Ingerir pouca proteína prejudica funcionamento do sistema digestivo.

Carência do nutriente no organismo compromete absorção de nutrientes Uma dieta pobre em proteína provoca a atrofia e a redução dos neurônios do gânglio celíaco, uma parte do sistema nervoso simpático fundamental. É ele que inerva os neurônios da parede do intestino delgado, porção que realiza os movimentos peristálticos e o controle da absorção de nutrientes. A falta de proteína na alimentação também é responsável pela morte dessas células nervosas, constataram pesquisadores da Universidade de São Paulo em um estudo feito em colaboração da Universidade de Liverpool, da Inglaterra.

As proteínas são as moléculas orgânicas mais abundantes e importantes nas células e perfazem 50% ou mais de seu peso seco. São encontradas em todas as partes de todas as células, uma vez que são fundamentais sob todos os aspectos da estrutura e função celulares. Carnes em geral, leite e seus derivados e ovos são laimentos ricos em proteínas, e devem ser parte integrante de uma dieta saudável Segundo a nutricionista do Grupo de Apoio Nutricional Enteral e Parenteral (Ganep), Isis Tande da Silva, 15% da ingestão diária de alimentos deve ser constituída de proteínas. Peixe, soja e grão de bico são, segundo a especialista, fontes de proteínas. ´Elas são extremamente importantes, já que são utilizadas na formação de toda estrutura do corpo e na regulação de várias reações fisiológicas. O único cuidado a ser tomado é que alguns alimentos ricos em proteínas, como carnes vermelhas e leite, são ricos em gordura saturadaµ, explica. As proteínas são compostos hidrosolúveis. ´Dessa forma, quando comparada à digestão das gorduras, insolúveis em água, sua digestão ocorre de forma mais rápida e fácilµ, diz. Isis afirma que os três macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídeos) devem ser consumidos durante todo o dia, distribuídos entre as refeições. ´O fundamental é que estejam presentes na dieta, juntamente com vitaminas e minerais presentes em frutase verduras, constituindo assim uma alimentação saudávelµ, destaca. Digestão da proteína Isis explica que as proteínas têm sua digestão iniciada no estômago. ´Ao longo de todo o trato gastrintestinal, enzimas proteolíticas atuam de modo a reduzi-las a aminoácidos. Assim, monossacarídeos e aminoácidos são absorvidos nas células intestinaisµ, afirma. No total, são 23 aminoácidos. Desses, quinze podem ser sintetizados pelo próprio corpo, enquanto oito devem vir dos alimentos. Uma dieta rica em frutas, verduras, nozes, sementes, brotos ou legumes, garante os oito aminoácidos necessários. O conteúdo de aminoácidos utilizáveis nos vegetais é muito superior ao encontrado em alimentos de origem animal. No entanto, o calor do cozimento coagula ou destrói muitos aminoácidos que perdem sua função para o uso do corpo. Por isso, prefira sempre alimentos frescos.

