Você está na página 1de 1060

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA


COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Observação:
Esta tabela servirá de base para o preenchimento do escopo da solicitação de credenciamento de laboratório.

ESCOPO - DIAGNÓSTICO FITOSSANITÁRIO


Procedimento/
nº Determinação Técnica Matriz Hospedeiro
Revisão
Arachis hypogaea
Brassica napus
Grãos Sorghum bicolor = Sorghum vulgare
Triticum spp.
Triticum aestivum
Arachis hypogaea
Brassica campestris var. pekinensis
1 Acarus siro Segundo Método Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Sementes
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Raphanus sativus
Triticum aestivum
Malus domestica
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus communis
2 Aculus schlechtendali Segundo Método
Malus domestica
Frutos
Pyrus communis
Triticum spp.
3 Aleuroglyphus beklemishevi Segundo Método Grãos
Triticum aestivum
Fragaria spp.
Malus domestica
Estacas; Mudas; Plantas Prunus avium
Prunus cerasus
Amphitetranychus viennensis (Tetranychus Pyrus communis
4 Segundo Método
viennensis) Malus domestica
Prunus avium
Frutos
Prunus cerasus
Pyrus communis
Bonsais Pyracantha coccinea
Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera
5 Brevipalpus californicus Segundo Método
Frutos Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Annona cherimola
Citrus sinensis

1 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Citrus lemon
Citrus reticulata
Cydonia oblonga
Fragaria spp.
Malus domestica
Persea americana
Prunus amygdalus
Prunus armeniaca
Frutos
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus domestica x Prunus armeniaca
Prunus persica
Prunus persica var. nucifera
Pyrus communis
Ribes spp.
Rubus idaeus
6 Brevipalpus chilensis Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Fragaria spp.
Malus domestica
Olea europaea
Prunus amygdalus
Prunus armeniaca
Prunus avium
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Prunus domestica
Prunus domestica x Prunus armeniaca
Prunus persica
Prunus persica var. nucifera
Pyrus communis
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Nozes com casca Juglans regia
Citrus medica
7 Brevipalpus cuneatus Segundo Método Frutos
Citrus sinensis
Bonsais Punica granatum
Fragaria spp.
Malus spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus domestica
Frutos
2 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Frutos
Prunus persica
Prunus persica var. nucipersica
Punica granatum
Pyrus spp.
8 Brevipalpus lewisi Segundo Método Vitis vinifera
Fragaria spp.
Malus spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus domestica
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Prunus persica
Prunus persica var. nucipersica
Punica granatum
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Capsicum annuum
Citrus spp.
Frutos
Musa spp.
9 Calacarus citrifolii Segundo Método Passiflora edulis
Citrus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Euphorbia pulcherrima
Musa spp.
Prunus armeniaca
Malus domestica
Pyrus communis
10 Cenopalpus pulcher Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Prunus domestica
Punica granatum
Vitis vinifera
11 Cheiracus sulcatus Segundo Método Folhas Oryza sativa
Estacas; Mudas; Plantas Pyrus communis
12 Epitrimerus pyri Segundo Método
Frutos Pyrus communis
Castanea sativa
Corylus avellana
Malus spp.
Prunus domestica
Frutos
Prunus persica
Pyrus malus
Rubus spp.
13 Eotetranychus carpini Segundo Método Vitis vinifera
Malus spp.
Prunus domestica
Prunus persica
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
Pyrus malus

3 de 1060
13 Eotetranychus carpini Segundo Método MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
Rosa spp.
Vitis vinifera
Flores de corte Rosa spp.
Citrus reticulata
Citrus sinensis
14 Eotetranychus lewisi Segundo Método Frutos
Citrus lemon
Vitis vinifera
Ficus retusa
Bonsais
Punica granatum
Flores de corte Rosa spp.
Chrysanthemum morifolium
Cupressus sempervirens
Dahlia spp.
Euphorbia pulcherrima
15 Eutetranychus orientalis Segundo Método Hibiscus rosa-sinensis
Estacas; Mudas; Plantas Mangifera indica
Mentha piperita
Olea europaea
Punica granatum
Rosa spp.
Verbena spp.
Sementes Ricinus communis
16 Halotydeus destructor Segundo Método Sementes Beta vulgaris
17 Microtydeus hylinus Segundo Método Bulbos Allium sativum
18 Oligonychus afrasiaticus Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
19 Oligonychus bicolor Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Lolium spp.
Trifolium spp.
Grãos
20 Penthaleus major Segundo Método Triticum aestivum
Triticum spp.
Sementes Avena sativa
21 Phyllocoptes vitis Segundo Método Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
22 Phytonemus pallidus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Heliconiaceae
Musaceae
Flores de corte
Strelitziaceae
Zingiberaceae
Heliconiaceae
Musaceae
Arecaceae
Folhagens de corte Strelitziaceae
Zingiberaceae
Pandanaceae
23 Raoiella indica Segundo Método
4 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Folhagens de corte
REVISÃO: 01

23 Raoiella indica Segundo Método


Phoenix dactylifera
Musaceae
Frutos
Arecaceae
Heliconiaceae
Musaceae
Arecaceae
Mudas; Plantas Strelitziaceae
Zingiberaceae
Pandanaceae
Olea europaea
24 Rhizoglyphus echinopus Segundo Método Bulbos Allium sativum
25 Rhizoglyphus robini Segundo Método Bulbos Allium sativum
26 Rhizoglyphus setosus Segundo Método Bulbos Allium sativum
Acacia spp.
Azadirachta indica
Folhagens de corte
Cocos nucifera
Melia azedarach
Sorghum bicolor Citrus spp.
Folhas
Azadirachta indica

27 Schizotetranichus hindustanicus Segundo Método Frutos Cocos nucifera Citrus spp.

Acacia spp.
Azadirachta indica
Citrus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Cocos nucifera
Sorghum bicolor Melia azedarach

Triticum spp.
28 Steneotarsonemus panshini Segundo Método Grãos
Triticum aestivum
29 Steneotarsonemus spinki Segundo Método Sementes Oryza sativa
30 Tarsonemus cuttacki Segundo Método Sementes Oryza sativa
31 Tenuipalpus punicae Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Malus spp.
32 Tetranychus cinnabarinus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Prunus persica
Malus domestica
Prunus spp.
Frutos
Pyrus communis
Vitis vinifera
33 Tetranychus mcdanieli Segundo Método
Malus domestica
Prunus spp.
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Pyrus communis
Vitis vinifera

5 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Alstroemeria spp.
Flores de corte
Rosa spp.
Fragaria spp.
Malus spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Frutos Prunus domestica
Prunus persica
Prunus persica var. nucipersica
Pyrus spp.
Vitis vinifera
34 Tetranychus pacificus Segundo Método Alstroemeria spp.
Fragaria spp.
Malus spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus domestica
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Prunus persica
Prunus persica var. nucipersica
Pyrus spp.
Rosa spp.
Salvia spp.
Vitis vinifera
Flores de corte Rosa spp.
Chrysanthemum spp.
Dahlia spp.
Elaeis guineensis
Gladiolus spp.
Impatiens spp.
35 Tetranychus truncatus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Orchidaceae
Prunus spp.
Pyrus pyrifolia
Rosa spp.
Spathiphyllum spp.
Vitis vinifera
Sementes Elaeis guineensis
Gladiolus spp.
Flores de corte Chrysanthemum spp.
Rosa spp.
Chrysanthemum spp.
Euphorbia maculata
Glechoma hederacea
Lamium album
36 Tetranychus turkestani Segundo Método
6 de 1060
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

36 Tetranychus turkestani Segundo Método Lobelia inflata


Lysimachia vulgaris
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
Prunus dulcis
Prunus persica
Pyrus communis
Rosa spp.
Verbena spp.
Vitis vinifera
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
37 Albugo macrospora Segundo Método Sementes
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Raphanus sativus
Pyrus communis
Frutos
Pyrus pyrifolia
38 Alternaria gaisen Segundo Método
Pyrus communis
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus pyrifolia
Cydonia oblonga
Malus domestica
Frutos
Prunus avium
39 Alternaria mali Segundo Método Pyrus communis
Malus domestica
Estacas; Mudas; Plantas Prunus avium
Pyrus communis
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
40 Alternaria triticina Segundo Método
Triticum spp.
Sementes
Triticum aestivum
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
41 Alternaria vitis Segundo Método
Frutos Vitis vinifera
Prunus armeniaca
42 Apiosporina morbosa Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus cerasus
Prunus persica
Acer palmatum
Bonsais
Ligustrum spp.
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Hibiscus spp.
Hydrangea spp.
43 Armillaria luteobubalina Segundo Método Hydrangea macrophylla
Estacas; Mudas; Plantas Fuchsia spp.

7 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
43 Armillaria luteobubalina Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas
Litchi chinensis
Prunus persica
Rhododendron spp.
Vitis vinifera
Prunus cerasus
44 Armillaria ostoyae Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Prunus persica
Cotoneaster horizontalis
Podocarpus spp.
Bonsais
Punica granatum
Pyracantha spp.
Cupressus spp.
Euphorbia pulcherrima
Hibiscus spp.
45 Armillaria tabescens Segundo Método Malus domestica
Prunus amygdalus
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas Prunus persica
Punica granatum
Pyrus communis
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Vitis vinifera
46 Arthuriomyces peckianus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Rubus spp.
Lolium multiflorum
47 Ascochyta sorghi Segundo Método Sementes
Sorghum spp.
Atelocauda digitata
48 Segundo Método Sementes Acacia mangium
(Endoraecium phylliodorum)
49 Balansia clavula Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Sementes Oryza sativa
50 Balansia oryzae-sativae (=Ephelis oryzae) Segundo Método
Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Mudas; Plantas Maranta arundinacea
Arachis hypogaea
Bipolaris australiensis Lens esculenta = Lens culinaris
51 Segundo Método
(Cochliobolus australiensis) Sementes
Oryza sativa
Trifolium spp.
Glycine max
Lens esculenta = Lens culinaris
Grãos Phaseolus vulgaris
Pisum sativum
Vicia faba
52 Botrytis fabae Segundo Método
Glycine max
Lens esculenta = Lens culinaris
Sementes Phaseolus vulgaris
Pisum sativum

8 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
52 Botrytis fabae Segundo Método SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
Sementes

Vicia faba
Bremiella sphaerosperma
53 Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
(Plasmopara constantinescui)
Oryza sativa
Grãos Triticum spp.
Triticum aestivum
54 Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis) Segundo Método
Oryza sativa
Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
55 Cercospora sorgui Segundo Método Sementes Zea mays
Bonsais Cotoneaster horizontalis
Crataegus spp.
Cupressus macrocarpa
Hydrangea macrophylla
Malus domestica
56 Chondrostereum purpureum Segundo Método Prunus armeniaca
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
Prunus persica
Pyrus communis
Salix viminalis
Rosa spp.
Vitis vinifera
Cladosporium cladosporioides f.sp. pisicola Grãos Pisum sativum
57 Segundo Método
(=Cladosporium pisicola) Sementes Pisum sativum
Gossypium barbadense
58 Cladosporium gossypiicola Segundo Método Sementes Gossypium hirsutum
Gossypium hirsutum x Gossypium barbadense
59 Cladosporium pisicolum Segundo Método Grãos Pisum sativum
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
60 Cladosporium variabile (Davidiella variabile) Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Raphanus sativus
Spinacia oleracea
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica napus
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
61 Colletotrichum higginsianum Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes

9 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
61 Colletotrichum higginsianum Segundo Método Sementes
REVISÃO: 01

Brassica oleracea var. italica


Raphanus sativus
62 Colletotrichum impatientis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
63 Colletotrichum kahawae Segundo Método Mudas; Plantas Coffea spp.
64 Coniella diplodiella Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
65 Cronartiumspp. Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
66 Curvularia uncinata Segundo Método Sementes Oryza sativa
67 Curvularia verruculosa Segundo Método Sementes Oryza sativa
68 Cylindrocarpon obtusisporum Segundo Método Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
69 Cylindrosporium phalaenopsidis Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
Davidiella populorum
70 Segundo Método Sementes Populus deltoides
(=Mycosphaerella populorum)
Malus domestica
71 Diaporthe tanakae Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus communis
72 Dichotomophthoropsis safeeulaensis Segundo Método Sementes Oryza sativa
73 Didymella rabiei Segundo Método Sementes Trifolium alexandrinum
74 Discosia maculicola Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Drepanopeziza populi-albae
75 Segundo Método Sementes Populus deltoides
(=Marssonina castagnei)
Drepanopeziza populorum
76 Segundo Método Sementes Populus deltoides
(=Marssonina populi)
Drepanopeziza punctiformis
77 Segundo Método Sementes Populus deltoides
(=Marssonina brunnea)
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
78 Endocronartium harknessii Segundo Método
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
79 Fusarium camptoceras Segundo Método Sementes Oryza sativa
80 Fusarium crookwellense (Fusarium cerealis) Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
Mudas; Plantas Musa spp.
81 Fusarium oxysporum f. sp. cubense Segundo Método
Rizomas Musa spp.
Mudas; Plantas Musa spp.
82 Fusarium oxysporum f. sp. cubense raça tropical 4 Segundo Método
Rizomas Musa spp.
83 Fusarium oxysporum f. sp. radicis-lycopersici Segundo Método Sementes Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
84 Fusarium oxysporum f. sp. ranunculi Segundo Método cormos Ranunculus asiaticus
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
85 Fusarium oxysporum f. sp. spinaciae Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Raphanus sativus
Spinacia oleracea

10 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

86 Fusarium paspali Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum


Mudas; Plantas Dahlia spp.
Elaeis guineensis
87 Fusarium redolens Segundo Método
Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
Ganoderma orbiforme Plântulas Elaeis guineensis
88 Segundo Método
(=Ganoderma boninense) Sementes Elaeis guineensis
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
89 Gibberella circinata (Fusarium circinatum) Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Sementes Pinus spp.
Coffea spp.
90 Gibberella xylarioides Segundo Método Sementes
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Festuca spp.
Grãos Lolium spp.
Secale cereale
91 Gloeotinia granigena Segundo Método Festuca arundinacea
Festuca spp.
Sementes
Lolium spp.
Secale cereale
92 Glomerella manihotis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Manihot esculenta
93 Gnomonia comari Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
94 Grovesinia pyramidalis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
95 Guignardia baccae Segundo Método Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
96 Guignardia bidwellii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Estacas; Mudas; Plantas Citrus spp.
97 Guignardia citricarpa Segundo Método
Frutos Citrus spp.
Crataegus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Malus spp.
Pyrus spp.
98 Gymnosporangium spp. Segundo Método
Cydonia oblonga
Frutos Malus spp.
Pyrus spp.
99 Haplobasidion musae Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
Ficus spp.
Helicobasidium longisporum Malus spp.
100 Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
(=Helicobasidium mompa) Paulowinia spp.
Pyrus spp.
101 Helicoceras spp. Segundo Método Sementes Oryza sativa
102 Hemileia coffeicola Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Coffea spp.
103 Hendersonia oryzae Segundo Método Sementes Oryza sativa
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira

11 de 1060
104 Heterobasidion annosum Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Rhododendron spp.
Prunus persica
104 Heterobasidion annosum Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus communis
Rosa spp.
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
105 Hymenoscyphus scutula Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Avena sativa
Hordeum vulgare
Hymenula cerealis
106 Segundo Método Sementes Secale cereale
(=Cephalosporium gramineum)
Triticum spp.
Triticum aestivum
107 Kabatiella lini (=Polyspora lini) Segundo Método Sementes Linum spp.
Prunus armeniaca
108 Leptosphaeria coniothyrium Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus domestica
Prunus persica
109 Leptosphaeria libanotis Segundo Método Sementes Daucus carota
Elaeis guineensis
110 Marasmius palmivorus Segundo Método Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
11 Marssonina occidentallis Segundo Método Sementes Populus deltoides
112 Metasphaeria aulica Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
113 Monilinia fructigena Segundo Método
Frutos Pyrus communis
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
114 Monilinia vaccinii-corymbosi Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Frutos
Vaccinium spp.
115 Moniliophthora roreri Segundo Método Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
116 Monosporascus eutypoides Segundo Método Sementes Cucumis melo
Daucus carota
117 Mycocentrospora acerina Segundo Método Sementes
Viola tricolor
118 Mycosphaerella brassicicola Segundo Método Sementes Brassica napus
119 Mycosphaerella dearnessii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Heliconia spp.
Flores de corte
Musa spp.
Heliconia spp.
Folhagens de corte
Musa spp.
120 Mycosphaerella fijiensis Segundo Método Musa spp.
Frutos
Musa acuminata
Heliconia spp.
Mudas; Plantas
Musa spp.
Rizomas Musa spp.
121 Mycosphaerella gibsonii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.

