Você está na página 1de 59

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

AULA 01- PANORAMA INTERNACIONAL I

Olá, amigos, tudo bem? Como vão os estudos?

Na aula de hoje, nós começaremos a tratar dos principais assuntos


do cenário internacional. Veremos por meio de questões de concursos
anteriores e inéditas como a banca examinadora poderá cobrar esses assuntos
na prova.

Vocês verão que a gama de temas a serem tratados é bem grande!


Todavia, iremos simplificar ao máximo o seu aprendizado, abordando cada
assunto da forma mais objetiva possível.

Estejam, desde já, à vontade para utilizar o nosso fórum de dúvidas.


Ele é um instrumento fundamental para que possamos estreitar a relação
aluno-professor e interagir de forma mais efetiva. Como se costuma dizer em
salas de aula, a dúvida de um pode ser a dúvida de muitos outros! Por isso,
perguntem à vontade. Será um prazer responder a cada um dos seus
questionamentos.

Pois bem, chega de conversa e vamos logo às nossas questões!


Uma boa aula a todos!

_____________________x___________________________

1- (FUNVERSA/ SEJUS-DF-2010)
Argentina edita decreto que limita a ação da Inglaterra nas Ilhas Malvinas
(17/02/2010)- Brasília – O governo da Argentina aumentou a pressão sobre
a Inglaterra ao decretar que todos os barcos e navios que quiserem
transitar por águas do país devem pedir autorização oficial. “O decreto é
parte da estratégia de defesa de nossos legítimos direitos (sobre as
Malvinas) que são desconhecidos sistematicamente pelo governo
britânico”, afirmou. Segundo Cristina Kirchner, o objetivo do decreto é
defender os direitos dos argentinos. A execução do decreto será

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

coordenada por uma comissão interministerial – formada por cinco


ministérios sob coordenação das Relações Exteriores e da Economia.
Internet http://www.agenciabrasil.gov.br
Acerca do assunto abordado no texto acima, assinale a alternativa
correta:
a) A medida ocorre no momento em que as empresas de petróleo inglesas
anunciaram o início das atividades de exploração de hidrocarbonetos na área
das Ilhas Malvinas.
b) Argentinos e ingleses disputam o controle sobre as ilhas desde o século XVI.
No governo do ex-presidente, Nestor Kirchner, houve campanha para retomar
o controle da região.
c)O decreto do governo argentino foi interpretado pela comunidade
internacional como uma resposta ao ataque de barcos da Marinha inglesa a
pesqueiros argentinos que navegavam em águas de soberania britânica.
d) O arquipélago das Malvinas integrou o território argentino até 1982, quando
tropas britânicas retomaram as ilhas, mantendo sua presença até os dias
atuais.
e) O forte movimento separatista dos nativos das ilhas busca a incorporação
do arquipélago à Argentina, bem como a mudança do atual nome da capital do
arquipélago (Port Stanley) para Puerto Argentino, como ocorrera no século XX.
COMENTÁRIOS:

Um dos temas mais relevantes na atual geopolítica da América do


Sul é a questão das Malvinas. As ilhas Malvinas, também chamadas de Ilhas
Falkland, são motivo de grande controvérsia quanto à sua soberania. Apesar
de, atualmente, as Ilhas Malvinas serem formalmente reconhecidas como
território inglês, a Argentina reivindica a posse da região.

A letra A está correta. Empresas inglesas começaram a explorar


petróleo na área das Ilhas Malvinas, o que causou a reação Argentina. Os
ingleses estariam usando, no entendimento do governo argentino, de recursos
naturais cuja propriedade legítima é da Argentina. Em resposta à atitude das
empresas inglesas, a presidente Cristina Kirchner editou um decreto por meio

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

do qual passou a exigir que qualquer barco que transite entre o continente e as
ilhas Malvinas deverão pedir autorização do governo argentino.

A letra B está errada. No governo de Nestor Kirchner, quando se


completaram 22 anos da Guerra das Malvinas, ocorrida em 1982, o
pronunciamento oficial do governo foi o de reivindicar a soberania sobre a
região. A controvérsia entre ingleses e argentinos quanto à posse das ilhas
existe desde 1833, quando a Inglaterra ocupou a região. Em 1982, a Argentina
ocupou as lhas Malvinas, sofrendo forte represália por parte da Inglaterra.

A letra C está errada. Não houve ataque da marinha inglesa a


barcos pesqueiros argentinos.

A letra D está errada. A assertiva tenta fazer uma confusão no


concurseiro. Na verdade, as Malvinas são de posse da Inglaterra desde 1833.
Em 1982, os argentinos ocuparam a região, sendo rapidamente expulsos
naquela que ficou conhecida como a guerra das Malvinas. As atuais
reivindicações argentinas preocupam a comunidade internacional na medida
em que poderiam dar origem a um novo conflito armado na região. Todavia, o
governo argentino tem constantemente afirmado sua tendência pacifista.

A letra E está errada. Não existe movimento separatista dos nativos


das ilhas Malvinas. Na verdade, a maioria da população das ilhas é formada
por ingleses, favoráveis, portanto, ao governo britânico.

2- (FUNVERSA- CEB-2010)
Obama, Prêmio Nobel da Paz: recompensa a uma nova visão do mundo.
(10/10/2009)- Passado um primeiro momento de surpresa, a concessão do
Prêmio Nobel da Paz a Barack Obama tem muita lógica. Premia-se assim
uma visão do mundo – e do papel dos EUA no mundo –, e não uma obra.
Obama não está nem um ano na Casa Branca, por isso não é possível
julgá-lo por seus resultados, mas nesse período já mudou radicalmente a
música e a letra da política internacional norte-americana. E em um
sentido que não pode ser mais grato aos ouvidos dos escandinavos, dos
europeus e, em geral, da maioria dos habitantes do planeta.
3

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Internet< http://noticias.uol.com.br> (com adaptações) Acesso em


28/12/2009.
Acerca do tema abordado no fragmento acima, assinale a alternativa
correta:
a) Barack Obama, após sua posse como presidente dos EUA, reduziu
substancialmente os efetivos militares norte-americanos no Afeganistão.
b) Percebe-se, do texto, que Barack Obama foi premiado pela esperança que
conseguiu despertar, junto á comunidade internacional, de um mundo melhor e
mais justo.
c) Os escandinavos não são europeus.
d) O Prêmio Nobel da Paz é concedido anualmente pela Organização das
Nações Unidas (ONU) a personalidades da sociedade civil que se destaquem
por seu trabalho em prol do bem comum.
e) Por ter adotado uma política pacifista e trabalhar pela paz entre judeus e
palestinos, um dos antecessores de Barack Obama, Bill Clinton, foi também
agraciado com o Prêmio Nobel, na década de 1990.
COMENTÁRIOS:

Com a ocorrência do episódio de 11 de setembro de 2001, os


Estados Unidos declararam guerra ao terrorismo e invadiram o Afeganistão em
outubro de 2001, à revelia do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Na
invasão ao Afeganistão, os EUA tiveram o apoio do Reino Unido, Canadá,
França e outros países, além da contribuição da organização armada
muçulmana Aliança do Norte.

O principal objetivo da invasão ao Afeganistão era capturar o


terrorista Osama Bin Laden, o qual tinha apoio do regime dos talibãs. Embora o
regime talibã tenha sido derrubado, Osama Bin Laden não foi até hoje
capturado.

O conflito do Afeganistão já dura aproximadamente 9 anos e a


previsão é que o início da retirada das tropas do país seja em julho de 2011.
Todavia, a insurgência tem intensificado suas ações, exacerbando o confronto.
Vejamos uma notícia que ilustra bem a atual situação do Afeganistão:

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

“Obama, que anunciou em dezembro que estava enviando mais 30 mil soldados
americanos ao Afeganistão, planeja uma revisão da estratégia em dezembro, depois
das eleições. Enquanto o Congresso apoiou o seu plano para reforçar o nível das
tropas, as pesquisas mostram que o público permanece em dúvida sobre o esforço.
Uma pesquisa divulgada na semana passada pela NBC e pelo "The Wall Street
Journal" revelou que sete em cada dez americanos não acreditam que a guerra
acabaria com êxito.
Para completar, os comandantes militares têm alertado que a batalha está cada vez
mais difícil este ano, com as tropas com planos para assumir o controle de redutos do
Talibã no sul e enfrentar outros insurgentes.
Petraeus lidera uma força de cerca de 150 mil americanos e as tropas da OTAN no
Afeganistão. Ele afirma que o esforço no Afeganistão tem sido dificultado pelo nível de
corrupção no país, e os funcionários americanos têm sofrido com a falta de
cooperação do presidente afegão, Hamid Karzai, na luta contra o problema. Petraeus
disse que tem discussões frequentes e francas com o líder afegão, falando com ele
em média uma vez por dia.
O general disse também que a busca pelo líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, ainda
é uma prioridade:
- Eu não acho que ninguém sabe onde ele estava escondido. Acho que capturar ou
matar Osama Bin Laden ainda é uma tarefa muito importante para todos aqueles que
estão engajados na luta contra o terrorismo ao redor do mundo - disse ele.”
(O Globo On-Line 15/08/2010)

A letra A está errada. Barack Obama, após a sua posse, decidiu


aumentar os efetivos norte-americanos no Afeganistão.

A letra B está correta. O Prêmio Nobel recebido por Barack Obama


pode ser entendido como uma premiação pela mudança da visão da política
externa dos EUA e pelos apelos que o presidente norte-americano fez ao
desarmamento nuclear e à paz no Oriente Médio.

A letra C está errada. A Escandinávia é uma região do norte da


Europa, abrangendo Noruega, Suécia, Dinamarca e Finlândia. Assim, os
escandinavos são europeus.

A letra D está errada. O Prêmio Nobel não é concedido pela


Organização das Nações Unidas.

A letra E está errada. Realmente, Bill Clinton teve papel destacado


no processo de busca pela paz entre judeus e palestinos. Todavia, ele não foi
agraciado com o Prêmio Nobel da Paz.

3- (FUNVERSA-TERRACAP-2010)

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

(21/1/2010) – Dólar fecha a R$ 1,80, maior preço em 4 meses; Bovespa


cede 2,61%.
O dragão chinês
O governo chinês revelou hoje que o país cresceu a uma taxa de 8,7% no
ano passado. A cifra acima das expectativas detonou uma preocupação
generalizada de que uma das "locomotivas" da economia global tome
novas medidas para puxar o freio do crescimento. Esse temor tem
precedente, já que nos últimos dias as autoridades chinesas
multiplicaram as iniciativas para elevar o custo do capital e retirar
dinheiro de circulação. A China é um dos maiores compradores mundiais
de commodities, principalmente do Brasil. E nesse ambiente de maior
nervosismo, o dólar vira o ponto de fuga para agentes financeiros, já
preocupados com o fechamento das contas externas brasileiras, num ano
em que se espera o aumento das importações.
Internet: <www1.folha.uol.com.br> (com adaptações).
Acerca do tema abordado no texto acima, assinale a alternativa correta.
a) A leitura do texto permite inferir que, caso a China reduza a importação de
commodities, o Brasil pode ter problemas econômicos.
b) O crescimento econômico de 8,7% ao ano da China é igualmente
acompanhado pelos demais países emergentes, como o Brasil e a Índia.
c) A previsão para o Brasil de aumento nas importações irá provocar uma
elevação, sem precedente, na dívida externa do país.
d) O crescimento econômico chinês está diretamente relacionado à política
antinatalista do filho único e à sua matriz energética baseada na geração de
energia por hidrelétricas.
e) O crescimento da economia chinesa é acompanhado de igual
desenvolvimento social com crescente redução das desigualdades entre os
cidadãos do país.
COMENTÁRIOS:

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Dentre os países emergentes, a China é aquele que tem


apresentado maiores taxas de crescimento econômico, sendo que isso é
resultado de diversas condicionantes, tais como:

1)- Regime cambial rígido: o Yuan (moeda chinesa) é artificialmente


desvalorizado, o que proporciona maior competitividade às exportações
chinesas.

2)- Aumento do grau de abertura econômica e financeira: a China


tem apresentado notável participação no comércio internacional, com elevado
nível de exportações e importações.

3)- Altas taxas de investimento.

4)- Investimento em formação de capital humano (educação) e


infraestrutura.

5)- Baixo custo da mão-de-obra e legislação trabalhista rígida, o


que reduz o custo das empresas.

A letra A está correta. A China é um grande mercado consumidor


para a exportação de commodities brasileiras. Dessa forma, caso sejam
adotadas medidas pelos chineses a fim de desacelerar a economia, poderá
haver redução da importação de commodities e, portanto, prejuízo econômico
ao Brasil.

A letra B está errada. Brasil e Índia têm apresentado taxas de


crescimento inferiores às da China.

A letra C está errada. Atualmente, as reservas internacionais do


Brasil superam o montante de sua dívida externa. Mesmo que haja aumento de
importações brasileiras, isso não será suficiente para provocar uma elevação
“sem precedentes” na dívida externa brasileira

A letra D está errada. O crescimento econômico chinês está


relacionado a outros fatores e não à sua política antinatalista e energética. De
7

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

qualquer forma, essa assertiva traz dois pontos interessantes a respeito da


China:

1) Política demográfica: Desde a década de 70, a China adota a


“política do filho único”, usada para conter a forte expansão demográfica do
país. Os críticos dessa política afirmam que ela foi responsável pelo
desequilíbrio de gêneros na China, aumentando o número de abortos do sexo
feminino. Isso ocorre porque se as famílias podem ter um único filho, irão
preferir que ele seja do sexo masculino, pois ele poderá cuidar dos pais quando
estes forem idosos.

2)- Estrutura energética chinesa: Com o elevado nível de


crescimento econômico, a China se depara com um problema: o aumento da
demanda por recursos energéticos. A China é, atualmente, o maior produtor
mundial de energia hidrelétrica, que é responsável por cerca de 15% da
eletricidade do país. Recente estiagem na China causou preocupação,
ameaçando a estrutura energética do país. A maior parte da matriz energética
chinesa é baseada no carvão, que corresponde a cerca de 80% da produção
de eletricidade.

A letra E está errada. O desenvolvimento social da China tem sido


muito mais lento do que seu desenvolvimento econômico.

4- (FUNVERSA- HFA-2009)

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Com o auxílio do gráfico acima, assinale a alternativa correta:


a) Entre os fatores que se constituem em entraves para um aumento ainda
maior dos fluxos comerciais mundiais, encontram-se os subsídios agrícolas,
que são atitudes protecionistas tomadas pelos governos, em especial dos
países ricos, para beneficiar produtores locais contra produtos importados.
b) O comércio global é regulado pela Organização das Nações Unidas, que
possui poder para impor sanções às nações que adotem medidas que não se
coadunem com as políticas que visam ao aumento dos fluxos comerciais
internacionais.
c) Após a crise global iniciada em 2008, a supremacia comercial dos Estados
Unidos deixou de existir, o país foi superado por diversas nações emergentes
no volume de exportações de bens e serviços.
d) Dos países que aparecem no gráfico, a China foi o único que passou ao
largo da crise, pois manteve um ritmo de crescimento das exportações, nos
últimos semestres, constante e semelhante aos de anos anteriores.
e) Do gráfico, é possível concluir que, combinando-se os resultados das
exportações e das importações, apenas um país apresentou déficit em sua
balança comercial de bens e serviços.
COMENTÁRIOS:

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra A está correta. Um dos maiores entraves atualmente


existentes à ampliação do fluxo do comércio internacional são os subsídios
agrícolas. Mas o que seriam subsídios?

De forma bem simples, existe uma subsídio quando um há uma


contribuição governamental que proporciona vantagem aos produtores locais
frentes aos produtores importados. Imagine, por exemplo, que o Brasil exporte
soja para os EUA a um custo de US$ 2,00 / kg. Os produtores americanos têm
condições, por sua vez, de ofertar no mercado interno soja por US$ 3,00 / kg.
Ocorre que o governo dos EUA dá uma contribuição financeira aos produtores
locais de soja e esses passam a poder vender soja por US$ 1,50 / kg. Assim,
os produtores norte-americanos de soja ganham vantagem, causando prejuízo
às exportações brasileiras.

A letra B está errada. Quem regula o comércio internacional é a


Organização Mundial de Comércio (OMC). Além disso, a OMC não impõe
sanções, mas somente autoriza aos países-membros a aplicá-las.

A letra C está errada. Dizer que os EUA foi superado por diversas
nações emergentes no comércio global é um erro. O país que superou os EUA
na exportação de mercadorias foi a China.

A letra D está errada. Os efeitos da crise financeira na China não


foram tão graves como no restante do mundo. Todavia, houve redução das
exportações chinesas como resultado da crise, o que decorre da redução da
demanda global por mercadorias.

A letra E está errada. As informações do gráfico não nos permitem


chegar a essa conclusão, já que não são completas em relação a todos os
países. A Itália, por exemplo, teve um déficit em sua balança de serviços, mas
não há informações a respeito de sua balança comercial. Por outro lado, pela
análise gráfica, verifica-se que a Grã Bretanha teve déficit em sua balança de
comércio e serviços.

10

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

5- (FUNVERSA- HFA-2009)- A respeito do gráfico e ancorando-se em


conhecimentos acerca de política internacional, assinale a alternativa
incorreta:
a) Um dos países relacionados na coluna “Exportação de Serviços” enfrenta
dificuldades com o grupo separatista ETA, que reivindica a independência da
região basca.
b) Os países europeus citados no gráfico integram, sem exceção, a União
Européia.
c) Exceção feita ao Canadá, os demais integrantes do grupo conhecido como
G-7 estão relacionados no gráfico.
d) Com exceção do Japão e da Espanha, os países mostrados no gráfico
integram o Conselho de Segurança da ONU como membros permanentes,
situação que, aliada à sua importância econômica, confere-lhes ainda mais
status na arena política mundial.
e) Os bens exportados pelos países do gráfico diferem bastante daqueles
exportados pelos países mais pobres do mundo. Esse fato contribui para
agravar as desigualdades globais, uma vez que os bens exportados pelos
países mais ricos possuem, via de regra, maior valor agregado, em função das
tecnologias neles aplicadas.
COMENTÁRIOS:

A letra A está correta. A Espanha enfrenta problemas com o grupo


separatista ETA. O ETA é um grupo considerado terrorista que reivindica a
independência do País Basco, que compreende as áreas do nordeste da
Espanha e sudoeste da França.

A letra B está correta. Todos os países europeus relacionados no


gráfico integram a União Européia.

A letra C está correta. Os países que integram o G-7 são: EUA,


Alemanha, Japão, Reino Unido, França, Itália e Canadá. Todos eles, com
exceção do Canadá, estão relacionados no gráfico.

11

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra D está errada. Os membros permanentes do Conselho de


Segurança da ONU são EUA, Rússia, China, Reino Unido e França. Espanha,
Itália, Alemanha e Itália não fazem parte desse seleto grupo de países.

A letra E está correta. Os bens exportados pelos países mais


desenvolvidos possuem maior valor agregado do que os exportados pelos
países mais pobres. Os países mais pobres concentram sua produção e
exportação em bens primários. Segundo o economista argentino Raúl
Prebisch, essa situação é prejudicial aos países em desenvolvimento, já que,
com o passar do tempo os produtos primários vão valendo cada vez menos se
comparados aos bens industrializados, gerando “deterioração dos termos de
troca”. Em outras palavras, se hoje em dia com a venda de 50 kg de soja é
possível comprar 1 computador, daqui a 5 anos serão necessários, por
exemplo, 100 kg de soja para comprar o mesmo computador.

6- (FUNVERSA/APO-DF-2009)- “Vivemos em uma época de grandes ondas


de migração internacional. De acordo com a Organização das Nações
Unidas (ONU), cerca de 3% da população do mundo vive longe do país em
que nasceu. O número de imigrantes dobrou nas últimas três décadas e
superou o patamar dos 190 milhões em 2005, todos à procura de
oportunidades de trabalho ou em fuga de conflitos armados.
Tomando o texto como referência inicial, assinale a alternativa incorreta:
a) Situados junto ao Estreito de Gibraltar, onde Europa e Ásia encontram-se
mais próximos, Ceuta e Melilla são enclaves portugueses no Marrocos,
resquícios do período colonial, que servem de rotas de passagem de
imigrantes africanos rumo à Europa.
b) A Espanha, em função de sua localização geográfica, funciona como uma
espécie de “ponte” entre a Europa e a África, razão pela qual é um país que
sofre intensamente os impactos da imigração ilegal e que tem endurecido sua
política de imigração.
c) A África é um continente que ilustra adequadamente a idéia de migrações
em decorrência de “fuga de conflitos armados”, já que são frequentes, ali,
guerras civis por motivações étnicas, religiosas ou econômicas.

12

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

d) Na fronteira entre México e Estados Unidos, estão sendo construídos cercas


e muros visando conter os movimentos migratórios ilegais do país do sul rumo
à potência nortista.
e) No Brasil, é comum a entrada de imigrantes ilegais, vindos dos países mais
próximos, como Paraguai e Bolívia, ou até mesmo de orientais, que chegam via
Oceano Pacífico e entram pelas fronteiras menos vigiadas da Amazônia e do
Centro-Oeste.
COMENTÁRIOS:

As migrações internacionais são um fenômeno de relevante


importância na atualidade. Na maioria das vezes, as migrações resultam da
busca por trabalho e melhor qualidade de vida. Todavia, grande parte também
é resultado do fluxo de refugiados, que sofrem perseguições de ordem política,
étnica ou religiosa.

A aceleração do fenômeno migratório é uma das conseqüências da


globalização, sendo um bom termômetro das desigualdades sócio-econômicas
no mundo. Dessa forma, o maior fluxo migratório é em direção à Europa e
EUA, proveniente de países latino-americanos, africanos e asiáticos.

Destacamos que a intensificação das migrações internacionais


resultou em considerável aumento do xenofobismo e, ainda, no endurecimento
da política imigratória por países europeus e pelos EUA. Dito tudo isso, vamos
ao exame de cada uma das assertivas!

A letra A está errada. Ceuta e Melilla são duas cidades autônomas


que fazem parte do território da Espanha. Elas se situam próximo ao Estreito
de Gibraltar e servem como rota de passagem de imigrantes africanos rumo à
Europa. Percebam, amigos, que acertar essa assertiva não era nada fácil.

A letra B está correta. De fato, devido á sua localização geográfica


(proximidade com a África), a Espanha tem sofrido um boom de imigração
ilegal, o que a leva a iniciativas de enrijecimento da sua política de imigração.
Vejamos uma notícia bem recente, de 23 de agosto de 2010, que ilustra bem
esse tipo de problema espanhol:
13

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

“O ministro do Interior da Espanha, Alfredo Pérez Rubalcaba, está em Marrocos numa


tentativa de reduzir as tensões entre os dois países, após manifestantes marroquinos
terem se queixado de violência e racismo e bloqueado nas últimas semanas o acesso
à cidade espanhola de Melilla, no Norte da África.
Os manifestantes suspenderam o bloqueio na semana passada a pedido dos
comerciantes islâmicos de Melilla. A agência de notícias do governo marroquino, a
MAP, disse que Rubalcaba está discutindo com seu congênere do Marrocos, Taieb
Cherqaoui, uma série de questões, como cooperação na segurança fronteiriça,
imigração clandestina, tráfico de drogas e terrorismo.”

A letra C está correta. O continente africano é palco de uma série de


conflitos étnicos, religiosos e políticos. Citamos como exemplo os conflitos
ocorridos em Ruanda, Sudão, Mali, Senegal, Burundi, Libéria, Congo e
Somália. Tais conflitos geram intensas migrações, sendo ótimos exemplos do
fluxo de refugiados.

A letra D está correta. Realmente, há muros e cercas na fronteira


entre EUA e México, os quais foram construídos para conter os movimentos
migratórios ilegais provenientes do México para os EUA.

A letra E está correta. Há grande entrada de imigrantes ilegais,


embora seja possível precisar em números qual a quantidade, já que estes
vivem à margem da lei. A maior parte dos imigrantes é originária de países sul-
americanos, mas também há entrada de orientais em busca de maior
oportunidade. A entrada desses imigrantes ilegais ocorre preponderantemente
pelas fronteiras da Amazônia e Centro-Oeste, as quais são menos vigiadas e,
às vezes, consistem em verdadeiros vazios demográficos.

7-(FUNVERSA-APO-DF-2009)-
BRICS acenam com mudanças em divisas, mas não descartam de vez o
dólar
(Da Agência EFE, 16/06/2009)- As quatro grandes economias
emergentes que integram o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) pediram
nesta terça-feira um sistema de divisas mais diversificado, estável e
previsível, mas não descartaram de vez o dólar.
No comunicado final após a primeira cúpula formal na cidade
russa de Ecaterimburgo, nos Urais, o BRIC defendeu um mecanismo mais

14

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

democrático e transparente de tomada de decisões nas organizações


financeiras multilaterais.
Participaram da cúpula o presidente Luiz Inácio Lula da
os governantes da Rússia, Dmitri Medvedev; da China, Hu Jintao e o
primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, cujos países concentram
40% da população mundial.
Internet <www.epa-europeanpressphoto.com> Acesso em 26/06/2009
Tomando o texto como referência inicial, assinale a alternativa incorreta:
a) A Índia é um país cuja economia tem como um dos destaques o setor de
serviços de informática, valendo-se de sua alta capacidade de formar
engenheiros e matemáticos.
b) A Rússia, que possui gigantescas reservas de petróleo e gás, apresenta-se
como parceira natural da China na questão energética.
c) A população total do bloco conhecido como BRIC supera os dois bilhões de
habitantes, sendo que os países integrantes apresentam certa similitude
quanto aos níveis de crescimento vegetativo e às políticas de controle da
natalidade.
d) China e Índia conheceram o vertiginoso crescimento que atualmente
apresentam a partir do momento em que implementaram profundas reformas,
que alteraram substancialmente os modelos econômicos preexistentes.
e) Nos últimos anos, o Brasil, entre os países mencionados, é aquele que vem
apresentando os mais modestos índices de crescimento econômico.
COMENTÁRIOS:

A sigla BRIC’s se refere aos países Brasil, Rússia, Índia e China,


tendo sido criada pelo economista Jim O’Neill, do Goldman Sachs. Os quatro
países têm cada vez maior poder econômico e consequentemente, crescem
seu poder político e influência no cenário internacional.

