Você está na página 1de 21

Números naturais

Multiplicação e divisão de potências

Proposta de sequência de tarefas para o 2.º ciclo

Autores:

Professores das turmas piloto do 6.º ano de escolaridade

Ano lectivo 2009/10

Julho de 2010
Proposta planificação: Números naturais – Multiplicação e divisão de potências 

Escola   2º Ciclo 
Propósito Principal de Ensino:  Desenvolver nos alunos o sentido de número, a compreensão dos números e das operações, e a capacidade de cálculo mental e escrito, bem como a de utilizar estes 
conhecimentos e capacidades para resolver problemas em contextos diversos. 
Números e operações 

Objectivos Gerais:  Com a sua aprendizagem, no âmbito deste tema, os alunos devem ser capazes de:  
• compreender e ser capazes de usar propriedades dos números inteiros e racionais; 
• compreender e ser capazes de operar com números racionais e de usar as propriedades das operações no cálculo; 
• ser capazes de apreciar a ordem de grandeza de números e compreender os efeitos das operações sobre os números; 
• desenvolver a capacidade de estimação, de cálculo aproximado e de avaliação da razoabilidade de um resultado; 
• desenvolver destrezas de cálculo numérico mental e escrito; 
• ser capazes de resolver problemas, raciocinar e comunicar em contextos numéricos. 

Tópicos e Subtópicos  Objectivos Específicos  Notas   Tarefas  Duração 

        90’ 
Números naturais  (A) Calcular  potências  de  um  número  e  determinar  o    T1_ A lenda do tabuleiro de Xadrez   
  produto  e  o  quociente  de  potências  com  a  mesma  • Estudar regularidades com potências, por exemplo,  (A)    
Multiplicação e divisão de potências  base ou com o mesmo expoente.  regularidades do algarismo das unidades de potências   
90’ + 45’ 
    com a mesma base e expoentes diferentes.  T2_Operações com potências 
Propriedades  das  operações  e  regras  (B) Compreender as propriedades e regras das operações    (A) (B)    
operatórias  e usá‐las no cálculo.  • Usar a calculadora no cálculo de potências.     
     90’ 
  T3_Consolidação   
   
A realização de outras tarefas de consolidação fica ao critério de cada professor, tendo em conta as características dos seus alunos.
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Tarefa 1 – A Lenda do tabuleiro de xadrez1

Cerca de 1260 a.C. Ibn Khallikan, um historiador curdo


escreveu uma enciclopédia com biografias de muitos
homens famosos. Uma das biografias inclui uma
história, passada na Índia, sobre a invenção do xadrez.
De acordo com essa história, o rei Shihram era um
tirano que oprimia os seus súbditos.
Um homem sábio chamado Sissa ibn Dahir, para lhe
mostrar que um rei precisa de todos os seus súbditos
devendo cuidar bem de todos eles, inventou um jogo
Tabuleiro do jogo de xadrez
para o rei jogar – o xadrez.
O rei decidiu recompensar Sissa pela sua dedicação e perguntou-lhe o que ele gostaria de
receber. Sissa respondeu que não queria nenhuma recompensa, mas o rei insistiu.
— Eu gostaria que colocasse um grão de trigo no primeiro quadrado do meu tabuleiro, dois no
segundo quadrado, quatro no terceiro quadrado, oito no quarto e assim por diante.
Assim, o rei deveria duplicar o número de grãos de trigo ao preencher cada um dos 64 quadrados
do tabuleiro.
— Que parvo! — pensou o rei. — Essa é uma pequena recompensa, eu ter-lhe-ia dado muito
mais!
O rei ficou espantado com a simplicidade do pedido, porém ainda mais surpreso ficou quando
constatou que não conseguiria satisfazê-lo, pois o número total de grãos no tabuleiro seria
enorme. Quando os escravos começaram a preencher a segunda metade do tabuleiro de xadrez,
o rei Shihram percebeu que não poderia pagar mais…
Agora Sissa não parece assim tão parvo, aos olhos do rei. Na verdade, para preencher todas as
casas do tabuleiro ele precisaria de tanto trigo como seis vezes o peso de todos os seres vivos na
Terra.