"Elas são extremamente importantes. Os aminoácidos essenciais encontram-se nas proteínas presentes nos alimentos de origem animal e de origem vegetal. diferenciando-se entre si precisamente pelo tipo e qualidade dos aminoácidos que as formam e também pelo modo como estes se encontram unificados. treonina. combinando vários tipos de proteínas vegetais alcança-se o mesmo resultado nutricional do que através de proteínas completas. Segundo a nutricionista do Grupo de Apoio Nutricional Enteral e Parenteral (Ganep). O único cuidado a ser tomado é que alguns alimentos ricos em proteínas. quando comparada à digestão das gorduras. soja e grão de bico são. como os portadores de insuficiência renal. As Proteínas e a Saúde As proteínas são responsáveis pela formação e manutenção dos tecidos celulares e pela síntese dos anticorpos contra infecções. Aos aminoácidos que o nosso corpo não consegue produzir e que têm de ser ingeridos através dos alimentos. 15% da ingestão diária de alimentos deve ser constituída de proteínas. valina e ahistidina (nas crianças). Por este fato. porção que realiza os movimentos peristálticos e o controle da absorção de nutrientes. Produzem ainda energia e ajudam na formação da hemoglobina do sangue e de variadas enzimas. a falta de proteínas causa debilidade. leucina. Aos aminoácidos que o corpo consegue produzir a partir de outras substâncias dá-se o nome de aminoácidos não essenciais. metionina. apatia e até baixa das defesas do organismo. Peixe. Indicações: Pacientes com insuficiência renal em tratamento conservador (não dialítico) e insuficiência hepática. segundo a especialista. sua digestão ocorre de forma mais rápida e fácil". os aminoácidos essenciais e os aminoácidos não essenciais. constataram pesquisadores da Universidade de São Paulo em um estudo feito em colaboração da Universidade de Liverpool. insuficiência hepática. indicada para pacientes que com ingestãocontrolada de proteínas. Em casos de carência. gota e doenças renais e reumáticas.Dieta Hipoproteíca: Dieta pobre em proteínas. usina. "Dessa forma. já que são utilizadas na formação de toda estrutura do corpo e na regulação de várias reações fisiológicas. as proporções dos aminoácidos que as compõem aproximam-se da ideal para o Homem. denominando-se de ´completasµ. estando a diferença na proporção em que se encontram esses aminoácidos. dá-se o nome de aminoácidos essenciais. fenilalanina. As proteínas são compostos hidrosolúveis. Excepto no caso de legumes secos. diz. existe o risco de acidificação sanguínea. . da Inglaterra. triptofano. Em caso de excesso. insolúveis em água. A falta de proteína na alimentação também é responsável pela morte dessas células nervosas. uma parte do sistema nervoso simpático fundamental. Isis Tande da Silva. Uma dieta pobre em proteína provoca a atrofia e a redução dos neurônios do gânglio celíaco. edemas. cirrose hepática. a proporção dos aminoácidos presentes nas proteínas de origem vegetal não é a ideal. na alimentação de adolescentes e em casos de queimaduras graves e traumatismos variados. fontes de proteínas. como carnes vermelhas e leite. explica. que podem ser de dois tipos distintos. É ele que inerva os neurônios da parede do intestino delgado. contudo. são ricos em gordura saturada". o nosso corpo necessita fortemente de aminoácidos para conseguir sintetizar as suas proteínas. Existe uma maior necessidade de proteínas na alimentação de crianças. Fazem parte a isoleucina. No caso das proteínas de natureza animal. As Proteínas são formadas pela união de vários aminoácidos (entre 50 a 1000 aminoácidos).

"O fundamental é que estejam presentes na dieta. Diferente de gordura. Quando o pH está abaixo do valor mínimo normal. enzimas proteolíticas atuam de modo a reduzi-las a aminoácidos. verduras. Esta redução na ingestão protéica reduz a magnitude dos sintomas urêmicos. Até aí. nozes. Assim. prefira sempre alimentos frescos.Isis afirma que os três macronutrientes (carboidratos. contenham aminoácidos essenciais em quantidades adequadas. gota e doenças renais e reumáticas. Digestão da proteína Isis explica que as proteínas têm sua digestão iniciada no estômago. quinze podem ser sintetizados pelo próprio corpo. No total. O conteúdo de aminoácidos utilizáveis nos vegetais é muito superior ao encontrado em alimentos de origem animal. Existe uma maior necessidade de proteínas na alimentação infantil. juntamente com vitaminas e minerais presentes em frutas e verduras. proteína não pode ser armazenada pelo corpo. ( APENAS PARA CONHECIMENTO PROPRIO ) A Importância da Proteína para o ganho de massa muscular e queima de gordura As proteínas estão