Você está na página 1de 2

Escola Secundária de Penafiel

Biologia e Geologia
10ºAno

Ficha de Trabalho
Relações interespecíficas

EFEITO EXEMPLO
DENOMINAÇÃO DESCRIÇÃO
Espécie A Espécie B Espécie A Espécie B

Relação entre dois seres vivos de espécies diferentes


MUTUALISMO em que ambos são beneficiados. + +

Relação entre dois seres vivos de espécies diferentes


em que um - comensal - é beneficiado
COMENSALISMO e o outro - hospedeiro – não é nem beneficiado + 0
nem prejudicado.

Relação entre dois seres vivos de espécies diferentes


em que um - predador - é beneficiado
PREDAÇÃO e o outro - presa – é prejudicado. + -
O predador captura e alimenta-se da presa.

Relação entre dois seres vivos de espécies diferentes


em que um - parasita - é beneficiado
PARASITISMO e o outro - hospedeiro – é prejudicado. + -
O parasita vive dentro ou na superfície do hospedeiro.

Relação entre dois seres vivos de espécies diferentes


COMPETIÇÃO em que ambos são prejudicados. - -
Escola Secundária de Penafiel
Biologia e Geologia
10ºAno

Ficha de Trabalho
Relações interespecíficas

1 É a fêmea do LEÃO, Panthera leo, que procura alimento. Esta pode atacar a ZEBRA, Equus quagga, que tem o dobro do seu peso. O alimento é então trazido para
o macho que come as melhores partes. Em seguida alimenta-se a fêmea e se nada sobrar as crias ficam sem comer.

2 Mycobacterium tuberculosis é uma BACTÉRIA responsável pela doença de seu nome. No HOMEM, Homo sapiens, entra pelas vias respiratórias - nariz e boca - e
aloja-se nos pulmões, onde se desenvolve calmamente. É responsável por 3 000 000 de mortos por ano em todo o planeta.

3 O PROTOZOÁRIO Paramecium aurelia desenvolve-se no mesmo meio de cultura do PROTOZOÁRIO Paramecium caudatum. Mas quando são colocados em
conjunto, num determinado espaço, o Paramecium caudatum rapidamente desaparece, sem ser importunado pelo Paramecium aurelia.

4 A ANÉMONA, género Anemonia, é um animal carnívoro que mata facilmente pequenos peixes que se aproximam. No entanto, o PEIXE-PALHAÇO, Amphiprion
percula, quando se sente ameaçado por qualquer perigo, refugia-se entre os tentáculos da anémona, podendo circular livremente sem nada lhe acontecer.

5 A TÉRMITA, Macrotermes michaelsenii, alimenta-se de madeira devido a ter no intestino um PROTOZOÁRIO do género Trichonymphia. Este alimenta-se da
celulose que existe na madeira. Sem esta digestão da celulose feita pelo protozoário as térmitas seriam incapazes de aproveitar a madeira como alimento.

6 A BACTÉRIA Escherichia coli vive no intestino grosso do HOMEM alimentando-se de alguns nutrientes, resultantes da ingestão e digestão e que não foram
absorvidos para o sangue, no intestino delgado. A Escherichia coli, em situações normais, não provoca doenças ou desconforto ao homem.

7 O EUCALIPTO, cujo género Eucalyptus tem cerca de 90 espécies só em Portugal, necessita de muita água para crescer, retirando-a do solo devido às suas
enormes raízes. Isto provoca que outras árvores como o PINHEIRO, género Pinus, tenham dificuldades em se desenvolver.

8 O Pediculus humanus é um PIOLHO que se alimenta de sangue. Como o seu nome indica ele encontra o seu alimento no HOMEM. No entanto o seu principal
problema é ser veículo de transmissão de várias doenças, como o tifo, podendo-as transmitir quando pica o homem para retirar o seu alimento.

9 A AVE do género Zosterops - existem 84 espécies conhecidas - constrói o seu ninho num ramo em forma de forquilha de uma ÁRVORE qualquer. O ninho é
encaixado, ficando suspenso, sem destruir o ramo. É o único género de aves conhecida que constrói o ninho desta forma.

10 A Drosera é uma PLANTA CARNÍVORA que produz o seu próprio alimento - fotossíntese - podendo, no entanto, capturar pequenos insectos como a MOSCA
vulgar, Musca domestica, como alimento extra. Primeiro o insecto é digerido, na sua armadilha, e depois é calmamente absorvido.

11 Os líquenes são uma associação entre dois seres vivos: Uma ALGA e um FUNGO. Existem diferentes tipos de líquenes, conforme as diferentes espécies de algas e
fungos que o constituem. O fungo protege a alga da luz e fornece-lhe água, permitindo a esta fazer matéria orgânica. O fungo alimenta-se destes produtos.

12 Mycteroperca interstitialis é um pequeno PEIXE de cabeça amarela que se alimenta de pequenos parasitas que se encontram normalmente dentro da boca do
Boianus rufus, mais conhecido por PEIXE-PORCO. Este peixe, da família dos tubarões, nunca se alimenta do Mycteroperca interstitialis.

13 O RATO doméstico, Mus musculus, encontra-se em todas as regiões do globo onde se encontre o homem. Alberga uma PULGA, Nosopsyllus fasciatus, com cerca
de três milímetros de comprimento, que se alimenta exclusivamente de sangue. Frequentemente encontram-se estas pulgas no homem.

14 O ABUTRE, como por exemplo o Pseudogias africanus, alimenta-se de cadáveres de outros animais - são seres necrófagos. Mas algumas vezes as hienas, como a
HIENA malhada, Crocuta crocuta, chegam primeiro ao alimento. São atraídas pelo voo dos abutres e quando estes descem já as hienas se aproximam.

15 Um dos ursos mais inconfundíveis é o PANDA gigante, Ailuropoda melanoleuca. Tem uma alimentação muito especializada: Quase exclusivamente alimenta-se de
folhas, caules e rebentos de BAMBU do género Sinarundinarca. Encontram-se apenas nas florestas de bambus do sudoeste da China .