Sissa foi bem mais esperto do que o rei pensava!

Que valor tão espantoso seria esse?

1
Adaptado de: http://www.historyforkids.org/learn/islam/literature/chesswheat.htm

3
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

1. Quantos grãos de trigo haveria no 8.º quadrado?

2. Faz uma tabela mostrando o número de grãos de trigo existente nos primeiros dez
quadrados.

3. Quantos grãos de trigo seriam precisos para preencher o tabuleiro até ao 15.º quadrado?

4. Usando as informações da tabela da questão 2, descobre uma regularidade e escreve uma


representação para o número de grãos de trigo a ser colocado na 64.ª casa do tabuleiro.

5. Como poderás determinar o número de grãos de trigo que Sissa teria direito a receber?

4
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

A lenda do tabuleiro de xadrez

Esta tarefa enquadra-se no tema Números e Operações. Pretende-se recordar a noção de


potência anteriormente trabalhada.

Tema matemático: Números e Operações

Nível de ensino: 2.º Ciclo

Tópicos matemáticos: Números naturais

Subtópicos matemáticos: Multiplicação de potências

Capacidades transversais: Raciocínio Matemático


Comunicação Matemática

Conhecimentos prévios dos alunos:


• Interpretar uma potência de expoente natural como a representação de um produto
de factores iguais;
• Calcular potências de um número;
• Identificar regularidades.

Aprendizagens visadas:
• Calcular potências de um número e determinar o produto de potências com a
mesma base;
• Explicar e justificar os processos, resultados e ideias matemáticos, recorrendo a
exemplos e contra exemplos e à análise exaustiva de casos;
• Formular e testar conjecturas e generalizações e justificá-las fazendo deduções
informais;
• Representar informação e ideias matemáticas de diversas formas;
• Exprimir ideias e processos matemáticos, oralmente e por escrito, usando a
notação, simbologia e vocabulário próprios;
• Discutir resultados, processos e ideias matemáticos.

Recursos: Calculadora, projector ou retroprojector, copos de plástico transparentes e feijões.

Duração prevista: 90 minutos

5
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Notas para o professor:


Nos primeiros 25 minutos da aula, a partir da leitura da história, os alunos, em trabalho de pares
ou de grupo, representam o número de grãos de trigo correspondente a cada uma das casas do
tabuleiro, resolvendo as questões 1 e 2. É importante um momento de discussão (20 minutos)
após a realização destas questões para que os alunos comecem a organizar a informação que
obtiveram e assim realizem mais facilmente as questões seguintes. Nos 20 minutos seguintes
resolvem as questões 3, 4 e 5 e por fim sistematiza-se a informação recolhida (25 minutos).

Após a leitura da história, os alunos indicam um número que lhes pareça plausível correspondente
ao número de grãos de trigo que Sissa irá receber, sendo natural que indiquem valores que ficam
aquém do valor em causa. Com a resolução das questões seguintes eles podem ficar
surpreendidos com a grandeza do número de grãos de trigo a receber.

Na resolução da questão 1, os alunos podem determinar o número de grãos correspondente a


cada casa do tabuleiro adicionando 1 + 1; 2 + 2; 4 + 4 ou registar sob a forma de um produto 2 x
1; 2 x 2; 2 x 4; … uma vez que o número de grãos vai sendo duplicado. É necessário que o
professor, após a apresentação do trabalho realizado nesta questão, oriente a discussão no
sentido de registar estes valores utilizando outro tipo de representação, ou seja, sob a forma de
potência, como, por exemplo:
1
1+1=2
2 + 2 = 2 x 2 = 22
4 + 4 = 2 x 4 = 2 x (2 x 2) = 23
8 + 8 = 2 x 8 = 2 x (2 x 2 x 2) = 24

O registo das diferentes potências permite recordar a leitura, bem como, o nome dos seus termos
e o seu significado, aspectos estes já trabalhados anteriormente.

