Você está na página 1de 6

IMPORTÂNCIA DAS VITAMINAS

SAÚDE NA ESCOLA
A importância das vitaminas é inegável, sendo fundamental, portanto, incluí-las em nossas
refeições. Frutas, verduras e legumes são alimentos ricos em vitaminas.

As vitaminas são nutrientes extremamente importantes para a nossa saúde e que podem
ser obtidas a partir da nossa alimentação. Sem as vitaminas necessárias, nosso corpo
enfrenta uma série de problemas que vão desde alterações na pele, anemia, retardo no
crescimento, até problemas neurológicos. A seguir, falaremos mais a respeito da
importância das vitaminas.

→ Importância das vitaminas na alimentação


As vitaminas são moléculas orgânicas que são obtidas pelo nosso corpo por meio,
principalmente, da alimentação. Algumas vitaminas são também produzidas em nosso
corpo, como é o caso da vitamina D e K. A vitamina K é produzida por bactérias em nosso
intestino, enquanto a vitamina D é produzida quando expomos nossa pele à luz solar.

Uma alimentação saudável consegue garantir, na maioria das vezes, que todas as
vitaminas estejam disponíveis para o funcionamento adequado do nosso organismo. Um
fato curioso é que, diferentemente dos outros nutrientes, as vitaminas não necessitam ser
ingeridas em grande quantidade.

Vale destacar que apesar da baixa necessidade diária, elas também são importantes e sua
não ingestão pode levar a problemas graves de saúde. Dá-se o nome de hipovitaminose ou
avitaminose a carência de vitaminas no nosso corpo.

Alguns dos problemas causados pela baixa quantidade de vitamina no corpo são:

Beribéri (deficiência de vitamina B1)

Anemia (deficiência de vitamina B6, B9, B12)

Problemas de visão (deficiência de vitamina A)

Deformações ósseas (deficiência de vitamina D)

Problemas de coagulação sanguínea (deficiência de vitamina K)

Escorbuto (deficiência de vitamina C)

Saber escolher os alimentos é fundamental para fornecer ao nosso corpo as vitaminas


necessárias para o funcionamento do organismo.

Para se obter as vitaminas necessárias para o funcionamento adequado do nosso corpo, é


fundamental incluir na alimentação, alimentos como frutas, legumes, verduras, grãos, ovos,
carne, leite e derivados. A chave de tudo está em uma alimentação balanceada, rica em
diferentes alimentos. Veja a seguir algumas vitaminas e suas fontes alimentares:
Vitamina A (retinol): encontrada em vegetais de cor alaranjada, hortaliças de coloração
verde-escura, leite e derivados, ovos e fígado.

Vitamina B1 (tiamina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, legumes, cogumelos e


grãos integrais.

Vitamina B2 (riboflavina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, leites e


derivados.

Vitamina B3 (niacina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, grãos, nozes e ovos.

Vitamina B5 (ácido pantotênico): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, frutas e


leites e derivados.

Vitamina B6 (piridoxina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais e nozes.

Vitamina B7 (biotina): encontrada em carnes, hortaliças, legumes e ovos.

Vitamina B9 (ácido fólico): encontrada em hortaliças verdes, legumes, grãos integrais e


nozes.

Vitamina B12 (cobalamina): encontrada em carnes, ovos, leites e derivados.

Vitamina C (ácido ascórbico): encontrada em frutas como acerola, limão, laranja, maracujá
e também no brócolis.

Vitamina D (calciferol): encontrada em alguns peixes, leite e derivados, além de gemas de


ovo. Além disso, a vitamina D pode ser produzida pelo organismo quando a pele é exposta
à luz solar.

Vitamina E (tocoferol): encontrada em óleos vegetais, sementes, grãos integrais e nozes.

Vitamina K (filoquinona): encontrada em hortaliças verdes e, como citado anteriormente, é


também produzida por bactérias presentes no intestino.

→ Importância das vitaminas lipossolúveis


As vitaminas lipossolúveis são aquelas que são solúveis em gordura. Essas vitaminas
destacam-se por serem capazes de se acumularem no fígado e também no nosso tecido
adiposo. As vitaminas A, D, E e K são vitaminas classificadas dessa forma.