12 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

122 Mycosphaerella populorum Segundo Método Sementes Populus deltoides


123 Mycosphaerella zeae-maydis Segundo Método Sementes Zea mays
Abutilon spp.
Malus domestica
124 Nectria cinnabarina Segundo Método Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas
Hydrangea paniculata
Vitis vinifera
Bonsais Acer palmatum
Cydonia oblonga
Malus domestica
Malus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus communis
Pyrus spp.
125 Neonectria galligena (=Nectria galligena) Segundo Método
Rosa spp.
Cydonia oblonga
Malus domestica
Frutos Malus spp.
Pyrus communis
Pyrus spp.
Neottiosporina paspali
126 Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
(=Stagonospora paspali)
127 Neotyphodium coenophialum Segundo Método Sementes Festuca arundinacea
Oncobasidium theobromae
128 Segundo Método Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
(Thanatephorus theobromae)
129 Oospora oryzetorum Segundo Método Sementes Oryza sativa
130 Periconia circinata Segundo Método Sementes Sorghum spp.
Saccharum officinarum
Sementes
131 Peronosclerospora sacchari Segundo Método Zea mays
Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
132 Peronospora farinosa Segundo Método Sementes Beta vulgaris
133 Peronospora farinosa f. sp. betae Segundo Método Sementes Beta vulgaris
134 Peronospora impatientis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Peronospora tabacina
135 Segundo Método Folhas Nicotiana tabacum
(Peronospora hyoscyami)
Lens esculenta = Lens culinaris
Sementes
136 Peronospora viciae Segundo Método Lens esculenta = Lens culinaris
Grãos
137 Pestalotiopsis oxyanthi Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus taeda
138 Phaeoacremonium aleophilum Segundo Método Frutos Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
139 Phaeosphaerella paspali Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
140 Phoma andigena Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Phoma foveata (Phoma exigua var. foveata;
141 Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Boeremia foveata)
Citrus medica
Frutos
142 Phoma tracheiphila (Plenodomus tracheiphilus) Segundo Método Citrus sinensis

13 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

142 Phoma tracheiphila (Plenodomus tracheiphilus) Segundo Método


Semente Swinglea glutinosa
143 Phomopsis impatientis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Orchidaceae
144 Phomopsis orchidophila Segundo Método Mudas; Plantas
Phalaenopsis spp.
Brassica napus
Phyllosticta brassica
145 Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. acephala
(registro de ocorrência no Brasil)
Brassica oleracea var. botrytis
Malus domestica
Estacas; Mudas; Plantas Malus spp.
Pyrus spp.
146 Phyllosticta solitaria Segundo Método
Malus domestica
Frutos Malus spp.
Pyrus spp.
Malus domestica
Prunus persica
Euphorbia pulcherrima
Estacas; Mudas; Plantas
147 Phymatotrichopsis omnivora Segundo Método Pyrus communis
Rosa spp.
Vitis vinifera
Sementes Allium sativum
148 Physopella ampelopsidis Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Lilium spp.
Bulbos Tulipa gesneriana
Tulipa fosterana
149 Phytophthora erythroseptica Segundo Método
Tulipa spp.
Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Tubérculos Solanum tuberosum
150 Phytophthora fragariae Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Prunus avium
151 Phytophthora megasperma Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Prunus cerasus
Prunus laurocerasus
Pyracantha koidzumii
Rhododendron spp.
152 Phytophthora ramorum Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
153 Phytophthora syringae Segundo Método Frutos Pyrus communis
154 Plasmopara halstedii (exceto raça 2) Segundo Método Sementes Helianthus annuus
155 Plasmopora obducens Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
156 Podosphaera aphanis Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
157 Podosphaera balsaminae Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Chrysanthemum carinatum
Chrysanthemum coronarium

14 de 1060

Estacas; Mudas; Plantas


158 Podosphaera fusca (=Sphaerotheca fusca) Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Ajuga reptans
Cineraria spp.
Estacas; Mudas; Plantas Dahlia spp.
158 Podosphaera fusca (=Sphaerotheca fusca) Segundo Método
Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Hebe × andersonii
Impatiens spp.
Jatropha curcas
Sementes
159 Polyscytalum pustulans Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
160 Pseudocercosporella brassicae Segundo Método sementes Brassica napus
Pseudopezicula tracheiphila
161 Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
(=Pseudopeziza tracheiphila)
162 Puccinia erianthi Segundo Método Mudas; Plantas Saccharum officinarum
163 Puccinia impatientis (=Puccinia argentata) Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
164 Puccinia komarovii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
165 Puccinia rubigo-vera var. impatientis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
Pyrenochaeta glycines (Dactuliochaeta glycines;
166 Segundo Método Sementes Glycine max
Coniothyrium glycines)
Chrysanthemum morifolium
167 Pythium paroecandrum Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Impatiens spp.
Ananas comosus
Mangifera indica
168 Pythium splendens Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus domestica
Pyrus spp.
Vitis vinifera
169 Pythium tracheiphilum Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. botrytis
Prunus persica
170 Pythium vexans Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pyrus spp.
Vitis vinifera
Hordeum vulgare
171 Ramularia collo-cygni Segundo Método Sementes Phalaris arundinacea
Triticum × Secale
172 Rhizoctonia solani Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Citrus medica
173 Septoria citri Segundo Método Frutos
Citrus sinensis
174 Septoria noli-tangere Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
175 Sphacelotheca sacchari Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
176 Sphaerulina phalaenopsidis Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
177 Spilocaea oleaginea Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
178 Spongospora subterranea Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
179 Stagonospora sacchari Segundo Método Mudas; Plantas Saccharum officinarum
180 Synchytrium endobioticum Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
181 Synchytrium impatientis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.

15 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

192 Taphrina populina Segundo Método Sementes Populus deltoides


183 Teichospora fulgurata Segundo Método Sementes Populus deltoides
184 Thecaphora solani (Angiosorus solani) Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Triticum spp.
Sementes
Triticum aestivum
185 Tilletia controversa Segundo Método
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
Triticum aestivum
Grãos
Triticum spp.

186 Tilletia indica Segundo Método Festuca arundinacea

Sementes Triticum aestivum

Triticum spp.
Triticum aestivum
Grãos
Triticum spp.
187 Tilletia laevis Segundo Método Lolium multiflorum
Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
188 Trematosphaeria pertusa Segundo Método Sementes Populus deltoides
Triticum aestivum
Grãos
Triticum spp.
190 Urocystis agropyri Segundo Método Lolium multiflorum
Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
191 Valsa nivea Segundo Método Sementes Populus deltoides
192 Venturia populina Segundo Método Sementes Populus deltoides
Gossypium barbadense
Verticillium nigrescens
193 Segundo Método Sementes Gossypium hirsutum
(Gibellulopsis nigrescens)
Gossypium hirsutum x Gossypium barbadense
Citrullus lanatus
Cucumis melo
Cucumis sativus
194 Acalymma vittatum Segundo Método Frutos
Cucurbita pepo
Cucurbita maxima
Cucurbita moschata
195 Acanthiophilus helianthi Segundo Método Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculusvar. scolymus
196 Aegorhinus phaleratus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Salix viminalis
Fragaria ananassa
197 Aegorhinus superciliosus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Malus domestica

16 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

197 Aegorhinus superciliosus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas


Vaccinium corymbosum
198 Agrilus sinuatus Segundo Método Frutos Pyrus communis
199 Agriotes mancus Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Chrysanthemum spp.
200 Agrius convolvuli Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Portulaca spp.
201 202 203 Sementes Cucumis melo
Aster spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Estacas; Bacelos, Mudas; Plantas Dianthus purpurea
Dianthus spp.
202 Agrotis segetum Segundo Método
Fragaria spp.
Paeonia spp.
Vitis vinifera
Cichorium intybus
Parte aérea de hortaliças Cichorium endivia
Lactuca sativa
203 Alaus oculatus Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
204 Alcidodes sedi Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Kalanchoe blossfeldiana
Coffea arabica
Ficus spp.
Hibiscus rosa-sinensis
Hibiscus spp.
Laurus nobilis
Litchi chinensis
Estacas; Mudas; Plantas Mangifera indica
Musa spp.
Punica granatum
Pyrus spp.
Rosa spp.
205 Aleurocanthus spp. (exceto A. woglumi) Segundo Método Vitis vinifera
Zingiber officinale
Flores de corte Rosa spp.
Annona cherimola
Citrus spp.
Cydonia oblonga
Litchi chinensis
Frutos Mangifera indica
Musa spp.
Punica granatum
Pyrus spp.
Vitis vinifera

17 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

207 Alphitobius laevigatus Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale


208 Ampedus collaris Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
209 Amphicerus bimaculatus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
210 Amsacta lactinea Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
Citrus spp.
Pistacia vera
211 Amyelois transitella Segundo Método Frutos
Prunus spp.
Punica granatum
Prunus persica
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus communis
212 Anarsia lineatella Segundo Método
Prunus persica
Frutos
Pyrus communis
Prunus domestica
213 Anastrepha fraterculus Segundo Método Frutos Prunus persica
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Citrullus lanatus
214 Anastrepha grandis Segundo Método Frutos Cucumis melo
Cucumis sativus
Cucurbita spp.
Prunus persica
215 Anastrepha ludens Segundo Método Frutos
Pyrus communis

216 Anastrepha obliqua Segundo Método Frutos Mangifera indica

217 Anastrepha serpentina Segundo Método Frutos Mangifera indica

Malus spp.
218 Anastrepha spp. Segundo Método Frutos
Prunus armeniaca

Anastrepha spp. Prunus domestica


219 (espécies que atacam ameixa, exceto A. fraterculus, Segundo Método Frutos
A. ludens e A. suspensa) Prunus persica
Pyrus spp.

220 Anastrepha striata Segundo Método Frutos Mangifera indica

18 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

221 Anastrepha suspensa Segundo Método Frutos Prunus persica

222 Anoplocnemis curvipes Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale


Acer palmatum
Bonsais
Pyracantha angustifolia
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Citrus spp.
Hibiscus spp.
Malus spp.
223 Anoplophora spp. Segundo Método Olea europaea
Pinus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus spp.
Pyracantha angustifolia
Pyrus communis
Rosa spp.
Salix spp.
224 Anthonomus grandis Segundo Método Algodão em fibra Gossypium spp.
Flores de corte Rosa spp.
Capsicum annuum
Frutos Capsicum frutescens
Solanum melongena
Fragaria ananassa
Fragaria spp.
Hibiscus rosa-sinensis
225 Anthonomus spp. (exceto A. grandis) Segundo Método Hibiscus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Malus domestica
Prunus cerasus
Prunus persica
Pyrus communis
Rosa spp.
Capsicum annuum
Sementes
Capsicum frutescens
Estacas; Mudas; Plantas Citrus spp.
Citrus medica
Citrus sinensis
226 Aonidiella citrina Segundo Método
Frutos Citrus lemon
Citrus reticulata
Citrus spp.
Malus spp.
Mangifera indica
227 Apate monachus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus persica
Pyrus spp.

19 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
227 Apate monachus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas

Vitis vinifera
Bonsais Punica granatum
228 Aphis punicae Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Citrus sinensis
Citrus lemon
Citrus reticulata
Citrus spp.
229 Apomyelois ceratoniae (Ectomyelois ceratoniae) Segundo Método Frutos Ficus carica
Phoenix dactilifera
Pistacia vera
Prunus amygdalus
Punica granatum
Bonsais Punica granatum
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Dracaena spp.
Fragaria ananassa
Malus domestica
Prunus armeniaca
Prunus avium
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus cerasus
Prunus persica
Pyrus communis
Rhododendron simsii
230 Archips spp. Segundo Método Rhododendron spp.
Rosa spp.
Flores de corte Rosa spp.
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Fragaria ananassa
Malus domestica
Prunus armeniaca
Frutos
Prunus avium
Prunus cerasus
Prunus persica
Pyrus communis
Brassica oleracea var. capitata
231 Argyrogramma signata Segundo Método Parte aérea de hortaliças
Brassica oleracea var. gemmifera
Estacas; Mudas; Plantas Prunus persica
232 Aspidiotus destructor Segundo Método
Frutos Prunus persica
233 Atractomorpha psittacina Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
Sorghum spp.
Triticum aestivum
234 Atherigona soccata Segundo Método Caules e folhas
Triticum spp.

