Você está na página 1de 1

Pirâmide etária da população (em 1970 e 2000)

Geografia
Professor Paulo BRITO

Aula 14

A transição demográfica
Nas décadas de 1950 e 1960, a maior parte dos
países subdesenvolvidos registrou taxas elevadas
de incremento populacional. No mundo inteiro, a 01. (UFSM–RS) A cara do Brasil é feita
expressão “explosão demográfica” passou a fazer
parte do vocabulário corrente dos especialistas e
com todas as cores. A riquíssima
da opinião pública. No Brasil, as taxas de cresci- fotografia étnica vem sendo revelada
mento populacional batiam recordes históricos, no decorrer do processo histórico
projetando a duplicação da população a cada 25 que formou nosso povo. Quanto à
anos. Muitos analistas acreditavam estar diante de composição étnica da população
uma verdadeira bomba demográfica
brasileira, pode-se afirmar:
Mortalidade e expectativa de vida
I. Em números absolutos houve
O saneamento da periferia das grandes cidades,
principalmente a construção de sistemas de uma diminuição da população
Figura 01. Fonte: IBGE. Anuário estatístico do Brasil
abastecimento de água, a expansão da rede 2002. Rio de Janeiro, IBGE. 2003.
indígena, desde o descobrimento
pública e conveniada de hospitais e outros até hoje, provocada pela morte
serviços públicos de saúde contribuíram para a As modificações da estrutura etária confirmam
as mudanças no comportamento reprodutivo da em conflitos e pelas epidemias.
queda das taxas de mortalidade no Brasil: em
1940, registravam-se 20,6 óbitos anuais para população brasileira que acabamos de estudar II. Os brancos que compõem a
cada mil habitantes do país; em 2002, a mortali- e revelam uma tendência demográfica para as população brasileira possuem,
dade era de aproximadamente 6,3%, menor do próximas décadas: o Brasil terá deixado em sua maioria, origem européia;
que na maioria dos países desenvolvidos. definitivamente de ser um país jovem em 2025.
Em breve, quando a transição demográfica dos nesse conjunto, italianos e ale-
Isso não significa que as condições de saúde da mães formam os grupos mais
população brasileira sejam melhores que as dos países subdesenvolvidos tiver terminado, as
países desenvolvidos. É provável, até, que as pirâmides etárias de base estreita deixarão de numerosos na formação étnica do
taxas de mortalidade voltem a subir no Brasil, ser privilégio dos países ricos (fig. 2). Brasil.
mesmo se as condições de saúde e de sanea- Pirâmide etária da população (Projeção para III. A população brasileira passa por
mento do país apresentarem melhora significa- 2025)
um processo de
tiva e se a mortalidade infantil continuar caindo.
"embranquecimento" motivado
A taxa de mortalidade infantil vem sendo siste-
maticamente reduzida no Brasil nos últimos pelos cruzamentos entre brancos
decênios: 115% em 1970; 82% em 1980; 41% e outras etnias, diminuindo
em 1990 e 27,8% em 2002. Porém ela continua progressivamente o número de
bastante elevada em relação aos padrões negros e mestiços.
mundiais: no conjunto dos países desenvolvidos,
a cada mil crianças que nascem, apenas 9
Está(ão) correta(s):
morrem antes de completar um ano. a) apenas I;
Natalidade em declínio b) apenas II;
Entre 1940 e 1970, enquanto as taxas de morta- c) apenas III;
Figura 02. Fonte: IBGE.Tendências demográficas: Uma
lidade declinavam, as taxas de natalidade perma- análise dos resultados da sinopse preliminar do senso e) apenas I e III.
neciam em patamares bastante elevados. Como demográfico 2000. Rio de Janeiro, IBGE. 2001.
d) apenas I e II;
vimos, a maior parte da população vivia na zona A transição demográfica completa-se em ritmos
rural, em pequenas propriedades familiares. As desiguais entre as populações urbana e rural. A 02. (UFSM–RS) Sobre o contingente da
crianças participavam desde cedo dos trabalhos diminuição da natalidade é menor no campo que população indígena brasileira a partir
na lavoura. Uma família numerosa dispunha de na cidade. Assim, a pirâmide etária da popu-
mais trabalhadores e, portanto, podia produzir
do século XX, pode-se afirmar que:
lação rural brasileira revela uma significativa
mais. preponderância de crianças e jovens, enquanto I. se verifica uma tendência de
O resultado da discrepância crescente entre a a pirâmide etária da população urbana já mostra aumento desse contingente,
mortalidade e a natalidade foi o aumento das os resultados da queda da fecundidade (fig. 3). principalmente em função da
taxas de crescimento vegetativo da população Pirâmide etária da população rural e urbana
brasileira. Em 1940, a população total do país delimitação de reservas
era de 41,2 milhões; em 1970, de 93,1 milhões – indígenas;
um crescimento de cerca de 130% em apenas II. essa população, hoje muito
trinta anos. reduzida (menos de 0,5%), está
A ESTRUTURA ETÁRIA DA POPULAÇÃO concentrada, principalmente, nas
A estrutura etária da população é, de modo regiões Norte e Centro-Oeste;
geral, retratada por meio de gráficos em forma III. a superfície total das terras
de pirâmides. Na ordenada, são colocados os
grupos de idade; na abscissa, o contingente
indígenas equivale a um
populacional (em números absolutos ou percentual pouco significativo da
percentuais) é enquadrado em cada um dos área do Brasil;
grupos de idade. IV. Ocorre um etnocídio no modo de
A forma da pirâmide etária de um país é
vida, nos hábitos, nas crenças, na
constantemente associada ao seu grau de
desenvolvimento. As pirâmides etárias língua, na tecnologia e nos
referentes a países subdesenvolvidos costumam costumes.
apresentar base larga (resultado das altas taxas Estão corretas:
de natalidade) e topo estreito (conseqüência da
a) apenas I e II.
baixa expectativa de vida da população).
Em 1970, a pirâmide etária brasileira exibia b) apenas II e III.
forma típica de um país subdesenvolvido. Os jo- c) apenas I e IV.
vens (0-19 anos) constituíam 41,9% da d) apenas III e IV.
população. No ano 2000, porém, a base havia-
Figura 03. Fonte: IBGE. Anuário estatístico do Brasil
e) I, II, III e IV.
se estreitado e o topo se alargado (fig. 1).
2002. Rio de Janeiro, IBGE. 2003.