A letra A está correta. A Índia é um país que apresenta altos índices


de crescimento econômico e tem alta qualificação no setor de serviços
especializados.

15

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra B está correta. Uma das questões mais importantes da


geopolítica chinesa é a segurança energética. A China é, atualmente, o
segundo maior importador de energia do mundo, carecendo de fontes
energéticas confiáveis e que possam garantir fornecimento de longo prazo.

A Rússia, por sua vez, é um grande produtor de petróleo, além de


ser o maior produtor e exportador de gás natural do mundo. A economia russa,
dessa forma, depende (e muito!) das receitas provenientes das exportações de
gás natural. Tendo em vista a vulnerabilidade energética chinesa e a
abundância de recursos naturais energéticos russos, esses dois países podem
ser considerados parceiros naturais.

A letra C está errada. Realmente, se somarmos as populações dos


países que integram os BRIC’s iremos superar a marca dos 2 bilhões. No
entanto, não podemos dizer que as políticas de controle de natalidade nos
países sejam similares. Na China adota-se a “política do filho único”, enquanto
no Brasil não há esse tipo de restrições.

A letra D está correta. A China começou a obter altas taxas de


crescimento com a abertura econômica promovida por Deng Xiaoping,
implementada a partir de 1979. Por sua vez, a Índia começou a registrar forte
crescimento econômico a partir de 1991, quando o Estado deu início a amplo
processo de liberalização econômica, incentivando o investimento estrangeiro e
reduzindo barreiras comerciais.

A letra E está correta. Dentre os países do grupo dos BRIC’s, o Brasil


é, de fato, aquele que possui menor índice de crescimento econômico nos
últimos anos.

8-(FUNVERSA-AFC-DF-2009)- A República Sul-Africana, mais conhecida


como África do Sul, tem ficado em evidência no noticiário por ter sido
escolhida pela FIFA para sediar a Copa do Mundo de 2010. Entretanto,
sua importância vai muito além disso, pois o país desempenha relevante
papel na economia africana e até mesmo mundial.
Acerca da África do Sul, assinale a alternativa correta:
16

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

a) Recentemente, comemorou-se mais um aniversário de Nelson Mandela.


Preso durante mais de 20 anos, Mandela liderou a resistência do povo sul-
africano contra o apartheid, regime racista que vigorou por décadas em seu
país.
b) Pelo que foi exibido ao mundo durante a Copa das Confederações, a África
do Sul apresenta uma boa infraestrutura em áreas como transporte,
saneamento e energia, pelo que se pode depreender que a realização da Copa
do Mundo de 2010 não deverá ser afetada por dificuldades nesses setores.
c) Como foi demonstrado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) sul-africano apresentou mínimas
desigualdades sociais e econômicas entre sua população, e o país tornou-se,
nos últimos anos, um exemplo a ser seguido pelos demais países do
continente, que padecem, via de regra, de gravíssimos problemas no que tange
a qualidade de vida.
d) País mais rico do continente, a África do Sul obtém rendimentos
especialmente da exploração de petróleo e gás natural, sendo um dos maiores
exportadores desses produtos para o mercado europeu.
e) A África do Sul é um dos países africanos que pleiteiam a ampliação do
número dos membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações
Unidas, reivindicação que conta com forte apoio da grande maioria dos
membros permanentes do Conselho.
COMENTÁRIOS:

Quem de vocês já ouviu falar em apartheid? Todos já ouviram essa


palavra, não é mesmo? Mas o que efetivamente ela representa?

O apartheid foi um regime de segregação racial existente na África


do Sul que vedava aos negros o pleno gozo dos direitos políticos, econômicos
e sociais. Vejamos alguns exemplos de leis que vigoravam na época do
apartheid:

1)-O casamento entre negros e brancos era proibido.

2)- Os negros não podiam circular em algumas áreas das cidades.

17

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

3)- Criação de bairros destinados unicamente aos negros.

4)- Lei do Passe: a polícia tinha o direito de prender os negros que


fossem flagrados na rua sem portar uma caderneta de identificação.

Na época do apartheid, os brancos detinham o poder e governavam


única e exclusivamente visando seu próprio interesse, marginalizando os
negros.

Ocorre que esse regime racista não foi aceito tão pacificamente
assim! No plano interno, ocorreram inúmeras manifestações e uma verdadeira
guerra entre o Estado e a sociedade civil. No plano internacional, a África do
Sul, em decorrência do regime do apartheid, sofreu inúmeras sanções de
natureza econômica.

Diante de pressões internas e internacionais, em 1990, o então


presidente da África do Sul Frederik Willem de Klerk iniciou negociações para
colocar um fim ao regime racista. Em 1994, ocorreram as primeiras eleições
democráticas e multirraciais do país, que levaram ao poder Nelson Mandella.
Esse momento marca o fim do apartheid!

A letra A está correta. Nelson Mandella é o grande símbolo da


resistência sul-africana ao regime do apartheid, tendo permanecido na prisão
durante mais de 20 anos. Quando libertado, foi eleito presidente da África do
Sul em 1994, tendo promovido a reconciliação entre negros e brancos no país.
Nós sabemos que os concurseiros não têm muito tempo para lazer, mas para
quem quiser dar uma “pequena relaxada”, nós aconselhamos que vejam o filme
“Invictus”, que retrata muito bem o regime do apartheid na África do Sul.

A letra B está errada. Durante a Copa das Confederações, a África


do Sul mostrou diversos problemas de transporte, segurança e hospedagem.
Já a Copa do Mundo de 2010 foi considerada um verdadeiro sucesso,
mudando a imagem da África no cenário internacional, o que possibilitará
maiores investimentos estrangeiros no país.

18

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra C está errada. A África do Sul é um país que possui grandes


desigualdades sociais, ocupando a 129ª posição no ranking de IDH’s. Vários
países do continente africano possuem IDH superior ao da África do Sul.

A letra D está errada. As exportações de petróleo e gás natural não


são a base da economia sul-africana.

A letra E está errada. Os países que pleiteiam um assento


permanente no Conselho de Segurança da ONU são Alemanha, Japão, Brasil
e Índia. Todavia, apesar dessas intenções, há algumas resistências regionais:
o Paquistão se opõe à entrada da Índia; a Itália se opõe à Alemanha; Argentina
e México se opõem ao Brasil; e China e Coréia do Sul se opõem ao Japão.

9-(FCC/APOFP-2010)- O programa nuclear iraniano foi um dos temas


abordados por Hillary Clinton em sua recente visita ao Brasil. “Nós
debatemos o valor central da não proliferação e o nosso
comprometimento comum de fazer com que o Irã não tenha armas
nucleares”, disse ela. Por outro lado, declarações amplamente divulgadas
tornaram evidente a existência de divergências entre os EUA e o Brasil
relativas à questão nuclear iraniana.
Considere as afirmações:
I. Ao contrário do Brasil, os EUA consideram que as negociações falharam,
portanto o caminho é aprovar mais sanções para impedir que o Irã enriqueça
urânio e possua armas nucleares.
II. O governo brasileiro é contra sanções e considera que ainda há espaço para
negociar com o presidente Mahmud Ahmadinejad, além de reiterar sua posição
contra a proliferação de armas nucleares.
III. O Brasil, por não ser signatário de acordos contra a proliferação de armas
nucleares, pode manter postura independente e contrária à norte-americana
em relação ao programa nuclear iraniano.
Está correto o que se afirma em:
a) III, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, apenas.
19

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

d) I e II, apenas.
e) I, II e III.
COMENTÁRIOS:

Quando, hoje em dia, se fala em Irã, a primeira ligação que fazemos


é ao programa nuclear mantido por esse país. Seria o programa nuclear
iraniano destinado a fins pacíficos ou teria como objetivo a produção de armas
nucleares? Eis a grande questão!

Falando um pouco mais sobre o Irã, precisamos ter em mente que


esse país é uma república islâmica em que vigora o chamado regime dos
“aiatolás”, no qual o lado espiritual tem influência enorme sobre todos os
aspectos políticos. É justamente por isso que os EUA são considerados os
grandes inimigos desse país.

Segundo os EUA, o programa nuclear iraniano é destinado à


produção de armas nucleares, o que viola o Tratado de Não-Proliferação de
Armas Nucleares, do qual o Irã é signatário. Por outro lado, o discurso oficial do
Irã é o de que o programa nuclear destina-se a fins pacíficos. Essa divergência
de posições é o que motiva as grandes tensões envolvendo este país e a
comunidade internacional.

Agora que já temos uma visão geral do assunto, vamos ao exame


da questão!

A primeira assertiva está correta. Nos últimos tempos, o Brasil teve


uma grande aproximação do Irã, o que suscitou inúmeras críticas ao
Presidente Lula. A posição brasileira foi adotada com o objetivo de estabelecer
diálogo com o Irã e, ao mesmo tempo, ganhar maior visibilidade no cenário
internacional. Nesse sentido, o Brasil se posicionava contra a aprovação de
novas sanções contra esse país. Destaque-se que a posição brasileira é
diametralmente oposta à dos EUA, que considera que as negociações
comerciais falharam e que novas sanções contra o Irã seriam a melhor
alternativa.

20

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

De fato, recentemente, o Conselho de Segurança da ONU


aprovou novas sanções contra o Irã, posição essa contestada unicamente
por Brasil e Turquia, os quais consideravam que ainda havia espaço para
mais diálogo.

A segunda assertiva está correta. O Brasil, apesar de ser contrário


à proliferação de armas nucleares, considera que ainda há espaço para diálogo
entre o Irã e a comunidade internacional.

A terceira assertiva está errada. O Brasil é signatário do Tratado de


Não-Proliferação de Armas Nucleares. Logo, ele não pode ser favorável à
produção de armas nucleares pelo Irã.

10-(FCC/APOFP-2010)- A Assembléia Geral da ONU renova todos os anos


cinco dos dez lugares não permanentes do Conselho de Segurança, que
são divididos por regiões geográficas entre Europa Ocidental, Europa
Oriental, África, Ásia, América Latina e Caribe. Além desses dez
membros, há os cinco permanentes, que têm direito a veto. Para o biênio
2010-2011, foi aprovado, em 15 de outubro de 2009, o ingresso dos novos
cinco países para ocupar os postos não permanentes.
Em relação à composição atual do Conselho de Segurança da ONU é
correto afirmar:
a) Os cinco membros permanentes são EUA, Rússia, França, Reino Unido e
Brasil e, entre os novos não permanentes, está Alemanha.
b) O Brasil é um dos novos membros não permanentes, e os permanentes são
EUA, Rússia (ex-União Soviética), França, Reino Unido e China.
c) Os membros permanentes são Alemanha, EUA, Rússia, França e Reino
Unido, e o novo representante da América Latina e do Caribe é o Chile.
d) Os atuais membros permanentes são Rússia (ex-União Soviética), EUA,
China, Alemanha e Japão, e entre os novos não permanentes estão Bósnia e
Nigéria.
e) Os membros não permanentes que representam América Latina e Caribe
são Brasil e Venezuela e, entre os permanentes, Itália substituiu Rússia (ex-
União Soviética).
21

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

COMENTÁRIOS:

O Conselho de Segurança da ONU é o órgão com maior poder


político dentro dessa organização internacional. É dele que partem as decisões
mais importantes nas questões relacionadas à paz e segurança internacional!

O Conselho de Segurança da ONU possui 10 membros não-


permanentes e 5 membros permanentes. Os membros não-permanentes são
eleitos pela Assembléia Geral da ONU para um período de 2 ( dois) anos,
sendo que cinco são substituídos a cada ano. Atualmente, são membros
temporários: Bósnia Herzegovina, Brasil, Gabão, Líbano, Nigéria, Áustria,
Japão, México, Turquia e Uganda.

Os membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU são


EUA, China, Rússia, França e Reino Unido. O Brasil ainda não faz parte desse
seleto grupo de países, embora esta seja uma de suas ambições.