As vitaminas são nutrientes extremamente importantes para a nossa saúde e que podem
ser obtidas a partir da nossa alimentação. Sem as vitaminas necessárias, nosso corpo
enfrenta uma série de problemas que vão desde alterações na pele, anemia, retardo no
crescimento, até problemas neurológicos. A seguir, falaremos mais a respeito da
importância das vitaminas.

→ Importância das vitaminas na alimentação


As vitaminas são moléculas orgânicas que são obtidas pelo nosso corpo por meio,
principalmente, da alimentação. Algumas vitaminas são também produzidas em nosso
corpo, como é o caso da vitamina D e K. A vitamina K é produzida por bactérias em nosso
intestino, enquanto a vitamina D é produzida quando expomos nossa pele à luz solar.

Leia também: Importância dos protetores solares

Uma alimentação saudável consegue garantir, na maioria das vezes, que todas as
vitaminas estejam disponíveis para o funcionamento adequado do nosso organismo. Um
fato curioso é que, diferentemente dos outros nutrientes, as vitaminas não necessitam ser
ingeridas em grande quantidade.

Vale destacar que apesar da baixa necessidade diária, elas também são importantes e sua
não ingestão pode levar a problemas graves de saúde. Dá-se o nome de hipovitaminose ou
avitaminose a carência de vitaminas no nosso corpo.

Alguns dos problemas causados pela baixa quantidade de vitamina no corpo são:

Beribéri (deficiência de vitamina B1)

Anemia (deficiência de vitamina B6, B9, B12)

Problemas de visão (deficiência de vitamina A)

Deformações ósseas (deficiência de vitamina D)

Problemas de coagulação sanguínea (deficiência de vitamina K)

Escorbuto (deficiência de vitamina C)

Leia também: Recomendações para uma alimentação saudável

Quais alimentos fornecem vitaminas?

Saber escolher os alimentos é fundamental para fornecer ao nosso corpo as vitaminas


necessárias para o funcionamento do organismo.

Para se obter as vitaminas necessárias para o funcionamento adequado do nosso corpo, é


fundamental incluir na alimentação, alimentos como frutas, legumes, verduras, grãos, ovos,
carne, leite e derivados. A chave de tudo está em uma alimentação balanceada, rica em
diferentes alimentos. Veja a seguir algumas vitaminas e suas fontes alimentares:

Vitamina A (retinol): encontrada em vegetais de cor alaranjada, hortaliças de coloração


verde-escura, leite e derivados, ovos e fígado.
Vitamina B1 (tiamina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, legumes, cogumelos e
grãos integrais.

Vitamina B2 (riboflavina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, leites e


derivados.

Vitamina B3 (niacina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, grãos, nozes e ovos.

Vitamina B5 (ácido pantotênico): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, frutas e


leites e derivados.

Vitamina B6 (piridoxina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais e nozes.

Vitamina B7 (biotina): encontrada em carnes, hortaliças, legumes e ovos.

Vitamina B9 (ácido fólico): encontrada em hortaliças verdes, legumes, grãos integrais e


nozes.

Vitamina B12 (cobalamina): encontrada em carnes, ovos, leites e derivados.

Vitamina C (ácido ascórbico): encontrada em frutas como acerola, limão, laranja, maracujá
e também no brócolis.

Vitamina D (calciferol): encontrada em alguns peixes, leite e derivados, além de gemas de


ovo. Além disso, a vitamina D pode ser produzida pelo organismo quando a pele é exposta
à luz solar.

Vitamina E (tocoferol): encontrada em óleos vegetais, sementes, grãos integrais e nozes.

Vitamina K (filoquinona): encontrada em hortaliças verdes e, como citado anteriormente, é


também produzida por bactérias presentes no intestino.

Leia também: Importância do arroz com feijão

→ Importância das vitaminas lipossolúveis


As vitaminas lipossolúveis são aquelas que são solúveis em gordura. Essas vitaminas
destacam-se por serem capazes de se acumularem no fígado e também no nosso tecido
adiposo. As vitaminas A, D, E e K são vitaminas classificadas dessa forma.

