Você está na página 1de 2

PROGRAMA DE DISCIPLINA

LINHA DE PESQUISA: LINHA DE PESQUISA 3: HISTÓRIA, POLÍTICA E CONTATO LINGUÍSTICO


DISCIPLINA: POLÍTICAS LINGUÍSTICAS
TÍTULO DO CURSO: LINGUAGEM, LETRAMENTOS E DESIGUALDADES NOS CONTATOS TRANSNACIONAIS: INTRODUÇÃO
AO PARADIGMA TRANSPERIFERICO

DOCENTE RESPONSÁVEL: JOEL AUSTIN WINDLE

DIA/HORÁRIO: QUINTA-FEIRA, 14H-18H (REUNIÃO SEMANAL E ATIVIDADES ASSÍNCRONAS)

EMENTA
O curso apresentará uma discussão sobre a diversidade cultural, étnico-racial e linguística dentro de um movimento de
pesquisa socialmente engajada que privilegia diálogos entre sujeitos e territórios considerados periféricos – o paradigma
transperiférico. Os alunos desenvolverão uma compreensão crítica das contribuicões e limites para esse tema de
abordagens recentes da sociologia, da antropologia linguística e dos novos estudos de letramentos. O curso focará nas
dinâmicas da globalização e das desigualdades em espaços de aprendizagem formal e informal, assim como nas políticas
educacionais e nas estratégias de resistência e de reexistência.

PROGRAMA

1. Conceitos e teorias de letramento(s)


1.1 Linguagem, letramentos e poder social no paradigma transperiférico
1.2 O modelo autonomo e o modelo ideologico de Street
1.3 A pedagogia de multiletramentos: multiplas culturas e modalidades
1.4 Novas tecnologias, discursos e a globalização
2. Letramentos dentro de práticas quotidianas
2.1 Do local ao global: a produção e circulação de textos
2.2 Performatividade e identidades
2.3 Letramentos digitais
2.4 Hip-hop e remix
3. Abordagens etnográficas
3.1 etnografias de letramentos comunitárias
3.2 etnografias e aprendizagem social
3.3 traduções na sala de aula
3.4 etnografia digital
4. Lacunas e direções futuras
4.1 Críticas decoloniais
4.2 Epistemologias do sul
4.3 Letramentos em tempos de neonacionalismo

BIBLIOGRAFIA
ALPTEKIN, C. Towards intercultural communicative competence in ELT. ELT journal, v. 56, n. 1, p. 57-64, 2002.

ANZALDÚA, Gloria et al. Borderlands: la frontera. San Francisco: Aunt Lute, 1987.

BYRAM, M. From foreign language education to education for intercultural citizenship: Essays and reflections.
Multilingual Matters, 2008.

DE SOUZA, Lynn Mario T. Menezes. Para uma redefinição de Letramento Crítico: conflito e produção de significação.
MACIEL, Ruberval Franco & ASSIS ARAUJO, Vanessa (organizadores), Formação de Professores de Línguas-
Ampliando Perspectivas, Paco Editorial, Jundiaí, 2011.

MOITA LOPES, L. P. Os novos letramentos digitais como lugares de construção de ativismo político sobre
sexualidade e gênero. Trabalhos em linguística aplicada, v. 49, n. 2, p. 393-417, 2010.

HILL, M. L. Using Jay-Z to reflect on post-9/11 race relations. English journal, p. 23-27, 2006.

LAM, W. S. E. Multiliteracies on instant messaging in negotiating local, translocal, and transnational affiliations: A
case of an adolescent immigrant. Reading Research Quarterly, v. 44, n. 4, p. 377-397, 2009.

LUKE, A. Critical literacy in Australia: A matter of context and standpoint. Journal of adolescent & adult literacy, v.
43, n. 5, p. 448-461, 2000.

LOPES, Adriana C. et al. Letramentos de sobrevivência: costurando vozes e histórias. Revista da Associação
Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), v. 10, p. 678-703, 2018.

MATTOS, Andrea Machado. Novos letramentos, ensino de língua estrangeira e o papel da escola pública no século
XXI. Revista X, v. 1, n. 1.2011, 2011.

PRINSLOO, M.; BAYNHAM, M. Literacies, global and local. John Benjamins Publishing, 2008.

ROJO, Roxane. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Ed., 2012.

SOUZA, Ana Lucia Silva. Letramentos de reexistencia: culturas e identidades no movimento hip hop. São Paulo:
Parábola Ed., 2009.

STREET, Brian V. Social literacies: Critical approaches to literacy in development, ethnography and education.
Routledge, 2014.

STREET, B. What’s “new” in New Literacy Studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current
issues in comparative education, v. 5, n. 2, p. 77-91, 2003.

STREET, Brian; BAGNO, Marcos (trad). Perspectivas interculturais sobre o letramento. Filologia e linguística
portuguesa, n. 8, p. 465-488, 2006.

WINDLE & Joel, SILVA SOUZA, Ana Lúcia, NASCIMENTO E SILVA, Daniel, ZAIDAN, Junia, MAIA, Junot,
MUNIZ, Kassandra, LORENSO, Silvia, Por um paradigma transperiférico: uma agenda para pesquisas socialmente
engajadas, Trabalhos em Linguística Aplicada, 59: 2: p. 1563-1576, 2020.

WINDLE, Joel, & BRAVO, Bárbara. Redes sociais plurilíngues e a produção de espaços culturais híbridos. Trabalhos
em Linguística Aplicada 58.1 (2019): 139-157.