Nesta fase de discussão o professor pode colocar em vários copos de plástico transparentes
feijões para que os alunos visualizem a forma como aumenta o número.

O registo organizado dos dados, tal como é proposto na questão 2, ajuda os alunos a
compreender que sempre que se avança uma casa do tabuleiro, se duplica o número de grãos da
casa anterior. Apercebem-se, também, que ao pretendermos saber quantos grãos de trigo existem
na 10.ª casa, bastará fazer 29, ou seja, podemos representar o número de grãos por uma potência
de base 2 cujo expoente corresponde ao número da casa do tabuleiro menos uma unidade.

6
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

N.º do quadrado do
N.º de grãos de trigo Potências
tabuleiro
1 1 1
2 2 2 21
3 4 2x2 =4 22
4 8 2x2x2=8 23
5 16 2x2x2x2=16 24
… … … …

Caso algum aluno coloque a questão ”Porque é que no primeiro quadrado do tabuleiro não está
representada uma potência de base 2?” O professor pode informar que qualquer potência de
expoente zero e base natural (diferente de 0) representa o número 1, donde 20 = 1. Mais tarde os
alunos têm oportunidade de compreender o porquê desta convenção.

A partir das ideias discutidas nas primeiras duas questões, é natural que os alunos, na resolução
da questão 3, registem o valor correspondente ao número de grãos de trigo utilizando diferentes
tipos de representação. Assim, surge a seguinte tabela:

N.º do quadrado N.º de grãos de trigo N.º total de grãos de trigo


do tabuleiro colocados em cada casa colocados no tabuleiro
1 1=20 1
2 2=21 3
2
3 4=2 7
3
4 8=2 15
4
5 16=2 31
6 32=25 63
6
7 64=2 127
7
8 128=2 255
8
9 256=2 511
9
10 512=2 1023
10
11 1024=2 2047
11
12 2048=2 4095
12
13 4096=2 8191
14 8192=213 16383
14
15 16384=2 32767

Para a resolução da questão 3, pretende-se que os alunos calculem o número total de grãos
colocados no tabuleiro, podendo surgir uma expressão do tipo:
20+21+22+23+24+25+ …+ 214

7
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

É importante referir que para determinar o valor desta expressão, temos de calcular primeiro o
valor de cada potência e só então adicionar cada uma das parcelas obtidas, o que permitirá
recordar a prioridade da multiplicação.

Existe, no entanto, a possibilidade de os alunos verificarem que, ao adicionarem os grãos


colocados até à 4.ª casa (1+2+4+8 =15), verifiquem que esse número pode obter-se através da
expressão 24 – 1 = 16 – 1 =15, ou seja, o número de grãos da casa seguinte menos uma unidade.

Esta hipótese pode ser testada e verificada, dando assim origem a uma outra expressão:
20+21+22+23= 24 – 1. Então, o número de grãos colocados nas primeiras 15 casas do tabuleiro é
representado por 215 – 1.

Na questão 4, pretende-se que os alunos cheguem à conclusão que o número de grãos colocados
na casa 64 pode representar-se por 263 (9 223 372 036 854 775 808 grãos) uma vez que, ao
resolverem as questões 2 e 3, verificaram que a cada casa corresponde uma potência em que a
base é dois e o expoente é o número de ordem da casa do tabuleiro menos uma unidade.

Embora não se pretenda que os alunos calculem o valor correspondente ao preenchimento das 64
casas do tabuleiro de xadrez, é conveniente que o professor apresente o número de grãos de trigo
que Sissa receberia, para que os alunos o registem (podendo fazer-se a sua leitura).

