O QUE É ESPIRITISMO E QUAIS SÃO SEUS PRINCÍPIOS BÁSICOS?

O termo "Espiritismo" é sinônimo de Doutrina Espírita, porém, frequentemente, é utilizado erroneamente para designar qualquer prática do mediunismo (comunicação com os Espíritos), ou confundido com cultos afro-brasileiros (Umbanda, Candomblé, entre outros). O Espiritismo é uma doutrina que trata da natureza, da origem e do destino dos Espíritos e de suas relações com a vida material. Foi revelada por Espíritos Superiores e codificada (organizada) em 1857 por um professor francês conhecido como Allan Kardec. Surgiu, pois, na França, há mais de um século. Traz em si três faces: filosofia, ciência e religião Os adeptos da Doutrina Espírita são os espíritas e suas práticas se baseiam no estudo das obras básicas da Codificação e na assistência material e espiritual aos necessitados. O Espiritismo possui cinco princípios básicos, de onde procedem todas as suas práticas: 1) O que é o Espiritismo? - O Espiritismo é uma ciência filosófica de conseqüências religiosas codificada em 1857, quando da primeira edição de "O Livro dos Espíritos", pelo Professor Rivail (Allan Kardec) sob a orientação dos Espíritos Superiores. 2) O que o Espiritismo ensina? Quais são seus pontos fundamentais? · Deus é a inteligência, é a causa primária de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom. . O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais. · Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados (homens), existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados. · No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os homens · Todas as Leis da Natureza são Leis Divinas pois que Deus é o seu autor. Abrangem tanto as Leis Físicas quanto as Leis Morais. · Os Espíritos são criados simples e ignorantes. Evoluem intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior a outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade. · Os Espíritos preservam sua individualidade antes, durante e depois de cada encarnação. 3) O Espiritismo é uma religião? O Espiritismo, segundo definição de Kardec, é Ciência e Filosofia com conseqüências morais. Vulgarmente, temos diversas definições para a palavra religião. O mais comum é atribuirmos às religiões dogmas, hierarquia sacerdotal, cultos, rituais, cerimônias e uma diretriz formal. Dentro desta definição, Espiritismo não seria uma religião, pois não atenderia aos requisitos aceitos. No entanto, há os que defendem que tendo ele influência nos códigos morais, e sendo as religiões, em princípio, estimuladoras de novas realidades morais, seria também o Espiritismo, uma religião. Até porque reverencia a uma divindade transcendente, assim como fazem algumas religiões. De uma forma ou de outra, seja aceito ou não como religião, cabe ao Espiritismo papel importante na história da humanidade, pois revela contundentemente uma realidade transcendente, cujo objetivo é melhorar a humanidade a fim de dar curso ao seu progresso. Discursos estéreis se travam para definir se o Espiritismo é ou não religião, ciência ou filosofia. Importa-nos ser a Doutrina, útil ao objetivo maior. Quem se mostra verdadeiro trabalhador desta Doutrina de Amor, pouca importância dá a essa questão, pois bem sabe que ela enseja, não estimular o intelectualismo exacerbado, não ao sacerdotismo vil,

O Livro dos Espíritos. o professor Rivail ouviu falar pela primeira vez nos chamados fenômenos das mesas girantes. poderá ser encontrada no livro do próprio Kardec. nem nasceu a partir de tradições. No entanto. o professor percebeu que havia algo além daquilo que as pessoas viam por trás do fenômeno. Mostrou-nos como se pratica o amor único e verdadeiro. compilou os resultados. O Que é o Espiritismo. que foi o seu codificador. mas resolveu verificar do que se tratava. seja ele científico. formando assim uma base teórica sólida. a Doutrina Espírita não vem das opiniões pessoais de seu principal articulador. "A Gênese" e "O Céu e o Inferno". Ao participar de tais