Você está na página 1de 5

SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO I 1) Acidente zero, prevenção dez.

a) Acontecimento imprevisto, casual ou não, ou então - acontecimento infeliz que resulta em ferimento, dano, estrago, prejuízo, avaria, ruína etc. 2) Conceito legal a) Art. 139 - Acidente do trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, ou ainda, pelo exercício do trabalho dos segurados especiais, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, a perda ou redução da capacidade para o trabalho, permanente ou temporária. 3) Conceito Prevencionista a) Acidente do trabalho é toda ocorrência não programada, não desejada, que interrompe o andamento normal do trabalho, podendo resultar em danos físicos e/ou funcionais, ou a morte do trabalhador e/ou danos materiais e econômicos a empresa e ao meio ambiente. 4) Anotações especiais a) Segurados especiais são trabalhadores rurais, isto é, que prestam serviços em âmbito rural, individualmente ou em regime de economia familiar, mas não têm vínculo de emprego. b) Lesão corporal é qualquer dano produzido no corpo humano, seja ele leve, como, por exemplo, um corte no dedo, ou grave, como a perda de um membro. c) Perturbação funcional é o prejuízo do funcionamento de qualquer órgão ou sentido. Por exemplo, a perda da visão, provocada por uma pancada na cabeça, caracteriza uma perturbação funcional. 5) Doença profissional a) De acordo com o mesmo Decreto nº 611/92, doenças profissionais são aquelas adquiridas em decorrência do exercício do trabalho em si. Doenças do trabalho são aquelas decorrentes das condições especiais em que o trabalho é realizado. Ambas são consideradas como acidentes do trabalho, quando delas decorrer a incapacidade para o trabalho. 6) Acidente do trabalho x Acidente no trabalho a) O acidente típico do trabalho ocorre no local e durante o horário de trabalho. É considerado como um acontecimento súbito, violento e ocasional. Mesmo não sendo a única causa, provoca, no trabalhador, uma incapacidade para a prestação de serviço e, em casos extremos, a morte. i) Pode ser conseqüência de um ato de agressão, de um ato de imprudência ou imperícia, de uma ofensa física intencional, ou de causas fortuitas como, por exemplo, incêndio, desabamento ou inundação. b) Acidente de trajeto (ou percurso) - Considera-se acidente de trajeto o que ocorre no percurso da residência para o trabalho ou do trabalho para a residência. Nesses casos, o trabalhador está protegido pela legislação que dispõe sobre acidentes do trabalho. Também é considerada como acidente do trabalho, qualquer ocorrência que envolva o trabalhador no trajeto para casa, ou na volta para o trabalho, no horário do almoço. i) Entretanto, se por interesse próprio, o trabalhador alterar ou interromper seu percurso normal, uma ocorrência, nessas condições, deixa de caracterizar- se como acidente do trabalho. ii) Percurso normal é o caminho habitualmente seguido pelo trabalhador, locomovendo-se a pé ou usando meio de transporte fornecido pela empresa, condução própria ou transporte coletivo urbano.

Rua Maruim, nº 587 : Centro – Aracaju/SE – CEP 49.010-160 PABX: (79) 3222-8870 E-mail: atendimento@colegiogabarito.com.br; comercial@colegiogabarito.com.br www.colegiogabarito.com.br