Por tudo isso, a letra B é a alternativa correta.

11-(FCC/APOFP-2010)- A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, em


janeiro de 2010, assinou decreto que ordena o cancelamento da
classificação de segurança (confidencial) a toda informação e
documentação vinculada com as operações das Forças Armadas durante
o período de 1976-1983, salvo aquelas relacionadas ao "conflito bélico no
Atlântico Sul (Guerra das Malvinas) e a qualquer outro conflito
interestatal". Para ela, passados mais de 25 anos do retorno da
democracia, não é possível continuar aceitando a falta de acesso à
informação e documentação, sob pretexto de segredo de Estado ou
qualquer definição de segurança que impeça o conhecimento da história
recente. (OESP, 7/1/2010, adaptado)
É correto afirmar:
a) A classificação de “confidencial”, aplicada a "toda informação e
documentação, vinculada com as operações das Forças Armadas" durante o
período de 1976-1983, a que o texto se refere, abrangia apenas os crimes
comuns praticados por militares.
22

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

b) A abertura dos arquivos permitirá conhecer toda a documentação referente à


atuação das Forças Armadas da Argentina, no período indicado, relativas ao
confronto com a Inglaterra pela soberania nas Ilhas Malvinas.
c) A medida diz respeito às informações e à documentação sobre violações dos
direitos humanos durante os anos da ditadura militar na Argentina, apontada
por historiadores como uma das mais violentas na América Latina na década
de 1970.
d) As Forças Armadas, anteriormente ao governo de Cristina Kirchner, já
haviam determinado a abertura de seus arquivos para facilitar a transição para
a democracia na Argentina.
e) O conhecimento do passado recente argentino não supõe necessariamente
a abertura dos arquivos das Forças Armadas, pois todos os acusados de
crimes durante a ditadura militar já foram julgados e os desaparecidos,
encontrados.
COMENTÁRIOS:

Essa questão traz à tona dois assuntos importantes relacionados à


política na Argentina e, por extensão, na América Latina: a Guerra das
Malvinas e as ditaduras militares que vigoraram nessa região durante o período
da Guerra Fria. Vamos falar rapidamente sobre os dois assuntos!

1)- Guerra das Malvinas:

A Guerra das Malvinas foi um conflito ocorrido entre Argentina e


Reino Unido pela soberania das Ilhas Malvinas. Desde 1883, o Reino Unido
possui o controle dessas ilhas, as quais foram ocupadas em 1982 pela
Argentina. Para o total desastre dessa iniciativa, a Grã-Bretanha reagiu
imediatamente, enviando às Malvinas uma força-tarefa com 28 mil
combatentes - quase três vezes o tamanho da tropa rival. Com o apoio dos
Estados Unidos, os britânicos demoraram pouco mais de dois meses para
encerrar o conflito.

O fato é que até hoje a Argentina não se conforma em não ter a


soberania das Ilhas Malvinas. Isso é tão evidente que já foi várias vezes usado

23

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

como discurso político pela atual presidente da argentina Cristina Kirchner.


Vejamos uma notícia que foi publicada esse ano sobre o tema:

“ A presidente argentina, Cristina Kirchner, voltou a reivindicar a


soberania sobre as ilhas Malvinas nesta sexta-feira, dia em que relembrou os
soldados mortos num conflito armado com o Reino Unido, em 1982, em disputa
pelo território. Ao liderar, ao lado de seu marido, o ex-presidente Néstor
Kirchner, um ato que recordava o 28º aniversário do início da guerra, a
presidente também pediu que o Reino Unido cumpra as resoluções da
Organização das Nações Unidas sobre as Malvinas, classificando a situação
como "exercício de colonialismo” ( O Globo Online, 02/04/2010)

2)- Ditaduras militares na América Latina: Durante o período da


Guerra Fria, a América Latina foi governada por ditaduras militares, o que teve
como consequência ampla violação dos direitos humanos. Na Argentina, não
foi diferente, tendo sido uma das ditaduras mais violentas, vigorando de 1976 a
1983!

Vamos ao exame de cada uma das alternativas!

A letra A está errada. A decisão tomada pela presidente Cristina


Kirchner de abrir ao conhecimento público todos os arquivos do período da
ditadura abrange tanto os crimes e violações aos direitos humanos praticados
pelos militares quanto os praticados pelos civis em resistência ao regime.

A letra B está errada. As informações referentes á Guerra das


Malvinas não estão abrangidas, por uma questão de segurança nacional, pela
medida.

A letra C está correta. A medida abre os arquivos da ditadura


argentina, já que considera-se que, passados mais de 25 anos do fim do
regime, não há porque mantê-los afastados do conhecimento público.

A letra D está errada. As Forças Armadas mantiveram os arquivos


sob sigilo.

24

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra E está errada. Nem todos os desaparecidos durante o


período da ditadura foram encontrados.

12- (FCC/APOFP-2010)- Após classificar a relação com os EUA como a


mais importante para a China, o primeiro ministro chinês, Wen Jiabao,
afirmou que os laços entre os dois países foram seriamente afetados pela
decisão do presidente americano, Barack Obama, de se encontrar com o
dalai-lama em fevereiro e pelo anúncio de que Washington venderá US$
6,4 bilhões em armas para Taiwan. (OESP, 15/3/2010)
As divergências entre os dois países, indicadas no texto, ocorrem porque
o
a) Tibete e Taiwan representam ameaça à China, já que são países hinduístas
que lutam pela liberdade religiosa e política.
b) Dalai-Lama defende enfrentamento armado pela independência do Tibete e
de Taiwan, negando-se a assinar acordos comerciais com a China.
c) Tibete, que nunca pertenceu à China nem a Taiwan, é um protetorado
inglês.
d) poderio econômico do Tibete, sustentado pelo comércio com os EUA,
ameaça a economia chinesa, e Taiwan representa ameaça à ideologia
comunista na China por ser um centro religioso.
e) Dalai-Lama é classificado pelo governo chinês como separatista, na medida
em que busca a independência do Tibete, e Taiwan, por sua vez, é
considerada uma província rebelde que também luta por manter sua
autonomia.
COMENTÁRIOS:

Essa questão trata da problemática envolvendo China e Taiwan e


China e Tibet! Para entendermos essas duas questões precisamos fazer uma
regressão temporal!

Em 1949, ocorreu a Revolução Chinesa, por meio da qual Mao Tse


Tung tomou o poder na China, instaurando naquele país um regime ditatorial
que levou à morte de milhares de pessoas. Paralelo a isso, expulsou do país o

25

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

líder nacionalista Chiang Kai-shek, que refugiou-se, junto com mais 2 milhões
de pessoas na ilha de Taiwan.

A partir de então, os dois países tomaram rumos diferentes.


Enquanto a China seguiu pelo caminho comunista, inspirando-se na URSS,
Taiwan se aproximou dos EUA, obtendo seu apoio na implantação de um
sistema capitalista na ilha.

Todavia, para não complicar suas relações com a China, os países


ocidentais não deram apoio a Taiwan. Até hoje, a China não reconhece a
independência de Taiwan, embora este país tenha alcançado notório
desenvolvimento por meio de uma industrialização voltada para as
exportações.

Quanto ao Tibete, este país foi anexado pela China em 1950 e,


desde então, perdeu sua soberania. Trata-se de um dos países mais religiosos
do mundo, cuja forte tradição budista é cultuada na submissão à autoridade
suprema do Dalai lama. O Tibete manteve o status de país independente até a
Revolução Chinesa, quando Mao Tsé-tung chegou ao poder e promoveu uma
série de “mudanças” no mapa chinês.

Vejamos cada uma das assertivas da questão!

A letra A está errada. A China é, atualmente, um “gigante” no campo


econômico e possui notório poderio também no aspecto militar. Logo, ele não é
ameaçado, de forma alguma, pelo Tibete ou por Taiwan.

A letra B está errada. Afirmar que o Dalai Lama (líder espiritual do


Tibete) defende o enfrentamento armado é um erro que, com o mínimo de
conhecimento sobre o budismo ou mesmo assistindo aos noticiários, poderia
facilmente ser evitado. Em 1993, esse líder foi, inclusive, laureado com o
prêmio Nobel da Paz justamente pelo seu pacifismo diante do desejo de
liberdade do Tibete.

26

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A letra C está errada. A história do Tibete é marcada por guerras e


conquistas. Entretanto, essa região nunca foi um protetorado inglês, e antes de
ser anexada à China possuía governos próprio.

A letra D está errada. Essa assertiva esta incorreta justamente por


ter invertido as coisas. O poderio econômico que vem assustando a economia
chinesa pertence a Taiwan e não ao Tibete. Do mesmo modo, quem ameaça à
ideologia comunista na China, por ser um centro religioso, é o Tibete e não
Taiwan.

A letra E está correta. Essa questão está perfeita, pois Dalai-lama é


classificado pelo governo chinês como separatista, justamente por buscar a
independência do Tibete. Taiwan, por sua vez, é considerada uma província
rebelde que também luta por manter sua autonomia.

13-(FCC/APOFP-2010)- Em fevereiro de 2010, os presidentes dos países


da América Latina e do Caribe aprovaram, em Cancun, no México, a
criação de novo bloco para representar todas as nações da região. O
organismo se chamaria, temporariamente, Comunidade dos Estados
Latino-Americanos e Caribenhos, devendo iniciar suas atividades a partir
de julho de 2011. O bloco terá entre seus princípios promover o respeito
ao direito internacional e à igualdade dos Estados, evitar o uso de ameaça
de força e trabalhar a favor do meio ambiente na região. Além disso, o
organismo deverá promover a integração política da região e o diálogo
com outros blocos. (OESP, 23/2/2010)
Considere as afirmações:
I. O novo bloco excluiu os EUA e o Canadá e ainda não incluiu Honduras.
II. Cuba não aceitou participar do bloco porque foi aceita como membro da
OEA em 2009.
III. As lideranças presentes concordaram com a criação do novo bloco regional,
mas divergiram sobre se ele deve ou não substituir a OEA, que para alguns é
um organismo incapaz de resolver as disputas regionais.
Está correto o que se afirma APENAS em:
(A) I.
27

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

(B) I e II.
(C) I e III.
(D) II e III.
(E) I, II e III.
COMENTÁRIOS:

Essa questão trata do mais novo bloco regional nas Américas: a


CALC (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos). Vejamos
alguns pontos importantes sobre a CALC:

1) As origens da CALC remontam ao final de 2008, quando o


Presidente Lula convocou os países da América Latina e do Caribe para
participarem da Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e
Desenvolvimento.

2) O primeiro encontro foi realizada na Costa do Saípe, na Bahia,


oportunidade na qual os países aprovaram a “Declaração de Salvador”. Trata-
se de uma declaração de intenções, por meio do qual os países evidenciaram
amplo consenso em relação a questões relacionadas à integração e
desenvolvimento.

3) O segundo encontro foi realizado no México em fevereiro de


2010, onde os países aprovaram a criação da Comunidade dos Estados Latino-
Americanos e Caribenhos. A CALC visa à integração política e o diálogo
regional.

Ditas essas palavras iniciais, vamos ao exame das alternativas:

A primeira assertiva está correta. Os EUA e o Canadá não estão


incluídos na CALC, assim como Honduras. O fato dos EUA e Canadá não
participarem do bloco denota simbolicamente uma contraposição à OEA e
demonstra a crescente voz no cenário internacional dos países em
desenvolvimento. Honduras, por sua vez, ainda não foi incluída no bloco em
virtude da recente controvérsia política ocorrida em seu território. Falaremos
mais à frente sobre isso!

28

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A segunda assertiva está errada. Cuba faz parte da CALC, não


tendo retornado à OEA, apesar de ter sido revogada a decisão que a havia
suspendido dessa organização internacional.

A terceira assertiva está correta. Há divergências quanto ao fato da


CALC ser ou não capaz de suplantar a OEA. A posição da Venezuela e da
Bolívia, por exemplo, é no sentido de que a OEA não é capaz de solucionar
conflitos regionais

14- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)- Uma nuvem de poeira


encobriu Porto Príncipe, a capital do Haiti. Quando ela se dissipou e foi
possível ver a cidade de novo, não havia mais uma cidade. Casas e
barracos transformaram-se em um amontoado de entulho. Aos gritos de
“Jesus, Jesus!”, milhares de pessoas perambulavam pelas vielas da
cidade mais populosa do miserável Haiti, o país mais pobre das Américas.
Com 1,2 milhão de habitantes, Porto Príncipe acabara de ser atingida em
cheio por um terremoto devastador, que aniquilou o que havia da precária
infraestrutura.
Época, 14/1/2010 (com adaptações).
Considerando os acontecimentos recentes no Haiti, assinale a opção
correta.
a) Em 2008, o Haiti sofreu o efeito de quatro furacões, que deixaram milhares
de desabrigados.
b) Jean-Bertrand Aristide é o atual presidente do Haiti.
c) Os Estados Unidos da América não enviaram tropas a Porto Príncipe.
d) O Irã faz parte das forças de paz da ONU, contribuindo com soldados.
e) Após o terremoto, foi decidido que as tropas brasileiras seriam retiradas do
Haiti.
COMENTÁRIOS:

No dia 12 de janeiro de 2010, ocorreu um forte terremoto no Haiti,


causando milhares de mortes na população haitiana, já abalada pela caótica
situação social e política do país. Falando em números , foram mais de 200 mil
mortos, 300 mil feridos e 1 milhão de desabrigados. Vale ressaltar que nesse

29

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

episódio morreram militares brasileiros, a médica e fundadora da Pastoral da


Criança Zilda Arns e o diplomata brasileiro Luís Carlos da Costa.

