Você está na página 1de 5

Universidade

Católica de
Brasília
Sistematização da Aprendizagem

Pedagogia
Título: Uma reflexão sobre o ensino da Língua Portuguesa

Aluna: Juliana Aires Rocha de Abre


Professor (a): Sandra Mara Bessa

JAPÃO 2010
Juliana Aires Rocha de Abreu

Numero de Matrícula: UC08028291

TÍTULO: Reflexão sobre o ensino da Língua Portuguesa

Unidade de estudo: Língua Portuguesa

Sistematização da Aprendizagem
Licenciatura em Pedagogia
Universidade Católica de Brasília
PROFESSOR (a): Sandra Mara Bessa

JAPÃO
2010
Sistematização da Aprendizagem

O Ensino da Língua Portuguesa a ser desenvolvido com os alunos das séries


iniciais do Ensino Fundamental têm como objetivo promover a formação de indivíduos
letrados capazes de participar de forma consciente e ativa na sociedade a qual se
constituem.
Para alcançar estes objetivos o profissional da educação deve trabalhar a língua
materna explorando todos os tipos de comunicação existentes o que possibilita ao
enducando perceber que ele está imerso em um mundo que se comunica e interage
através da linguagem. Um trabalho completo e significativo para o aluno propõe que
este desenvolva habilidades de comunicação em todos os tipos de linguagem seja oral,
escrita, corporal, plásticas, etc.
O trabalho com a língua materna implica também um trabalho de valorização
cultural, ou seja, é importante que o professor ajude seus alunos a perceber que a
linguagem representa a cultura a qual um indivíduo está imerso e o respeito às
diferenças possibilita que o ambiente educacional se torne rico, diversificado e
principalmente democrático.
Uma forma de aproximar o ensino da Língua Portuguesa com seu real uso é o
trabalho com textos em sala de aula. Trabalhando com textos de diferentes gêneros o
professor consegue contextualizar o aprendizado da língua o que propicia para o aluno
uma aprendizagem significativa e duradoura. Ao aproximar o aluno dos diversos tipos
de textos e seus gêneros existentes, este tem a oportunidade de avaliar qual o estilo que
mais gosta despertando assim o interesse do aluno pelo mundo da leitura e escrita.
Para que seja possível formar indivíduos letrados é necessário que o professor
também o seja, pois, os alunos também aprendem por imitação, e eles se espelham nos
atos e nos hábitos de seus professores. Para indicar uma leitura adequada a seus alunos,
o professor deve ser um conhecedor da literatura, ou seja, ele já tem que ter lido o que
ele indicará.
O trabalho com textos implica também um trabalho com a literatura Infantil que é
um ótimo recurso para o desenvolvimento moral e intelectual dos alunos.
“A leitura de contos de fadas exercem uma influencia muito benéfica na formação da
personalidade da criança porque, através da assimilação dos conteúdos da estória, as
crianças aprendem que é possível vencer obstáculos e saírem –se vitoriosas,
especialmente quando o herói vence no final. Isso ocorre porque durante o desenrolar
da trama, a criança se identifica com as personagens e” vive” o drama que ali é
apresentado de uma forma geralmente simples, porém impactante.Conflitos internos
importantes,inerentes ao ser humano, como a inevitabilidade da morte, o
envelhecimento, a luta entre o bem e o mal, a inveja, etc. são tratados nos contos de
fadas de modo a oferecer desfechos otimistas.Desta forma,oferece à criança uma
referencia para elaborar os terríveis elementos ansiógenos que habitam o seu
imaginário,como seus medos , desejos, amores e ódios, etc.”( Mariuza Pregnolato-
Psicóloga Clínica)

O papel de um professor da Língua Portuguesa é mostrar a seus alunos que a nossa


língua é rica em variações e formas culturais, porém, é necessário que o aluno aprenda
a se comunicar em todos os momentos de sua vida, seja numa conversa ou por escrito
sejam estas de maneira formal ou informal.
O trabalho com textos além de aproximar os alunos do real uso da língua
desperta nestes o amor pela sua língua materna.
“O ensino da Língua Portuguesa deve buscar desenvolver no aluno a não só a
habilidade de compreensão de discursos e de reflexão sobre os mesmos, mas também
aguçar neles a vontade de produzir e difundir idéias.”(VIEIRA,DÉBORA). Apartir
disso decorre a fundamental importância da abordagem, em sala de aula, dos
diferentes tipos de gêneros discursivos existentes na sociedade, trazendo para o estudo
da LP a realidade quanto ao uso da língua: o domínio da mesma será finalmente
contextualizada à possibilidade de participação social, de acesso à informação e de
expressão e defesa de pontos de vista, cumprindo assim o papel fundamental da
Educação.
A seleção de bons textos (sejam eles literários, jornalísticos, científicos, meta
ou epilingüísticos) e de exercícios e reflexões para os mesmos serão decisivas para o
alcance de um ensino satisfatório da LP, um ensino que desperte no aluno a vontade e
a capacidade de buscar a aquisição e a produção de conhecimento através da
linguagem.
Referências Bibliográficas

Artigos:
- A importância dos contos de Fadas na formação da Personalidade – Mariuza
Pregnolato ( SITE : WWW.mariuzapregnolato.com.br, acessado em 16/05/2010 )
- O que é ensinar Português – Débora Vieira – (Site: WWW.portugues.com.br ,
acessado em 16/05/2010)
Outros:
- Parâmetros Curriculares Nacionais - Língua Portuguesa . Secretaria de educação
fundamental, Brasília.