Expor-se à luz solar é fundamental para aumentar os níveis de vitamina D.

Veja a seguir a importância de cada uma dessas vitaminas:

Vitamina A (retinol): está relacionada com a nossa visão, manutenção dos tecidos epiteliais
e da nossa imunidade. Sua deficiência acarreta problemas na visão, podendo causar até
mesmo cegueira, problemas na pele e queda na imunidade, o que acaba aumentando o
risco de doenças.

Vitamina D (calciferol): é importante para garantir a absorção e utilização do cálcio e do


fósforo. A deficiência dessa vitamina está relacionada com problemas de raquitismo e
osteoporose. O raquitismo é um problema ósseo que causa deformidades ósseas em
crianças. A osteoporose, por sua vez, deixa os ossos frágeis e mais porosos.

Vitamina E (tocoferol): atua como importante antioxidante. Sua falta está relacionada com o
desenvolvimento de alterações no sistema nervoso.

Vitamina K (filoquinona): apresenta papel importante na coagulação sanguínea, portanto,


sua falta afeta diretamente esse processo.

→ Importância das vitaminas hidrossolúveis


As vitaminas hidrossolúveis são aquelas que, como o próprio nome indica, são solúveis em
água. Diferentemente das lipossolúveis, não são armazenadas no organismo. As vitaminas
B e a vitamina C são vitaminas classificadas como hidrossolúveis.

A suplementação de vitaminas pode ser recomendada em alguns casos, como para


pessoas que apresentam dificuldade de absorção desses nutrientes.

Veja a seguir a importância dessas vitaminas:

Vitamina B1 (tiamina): apresenta importante papel na manutenção do sistema nervoso e


circulatório. A deficiência dessa vitamina relaciona-se com o desenvolvimento de um
problema conhecido como beribéri, o qual se caracteriza por desencadear perda de apetite,
fraqueza, formigamento, falta de ar, inchaço e dor nos membros.

Vitamina B2 (riboflavina): apresenta importante papel na manutenção da pele, sendo sua


deficiência responsável por causar lesões nesse órgão. A vitamina B2 está relacionada com
a prevenção da catarata.

Vitamina B3 (niacina): apresenta importante papel no funcionamento do sistema


imunológico e nervoso, além de ajudar a reduzir níveis de colesterol e triglicérides. Sua
deficiência provoca problemas gastrointestinais, na pele e pode provocar confusão mental.

Vitamina B5 (ácido pantotênico): relaciona-se com a prevenção contra degeneração das


cartilagens, ajuda na imunidade e formação dos glóbulos vermelhos do sangue (eritrócitos).
Sua deficiência pode causar formigamentos de mãos e pés, além de fadigas.

Vitamina B6 (piridoxina): apresenta papel importante no sistema imunológico e nervoso,


além de redução dos riscos de doença cardíaca. Sua deficiência pode desencadear anemia,
convulsões e espasmos musculares.

Vitamina B7 (biotina): apresenta importante papel na produção de ácidos graxos, redução


dos níveis de glicose no sangue. Sua deficiência pode desencadear alterações na pele e
neuromusculares.
Vitamina B9 (ácido fólico): é uma vitamina que atua no sistema imunológico, nervoso e
circulatório e também no metabolismo de ácidos nucleicos e aminoácidos. Sua deficiência
está relacionada com problemas congênitos e anemia.

Vitamina B12 (cobalamina): está relacionada com a produção de eritrócitos, atua em


células nervosas e equilíbrio hormonal. Sua ausência pode causar problemas neurológicos,
anemia, perda de equilíbrio e dormências.

Vitamina C (ácido ascórbico): apresenta grande importância na síntese de colágeno e


também funciona como antioxidante. Sua ausência pode causar escorbuto, um problema de
saúde que desencadeia sintomas como fraqueza, irrigação na pele e sangramentos nas
gengivas. Essa doença foi muito comum na época das Grandes Navegações.