A letra A está correta. No ano de 2008, o Haiti já havia sido vítima de


uma tragédia natural, quando quatro furacões assolaram o país.

A letra B está errada. A história recente do Haiti é um exemplo do


que é instabilidade política. Em 2000, as eleições presidenciais foram
realizadas sob suspeita de manipulação por Jean Bertrand Aristide, que
elegeu-se presidente do país. A oposição não ficou quieta, tendo ocorrido no
país um levante armado em 2004. Jean Bertrand Aristide teve que ser retirado
do país.

Para reconduzir o país ao caminho da estabilidade política, o


Conselho de Segurança da ONU aprovou o enviou de uma missão de paz ao
país, a qual é comandada pelo Brasil. O atual presidente do Haiti é René
Préval

A letra C está errada. Com o episódio do terremoto, houve uma


grande mobilização mundial em torno do Haiti. Na oportunidade, os EUA
enviaram sim tropas ao Haiti em esforço de mobilização humanitária.

A letra D está errada. O Irã não faz parte das forças de paz da ONU.

A letra E está errada. As tropas brasileiras, após o terremoto, ainda


permanecerão no Haiti. Nesse momento de tragédia, em que se reconstrói o
Haiti, a presença das tropas brasileiras é ainda mais necessária.

15- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)Hillary Clinton riscou


seis dias de sua agenda para fazer uma excursão pela América Latina. No
meio do caminho, dedicou 29 horas ao Brasil. A secretária de Estado
chegou a Brasília na noite de terça e deixou o Brasil por São Paulo na
madrugada de quarta. Foi a primeira vez que um representante graduado
do governo Obama esteve no país. O primeiro encontro foi fugaz e
chocho, o que se nota pelas declarações mornas de ambas as partes,

30

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

restritas à polidez protocolar do discurso diplomático. A questão de como


lidar com o Irã, aquele mistério teocrático envolto em um enigma nuclear,
divide Brasil e Estados Unidos da América (EUA).
Veja, 10/3/2010, p. 84 (com adaptações).
Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta
acerca das relações entre o Brasil e os EUA.
a) O governo americano defende que o Conselho de Segurança da ONU não
imponha sanções sobre o Irã acerca de armamento nuclear.
b) O governo brasileiro é contra qualquer projeto de energia nuclear por parte
do Irã.
c) A Organização Mundial do Comércio não autorizou o Brasil a retaliar os EUA
por subsídio ao algodão.
d) O Brasil defende que o Irã tem o direito de enriquecer urânio a 20%, limite
ainda permitido pelo tratado de não proliferação nuclear.
e) O caso do subsídio ao algodão é o único atrito comercial entre os dois
países.
COMENTÁRIOS:

A letra A está errada. É exatamente o contrário! O governo


americano é a favor das sanções sobre o Irã em virtude do programa nuclear
desse país. As novas sanções ao Irã já foram, inclusive, aprovadas.

A letra B está errada. O Brasil defende que é legítimo o uso da


energia nuclear para fins pacíficos.

A letra C está errada. O Brasil foi autorizado a retaliar os EUA em


US$ 829 milhões, os quais podem ser aplicados contra o comércio de bens,
serviços e direitos de propriedade intelectual. (retaliação cruzada). Atualmente,
em virtude de acordo provisório entre os dois países, a retaliação foi suspensa.

A letra D está correta. Quando o grau de enriquecimento de urânio


está entre 0,71% e 20%, ele é considerado fracamente enriquecido e, portanto,
permitido pelo Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares. Acima de
20%, o urânio é considerado altamente enriquecido, não sendo permitido pelo

31

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares. Até 20% de grau de


enriquecimento, considera-se que a utilização será para fins pacíficos.

A letra E está errada. Há outras controvérsias comerciais entre Brasil


e EUA! Recentemente, o Brasil acionou a OMC em razão dos EUA terem
aplicado direito antidumping contra as exportações de suco de laranja para
aquele país em nível superior ao que seria considerado legal. Os EUA, por sua
vez, freqüentemente acusa o Brasil de desrespeito aos direitos de propriedade
intelectual.

16- (CESGRANRIO/BB-2010) TERREMOTOS POLITIZADOS


“Pode-se politizar terremotos? Pode-se tentar. O “Wall Street Journal”
creditou a solidez dos novos prédios de Santiago que resistiram aos
tremores à prosperidade trazida ao Chile pela economia de mercado de
acordo com a receita da Universidade de Chicago. (...) O “Wall Street
Journal” preferiu ignorar a outra realidade mostrada pelos terremotos. (...)
A desigualdade social persiste no Chile como persistiu em outros países
da América Latina (...), e os chilenos viram-se desprotegidos como os
haitianos.”
VERÍSSIMO, L.F. O Globo, Rio de Janeiro, 07 mar. 2010. (Excertos)
O foco da crítica contida no texto acima direciona-se à política:
a) neoliberal.
b) socialdemocrata.
c) protecionista.
d) intervencionista.
e) nacionalista.
COMENTÁRIOS:

O texto faz uma crítica à desigualdade social, que, segundo muitos,


é decorrente da falta de participação do Estado na economia e nas causas
sociais. A política que se baseia na mínima intervenção estatal é o
neoliberalismo, conforme afirma a letra A.

17- (CESGRANRIO/BB-2010) CORRIDA ÀS TERRAS FÉRTEIS

32

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Le Monde Diplomatique Brasil, jan. 2010. p.27.


“Muitos bancos, fundos de investimento, grandes grupos industriais,
Estados e milionários privados planejam instalar na África fazendas-
empresa gigantes, a fim de produzir alimentos e biocombustíveis
exclusivamente para exportação.”
A análise da situação apresentada acima conduz à conclusão específica
de que, atualmente, na África, existe o risco de retorno à prática do:
a) etnocentrismo.
b) multiculturalismo.
c) pluripartidarismo.
d) neocolonialismo.
e) pós-modernismo.
COMENTÁRIOS:

Uma realidade da globalização é a internacionalização da economia,


que fica evidente pelo intenso fluxo de capitais e, ainda, na grande participação
no cenário mundial das multinacionais.

Assim, em tempos de globalização, as grandes empresas buscam


se instalar em países onde os custos de produção são mais baixos, isto é, a
mão-de-obra é barata, a terra é barata, etc.

Justamente por isso é que a questão faz alusão à instalação de


bancos, fundos de investimento e grupos milionários no continente africano.
Isso representaria, segundo uma visão mais radical, um retorno à prática do
neocolonialismo. O neocolonialismo foi um processo de dominação econômica
e política estabelecido pelos países europeus sobre países da África e da Ásia
no século XIX e início do século XX. A resposta é, portanto, a letra D.

18- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)- A ministra-chefe da


Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou que a entrada do presidente deposto
de Honduras, Manuel Zelaya, na embaixada do Brasil em Tegucigalpa não
significa que o governo brasileiro tenha dado incentivo para o gesto.

33

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Zelaya, deposto e expulso de Honduras em junho de 2009, retornou a seu


país e ficou abrigado na embaixada brasileira na capital hondurenha.
O Globo Online, 22/9/2009 (com adaptações).
Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta.
a) A embaixada brasileira foi invadida pelo exército hondurenho, que objetivava
prender o presidente deposto Zelaya.
b) O novo presidente eleito em Honduras foi Porfírio Lobo.
c) Zelaya recebeu um salvo conduto do presidente eleito que lhe permitiu ir ao
México.
d) A eleição hondurenha foi amplamente reconhecida pelo Brasil assim que
ocorreu.
e) O FMI negou qualquer possibilidade de negociação com Honduras, mesmo
após as eleições.
COMENTÁRIOS:

Vamos entender, de forma rápida, o que ocorreu com Honduras!

Manoel Zelaya governava Honduras desde 2006, sendo seu governo


marcado pelo populismo de esquerda, o que desagradava as camadas mais
conservadoras. Sendo acusado de corrupção e, ainda, de querer se perpetuar
no poder mediante reformas na Constituição de Honduras, ele foi deposto por
um golpe militar no dia 28 de junho de 2009.

A deposição de Zelaya pelo golpe militar causou ampla repercussão


na comunidade internacional, que condenou a atitude dos militares. Uma das
conseqüências disso foi o não reconhecimento da legitimidade do novo
governo de Honduras pela comunidade internacional e a suspensão
desse país da OEA.

No plano interno, o golpe militar teve como efeito manifestações de


rua e embates entre partidários de Zelaya e aqueles que eram a favor de sua
deposição.

Tendo sido expulso de Honduras por ocasião do golpe, Manoel


Zelaya retornou ao país e pediu asilo diplomático na embaixada brasileira
34

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

naquele território, onde ficou por cerca de 4 meses. Após esse período, Zelaya
deixou o país rumo à República Dominicana. Atualmente, Honduras já tem um
novo governo, que assumiu no início de 2010, colocando um fim no regime
provisório instaurado pelo golpe militar.

A letra A está errada. A embaixada brasileira não foi invadida e, caso


isso ocorresse, seria uma grave violação ao direito brasileiro à sua integridade
territorial.

A letra B está correta. O presidente eleito em Honduras para


substituir o regime provisório instaurado pelo regime militar foi Porfírio Lobo

A letra C está errada. Manoel Zelaya recebeu sim um salvo


conduto, mas que lhe permitiu ir até a República Dominicana.

A letra D está errada. O Brasil não reconhece o governo de


Honduras empossado após a deposição de Zelaya.

A letra E está errada. O FMI não negou a possibilidade de


negociação com Honduras após as eleições. Há, inclusive, expectativa de que
Honduras conclua um acordo econômico com o FMI até outubro desse ano.

19- (FUNVERSA/ Ministério do Turismo-2010)-

35

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Acerca do cartum apresentado e reportando a remas que suscita, assinale


a alternativa correta:
a) Recentemente, em zona próxima à fronteira mostrada no cartum, dezenas
de imigrantes, todos envolvidos com o narcotráfico, foram mortos em ação
conjunta da polícia estadunidense e mexicana, o que comprovou a ligação do
tráfico de drogas com a migração ilegal.
b) Contrariamente ao que ocorrera nas gestões anteriores, marcadas por
políticas de imigração mais flexíveis, o governo de Barack Obama restringiu o
direito dos imigrantes, tendo sido, em sua gestão, construído o muro mostrado
no cartum.
c) A defesa de uma ampla flexibilização em relação aos imigrantes, em
especial os latino-americanos, é quase uma unanimidade entre a opinião
pública nos Estados Unidos.
d) A seguinte idéia pode ser corretamente extraída da análise da figura: a
globalização aumentou as desigualdades mundiais, estimulou as migrações e
acabou por provocar o endurecimento das políticas de imigração.
e) Infere-se do cartum que as empresas transnacionais são as mais
beneficiadas com as restrições impostas pelas novas políticas imigratórias.

COMENTÁRIOS:

A letra A está errada. Recentemente, houve um massacre de


imigrantes ilegais na região próxima à fronteira entre os EUA e o México. No
entanto, os assassinatos foram cometidos pelos narcotraficantes e não pela
36

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

polícia mexicana ou estadunidense. Vejamos trecho de notícia publicada no G1


On Line, de 25/08/2010!

“As autoridades mexicanas explicaram mais cedo que os 72 corpos, 14 deles de


mulheres, seriam cidadãos de Brasil, El Salvador, Honduras e Equador, segundo
relatórios preliminares.
As vítimas, encontradas na terça-feira, eram imigrantes ilegais tentando cruzar a
fronteira com os Estados Unidos, mas que foram interceptados por um grupo do
crime organizado.
...
Os corpos foram descobertos após um confronto, em Tamaulipas, com "supostos
integrantes do crime organizado", a partir do depoimento de um "sobrevivente de
origem equatoriana que se apresentou à Marinha do México para pedir socorro",
revelou Alejandro Poire, porta-voz do Conselho de Segurança mexicano.
O sobrevivente, identificado como Luis Freddy Lala Pomavilla, de 18 anos, contou a
um funcionário da Procuradoria Geral de Tamaulipas que o ataque ocorreu quando o
grupo de imigrantes ilegais se deslocava de um rancho a outro, e foi interceptado por
homens armados em veículos.
O indivíduos ofereceram trabalho de pistoleiro aos homens do grupo por 1.000 dólares
quinzenais e, ao ouvir a negativa, começaram a disparar contra todos.”

A letra B está errada. No governo de Obama, pode-se afirmar que


houve certa flexibilização na política de imigração norte-americana em relação
ao governo anterior, embora esta ainda continue bem rígida. O muro entre
EUA e México foi construído em 1994 e não no governo Obama.

A letra C está errada. Não há unanimidade na opinião pública norte-


americana com relação a qual deve ser a postura do governo frente aos
imigrantes. Pelo contrário, este é um tema muito polêmico! Há grande receio
quanto aos impactos no mercado de trabalho que ensejaria uma flexibilização
da política de imigração.

A letra D está correta. De fato, são conseqüências da globalização o


aumento das desigualdades sociais, o estímulo às migrações e o conseqüente
endurecimento das políticas de imigração. Ao contrário do que pensamos, a
globalização evidenciou as heterogeneidades entre os países, gerando um
37

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

ambiente em que há assimetrias de oportunidades de desenvolvimento. Nesse


contexto, as pessoas dos países menos favorecidos sentem-se atraídas pelo
nível de vida dos países mais ricos e desejam imigrar. O grande problema é
que o aumento das imigrações causa o fenômeno do xenofobismo e,
conseqüentemente, o endurecimento das políticas de imigração.

A letra E está errada. As políticas migratórias não beneficiam as


empresas transnacionais. Ao contrário, imagine só uma empresa transnacional
instalada nos EUA! Será que é ou não mais interessante para ela contratar um
trabalhador mexicano, considerando que será uma mão de obra muito mais
barata? Com certeza seria melhor para a empresa contratar um trabalhador
mexicano do que um trabalhador americano, pois assim iria economizar.

20- (Questão Inédita)- “Ao menos dez ativistas pró-palestinos morreram


nesta segunda-feira em um ataque israelense a uma frota de barcos com
ajuda humanitária, que tentava chegar à Faixa de Gaza. Militares
israelenses invadiram pelo menos uma das embarcações e, segundo um
comunicado oficial, foram atacados a tiros e com facas. Ao menos dez
soldados israelenses ficaram feridos na ação, que provocou protestos e
despertou críticas a Israel de diversos países, da União Européia e da
Organização das Nações Unidas. Forças israelenses foram postas em
alerta máximo. O Conselho de Segurança da ONU fará uma reunião de
emergência ainda nesta segunda-feira para discutir o caso.”
(Jornal O Globo on-line, publicado em 31/05/2010)
Os ataques israelenses ao comboio de ajuda humanitária à Faixa de Gaza
causaram ampla repercussão no cenário internacional. Sobre o assunto,
assinale a alternativa correta:
a)O Conselho de Segurança da ONU considerou que o ataque israelense à
frota humanitária representou uma grave violação do direito internacional e
determinou que Israel conduza um inquérito a fim de apurar responsabilidades
sobre o ocorrido.
b) O ataque à frota humanitária não causou qualquer influência nas relações
bilaterais entre Israel e Turquia.
38

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

c) O bloqueio israelense à Faixa de Gaza foi flexibilizado por Israel após o


ataque aos comboios de ajuda humanitária, o que foi motivado, principalmente,
pela pressão da comunidade internacional.
d) O bloqueio à Faixa de Gaza é justificado por Israel como decorrente do
domínio do grupo terrorista Fatah naquele território.
e) O bloqueio israelense à Faixa de Gaza não afeta a população palestina que
vive naquela região.
COMENTÁRIOS:

A letra A está errada. De fato, o Conselho de Segurança da ONU


considerou os ataques israelenses ao comboio de ajuda humanitária uma
grave violação do direito internacional. No entanto, suas recomendações foram
no sentido de que fossem realizadas investigações imparciais, isto é, por uma
comissão internacional. Israel, todavia, propôs que ele mesmo conduziria um
inquérito para apurar as responsabilidades dos envolvidos. Recentemente, no
dia de 02 de agosto, a ONU declarou que irá realizar a investigação do
ocorrido.

A letra B está errada. O ataque aos comboios de ajuda humanitária


causou abalo nas relações bilaterais entre Israel e Turquia. Isso porque os 9
(nove) mortos no incidente eram turcos, assim como a embarcação que
liderava a frota de ajuda humanitária.

A letra C está correta. Após pressão da comunidade internacional,


Israel terminou por flexibilizar o bloqueio à Faixa de Gaza.

A letra D está errada. Israel alega que o bloqueio à Faixa de Gaza


existe em razão de que, atualmente, vigora um estado de conflito com o Hamas
(considerado uma organização terrorista por Israel) e que esta organização
estaria recebendo armamentos contrabandeados e outros suprimentos por
intermédio de missões supostamente humanitárias.

A letra E está errada. O bloqueio à Faixa de Gaza traz


conseqüências gravíssimas para a população palestina que ali vive: dificuldade
de obtenção de remédios importados, escassez de material de construção para
39

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

reparar os destroços dos conflitos, desemprego, falta de combustíveis,


dificuldade de acesso à energia elétrica, etc.

21- (Questão Inédita)- Acerca da crise financeira internacional e suas


repercussões na atualidade, analise os itens a seguir e atribua a letra (V)
para as assertivas verdadeiras e a letra (F) para as falsas. Em seguida,
marque a opção que contenha a seqüência correta:
I-A crise financeira pela qual passam os países da União Européia pode ser
entendida como um desdobramento da crise financeira internacional que
eclodiu em 2008.
II- O elevado volume de empréstimos, os altos salários do funcionalismo
público e sucessivos governos populistas são alguns dos motivos para a crise
na Grécia.
III- A crise econômica nos PIIGS (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha)
não causou qualquer efeito sobre a moeda única européia.
IV- A União Européia aprovou um pacote de ajuda financeira à Grécia, sendo
que, como contrapartida, esse país se comprometeu a reduzir os impostos,
diminuir a taxa de juros e aumentar a idade mínima para aposentadoria.
V- A crise financeira internacional teve efeitos menos graves no Brasil do que
nos EUA e UE. Isso é explicado pela rigidez do sistema financeiro brasileiro,
pelas medidas de incentivo ao consumo e à produção adotadas pelo governo
e, ainda, pela política monetária conduzida pelo Banco Central.
a) VFVFV
b) FVFVV
c) VFFFF
d) VVFFV
e) FVFVF
COMENTÁRIOS:

A primeira assertiva está correta. A crise econômica atualmente


atravessada pelos países europeus pode ser considerada um desdobramento
da crise financeira internacional eclodida em 2008.

40

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

A segunda assertiva está correta. A crise na Europa começou a


tomar proporções graves quando a Grécia pediu formalmente ao FMI e à União
Européia ajuda financeira para conter o seu elevado déficit público. Mas, afinal
de contas, por que o déficit público grego chegou a patamares tão elevados?

Na última década, os gastos públicos da Grécia foram bem maiores


do que o que esse país poderia pagar. Além do elevado montante de
empréstimos feitos, há que se ressaltar os altos salários do
funcionalismo público e a sucessão de governos populistas, fatores que
trabalhando em conjunto levaram ao inchaço das contas públicas. Outros
países da Europa também possuem graves problemas de déficit público,
integrando o grupo do PIIGS (Portugal, Italy, Ireland, Greece and Spain).

A terceira assertiva está errada. Devido à desconfiança gerada


pela crise na Grécia, os outros países da Europa também atravessam também
momentos de dificuldade. Com os altos déficits públicos dos países da “zona
do euro”, boa parte dos investidores passaram a não se sentir seguros em
investir em títulos europeus. O que ocorre, então, é um movimento de busca
por “dólares” ao invés de “euros”, o que resultou, inclusive, em uma
desvalorização do euro, fazendo com que essa moeda atingisse os menores
patamares de sua história.

A quarta assertiva está errada. De fato, a União Européia aprovou


um pacote de ajuda financeira à Grécia, como forma de conter a situação e
evitar que a crise se alastrasse. Como contrapartida, a Grécia deveria adotar
medidas de austeridade fiscal, isto é, de contenção dos gastos públicos. Dentre
essas medidas, destacamos o congelamento dos salários dos funcionários
públicos, aumento de impostos e o aumento da idade mínima para
aposentadoria.

A quinta assertiva está correta. A crise financeira internacional teve


efeitos muito menos graves no Brasil do que se compararmos com o que
ocorreu em outros países. Podemos explicar isso pelos seguintes fatores:

41

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

1)- Rigidez do sistema financeiro brasileiro: A regulação do


sistema financeiro brasileiro exercida pelo BACEN é mais rígida do que o
fixado em acordos internacionais. Destaque-se que essa rigidez produz efeitos
anticíclicos na economia. Se por um lado, em períodos de pujança, ela “trava”
um pouco o desenvolvimento econômico, em períodos de crise, ela impede que
haja o maior aprofundamento desta.

2)- Medidas de incentivo ao consumo: O governo brasileiro tomou


medidas no campo fiscal, reduzindo o IPI incidente sobre automóveis, materiais
de construção e sobre os produtos da chamada “linha branca”. Além disso,
modificou as alíquotas do imposto de renda, dando maior poder de compra ao
consumidor.

3)- Medidas de incentivo à produção: O governo brasileiro abriu


maiores linhas de crédito aos bancos comerciais e ao BNDES, principalmente
destinadas a exportadores e a produtores agrícolas.

4)- Política monetária: O governo aumentou a liquidez da


economia, com a redução dos depósitos compulsórios.

42

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

LISTA DE QUESTÕES

1- (FUNVERSA/ SEJUS-DF-2010)
Argentina edita decreto que limita a ação da Inglaterra nas Ilhas Malvinas
(17/02/2010)- Brasília – O governo da Argentina aumentou a pressão sobre
a Inglaterra ao decretar que todos os barcos e navios que quiserem
transitar por águas do país devem pedir autorização oficial. “O decreto é
parte da estratégia de defesa de nossos legítimos direitos (sobre as
Malvinas) que são desconhecidos sistematicamente pelo governo
britânico”, afirmou. Segundo Cristina Kirchner, o objetivo do decreto é
defender os direitos dos argentinos. A execução do decreto será
coordenada por uma comissão interministerial – formada por cinco
ministérios sob coordenação das Relações Exteriores e da Economia.
Internet http://www.agenciabrasil.gov.br
Acerca do assunto abordado no texto acima, assinale a alternativa
correta:
a) A medida ocorre no momento em que as empresas de petróleo inglesas
anunciaram o início das atividades de exploração de hidrocarbonetos na área
das Ilhas Malvinas.
b) Argentinos e ingleses disputam o controle sobre as ilhas desde o século XVI.
No governo do ex-presidente, Nestor Kirchner, houve campanha para retomar
o controle da região.
c)O decreto do governo argentino foi interpretado pela comunidade
internacional como uma resposta ao ataque de barcos da Marinha inglesa a
pesqueiros argentinos que navegavam em águas de soberania britânica.
d) O arquipélago das Malvinas integrou o território argentino até 1982, quando
tropas britânicas retomaram as ilhas, mantendo sua presença até os dias
atuais.
e) O forte movimento separatista dos nativos das ilhas busca a incorporação
do arquipélago à Argentina, bem como a mudança do atual nome da capital do
arquipélago (Port Stanley) para Puerto Argentino, como ocorrera no século XX.

43

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

2- (FUNVERSA- CEB-2010)-
Obama, Prêmio Nobel da Paz: recompensa a uma nova visão do mundo.
(10/10/2009)- Passado um primeiro momento de surpresa, a concessão do
Prêmio Nobel da Paz a Barack Obama tem muita lógica. Premia-se assim
uma visão do mundo – e do papel dos EUA no mundo –, e não uma obra.
Obama não está nem um ano na Casa Branca, por isso não é possível
julgá-lo por seus resultados, mas nesse período já mudou radicalmente a
música e a letra da política internacional norte-americana. E em um
sentido que não pode ser mais grato aos ouvidos dos escandinavos, dos
europeus e, em geral, da maioria dos habitantes do planeta.
Internet< http://noticias.uol.com.br> (com adaptações) Acesso em
28/12/2009.
Acerca do tema abordado no fragmento acima, assinale a alternativa
correta:
a) Barack Obama, após sua posse como presidente dos EUA, reduziu
substancialmente os efetivos militares norte-americanos no Afeganistão.
b) Percebe-se, do texto, que Barack Obama foi premiado pela esperança que
conseguiu despertar, junto á comunidade internacional, de um mundo melhor e
mais justo.
c) Os escandinavos não são europeus.
d) O Prêmio Nobel da Paz é concedido anualmente pela Organização das
Nações Unidas (ONU) a personalidades da sociedade civil que se destaquem
por seu trabalho em prol do bem comum.
e) Por ter adotado uma política pacifista e trabalhar pela paz entre judeus e
palestinos, um dos antecessores de Barack Obama, Bill Clinton, foi também
agraciado com o Prêmio Nobel, na década de 1990.

