Você está na página 1de 3

1.

Efetua as seguintes operações em ℂ e apresenta o resultado na forma algébrica


1.1. (1 − 𝑖 27 )2 × (1 − 𝑖 14 )3
10−15𝑖
1.2. × (7𝑖 4𝑛+9 − 4), 𝑛 ∈ ℕ
1+2𝑖
100
1 √3
1.3. ( + 𝑖)
2 2
𝜋
𝑖 𝜋
(2−𝑖)2 +4𝑒 2 +3√3𝑖
1.4. 𝑖
𝜋 + 8𝑒 𝑖 4
3𝑒 12

2. Considera o número complexo 𝑧 = (𝑎 − 4𝑖)2 + (𝑎 + 1)𝑖 5 , 𝑎 ∈ ℝ.


Determina o valor real de 𝑎 de forma que:
2.1. 𝑧 seja um número real.
2.2. 𝑧 seja um imaginário puro.
2.3. 𝑧 = 3 − 𝑖.

3. Considera os números complexos 𝑧1 = 1 − 𝑖, 𝑧2 = 3 − 4𝑖 e 𝑧3 = 2𝑖.


Calcula e apresenta o resultado na forma algébrica.
5×𝑧
̅̅̅
1
3.1.
𝑧2
|2𝑧3 −𝑧2 |
3.2. (𝑧 4
̅̅̅)
1

4. Considera os números complexos 𝑧1 = 3, 𝑧2 = −3 + 2𝑖 e 𝑧3 = 1 + 4𝑖 de afixos 𝐴, 𝐵 e 𝐶,


respetivamente. Justifica que o triângulo [𝐴𝐵𝐶] é retângulo em 𝐶 e isósceles.

5. Representa geometricamente, no plano complexo, a região definida por:


5.1. 1 ≤ 𝑧𝑧̅ ≤ 9 ∧ 0 ≤ 𝑧 + 𝑧̅ ≤ 4
1+𝑖 √2
5.2. 𝑅𝑒(𝑧 − 𝑖𝑧) = 1 ∧ |𝑧 − |>
2 2
|𝑧−2−2𝑖|
5.3. (𝑧 − 𝑖)(𝑧̅ + 𝑖) ≤ 4 ∧ |𝑧+2+2𝑖| ≥ 1

6. Resolve, em ℂ, as equações seguintes.


6.1. 𝑧 + 𝑖 = 2 − 𝑖𝑧
6.2. 𝑧 4 − 2𝑧 2 − 8 = 0
6.3. 𝑧̅ + 2𝑧 − 1 = 0
6.4. 2𝑧𝑧̅ + 𝑧 2 − 3 = 0
1+𝑖
6.5. (1 − 𝑖)𝑧̅ =
3−𝑖
6.6. 𝑧 4 − 2𝑧 3 + 6𝑧 2 − 2𝑧 + 5 = 0, sabendo que 𝑖 e 1 − 2𝑖 são soluções e que (1 + 3𝑖)2 = −8 + 6𝑖

1
7. Mostra que se |𝑧| = 1, então 𝑧 + é um número real.
𝑧

8. Mostra que |𝑧 + 𝑤|2 − |𝑧 − 𝑤


̅|2 = 4𝑅𝑒(𝑧) × 𝑅𝑒(𝑤).

2𝜋 2𝜋
9. Escreve na forma trigonométrica o número complexo 𝑧 = −2 (sin ( ) + 𝑖 cos ( )).
5 5

10. Resolve a equação 𝑧 2 − 4√3𝑧 + 16 = 0 e apresente as soluções na forma trigonométrica.

𝑧1 ×𝑖 12𝑛+3 −𝑏
11. Em ℂ, conjunto dos números complexos, considera 𝑧1 = 1 − √2𝑖 e 𝑤 = 𝜋
−𝑖 4
, 𝑏 ∈ ℝ e 𝑛 ∈ ℕ.
√2𝑒
Determina:
11.1. O valor de 𝑏 para qual 𝑤 é um imaginário puro.
11.2. Os valores reais de 𝑥 e 𝑦 reais que verificam a condição:
cos 𝑥 − √3 sin 𝑥 + 𝑦𝑖 = 𝑧1
𝑖 22 +3𝑖 3𝜋 3𝜋
12. Em ℂ, conjunto dos números complexos, considera 𝑧1 = 1 + e 𝑧2 = cos ( ) + 𝑖 sin ( ).
3+𝑖 8 8
Seja 𝐴 o afixo do número complexo 𝑧̅1 , e 𝐵 o afixo de (𝑧2 )8 .
Seja 𝑤 um número imaginário puro que pertence à mediatriz do segmento [𝐴𝐵].
Determina 𝑤, e apresenta o resultado na forma algébrica.

13. Na figura 1, está representado no plano complexo, o triângulo isósceles [𝐴𝑂𝐵] e uma
semicircunferência. Tal como a figura sugere, o vértice 𝑂 coincide com a origem do referencial, o vértice
𝐵 pertence ao eixo real e o vértice 𝐴 ao segundo quadrante. Os pontos 𝐴 e 𝐶 pertencem à
semicircunferência representada.

Seja 𝑧 o número complexo cujo afixo é o ponto 𝐴.


Seja 𝑤 = √2 + √2𝑖 o número complexo cujo afixo é o ponto 𝐶.
𝜋
Sabe-se que 𝛼 = .
6
Determina 𝑧, e apresenta o resultado na forma trigonométrica.

14. Representa, no plano complexo, o conjunto dos afixos dos números complexos 𝑧 tais que:
9
14.1. 𝑧 + é um número real.
𝑧
𝑧−2
14.2. é um imaginário puro.
𝑧+1

15. Sejam 𝑧 e 𝑤.números complexos unitários com 𝐴𝑟𝑔(𝑧) = 𝜃.


𝜃
𝜃
15.1. Mostra que 𝑧 + 1 = 2 cos ( ) 𝑒 𝑖 2 .
2
15.2. Sabendo que 1 + 𝑧 + 𝑤 = 0, mostra que os afixos de 1, 𝑧 e 𝑤 são vértices de um triângulo
equilátero.

16. Seja (𝐸, 𝒫(𝐸), 𝑃) um espaço de probabilidades e 𝐴, 𝐵 ∈ 𝒫(𝐸) dois acontecimentos possíveis. Sabe-
se que:
3
• 𝑃(𝐴) + 𝑃(𝐵) = 1
4
1
• 𝑃(𝐴|𝐵) =
2
Determina o valor exato de 𝑃((𝐴 ∪ 𝐵̅ )|𝐴̅). Apresenta o resultado na forma de fração irredutível.

17. A soma de três números que são termos consecutivos de uma progressão geométrica é 70. Se
multiplicarmos o primeiro por 4, o segundo por 5 e o terceiro por 4, os números resultantes estão em
progressão aritmética crescente. Recorrendo a processos exclusivamente analíticos, determina esses
números

18. Considera, num referencial 𝑜. 𝑛. 𝑂𝑥𝑦𝑧, a superfície esférica de equação (𝑥 − 1)2 + 𝑦 2 + 𝑧 2 = 13 e


o ponto 𝐴 de coordenadas 𝐴(1, 2, 3) pertencente a essa superfície esférica.
Recorrendo a processos analíticos, resolva os itens seguintes.
18.1. Seja 𝐵 o ponto de interseção da superfície esférica com o semieixo negativo das ordenadas.
Determina a amplitude do ângulo 𝐴𝑂𝐵. Apresenta o resultado em graus, arredondado às décimas.
18.2. Seja 𝛼 o plano definido por 2𝑥 − 3𝑦 + 11 = 0. Sabe-se que o plano 𝛼 é tangente à superfície
esférica. Determina as coordenadas do ponto de tangência.
19. Uma doença contagiosa atacou os 500 peixes que viviam num lago.
Admita que 𝑥 dias após o instante que o vírus foi detetado, o número de peixes infetados é dado
160
aproximadamente pela função logística 𝑛(𝑥) = . (considera que 𝑥 = 0 corresponde ao
1+5×31−0,4𝑥
instante em que o vírus foi detetado)
19.1. No instante em que o vírus foi detetado, já existiam peixes infetados. Passados alguns dias, o
número de peixes infetados era seis vezes maior. Quantos dias tinham passado?
19.2. De forma a verificar a velocidade de propagação do vírus entre os peixes do lago, foram
selecionados ao acaso, dez dias após o vírus ter sido detetado, 20 peixes do lago.
Qual a probabilidade de terem sido escolhidos, no máximo, 2 peixes infetados pelo vírus?
Apresenta o resultado com arredondamento às centésimas.

20. De uma função 𝑓 sabe-se que lim (𝑓(𝑥) + 𝑥 − 2) = 0.


𝑥→+∞
𝑓(𝑥)+𝑥𝑓(𝑥)+𝑥 2 1
Determina o valor de lim ( − ).
𝑥→+∞ 𝑥 𝑓(𝑥)

1
21. Seja 𝑎 um número real tal que 0 < 𝑎 < .
2
Considera a função 𝑓, de domínio ℝ+ , definida por 𝑓(𝑥) = ln(2𝑥).
1
Mostra que a equação 𝑓(𝑥) = 𝑎 tem solução em ]𝑎, [.
𝑎