Você está na página 1de 2

TECIDO MUSCULAR 1

 MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO

- Formado por fibras muito longas e cilíndricas – possui


cerca de 30 cm de comprimento.

Bio√est → Originam-se da fusão de várias células


embrionárias.

- As fibras musculares são plurinucleadas, com


núcleos situados na periferia do sarcoplasma.
- Os miofilamentos organizam-se em estrias
longitudinais e estrias transversais.
- Apresenta contração rápida, curta e voluntária.
- São muito resistentes e não se multiplicam.
- Encontramos formando a musculatura esquelética,
como tríceps, reto abdominal, deltóide.

 MÚSCULO ESTRIADO CARDÍACO

- Possui fibras musculares estriadas, com um ou dois


núcleos.
- As fibras musculares são alongadas, irregularmente
ramificadas, sendo unidas pelos discos intercalares.
- Apresenta contração rápida, ritmada e involuntária.
- Encontramos no coração formando um músculo
denominado de miocárdio.

Bio√est → O músculo cardíaco possui junções gap que


estabelecem canais de passagem de água e íons entre as
células, facilitando a difusão do sinal iônico de uma célula
para a outra, determinando uma onda rítmica de contração
das células.

Bio√est → Os discos intercalares apresentam desmossomos e


- Origina-se da mesoderme do embrião. zônulas de adesão que mantêm as células unidas mesmo
- É o tecido do movimento dos membros e das
vísceras.
durante o vigoroso processo de contração da musculatura
- As células musculares são denominadas de miócitos cardíaca.
ou fibras musculares.
 MÚSCULO LISO
Bio√est → Os miócitos são ricos em proteínas filamentosas - As fibras musculares são mononucleadas e sem
denominadas de miofilamentos, que são responsáveis pela estrias transversais.
sua grande capacidade de contração e distensão. - Apresenta contração lenta, duradoura e involuntária.
- São pouco resistentes e apresentam um alto poder
- Os elementos estruturais das fibras musculares de multiplicação e regeneração.
recebem nomes específicos: - Encontramos formando as vísceras, as artérias e em
 Sarcolema – membrana plasmática. músculos isolados como o eretor do pelo.
 Sarcoplasma – citoplasma.
 CONTRAÇÃO MUSCULAR
 Retículo Sarcoplasmático – retículo endoplasmático
A contração ocorre devido ao encurtamento das
- As proteínas do movimento são a actina e a miosina. miofibrilas presentes no sarcoplasma.
- São divididos em três tipos: A contração ocorre quando os filamentos da actina
 Estriado Esquelético. deslizam sobre os de miosina.
 Estriado Cardíaco. O estímulo para a contração muscular é um impulso
 Liso ou não-estriado. nervoso.
Na contração muscular, os miofilamentos não

BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA


TECIDO MUSCULAR 2

diminuem de tamanho, mas os sarcômeros ficam quebra do ATP e liberação da energia necessária
mais curtos e toda a célula muscular se contrai. para a contração muscular.
- Após o término do estímulo para a contração
muscular, os íons cálcio são bombeados ativamente
para dentro do retículo endoplasmático liso,
restabelecendo as concentrações características do
estado de repouso, e a contração muscular cessa.

Bio√est → O local onde a fibra nervosa estabelece contato


com a fibra muscular esquelética recebe o nome de placa
motora ou junção mioneural.

Bio√est → O miócito não é capaz de controlar a intensidade


de sua contração: ele ou não se contrai ou se contrai com
toda a intensidade. O que controla a intensidade da
contração do músculo é o número das unidades motoras
ativadas pelo impulso nervoso.

- As células esqueléticas possuem mioglobina, um tipo


especial de pigmento vermelho análogo a
hemoglobina e que serve de depósito de oxigênio nos
músculos.
As fontes de ATP para a contração muscular são:

 Reserva de ATP das células.


 Reserva de fosfocreatina.
 Glicogênio

- Para que a contração ocorra é necessário a presença


de íons cálcio (Ca++) e de energia (armazenada nas
moléculas de ATP).

Bio√est → Os íons cálcio ficam armazenados no interior do


retículo endoplasmático liso.

- O impulso nervoso promove a liberação dos íons


cálcio, por difusão, do interior do retículo no qual
estão armazenados.
- Os íons cálcios liberado promovem a ligação dos
miofilamentos de actina com os de miosina, ocorrendo

BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA