não haverá qualquer distinção racial, social, tituem deveres do condenado, exceto:
religiosa ou política (art. 3º, Parágrafo único, da Lei n. (a) comportamento disciplinado e cumprimento fiel
7.210/1984), mas é possível distinção de natureza etária e da sentença.
sexual, pela gravidade do crime e periculosidade do agente. (b) obediência ao servidor e respeito a qualquer pessoa
c. Errado. Os condenados serão classificados segundo os com quem deva relacionar-se.
seus antecedentes e personalidade, para orientar a individu- (c) constituição de pecúlio.
alização da execução penal (art. 5º da Lei n. 7.210/1984). (d) conduta oposta aos movimentos individuais ou coleti-
d. Errado. Art. 9º-A da Lei n. 7.210/1984: Os condenados vos de fuga ou de subversão à ordem ou à disciplina.
por crime praticado, dolosamente, com violência de nature- (e) execução do trabalho, das tarefas e das ordens recebidas.
za grave contra pessoa, ou por qualquer dos crimes previstos
no art. 1º da Lei n. 8.072, de 25 de julho de 1990, serão sub- Letra c.
metidos, obrigatoriamente, à identificação do perfil genéti- a. Errado. Art. 39, I, da Lei n. 7.210/1984.
co, mediante extração de DNA – ácido desoxirribonucleico, b. Errado. Art. 39, II, da Lei n. 7.210/1984.
por técnica adequada e indolor. c. Certo. A constituição do pecúlio é um direito do condena-
e) Errado. Nos termos do art. 18 da LEP, o ensino de 1º grau do, e não um dever.
será obrigatório. d. Errado. Art. 39, IV, da Lei n. 7.210/1984.
e. Errado. Art. 39, V, da Lei n. 7.210/1984.

QUESTÃO 54
De acordo com a Lei de Execução Penal, Lei n. 7.210/1984, QUESTÃO 56
assinale a alternativa correta. A Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/1984) estabelece, em
(a) A liberdade de contratar médico de confiança pessoal seu artigo 50, as sanções disciplinares aplicadas ao condenado
do internado ou do submetido a tratamento ambulato- que praticar falta grave.
rial por seus familiares ou dependentes não é garanti- Asdrubal, condenado a oito anos e seis meses de reclusão pela
da por lei. prática de determinado crime doloso, durante o cumprimento
(b) Não se admite a progressão de regime de cumprimento de sua pena, incitou movimento para subverter a ordem e a dis-
de pena antes do trânsito em julgado da sentença penal ciplina interna, sendo incluso no RDD – Regime Disciplinar
condenatória. Diferenciado.
(c) Para o reconhecimento da prática de falta disciplinar, é Nesse regime, Asdrubal poderá:
prescindível a instauração de processo administrativo (a) ser recolhido em cela escura.
(PAD) pelo diretor do presídio. (b) receber visitas semanais de duas pessoas.
(d) É lícito ao Poder Judiciário impor à Administração Pú- (c) será privado do banho de sol.
blica obrigação de fazer, consistente na promoção de (d) permanecer nesse regime por até 365 dias.
medidas ou na execução de obras emergenciais em es- (e) ser recolhido em cela coletiva.
tabelecimentos prisionais.