264=18 446 744 073 709 551 616

Total de grãos colocados nas 64 casas do tabuleiro = (264 – 1) = 18 446 744 073 709 551 615

18 446 744 073 709 551 615 - Dezoito triliões, quatrocentos e quarenta e seis milhares de bilião,
setecentos e quarenta e quatro biliões, setenta e três milhares de milhão, setecentos e nove
milhões, quinhentos e cinquenta e um milhares e seiscentos e quinze unidades.

É importante fazer uma primeira exploração da multiplicação de potências com a mesma base, a
partir de situações como as seguintes:
26 = 25 x 21 ou 27 = 25 x 2 x 2= 25 x 22

A seguir apresentam-se alguns exercícios de consolidação sobre potências, trabalhadas no ano


lectivo anterior.

8
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

EXERCÍCIOS DE CONSOLIDAÇÃO DE POTÊNCIAS

Uma potência é a representação de um produto de factores iguais, onde o factor que se repete é
a base da potência e o expoente é o número de vezes que esse factor se repete.

Exemplos:

25 = 2 x 2 x 2 x 2 x 2 = 32 33 = 3 x 3 x 3 = 27 42 = 4 x 4 =16

23 = 2 x 2 x 2 = 8

Na potência 23 2 é a base e 3 é o expoente

Leitura de potências

21 (dois elevado a um)


22 (dois elevado a dois ou dois ao quadrado)
23 (dois elevado a três ou dois ao cubo)
24 (dois elevado a quatro ou dois à quarta)
25 (dois elevado a cinco)

Exercícios:

1. Transforma em potência, cada um dos produtos de factores:

7x7= 11 x 11 x 11 = 10 x 2 x 5 = 6x2x3=

2. Transforma cada potência num produto de factores iguais e calcula o seu valor:

62 =

0,23 =

18 =

104 =

9
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Completa o quadro:

Potência Base Expoente Leitura Valor


102
2 3
Seis ao quadrado

3. Numa pastelaria há 3 expositores com 3 bandejas cada um. Cada bandeja tem 3 pratos, cada
um com 3 bolos. Representa por uma potência o número de bolos expostos e calcula o seu
valor.

5. Na fila da papelaria da escola estavam quatro rapazes. Cada um deles tinha quatro bolsos.
Cada um dos rapazes tinha em cada bolso quatro berlindes. Quantos berlindes havia ao todo?

6. Calcula:
6.1. 32 – 23 = 6.2. 42 + 24 =

7. No quadro estão representados os números naturais de 1 a 36.

1 2 3 4 5 6

7 8 9 10 11 12

13 14 15 16 17 18

19 20 21 22 23 24

25 26 27 28 29 30

31 32 33 34 35 36

7.1 Assinala a azul os múltiplos de 3.


7.2 Assinala a verde os múltiplos de 5.
7.3 Indica os que são, simultaneamente, múltiplos de 3 e de 5.
7.4 Indica todos os divisores de 36 que estão na tabela.
7.5 Indica todos os números que se podem representar através de uma potência.

10
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Tarefa 2 – Operações com potências2

1. Observa atentamente a 1.ª linha de cada tabela.


Preenche os espaços assinalados, completando as igualdades.

1.1.

24 × 23 = (2 x 2 x 2 x 2) x (2 x 2 x 2) =128 27 = 128

32 × 33 = ................. 3 .... = ........

7 .... × 71 = ................ 73 = ........

10 .... ×10.... = ....... 106 = ........

Explica como procedes para transformar o produto de potências com a mesma base numa
potência.

1.2.

53 × 23 = (5 x 5 x 5) x (2 x 2 x 2) =1000 103 = 1000

102 × 32 = ........ 302 = ........

35 × ......5 = ......... 65 = ........

…….4 x ……4= ……… 124 =

Explica como procedes para transformar o produto de potências com o mesmo expoente numa
potência.

2
Adaptação da Tarefa 7 – Operações com potências (Materiais de Apoio 7.º ano). Professores das turmas piloto.

11
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

1.3.

55 : 52 = (5 x 5 x 5 x 5 x 5) : (5 x 5) =125 53= 125

104 : 101 = ........ 103 = .......