também. no cumprimento de ordens ou na realização de serviço da empresa. o ruído pode causar surdez profissional cuja cura é impossível. de material.colegiogabarito.papo com os amigos. de equipamentos.a) Acidente fora do local e horário de trabalho . e. é de 1 hora. Riscos Físicos: b. quando o trabalhador sofre algum acidente fora do local e horário de trabalho. comercial@colegiogabarito. como fornos e maçaricos.com.com. Rua Maruim. que tem seu padrão de vida afetado pela falta dos ganhos normais.br. Agindo no aparelho auditivo. Riscos Ergonômicos. SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO II 1) Riscos ambientais a. atingem o cérebro. correndo o risco de cair na marginalidade. Calor A sensação de calor que sentimos é proveniente da temperatura resultante existente no local e do esforço físico que fazemos para executar um trabalho.010-160 PABX: (79) 3222-8870 E-mail: atendimento@colegiogabarito. b) A família. com a perda de mão-de-obra. o limite máximo de exposição contínua do trabalhador a esse ruído. tempo etc. d. Riscos Químicos.. Riscos de acidente. temporária ou permanente para o trabalho. isto é. produzido por fontes de calor do ambiente. com o número crescente de inválidos e dependentes da Previdência Social. A temperatura resultante é função dos seguintes fatores: umidade relativa do ar. 7) Conseqüência dos acidentes a) A vítima.com. graves conseqüências podem ocorrer. SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO III ANALISANDO OS RISCOS FISICOS Ruído O som e o ruído. d) A sociedade. Considera-se. nº 587 : Centro – Aracaju/SE – CEP 49. deixando o trabalhador com dificuldades para ouvir rádio. conseqüentemente. um acidente do trabalho. Riscos Biológicos. Se medidas de controle não forem tomadas. Para 8 horas diárias de trabalho. penetrando pelos ouvidos. que fica incapacitada de forma total ou parcial. o limite máximo de ruído estabelecido pela norma regulamentadora do Ministério do Trabalho é de 85 decibéis. c) As empresas. sem protetor auditivo.br www. televisão e para manter um bom . e. velocidade e temperatura do ar e calor radiante. c. Pela mesma norma. O ruído emitido por uma britadeira é equivalente a 100 decibéis. elevação dos custos operacionais.br .

como o raio X.. as radiações ionizantes de maior interesse de uso industrial são os raios X. cada uma com uma faixa de comprimento de onda l. além das radiações cósmicas vindas do espaço celeste. Em trabalhos a céu aberto. abreviadamente ºC. fornalhas e processos de secagem de tinta e material úmido são atividades que produzem raios infravermelhos. produção de luz fluorescente. são originadas pela tecnologia moderna. a temperatura ideal situa-se entre 21ºC e 26 ºC. Raios infravermelhos Trabalhos com solda elétrica.br www. esterilização do ar e da água. Veja. de vidro ou plásticos. para soldar e também em equipamentos para medições a grandes distâncias.br. e de uso não industrial são os raios alfa e nêutrons. lâmpadas especiais e o Sol emitem raios ultravioleta. Rua Maruim. Artificialmente. trabalhos com metais e vidros incandescentes. que ficam da cor laranja e emitem luz quando superaquecidos. Tem também aplicações em medicina. Laser O laser é um feixe de luz direcional convergente. a seguir. que o som chega até o seu radinho de pilhas. bem como para indicar níveis de líquidos em reservatórios. tais como Urânio 238. processos de foto-reprodução. trabalhos com arco-voltaico. usado em metalurgia para detectar falhas em estruturas metálicas e verificar se há soldas defeituosas.com.br . As radiações se movimentam no espaço em forma de ondas. para modernos processos cirúrgicos. em ondas eletromagnéticas.colegiogabarito. a umidade relativa do ar deve estar entre 55% a 65%. Essas radiações podem ser encontradas de forma natural nos elementos radioativos. É dessa forma. e também nos fornos.12 m/s. que é uma fonte natural emissora de raios infravermelhos. e a velocidade do ar deve ser adequada. processos de aluminotermia (atividade química com o emprego de alumínio em pó). comercial@colegiogabarito. De modo geral. Raio Ultravioleta Atividades com solda elétrica.010-160 PABX: (79) 3222-8870 E-mail: atendimento@colegiogabarito. isto é. quais os tipos de radiação que mais atingem o trabalhador.com. Radiações ionizantes Do ponto de vista do estudo das condições ambientais. o trabalhador fica exposto ao Sol.A unidade de medida da temperatura adotada no Brasil é o grau Celsius. dispositivos usados pelos dentistas. Potássio 40 etc. isto é. Outros tipos de radiações são usados para determinar espessuras de lâminas metálicas. em ondas. com solda oxiacetilênica. Radiação não-ionizante As radiações são uma forma de energia que se transmite da fonte ao receptor através do espaço. que se concentra e num só ponto.com. gama e beta. nº 587 : Centro – Aracaju/SE – CEP 49. em torno de 0. É muito utilizado em indústrias metalúrgicas para cortar metais.

obedece a uma seqüência de cinco fatores:      Hereditariedade e ambiente social Causa pessoal Causa mecânica Acidente Lesão A hereditariedade refere-se ao conjunto de características genéticas. quando a iluminação do ambiente de trabalho é deficiente ou quando não há boa manutenção do maquinário. certas características psicológicas também são transmitidas dos pais para os filhos.Da mesma forma. As campanhas da CIPA têm por objetivo desenvolver uma mentalidade prevencionista entre os trabalhadores. ou seja. A causa pessoal está relacionada com a bagagem de conhecimentos e habilidades e com as condições de momento que cada um está atravessando. sugere que a lesão sofrida por um trabalhador. Quando o equipamento não apresenta proteção para o trabalhador.com. INSPEÇÕES Toda inspeção segue um ciclo de procedimentos básicos que contribui para a elaboração do mapeamento de riscos. no exercício de suas atividades profissionais. ou seja. da Portaria nº 33 (27/10/83) do Ministério do Trabalho. com campanhas e observações cuidadosas do ambiente de trabalho. transmitidas pelos genes.br . nº 587 : Centro – Aracaju/SE – CEP 49. ATIVIDADE PREVENCIONISTA CIPA O objetivo fundamental da CIPA é a prevenção de acidentes.a Norma Regulamentadora NR-5.br www. A causa mecânica diz respeito às falhas materiais existentes no ambiente de trabalho. A CIPA tem papel importantíssimo porque possibilita a união de empresários e empregados para estudar problemas sérios da empresa e descobrir meios e processos capazes de cercar o local de trabalho da maior segurança possível. os riscos de acidente aumentam consideravelmente. que em português quer dizer..br. influenciando o modo de ser de cada um.SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO IV FATORES DOS ACIDENTES Baptista (1974). Sua composição e atuação estão definidas por legislação específica . ou quando vamos desempenhar uma tarefa para a qual não temos o preparo adequado. afirma que Heinrich.com. ou seja. A probabilidade de envolvimento em acidentes aumenta quando estamos tristes ou deprimidos. A cor dos olhos ou o tipo de sangue são exemplos de características físicas herdadas geneticamente.colegiogabarito. uma metodologia de inspeção dos Rua Maruim.com. as inspeções de segurança. em seu livro Industrial Accident Prevention. A CIPA pode contribuir para a solução de problemas. que passam de uma geração para outra.010-160 PABX: (79) 3222-8870 E-mail: atendimento@colegiogabarito. Prevenção do Acidente Industrial. comercial@colegiogabarito.

Os EPCs devem ser mantidos nas condições que os especialistas em segurança estabelecerem. fora da zona de perigo. Vamos citar um exemplo: uma escada com piso escorregadio apresenta um sério risco de acidente. nº 587 : Centro – Aracaju/SE – CEP 49.devem ser neutralizadas com anteparos protetores.br . devem ter prioridade. isto é.colegiogabarito. indistintamente. . Neutralização do risco: o risco existe.com.br www. emborrachado e antiderrapante. Esse risco poderá ser eliminado com a troca do material do piso por outro.com. vapores ou poeiras contaminantes do local de trabalho. Essa alternativa é utilizada na impossibilidade temporária ou definitiva da eliminação de um risco. que beneficiam a todos os trabalhadores. durante o ciclo de uma máquina. de 17/8/92. devendo ser reparado sempre que apresentarem qualquer deficiência. correias etc. isto é. Por exemplo: máquinas em manutenção devem ser sinalizadas com placas de advertência. Os equipamentos de proteção coletiva são conhecidos pela sigla EPC. comercial@colegiogabarito.com.  Enclausuramento.br.  Cabo de segurança para conter equipamentos suspensos sujeitos a esforços. Vejamos um exemplo: as partes móveis de uma máquina .  Comando bi manual. EPC (equipamento de proteção coletiva) As medidas de proteção coletiva. Veja alguns exemplos de aplicação de EPCs:  Sistema de exaustão que elimina gases. Sinalização do risco: é a medida que deve ser tomada quando não for possível eliminar ou isolar o risco. conforme determina a legislação que dispõe sobre Segurança e Medicina do Trabalho. Rua Maruim.010-160 PABX: (79) 3222-8870 E-mail: atendimento@colegiogabarito. fechamento de máquina barulhenta para livrar o ambiente do ruído excessivo. uma vez que essas partes das máquinas não podem ser simplesmente eliminadas. mas está controlado. polias. caso venham a se desprender. engrenagens.locais de trabalho tornada obrigatória a partir da publicação da Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho NR-9. locais onde é proibido fumar devem ser devidamente sinalizados. que mantém as mãos ocupadas. Eliminação do risco: significa torná-lo definitivamente inexistente.

.70..8  .  6:0 1.390 F 1:34 /48 80:3908 1.. 4: 5072. /0 1472.     43806QH3..47707  3/4 34 .42 4 32074 .:/.1.7.9./H3./085. /4 389F74 /4 %7. .2-F2  :2 .  .7.48/0.  8 025708.42/1.0390..4 F/0  /0.3483472.-.2..93024.2082.-F8 !0.-F8   7:J/4 029/4 547:2..7. 70:..8/0 . 3..-.:9..43.47   8038.48J8.   ./.8 54/02 4.54.48..9.7.:.7:2 3 03974 7.8 /E7./0390147.030390 /. 80  9.2.  /0 2../48 .303905. 949..7  .4/48.-. /0. 4: 5../.484O./.:.8  .-.  #8.7.  #8.4/...J92.4 6:.4 /0 ./48./0  . 00. 1.48 /  #8.477.F06:./00902507../0 .248  !.:2.0390 /0 3.-.:25720394/047/0384:3. 0 47E74 /0 97. 507/.73. /0 24 /0 4-7.8  7.7 :2 97. .47 /4.42 .3907:2 -42 5.   .  47. 0 /4 081474 1J8.497.-.-.E/48 0 /0503/03908 /. 902507. 708:9.../0 70.47703/4478../..47 6:0 8039248 F 574.109. !70.-. F 25488J.4 F/047. /4 4.04.8 /0 97./07./0390 147.439740 34 14702 942..08 ./47./. 0 . 6:090280:5. /4 .203948  9025409./03908 .43806Q039020390 00. 708:9.0/.77E/4 900.  .9:7./497.2039.9:7.:/9.2-0390 .0  /0.439J3:.4/0807.4248.8405.43806QH3..4 34..     D--@    #8.2-039./4 50.390 894F 574/:/4547143908/0..:89484507.94708 :2/./.907.-.4  4 7:J/4 54/0 .3/450484:./44.3/4497.7..:7.-00.48 0  #8.4 .4  438/07.  /0 06:5.4:./4784170. 3472.08807:J/4 80257490947.487432.4   902507..5./0390/497./0390     D--@  $  $#$ $$ $ #:J/4 842047:J/4 503097./47.42414734802.3472.48":J2./48./450.3/4497.48 -  #8.7 8:7/0 57418843.8 ../47. 025708.4  4 290 2E24 /0 7:J/4 089.-79.48 .48   #:..704 .708..8 /   84.4 6:0 1.2J. 42902E24 /005484.F70-74 $020//.390 0890390 34 4.-.73...:8.7.70.9:7.$4.0248 5.4/0.:/9.  902547E7.9../4.0 47E74/097../74/0.5.

903/20394.4207.$ !   !      2.42 -7  ..42 -7 .404.42 -7.794 ..404.-.-.-.404..794 .794 .

/..7 /0.-70.0807. 8003970 0   .7 03970  ./06:.   :3/.8 F 4 7. .9:7. .04././0 70./0 /4 ./0.20390  024/407.: 08:8  .902507. . /.89:. 0294734/0 2. :2/./.0 089.   0 ./4 ..7 /0./. 34 7./49.9.9:7./0 /0 20//. 902507.