presentes em todas as células e tecidos e formam os principais elementos estruturais do corpo. brotos ou legumes. Ela é reponsável pela construção de músculos. na alimentação juvenil e em casos de queimaduras graves e traumatismos variados. proteínas e lipídeos) devem ser consumidos durante todo o dia. distribuídos entre as refeições. "Ao longo de todo o trato gastrintestinal. O pH normal do sangue. garante os oito aminoácidos necessários. a falta de proteínas causa debilidade. O paciente renal crônico mantém-se praticamente assintomático até o ponto em que sua função renal está diminuída em cerca de 50%. As Proteínas e a Saúde As proteínas são responsáveis pela formação e manutenção dos tecidos celulares e pela síntese dos anticorpos contra infecções. Produzem ainda energia e ajudam na formação da hemoglobina do sangue e de variadas enzimas . Em caso de excesso. situa-se entre 7. O tratamento baseia-se primordialmente em dietas que. Não existe concordância entre os vários autores sobre o momento em que este tratamento deveria ser iniciado. parece não ser necessário um tratamento rígido no que concerne à dieta ou medicamentos. constituindo assim uma alimentação saudável". Em casos de carência.45. enquanto oito devem vir dos alimentos. são 23 aminoácidos. Por isso. monossacarídeos e aminoácidos são absorvidos nas células intestinais". No entanto. edemas. existe o risco de acidificação sanguínea. Se o pH está acima da faixa normal. destaca.35 e 7. existe alcalose. existe acidose. o calor do cozimento coagula ou destrói muitos aminoácidos que perdem sua função para o uso do corpo. afirma. . embora pobres em proteínas. Uma dieta rica em frutas. os quais aumentam o seu metabolismo e ajudam você a queimar gordura mais rápidamente. Desses. insuficiência hepática. apatia e até baixa das defesas do organismo. sementes.

A reparação e a reconstrução de tecidos humanos requerem quantidades adequadas de energia. Apesar do seu corpo necessitar de gordura e carbohidratos para funcionar. ossos. Tudo Sobre Suplementos proteicos são compostos de aminoácidos que são elementos fundamentais da construção muscular. As enzimas. órgãos internos e sangue. Atletas precisam de mais proteina do que pessoas comuns porque seus treinos são mais exigentes em termos metabólicos. a proteína deve ser ingerida em intervalos constantes durante o dia. Se os carboidratos e gorduras não satisfazem as necessidades de energia do corpo. é simplesmente impossível construir musculos sem proteína. pele. nos ossos e tendões. as proteínas desempenham nos seres vivos as seguintes funções: estrutural. É por isso que uma fonte de alta qualidade deve ser incluida em sua dieta e rotina de musculação. O estado nutricional individual possui um papel primordial na prevenção e no tratamento de feridas. proteínas. Produtos Relacionados: Aminoácidos / Proteínas Hipercalóricos / Ganho de Massa A proteína também é muito importante para o crescimento de unhas e cabelos. enzimática. Durante o seu treino. o corpo procura restaurá-lo com proteínas vindas da dieta. Para que a reparação ou crescimento de tecido possa ocorrer. as proteínas podem ser quebradas e usadas como uma fonte de energia. Função estrutural . nutritivo. Exemplos: . Se isto não ocorrer você irá experimentar nenhum ou muito pouco crescimento muscular. responsáveis por regular as reações químicas do organismo são todos feitos de proteína. de defesa. nas cartilagens. A proteína é muito importante tanto para as pessoas que querem ganhar m assa muscular quanto para as pessoas que querem apenas emagrecer e tonificar os músculos.Colágeno: proteína de alta resistência. sendo que a proteína também é perdida por meio do exsudato da ferida da queimadura6. ‡ Fonte de energia (4 calorias por grama de proteína). FUNÇÕES Funções: as proteínas podem ser agrupadas em várias categorias de acordo com a sua função. tecido conectivo. coagulação sangüínea e transporte. hormonal. bem como para a reparação de tecidos. o seu corpo aumenta o uso de aminoácidos que são vitais para a produção de energia oxidativa. encontrada na pele.participam da estrutura dos tecidos. O hipermetabolismo é acompanhado pelo catabolismo exagerado de proteínas e excreção de nitrogênio urinário aumentado (acima de 40 g/dia). As principais funções da proteína são: ‡ Crescimento e reparação de músculos. anticorpos e hormônios. vitaminas e minerais. . De uma maneira geral. para alimentar os seus mecanismos fisiológicos7. carboidratos estocados e água. Suplementos Proteicos.As células musculares são compostas de proteína. Depois que você quebra as proteínas do tecido muscular (durante exercícios com peso).