7..... : 74 = ........ 73 = .......

Explica como procedes para transformar o quociente de potências com a mesma base numa
potência.

1.4.

64 ÷ 24 = (6 x 6 x 6 x 6) : (2 x 2 x 2 x 2)= 81 34 = 81

106 ÷ 56 = ........ 26 = .......

.....5 ÷ 35 35 = .......

Explica como procedes para transformar o quociente de potências com o mesmo expoente
numa potência.

2. Calcula o valor das seguintes expressões utilizando, sempre que possível, as regras
operatórias que acabaste de aprender.

2 3 + 33 52 + 54 : 53

33 x 32 8 2 : 22

3 4 - 32 43 x 42 : 43

24 x 34 6 2 + 6 5 : 63

7 4 : 72 103 : 53 + 52

12
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Operações com potências

Esta tarefa enquadra-se no tema Números e Operações e pretende-se que o aluno induza as
regras operatórias das potências da multiplicação e divisão (com a mesma base ou o mesmo
expoente) e as explicite numa linguagem natural e no cálculo de expressões numéricas.

Tema matemático: Números e Operações

Nível de ensino: 2.º Ciclo

Tópicos matemáticos: Números naturais

Subtópicos matemáticos: Multiplicação e divisão de potências


Propriedades das operações e regras operatórias

Capacidades transversais: Raciocínio Matemático


Comunicação Matemática

Conhecimentos prévios dos alunos:


• Calcular potências de um número;
• Interpretar uma potência de expoente natural como a representação de um produto
de factores iguais;
• Identificar regularidades.

Aprendizagens visadas:
• Calcular potências de um número e determinar o produto e o quociente de
potências com a mesma base ou com o mesmo expoente;
• Compreender as propriedades e as regras das operações e usá-las no cálculo;
• Explicar e justificar os processos, resultados e ideias matemáticos, recorrendo a
exemplos e contra exemplos e à análise exaustiva de casos;
• Formular e testar conjecturas e generalizações e justificá-las fazendo deduções
informais;
• Representar informação e ideias matemáticas de diversas formas;
• Exprimir ideias e processos matemáticos, oralmente e por escrito, usando a
notação, simbologia e vocabulário próprios;
• Discutir resultados, processos e ideias matemáticos.

Recursos: Calculadora, projector ou retroprojector

13
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Duração prevista: 90 minutos + 45 minutos

Notas para o professor:


A tarefa está dividida em duas questões: na primeira (90 minutos), através da exploração das
tabelas, pretende-se que o aluno compreenda as regras operatórias das potências da
multiplicação e divisão (com a mesma base ou o mesmo expoente) e as explicite numa linguagem
natural; na segunda questão (45 minutos), os alunos têm oportunidade de aplicar as regras
anteriores no cálculo de expressões numéricas.

Na resolução das questões 1.1. e 1.2. (45 minutos) é vantajoso fazer a apresentação de
resultados e justificações surgidas da exploração. Na questão 1.1., a partir da análise do exemplo
dado, os alunos devem concluir que:
- O produto de potências com a mesma base é uma nova potência com a mesma base e
cujo expoente corresponde à soma dos expoentes dos factores.

Se, na exploração da questão 1.2., os alunos tiverem dificuldade em completar as tabelas, o


professor pode ligar o cálculo de potências à multiplicação e suas propriedades, acabando por
incentivar à explicitação, em linguagem natural, das regras operatórias das potências. Por
exemplo: 23 x 53 = (2x2x2) x (5x5x5) = (2x5) x (2x5) x (2x5) = (2x5)3 Para concluir esse trabalho,
na discussão geral, é importante analisar e discutir com os alunos todos os resultados obtidos,
bem como todas as explicações. Em conclusão, é indispensável a síntese das regras operatórias.
Nesta questão, pretende-se chegar à seguinte regra:
- O produto de potência com o mesmo expoente é uma nova potência com o mesmo
expoente e em que a base é o produto das bases dos factores.