3- (FUNVERSA-TERRACAP-2010)
(21/1/2010) – Dólar fecha a R$ 1,80, maior preço em 4 meses; Bovespa
cede 2,61%.
O dragão chinês
44

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

O governo chinês revelou hoje que o país cresceu a uma taxa de 8,7% no
ano passado. A cifra acima das expectativas detonou uma preocupação
generalizada de que uma das "locomotivas" da economia global tome
novas medidas para puxar o freio do crescimento. Esse temor tem
precedente, já que nos últimos dias as autoridades chinesas
multiplicaram as iniciativas para elevar o custo do capital e retirar
dinheiro de circulação. A China é um dos maiores compradores mundiais
de commodities, principalmente do Brasil. E nesse ambiente de maior
nervosismo, o dólar vira o ponto de fuga para agentes financeiros, já
preocupados com o fechamento das contas externas brasileiras, num ano
em que se espera o aumento das importações.
Internet: <www1.folha.uol.com.br> (com adaptações).
Acerca do tema abordado no texto acima, assinale a alternativa correta.
a) A leitura do texto permite inferir que, caso a China reduza a importação de
commodities, o Brasil pode ter problemas econômicos.
b) O crescimento econômico de 8,7% ao ano da China é igualmente
acompanhado pelos demais países emergentes, como o Brasil e a Índia.
c) A previsão para o Brasil de aumento nas importações irá provocar uma
elevação, sem precedente, na dívida externa do país.
d) O crescimento econômico chinês está diretamente relacionado à política
antinatalista do filho único e à sua matriz energética baseada na geração de
energia por hidrelétricas.
e) O crescimento da economia chinesa é acompanhado de igual
desenvolvimento social com crescente redução das desigualdades entre os
cidadãos do país.
4- (FUNVERSA- HFA-2009)-

45

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Com o auxílio do gráfico acima, assinale a alternativa correta:


a) Entre os fatores que se constituem em entraves para um aumento ainda
maior dos fluxos comerciais mundiais, encontram-se os subsídios agrícolas,
que são atitudes protecionistas tomadas pelos governos, em especial dos
países ricos, para beneficiar produtores locais contra produtos importados.
b) O comércio global é regulado pela Organização das Nações Unidas, que
possui poder para impor sanções às nações que adotem medidas que não se
coadunem com as políticas que visam ao aumento dos fluxos comerciais
internacionais.
c) Após a crise global iniciada em 2008, a supremacia comercial dos Estados
Unidos deixou de existir, o país foi superado por diversas nações emergentes
no volume de exportações de bens e serviços.
d) Dos países que aparecem no gráfico, a China foi o único que passou ao
largo da crise, pois manteve um ritmo de crescimento das exportações, nos
últimos semestres, constante e semelhante aos de anos anteriores.
e) Do gráfico, é possível concluir que, combinando-se os resultados das
exportações e das importações, apenas um país apresentou déficit em sua
balança comercial de bens e serviços.

5- (FUNVERSA- HFA-2009)- A respeito do gráfico e ancorando-se em


conhecimentos acerca de política internacional, assinale a alternativa
incorreta:
46

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

a) Um dos países relacionados na coluna “Exportação de Serviços” enfrenta


dificuldades com o grupo separatista ETA, que reivindica a independência da
região basca.
b) Os países europeus citados no gráfico integram, sem exceção, a União
Européia.
c) Exceção feita ao Canadá, os demais integrantes do grupo conhecido como
G-7 estão relacionados no gráfico.
d) Com exceção do Japão e da Espanha, os países mostrados no gráfico
integram o Conselho de Segurança da ONU como membros permanentes,
situação que, aliada à sua importância econômica, confere-lhes ainda mais
status na arena política mundial.
e) Os bens exportados pelos países do gráfico diferem bastante daqueles
exportados pelos países mais pobres do mundo. Esse fato contribui para
agravar as desigualdades globais, uma vez que os bens exportados pelos
países mais ricos possuem, via de regra, maior valor agregado, em função das
tecnologias neles aplicadas.

6- (FUNVERSA/APO-DF-2009)- “Vivemos em uma época de grandes ondas


de migração internacional. De acordo com a Organização das Nações
Unidas (ONU), cerca de 3% da população do mundo vive longe do país em
que nasceu. O número de imigrantes dobrou nas últimas três décadas e
superou o patamar dos 190 milhões em 2005, todos à procura de
oportunidades de trabalho ou em fuga de conflitos armados.
Tomando o texto como referência inicial, assinale a alternativa incorreta:
a) Situados junto ao Estreito de Gibraltar, onde Europa e Ásia encontram-se
mais próximos, Ceuta e Melilla são enclaves portugueses no Marrocos,
resquícios do período colonial, que servem de rotas de passagem de
imigrantes africanos rumo à Europa.
b) A Espanha, em função de sua localização geográfica, funciona como uma
espécie de “ponte” entre a Europa e a África, razão pela qual é um país que
sofre intensamente os impactos da imigração ilegal e que tem endurecido sua
política de imigração.

47

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

c) A África é um continente que ilustra adequadamente a idéia de migrações


em decorrência de “fuga de conflitos armados”, já que são frequentes, ali,
guerras civis por motivações étnicas, religiosas ou econômicas.
d) Na fronteira entre México e Estados Unidos, estão sendo construídos cercas
e muros visando conter os movimentos migratórios ilegais do país do sul rumo
à potência nortista.
e) No Brasil, é comum a entrada de imigrantes ilegais, vindos dos países mais
próximos, como Paraguai e Bolívia, ou até mesmo de orientais, que chegam via
Oceano Pacífico e entram pelas fronteiras menos vigiadas da Amazônia e do
Centro-Oeste.

7-(FUNVERSA-APO-DF-2009)-
BRICS acenam com mudanças em divisas, mas não descartam de vez o
dólar
(Da Agência EFE, 16/06/2009)- As quatro grandes economias
emergentes que integram o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) pediram
nesta terça-feira um sistema de divisas mais diversificado, estável e
previsível, mas não descartaram de vez o dólar.
No comunicado final após a primeira cúpula formal na cidade
russa de Ecaterimburgo, nos Urais, o BRIC defendeu um mecanismo mais
democrático e transparente de tomada de decisões nas organizações
financeiras multilaterais.
Participaram da cúpula o presidente Luiz Inácio Lula da
os governantes da Rússia, Dmitri Medvedev; da China, Hu Jintao e o
primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, cujos países concentram
40% da população mundial.
Internet <www.epa-europeanpressphoto.com> Acesso em 26/06/2009
Tomando o texto como referência inicial, assinale a alternativa incorreta:
a) A Índia é um país cuja economia tem como um dos destaques o setor de
serviços de informática, valendo-se de sua alta capacidade de formar
engenheiros e matemáticos.
48

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

b) A Rússia, que possui gigantescas reservas de petróleo e gás, apresenta-se


como parceira natural da China na questão energética.
c) A população total do bloco conhecido como BRIC supera os dois bilhões de
habitantes, sendo que os países integrantes apresentam certa similitude
quanto aos níveis de crescimento vegetativo e às políticas de controle da
natalidade.
d) China e Índia conheceram o vertiginoso crescimento que atualmente
apresentam a partir do momento em que implementaram profundas reformas,
que alteraram substancialmente os modelos econômicos preexistentes.
e) Nos últimos anos, o Brasil, entre os países mencionados, é aquele que vem
apresentando os mais modestos índices de crescimento econômico.

8-(FUNVERSA-AFC-DF-2009)- A República Sul-Africana, mais conhecida


como África do Sul, tem ficado em evidência no noticiário por ter sido
escolhida pela FIFA para sediar a Copa do Mundo de 2010. Entretanto,
sua importância vai muito além disso, pois o país desempenha relevante
papel na economia africana e até mesmo mundial.
Acerca da África do Sul, assinale a alternativa correta:
a) Recentemente, comemorou-se mais um aniversário de Nelson Mandela.
Preso durante mais de 20 anos, Mandela liderou a resistência do povo sul-
africano contra o apartheid, regime racista que vigorou por décadas em seu
país.
b) Pelo que foi exibido ao mundo durante a Copa das Confederações, a África
do Sul apresenta uma boa infraestrutura em áreas como transporte,
saneamento e energia, pelo que se pode depreender que a realização da Copa
do Mundo de 2010 não deverá ser afetada por dificuldades nesses setores.
c) Como foi demonstrado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) sul-africano apresentou mínimas
desigualdades sociais e econômicas entre sua população, e o país tornou-se,
nos últimos anos, um exemplo a ser seguido pelos demais países do
continente, que padecem, via de regra, de gravíssimos problemas no que tange
a qualidade de vida.

49

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

d) País mais rico do continente, a África do Sul obtém rendimentos


especialmente da exploração de petróleo e gás natural, sendo um dos maiores
exportadores desses produtos para o mercado europeu.
e) A África do Sul é um dos países africanos que pleiteiam a ampliação do
número dos membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações
Unidas, reivindicação que conta com forte apoio da grande maioria dos
membros permanentes do Conselho.

9-(FCC/APOFP-2010)- O programa nuclear iraniano foi um dos temas


abordados por Hillary Clinton em sua recente visita ao Brasil. “Nós
debatemos o valor central da não proliferação e o nosso
comprometimento comum de fazer com que o Irã não tenha armas
nucleares”, disse ela. Por outro lado, declarações amplamente divulgadas
tornaram evidente a existência de divergências entre os EUA e o Brasil
relativas à questão nuclear iraniana.
Considere as afirmações:
I. Ao contrário do Brasil, os EUA consideram que as negociações falharam,
portanto o caminho é aprovar mais sanções para impedir que o Irã enriqueça
urânio e possua armas nucleares.
II. O governo brasileiro é contra sanções e considera que ainda há espaço para
negociar com o presidente Mahmud Ahmadinejad, além de reiterar sua posição
contra a proliferação de armas nucleares.
III. O Brasil, por não ser signatário de acordos contra a proliferação de armas
nucleares, pode manter postura independente e contrária à norte-americana
em relação ao programa nuclear iraniano.
Está correto o que se afirma em:
a) III, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I, II e III.

50

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

10-(FCC/APOFP-2010)- A Assembléia Geral da ONU renova todos os anos


cinco dos dez lugares não permanentes do Conselho de Segurança, que
são divididos por regiões geográficas entre Europa Ocidental, Europa
Oriental, África, Ásia, América Latina e Caribe. Além desses dez
membros, há os cinco permanentes, que têm direito a veto. Para o biênio
2010-2011, foi aprovado, em 15 de outubro de 2009, o ingresso dos novos
cinco países para ocupar os postos não permanentes.
Em relação à composição atual do Conselho de Segurança da ONU é
correto afirmar:
a) Os cinco membros permanentes são EUA, Rússia, França, Reino Unido e
Brasil e, entre os novos não permanentes, está Alemanha.
b) O Brasil é um dos novos membros não permanentes, e os permanentes são
EUA, Rússia (ex-União Soviética), França, Reino Unido e China.
c) Os membros permanentes são Alemanha, EUA, Rússia, França e Reino
Unido, e o novo representante da América Latina e do Caribe é o Chile.
d) Os atuais membros permanentes são Rússia (ex-União Soviética), EUA,
China, Alemanha e Japão, e entre os novos não permanentes estão Bósnia e
Nigéria.
e) Os membros não permanentes que representam América Latina e Caribe
são Brasil e Venezuela e, entre os permanentes, Itália substituiu Rússia (ex-
União Soviética).

11-(FCC/APOFP-2010)- A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, em


janeiro de 2010, assinou decreto que ordena o cancelamento da
classificação de segurança (confidencial) a toda informação e
documentação vinculada com as operações das Forças Armadas durante
o período de 1976-1983, salvo aquelas relacionadas ao "conflito bélico no
Atlântico Sul (Guerra das Malvinas) e a qualquer outro conflito
interestatal". Para ela, passados mais de 25 anos do retorno da
democracia, não é possível continuar aceitando a falta de acesso à
informação e documentação, sob pretexto de segredo de Estado ou
qualquer definição de segurança que impeça o conhecimento da história
recente. (OESP, 7/1/2010, adaptado)
51

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

É correto afirmar:
a) A classificação de “confidencial”, aplicada a "toda informação e
documentação, vinculada com as operações das Forças Armadas" durante o
período de 1976-1983, a que o texto se refere, abrangia apenas os crimes
comuns praticados por militares.
b) A abertura dos arquivos permitirá conhecer toda a documentação referente à
atuação das Forças Armadas da Argentina, no período indicado, relativas ao
confronto com a Inglaterra pela soberania nas Ilhas Malvinas.
c) A medida diz respeito às informações e à documentação sobre violações dos
direitos humanos durante os anos da ditadura militar na Argentina, apontada
por historiadores como uma das mais violentas na América Latina na década
de 1970.
d) As Forças Armadas, anteriormente ao governo de Cristina Kirchner, já
haviam determinado a abertura de seus arquivos para facilitar a transição para
a democracia na Argentina.
e) O conhecimento do passado recente argentino não supõe necessariamente
a abertura dos arquivos das Forças Armadas, pois todos os acusados de
crimes durante a ditadura militar já foram julgados e os desaparecidos,
encontrados.
12- (FCC/APOFP-2010)- Após classificar a relação com os EUA como a
mais importante para a China, o primeiro ministro chinês, Wen Jiabao,
afirmou que os laços entre os dois países foram seriamente afetados pela
decisão do presidente americano, Barack Obama, de se encontrar com o
dalai-lama em fevereiro e pelo anúncio de que Washington venderá US$
6,4 bilhões em armas para Taiwan. (OESP, 15/3/2010)
As divergências entre os dois países, indicadas no texto, ocorrem porque
o
a) Tibete e Taiwan representam ameaça à China, já que são países hinduístas
que lutam pela liberdade religiosa e política.
b) Dalai-Lama defende enfrentamento armado pela independência do Tibete e
de Taiwan, negando-se a assinar acordos comerciais com a China.
c) Tibete, que nunca pertenceu à China nem a Taiwan, é um protetorado
inglês.
52

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

d) poderio econômico do Tibete, sustentado pelo comércio com os EUA,


ameaça a economia chinesa, e Taiwan representa ameaça à ideologia
comunista na China por ser um centro religioso.
e) Dalai-Lama é classificado pelo governo chinês como separatista, na medida
em que busca a independência do Tibete, e Taiwan, por sua vez, é
considerada uma província rebelde que também luta por manter sua
autonomia.

13-(FCC/APOFP-2010)- Em fevereiro de 2010, os presidentes dos países


da América Latina e do Caribe aprovaram, em Cancun, no México, a
criação de novo bloco para representar todas as nações da região. O
organismo se chamaria, temporariamente, Comunidade dos Estados
Latino-Americanos e Caribenhos, devendo iniciar suas atividades a partir
de julho de 2011. O bloco terá entre seus princípios promover o respeito
ao direito internacional e à igualdade dos Estados, evitar o uso de ameaça
de força e trabalhar a favor do meio ambiente na região. Além disso, o
organismo deverá promover a integração política da região e o diálogo
com outros blocos. (OESP, 23/2/2010)
Considere as afirmações:
I. O novo bloco excluiu os EUA e o Canadá e ainda não incluiu Honduras.
II. Cuba não aceitou participar do bloco porque foi aceita como membro da
OEA em 2009.
III. As lideranças presentes concordaram com a criação do novo bloco regional,
mas divergiram sobre se ele deve ou não substituir a OEA, que para alguns é
um organismo incapaz de resolver as disputas regionais.
Está correto o que se afirma APENAS em:
(A) I.
(B) I e II.
(C) I e III.
(D) II e III.
(E) I, II e III.

53

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

14- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)- Uma nuvem de poeira


encobriu Porto Príncipe, a capital do Haiti. Quando ela se dissipou e foi
possível ver a cidade de novo, não havia mais uma cidade. Casas e
barracos transformaram-se em um amontoado de entulho. Aos gritos de
“Jesus, Jesus!”, milhares de pessoas perambulavam pelas vielas da
cidade mais populosa do miserável Haiti, o país mais pobre das Américas.
Com 1,2 milhão de habitantes, Porto Príncipe acabara de ser atingida em
cheio por um terremoto devastador, que aniquilou o que havia da precária
infraestrutura.
Época, 14/1/2010 (com adaptações).
Considerando os acontecimentos recentes no Haiti, assinale a opção
correta.
a) Em 2008, o Haiti sofreu o efeito de quatro furacões, que deixaram milhares
de desabrigados.
b) Jean-Bertrand Aristide é o atual presidente do Haiti.
c) Os Estados Unidos da América não enviaram tropas a Porto Príncipe.
d) O Irã faz parte das forças de paz da ONU, contribuindo com soldados.
e) Após o terremoto, foi decidido que as tropas brasileiras seriam retiradas do
Haiti.

15- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)Hillary Clinton riscou


seis dias de sua agenda para fazer uma excursão pela América Latina. No
meio do caminho, dedicou 29 horas ao Brasil. A secretária de Estado
chegou a Brasília na noite de terça e deixou o Brasil por São Paulo na
madrugada de quarta. Foi a primeira vez que um representante graduado
do governo Obama esteve no país. O primeiro encontro foi fugaz e
chocho, o que se nota pelas declarações mornas de ambas as partes,
restritas à polidez protocolar do discurso diplomático. A questão de como
lidar com o Irã, aquele mistério teocrático envolto em um enigma nuclear,
divide Brasil e Estados Unidos da América (EUA).
Veja, 10/3/2010, p. 84 (com adaptações).
Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta
acerca das relações entre o Brasil e os EUA.
54

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

a) O governo americano defende que o Conselho de Segurança da ONU não


imponha sanções sobre o Irã acerca de armamento nuclear.
b) O governo brasileiro é contra qualquer projeto de energia nuclear por parte
do Irã.
c) A Organização Mundial do Comércio não autorizou o Brasil a retaliar os EUA
por subsídio ao algodão.
d) O Brasil defende que o Irã tem o direito de enriquecer urânio a 20%, limite
ainda permitido pelo tratado de não proliferação nuclear.
e) O caso do subsídio ao algodão é o único atrito comercial entre os dois
países.

16- (CESGRANRIO/BB-2010) TERREMOTOS POLITIZADOS


“Pode-se politizar terremotos? Pode-se tentar. O “Wall Street Journal”
creditou a solidez dos novos prédios de Santiago que resistiram aos
tremores à prosperidade trazida ao Chile pela economia de mercado de
acordo com a receita da Universidade de Chicago. (...) O “Wall Street
Journal” preferiu ignorar a outra realidade mostrada pelos terremotos. (...)
A desigualdade social persiste no Chile como persistiu em outros países
da América Latina (...), e os chilenos viram-se desprotegidos como os
haitianos.”
VERÍSSIMO, L.F. O Globo, Rio de Janeiro, 07 mar. 2010. (Excertos)
O foco da crítica contida no texto acima direciona-se à política:
a) neoliberal.
b) socialdemocrata.
c) protecionista.
d) intervencionista.
e) nacionalista.

17- (CESGRANRIO/BB-2010) CORRIDA ÀS TERRAS FÉRTEIS


Le Monde Diplomatique Brasil, jan. 2010. p.27.
“Muitos bancos, fundos de investimento, grandes grupos industriais,
Estados e milionários privados planejam instalar na África fazendas-

55

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

empresa gigantes, a fim de produzir alimentos e biocombustíveis


exclusivamente para exportação.”
A análise da situação apresentada acima conduz à conclusão específica
de que, atualmente, na África, existe o risco de retorno à prática do:
a) etnocentrismo.
b) multiculturalismo.
c) pluripartidarismo.
d) neocolonialismo.
e) pós-modernismo.

18- (CESPE/Agente Administrativo – UERN-2010)- A ministra-chefe da


Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou que a entrada do presidente deposto
de Honduras, Manuel Zelaya, na embaixada do Brasil em Tegucigalpa não
significa que o governo brasileiro tenha dado incentivo para o gesto.
Zelaya, deposto e expulso de Honduras em junho de 2009, retornou a seu
país e ficou abrigado na embaixada brasileira na capital hondurenha.
O Globo Online, 22/9/2009 (com adaptações).
Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta.
a) A embaixada brasileira foi invadida pelo exército hondurenho, que objetivava
prender o presidente deposto Zelaya.
b) O novo presidente eleito em Honduras foi Porfírio Lobo.
c) Zelaya recebeu um salvo conduto do presidente eleito que lhe permitiu ir ao
México.
d) A eleição hondurenha foi amplamente reconhecida pelo Brasil assim que
ocorreu.
e) O FMI negou qualquer possibilidade de negociação com Honduras, mesmo
após as eleições.

19- (FUNVERSA/ Ministério do Turismo-2010)-

56

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

Acerca do cartum apresentado e reportando a remas que suscita, assinale


a alternativa correta:
a) Recentemente, em zona próxima à fronteira mostrada no cartum, dezenas
de imigrantes, todos envolvidos com o narcotráfico, foram mortos em ação
conjunta da polícia estadunidense e mexicana, o que comprovou a ligação do
tráfico de drogas com a migração ilegal.
b) Contrariamente ao que ocorrera nas gestões anteriores, marcadas por
políticas de imigração mais flexíveis, o governo de Barack Obama restringiu o
direito dos imigrantes, tendo sido, em sua gestão, construído o muro mostrado
no cartum.
c) A defesa de uma ampla flexibilização em relação aos imigrantes, em
especial os latino-americanos, é quase uma unanimidade entre a opinião
pública nos Estados Unidos.
d) A seguinte idéia pode ser corretamente extraída da análise da figura: a
globalização aumentou as desigualdades mundiais, estimulou as migrações e
acabou por provocar o endurecimento das políticas de imigração.
e) Infere-se do cartum que as empresas transnacionais são as mais
beneficiadas com as restrições impostas pelas novas políticas imigratórias.

20- (Questão Inédita)- “Ao menos dez ativistas pró-palestinos morreram


nesta segunda-feira em um ataque israelense a uma frota de barcos com
ajuda humanitária, que tentava chegar à Faixa de Gaza. Militares
israelenses invadiram pelo menos uma das embarcações e, segundo um

57

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

comunicado oficial, foram atacados a tiros e com facas. Ao menos dez


soldados israelenses ficaram feridos na ação, que provocou protestos e
despertou críticas a Israel de diversos países, da União Européia e da
Organização das Nações Unidas. Forças israelenses foram postas em
alerta máximo. O Conselho de Segurança da ONU fará uma reunião de
emergência ainda nesta segunda-feira para discutir o caso.”
(Jornal O Globo on-line, publicado em 31/05/2010)
Os ataques israelenses ao comboio de ajuda humanitária à Faixa de Gaza
causaram ampla repercussão no cenário internacional. Sobre o assunto,
assinale a alternativa correta:
a)O Conselho de Segurança da ONU considerou que o ataque israelense à
frota humanitária representou uma grave violação do direito internacional e
determinou que Israel conduza um inquérito a fim de apurar responsabilidades
sobre o ocorrido.
b) O ataque à frota humanitária não causou qualquer influência nas relações
bilaterais entre Israel e Turquia.
c) O bloqueio israelense à Faixa de Gaza foi flexibilizado por Israel após o
ataque aos comboios de ajuda humanitária, o que foi motivado, principalmente,
pela pressão da comunidade internacional.
d) O bloqueio à Faixa de Gaza é justificado por Israel como decorrente do
domínio do grupo terrorista Fatah naquele território.
e) O bloqueio israelense à Faixa de Gaza não afeta a população palestina que
vive naquela região.

21- (Questão Inédita)- Acerca da crise financeira internacional e suas


repercussões na atualidade, analise os itens a seguir e atribua a letra (V)
para as assertivas verdadeiras e a letra (F) para as falsas. Em seguida,
marque a opção que contenha a seqüência correta:
I-A crise financeira pela qual passam os países da União Européia pode ser
entendida como um desdobramento da crise financeira internacional que
eclodiu em 2008.

58

www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS SEPLAG

II- O elevado volume de empréstimos, os altos salários do funcionalismo


público e sucessivos governos populistas são alguns dos motivos para a crise
na Grécia.
III- A crise econômica nos PIIGS (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha)
não causou qualquer efeito sobre a moeda única européia.
IV- A União Européia aprovou um pacote de ajuda financeira à Grécia, sendo
que, como contrapartida, esse país se comprometeu a reduzir os impostos,
diminuir a taxa de juros e aumentar a idade mínima para aposentadoria.
V- A crise financeira internacional teve efeitos menos graves no Brasil do que
nos EUA e UE. Isso é explicado pela rigidez do sistema financeiro brasileiro,
pelas medidas de incentivo ao consumo e à produção adotadas pelo governo
e, ainda, pela política monetária conduzida pelo Banco Central.
a) VFVFV
b) FVFVV
c) VFFFF
d) VVFFV
e) FVFVF

GABARITO
1- Letra A 6- Letra A 11- Letra C 16- Letra A 21- Letra D
2-Letra B 7- Letra C 12- Letra E 17- Letra D
3- Letra A 8- Letra A 13- Letra C 18- Letra B
4- Letra A 9- Letra D 14- Letra A 19- Letra D
5- Letra D 10- Letra B 15- Letra D 20- Letra C

59

www.pontodosconcursos.com.br