20 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
234 Atherigona soccata Segundo Método Caules e folhas
Zea mays
Anacardium occidentale
Arenga pinnata
Artocarpus altilis
Artocarpus integrifolia
Averrhoa bilimbi
Averrhoa carambola
Capsicum annuum
Chrysophyllum caimito
Citrus aurantium
Citrus paradisi
Citrus reticulata
Citrus sinensis
Eugenia uniflora
235 Bactrocera carambolae Segundo Método Frutos Garcinia dulcis
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Mangifera indica
Manilkara zapota
Malpighia puncifolia
Psidium guajava
Spondias lutea
Syzygium aqueum
Syzygium jambos
Syzygium malaccensis
Syzygium samarangense
Terminalia catappa
Ziziphus jujuba
Ziziphus mauritiana
236 Bactrocera spp. Segundo Método Frutos Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Capsicum annuum
Capsicum frutescens
Citrullus lanatus
Citrus limon
Citrus medica
Citrus sinensis
Cucumis melo
Cucumis sativus
Cucurbita pepo
Cucurbita maxima
Cucurbita moschata
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)

237 Bactrocera spp. (exceto B. carambolae) Segundo Método 21 de 1060


Frutos
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Malus domestica
237 Bactrocera spp. (exceto B. carambolae) Segundo Método Frutos Mangifera indica
Phoenix dactylifera
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus cerasus
Prunus persica
Punica granatum
Pyrus communis
Solanum melongena
Syzygium samarangense
Trichosanthes cucumerina
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vigna umbellata
Vitis vinifera
238 Batrachedra amydraula Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
239 Blissus insularis Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Bulbos
240 Brachycerus spp. Segundo Método Allium sativum
241 Brachycerus spp. Segundo Método Sementes Allium sativum
Sementes Phaseolus spp.
242 Bruchidius atrolineatus Segundo Método
Grãos Phaseolus spp.
Sementes Phaseolus spp.
243 Bruchidius incarnatus Segundo Método
Grãos Phaseolus spp.
Cicer arietinum
Glycine max
Lens esculenta = Lens culinaris
Grãos Medicago sativa
Phaseolus vulgaris
Pisum sativum
Vicia faba
244 Bruchidius spp. Segundo Método Cicer arietinum
Glycine max
Lens esculenta = Lens culinaris
Medicago sativa
Sementes
Phaseolus vulgaris
Pisum sativum
Trifolium alexandrinum
Vicia faba
Grãos Pisum sativum
245 Bruchus pisorum Segundo Método Phaseolus spp.
Sementes
Pisum sativum
Lens esculenta = Lens culinaris
Segundo Método Grãos
22 de 1060
246 Bruchus spp.
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Segundo Método Grãos Pisum sativum


Vicia faba
246 Bruchus spp. Lens esculenta = Lens culinaris
Segundo Método Sementes Pisum sativum
Vicia faba
Rubus fruticosus
247 Byturus tomentosus Segundo Método Frutos
Rubus idaeus
Bonsais Acer palmatum
Chrysanthemum spp.
Citrus spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Euphorbia pulcherrima
Euphorbia spp.
Fragaria ananassa
Estacas; Mudas; Plantas Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Malus domestica
Olea europaea
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
248 Cacoecimorpha pronubana Segundo Método
Prunus spp.
Rhododendron simsii
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Chrysanthemum spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Flores de corte Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Rosa spp.
Citrus medica
Citrus sinensis
Citrus spp.
Frutos Fragaria ananassa
Malus spp.
Prunus spp.
Rubus spp.

23 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

249 Cacopsylla pyri Segundo Método Frutos Pyrus communis


Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
250 Callidiellum rufipenne Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Cupressus macrocarpa
251 Carpophilus mutilatus Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
Malus domestica
252 Carposina niponensis (=Carposina sasakii) Segundo Método Frutos Prunus persica
Pyrus communis
Arachis hypogaea
Elaeis guineensis
253 Caryedon serratus Segundo Método Sementes; Sementes Pré-germinadas
Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
Coffea spp.
254 Cephonodes hylas Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Gardenia spp.
Avena sativa
255 Cephus cinctus Segundo Método Mudas; Plantas
Triticum spp.
Avena sativa
256 Cephus pygmaeus Segundo Método Mudas; Plantas
Triticum spp.
Prunus domestica
Prunus persica
257 Ceratitis capitata Segundo Método Frutos Psidium guajava
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Annona cherimola
Capsicum annuum
Capsicum frutescens
Citrus spp.
Cydonia oblonga
258 Ceratitis spp.(exceto C. capitata) Segundo Método Frutos Hylocerus undatus
Malus domestica
Prunus persica
Prunus spp.
Pyrus communis
Vitis vinifera
259 Ceresa alta Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
260 Ceroplastes destructor Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Hibiscus spp.
Prunus armeniaca
Prunus persica
Estacas; Mudas; Plantas Malus spp.
Pyrus spp.
261 Ceroplastes floridensis Segundo Método
Malus spp.
Frutos Prunus persica
Pyrus spp.

24 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Prunus avium
262 Ceroplastes japonicus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus persica
Pyrus communis
Hibiscus spp.
Ligustrum sinense
Bonsais
Litchi chinensis
Pyrus communis
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Hibiscus spp.
Ligustrum sinense
Litchi chinensis
263 Ceroplastes rubens Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Malus domestica
Olea europaea
Pinus spp.
Pyrus communis
Rhododendron simsii
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Flores de corte
Anthurium spp.
Rosa spp.
264 Ceroplastes rusci Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Oryza sativa
Folhas Raphanus sativus
265 Chaetocnema basalis Segundo Método
Saccharum officinarum
Parte aérea de hortaliças Brassica campestris
Salix viminalis
Estacas; Mudas; Plantas
266 Chilecomadia valdiviana Segundo Método Olea europaea
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
267 Chilo partellus Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
268 Chilo supressalis Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Estacas; Mudas; Plantas
Dianthus purpurea
Pyrus communis
269 Choristoneura spp. Segundo Método Rosa spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Flores de corte Dianthus chinensis

25 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
269 Choristoneura spp. Segundo Método COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Flores de corte
Dianthus purpurea
Rosa spp.
Aster spp.
Chrysanthemum spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Estacas; Mudas; Plantas
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Gypsophila spp.
Aster spp.
270 Chromatomyia horticola Segundo Método Chrysanthemum spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Flores de corte
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Gypsophila spp.
Brassica oleracea var. botrytis
Parte aérea de hortaliças Brassica oleracea var. gongylodes
Lactuca sativa
271 Cicadulina mbila Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum conjugatum
272 Clavigralla shadabi Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
273 Clavigralla tomentosicollis Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
274 Conoderus vespertinus Segundo Método Sementes Arachis hypogaea
Malus domestica
275 Conogethes punctiferalis Segundo Método Frutos
Punica granatum
276 Conopomorpha cramerella Segundo Método Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
Fragaria ananassa
Malus spp.
Prunus persica
Pyrus communis
277 Conotrachelus nenuphar Segundo Método Frutos
Pyrus sp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Hordeum vulgare
Secale cereale
278 Contarinia tritici Segundo Método Sementes
Triticum spp.
Triticum aestivum
Frutos Passiflora edulis
279 Copitarsia consueta Segundo Método Bulbos
Allium cepa
280 Copitarsia naenoides Segundo Método Sementes Beta vulgaris

26 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Bulbos Allium cepa


281 Copitarsia turbata Segundo Método
Brassica napus
Grãos
282 Corcyra cephalonica Segundo Método Sorghum bicolor = Sorghum vulgare
sementes Theobroma cacao
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Acer palmatum
Bonsais Malus domestica
Prunus spp.
283 Cossus cossus Segundo Método
Malus domestica
Olea europaea
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Prunus spp.
Vitis vinifera
284 Cryptophlebia ombrodelta Segundo Método Sementes Acacia mangium
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
285 Cryptorhynchus lapathi Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Salix spp.
286 Cydia fabivora Segundo Método Sementes Phaseolus spp.
Cydonia oblonga
Juglans regia
Malus spp.
Prunus armeniaca
287 Cydia pomonella Segundo Método Frutos Prunus domestica
Prunus persica
Prunus persica var. nucipersica
Prunus spp.
Pyrus spp.
Malus domestica
Prunus cerasus
Frutos Prunus domestica
288 Cydia prunivora Segundo Método
Prunus persica
Pyrus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Rosa spp.
Malus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Prunus spp.
Pyrus spp.
Castanea sativa
Malus spp.
289 Cydia spp. (exceto C. molesta; C. araucariae) Segundo Método Frutos Prunus persica
Prunus spp.
Pyrus spp.
Pinus spp.
Sementes
Pisum sativum
Vagens frescas Phaseolus vulgaris
290 Dactylopius opuntiae Segundo Método Parte aérea Opuntia sp.

27 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

291 Dacus spp. Segundo Método Frutos Prunus persica


Fuchsia spp.
Impatiens spp.
292 Deilephila elpenor Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Rosa spp.
Allium cepa Vitis vinifera
Bulbos
293 Delia antiqua Segundo Método
Allium sativum
Bulbos
294 Delia platura Segundo Método Allium sativum
Bulbos
295 Delia spp. (exceto D. platura) Segundo Método Gladiolus spp.
296 Dendroctonus spp. Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
297 Dexicrates robustus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
Cucumis melo
298 Diabrotica balteata Segundo Método Frutos Cucumis sativus
Cucurbita pepo
Frutos Cucurbita pepo
299 Diabrotica barberi Segundo Método
Plantas Zea mays
300 Diabrotica undecimpunctata howardi Segundo Método Vagens frescas Phaseolus vulgaris
301 Diabrotica virgifera virgifera Segundo Método Plantas Zea mays
302 Dialeurodes citri Segundo Método Folhagens de corte Myrtus communis
Citrus spp.
303 Diaphania indica Segundo Método Frutos Cucurbita spp.
Solanum melongena
Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
304 Diaspidiotus ostreaeformis Segundo Método
Frutos Pyrus communis
305 Diaspidiotus pyri Segundo Método Frutos Pyrus communis
306 Dichromothrips corbetti Segundo Método mudas Phalaenopsis spp.
Mudas; Plantas Cocos nucifera
307 Diocalandra taitense Segundo Método
Tubérculos Dioscorea spp.
308 Diuraphis noxia Segundo Método Plantas Triticum aestivum
Salix viminalis
Estacas; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
309 Drepanothrips reuteri Segundo Método
Frutos Vitis vinifera
Bonsais Acer palmatum
310 Dysaphis pyri Segundo Método Frutos Pyrus communis
311 Dysdercus superstitiosus Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
312 Dyspessa ulula Segundo Método Sementes Allium sativum
Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
313 Earias biplaga Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Hibiscus rosa-sinensis
314 Eldana saccharina Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
315 Epicaerus cognatus Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
316 Epichoristodes acerbella Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
317 Epiphyas postvittana Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Arecaceae
318 Erionota thrax Segundo Método Mudas; Plantas
28 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

318 Erionota thrax Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.


Saccharum officinarum
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Citrus spp.
Ficus carica
Frutos
Malus domestica
Prunus armeniaca
Vitis vinifera
319 Eudocima fullonia (=Othreis fullona) Segundo Método
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Citrus spp.
Ficus carica
Estacas; Mudas; Plantas
Malus domestica
Prunus armeniaca
Vitis vinifera
320 Eulecanium tilliae Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
321 Eupoecilla ambiguella Segundo Método Frutos Vitis vinifera
Hordeum vulgare
322 Eurygaster integriceps Segundo Método Plantas
Triticum aestivum
323 Eutyrhinus meditabundus Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
324 Euzophera bigella Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
325 Fiorinia nephelii Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
Chrysanthemum spp.
Flores de corte Gypsophila spp.
Rosa spp.
326 Frankliniella bispinosa Segundo Método Chrysanthemum spp.
Fragaria spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Gypsophila spp.
Rosa spp.
Flores de corte Paeonia spp.
Capsicum annuum
Frutos Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
327 Frankliniella cestrum Segundo Método
Paeonia spp.
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Dendrobium spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Flores de corte
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Capsicum annuum
Frutos
29 de 1060
328 Frankliniella intonsa Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Frutos
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
328 Frankliniella intonsa Segundo Método Dendrobium spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Estacas; Mudas; Plantas Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Fragaria spp.
Phalaenopsis spp.
Prunus persica
329 Gortyna xanthenes Segundo Método Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
330 Gryllotalpa gryllotalpa Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
331 Haptoncus luteolus Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
332 Helopeltis antonii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Theobroma cacao
333 Helopeltis bradyi Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
334 Helopeltis schoutedeni Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Malus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus spp.
335 Hemiberlesia lataniae Segundo Método Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Frutos Malus spp.
Pyrus spp.
336 Heterobostrychus aequalis Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Bulbos
Zantedeschia spp.
337 Hippotion celerio Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Impatiens spp.
338 Holotrichia serrata Segundo Método Toletes (pedaços de colmo); Plantas Saccharum officinarum
Begonia elatior
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum spp.
Citrus spp.
Dianthus caryophyllus
Dianthus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Hibiscus rosa-sinensis
Mangifera indica
339 Homalodisca coagulata Segundo Método
Nephrolepsis spp.
Olea europaea
Philodendron spp.
Rosa spp.
Vitis vinifera
Chrysanthemum spp.
Flores de corte Leucadendron spp.

30 de 1060
339 Homalodisca coagulata Segundo Método

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO


SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Flores de corte
Rosa spp.
Folhagens de corte Myrtus communis
340 Homoecerus pallens Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
341 Hoplocampa brevis Segundo Método Frutos Pyrus communis
342 Hylesinus oleiperda Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
343 Hylobius abietis Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
344 Hylobius pales Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
345 Hylotrupes bajulus Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Ilex crenata
Podocarpus macrophyllus
Punica granatum
Bonsais
Pyracantha angustifolia
Serissa foetida
Zelkova serrata
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum indicum
Chrysanthemum morifolium
Coleus blumei
Cupressus thyoides
Dahlia spp.
Fuchsia hybrida
Hydrangea macrophylla
Malus domestica
346 Hyphantria cunea Segundo Método Olea europaea
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia hybrida
Plectranthus scutellarioides
Portulaca grandiflora
Prunus avium
Prunus domestica
Pyrus communis
Rhododendron simsii
Rosa spp.
Saintpaulia ionantha
Vitis vinifera

31 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Chrysanthemum morifolium
Flores de corte Chrysanthemum indicum
Rosa spp.
Apium graveolens
Parte aérea de hortaliças
Asparagus officinalis
Bonsais Punica granatum
347 Icerya aegyptiaca Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Citrus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Dracaena spp.
348 Icerya seychellarum Segundo Método
Frutos Vitis vinifera
Sementes; sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis
349 Ichneumenoptera chrysophanes Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
350 Ips spp. Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
351 Keiferia licoperisicella Segundo Método frutos Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Lathyrus odoratus
Phaseolus spp.
352 Lampides boeticus Segundo Método Vagens frescas Pisum sativum
Vicia faba
Vicia sativa
Avena sativa
Hordeum vulgare
Oryza sativa
Grãos
Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
Avena sativa
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
353 Latheticus oryzae Segundo Método
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Sementes
Brassica oleracea var. italica
Hordeum vulgare
Oryza sativa
Raphanus sativus
Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
354 Lasioderma serricorne Segundo Método Folhas secas Nicotiana tabacum
355 Lecanoideus floccissimus Segundo Método Frutos Musa acuminata
Phalaenopsis spp.
356 Lepidosaphes chinensis Segundo Método Mudas; Plantas
Orchidaceae

