Você está na página 1de 7

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

Idéias de Negócio

A Idéia de Negócio é um material meramente informativo acerca dos empreendimentos existentes no segmento correspondente ao seu título. Os dados apresentados são extraídos de publicações técnicas e, em linhas gerais, não têm a pretensão de ser um guia para a implementação dos respectivos negócios. É destinada apenas à apresentação de um panorama da atividade ao futuro empresário, que poderá enriquecer suas idéias com as informações apresentadas, mas carecerá de um estudo mais detalhado e específico para a implementação do seu empreendimento, este material ajudará você a conhecer a atividade escolhida.

ESTACIONAMENTO

(Fonte: SEBRAE/MS)

APRESENTAÇÃO Embora torne cada vez mais complicada a vida nas metrópoles, essa profusão de automóveis nas ruas tem seu lado positivo, pois permitiu o surgimento de diversos negócios. Um dos mais simples de montar e fáceis de gerir é o estacionamento.

A rigor, o interessado em entrar nessa atividade precisa apenas de um galpão bem localizado e

alguns funcionários. Além de ser simples, o ramo é também bastante atraente, oferecendo margens de lucro não inferiores a 30%.

Quem entende do segmento, no entanto, chama a atenção para a importância da escolha do ponto. O fluxo comercial, e não necessariamente o de veículos, é que definirá o sucesso ou não do negócio. Estacionamento é uma atividade-meio, que vive de outras atividades.

é uma atividade-meio, que vive de outras atividades. MERCADO Todo mundo sabe: o brasileiro é louco
é uma atividade-meio, que vive de outras atividades. MERCADO Todo mundo sabe: o brasileiro é louco
é uma atividade-meio, que vive de outras atividades. MERCADO Todo mundo sabe: o brasileiro é louco
é uma atividade-meio, que vive de outras atividades. MERCADO Todo mundo sabe: o brasileiro é louco

MERCADO

Todo mundo sabe: o brasileiro é louco por carros. O problema é que, de acordo com a sabedoria popular, ter um veículo chega a ser tão caro quanto sustentar um filho. Verdade ou não, o fato é que

a frota no Brasil não pára de crescer.

Atualmente, o Brasil possui 22 milhões de unidades, sendo que em 2004 a indústria automobilística

produziu mais de 2 milhões, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA). Grande parte da produção foi exportada, mas as

vendas para o mercado interno cresceram 10,5% em relação ao ano anterior, registrando 1,58 milhões de unidades. Somos a nona maior frota do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, Japão, Alemanha, Itália, França, Reino Unido, Rússia e Espanha. Todo esse conjunto precisa de uma estrutura de estacionamentos, lava - rápidos e oficinas, boas oportunidades para quem deseja começar um negócio. Na engarrafada São Paulo, por exemplo, de 5,7 milhões de veículos, ocupar por apenas uma hora uma vaga de 12 metros quadrados em um dos 9.000 estacionamentos da capital pode custar R$ 12. De acordo com o Sindepark, o sindicato das empresas do setor, existe atualmente 9.000 garagens, que oferecem um total de 800.000 vagas. Alugadas a preço de ouro, elas reúnem uma área de 9,6 milhões de metros quadrados, seis vezes maior que o Parque do Ibirapuera.

O

setor está muito ligado ao ritmo econômico. Se as empresas demitem e há alta dos combustíveis,

as

pessoas passam a deixar o carro em casa, e o negócio sofre as conseqüências.

A

concorrência no setor é grande. Por isso, é importante conhecer as regiões com maiores carências

desse serviço. E atenção: onde o fluxo de automóveis é maior, há sempre espaço para novos

estabelecimentos.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

O mercado tende a expandir, visto que, na maioria das cidades do Brasil, soluções que contemplem o

uso em maior escala de transporte coletivo só virão em longo prazo e, com isso, a frota de veículos só tende a crescer.

O comércio ilegal atrapalha um pouco o segmento, pois não oferece segurança e não paga o que é

devido aos funcionários, causando assim uma concorrência desleal com os lugares devidamente legalizados. Uma boa sugestão na definição do rumo que seu empreendimento vai tomar é encontrar um nicho. É importante especializar-se e, claro, não descuidar das outras competências da gestão.

Conhecer as características dos seus futuros clientes é avaliação essencial para o sucesso do seu empreendimento. Na vida, a gente sabe que das adversidades podem surgir oportunidades. No mundo dos negócios não

é diferente: a maioria das empresas bem sucedidas, algum dia enfrentou dificuldades e adotou a

mudança como alternativa de sobrevivência naquele momento, para depois, fortalecida, apresentar-

se competitiva ao concorrente.

