Você está na página 1de 2

A  INDÚSTRIA DA

FALSIFICAÇÃO
D E N O T Í C I A S
“Os capitalistas chamam ‘liberdade’ a dos ricos de enriquecer e a dos operários para morrer de fome. Os
capitalistas chamam liberdade de imprensa a compra dela pelos ricos, servindo-se da riqueza para fabricar e
falsificar a opinião pública” [Lênin]

Você sabe que banqueiros e empresários recebem perdões de dívidas bilionárias mesmo quebrando suas
próprias empresas e bancos? Ou que os bancos brasileiros lucram bilhões por meio de um sistema de
dívida fraudulenta e que nós pagamos a conta? Ou que o Agronegócio é responsável por um verdadeiro
genocídio no campo, roubo de terras, uso de venenos proibidos em diversas partes do mundo? Não? Pois
é, informações de utilidade pública, essencial para formar uma opinião crítica e saudável não existe na
grande mídia.

E você sabe por quê? Bom, abaixo apresentaremos alguns dos motivos:

1 CONCENTRAÇÃO DA MÍDIA NAS MÃOS DE EMPRESÁRIOS


A grande mídia, que tem verdadeiros privilégios por meio de concessões
do governo, é propriedade de um grupo de bandidos profissionais, barões
do dinheiro que controlam diversos setores da economia nacional, e que
se utilizam desses privilégios para perpetuar a ignorância na nação por
meio da suas emissoras. Essas emissoras são abastecidas com dinheiro
público fornecido por parlamentares colocados lá com o aval desses
barões. Para essa mídia, os interesses dos patrões estão sempre certos.
Algumas vezes, devido às inúmeras críticas que recebem por sua
recorrente malandragem, eles disfarçam sua pilantragem publicando
algumas coisas com um verniz mais “popular”. Isso naturalmente é uma
camuflagem para esconder seu real propósito: manter a corrupção
empresarial escondida e vendê-los como verdadeiros heróis populares.

2 CRIAÇÃO DE CONSENTIMENTO

Outro importante motivo do por que a mídia esconde, distorce, mente é a


criação de consentimento público para defender a sua ideologia, a
ideologia NEOLIBERAL.
Pra quem não sabe, o Neoliberalismo é uma doutrina política e econômica
que defende que o Estado não deve ter nenhum controle sobre a
economia e a política. O que significa, na prática, é que o Estado não
deve fornecer ajuda à grande massa de pessoas que não detém o
controle dos meios de produção que são: as terras, o minério, as
máquinas, enfim, tudo o que de fato possa produzir a riqueza. Em troca,
esses bens que o Estado ainda detém vão para as “graciosas” mãos dos
“bondosos empresários e banqueiros”, que nesse mundo idílico
supostamente se importariam com os interesses dos pobres e da
sociedade… Nem preciso te dizer que essa ideologia é uma tremenda
TRETA, a ideologia dos patrões, martelada diariamente nesses meios de
comunicação com o intuito de emburrecer a população e fazê-la apoiar
sua própria destruição
*PIG, Partido de Imprensa Golpista.
As concessões televisivas vêm principalmente
de favores políticos de ditadores sanguinários.
Ao apoiarem ditadura, Silvio Santos e Roberto
Marinho foram os mais beneficiados nessa
época e as suas emissoras cresceram muito
desde então. Hoje, Silvio Santos tem apoiado
bastante o desgoverno do Jair Bolsonaro, o que
revela que nada mudou quanto a sua falta de
preocupação com o povo.

3 A MÍDIA INTERNACIONAL

A maioria da cobertura da mídia internacional é fornecida por 3 agências de notícias que se localizam nos EUA, Inglaterra
e França. Esses países são notórios países-ladrões, países imperialistas, países que roubam outras nações para
enriquecer e manter seu cassino ativo, esbanjando bilhões na área militar para impor suas vontades sobre nações mais
vulneráveis, como a nossa. As agências desses países tratam de demonizar qualquer país ou liderança que vá contra os
interesses dos seus países sedes. Uma parte considerável das "notícias" são fabricadas pelas agências desses países,
que atuam ativamente para falsificar as notícias e fazer com que o povo apoie invasões como a que ocorreu no Iraque,
tentativas de golpe na Venezuela, e golpes como na Bolívia, ou genocídios que estão acontecendo e sendo encobertos
pelas grandes mídias, como o massacre contra os palestinos pelo governo do Israel, ou o genocídio dos yemenitas pela
Arábia Saudita. Os palestinos e yemenitas vivem um período tenebroso da nossa história, em que boa parte da
população desconhece, porque as agências de “notícia” escondem deliberadamente para encobrir os crimes contra a
humanidade que tanto Israel.quanto Arábia Saudita cometem. São grandes violadores dos direitos humanos, mas
tratados pelas emissoras como países “democráticos”, mesmo impondo regras desumanas contra povos que cada vez
mais estão sendo sufocados, torturados, assassinados.

Regulação de mídia é censura?


Quando falamos do poder excessivo da mídia e da necessidade de regulações nesse setor, constantemente
aparece como uma contra-argumentação a desculpa da “censura” e da necessidade da “liberdade de
expressão”. O que eles não dizem é que a tal liberdade de expressão que defendem é só a deles, os
controladores da riqueza, de dizer o que bem entendem, sendo verdade ou não. 
O povo não tem condições de financiar sua própria mídia, o povo não tem liberdade de expressão, o povo
não tem voz nesses aparelhos da mídia hegemônica. E mesmo quando tem, eles utilizam da manipulação
na qual são profissionais para destacar as mensagens que mais os beneficiam. 
Precisamos de maior controle popular sobre a mídia, precisamos que os investimentos governamentais na
mídia sejam direcionados para mídias populares, precisamos de projetos para a mudança da mídia não só
porque a mídia da forma como está aí é uma mídia mentirosa voltada para os interesses de bilionários, mas
porque essa vantagem sobre a população é um verdadeiro crime de lesa-pátria O povo não tem defesa
contra os interesses dessa gente, não tem opção. Até mesmo na internet acontece um meticuloso processo
de manipulação, com grupos poderosos estrangeiros que agem como bem entendem. As leis no Brasil são
feitas para beneficiar os ricos em detrimento de todos nós. Temos que ter em mente que nosso adversário
jamais se preocupou com qualquer liberdade de expressão, pois jamais tivemos isso aqui, pois toda notícia
é filtrada, modificada, manipulada ou omitida para sempre beneficiar os detentores do poder  É assim que
eles mantêm os privilégios deles, nos enganando, nos manipulando, nos fazendo brigar entre nós e
defender seus interesses. Saiba, cidadão, seu interesse não é o interesse do bilionário, pode parecer óbvio,
mas estamos em um tempo onde muitas pessoas andam meio esquecidas da luta de classes, esquecidas
que os interesses dos ricos não são os mesmos que o seus interesses, estamos aqui para lembrá-los.

“... o operário deve negar decididamente qualquer solidariedade com o jornal


burguês. Deveria recordar-se sempre, sempre, sempre, que o jornal burguês
(qualquer que seja a sua tinta) é um instrumento de luta movido por ideias e
interesses que estão em contraste com os seus. Tudo o que se publica é
constantemente influenciado por uma ideia: servir à classe dominante, o que se
traduz num fato: combater a classe trabalhadora. E, realmente, da primeira à
última linha, o jornal burguês sente e revela esta preocupação.”
Gramsci UNIDADE
REVOLUCIONÁRIA