Você está na página 1de 2

A arte de Mixar

A primeira questão a ser vencida ironicamente se refere ao “ser ou não ser”, ou


seja, assumir ou não o compromisso de oferecer ministério, de agregar valor a um
determinado serviço. Ao longo desses anos como técnico em áudio tecnologia, quer seja
lecionando sobre, ou trocando experiências com técnicos de outros lugares nota-se que as
dificuldades são gerais, são homogêneas, o que pode desmotivar um técnico facilmente:
Equipamento inadequado, equipamento em estado de conservação impróprio, “músicos-
estrela”, pessoas excessivamente e até desnecessariamente exigentes.
Um fator que sempre é levado em alto grau de importância dentro da equipe de
técnicos do Ministério de Tecnologia Sonora é a excelência, esta não se refere, nem se
mede com exigência, pois ela é muito mais elevada e sublime. A exigência é um fator
psicológico e até de variante cultural, mas a excelência é universalmente imutável, ela se
refere a um resultado imaculado, desde quando nos disponibilizamos a organizar o layout
do palco, oferecer tomadas para conexão dos instrumentos, e conectar tudo para que
funcione de modo fácil a ser compreendido e sem ruídos.
A fatia sublime desse serviço, desse ministério se refere ao domínio da arte, mixar é
uma arte, tão complexa como qualquer outra, exigindo esforço e atenção como qualquer
outra. Dominar a arte é quando nos dedicamos no aprendizado, esforçando nos a guardar
tudo o que uma pessoa entendida do assunto tem a nos oferecer, muito se aprende vendo,
escutando ou fazendo, o ideal é que as três coisas sempre sejam feitas por você. Lembre-se:
O que escutei esqueci, o que vi entendi e o que fiz aprendi.
Quando falamos sobre a arte de mixar nos referimos ao como fazer com que tudo o
que a mesa recebe, saia com suavidade bem dosada e agradável. Mixar significa misturar,
isso gosto de fazer a comparação com um chefe de cozinha, quando ele prepara um prato.
Não importa, quão melhor for o ingrediente, se este estiver em excesso estragará todo o
resultado. Daí a importância de se conhecer a cada ingrediente e cada prato que vai ser
preparado. Em palavras musicais dizemos que, um instrumento esta diretamente ligado ao
momento que a musica esta expressando, a situação do momento, e do público que
participa. O técnico de áudio é uma fatia extremamente importante para o grupo ou banda
de música, pois é ele que irá trazer um instrumento na intensidade que ele crer ser
apropriada para aquele momento, assim podemos afirmar que o maestro tem a batuta e o
técnico de áudio tem a mesa. Tão alta é a sua responsabilidade, ele pode fazer de uma
banda uma ótima banda (limitando-se a capacidade dela), ou de uma excelente banda um
fracasso. Uma área muito importante é a percepção, perceba tudo que esta a sua volta, sons,
pré-microfonias, timbres conflitantes dentro do grupo gerando mascaramentos, e algo
interessante é conhecer o semblante de cada musico. Um músico fala mais com sua cara do
que com sua boca, assim conhecendo o você saberá inclusive se o som está bom, alto,
estridente ou baixo demais. A arte de mixar não é uma ciência, nem é uma filosofia, a arte
de mixar é algo profissional onde se ganha a vida e se perde a paciência (hahaha), sátiras a
parte, podemos afirmar realmente que é muito prazeroso tudo aquilo que se faz com
excelência, respeito e carinho. Tendo o domínio e por vezes até reconhecimento.
Mexer na mesa é fácil, manipular de maneira sábia, aqui é que se encontra a arte, e
como sendo uma arte, você terá o seu jeito único de mixar, mas lembre-se existe uma
platéia apenas, mas de vários tipos: os que vieram pra curtir, os que vieram pra criticar, os
que vieram pra mostrar que são melhores, os que querem ver a sua vontade sendo
alimentada e os músicos. Com os músicos por vezes, você encontrará os mesmos que citei
acima: Tem musico que é servo, tem musico que é compreensivo, outro que gosta de ter um
show particular no seu retorno, outro que tem medo de microfone (vai cansando, vai
cansando, quando vê o microfone esta apontando pro umbigo), tem musico que só se
importa em seu instrumento, que ele esteja ligado e em alto e bom som, nem deixa que
outro consiga afinar o seu instrumento. Enfim por vezes você tem que ser Mãe. Ser técnico
e conseguir a excelência na arte da mixagem implica em muitas coisas, mas a principal é
saber servir ao outro com excelência, pois isso remeterá em bom resultado no final da
própria mixagem, Busque conhecimento para dominar a mixagem, senão você será
dominado das mais diversas formas. Mesa de som se torna divertida operar por ser uma
“caixinha de surpresas”. Estude bastante, curta cada minuto na mixagem, chegue ao final da
vida com a certeza de poder dizer: Valeu a pena ter vivido! Por isso viva a cada dia como
se fosse o último, mas planeje a vida como se fosse viver mais cem anos, crie metas à curto
prazo e a longo prazo, mas procure realiza-las.

Mark Rafael Heinrichs


Professor de áudio tecnologia e
Técnico de PA e monitoração da Igreja
Cristã Menonita.

Interesses relacionados