material que se presta à nutrição do embrião. Função nutritiva .Actina o Miosina: proteínas contráteis. como exemplo.. onde participam do mecanismo da contração muscular. ainda. Na presença dos antígenos o organismo produz proteínas de defesa. para o controlo glicémico e apresentarem maiores benefícios ao nível cardiovascular.Queratina: proteína impermeabilizante encontrada na pele. do maneira a neutralizar seu efeito. a que contribui para a adaptação do animal à vida terrestre. . proteína responsável pelo transporte de oxigênio no sangue. como os ácidos graxos e glicerol. protegendo o músculo. globulina anti. com o antígeno. no cabelo e nas unhas.as proteínas servem como fontes de aminoácidos. uma vez lançadas no sangue. Se quer perder peso.vários são os fatores da coagulação que possuem natureza protéica. Coagulação sangüínea . Esses aminoácidos podem. quimicamente.. hormônio produzido no pâncreas e que se relaciona com e manutenção da glicemia (taxa de glicose no sangue). E quando incluem especificamente alguns tipos de proteína (como por exemplo soro do . São proteínas denominadas gamaglobulinas. o que significa que um determinado anticorpo neutraliza apenas o antígeno responsável pela sua formação. Nutrição . como por exemplo: fibrinogênio. Diz a informação científica. Função enzimática .hemofílica. Resumidamente. um dos tipos de glóbulo branco do sangue). ou seja. relacionada com a regulação osmótica e com a viscosidade do plasma (porção líquida do sangue). A melhor notícia é que também protegem o músculo. Os anticorpos são produzidos por certas células de corpo (como os linfócitos. são as dietas com mais proteínas e menos hidratos de carbono.existem células no organismo capazes de "reconhecer" proteínas "estranhas" que são chamadas de antígenos. A reação antígeno anticorpo é altamente específica.toda enzima é uma proteína. Transporte . as doses diárias recomendadas e a mais-valia que também oferece a atletas. vão estimular ou inibir a atividade de certos órgãos. etc. denominados anticorpos. são melhor toleradas e menos inflamatórias. É o caso do insulina.enzimas que transformam os lipídios em sua unidades constituintes. o coração e o sistema imunitário. As enzimas são fundamentais como moléculas reguladoras das reações biológicas. incluindo os essenciais requeridos pelo homem e outros animais. ser oxidados como fonte de energia no mecanismo respiratório. as lipases . Contribuem para diminuir o colesterol total e os triglicéridos.pode-se citar como exemplo a hemoglobina. Evita a dessecação. adicione a palavra proteína às suas refeições.Albumina: proteína mais abundante do sangue. Função hormonal . de forma mais eficaz. Nos ovos de muitos animais (como os das aves) o vitelo. que as dietas que melhor contribuem para a redução da gordura corporal. E descubra o whey.Dietas AS DIETAS HIPERPROTEICAS EMAGRECEM? Os estudos dizem que sim. À parte das vantagens adicionais de colaborarem. .muitos hormônios de nosso organismo são de natureza protéica.. mas também a experiência pessoal dos técnicos de nutrição que acompanham programas de controlo de peso. Função de defesa . Dentre as proteínas com função enzimática podemos citar. conferem mais saciedade. abundantes nos músculos. podemos caracterizar os hormônios como substãncias elaboradas pel s a glândulas endócrinas e que. é particularmente rico em proteínas. 0 anticorpo combina -se.