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 33


Letra b. Letra d.
a. Errado. A LEP proíbe a cela escura e insalubre, por cons- Questão fundamentada no preâmbulo da DUDH:
tituir violação ao princípio da dignidade de pessoa humana. A ASSEMBLEIA GERAL proclama A PRESENTE DE-
b. Certo. Art. 52, III, da LEP. CLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS
c. Errado. Terá direito a banho de sol por 2 horas diárias. Art. como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e to-
52, IV, da LEP. das as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada
d. Errado. Duração máxima de 360 dias. Art. 52, I, da LEP. órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração,
e. Errado. O RDD tem como uma de suas características o se esforce, através do ensino e da educação, por promover o
recolhimento em cela individual. Art. 52, II, da LEP. respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medi-
das progressivas de caráter nacional e internacional, por as-
DIREITOS HUMANOS segurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e
(Alice Rocha) efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros,
quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.
QUESTÃO 57
Em relação a tratados internacionais de direitos humanos, assi-
nale a alternativa correta. QUESTÃO 59
(a) De acordo com a jurisprudência do Supremo Tribunal A respeito da Declaração Universal dos Direitos Humanos,
Federal (STF), os tratados em direitos humanos ratifi- assinale a alternativa correta.
cados pelo Brasil, nos termos do parágrafo 3º do art. (a) Toda pessoa tem direito a repouso e lazer, inclusive a
5º da Constituição Federal, possuem status de emenda limitação integral das horas de trabalho e férias perió-
constitucional. dicas remuneradas.
(b) Segundo jurisprudência do STF, tratados internacionais (b) Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de
de direitos humanos ratificados pelo Brasil posterior- procurar e de gozar asilo em outros países. Mas esse
mente à edição da EC n. 45 não possuem natureza cons- direito não pode ser invocado em caso de perseguição
titucional. legitimamente motivada por crimes de direito comum,
(c) Após ratificados, tratados em direitos humanos são in- ou por atos contrários aos propósitos e princípios das
corporados automaticamente como normas constitucio- Nações Unidas.
nais, passando a constituir cláusulas pétreas. (c) Ninguém poderá ser culpado por qualquer ação ou
(d) Os tratados de direitos humanos podem ser incorpo- omissão que, no momento, constituíam delito perante
rados ao ordenamento jurídico nacional com força de o direito internacional.
emenda constitucional, independentemente do quórum (d) Toda pessoa tem direito à liberdade de locomoção e
de aprovação. residência dentro das fronteiras de cada Estado, desde
(e) Tratados em direitos humanos podem ser aplicados no que seja cobrado imposto ou taxa referente à moradia
Brasil independentemente de ratificação pela importân- e à liberdade.
cia da temática abordada. (e) A pena de morte será imposta nos casos de etnocídio e
genocídio, em decorrência de uma sentença transitada
Letra a. em julgado e proferida por tribunal competente.
A questão pede o conhecimento da literalidade do art. 5º, §
3º – Os tratados e convenções internacionais sobre direitos Letra b.
humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congres- Questão fundamentada no artigo XIV da DUDH.
so Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos
respectivos membros, serão equivalentes às emendas cons-
titucionais. QUESTÃO 60
Assinale a alternativa que NÃO está de acordo com as Regras
Mínimas das Nações Unidas para o Tratamento dos Presos.
QUESTÃO 58 (a) A sujeição a instrumentos tais como algemas, corren-
A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou a Declara- tes, ferros e coletes de força pode e precisa ser usada
ção Universal dos Diretos Humanos com o ideal comum a ser como aplicação de sanção em rebeliões ou fuga.
atingido por(pelos) (b) É proibido o uso de correntes e ferros como instrumen-
(a) todos os povos da América Latina. to de coação.
(b) países em desenvolvimento e organizações in- (c) A administração prisional deve buscar e promover o
ternacionais. treinamento no uso de técnicas de controle que afas-
(c) todos os povos indígenas e quilombolas. tem a necessidade de utilizar instrumentos restritivos
(d) todos os povos e todas as nações. ou que reduzam seu caráter invasivo.
(e) todos os grupos vulneráveis e minorias independente (d) Em caso de medida de precaução contra uma evasão
de nacionalidade. durante uma transferência, os instrumentos de coação
são permitidos desde que sejam retirados logo que o

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 34


recluso compareça perante uma autoridade judicial ou
administrativa.
(e) Os instrumentos de restrição não devem ser utilizados
em mulheres em trabalho de parto, nem durante e ime-
diatamente após o parto.

Letra a.
Questão fundamentada na regra 47.1 “O uso de correntes,
de imobilizadores de ferro ou outros instrumentos restritivos
que são inerentemente degradantes ou dolorosos devem ser
proibidos.”

SIMULADO – AGEPEN-GO AGENTE DE SEGURANÇA PRISIONAL DE 3ª CLASSE PÁGINA 35