Passados 45 minutos, os alunos devem explorar as questões 1.3. e 1.4., em pares ou pequenos
grupos, seguindo-se novamente uma discussão em plenário, sobre os resultados alcançados.

A partir da análise dos exemplos dados nas questões 1.3 e 1.4 os alunos devem chegar às
seguintes regras:
- O quociente de potências com a mesma base é uma nova potência com a mesma base e
em que o expoente corresponde à diferença dos expoentes;

- O quociente de potências com o mesmo expoente é uma nova potência com o mesmo
expoente e em que a base é o quociente das bases.

Na aula seguinte, o professor deve propor que os alunos resolvam a questão 2 de forma
autónoma aplicando as regras anteriormente trabalhadas.

14
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Informação

Operações com potências

Multiplicar potências com a mesma base

Para multiplicar potências com a mesma base, podemos transformar cada uma das potências no produto
de factores iguais que elas representam, tal como está indicado no exemplo seguinte:

24 × 23 = (2x2x2x2) x (2x2x2) = 27

Podemos concluir que a base, neste caso o 2, se repete 7 vezes, ou seja 27.

24 × 23 = 2(4+3) = 27

Podemos, assim, concluir que: O produto de potências com a mesma base é uma nova potência com a
mesma base e cujo expoente corresponde à soma dos expoentes dos factores.

Multiplicar potências com o mesmo expoente

Para multiplicar potências com o mesmo expoente, podemos transformar cada uma das potências nos
produtos que elas representam, tal como está indicado no exemplo seguinte:

53 × 23 = (5x5x5) x (2x2x2)

As propriedades comutativa e associativa da multiplicação permitem-me afirmar que:

5x5x5x2x2x2 = (5x2) x (5x2) x (5x2) = 10x10x10.

Ou seja,
53 × 23 = (5 x 2)3

Podemos, assim concluir que: O produto de potências com o mesmo expoente é uma nova potência
com o mesmo expoente e em que a base é o produto das bases dos factores.

15
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Dividir potências com a mesma base

Para dividir potências com a mesma base, podemos transformar cada uma das potências nos produtos
que elas representam, tal como está indicado no exemplo seguinte:

55 : 52 = (5x5x5x5x5) : (5x5) = 5x5x5

125 25 25

Se multiplicarmos 125 por 25 e depois o dividirmos novamente por 25, vamos obter o número 125.
Então, podemos concluir que:
55 : 52 = 5 (5-2) = 53

Logo, o quociente de potências com a mesma base é uma nova potência com a mesma base e em
que o expoente corresponde à diferença dos expoentes.

Dividir potências com o mesmo expoente

Para dividir potências com o mesmo expoente, podemos transformar cada potência no produto de
factores que lhe corresponde

62 : 32 = (6 x 6): (3 x 3) = 36:9 = 4
(6 : 3) x (6 : 3) = 2 x 2 = 4

Então,

62 : 32 = (6 : 3)2 = 22

O quociente de potências com o mesmo expoente é uma nova potência com o mesmo expoente e
em que a base é o quociente das bases.

16
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Tarefa 3 – Consolidação das aprendizagens

1. Escreve sob a forma de uma potência:


1.1. 72 x 74
1.2. 35 x 3
1.3. 1 x 64
1.4. 8 5 : 82
1.5. 9 7 : 93
1.6. 5 4 : 54
1.7. 63 : 1

2. Completa os espaços assinalados:


2.1. 3 x 3 x 3 x 27 = 3---
2.2. 4 x 2 x 8 = 2---
2.3. 4 x --- x 16 = ---5
2.4. 1000 = 10---
2.5. 6 … : ….3 = 62
2.6. 125 : 5--- = 5
2.7. ….7 : .…7 = 37

3. Escreve na forma de uma potência ou soma de potências:


3.1. 9
3.2. 27
3.3. 25
3.4. 10
3.5. 52
3.6. 101
3.7. 256
3.8. 61

17
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

4. Escreve os seguintes produtos sob a forma de uma potência:

4.1. 16 x 8 x 2
4.2. 3 x 9 x 3 x 27
4.3. 42 x 42
4.4. 10 x 2 x 5 x 102
4.5. 53 x 25
4.6. 3 x 2 x 36
4.7. 32 x 35 x 27
4.8. 54 x 24 x 105

5. A distância da Terra à Lua é cerca de 384 000Km. Representa essa distância sob a forma de
um produto de um número inteiro por uma potência de base 10.

6. Repara que:

12=1

22=1+3

32=1+3+5

42=1+3+5+7 (a soma dos quatro primeiros números ímpares é igual a 42)

6.1. Representa na forma de potência a soma dos sete primeiros números ímpares.

6.2. Considera a soma dos nove primeiros números ímpares.


Representa essa soma na forma de potência em que:

a) o expoente seja 2
b) a base seja 3

18
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

7. Repara nas seguintes igualdades:

13 = 12

13 + 23 = 32

13 + 23 + 33 = 62

13 + 23 + 33 + 43 = 102

7.1. O que observas?

7.2. Completa a igualdade e verifica a sua veracidade.

13 + 23 + 33 + 43 + 53 =…..2

19
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Consolidação das aprendizagens

Esta tarefa enquadra-se no tema Números e Operações e pretende-se que o aluno consolide as
aprendizagens realizadas anteriormente.

Tema matemático: Números e Operações

Nível de ensino: 2.º Ciclo

Tópicos matemáticos: Números naturais

Subtópicos matemáticos: Multiplicação e divisão de potências


Propriedades das operações e regras operatórias

Capacidades transversais: Raciocínio Matemático


Comunicação Matemática

Conhecimentos prévios dos alunos:


• Interpretar uma potência de expoente natural como a representação de um produto
de factores iguais;
• Identificar regularidades;
• Calcular potências de um número e determinar o produto e o quociente de
potências com a mesma base ou com o mesmo expoente;
• Compreender as propriedades e as regras das operações e usá-las no cálculo.

Aprendizagens visadas:
• Consolidar as aprendizagens realizadas anteriormente;
• Explicar e justificar os processos, resultados e ideias matemáticos, recorrendo a
exemplos e contra exemplos e à análise exaustiva de casos;
• Formular e testar conjecturas e generalizações e justificá-las fazendo deduções
informais;
• Representar informação e ideias matemáticas de diversas formas; Exprimir ideias e
processos matemáticos, oralmente e por escrito, usando a notação, simbologia e
vocabulário próprios;
• Discutir resultados, processos e ideias matemáticos.

Recursos: Projector ou retroprojector

20
Números naturais – Multiplicação e divisão de potências

Duração prevista: 90 minutos

Notas para o professor:


Os alunos resolvem, a pares, as questões da 1 à 5 (45 minutos) com o apoio da informação sobre
operações com potências, sistematizada em aulas anteriores. O professor promove a discussão
das questões onde os alunos mostraram mais dificuldades. De seguida os alunos resolvem as
questões 6 e 7 (20 minutos), e discutem-se as regularidades encontradas.

Outra possibilidade de utilização desta tarefa é os alunos resolverem individualmente as questões


da 1 à 5 (30 minutos). Cada aluno troca a sua resolução com o colega do lado para que proceda à
sua correcção (15 minutos). Após esta correcção, o professor projecta as questões já corrigidas
de modo a identificar as dificuldades dos alunos, ajudando-os a superá-las (15 minutos). Depois
deste momento, os alunos realizam em grupos de 2 a 4 elementos a questão 6 (15 minutos),
seguindo-se a discussão sobre as regularidades encontradas por cada grupo (15 minutos).

A questão 7 é destinada ao “Tempo de Estudo em Casa” e na aula seguinte os alunos comunicam


as suas descobertas.

21