32 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Frutos Solanum melongena


Brassica oleracea
357 Leptinotarsa decemlineata Segundo Método Parte aérea de hortaliças Lactuca sativa
Spinacia oleracea
Tubérculos Solanum tuberosum
358 Leptocoris rufomarginata Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
359 Leptocoris tagalica Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
360 Leucinodes orbonalis Segundo Método Frutos Solanum melongena
361 Leucoptera meyricki Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Coffea arabica
362 Limonius californicus Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Citrus spp.
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
363 Limothrips cerealium Segundo Método Vitis vinifera
Parte aérea de hortaliças Brassica oleracea var. capitata
364 Limothrips denticornis Segundo Método Parte aérea de hortaliças Brassica oleracea var. capitata
Gypsophila spp.
Flores de corte
Gerbera jamesonii
Parte aérea de hortaliças Apium graveolens
365 Liriomyza bryoniae Segundo Método Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Gypsophila spp.
Petunia spp.
Grãos Oryza sativa
366 Lissorhoptrus oryzophilus Segundo Método
Sementes Oryza sativa
Bonsais Punica granatum
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Frutos Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
367 Lobesia botrana Segundo Método
Dianthus spp.
Olea europaea
Estacas; Mudas; Plantas
Punica granatum
Rosa spp.
Vitis vinifera
Arachis hypogaea
Grãos Avena sativa
Oryza sativa
368 Lophocateres pusillus Segundo Método
Arachis hypogaea
Sementes Avena sativa
Oryza sativa
Bonsais Acer palmatum
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Hibiscus rosa-sinensis
Litchi chinensis

33 de 1060
369 Lymantria dispar Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Malus domestica
369 Lymantria dispar Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Rosa spp.
Salix spp.
Vaccinium corymbosum
Flores de corte Rosa spp.
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Acer palmatum
Bonsais Malus domestica
Pyrus communis
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
370 Lymantria monacha Segundo Método Malus domestica
Pinus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Pyrus communis
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Pinus spp.
Prunus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
371 Malacosoma spp. Segundo Método Rhododendron spp.
Rosa spp.
Flores de corte Rosa spp.
Hordeum vulgare
Secale cereale
Grãos
Triticum spp.
Triticum aestivum
372 Mayetiola destructor Segundo Método
Hordeum vulgare
Secale cereale
Sementes
Triticum spp.
Triticum aestivum
Frutos Pistacia vera
373 Megastigmus spp. Segundo Método Pinus spp.
Sementes
Pistacia vera
374 Melanotus communis Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
375 Melolontha melolontha Segundo Método Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
376 Mercetaspis halli Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Dahlia spp.
Hibiscus spp.
Malus domestica
377 Metcalfa pruinosa Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Olea europaea
Pyrus communis
Vitis vinifera
Oryza sativa
378 Mocis repanda Segundo Método Plantas
Zea mays

34 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Monochamus spp. Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
379
Monolepta australis Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
Cynodon dactylon
Mudas; Plantas
Gramas, Arecaceas
380 Myndus crudus Segundo Método
Substrato e meio de crescimento
Substrato
que acompanham plantas
Mythimna loreyi Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
381
Mythimna separata Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Flores de corte Heliconia spp.
Heliconia spp.
Folhagens de corte
382 Nacoleia octasema Segundo Método Musa spp.
Heliconia spp.
Mudas; Plantas
Musa spp.
Estacas; Mudas; Plantas Salix viminalis
383 Nematus desantisi Segundo Método Vaccinium corymbosum
Frutos
Vaccinium spp.
Pinus spp.
Embalagens de madeira; Madeiras
384 Neodiprion spp. Segundo Método Todas as espécies que produzem madeira
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
Bonsais Punica granatum
385 Nipaecoccus viridis Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
386 Odoiporus longicollis Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
387 Oiketicus platensis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus taeda
388 Ootheca bennigseni Segundo Método Vagens frescas Phaseolus vulgaris
389 Ootheca mutabilis Segundo Método Vagens frescas Phaseolus vulgaris
Phaseolus vulgaris
390 Ophiomyia phaseoli Segundo Método Folhas e caules
Vigna unguiculata
Frutos Musa spp.
391 Opogona sacchari Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
Rizomas Musa spp.
392 Opsiphanes tamarindi Segundo Método frutos Musa acuminata
393 Orgya postica Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
394 Orseolia oryzae Segundo Método Mudas; Plantas Oryza sativa
395 Orseolia oryzivora Segundo Método Mudas; Plantas Oryza sativa
396 Orthorrhinus klugii Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
Chrysanthemum spp.
Livistona chinensis
Musa spp.
397 Oryctes rhinoceros Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Pandanus spp.
Phoenix roebelinii
Roystonea regia
398 Osphilia tenuipes Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Kalanchoe blossfeldiana

35 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Frutos com haste


399 Ostrinia furnacalis Segundo Método Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
(tomate fresco com haste)
Frutos Capsicum annuum
400 Ostrinia nubilalis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Chrysanthemum spp.
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Chrysanthemum spp.
Fragaria ananassa
Malus domestica
401 Otiorhynchus cribricollis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Olea europaea
Prunus persica
Vitis vinifera
402 Otiorhynchus ligustici Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Fragaria ananassa
Rhododendron simsii
403 Otiorhynchus ovatus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
404 Otiorhynchus rugosostriatus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Bonsais Cotoneaster horizontalis
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum spp.
Cyclamen persicum
Fragaria ananassa
Fuchsia spp.
Gerbera jamesonii
405 Otiorhynchus sulcatus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Gerbera spp.
Impatiens spp.
Kalanchoe blossfeldiana
Rhododendron simsii
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Frutos Vitis vinifera
406 Palleucotthrips musae Segundo Método Frutos Musa spp.
Avena sativa
Hordeum vulgare
Oryza sativa
Grãos
Triticum spp.
Triticum aestivum
407 Palorus ratzeburgi Segundo Método
36 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Grãos REVISÃO: 01

407 Palorus ratzeburgi Segundo Método Zea mays


Avena sativa
Hordeum vulgare
Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
408 Parabemisia myricae Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
409 Paranthrene tabaniformis Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
Coffea spp.
410 Parasa lepida Segundo Método Litchi chinensis
Estacas; Mudas; Plantas
Mangifera indica
Pyrus pyrifolia
Malus domestica
Malus spp.
Olea europaea
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus domestica
Prunus persica
411 Parlatoria oleae Segundo Método
Rosa spp.
Flores de corte Rosa spp.
Malus spp.
Frutos Prunus domestica
Prunus persica
Phalaenopsis spp.
412 Parlatoria pseudaspidiotus Segundo Método Mudas; Plantas
Orchidaceae
Gossypium hirsutum
413 Pectinophora scutigera Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Hibiscus spp.
414 Pediasia trisecta Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
415 Peribatodes rhomboidaria Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
416 Perkinsiella saccharicida Segundo Método toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Citrus medica
417 Pezothrips kellyanus Segundo Método Frutos
Citrus sinensis
Fragaria ananassa
418 Philaenus spumarius Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
419 Phonapate frontalis Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
420 Piezodorus lituratus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
421 Planchonia stentae Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Kalanchoe blossfeldiana
Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
422 Planococcoides njalensis Segundo Método
Castanhas Anacardium occidentale
Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
Bonsais Punica granatum
423 Planococcus lilacinus Segundo Método
Punica granatum
Estacas; Mudas; Plantas
Vitis vinifera

37 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Aster spp.
Chrysanthemum morifolium
Cyclamen persicum
Dianthus caryophyllus
Estacas; Mudas; Plantas
Fuchsia spp.
Pinus spp.
Rosa spp.
Vitis vinifera
424 Platynota stultana Segundo Método
Chrysanthemum morifolium
Flores de corte Dianthus caryophyllus
Rosa spp.
Capsicum annuum
Capsicum spp.
Frutos
Malus spp.
Rubus idaeus
Parte aérea de hortaliças Apium graveolens
425 Plocaederus ferrugineus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Anacardium occidentale
426 Pollinia pollini Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
Estacas; Mudas; Plantas Rosa spp.
427 Popillia japonica Segundo Método
Flores de corte Rosa spp.
Citrus medica
428 Prays citri Segundo Método Frutos
Citrus sinensis
429 Premnotrypes spp. Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Capsicum annuum
430 Prodiplosis longifila Segundo Método Frutos Capsicum chinensis
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Citrus sinensis
431 Proeulia auraria Segundo Método Frutos Citrus lemon
Citrus reticulata
Citrus sinensis
432 Proeulia chrysopteris Segundo Método Frutos Citrus lemon
Citrus reticulata
433 Prosapia bicincta Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Arachis hypogaea
Avena sativa
Sorghum spp.
Grãos
Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
434 Prostephanus truncatus Segundo Método
Arachis hypogaea
38 de 1060

Sementes
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
434 Prostephanus truncatus Segundo Método
Phaseolus spp.
Sorghum spp.
Sementes
Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Citrus medica
Citrus sinensis
Citrus lemon
Frutos Citrus reticulata
435 Pseudococcus calceolariae Segundo Método Persea americana
Rubus fruticosus
Rubus idaeus
Vitis vinifera
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
436 Pseudotheraptus devastans Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
Rabdophaga saliciperda
437 Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Salix spp.
(=Helicomyia saliciperda)
Rizomas Caladium spp.
438 Rastrococcus invadens Segundo Método
Frutos Mangifera indica
Mudas, Plantas Arecaceae
439 Rhabdoscelus obscurus Segundo Método
Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Malus domestica
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus cerasus
440 Rhagoletis pomonella Segundo Método Frutos Prunus domestica
Prunus persica
Pyrus communis
Pyrus spp.
Vaccinium corymbosum
Malus domestica
Malus spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus cerasus
441 Rhagoletis spp. Segundo Método Frutos
Prunus domestica
Prunus persica
Pyrus communis
Pyrus spp.
Vaccinium corymbosum
442 Rhizotrogus majalis Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum

39 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

443 Rhyacionia buoliana Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus taeda
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as especies que produzem madeira
444 Rhyacionia spp. Segundo Método Pinus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Pinus taeda
Folhagens de corte Phoenix dactylifera
445 Rhynchophorus ferrugineus Segundo Método Phoenix canariensis
Mudas; Plantas
Phoenix roebelinii
446 Rhyparida caeruleipennis Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
447 Rhyparida clypeata Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
448 Rhyparida discopunctulata Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
449 Riptortus dentipes Segundo Método Castanhas Anacardium occidentale
450 Saperda spp. Segundo Método Mudas; Plantas Malus domestica
451 Saperda carcharias Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
452 Saperda populnea Segundo Método embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
453 Scaphoideus titanus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
454 Schistocerca gregaria Segundo Método Folhagens de corte Phoenix dactylifera
455 Scirpophaga incertulas Segundo Método plantas Oryza sativa
Kalanchoe blossfeldiana
456 Scirtothrips aurantii Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
Estacas; Mudas; Plantas Rosa spp.
457 Scirtothrips citri Segundo Método
Flores de corte Rosa spp.
Ilex crenata
Ligustrum sinense
Bonsais Podocarpus macrophyllus
Punica granatum
Pyracantha angustifolia
Bulbos
Allium sativum
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum morifolium
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Cuphea hyssopifolia
Cuphea spp.
Dahlia spp.
Euphorbia pulcherrima
Ficus elastica
Fragaria ananassa
Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
458 Scirtothrips dorsalis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
40 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

458 Scirtothrips dorsalis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Hydrangea macrophylla
Hydrangea spp.
Impatiens spp.
Mangifera indica
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia hybrida
Plectranthus scutellarioides
Punica granatum
Pyrus communis
Rhododendron simsii
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Eustoma grandiflorum
Flores de corte
Rosa spp.
Capsicum annuum
Frutos Capsicum frutescens
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
parte aérea de hortaliças Asparagus officinalis
Citrus sinensis
459 Scirtothrips inermis Segundo Método Frutos Citrus lemon
Citrus reticulata
Estacas; Mudas; Plantas Mangifera indica
460 Scirtothrips mangiferae Segundo Método
Frutos Mangifera indica
461 Selenaspidus articulatus Segundo Método Frutos Citrus spp.
462 Sparganothis pilleriana Segundo Método Frutos Vitis vinifera
463 Spilonota ocellana Segundo Método Frutos Pyrus communis
464 Sesamia inferens Segundo Método Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum
Myroxylon balsamicum
Anacardium occidentale
Manihot esculenta
465 Sinoxylon conigerum Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Mangifera indica
Switenia macrophyla
Hevea brasiliensis
Tectona grandis
466 Sinoxylon spp.(exceto S. conigerum) Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
467 Sinoxylon perforans Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
468 Sinoxylon sexdentatum Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Bonsais Punica granatum
469 Siphoninus phillyreae Segundo Método
41 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

469 Siphoninus phillyreae Segundo Método Punica granatum


Estacas; Mudas; Plantas
Olea europaea
470 Sirex noctilio Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Pinus spp.
Triticum aestivum
Grãos
Triticum spp.
471 Sitodiplosis mosellana Segundo Método
Triticum spp.
Sementes
Triticum aestivum
472 Sparganothis pilleriana Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
473 Sphenophorus venatus Segundo Método Capsicum annuum
Sementes
Capsicum frutescens
Spodoptera albula
474 Segundo Método Mudas; Plantas Arachis hypogaea
(registro de ocorrência no Brasil)
Phalaenopsis spp.
475 Spodoptera exigua Segundo Método Mudas; Plantas
Orchidaceae
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
Chrysanthemum spp.
Cupressus spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Fragaria ananassa
Estacas; Mudas; Plantas Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Gypsophila spp.
Lisianthus spp.
Phoenix dactylifera
Punica granatum
Rosa spp.
476 Spodoptera littoralis Segundo Método Verbena spp.
Vitis vinifera
Chrysanthemum spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Flores de corte
Dianthus purpurea
Gypsophila spp.
Lisianthus spp.
Rosa spp.
Folhagens de corte Phoenix dactylifera
Frutos Solanum melongena
Apium graveolens
Parte aérea de hortaliças
42 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Parte aérea de hortaliças Asparagus officinalis


Ocimum basilicum
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Phalaenopsis spp.
477 Spodoptera litura Segundo Método Mudas; Plantas
Allium cepa Orchidaceae
Bulbos
Lens esculenta = Lens culinaris
478 Stegobium paniceum Segundo Método Grãos
Lens esculenta = Lens culinaris
Sementes
479 Sternochetus mangiferae Segundo Método Frutos Mangifera indica
480 Systole albipennis Segundo Método Sementes Daucus carota
481 Tetropium fuscum Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Flores de corte Rosa spp.
Capsicum annuum
Capsicum chinensis
Capsicum spp.
Citrus spp.
482 Thaumatotibia leucotreta (Cryptophlebia leucotreta) Segundo Método
Frutos Gossypium hirsutum
Persea americana
Prunus spp.
Punica granatum
Vitis vinifera
483 Thaumetopoea pityocampa Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
484 Thorictodes heydeni Segundo Método Grãos Oryza sativa
485 Thrips hawaiiensis Segundo Método mudas Orchidaceae
486 Thrips hawaiiensis Segundo Método mudas Phalaenopsis spp.
Mangifera indica

Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera

Chrysanthemum spp.

