Você está na página 1de 3

Amplificador Operacional Malha aberta significa que não existe realimentação (saída conectada

Características Principais O amplificador operacional (AO) é um com um das entradas), nessa condição a tensão na saída é dada por
dispositivo em circuito integrado (CI) que tem grandes aplicações em VS=AV.(V+ – V-), onde AV é o ganho em malha aberta, sendo
todas as áreas da eletrônica (filtros,aplicações lineares, aplicações não tipicamente igual a 100.000 no caso do 741, V + a tensão na entrada não
lineares, áudio, controle, operações aritméticas, etc). Como o circuito inversora e V- a tensão na entrada inversora. Desta forma se na figura
interno é muito complexo toda a analise será feita considerando o 3a, na entrada não inversora a tensão é 3V e na entrada inversora é 0V
modelo (circuito equivalente) mostrado na figura 1b, o qual é adequado e considerando um ganho de 100.000 a saída será:
para a maioria das aplicações. Vs=100.000.(3-0)=300.000V!!
Obviamente que não será essa a saída pois a máxima tensão esta
limitada à alimentação, nessas condições dizemos que a saída satura.
Se a alimentação simétrica for ±12V a saída será aproximadamente
+12V.

O AmpOp tem duas entradas: uma chamada de entrada inversora (-) e outra
chamada de não inversora (+), sendo assim chamadas pois uma tensão aplicada
na entrada - a resposta na saída estará defasada de 180º, e se o mesmo sinal for (a) (b) (c)
aplicado na entrada + a resposta na saida estará em fase com a entrada. Curva de Transferência
Av é o ganho em malha aberta (sem realimentação) tem um valor muito alto, no A curva de transferência relaciona a tensão de saída (Vs) com a de entrada (Ve).
caso do 741 tipicamente Av=100.000. A figura a seguir mostra o caso ideal (ganho de malha aberta infinito) e o real
Ri é a resistência de entrada em malha aberta, e tem um valor muito alto (no (ganho de malha aberta 100.000)
caso do 741Ri = 1M Ohm)
Ro é a resistência de saída em malha aberta, tem um valor baixo (no caso do
741 Ro = 75 Ohms )
Vi =V2 - V1 = sinal erro ou sinal diferença, é o que é amplificado efetivamente, isto
é, a tensão na saída será proporcional à diferença entre as duas tensões de
entrada
Vs = Av.Vi= Av.(V2-V1)
Um AO idealmente deveria ter as seguintes características:
a) Resistência de entrada infinita
b) Resistência de saída nula
c) Ganho de tensão em malha aberta infinito Veja que na pratica, dependendo dos valores de entrada considerados um AO
d) Largura de faixa infinito real pode ter o comportamento de um ideal. Se na figura 4 a escala horizontal
e) Ausência de offset na saída (Vs = 0 se v1 = v2 ) fosse não mV mas V o gráfico em preto tambem estaria na vertical.
f) Slew rate infinito
Existem vários tipos de amplificadores operacionais. O mais simples e mais O Amplificador Inversor
conhecido é o CI 741. O circuito a seguir é chamado de amplificador inversor pois a tensão de saída (Vs)
1.2. Amplificador Operacional em Malha Aberta está defasada de 180º em relação à entrada (Ve).
Para deduzirmos a expressão do ganho com realimentação (Avf=Vs/Ve)
consideraremos as seguintes características de um AO é ideal: Exercícios Resolvidos
• Ganho de malha aberta infinito, logo Vi = Vs/Av =0. Portanto na figura4 ExResol 1.1.. Calcule VS e a corrente de saída do AO (IAO) no circuito.
a tensão em R1 vale Ve.
• Impedância de entrada infinita, conseqüentemente as corrente nas duas
entradas + e - valem zero, Ii=0, portanto na figura4 podemos afirmar que
I1=I2.

Solução:
Ve =1V AVf = - 4K7/1K = -4,7 logo Vs = AVf.Ve = -4,7.1V = - 4,7V
IL = -4,7V/10K = - 0,47mA( para cima) e IAO = I1 + IL = 1mA + 0,47mA
= 1,47mA
( entrando no AO )
ExResol 1.2. Para o circuito a seguir pedem-se: a) Desenhar os
gráficos de Vsxt e Vext para o circuito b) Desenhar a curva
característica de transferência (VsxVe) se a tensão de saturação é dada
VSat=±12V. Ve = 1.senwt(V)
Curto Circuito Virtual Como a tensão entre as duas entradas é nula (curto
circuito), mas apesar disso a corrente é nula (não esqueça em um curto circuito a
corrente é máxima), por causa disso dizemos que entre as duas entradas existe
um "curto circuito " virtual e que na entrada inversora temos um terra virtual.

Do circuito acima deduzimos, em função das observações:


Ve=R1.I1 e Vs= - R2.I2. Portanto o ganho do circuito será:

E como I1=I1 resulta para o ganho a seguinte expressão:

IMPORTANTE ! Solução: a) AVf = Vs/Ve = -10 logo Vs = -10.1.senwt = -10.senwt(V)


A curva de transferência é basicamente a representação gráfica da equação
VS=10.Ve dentro da região linear, isto é, para saturar (atingir 12V na saída) a
O sinal negativo indica defasagem de 180º entre Ve e Vs .
entrada deve valer ±1,2V. VS=-10.Ve é valido para -1,2V≤Ve ≤ 1,2V
A Realimentação Negativa É obtida conectando a saída à entrada inversora
(caso a saída estivesse conectada com a entrada não inversora a realimentação
seria positiva).
Todos os amplificadores com AO obrigatoriamente terão realimentação negativa.
A impedância de entrada desse circuito é igual a R1 e a impedância de saída
dada por Rof = (Ro.R2)/Av.R1. A resistência de entrada do circuito é dada
por Rif = R1 (é a resistência efetivamente “vista” pela fonte Ve).