Grupo 2 . hambúrgueres? Não. a introdução dos cereais iniciou-se há cerca de 10. AS DIETAS PROTEICAS ACOMPANHAM A NOSSA EVOLUÇÃO Segundo Loren Cordain (especialista da Universidade do Colorado). esta é com certeza uma boa estratégia nutricional. Portanto. A questão está precisamente aqui: o que significa muita? Outra questão fulcral: a que tipo/fonte alimentar de proteínas se referem as dietas hiperproteicas? Proteínas de carnes gordas. Este trabalho mostrou também melhoria da glucose.7 kg) que as .Dieta Normoproteica: proteína . mesmo quando estão em repouso. está provado que as dietas hiperproteicas aumentam de forma mais significativa a termogénese (metabolismo). PROTEÍNA: ACÇÃO SOBRE 0 AÇÚCAR NO SANGUE As dietas hiperproteicas demonstram melhorar a sensibilidade das células à insulina. PROTEÍNA: QUEIMA GORDURA E PROMOVE 0 GANHO DE MASSA MUSCULAR Como é que isto acontece? Em primeiro lugar. No que respeita aos atletas. passamos aos factos. As conclusões revelaram que as pessoas do grupo 1 perderam significativamente mais gordura total (5. especialmente nos indivíduos sedentários.000 anos atrás com o trigo serraceno (trigo primitivo). da albumina da clara do ovo.3 versus 0. enchidos. A dúvida que se coloca frequentemente prende-se com uma eventual associação de muita proteína a problemas renais. hidratos de carbono 55% e gordura 26%. comparativamente com o grupo que fez uma dieta rica em hidratos conforme o tradicionalmente recomendado. Este tipo de dietas poderá assim ajudar a travar a progressão das doenças cardiovasculares e da diabetes. lacticínios gordos. uma vez que o músculo é composto basicamente por água e proteína e que em cada sessão de treino há uma agressão significativa da massa muscular. divididos em dois grupos: Grupo 1 . Proteínas obtidas do soro do leite.16%. Este é um aspecto fundamental em qualquer programa de redução da gordura corporal. PROTEÍNA: EFEITO PROTECTOR CARDIOVASCULAR Um dos últimos estudos científicos publicados demonstrou que uma dieta hiperproteica (34% proteína) aumentou os valores do colesterol HDL (colesterol protector) em 20%. da soja. o que quer dizer que se consegue controlar melhor os níveis de açúcar no sangue dessas pessoas. Se ainda tem dúvidas.8 kg) e mais gordura abdominal (1. Pior ainda se estes forem altamente refinados. contribuindo simultaneamente para a redução da gordura corporal. do que as ricas em hidratos.3 versus 2. a dieta do homem do Paleolítico era obtida em mais de 50% do seu valor energético por fontes de origem animal. uma vez que permite que queimem mais calorias. Por sua vez. Ou seja.leite) oferecem ainda benefícios claros ao nível do fortalecimento do sistema imunitário.Dieta hiperproteica: proteína 28%. muito pouco tempo na escala evolucionária para que pudessem ter ocorrido adaptações no genoma humano. insulina e da inflamação. Um estudo recente acompanhou durante 12 semanas homens e mulheres. hidratos carbono .28%. em casos de excesso de peso ou obesidade.42% e gordura . os nossos genes estão muito melhor "apetrechados" para lidar com as proteínas do que para lidar com os amidos e o glúten dos cereais.