reuniões. Rivail foi convidado por amigos para assistir uma dessas reuniões. e verificar o que era mentira e verdade entre tais fatos. que eram um modismo da alta sociedade francesa da época. É um doutrina que possui três aspectos: filosófico. que era o nome de uma de suas encarnações anteriores. bem nos exemplificou o nosso guia e modelo. organizou-os e publicou em 18 de abril de 1857. É muito comum as pessoas chamarem este movimento de Kardecismo. reuniu comunicações de diversas partes do mundo. Decidiu investigá-los usando seus conhecimentos de metodologia científica. podemos ser bendita ferramenta de progresso da humanidade. com base num paradigma de ilusões de acúmulo de poder. Como estava estudando um assunto de interesse da medicina da época. se nos colocarmos com uma visão lúcida da mensagem do Evangelho de Jesus. É de suma importância ao trabalhador espírita. A Doutrina Espírita surgiu após o trabalho de codificação. ou seja. trabalho este feito por Allan Kardec. científicos e filosóficos até então em andamento. atalhando sofrimentos incontávis à raça humana. sem nenhuma mácula à sua moral. 4) Como e quando surgiu a religião espírita? O Espiritismo é mais que uma religião. sem discriminar raça ou credo. no capítulo Biografia de Allan Kardec. Tratava-se de reuniões onde as pessoas sentadas a volta de mesas. a estágios mais sublimes. nosso amado Jesus. de Zêus Wantuil e Francisco Thiesen . sendo os principais.não a exclusividade do saber. a primeira obra da codificação espírita. Falou do Reino de Paz e suas recompensas. professor e autor de diversos livros em diversas matérias como gramática francesa. Kardec sentiu a necessidade de criar um termo que definisse a nova doutrina e a diferenciasse das diferentes crenças espiritualistas. Quando da Codificação da Doutrina Espírita. se vincular a qualquer movimento. o magnetismo animal. etc e membro de diversas sociedades científicas. os chamados Espíritos. da reunião dos seus princípios básicos. mas sim ao desenvolvimento dos sentimentos ainda obscurecidos pela materialidade de que somos vítimas. "O Livro dos Médiuns". É fato que ao nos colocarmos em posição semelhante aos movimentos religiosos. Entrevistou aqueles que davam as mensagens. recomendamos a leitura do livro "História do Espiritismo". "O Evangelho Segundo o Espiritismo". pedagogo renomado na França. Portanto o termo Kardecismo não expressa fielmente o significado da Doutrina Espírita. Amou incondicionalmente. Ele hesitou por parecer algo totalmente destituído de lógica. ensejando uma convivência fraterna e solidária. Porém. Pesquisou métodos de trabalho. Por isso é comum o termo Doutrina Espírita. diziam obter comunicações com os mortos através do movimento e batidas dessas mesas. sendo a principal agremiação espírita do movimento nascente. para que ficasse bem clara a diferença. E esse caminho. que vise a melhora do homem de forma integral. Allan Kardec era o pseudônimo de Denizard Hippolyte-Léon Rivail. religioso ou filosófico. criando frustrações indefinidas no íntimo de quem adere a esta visão. estimulando atividades que os levem a esse estado de lucidez interior. já tinha adotado o pseudônimo de Allan Kardec. Nesta época então. tendo em vista que ela é dos Espíritos e não de Kardec. científico e religioso. pereceremos da mesma forma que eles. educação. Assim nasceu a Doutrina Espírita e o seu movimento de estudo e divulgação. Para obter dados mais profundos sobre o tema. matemática. e sim dos próprios Espíritos. diferentemente de outras correntes religiosas e filosóficas. A fonte principal que narra o nascimento do Espiritismo. coordenados por Kardec. Fundou também a Sociedade Espírita de Paris. de Arthur Conan Doyle e do trabalho em três volumes "Allan Kardec Meticulosa Pesguisa Bibliográfica". Para tanto criou o termo espírita ou espiritista. Em 1850. Mais tarde publicou diversos livros sobre Espiritismo. como o resultado da pesquisa e trabalho conjuntos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful