Você está na página 1de 43

Tema:

O VERDADEIRO
SENTIDO DA PÁSCOA

Pr. Edmar
TEXTO-BASE:

Êx 12:1 – “Ora, o Senhor falou a Moisés e a


Arão na terra do Egito, dizendo:
2. Este mês será para vós o princípio dos
meses; este vos será o primeiro dos meses
do ano.
3. Falai a toda a congregação de Israel,
dizendo: Ao décimo dia deste mês tomará
cada um para si um cordeiro, segundo as
casas dos pais, um cordeiro para cada
família.
1/42
4. Mas se a família for pequena demais para
um cordeiro, tomá-lo-á juntamente com o
vizinho mais próximo de sua casa,
conforme o número de almas; conforme ao
comer de cada um, fareis a conta para o
cordeiro.

2/42
5. O cordeiro, ou cabrito, será sem defeito,
macho de um ano, o qual tomareis das
ovelhas ou das cabras,
6. e o guardareis até o décimo quarto dia
deste mês; e toda a assembleia da
congregação de Israel o matará à tardinha:

3/42
7. Tomarão do sangue, e pô-lo-ão em
ambos os umbrais e na verga da porta, nas
casas em que o comerem.
8. E naquela noite comerão a carne assada
ao fogo, com pães ázimos; com ervas
amargosas a comerão.
9. Não comereis dele cru, nem cozido em
água, mas sim assado ao fogo; a sua
cabeça com as suas pernas e com a sua
fressura.
4/42
10. Nada dele deixareis até pela manhã;
mas o que dele ficar até pela manhã,
queimá-lo-eis no fogo.
11. Assim pois o comereis: Os vossos
lombos cingidos, os vossos sapatos nos
pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis
apressadamente; esta é a páscoa do
Senhor”.

5/42
12. Porque naquela noite passarei pela
terra do Egito, e ferirei todos os
primogênitos na terra do Egito, tanto dos
homens como dos animais; e sobre todos
os deuses do Egito executarei juízos; eu
sou o Senhor.

6/42
13. Mas o sangue vos será por sinal nas
casas em que estiverdes; vendo eu o
sangue, passarei por cima de vós, e não
haverá entre vós praga para vos destruir,
quando eu ferir a terra do Egito.

7/42
PÁSCOA, UM NOVO COMEÇO
1. Ora, o Senhor falou a Moisés e a Arão na
terra do Egito, dizendo: (2) Este mês será
para vós o princípio dos meses; este vos
será o primeiro dos meses do ano.
o Libertação do Egito (430 anos).
o Páscoa, Pães Asmos e a Dedicação dos
Primogênitos.
o Nova Era – marca de um novo começo
para Israel.
8/42
“...o princípio dos meses; este vos
será o primeiro dos meses do ano”.
o Hb. Abibe, 7º mês do calendário civil.
o Após o cativeiro babilônico se chamaria
Nisã, 1º mês do calendário sagrado.
o Aproximadamente março/abril em nosso
calendário (primavera no hemisfério
norte).

PÁSCOA – RECOMEÇO
9/42
oNosso calendário conta os anos a partir do
nascimento de Cristo – aC/dC.
oLibertação da escravidão pelo mundo, a
carne e o diabo.
Cl 1:13 – O qual nos tirou da potestade
das trevas, e nos transportou para o
reino do Filho do seu amor; (14) Em
quem temos a redenção pelo seu sangue,
a saber, a remissão dos pecados;

10/42
o Cristo celebrou a última
Ceia com seus discípulos –
A Nova Páscoa até Sua
segunda volta.
o SANTA CEIA.
1Co 11:23-32; Lc 22:14-20

11/42
a. SIGNIFICADO DA REFEIÇÃO NA PÁSCOA:
ABRANGÊNCIA DA OBRA DE CRISTO
3. Falai a toda a congregação de Israel,
dizendo: Ao décimo dia deste mês tomará
cada um para si um cordeiro, segundo as
casas dos pais, um cordeiro para cada
família.

12/42
4. Mas se a família for pequena demais
para um cordeiro, tomá-lo-á juntamente
com o vizinho mais próximo de sua casa,
conforme o número de almas; conforme ao
comer de cada um, fareis a conta para o
cordeiro.

13/42
oFamília pequena para comer
um cordeiro inteiro deveria
juntar-se a outra.
oNinguém deveria ser excluído
da refeição sagrada.
oDeveria ser uma festa celebrada
em grupo, doméstica, comunal.
oJoão 3:16.
14/42
Gl 3:8 – Ora, tendo a Escritura previsto que
Deus havia de justificar pela fé os gentios,
anunciou primeiro o evangelho a Abraão,
dizendo: Todas as nações serão benditas
em ti.

Rm 10:13 – Porque todo aquele que


invocar o nome do Senhor será salvo.

15/42
b. SIGNIFICADO DO CORDEIRO PERFEITO:
IMPECABILIDADE DE CRISTO
5. O cordeiro, ou cabrito, será sem defeito,
macho de um ano, o qual tomareis das
ovelhas ou das cabras, (6) e o guardareis
até o décimo quarto dia deste mês; e toda a
assembleia da congregação de Israel o
matará à tardinha:

16/42
oCada família deveria separar
um cordeiro no 10º dia do
mês, mas esperar até o 14º
para sacrificá-lo (v.6).
oO cordeiro deveria ser
examinado minuciosamente
pelo Pai da Família.

17/42
Is 53:7 – Ele foi oprimido e afligido; e,
contudo, não abriu a sua boca; como um
cordeiro foi levado para o matadouro, e
como uma ovelha que diante de seus
tosquiadores fica calada, ele não abriu a
sua boca.

Jo 1:29b – “...Eis o Cordeiro de Deus


que tira o pecado do mundo”.

18/42
Foi testado e aprovado em tudo.

1Pe 1:19 – “...mas pelo precioso sangue de


Cristo, como de um cordeiro sem mancha e
sem defeito”
Hb 4:15 - “...pois não temos um sumo
sacerdote que não possa compadecer-
se das nossas fraquezas, mas sim
alguém que, como nós, passou por todo
tipo de tentação, porém, sem pecado”.

19/42
2Co 5:21 – Deus tornou pecado por nós
aquele que não tinha pecado, para que nele
nos tornássemos justiça de Deus.

Ele levou a culpa dos nossos pecados, e,


pela fé, somos revestidos da Sua justiça
20/42
Ap 5:2 – E vi um anjo forte, bradando com
grande voz: Quem é digno de abrir o livro e
de desatar os seus selos?
3. E ninguém no céu, nem na terra, nem
debaixo da terra, podia abrir o livro, nem
olhar para ele.
4. E eu chorava muito, porque ninguém
fora achado digno de abrir o livro, nem de o
ler, nem de olhar para ele.

21/42
5. E disse-me um dos anciãos: Não chores;
eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de
Davi, que venceu, para abrir o livro e
desatar os seus sete selos.
6. E olhei, e eis que estava no meio do
trono e dos quatro animais viventes e entre
os anciãos um Cordeiro, como havendo sido
morto, e tinha sete pontas e sete olhos, que
são os sete espíritos de Deus enviados a
toda a terra.
22/42
c. O SIGNIFICADO E A AÇÃO DO SANGUE:
LIVRAMENTO
7. Tomarão do sangue, e pô-lo-ão em
ambos os umbrais e na verga da porta, nas
casas em que o comerem.
o Heb. pessach, “saltar” ou “passar”.
o Esta palavra foi transliterada para o
grego como pascha, de onde vem a
palavra portuguesa “Páscoa”.
23/42
Êx 12:12 – Naquela mesma noite passarei
pelo Egito e matarei todos os primogênitos,
tanto dos homens como dos animais, e
executarei juízo sobre todos os deuses do
Egito. Eu sou o Senhor!
13. O sangue será um sinal para indicar as
casas em que vocês estiverem; quando eu
vir o sangue, passarei adiante. A praga de
destruição não os atingirá quando eu ferir o
Egito.
24/42
CARÁTER SUBSTITUITIVO DO SANGUE
o O sangue derramado simbolizava um
sacrifício oferecido em substituição, uma
vida entregue em troca de outra.
Lv 17:11a
Lv 17:11a –– “Pois
“Pois aa vida
vida da
da carne
carne está
está no
no
sangue...”
sangue...”

25/42
Rm 5:9 – Logo muito mais, sendo agora
justificados pelo seu sangue, seremos por
ele salvos da ira.

1 Jo 1:7 – “...mas, se andarmos na


luz, como ele na luz está, temos
comunhão uns com os outros, e o
sangue de Jesus seu Filho nos
purifica de todo pecado”.
26/42
Lc 22:19 – Tomando o pão, deu graças,
partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo:
‘Isto é o meu corpo dado em favor de
vocês; façam isto em memória de mim’.
20. Da mesma forma, depois da ceia, tomou
o cálice, dizendo: ‘Este cálice é a nova
aliança no meu sangue, derramado em
favor de vocês.

27/42
d. SIGNIFICADO - PREPARO DA REFEIÇÃO:
8. E naquela noite comerão a carne assada
ao fogo, com pães ázimos; com ervas
amargosas a comerão.
9. Não comereis dele cru, nem cozido em
água, mas sim assado ao fogo; a sua
cabeça com as suas pernas e com a sua
fressura.
o Pressa de sair do Egito.

28/42
IMINÊNCIA DA VOLTA DE CRISTO

Mt 24:27 – Porque, assim como o


relâmpago sai do oriente e se mostra até o
ocidente, assim será também a vinda do
filho do homem.
29/42
10. Nada dele deixareis até pela manhã;
mas o que dele ficar até pela manhã,
queimá-lo-eis no fogo.

o Totalidade da Obra.
30/42
Hb 9:28 – MODO AssimDE também
COMER Cristo,
oferecendo-se uma vez para tirar os
pecados de muitos, aparecerá segunda vez,
sem pecado, aos que o esperam para
salvação.
1 Pe 3:18 – Porque também Cristo
padeceu uma vez pelos pecados, o
justo pelos injustos, para levar-nos a
Deus; mortificado, na verdade, na
carne, mas vivificado pelo Espírito;
31/42
MODO DE COMER
11. Assim pois o comereis: Os vossos
lombos cingidos, os vossos sapatos nos
pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis
apressadamente; esta é a páscoa do
Senhor”.
VIGILÂNCIA e FÉ
o Embora ainda não estivessem ainda
livres, eles precisavam estar preparados.
Deus havia dito que os tiraria do Egito.
32/42
Mt 25:13 – Vigiai, pois,DE
MODO porque não sabeis o
COMER
dia nem a hora em que o Filho do homem
há de vir.

1Co 16:13 – Vigiai, estai firmes na fé;


portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos.
33/42
PÃES ÁZIMOS (SEM FERMENTO)
Êx 13:3 – “Então disse Moisés ao povo:
Comemorem esse dia em que vocês saíram
do Egito, da terra da escravidão, porque o
SENHOR os tirou dali com mão poderosa.
Não comam nada fermentado”.
“Sem fermento, não seria possível
esperar a massa crescer...”

34/42
“SANTIDADE AO SENHOR”
o Na Bíblia, fermento simboliza o pecado.
Mc 8:15 – E ordenou-lhes, dizendo: Olhai,
guardai-vos do fermento dos fariseus e do
fermento de Herodes.
1Co 5:7 – Livrem-se do fermento velho,
para que sejam massa nova e sem
fermento, como realmente são. Pois
Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi
sacrificado.
35/42
1 Co 11:28 – Examine-se, pois, o homem a
si mesmo, e assim coma deste pão e beba
deste cálice.

36/42
ERVAS AMARGAS
SOFRIMENTO e LIVRAMENTO
o Ervas de sabor amargo, naturais do Egito,
assim relembraria os anos amargos de
servidão naquele país.
Êx 1:14 – “Assim que lhes
fizeram amargar a vida com
dura servidão...”

37/42
At 20:19 – Servindo ao Senhor com toda a
humildade, e com muitas lágrimas e
tentações, que pelas ciladas dos judeus me
sobrevieram;

2 Tm 3:12 – E também todos os que


piamente querem viver em Cristo Jesus
padecerão perseguições.

38/42
Mt 10:22 – E odiados
de todos sereis por
causa do meu nome;
mas aquele que
perseverar até ao fim,
esse será salvo.

39/42
CERIMÔNIAS MEMORIAIS
14. Este dia será um memorial que vocês e
todos os seus descendentes o
comemorarão como festa ao Senhor.
Comemorem-no como decreto perpétuo.

40/42
oCristo celebrou a última Ceia, deixando
uma cerimônia memorial sagrada, até Sua
segunda volta.
1 Co 11:26 – Porque todas as
vezes que comerdes este pão e
beberdes este cálice anunciais a
morte do Senhor, até que venha.

41/42
Pr. Cpl. Edmar Mota
(21) 97203-5509