487 Thrips palmi Segundo Método Capsicum annuum

Frutos Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)

Mangifera indica

Tubérculos Solanum tuberosum


488 Tipula paludosa Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
489 Tomicus piniperda Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
490 Toxotrypana curvicauda Segundo Método Frutos Carica papaya
491 Tremex spp. Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira

43 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Embalagens Embalagens para acondicionamento de produtos vegetais


Farinhas Todas as espécies vegetais
Frutos secos Todas as espécies vegetais
492 Trogoderma glabrum Segundo Método
Grãos Todas as espécies vegetais
Produtos armazenados Todas as espécies vegetais
Sementes Lolium multiflorum
castanhas Anacardium occidentale

Embalagens Embalagens para acondicionamento de produtos vegetais

Farinhas Todas as espécies vegetais

fibra debulhada Gossipium hirsutum


Folhas secas Nicotiana tabacum
Frutos secos Todas as espécies vegetais

Apium graveolens

Grãos Pisum sativum

Todas as espécies vegetais


493 Trogoderma granarium Segundo Método
Produtos armazenados Todas as espécies vegetais

Apium graveolens

Gossypium barbadense

Gossypium hirsutum

Sementes Gossypium hirsutum x Gossypium barbadense

Helianthus annuus

Oryza sativa

Pisum sativum
Embalagens Embalagens para acondicionamento de produtos vegetais
Farinhas Todas as espécies vegetais
Folhas secas Nicotiana tabacum
Frutos secos Todas as espécies vegetais
44 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Avena sativa
Hordeum vulgare
Todas as espécies vegetais
Grãos
Triticum aestivum
Vicia faba
Zea mays
Produtos armazenados Todas as espécies vegetais
494 Trogoderma spp. Segundo Método Avena sativa
Gossypium barbadense
Gossypium hirsutum
Gossypium hirsutum x Gossypium barbadense
Helianthus annuus
Hordeum vulgare
Sementes
Lolium multiflorum
Oryza sativa
Triticum aestivum
Trifolium alexandrinum
Vicia faba
Zea mays
495 Trogoderma variabile Segundo Método Grãos Zea mays
496 Trogoderma versicolor Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
497 Targionia vitis Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Citrus limon
Citrus medica
498 Unaspis yanonensis Segundo Método Frutos
Citrus paradisi
Citrus sinensis
499 Vesperus luridus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
500 Vesperus xatarti Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
501 Vitacea polistiformis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera
502 Xestia c-nigrum Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
503 Xyleborus dispar Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
504 Xylopertha retusa Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
505 Xylosandrus compactus Segundo Método Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
Bonsais Punica granatum
Olea europaea
506 Zeuzera pyrina Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Punica granatum
Pyrus communis
Grãos Lolium multiflorum
507 Anguina agrostis Segundo Método
Sementes Lolium multiflorum
508 Anguina pacificae Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Avena sativa
Grãos Triticum aestivum
509 Anguina tritici Segundo Método 45 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Grãos
Triticum spp.
509 Anguina tritici Segundo Método
Avena sativa
Sementes Triticum aestivum
Triticum spp.
Bulbos
Allium sativum
Farelo Oryza sativa
510 Aphelenchoides besseyi Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Allium cepa
Sementes
Oryza sativa
Bulbos
Segundo Método Lilium spp.
Elaeis guineensis
511 Aphelenchoides blastophthorus Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Segundo Método
Elaeis oleifera
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
512 Aphelenchoides fragariae Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Elaeis guineensis
513 Aphelenchoides spicomucronatus Segundo Método Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
Chrysanthemum spp.
Cynodon dactylon
Fragaria ananassa
Gerbera jamesonii
Estacas; Mudas; Plantas
Gerbera spp.
514 Belonolaimus longicaudatus Segundo Método Paspalum vaginatum
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Capsicum annuum
Sementes
Capsicum frutescens
Tubérculos Solanum tuberosum
515 Bursaphelenchus mucronatus Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
516 Bursaphelenchus xylophilus Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Pinus spp.
517 Criconema mutabile Segundo Método Estacas; Alporques; Mudas; Plantas Litchi chinensis
518 Ditylenchus africanus Segundo Método Sementes Arachis hypogaea
Grãos Oryza sativa
519 Ditylenchus angustus Segundo Método
Sementes Oryza sativa
Allium sativum
Dahlia spp.
Gladiolus spp.
Lilium spp.
Hyacinthus spp.
Bulbos
Tigridia pavonia
Tulipa fosterana

46 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Bulbos REVISÃO: 01

Tulipa gesneriana
Tulipa spp.
Zantedeschia aethiopica
Zantedeschia spp.
Begonia elatior
520 Ditylenchus destructor Segundo Método Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Dahlia spp.
Fragaria ananassa
Hydrangea acuminata
Hydrangea altissima
Hydrangea anomala
Rizomas Calathea spp.
Allium sativum
Sementes
Arachis hypogaea
Tubérculos Solanum tuberosum
Allium sativum
Gladiolus spp.
Hyacinthus spp.
Lilium spp.
Narcissus spp.
Bulbos
Ornithogalum spp.
Tulipa fosterana
Tulipa gesneriana
Tulipa spp.
Zantedeschia aethiopica
Zantedeschia spp.
Fardos Medicago sativa
Dianthus barbatus
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Estacas; Mudas; Plantas Dianthus purpurea
Fragaria ananassa
Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Gypsophila spp.

47 de 1060
Estacas;
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, Mudas; Plantas
PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Hibiscus spp.
Hydrangea macrophylla
Philodendron spp.
Rhododendron simsii
Allium cepa
Allium fistulosum
Allium porrum
Allium sativum
Apium graveolens
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Ditylenchus dipsaci Begonia tuberhybrida
521 Segundo Método
(todas as raças, exceto as do alho) Begonia x hiemalis
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica napus
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Calceolaria spp.
Campanula spp.
Capsicum annuum
Cheiranthus cheiri
Sementes
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Gypsophila spp.
Helianthus annuus
Heuchera spp.
Lolium multiflorum
Lotus corniculatus
Lysimachia congestiflora
Medicago sativa
Monarda
Nicotiana tabacum
Ornithogalum spp.
Penstemon spp.
Phaseolus vulgaris
Pisum sativum

48 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Primula spp.
Raphanus sativus
Sorghum spp.
Trifolium spp.
Trifolium alexandrinum
Vicia spp.
Zea mays
Tubérculos Solanum tuberosum
522 Ditylenchus emus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
523 Ditylenchus equalis Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Elaeis guineensis
524 Ditylenchus fotedari Segundo Método Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
Rosa spp.
Estacas; Mudas; Plantas
525 Globodera pallida Segundo Método Fragaria spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
Bulbos
Lilium spp.
Fragaria spp.
Prunus cerasus
526 Globodera rostochiensis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Rhododendron indicum
Rosa spp.
Salvia spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
Triticum spp.
Sementes
Triticum aestivum
527 Heterodera avenae Segundo Método
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
Phaseolus vulgaris
528 Heterodera cajani Segundo Método Sementes
Pisum sativum
529 Heterodera ciceri Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Dianthus caryophyllus
Glycine max
530 Heterodera goettingiana Segundo Método Sementes
Pisum sativum
531 Heterodera mediterranea Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
532 Heterodera oryzae Segundo Método Sementes Oryza sativa
533 Heterodera oryzicola Segundo Método Sementes Oryza sativa
534 Heterodera punctata Segundo Método Sementes Zea mays
Cynodon dactylon
Oryza sativa
535 Heterodera sacchari Segundo Método Mudas; Plantas
Paspalum conjugatum
Saccharum officinarum
536 Heterodera schachtii Segundo Método Sementes Beta vulgaris var. conditiva
Bulbos
Lilium spp.
537 Heterodera trifolii Segundo Método
Estacas; Mudas; Plantas Dianthus spp.

49 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Avena sativa
Oryza sativa
538 Heterodera zeae Segundo Método Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
539 Longidorus attenuatus Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Vitis vinifera
560 Longidorus elongatus Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Fragaria ananassa
Dahlia spp.
Estacas; Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
561 Meloidogyne chitwoodi Segundo Método
Vitis vinifera
Tubérculos Solanum tuberosum
Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Substrato e meio de crescimento
562 Meloidogyne fallax Segundo Método Substrato
que acompanham plantas
Tubérculos Solanum tuberosum
Raiz Beta vulgaris
Cucurbita pepo
563 Nacobbus aberrans Segundo Método Sementes
Tubérculos Solanum tuberosum
Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
564 Nacobbus dorsalis Segundo Método
Tubérculos Solanum tuberosum
Malus spp.
Musa spp.
Estacas; Mudas; Plantas
565 Pratylenchus coffeae Segundo Método Pyrus spp.
Vitis vinifera
Rizomas Musa spp.
Dahlia spp.
Narcissus spp.
Bulbos Lilium spp.
Tulipa gesneriana
Tulipa fosterana
Tulipa spp.
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Aster spp.
Astilbe spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum coccineum
566 Pratylenchus crenatus Segundo Método Chrysanthemum leucanthemum
Estacas; Mudas; Plantas
50 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

566 Pratylenchus crenatus Segundo Método


Estacas; Mudas; Plantas Chrysanthemum maximum
Dahlia spp.
Fragaria spp.
Fuchsia spp.
Hydrangea spp.
Olea europaea
Petunia spp.
Pinus spp.
Prunus spp.
Pyrus communis
Rhododendron spp.
Rosa spp.
Anthurium andreanum
Rizomas Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
Chrysanthemum spp.
567 Pratylenchus fallax Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Malus domestica
Rosa spp.
Heliconia spp.
Mudas; Plantas
Musa spp.
568 Pratylenchus goodeyi Segundo Método
Heliconia spp.
Rizomas
Musa spp.
Bulbos Amaryllis spp.
Dahlia spp.
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Chrysanthemum spp.
Dahlia spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Fragaria ananassa
569 Pratylenchus scribneri Segundo Método
Malus spp.
Prunus persica
Rosa spp.
Vitis vinifera
Anthurium andreanum
Rizomas Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
Bulbos
Lilium spp.
Fragaria ananassa
Helichrysum bracteatum
Hydrangea spp.
Estacas; Mudas; Plantas
51 de 1060
570 Pratylenchus thornei Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Olea europaea
Estacas; Mudas; Plantas
570 Pratylenchus thornei Segundo Método Philodendron spp.
Prunus spp.
Rosa spp.
Vitis vinifera
Sementes Arachis hypogaea
Tubérculos Solanum tuberosum
Actinidia chinensis = Actinidia deliciosa
571 Pratylenchus vulnus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Prunus avium
572 Punctodera chalcoensis Segundo Método Sementes Zea mays
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Estacas; Mudas; Plantas Calathea spp.
Musa spp.
Philodendron spp.
573 Radopholus citrophilus Segundo Método
Strelitzia spp.
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Rizomas Anthurium spp.
Musa spp.
Strelitzia spp.
Ananas comosus
Estacas; Mudas; Plantas
574 Rhadopholus similis Segundo Método Pyrus spp.
Rizomas Musa spp.
575 Rotylenchulus macrodoratus Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Estacas; Mudas; Plantas Olea europaea
576 Rotylenchulus parvus Segundo Método
Sementes Arachis hypogaea
Bulbos
Allium sativum
Malus spp.
Mangifera indica
Musa spp.
Prunus armeniaca
Estacas; Mudas; Plantas
577 Rotylenchulus reniformis Segundo Método Prunus domestica
Prunus persica
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Rizomas Musa spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
578 Subanguina radicicola Segundo Método Mudas; Plantas Gramas
579 Trichodorus viruliferus Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
580 Tylenchulus semipenetrans Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera

52 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Bulbos
Lilium spp.
Chrysanthemum spp.
Fragaria ananassa
581 Xiphinema diversicaudatum Segundo Método
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Pyrus communis
Rosa spp.
Vitis vinifera
Prunus spp.
582 Xiphinema italiae Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
Fragaria ananassa
Vaccinium corymbosum
583 Xiphinema rivesi Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
584 Xiphinema vuittenezi Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
585 Zygotylenchus guevarai Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
586 Acroptilon repens (Rhaponticum repens) Segundo Método Beta vulgaris
Sementes Daucus carota
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
587 Alopecurus myosuroides Segundo Método
Sementes Pennisetum glaucum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Zea mays
Impatiens spp.
588 Amaranthus albus Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Cucumis melo
590 Amaranthus blitoides Segundo Método Daucus carota
Sementes
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Impatiens spp.
591 Amaranthus graecizans Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
592 Anagalis arvensis Segundo Método Sementes Brassica napus
Grãos Triticum aestivum
Lolium multiflorum
593 Apera spica-venti Segundo Método
Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum

53 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

594 Arceuthobium spp. Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
Brassica napus
595 Arctotheca calendula Segundo Método Sementes
Daucus carota
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Lolium multiflorum
Pennisetum glaucum
596 Asphodelus tenuifolius Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Zea mays
Oryza sativa
597 Brachiaria paspaloides (Urochloa glumaris) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Trifolium alexandrinum
598 Brassica tournefortii Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Lolium multiflorum
599 Bromus rigidus (Bromus diandrus var. rigidus) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Daucus carota
600 Cardaria draba (Lepidium draba L.) Segundo Método Impatiens spp.
Sementes
Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Impatiens spp.
601 Carduus acanthoides Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
602 Carduus pycnocephalus Segundo Método Sementes Daucus carota
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
603 Centaurea diffusa Segundo Método Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sementes
Triticum aestivum
Lolium multiflorum
604 Chondrilla juncea Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica napus
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Cucurbita pepo
605 Cirsium arvense Segundo Método
Sementes
54 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

605 Cirsium arvense Segundo Método Daucus carota


Sementes
Helianthus annuus
Impatiens spp.
Lotus corniculatus
Medicago sativa
Medicago sativa
Phaseolus vulgaris
Raphanus sativus
Sorghum spp.
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Trifolium spp.
Triticum aestivum
Oryza sativa
606 Cleome viscosa (Arivela viscosa) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
607 Corchorus aestuans Segundo Método Sementes Stylosanthes guyanensis
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
608 Crassocephalum crepidioides Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
609 Cuscuta australis Segundo Método Sementes
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
610 Cuscuta campestris Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Impatiens spp.
Raphanus sativus
Trifolium alexandrinum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
611 Cuscuta europaea Segundo Método sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes

55 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Beta vulgaris
Daucus carota
612 Cuscuta epithymum Segundo Método Sementes
Trifolium alexandrinum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
613 Cuscuta reflexa Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
614 Cuscuta spp. Segundo Método Sementes Ricinus communis
Grãos Triticum aestivum
Lolium multiflorum
615 Descurainia sophia Segundo Método
Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Brassica napus
Impatiens spp.
616 Elymus repens (Agropyron repens, Elytrigia repens) Segundo Método Sementes
Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
617 Emex australis Segundo Método Sementes Daucus carota
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
618 Euphorbia esula Segundo Método Sementes
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Lolium multiflorum
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Beta vulgaris var. conditiva
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
619 Euphorbia helioscopia Segundo Método Brassica oleracea var. gongylodes
Sementes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Oryza sativa
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes

56 de 1060
619 Euphorbia helioscopia Segundo Método
Sementes

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO


SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Triticum aestivum
Brassica napus
620 Fumaria bastardii Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Brassica napus
621 Fumaria densiflora Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
622 Fumaria muralis Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
623 Fumaria officinalis Segundo Método Sementes Brassica napus
Grãos Triticum aestivum
624 Galeopsis speciosa Segundo Método Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sementes
Triticum aestivum
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Cucumis melo
Daucus carota
625 Heliotropium europaeum Segundo Método
Sementes Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Oryza sativa
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
626 Hibiscus trionum Segundo Método Brassica oleracea var. gongylodes
Sementes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Impatiens spp.
Oryza sativa
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Lolium multiflorum
627 Hieracium pilosella (Pilosella officinarum) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Brassica napus
628 Hirschfeldia incana Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Hordeum leporinum (Hordeum murinum L. subsp.
629 Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
leporinum)
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala

57 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Brassica oleracea var. botrytis


Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
630 Imperata cylindrica Segundo Método Sementes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Oryza sativa
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
631 Lactuca serriola Segundo Método Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sementes
Triticum aestivum
Oryza sativa
632 Leptochloa chinensis (Dinebra chinensis) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
633 Lindernia antipoda Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
634 Lindernia ciliata Segundo Método Sementes Stylosanthes guyanensis
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
635 Lindernia procumbens Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Brassica napus
636 Lolium rigidum Segundo Método Daucus carota
Sementes
Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Oryza sativa
637 Ludwigia adscendens Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
638 Melochia corchorifolia Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
639 Monochoria vaginalis Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
640 Myagrum perfoliatum Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis

58 de 1060

641 Orobanche spp. Segundo Método


Sementes
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Brassica oleracea var. capitata


Brassica oleracea var. gemmifera
641 Orobanche spp. Segundo Método Brassica oleracea var. gongylodes
Sementes
Brassica oleracea var. italica
Cucumis melo
Daucus carota
Helianthus annuus
Impatiens spp.
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
Daucus carota
642 Phalaris paradoxa Segundo Método Sementes Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Oryza sativa
643 Polygonum barbatum(Persicaria barbata) Segundo Método Sementes
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
644 Polygonum nepalense (Persicaria nepalensis) Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Oryza sativa
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
645 Polygonum scabrum Segundo Método Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sementes
Triticum aestivum
Beta vulgaris
Beta vulgaris var. conditiva
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica napus
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
646 Senecio vulgaris Segundo Método Sementes
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica

59 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
646 Senecio vulgaris Segundo Método Sementes REVISÃO: 01

Cucurbita pepo
Daucus carota
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Raphanus sativus
Algodão em pluma Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Gossypium hirsutum
Grãos Triticum aestivum
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
647 Setaria pumila Segundo Método
Brassica oleracea var. gemmifera
Sementes
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Daucus carota
Impatiens spp.
Raphanus sativus
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sorghum bicolor = Sorghum vulgare
Grãos
Triticum aestivum
648 Setaria viridis (Setaria italica subsp. viridis) Segundo Método Pennisetum glaucum
Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Grãos Triticum aestivum
Lolium multiflorum
649 Sisymbrium loeselii Segundo Método
Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Triticum aestivum
Brassica napus
650 Sisymbrium orientale Segundo Método Sementes Lolium multiflorum
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Grãos Triticum aestivum
651 Solanum rostratum Segundo Método Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Sementes
Triticum aestivum
Grãos Triticum aestivum
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
652 Sonchus arvensis Segundo Método Brassica oleracea var. gongylodes
Sementes
Brassica oleracea var. italica

60 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
652 Sonchus arvensis Segundo Método
Sementes
Impatiens spp.
Lolium multiflorum
Raphanus sativus
Stylosanthes guyanensis
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Amêndoas fermentadas e secas Theobroma cacao
Oryza sativa
Pisum sativum
Grãos
Sorghum spp.
Zea mays
Beta vulgaris
Daucus carota
653 Striga spp. Segundo Método
Nicotiana tabacum
Oryza sativa
Sementes Pisum sativum
Sorghum spp.
Stylosanthes guyanensis
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
Zea mays
654 Taeniatherum caput-medusae Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
655 Thlaspi arvense Segundo Método Sementes Brassica napus
Oryza sativa
656 Trianthema portulacastrum Segundo Método Sementes Stylosanthes guyanensis
Todas as espécies vegetais importadas como sementes
657 Veronica persica Segundo Método Sementes Brassica napus
658 Vulpia ciliata Segundo Método Sementes Todas as espécies vegetais importadas como sementes
659 Apple Chat Fruit Phytoplasma Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Malus domestica
660 Apple Proliferation Phytoplasma Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Malus domestica
Malus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Pyrus spp.
661 Apple rubbery wood phytoplasma Segundo Método
Malus spp.
Plantas in vitro
Pyrus spp.
662 Burkholderia glumae Segundo Método Sementes Oryza sativa
Estacas; Mudas; Plantas Citrus spp.
663 Candidatus liberibacter africanus Segundo Método
Plantas in vitro Citrus spp.
Tubérculos Solanum tuberosum
Apium graveolens
Daucus carota
Capsicum annuum
664 Candidatus liberibacter solanacearum Segundo Método
sementes Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Nicotiana tabacum
Petroselinum crispum
Solanum melongena

61 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Citrus spp.
Fortunella spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Murraya paniculata
665 Candidatus Liberibacter spp. Segundo Método Poncirus spp.
Citrus spp.
Plantas in vitro Fortunella spp.
Poncirus spp.
Lotus corniculatus
666 Clavibacter michiganensis subsp. insidiosus Segundo Método Sementes Medicago sativa
Trifolium spp.
667 Clavibacter michiganensis subsp. nebraskensis Segundo Método Sementes Zea mays
Plantas in vitro Solanum tuberosum
668 Clavibacter michiganensis subsp. sepedonicus Segundo Método
Tubérculos Solanum tuberosum
669 Dickeya sp. Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
Cotoneaster horizontalis
Bonsais Pyracantha angustifolia
Pyracantha spp.
Fragaria ananassa
Malus spp.
Frutos Pyrus communis
Pyrus spp.
Rubus idaeus
Fragaria ananassa
670 Erwinia amylovora Segundo Método
Malus spp.
Estacas; Mudas; Plantas Pyrus communis
Pyrus spp.
Rosa spp.
Fragaria ananassa
Malus spp.
Plantas in vitro Pyrus communis
Pyrus spp.
Rosa spp.
Estacas; Mudas; Plantas Salix spp.
671 Erwinia salicis Segundo Método
Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
672 Grapevine Flavescence Dorée Phytoplasma Segundo Método
Plantas in vitro Vitis vinifera
Vitis vinifera
673 Grapevine yellows phytoplasma Segundo Método Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Fragaria ananassa
Phoenix canariensis
Mudas; Plantas Cocos nucifera
Phoenix dactylifera
Palm lethal yellowing phytoplasma Segundo Método
Phoenix canariensis
Plantas in vitro Cocos nucifera

62 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Palm lethal yellowing phytoplasma Segundo Método REVISÃO: 01

Plantas in vitro
Phoenix dactylifera
Pennisetum glaucum
Pantoea stewartii (Erwinia stewartii) Segundo Método Sementes
Zea mays
Prunus persica
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus salicina
Peach Rosette Phytoplasma Segundo Método
Prunus persica
Plantas in vitro
Prunus salicina
Prunus armeniaca
Estacas; Mudas; Plantas Prunus domestica
Prunus persica
Peach X-disease phytoplasma Segundo Método
Prunus armeniaca
Plantas in vitro Prunus domestica
Prunus persica
Prunus armeniaca
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus persica
Peach Yellows Phytoplasma Segundo Método
Prunus armeniaca
Plantas in vitro
Prunus persica
Estacas; Mudas; Plantas Pyrus communis
Pear Decline Phytoplasma Segundo Método
Plantas in vitro Pyrus communis
Pectobacterium cypripedii Orchidaceae
Mudas
Segundo Método Phalaenopsis spp.
Bulbos Hippeastrum spp.
Hyacinthus spp.
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
Cyclamen persicum
Estacas; Mudas; Plantas
Dianthus caryophyllus
Cyclamen persicum
Plantas in vitro
Dianthus caryophyllus
Pectobacterium rhapontici Segundo Método
Allium cepa
Allium sativum
Cicer arietinum
Lens esculenta = Lens culinaris
Sementes
Phaseolus vulgaris
Pisum sativum
Triticum spp.
Triticum aestivum
684 Pectobacterium spp. Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Triticum spp.
Grãos
Triticum aestivum
685 Pseudomonas syringae pv. atrofaciens Segundo Método
Triticum spp.
Sementes
Triticum aestivum
686 Pseudomonas syringae pv. atropurpurea Segundo Método Sementes Lolium multiflorum

63 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

687 Pseudomonas syringae pv. helianthi Segundo Método Sementes Helianthus annuus
688 Pseudomonas syringae pv. tagetes Segundo Método Sementes Helianthus annuus
689 Ralstonia solanacearum raça 1 Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Musa spp.
Frutos
Musa acuminata
690 Ralstonia solanacearum raça 2 Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
Heliconia spp.
Rizomas
Musa spp.
691 Rhizobium vitis Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Vitis vinifera
Gladiolus spp.
Bulbos
Hyacinthus spp.
Lilium spp.
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Estacas; Mudas; Plantas Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Gypsophila paniculata
Impatiens spp.
Kalanchoe blossfeldiana
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
692 Rhodococcus fascians Segundo Método
Plantas in vitro Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.

64 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
692 Rhodococcus fascians Segundo Método COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Plantas in vitro
REVISÃO: 01

Gypsophila paniculata
Impatiens spp.
Kalanchoe blossfeldiana
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Brassica spp.
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Dianthus barbatus
Sementes Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Dianthus spp.
Gypsophila paniculata
Impatiens spp.
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Phlox spp.
Pisum sativum
Estacas; Mudas; Plantas Citrus reticulata
693 Spiroplasma citri Segundo Método
Plantas in vitro Citrus reticulata
Xanthomonas axonopodis pv. aurantifolii Citrus aurantifolia
694 Segundo Método Frutos
raça B Citrus limon
Citrus spp.

Fortunella spp.
Estacas; Mudas; Plantas

Poncirus spp.
695 Xanthomonas axonopodis pv. citri Segundo Método
Citrus spp.

Fortunella spp.
Frutos

65 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
695 Xanthomonas axonopodis pv. citri Segundo Método SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
Frutos

Poncirus spp.

696 Xanthomonas axonopodis pv. khayae Segundo Método Sementes Khaya senegalensis
Xanthomonas campestris pv. cassavae
697 Segundo Método Manivas Manihot esculenta
(Xanthomonas cassavae)
Vitis berlandieri x V. rupestris x V. riparia
Vitis labrusca
Estacas; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
Vitis vinifera x Vitis labrusca
698 Xanthomonas campestris pv. viticola Segundo Método
Vitis berlandieri x V. rupestris x V. riparia
Vitis labrusca
Plantas in vitro
Vitis vinifera
Vitis vinifera x Vitis labrusca
Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
699 Xanthomonas oryzae pv. oryzae Segundo Método Oryza sativa
Sementes
Paspalum vaginatum
700 Xanthomonas oryzae pv. oryzicola Segundo Método Sementes Oryza sativa
701 Xanthomonas populi Segundo Método Embalagens de madeira; Madeiras Todas as espécies que produzem madeira
Mudas; Plantas Musa spp.
702 Xanthomonas vasicola pv. musacearum Segundo Método
Plantas in vitro Musa spp.
Prunus persica
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vitis vinifera
Prunus domestica
703 Xylella fastidiosa Segundo Método
Prunus persica
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
Vitis vinifera
Prunus domestica
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
704 Xylophilus ampelinus Segundo Método
Plantas in vitro Vitis vinifera
Manivas Manihot esculenta
705 African Cassava Mosaic Virus Segundo Método
Plantas in vitro Manihot esculenta
Elaeis guineensis
Plantas in vitro Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
706 African Oil Palm Ringspot Virus Segundo Método
Elaeis guineensis
Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
Plantas in vitro Solanum tuberosum
707 Andean Potato Latent Virus Segundo Método
Tubérculos Solanum tuberosum
Plantas in vitro Solanum tuberosum
708 Andean Potato Mottle Virus Segundo Método
Tubérculos Solanum tuberosum
Malus spp.
708 Apple Stem Grooving Virus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas
66 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

708 Apple Stem Grooving Virus Segundo Método Estacas; Mudas; Plantas Prunus armeniaca
Pyrus spp.
Gladiolus spp.
Lilium spp.
Narcissus spp.
Bulbos
Tulipa fosterana
Tulipa gesneriana
Tulipa spp.
Zantedeschia spp.
Ajuga reptans
Alstroemeria spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Dahlia spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Diascia vigilis
Fragaria spp.
Fuchsia spp.
Helichrysum bracteatum
Helichrysum petiolare = Helichrysum petiolatum
Impatiens spp.
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Lobelia erinus
Lysimachia congestiflora
Mentha arvensis
Olea europaea
Osteospermum ecklonis
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Plantago lanceolata
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus persica
Prunus salicina
Prunus spp.
Rosa spp.

67 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Verbena spp.
Vitis vinifera
Ajuga reptans
Alstroemeria spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Dahlia spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Diascia vigilis
Fragaria spp.
Fuchsia spp.
Helichrysum bracteatum
Helichrysum petiolare = Helichrysum petiolatum
Impatiens spp.
Plantas in vitro Lobelia erinus
Lysimachia congestiflora
Mentha arvensis
Olea europaea
Osteospermum ecklonis
Pelargonium hortorum
709 Arabis Mosaic Virus Segundo Método Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Plantago lanceolata
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus persica
Prunus salicina
Prunus spp.
Rosa spp.
Verbena spp.
Vitis vinifera
Astilbe spp.
Rizomas
Hosta spp.
Alstroemeria spp.
Apium graveolens
Asparagus officinalis

68 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Bellis perennis
Beta vulgaris var. saccharifera
Brassica oleracea var. botrytis
Campanula medium
Cheiranthus cheiri
Cosmos bipinnatus
Cucumis sativus
Cucurbita pepo
Daucus carota
Delphinium spp.
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Fragaria spp.
Helichrysum bracteatum
Helichrysum petiolare = Helichrysum petiolatum
Hordeum vulgare
Impatiens spp.
Sementes Lactuca sativa
Lobelia erinus
Lobelia speciosa
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Osteospermum ecklonis
Pelargonium hortorum
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Phaseolus coccineus
Pisum sativum
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus persica
Prunus salicina
Ranunculus repens
Spinacia oleracea
Trifolium spp.
Fragaria vesca
69 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Lactuca sativa
Melitotus officinalis
Phaseolus coccineus
Cucurbita maxima
Cucurbita moschata
Beta vulgaris
Verbena spp.
710 Arracacha Virus A Segundo Método Sementes Brassica oleracea var. botrytis
711 Arracacha Virus B Segundo Método Tubérculos Solanum tuberosum
Bulbos
Gladiolus spp.
Lamium amplexicaule
Pelargonium zonale
Estacas; Mudas; Plantas
Papaver spp.
Vitis vinifera
Lamium amplexicaule
712 Artichoke Italian Latent Virus Segundo Método
Pelargonium zonale
Plantas in vitro
Papaver spp.
Vitis vinifera
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Cichorium intybus
Sementes
Nicotiana tabacum
713 Artichoke Latent Virus Segundo Método Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus

714 Artichoke Mottled Crinkle Virus Segundo Método Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Anethum graveolens
Cynara cardunculus var. scolymus
Foeniculum spp.
715 Artichoke Yellow Ringspot Virus Segundo Método Nicotiana tabacum
Sementes Phaseolus spp.
Phaseolus vulgaris
Reseda alba
Stellaria media
Vicia faba
Mudas; Plantas Musa spp.
716 Banana Bract Mosaic Virus Segundo Método Plantas in vitro Musa spp.
Rizomas Musa spp.
Caladium spp.
Diffenbachia spp.
Rizomas Zingiber officinalis
Heliconia spp.
717 Banana Bunchy Top Viroid Segundo Método Musa spp.

70 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

717 Banana Bunchy Top Viroid Segundo Método


Musa spp.
Mudas; Plantas
Alocasia spp.
Musa spp.
Plantas in vitro
Alocasia spp.
Rizomas Musa spp.
718 Banana Streak Virus Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
Plantas in vitro Musa spp.
Hordeum vulgare
Sorghum spp.
719 Barley Stripe Mosaic Virus Segundo Método Sementes Triticum spp.
Triticum aestivum
Zea mays
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Estacas; Mudas; Plantas Pelargonium zonale
Petunia spp.
Solanum tuberosum
Pelargonium hortorum
720 Beet Curly Top Virus Segundo Método Pelargonium peltatum
Plantas in vitro Pelargonium zonale
Petunia spp.
Solanum tuberosum
Capsicum spp.
Sementes
Cucumis melo
Tubérculos Solanum tuberosum
721 Beet pseudoyellows virus Segundo Método Mudas; Plantas Fragaria ananassa
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas Vaccinium spp.
Vitis vinifera
722 Blueberry Leaf Mottle Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
723 Blueberry Mosaic Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
Vaccinium spp.
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
724 Blueberry Red Ringspot Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
Vaccinium spp.
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
725 Blueberry Scorch Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
71 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
725 Blueberry Scorch Virus Segundo Método
Plantas in vitro
Vaccinium spp.
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
726 Blueberry Shock Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
Vaccinium spp.
Vaccinium corymbosum
Estacas; Mudas; Plantas
Vaccinium spp.
727 Blueberry Shoestring Virus Segundo Método
Vaccinium corymbosum
Plantas in vitro
Vaccinium spp.
Bulbos Gladiolus spp.
Lilium spp.
Ajuga reptans
Alstroemeria spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Gypsophila pacifica
Limonium sinuatum
Petunia hybrida
Petunia spp.
Verbena spp.
Vitis vinifera
Ajuga reptans
Alstroemeria spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Plantas in vitro
Gypsophila pacifica
Limonium sinuatum
728 Broad Bean Wilt Virus (Laminum Mild Mosaic) Segundo Método Petunia hybrida
Petunia spp.
Verbena spp.
Vitis vinifera
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Alstroemeria spp.
Begonia elatior
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Brassica napus
Brassica rapa

72 de 1060
Sementes
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Capsicum annuum
Capsicum frutescens
Sementes
Daucus carota
Lactuca sativa
Petunia hybrida
Petunia spp.
Pisum sativum
Thunbergia spp.
Tropaeolum majus
Verbena spp.
Vicia faba
Estacas; Mudas; Plantas Theobroma cacao
729 Cacao Swollen Shoot Virus Segundo Método
Plantas in vitro Theobroma cacao
Capsicum chlorosis vírus Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
730 Segundo Método
Plantas in vitro Phalaenopsis spp.
Estacas; Mudas; Plantas Citrus paradisi x Ponciris trifoliata
731 Citrus Impietratura Virus Segundo Método
Plantas in vitro Citrus paradisi x Ponciris trifoliata
Citrus paradisi x Ponciris trifoliata
732 Citrus Leaf Rugose Virus Segundo Método Sementes Citrus sunki
Citrus volkameriana
Citrus paradisi x Ponciris trifoliata
733 Citrus Variegation Virus Segundo Método Sementes Citrus sunki
Citrus volkameriana
Bulbos
Gladiolus spp.
Impatiens spp.
Estacas; Mudas; Plantas
734 Clover Yellow Vein Virus Segundo Método Limonium sinuatum
Impatiens spp.
Plantas in vitro
Limonium sinuatum
Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Mudas; Plantas Elaeis guineensis
Elaeis oleifera
Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
735 Coconut Cadang-Cadang Viroid Segundo Método Plantas in vitro Elaeis guineensis
Elaeis oleifera
Elaeis guineensis
Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Elaeis oleifera
736 Cowpea Mild Mottle Virus Segundo Método Sementes Arachis hypogaea
Bulbos
Gladiolus spp.
737 Cucumber Mosaic Virus Segundo Método Mudas; Plantas Musa spp.
Plantas in vitro Musa spp.
Plantas in vitro Saccharum officinarum
738 Fiji Disease Virus Segundo Método
Toletes (pedaços de colmo) Saccharum officinarum

73 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera


739 Grapevine leaf roll tipo I Segundo Método
Plantas in vitro Vitis vinifera

Grapevine rugose wood complex disease (Rupestris Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Vitis vinifera
740 stem pitting, Kober stem grooving, LN33 Stem Segundo Método
grooving, Corky bark)

Plantas in vitro Vitis vinifera


Gladiolus spp.
Hippeastrum spp.
Bulbos Lilium spp.
Narcissus spp.
Zantedeschia aethiopica
Zantedeschia spp.
Ageratum houstonianum
Alstroemeria spp.
Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Asplenium spp.
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia fuchsioides
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Calceolaria x Herbeohybrida
Chrysanthemum morifolium
Chrysanthemum spp.
Cineraria cruenta
Cineraria spp.
Coleus blumei
Cyclamen persicum
Dahlia hybrida
Dahlia spp.
Dendranthema x grandiflorum
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Diascia sp.
Diascia vigilis

74 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Dracaena spp.
Echeveria sp.
Euphorbia pulcherrima
Exacum affine
Fragaria spp.
Fuchsia hybrida
Estacas; Mudas; Plantas Fuchsia spp.
Gazania spp.
Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Hydrangea macrophylla
Hydrangea spp.
Impatiens spp.
Kalanchoe blossfeldiana
Limonium spp.
Lisianthus spp.
Lobelia erinus
Lobelia richardii
Lobelia spp.
Lysimachia congestiflora
Mimulus hybridus
Nemesia strumosa
Orchidaceae
Osteospermum ecklonis
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium spp.
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Phalaenopsis spp.
Philodendron spp.
Plectranthus coleoides
Plectranthus scutellarioides
Ranunculus asiaticus
Rosa spp.
Saintpaulia ionantha
Salvia spp.
Senecio cruentus
741 Impatiens Necrotic Spot Virus Segundo Método Spathiphyllum spp.
Torenia fournieri
Verbena spp.
Ageratum houstonianum
Alstroemeria spp.

75 de 1060
741 Impatiens Necrotic Spot Virus Segundo Método MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Anthurium andreanum
Anthurium scherzerianum
Anthurium spp.
Asplenium spp.
Aster spp.
Begonia elatior
Begonia fuchsioides
Begonia semperflorens
Begonia tuberhybrida
Begonia x hiemalis
Calceolaria x Herbeohybrida
Chrysanthemum morifolium
Chrysanthemum spp.
Cineraria cruenta
Cineraria spp.
Coleus blumei
Cyclamen persicum
Dahlia hybrida
Dahlia spp.
Dendranthema x grandiflorum
Dianthus barbatus
Dianthus caryophyllus
Dianthus chinensis
Dianthus purpurea
Diascia sp.
Diascia vigilis
Dracaena spp.
Echeveria sp.
Euphorbia pulcherrima
Exacum affine
Fragaria spp.
Fuchsia hybrida
Plantas in vitro
Fuchsia spp.
Gazania spp.
Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Hydrangea macrophylla
Hydrangea spp.
Impatiens spp.
Kalanchoe blossfeldiana
Limonium spp.
Lisianthus spp.
Lobelia erinus

76 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Lobelia richardii
Lobelia spp.
Lysimachia congestiflora
Mimulus hybridus
Nemesia strumosa
Orchidaceae
Osteospermum ecklonis
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium spp.
Pelargonium zonale
Petunia spp.
Phalaenopsis spp.
Philodendron spp.
Plectranthus coleoides
Plectranthus scutellarioides
Rosa spp.
Saintpaulia ionantha
Salvia spp.
Senecio cruentus
Spathiphyllum spp.
Torenia fournieri
Verbena spp.
Rizomas Hosta spp.
Sementes Pelargonium hortorum
Citrullus lanatus
742 Melon Necrotic Spot Virus Segundo Método Sementes Cucumis melo
Cucumis sativus
Folhas com pecíolos Carica papaya
743 Papaya Meleira Virus Segundo Método
Frutos Carica papaya
Folhas com pecíolos Carica papaya
744 Papaya Ringspot Virus - Type P Segundo Método
Frutos Carica papaya
745 Pea Seed-Borne Mosaic Virus Segundo Método Sementes Pisum sativum
Prunus persica
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus armeniaca
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Prunus spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis labrusca
Vitis vinifera
746 Peach Rosette Mosaic Virus Segundo Método
Prunus persica

77 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01
746 Peach Rosette Mosaic Virus Segundo Método
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus armeniaca
Plantas in vitro Prunus spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis labrusca
Vitis vinifera
Apium graveolens
747 Peanut Stripe Virus Segundo Método Sementes
Arachis hypogaea
Dianthus spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Petunia spp.
Dianthus spp.
Plantas in vitro
Petunia spp.
Apium graveolens
Arachis hypogaea
Capsicum spp.
Cucumis melo
Glycine max
748 Peanut Stunt Virus Segundo Método Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Medicago sativa
Sementes Nicotiana tabacum
Phaseolus spp.
Phaseolus vulgaris
Pisum sativum
Solanum melongena
Spinacia oleracea
Trifolium spp.
Vicia faba
Chrysanthemum coronarium
Chrysanthemum spp.
Estacas; Mudas; Plantas Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Chrysanthemum coronarium
Chrysanthemum spp.
Plantas in vitro Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium Zonate Spot Virus Segundo Método
Pelargonium zonale
Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Capsicum annuum
Chrysanthemum coronarium
Chrysanthemum spp.
Sementes
78 de 1060
Pelargonium Zonate Spot Virus Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Sementes Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)


Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Pepino Mosaic Virus Segundo Método Sementes Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Phalaenopsis chlorotic spot potyvirus Segundo Método Mudas; Plantas Phalaenopsis spp.
Segundo Método Plantas in vitro Phalaenopsis spp.
Prunus armeniaca

Prunus avium

Prunus cerasus
Estacas; Mudas; Plantas
Prunus domestica

Prunus persica

Prunus spp.

753 Plum pox virus Segundo Método Prunus armeniaca

Prunus avium

Prunus cerasus
Plantas in vitro
Prunus domestica

Prunus persica

Prunus spp.

Sementes Prunus spp.


754 Poplar Mosaic Virus Segundo Método Receptáculos de inflorescência in natura Cynara cardunculus var. scolymus
Mudas Solanum tuberosum
755 Potato Mop-Top Virus Segundo Método Plantas in vitro Solanum tuberosum
Tubérculos Solanum tuberosum
Petunia spp.
Estacas; Mudas; Plantas
Solanum tuberosum

Petunia spp.
Plantas in vitro
79 de 1060
Potato Spindle Tuber Viroid
756 Segundo Método
(=Tomato Bunchy Top Viroid)
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Plantas in vitro
Solanum tuberosum
Potato Spindle Tuber Viroid
756 Segundo Método
(=Tomato Bunchy Top Viroid)
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)

Sementes Petunia spp.