5gr dia. arroz. São muito ricas em aminoácidos de cadeia ramificada (ate cerca 25%) e cisteína ² aminoácido essencial para a síntese de glutatião. Em Portugal. corrida). COMO USAR AS PROTEÍNAS WHEY (OU DO SORO DO LEITE): Para controlar o apetite e aumentar a termogénese:Tomar 20 a 30 g dl proteína whey. há dezenas de estudos que chegaram aos mesmos dados. bicicleta. então estão proibidos nas refeições massas. são sempre recomendáveis. e de acordo com as recomendações in ternacionais são aconselhadas 0. São valores teóricos que não registam sintomas de hiperamoniémia ² perda de capacidade do fígado em sintetizar ureia e amónia e hiperaminoacidémia. para redução do apetite. misturada em 200 a 250 ml de água. 30 minutos antes do exercício cardiovascular (marcha. mas excluem do cardápio os alimentos que contenham carboidratos. As dietas HiperProtéica ou ricas em proteínas são muito populares no tratam ento de obesidade desde os anos 60. Especialmente pelos seus benefícios adicionais. as dietas restritas em energia. proteínas (carnes e derivados do leite). frutas e doces. que são geralmente ricos em gordura. 30 minutos antes almoço e do jantar. O segredo do sucesso da dieta HiperProtéica é não comer carboidratos. Então durante a dieta é permitido apenas . enquanto no peso total não houve diferenças. legumes. AS VANTAGENS DAS PROTEÍNAS WHEY: As proteínas que se obtêm a partir do soro do leite são as melhores absorvidas devido a sua elevada solubilidade sendo também as que apresentam também o valor biológico mais alto. uma revista especializada na área. Embora estudos recentes tenham demonstrado que dosagens mais elevadas de proteínas são perfeitamente seguras e toleradas pelo ser humano saudável. São claramente as proteínas mais usadas por todos os atletas. isto é. No International Journal of Sports Nutrition and Exercise Metabolism. Misturar tudo em 300 a ml de água. A dieta consiste em permitir os alimentos ricos em proteínas. Daí que quando o objectivo é reduzir a gordura e preservar a massa muscular. Resumindo outro estudo publicado no Sports Nutrition Review Journal conclui que a ingestão de proteínas ate 2. PROTEÍNAS EM QUE DOSES? As quantidades não são consensuais. Como este.8kg dia sendo que estes valores baseiam nas necessidades estruturais -se e descuram o uso de proteínas no metabolismo energético.pessoas do grupo 2. Seguindo corretamente o cardápido da dieta HiperProtéica é possível perder de 3 a 4 kg na primeira semana. . mas ricas em proteína.5gr por kg de peso dia de proteína. aumenta-se a utilização da gordura previne-se a perda de músculo. o que corresponde a 176gr para um individuo de 80kg. quer na prevenção da destruição do músculo quer no ganho de massa muscular. Repetir a mesma dos imediatamente após o exercício. Por este motivo apresentam um forte poder antioxidante.8gr por kg de peso não altera a função renal em atletas bem treinados. sugere-se uma dose máxima de 2-2. Para ganhar massa muscular: Tomar 25 a 40 g de proteína 30 a minutos antes do exercício de força misturado com a mesma quantidade de hidratos de carbono e 3 grama creatina.5 ² 4. Deste modo. Ainda assim e um valor bastante abaixo da dose máxima de segurança teórica para um individuo de 80kg ² 285 a 365gr dia o que corresponde a 3. Para aumentar a utilização da goro durante o exercício: Tomar 20 g de proteína whey. pães. garantem a maior retenção do azoto para a síntese de proteína muscular.

Queijo minas frescal Lanche da Manhã .Chá sem açúcar .Faça apenas durante os 15 dias.Filés de peito de frango assado .Salada de folhas . pode trazer deficiência de vitaminas.Omelete feito com queijo e presunto . uma vez que a dieta é rica em gordura a longo prazo.Gelatina diet sabor morango Ceia .Fatias de queijo mussarela Jantar . hipertensão.Fatias de peito de peru defumado Almoço .Iogurte natural . Lembre-se você pode comer o quanto quiser ² mas deve deixar de lado qualquer carboidrato.Gelatina diet sabor uva Lanche da Tarde . Confira abaixo o Cardápido da Dieta HiperProtéica: Café da manhã .problemas caridovasculares.Salada de folhas . doenças renais ou taxa de colesterol alta.Vale lembrar que a dieta HiperProtéica deve ser feita por apenas 15 dias .Café com leite sem açúcar . inclusive o açúcar! .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful