Você está na página 1de 5

“O AMOR”

João 3.16 "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para
que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
Introdução

O que significa a morte de Cristo naquela cruz? Outro dia li nas redes
socias a frase de pastor bastante conhecido que dizia, “As pessoas dizem:
A cruz é uma prova de quanto vale o homem ''Isso não é verdade! A cruz é
uma prova de quão depravados nós somos, que levou a morte do próprio
filho de Deus”. Sim, somos depravados ordinários, infames, Canalhas,
malcriados, cafajestes, indecorosos, miseráveis. Porém este ato também
demonstra sim, o quanto somos importantes para Deus, não importantes
por termos algo que Ele dependa, que Ele necessite, mas pelo fato do seu
amor por nós Ser imensurável. Porque Deus amou o mundo tanto, que
deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas
tenha a vida João 3.16
É este amor que nos torna importantes para Deus, assim como uma mãe
que gasta, todas as suas economias para pagar um centro de recuperação
para o filho drogado. Ou advogado para o filho preso. Não porque o filho
seja importante em si, ou tenha algo a oferecer, mas o amor que ela sente
por ele o faz fez importante para ela.
É claro que o amor dEle não é um amor cego nem tão pouco
inconsequente, como muitas vezes é o amor de mãe, porque em Deus há
equilíbrio sua justiça não excede seu amor e nem o amor a justiça.
O amor que Ele tem por nós, origina se nEle mesmo, 1Jo 4.8 diz que Deus
é amor. Aí reside a origem de seu amor por nós, em si mesmo. Nosso
amor é baseado sempre em alguma coisa que o outro pode nos oferecer.

Três confirmações de que o amor de Deus é diferente.


1- Nos amou sendo nós ainda seus inimigos.
Ora, se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com Ele
mediante a morte de seu Filho, quanto mais no presente, havendo sido
feitos amigos de Deus, seremos salvos por sua vida. Rm 5.10
2- Nos amou mesmo sabendo que somos.
Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas
coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando
nem ainda uma delas havia. Salmos 139:16
Como pode me amar, Deus?
Conhecendo o meu pecado
Sabendo o que eu faço de errado
Como pode me amar assim?

Como pode me amar, Deus?


Sabendo que eu sou falho
E que o meu coração já não bate
Mais como já bateu?

Como pode me amar, Deus?


Sabendo que eu fugiria
Se a porta estivesse aberta
Como pode em mim confiar?

E ainda me pega quando estou caindo


E me abraça quando estou chorando
E segura as minhas mãos
E me leva pra perto das chamas de amor
Que ardem em Teu coração e não se podem conter

Como uma flecha que estoura em meu peito


E me traz de joelhos enquanto eu choro
Tenha o meu coração
Minh'alma soluça
Quando eu percebo o contato de Seus olhos com os meus

Como pode me amar, Deus?


Sabendo o que eu diria
Sabendo que eu me frustraria
Como pode me amar assim?

Como pode me amar, Deus?


Sabendo que eu Te culparia
Pelo que não foi como eu queria
Como pode me amar assim?

Como pode me amar, Deus?


Sabendo que eu me fecharia
Quando Você quisesse entrar
Como pode em mim confiar?

E ainda me pega quando estou caindo


E me abraça quando estou chorando
E segura as minhas mãos
E me leva pra perto das chamas de amor
Que ardem em Teu coração e não se podem conter
Como uma flecha que estoura em meu peito
E me traz de joelhos enquanto eu choro
Tenha o meu coração
Minh'alma soluça
Quando eu percebo o contato de Seus olhos com os meus

Me leva pra casa


Eu quero voltar
Pois longe de Ti
Não é o meu lugar

Eu corro depressa
Pra Te encontrar
De braços abertos
Como alguém que esqueceu

Me leva pra casa


Eu quero voltar
Pois longe de Ti
Não é o meu lugar

Eu corro depressa
Pra Te encontrar
De braços abertos
Em meu lugar

3- Seu amor sempre nos concede mais uma chance.


Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar todos os
pecados e nos purificar de qualquer injustiça. 1 João 1:9

"Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros,
e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado." - 1 João 1:7
Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois
salvos),

Efésios 2:4,5