Solanum tuberosum

Tubérculos Solanum tuberosum


Mudas Solanum tuberosum
757 Potato virus A Segundo Método Plantas in vitro Solanum tuberosum
Tubérculos Solanum tuberosum
Mudas Solanum tuberosum
758 Potato Virus T Segundo Método Plantas in vitro Solanum tuberosum
Tubérculos Solanum tuberosum
Mudas Solanum tuberosum
759 Potato Yellowing Virus Segundo Método Plantas in vitro Solanum tuberosum
Tubérculos Solanum tuberosum
760 Ranunculus latent virus Segundo Método Cormos Ranunculus asiaticus
761 Ranunculus leaf distortion virus Segundo Método Cormos Ranunculus asiaticus
762 Ranunculus mild mosaic virus Segundo Método Cormos Ranunculus asiaticus
763 Ranunculus mosaic virus Segundo Método Cormos Ranunculus asiaticus
764 Ranunculus white mottle virus Segundo Método Cormos Ranunculus asiaticus
765 Raspberry ringspot virus Segundo Método Estacas, Bacelos, Mudas; Plantas Vitis vinifera
766 St. Augustine Decline Virus Segundo Método Mudas; Plantas Paspalum vaginatum
Bulbos Gladiolus spp.
Lilium spp.
Dianthus spp.
Fragaria spp.
Fragaria ananassa
Olea europaea
Prunus armeniaca
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas
Prunus avium
Prunus domestica
Prunus persica
Rosa spp.
Vitis vinifera
Dianthus spp.
Fragaria spp.
767 Strawberry Latent Ringspot Virus Segundo Método
Olea europaea
Prunus armeniaca
Plantas in vitro Prunus avium

80 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
767 Strawberry Latent Ringspot Virus Segundo Método COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Plantas in vitro
Prunus domestica
Prunus persica
Rosa spp.
Vitis vinifera
Apium graveolens
Asparagus officinalis
Brassica oleracea var. botrytis
Sementes Fragaria spp.
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Pisum sativum
Spinacia oleracea
Bonsais Ligustrum sinense
Gladiolus spp.
Narcissus pseudonarcissus
Bulbos
Tulipa gesneriana
Tulipa fosterana
Tulipa spp.
Fragaria spp.
Fraxinus spp.
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Petunia spp.
Prunus dulcis
Prunus persica
Quercus robur
Solanum tuberosum
Vitis vinifera
Allium sativum
Fragaria spp.
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Plantas in vitro
Petunia spp.
Prunus dulcis
Prunus persica
Solanum tuberosum
Vitis vinifera
Rizomas Astilbe spp.
Allium porrum
Allium sativum
Antirrhinum majus
Apium graveolens

81 de 1060
Tobacco Black Ring Virus
768 Segundo Método
(=Tomato Black Ring Virus)
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Asparagus officinalis
Tobacco Black Ring Virus Bellis perennis
768 Segundo Método
(=Tomato Black Ring Virus) Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Calendula officinalis
Capsicum annuum
Celosia argentea
Coriandrum sativum
Cucumis melo
Sementes Cucumis sativus
Cynara cardunculus var. scolymus
Daucus carota
Fragaria spp.
Glycine max
Lactuca sativa
Lupinus spp.
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Mathiola incana
Nicotiana spp.
Pelargonium hortorum
Phaseolus vulgaris
Phlox spp.
Pisum sativum
Raphanus sativus
Spinacia oleracea
Trifolium spp.
Tropaeolum majus
Vicia faba
Vitis vinifera
Tubérculos Solanum tuberosum
Gladiolus spp.
Hyacinthus spp.
Lilium spp.
Narcissus pseudonarcissus
Bulbos
Narcissus tazetta
Tulipa fosterana
Tulipa gesneriana

82 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL
Bulbos DE APOIO LABORATORIAL – CGAL DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Tulipa spp.
Zantedeschia spp.
Alstroemeria spp.
Cyclamen persicum
Dicentra spp.
Fragaria ananassa
Fragaria chiloensis
Fragaria moschata
Fragaria vesca
Fragaria virginiana
Gerbera jamesonii
Estacas; Mudas; Plantas
Gerbera spp.
Heuchera spp.
Hydrangea spp.
Limonium spp.
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia hybrida
Petunia spp.
Allium sativum
Alstroemeria spp.
Cyclamen persicum
Dicentra spp.
Fragaria ananassa
Fragaria chiloensis
Fragaria moschata
Fragaria vesca
Fragaria virginiana
Plantas in vitro Gerbera jamesonii
Gerbera spp.
Heuchera spp.
Hydrangea spp.
769 Tobacco Rattle Virus Segundo Método Limonium spp.
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Pelargonium zonale
Petunia hybrida
Petunia spp.
Rizomas Hosta spp.
Allium cepa
Allium sativum
Allium tuberosum

83 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Alstroemeria spp.
Beta vulgaris
Brassica campestris var. pekinensis
Brassica oleracea var. acephala
Brassica oleracea var. botrytis
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. capitata
Brassica oleracea var. gemmifera
Brassica oleracea var. gongylodes
Brassica oleracea var. italica
Calendula spp.
Callistephus chinensis
Capsicum annuum
Sementes Capsicum frutescens
Cucumis melo
Glycine max
Lactuca sativa
Limonium spp.
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Nicotiana tabacum
Pelargonium hortorum
Petunia hybrida
Petunia spp.
Pisum sativum
Raphanus sativus
Ricinus communis
Secale cereale
Solanum melongena
Spinacia oleracea
Spinacia oleracea
Tubérculos Solanum tuberosum
Bulbos
Gladiolus spp.
Fragaria spp.
Prunus persica
Estacas; Mudas; Plantas Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Fragaria spp.
770 Tobacco Ringspot Virus Segundo Método
Prunus persica
Plantas in vitro Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Nicotiana tabacum
Sementes
84 de 1060
770 Tobacco Ringspot Virus Segundo Método
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Sementes Solanum melongena


Spinacia oleracea
Tulipa spp.
Bulbos
Tulipa fosterana
Tulipa gesneriana
Limonium spp.
Malus spp.
Pelargonium hortorum
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Petunia spp.
Prunus spp.
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Limonium spp.
Malus spp.
771 Tomato Bushy Stunt Virus Segundo Método
Pelargonium hortorum
Plantas in vitro Petunia spp.
Prunus spp.
Pyrus spp.
Vitis vinifera
Capsicum annuum
Cucumis melo
Lactuca sativa
Sementes Limonium spp.
Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)
Solanum melongena
Spinacia oleracea
Bulbos Gladiolus spp.
Lilium spp.
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Delphinium spp.
Fragaria ananassa
Fragaria spp.
Hosta spp.
Hydrangea macrophylla
Malus domestica
Orchidaceae
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Estacas; Bacelos; Mudas; Plantas Pelargonium zonale
Petunia spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium

85 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
Estacas;
COORDENAÇÃO-GERAL DEBacelos; Mudas; Plantas– CGAL
APOIO LABORATORIAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Prunus cerasifera
Prunus domestica
Prunus persica
Prunus spp.
Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Chrysanthemum spp.
Coreopsis spp.
Delphinium spp.
Fragaria ananassa
Fragaria spp.
Hosta spp.
Hydrangea macrophylla
Malus domestica
772 Tomato Ringspot Virus Segundo Método Orchidaceae
Pelargonium hortorum
Pelargonium peltatum
Plantas in vitro Pelargonium zonale
Petunia spp.
Prunus armeniaca
Prunus avium
Prunus cerasifera
Prunus domestica
Prunus persica
Prunus spp.
Rosa spp.
Vaccinium corymbosum
Vaccinium spp.
Vitis vinifera
Rizomas Hosta spp.
Apium graveolens
Capsicum annuum
Coreopsis spp.
Cucumis sativus
Cucurbita pepo
Daucus carota
Fragaria ananassa
Fragaria spp.
Glycine max
Sementes
Gomphrena globosa
Lotus corniculatus

86 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
Sementes REVISÃO: 01

Lycopersicon esculentum (Solanum lycopersicum var. lycopersicum)


Nicotiana tabacum
Pelargonium hortorum
Pentas lanceolata
Phaseolus spp.
Solanum melongena
Trifolium spp.
Tulipa fosterana
Bulbos
773 Tulip Breaking Virus Segundo Método Tulipa gesneriana
Tulipa spp.
Virus do gênero Potyvirus Elaeis guineensis
774 (causador da doença Chlorotic Ring ou Anillo Segundo Método Sementes; Sementes Pré-germinadas Elaeis guineensis x Elaeis oleifera
Clorótico) Elaeis oleifera
Lolium multiflorum
Triticum spp.
775 Wheat Streak Mosaic Virus Segundo Método Sementes
Triticum aestivum
Zea mays
Bradybaena touranensis Phalaenopsis spp.
776 Mudas; Plantas
Segundo Método Orchidaceae
Leavicaulis alte Phalaenopsis spp.
777 Mudas; Plantas
Segundo Método Orchidaceae
778 Theba pisana Segundo Método Frutos Vitis vinifera

87 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

o.

Método
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

88 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

89 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

90 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

91 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

92 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

93 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

94 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

95 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

96 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

97 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
05 (2014) - DP (2014): Guignardia citricarpa
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
05 (2014) - DP (2014): Guignardia citricarpa
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

98 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

99 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

100 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

101 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

102 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
04 (2014) - DP 4 (2014): Tilletia indica
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
04 (2014) - DP 4 (2014): Tilletia indica
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
04 (2014) - DP 4 (2014): Tilletia indica
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
04 (2014) - DP 4 (2014): Tilletia indica
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
04 (2014) - DP 4 (2014): Tilletia indica
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

103 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

104 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schiner

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schiner

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schiner

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schiner

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schiner

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schine

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schine

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schine

105 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


09 (2015) - DP 9 (2015): Genus Anastrepha Schine
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

106 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

107 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

108 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

109 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

110 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

111 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

112 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

113 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

114 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

115 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

116 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

117 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

118 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

119 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

120 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

121 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

122 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

123 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

124 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
125 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

126 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

127 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

128 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

129 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
01 (2010) - DP 1 (2010): Thrips palmi Karny.
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

130 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
03 (2012) - DP 3 (2012): Trogoderma granarium Everts.
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
131 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

132 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

133 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


08 (2015) - DP 8 (2015): Ditylenchus dipsaci and Ditylenchus
destructor.

134 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


08 (2015) - DP 8 (2015): Ditylenchus dipsaci and Ditylenchus
destructor.

135 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

136 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

137 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

138 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

139 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

140 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

141 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

142 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

143 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

144 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

145 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

146 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

147 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

148 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

149 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

150 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

151 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri

152 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


06 (2014) - DP 6 (2014): Xanthomonas citri subsp. citri
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

153 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

154 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

155 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
156 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

157 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

158 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

159 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

160 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

161 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

162 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

163 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

164 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

165 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
02 (2012) - DP 2 (2012): Plum pox virus.
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid

166 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex


07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
ISPM 27 (2006) - Diagnostic protocols for regulated pests. Annex
07 (2015) - DP 7 (2015): Potato spindle tuber viroid
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

167 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

168 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

169 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

170 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

171 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

172 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

173 de 1060
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA – SDA
COORDENAÇÃO-GERAL DE APOIO LABORATORIAL – CGAL
DOC SAC/CGAL Nº 6
REVISÃO: 01

Método normalizado ou não normalizado


Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado
Método normalizado ou não normalizado

174 de 1060
Grupo Determinação
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Acarus siro
ácaros Aculus schlechtendali
ácaros Aculus schlechtendali
ácaros Aculus schlechtendali
ácaros Aculus schlechtendali
ácaros Aleuroglyphus beklemishevi
ácaros Aleuroglyphus beklemishevi
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Amphitetranychus viennensis (Tetranychus viennensis)
ácaros Brevipalpus californicus
ácaros Brevipalpus californicus
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus chilensis
ácaros Brevipalpus cuneatus
ácaros Brevipalpus cuneatus
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Brevipalpus lewisi
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Calacarus citrifolii
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cenopalpus pulcher
ácaros Cheiracus sulcatus
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus carpini
ácaros Eotetranychus lewisi
ácaros Eotetranychus lewisi
ácaros Eotetranychus lewisi
ácaros Eotetranychus lewisi
ácaros Epitrimerus pyri
ácaros Epitrimerus pyri
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Eutetranychus orientalis
ácaros Halotydeus destructor
ácaros Microtydeus hylinus
ácaros Oligonychus afrasiaticus
ácaros Oligonychus bicolor
ácaros Penthaleus major
ácaros Penthaleus major
ácaros Penthaleus major
ácaros Penthaleus major
ácaros Penthaleus major
ácaros Phyllocoptes vitis
ácaros Phytonemus pallidus
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Raoiella indica
ácaros Rhizoglyphus echinopus
ácaros Rhizoglyphus robini
ácaros Rhizoglyphus setosus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Schizotetranichus hindustanicus
ácaros Steneotarsonemus panshini
ácaros Steneotarsonemus panshini
ácaros Steneotarsonemus spinki
ácaros Tarsonemus cuttacki
ácaros Tenuipalpus punicae
ácaros Tetranychus cinnabarinus
ácaros Tetranychus cinnabarinus
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus mcdanieli
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus pacificus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus truncatus
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
ácaros Tetranychus turkestani
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Albugo macrospora
Fungos e Straminipila Alternaria gaisen
Fungos e Straminipila Alternaria gaisen
Fungos e Straminipila Alternaria gaisen
Fungos e Straminipila Alternaria gaisen
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria mali
Fungos e Straminipila Alternaria triticina
Fungos e Straminipila Alternaria triticina
Fungos e Straminipila Alternaria triticina
Fungos e Straminipila Alternaria triticina
Fungos e Straminipila Alternaria vitis
Fungos e Straminipila Alternaria vitis
Fungos e Straminipila Apiosporina morbosa
Fungos e Straminipila Apiosporina morbosa
Fungos e Straminipila Apiosporina morbosa
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria luteobubalina
Fungos e Straminipila Armillaria ostoyae
Fungos e Straminipila Armillaria ostoyae
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Armillaria tabescens
Fungos e Straminipila Arthuriomyces peckianus
Fungos e Straminipila Ascochyta sorghi
Fungos e Straminipila Ascochyta sorghi
Fungos e Straminipila Atelocauda digitata (Endoraecium phylliodorum)
Fungos e Straminipila Balansia clavula
Fungos e Straminipila Balansia oryzae-sativae (=Ephelis oryzae)
Fungos e Straminipila Balansia oryzae-sativae (=Ephelis oryzae)
Bipolaris australiensis
Fungos e Straminipila
(Cochliobolus australiensis)
Fungos e Straminipila Bipolaris australiensis (Cochliobolus australiensis)
Fungos e Straminipila Bipolaris australiensis (Cochliobolus australiensis)
Fungos e Straminipila Bipolaris australiensis (Cochliobolus australiensis)
Fungos e Straminipila Bipolaris australiensis (Cochliobolus australiensis)
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Botrytis fabae
Fungos e Straminipila Bremiella sphaerosperma (Plasmopara constantinescui)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Ceratobasidium cereale (Rhizoctonia cerealis)
Fungos e Straminipila Cercospora sorgui
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Fungos e Straminipila Chondrostereum purpureum
Cladosporium cladosporioides f.sp. pisicola
Fungos e Straminipila
(=Cladosporium pisicola)
Cladosporium cladosporioides f.sp. pisicola
Fungos e Straminipila
(=Cladosporium pisicola)
Fungos e Straminipila Cladosporium gossypiicola
Fungos e Straminipila Cladosporium gossypiicola
Fungos e Straminipila Cladosporium gossypiicola
Fungos e Straminipila Cladosporium pisicolum
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Cladosporium variabile (Davidiella variabile)
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum

Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum

Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum


Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum higginsianum
Fungos e Straminipila Colletotrichum impatientis
Fungos e Straminipila Colletotrichum kahawae
Fungos e Straminipila Colletotrichum kahawae
Fungos e Straminipila Coniella diplodiella
Fungos e Straminipila Cronartiumspp.
Fungos e Straminipila Cronartiumspp.
Fungos e Straminipila Curvularia uncinata
Fungos e Straminipila Curvularia verruculosa
Fungos e Straminipila Cylindrocarpon obtusisporum
Fungos e Straminipila Cylindrosporium phalaenopsidis
Fungos e Straminipila Cylindrosporium phalaenopsidis
Fungos e Straminipila Davidiella populorum (=Mycosphaerella populorum)
Fungos e Straminipila Diaporthe tanakae
Fungos e Straminipila Diaporthe tanakae
Fungos e Straminipila Dichotomophthoropsis safeeulaensis
Fungos