89.42.390  87./748 3.48317./07.42 84/.4 .7.9.8 87.4 0243/./.7.48 :8./48 5048 /03989.6:08097.24/07348574..8.3.-0794 497.8020897:9:7.424&734 !49E884 09.434 43.3908 /02./.9F480:7.8209E....5.1..0843.:2349072. 0 3:2 8O54394  A 2:94 :9.8 209..-.7...00890   791.344.072048  %7. . 0 02902 : 6:..8 /0.070390  894 F  6:0 80 .8009742./.03908  894 F  6:0 1.  574.48.143903.F8 /4085.34800203948 7.42447..4 :8. 97.409... 0/0:8434 3/:897.43.08848 /0 ..2 /.4245.08.84487./485.4284/.48 ./043/.08848 /0 1494 70574/:4  08907.90.9:7.46:02.48:97.2039.-.42209./.4397.7.8 /0109:48. .:.73J.1..7.7 209.48 -02.4284/.71../744:5E89. .4... 5.08848.3908   454394/0.80850./.804$4029027.2039485.:7.072048 297.9:7.780E84/.850./090.2.80574.././4089:/4/.:2..42 4 025704/0.48.709.8209E..028847.7../. .:2J34025O 25.4&97.0397.807    .   88.9302497..48   #.9.072048   #.8./48 09.-. ./.402 1472.38290/.5.43. ..7../.E:.97.4 /85489.4 /4 . 84/./4 02209.4. .3..8   #..2-F2348147348 1473..4$4 6:0F:2.77.47 .470.234085./.48.2-F20206:5.9.080220/./08 ./34/0 5.20/08.43.409.87.43/08..84487.2-F2.907.9. .08/0J6:/4802 70807.0884:2.071./. 0F97.8/4085.05947.3/.8 ./471.-..  9.14390.3/08.80.8  5.0.3F9.3/08/893.24/073..8/01472..-.49.3/./086:0574/:027.48 317.8/0 23.2/484..02/0939.0-09.8 5.6:0.7085088:7.03H:97438 .0390 97.8  574.8 A/088.48317.42:2.088024.425720394/0 43/.1472.807 F :2 100 /0 : /70.0843.8 ./. . 574/:4/0:1:4708.08848/080./4 02 3/897.479./47   #.48 9./.  .3/4 8:507.-.0 2../.0854/0280703.7.4739070880/0:843/:897.0884:8.8  :97489548/07..20390 84473.7:2 3 03974 7.70/.O82..48./4.2-039..3. 0243/.8 6:04842.80 ..80:7 6:.054894.F: .0F97.9O748     #:.F2/./0 6:J2..8489548/07.7./././090723.7.48..09H3..8.1472./0./00307.7.8   '0.8  %029.87.87.

794 ..$ !   !      2..-.794 .-.42 -7 .794 .903/20394..404.42 -7  .-.404.42 -7.404.4207.

248 /0802503.907J89. 8:070 6:0. 1472.-.9:. 50884.438/07./... 2.020390   %'!#' $%  ! 4-09.4../0857418843./47 34007.5708039../..0.2-F2 84 97./4  .20390 .8 . .4:97.43/08 /0 2420394 6:0 . 5.430.7. 6:..034/0.4.803F9.20.4/4.807/.8 /48 5.570..../0390..47/484484: 4954/08. 6:.88.2-0390/0 97. 6:0 037.034/4. 089E 70...43:394/0.497. :23.3829/.-./708509481.7.7.45.20394 02 .03943 6:0025479::H86:07/07 !70.3/4   574-.J./.079..3  .#   /. ./06:./03903/:897.03904:6:.2039434.5749045.41.3:084002548/0..4O.0848417/..8  4-0/0.41:3/.8 9.:2039.907J89.-/.8 58.7 :2. ./0 /0 03.82.850480308 6:05..8 5.2.:2.203948 0 .7.!479../03908 $:../47..02 /0 .48/0.42 .40850.7./0701070 80.854708.4F/01.3/4424/4/0807/0..:2   .43.701..8 4:80.6:3E74 4878./47 6:. 2082.97.07.!F.81J8.7.40894/013/. 34 90248 4 5705.48148 31:03.9../039 !70.  02 80: .3.3/4.7.2-0390 /0 97..74.80309.2039.80890390834.-.42 ./0...547:297.3/4 089.472.  .4 ":.8.../03908 .3/4 .3/434E-4./..74 3/:897.8 .2039.088.3. 9./08 0 .5989.3:9034 /42.94708 O O O O O  070/9.  D--@ I  % #$ $%$ .4/08:.3/4406:5.-/.-.3829/.7..  97.425484 0.172.:2039.J1.248 978908 4: /0572/48  4: 6:. :2 089E ..2/0:2. -./.70/.806QH3..:8. .907.907J89. ./.:8...#0:..   .

 .

.3. 0 /08.744./.4  4: 80. ! 9H2 547 4-09.0   ! 54/0 .5488J.5..7. 84:4 /0 574-02.:/.08 ..20394 /0 78.3.. 0.8 8F748 /.4 /0803..-.2-039084.. . .7. 089:/./48.  8 .70/.4-77 2048 0 574.-..4397-:5. /0 38504 /48 070/9.8 /4 . .50.50884.:8./4708   $!@ $   %4/.  ./0390 084  #:.2.08/0.8 385008 /0 80:7.25.7:2 3 03974 7.07.0/203948-E8./00.7 574-02.48  4: 80.4/. 2094/44.4780:7./097.4397-:7 5.25.-.-47.8 /.486:0.039704897..8 0 4-807.:8. 2039.08848. 025708.4 /4 2.-..20..4.4389.39J88245476:05488-9.3.3...8  .3..2-0390 /0 97..:34/0025708E7480 02570.07 :2.42 ..4/0574. .5025479./0 570./48 5.:. /4389F74/4%7.7.03.4  !9025.  :2.3850480:0:2.

$ !   !      2..903/20394..42 -7.404.42 -7  .794 .42 -7 .-.794 .-.404.4207.-..404.794 .

2039. 4-7. .4 9473../4389F74/4%7.. #0:.  4.797 /.9O7.-. 5:-.8 /0 97./47.4 /.4#  /0./. 472.-. 5.

.

/.4/0!8 O $8902..8  $3./.2039083.4  '0.430./0 ..82E6:3./00. 4.3.5708039.4/0:2./.20394 894F 10.7478./0390 88078.:.82484.0280730:97.8.2-0390/47:J/40.8.8 03703. 20//.439.2E6:3.5.4770.:5.25488-/...8089E.7:039..0814748  .8 /0 .079H3.42.4  806:5..84.:8:7./.83454/028078250820390023.20394/0574904./4%7..3..-..390  0:97.023./4.39/48 3.3:.0702 /0.7908/.H3.2.4 /4 78.8022.4314720/090723.../48   ! 06:5.43.74:84.43/08 6:0 48 0850.-.23..6:07 /01.  23.3.08/0:2.4478./40./4.-.907.2 ./48025706:0.2039030890390 '../4850.39/077././4 88.5.7485749094708 :2.3905.5.80/085703/07   #:..4 6:0/85084-70$0:7.3.4:/0139.3/4-2./..:8946:0023.02 807 2.9473E 4/0139.4390706:5.4831.06:0088.  894 F  6:0 -0301.4 F .4/0 .03/4807705...7 /0./.547084:5407.248:200254. 94/48 48 97.4/0:278./.40890 2.08.03.8 147.3.4 !47002542E6:3.79082O.4/478.088../4708 3/8939.   8 20//.-4/080:7.3904.8 . F:9.974.02 807 /0.  /0..02807 83..8 02 80:7./097./.8 5.409..203948/0574904.454/07E807023.42.4770.7./.39F2..3908/4 4..8 43/0 F 574-/4 1:2.2E6:3..!  8 !8 /0. 6:0 /0.89.0023.. 6:02.../05074  /:7.9073.  '0.808 .85.. 54.809.4/478...9.-00.8 .089.8./42.4258408.7026:..-.84.7.248..3:9034/0.:28F7478..409.08.74 .7..4 O 3.. O .42 5..5708039.7.4 O 42..9.:38002548/0..20390 /0.43974.00/../0902547E7.8 /0 574904 .3/4 34 147 5488J../.038  .029075747/.7 :200254:2. 6:.20394/02E6:3..2039488:85038488:0948..7:2 3 03974 7.5.0 807 942.409../45845474:974  02-477.

-.42 -7 .794 .794 .404.794 .-...903/20394.-.$ !   !      2..42 -7  .404.42 -7.404.4207.