LOCALIZAÇÃO

A definição do ponto envolve muita observação, feeling e informação. É importante avaliar se a

quantidade de veículos que circula diariamente é compatível com o número de vagas ofertado pelos estabelecimentos já implantados na região.

Grandes cidades ou algumas regiões nos centros urbanos podem estar saturadas. Existem

basicamente duas regiões para se implantar um estacionamento: aquelas que estão perto de zonas comerciais onde os prédios, escritórios e comércio predominam, e outra, em locais com alta circulação de automóveis, geralmente perto de bares, cinemas, restaurantes, hotéis e metrô. Alguns empreendedores do ramo apontam que o local ideal deve ficar nas proximidades de centros empresariais e faculdades. Além isso, há que se observar se existem lojas, edifícios de bancos, consultórios ou hospitais nas imediações. Ainda no quesito localização, o futuro empreendedor deve atentar para o conselho dos especialistas, para quem um empreendimento nesse segmento só é viável em cidades com maiss de 200 mil habitantes. Respeitada essa restrição, porém, os estacionamentos podem ser vistos como uma boa opção de investimento. Mesmo porque, na maioria das cidades do país, soluções que contemplem o uso em maior escala de transporte coletivo só virão a longo prazo e, com isso, a frota de veículos só tende a crescer. Por fim, as atividades econômicas da maioria das cidades são regulamentadas pelo Plano Diretor Urbano (PDU). É essa Lei que determina o tipo de atividade que pode funcionar em determinado endereço. A consulta de local junto à Prefeitura é o primeiro passo para avaliar a implantação de seu estacionamento.

passo para avaliar a implantação de seu estacionamento. ESTRUTURA A estrutura básica, para abrigar cerca de
passo para avaliar a implantação de seu estacionamento. ESTRUTURA A estrutura básica, para abrigar cerca de
passo para avaliar a implantação de seu estacionamento. ESTRUTURA A estrutura básica, para abrigar cerca de

ESTRUTURA

A

estrutura básica, para abrigar cerca de 70 carros, é de 1200 m².

O

estacionamento deve contar com uma boa estrutura, ou seja, a área destinada à instalação do

estacionamento deverá ser protegida por muros ou cercas, além de possuir uma guarita com cancela.

O pátio do estacionamento poderá ser recoberto de pedregulho, cimento ou asfalto e as vagas

poderão ser demarcadas para que se aproveitem todos os espaços e se evite o estacionamento em lugares impróprios.

O estacionamento pode ser iluminado por alguns postes de luzes, que garantirão maior segurança aos

usuários.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

Pode-se contar também com lavagem de carros e até mesmo uma pequena lanchonete, não se deve esquecer-se da área reservada para o escritório.

EQUIPAMENTOS Os equipamentos implementados dependerão substancialmente a estrutura que vai ser montada. Vai variar de acordo com o processo e mecanismo de trabalho adotado. Um projeto básico certamente contará com:

− Relógio-datador, para registros de horários de entrada e saída dos automóveis.

− Mesas, cadeiras, caixa registradora, iluminação, portões e, sistema de segurança.

− Móveis e materias de escritórios.

− Computador, telefone e fax, etc.

INVESTIMENTOS

O investimento inicial médio é de R$ 50 mil, incluindo asfalto, cobertura das vagas e informatização.

Investindo em AUTOMAÇÃO

Uma tendência cada vez mais presente nas empresas que buscam o sucesso é automatizar as

diversas atividades desenvolvidas. A automação melhora o dinamismo dos serviços oferecidos,

reduzindo filas, tempo de espera, agilizando a emissão de notas fiscais, entre outros. Existem muitas

opções que possibilitam essa facilidade: caixas eletrônicas isoladas ou integradas, impressoras para preenchimento automático de cheques, impressoras de notas fiscais nos caixas, código de barras nos produtos, banco de dados sobre cada produto ou serviço e cadastro de clientes. Investigue de que forma a adoção de um equipamento dessa natureza pode ser capaz de incrementar seus lucros.

dessa natureza pode ser capaz de incrementar seus lucros. PESSOAL A mão de obra não é

PESSOAL

A mão de obra não é especializada, porém, os funcionários deverão possuir carteira de habilitação e,

principalmente, saber manobrar. É aconselhável testar as habilidades de seus empregados, bem como orientá-los sobre cuidados a serem tomados na operação dos veículos e atenção aos clientes. Para iniciar o negócio são necessários dois manobristas e um caixa. Em um estacionamento com pouco movimento, um funcionário trabalhando como manobrista e caixa basta.

Portanto, na hora de selecionar as pessoas que irão trabalhar na sua empresa, você deve levar em consideração as habilidades específicas exigidas para cada tipo de atividade que desenvolverão. Para

a função de manobrista, por exemplo, é fundamental que empregue mão-de-obra qualificada, que na

maioria dos casos não se encontra pronta no mercado, tendo assim, que formá-la usando as diversas opções de treinamento. Já na área de atendimento, saber ouvir, ter boa vontade, ser persistente e flexibilidade, são mais relevantes. Mas existem características que são comuns a profissional de todas as áreas: pessoas felizes com a

vida, criativas, ágeis, prestativas e que tenham iniciativa. Essas características podem ser desenvolvidas através de treinamentos periódicos, lembrando que não só os funcionários e gerentes devem ser treinados, mas também, o dono do empreendimento deve sempre se atualizar para se manter competitivo no mercado.

PROCESSOS PRODUTIVOS Quem pretende iniciar no ramo de estacionamento, deve preparar-se para assumir responsabilidades e despesas. Os gastos com aluguel e IPTU, por exemplo, correspondem a 35% do faturamento. Já os

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

custos com mão-de-obra atingem 32% e impostos, manutenção e despesas administrativas consomem mais 25%. A margem de lucro fica por volta dos 8%.

A solução é manter o estacionamento sempre lotado. Um galpão totalmente coberto ajuda a atrair

mais clientes. A cobertura é encarada como mais uma forma de proteção para o veículo. Empreendimentos montados em áreas abertas devem obrigatoriamente incluir no investimento uma pavimentação especial, de maneira a escoar mais facilmente a água da chuva.

Ser ou não coberto pesa também no custo do seguro contratado.

O empreendimento deve possuir placas informativas com número de vagas e tipo de seguro utilizado.

Um procedimento inadequado para quem ingressa no setor, é fazer ainda manualmente o controle de entrada e saída de automóveis. Aos novatos, recomenda se implantar, desde o início, um sistema eletrônico para emissão de tíquete com hora de entrada e saída dos veículos. De acordo com alguns fabricantes, os equipamentos e o software para automatizar um estacionamento custam em média R$ 1.200. Para preservar essa freguesia, no entanto, é necessário cuidar muito bem das instalações e zelar pelo atendimento. É preciso contar com funcionários uniformizados, cuidadosos com o tratamento dado ao cliente e ao veículo, além de bem orientados para verificar, logo na entrada, se o carro apresenta

alguma avaria. Quem planeja entrar no ramo não deve descartar a formação de parceria com redes existentes ou com algumas franquias (veja a seção Franquia&Cia.). Há, por exemplo, empresas como a Multipark,

abertas

comerciais. Apesar de não ser uma franquia, ela fornece know-how e a vantagem de um seguro em

rede, mais barato do que o individual. Sozinho, ou associado a uma bandeira, o empresário que pensa em alugar área para montar um

estacionamento deverá redobrar os cuidados ao calcular o valor do aluguel e o preço a ser cobrado, para não ver sua lucratividade totalmente comprometida. Para atrair os clientes, uma dica é oferecer, no período noturno, serviços de van para buscá-los nos prédios das imediações, dá desconto de até 20% para grupos de funcionários de uma mesma empresa e possuir serviços de polimento e lavagem. Outra providência adotada pela maioria dos estacionamentos é manter convênio com restaurantes, escritórios, farmácias, bancos e lojistas, oferecendo algum tipo de vantagem. Isso ajuda a atrair clientes. Claro que de nada adiantam serviços adicionais de conveniência se o preço cobrado não for competitivo. Para quem está iniciando um empreendimento, o conselho de especialistas em relação à formação de preços é balizar-se pela concorrência direta. Os estacionamentos, em geral, trabalham com sistema de pagamento por hora, turno, dia e mês. O empreendedor pode criar um esquema de promoções especiais para incentivar os clientes que usam o serviço com freqüência. Com relação aos mensalistas deve-se ter um cartão de identificação que é apresentado na entrada e na saída do estabelecimento. A mensalidade costuma ser cobrada adiantada e o prazo de permanência dependerá do critério do proprietário, que pode ser por períodos ou oferecer serviço 24 horas, sendo necessária a contratação de um vigia. Nesse desencantado mundo das poucas vagas, uma esperteza de certos estacionamentos é subir os preços nos horários de maior procura. Em geral, isso ocorre nos locais que funcionam próximo às casas de shows, teatros e danceterias. Pelo serviço, pode-se cobrar de duas formas: mensalistas chegam a pagar cerca de R$ 60 e usam o estacionamento das 8h às 19h. Para os demais clientes, o preço geralmente é de R$ 3 a primeira hora

e mais R$ 1 para as horas adicionais.

à oportunidade de negócio de médio e grande porte, como shopping centers e edifíciosR$ 3 a primeira hora e mais R$ 1 para as horas adicionais. SEBRAE - Serviço

de médio e grande porte, como shopping centers e edifícios SEBRAE - Serviço de Apoio às
de médio e grande porte, como shopping centers e edifícios SEBRAE - Serviço de Apoio às
de médio e grande porte, como shopping centers e edifícios SEBRAE - Serviço de Apoio às

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

COMEÇANDO Uma vez colocado em funcionamento o novo negócio, estabelece-se um novo desafio: a sua gestão competitiva, capaz de oferecer ao mercado os melhores produtos e serviços e assegurar o retorno do capital investido. Gerenciar o negócio significa colocar à prova o talento, o conhecimento e a experiência do empreendedor. Administrar é o processo de organizar o que foi planejado, assegurando a liderança e o controle na execução do trabalho de todos que fazem parte direta ou indiretamente da empresa. É usar os recursos administrativos disponíveis com vistas a alcançar os objetivos estabelecidos.

CLIENTES São clientes de um estacionamento, pessoas físicas, proprietárias de veículos e que necessitam de estacioná-los. Há também empresas como restaurantes, escritórios, farmácias, bancos e lojistas, que não possuem estacionamento próprio e alugam um determinado número de vagas para o conforto dos seus clientes. No entanto, para ganhar projeção no mercado você deve lançar um olhar crítico sobre seu futuro negócio, analisá-lo do ponto de vista do consumidor e a partir daí definir a clientela que pretende conquistar. Você pode começar identificando segmentos específicos e levantar informações como renda, idade, classe social, nível de instrução, etc., para traçar o perfil dos futuros consumidores do produto que sua empresa venderá.

futuros consumidores do produto que sua empresa venderá. DIVULGAÇÃO O ditado popular diz que “a propaganda
futuros consumidores do produto que sua empresa venderá. DIVULGAÇÃO O ditado popular diz que “a propaganda
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

O ditado popular diz que “a propaganda é a alma do negócio”, mas a gente pode continuar dizendo

que os "músculos" também são importantes. Assim, entendemos que dotar os clientes internos (funcionários, os "músculos" do negócio) de informações sobre os produtos oferecidos é a chave para vendê-los ao cliente externo. Voltando à "alma do negócio", concluímos que para atingir o consumidor e garantir as vendas, você deve planejar o seu marketing. E como fazer isso? A primeira sugestão é fazer uma análise da sua realidade: identifique quais são os custos de seus serviços, adapte-os e busque a otimização de sua alocação. Mantenha seus consumidores motivados, partindo para uma revisão da sua estrutura de comercialização, avaliando paralelamente, se essa estrutura atinge seu mercado-alvo com sucesso. Lembre-se que o marketing deve ser contínuo e sistêmico. Considere ainda, que num plano de marketing é importante o conhecimento de elementos como preço, produto (serviço), ponto (localização) e promoção. Avaliar as preferências e necessidades de seus clientes em relação às funções, finanças, facilidade, "feeling" (sensibilidade) e futuro. As empresas devem ter consciência de que a qualidade nos serviços prestados é, ainda, a melhor forma de tornar-se conhecida e sólida num mercado competitivo. A propaganda boca a boca é fator de fortalecimento das marcas.

DIVERSIFICAÇÃO Outro modelo comum de estacionamento é o que permite a exploração das garagens em prédios comerciais.

A multiplicação de estacionamentos provocou ociosidade nas garagens gerenciadas por empresas

pequenas. Nestas, a maioria vem trabalhando com 25% das vagas desocupadas. Aliado a isso, a diminuição da quantidade de terrenos disponíveis nas grandes cidades, fez com que tornasse um bom

negócio o investimento na exploração de garagens de edifícios comerciais, tais como prédios corporativos, shoppings e hospitais.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

Segundo empresários, é preciso investir de R$ 50 mil a R$ 100 mil para iniciar a operação de um estacionamento nesses moldes.

LEMBRETES Numa economia que tende à estabilização, saber definir o preço certo dos seus produtos é uma das ferramentas mais importantes da sua empresa. Harmonizar o desejo do consumidor e a expectativa de ganho do proprietário é o grande desafio. Enquanto o consumidor sempre deseja pagar menos e ter mercadorias de qualidade, o sonho do empresário é obter o melhor retorno, com o menor custo. Uma sugestão é buscar inspiração para essa "arte" em cursos que orientem o empreendedor a equacionar essa questão, como por exemplo, aqueles que ensinam a formação de preços.

LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA Recomenda-se fazer uma consulta ao PROCON para adequar seus produtos às especificações da Lei nº. 8.078/1990 (Código de Defesa do Consumidor) – Alterada pela Lei nº 8.656/1993, Lei nº 8.703/1993, Lei nº 8.884/1994, Lei nº 9.008/1995, Lei nº 9.298/1996 e Lei nº 9.870/1999. Esta atividade exige o conhecimento de algumas leis:

LEI Nº 3.958/93. Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo de Veículos Nas vias publicas do centro de Vitória e a permissão de uso para estacionamento, mediante remuneração. Cria o Conselho de Administração do uso de estacionamento rotativo. Revoga a Lei nº 3.786/1992. Regulamentada Pelo Decreto nº 9.136/1993. Revogados os Artigos 2º, 3º E 4º pela Lei nº 4.941/1999.

O seguro

Não há lei que determine a obrigatoriedade de seguro para os usuários, mas, pela própria segurança do dono do estacionamento, é aconselhável se fazer um seguro, pois caso haja roubo ou dano do veículo, pelo Código de Defesa do Consumidor, o proprietário do estacionamento deverá ressarcir o dono do veículo.

do estacionamento deverá ressarcir o dono do veículo. REGISTRO ESPECIAL Para registrar sua empresa você precisa
do estacionamento deverá ressarcir o dono do veículo. REGISTRO ESPECIAL Para registrar sua empresa você precisa
do estacionamento deverá ressarcir o dono do veículo. REGISTRO ESPECIAL Para registrar sua empresa você precisa

REGISTRO ESPECIAL

Para registrar sua empresa você precisa de um contador. Profissional legalmente habilitado para elaborar os atos constitutivos da empresa, auxiliá-lo na escolha da forma jurídica mais adequada para

o seu projeto e preencher os formulários exigidos pelos órgãos públicos de inscrição de pessoas

jurídicas. Além disso, ele é conhecedor da legislação tributária à qual está subordinada a nossa produção e comercialização. Mas, na hora de escolher tal prestador de serviço, deve-se dar preferência a profissionais qualificados, que tenha boa reputação no mercado e melhor que seja indicado por alguém que já tenha estabelecido com ele uma relação de trabalho. Para legalizar a empresa é

necessário procurar os órgãos responsáveis para as devidas inscrições:

-

Registro na Junta Comercial;

-

Registro na Secretaria da Receita Federal;

-

Registro na Prefeitura do Município;

-

Registro no INSS;

-

Registro no Sindicato Patronal (empresa ficará obrigada a recolher por ocasião da constituição e até

o

dia 31 de janeiro de cada ano, a Contribuição Sindical Patronal);

-

Registro na Prefeitura para obter o alvará de funcionamento;

-

Cadastramento junto à Caixa Econômica Federal no sistema “Conectividade Social - INSS”;

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

FICHA TÉCNICA ESTACIONAMENTO

- Você deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar o seu Estacionamento para fazer a consulta de local e efetuar a inscrição municipal para obter o alvará de funcionamento.

LINKS DE INTERESSANTES MultiPark: http://www.multipark.com.br/ Seguros.com: http://www.seguros.com.br/ E-Park: http://www.e-park.com.br/index.asp

ENTIDADES ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres Setor Bancário Norte (SBN), Quadra 2, Bloco C, Brasília/DF. CEP 70.040-020 Tel.: 0800-610300

DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes San, quadra 03, lote A, ed. núcleo
DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes
San, quadra 03, lote A, ed. núcleo dos transportes, Brasília/DF.
CEP: 70.040-902
Tel.: 0800-611535
Email: relacoespublicas@dnit.gov.br

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul