ESCOLA ESTADUAL JALCIRA SANTOS VALADÃO

Pontuação
Há certos recursos da linguagem - pausa, melodia, entonação e até mesmo, silêncio - que só estão presentes na oralidade. Na linguagem escrita, para substituir tais recursos, usamos os sinais de pontuação. Estes são também usados para destacar palavras, expressões ou orações e esclarecer o sentido de frases, a fim de dissipar qualquer tipo de ambigüidade. • ponto: Emprega-se o ponto, para indicar o término de um frase. Desejo-lhe uma feliz viagem. Também usado em quase todas as abreviaturas, por exemplo: fev. = fevereiro, hab. = habitante, rod. = rodovia. • ponto-e-vírgula: Joana conseguira enfim realizar seu desejo maior: seduzir Pedro. Não porque o amasse, mas para magoar Lucila. Observe que os dois-pontos são também usados na introdução de exemplos, notas ou observações. • ponto de interrogação: O ponto de interrogação é empregado para indicar uma pergunta direta, ainda que esta não exija resposta: - O senhor não precisa de mim? • ponto de exclamação: O ponto de exclamação é empregado para marcar o fim de qualquer enunciado com entonação exclamativa, que normalmente exprime admiração, surpresa, a)- separar itens enumerados: assombro, indignação etc. A Matemática se divide em: - Viva o meu príncipe! Sim, senhor... Eis aqui um comedouro muito - geometria; compreensível e muito repousante, Jacinto! - álgebra; - Então janta, homem! - trigonometria; (Eça de Queiroz) - financeira. b)- separar um período que já se encontra dividido por vírgulas: • O uso da vírgula: Ele não disse nada, apenas olhou ao longe, sentou por cima da grama; Emprega-se a vírgula (uma breve pausa): queria ficar sozinho com seu cão. a) para separar os elementos mencionados numa relação: • dois-pontos: A nossa empresa está contratando engenheiros, economistas, analistas de Os dois-pontos são empregados para: uma enumeração, citação ou sistemas e secretárias. esclarecimento: O apartamento tem três quartos, sala de visitas, sala de jantar, área de serviço e ... Rubião recordou a sua entrada no escritório do Camacho, o modo porque dois banheiros. falou: e daí tornou atrás, ao próprio ato. Mesmo que o e venha repetido antes de cada um dos elementos da enumeração, Estirado no gabinete, evocou a cena: o menino, o carro, os cavalos, o grito, o a vírgula deve ser empregada: salto que deu, levado de um ímpeto irresistível... Rodrigo estava nervoso. Andava pelos cantos, e gesticulava, e falava em voz (Machado de Assis) alta, e ria, e roía as unhas. Visto que ela nada declarasse, o marido indagou: b) para isolar um chamamento: - Afinal, o que houve?

nasceu em Santos. Roma. estrebuchava como um animal. por exemplo. cansados de dar dó! g) para isolar. Eles viajaram para a América do Norte. c) para isolar uma explicação: Dona Sílvia. isto é. neologismos. felicidade. interrupção ou dar ideia de continuidade ao que se estava falando: (. disse ele. venha até o meu gabinete.. aliás..00 na reforma do apartamento.. f) para isolar elementos repetidos: O palácio. b) Separar orações intercaladas. para o Canadá. que foi um acidente. gírias: Nada pode com a propaganda de “outdoor”.Quais ideias você tem para revelar? . respondi secamente. O filme. . Amor. o gênio da pintura italiana. e) para isolar um termo circunstancial antecipado: Lá no sertão. o nome do lugar: São Paulo.. o fato é que assim você estará contribuindo para a elaboração deste projeto. Paulo diz que ela se suicidou. Rafael. h) para indicar a omissão de um elemento da oração: Foi um grande escândalo. 22 de maio de 1995. isto é. Ricardo. aliás. O bem que neste mundo mais invejo? O brando ninho aonde o nosso beijo Será mais puro e doce que uma asa? (. Ontem à noite. d) para isolar palavras e expressões explicativas (a saber. . • Reticências (.) Onde está ela. tudo o que tínhamos economizado durante anos. a nossa casa. expressão ou palavra: O prêmio foi destinado ao melhor aluno da classe – uma pessoa bastante esforçada. além disso etc. fomos todos jantar fora.) E então. Respeitosamente. outras... ou melhor. o palácio está destruído.Não importa. Estão todos cansados. 13 de dezembro de 1995. i) após a saudação em correspondência (social e comercial): Com muito amor. veio um sentimento de alegria.. ficou presa no elevador. as noites são escuras e perigosas. c) Colocar em evidência uma frase.): Gastamos R$ 5. nas datas. Gostaria de parabenizar a pessoa que está discursando – meu melhor amigo. a irmã. • aspas (“”) São usadas para indicar: a) citação de alguém: “A ordem é que fiquem em silêncio!” b) expressões estrangeiras.Não sei se serão bem-vindas. desempenhando as funções da vírgula e dos parênteses: Precisamos acreditar sempre – disse o aluno confiante – que tudo irá dar certo.. mas do quintal.Cristina.) São usadas para indicar supressão de um trecho. é fantástico. paz. Não se sabe ao certo.000. • Travessão (–) O travessão é indicado para: a) Indicar a mudança de interlocutor em um diálogo: . • Parênteses ( ) São usados quando se quer explicar melhor algo que foi dito ou para fazer simples indicações. desligue já esse telefone! Por favor. Eu gostei da nova casa.. aquela mexeriqueira do quarto andar. Às vezes gritava.. j) para isolar orações intercaladas: Não lhe posso garantir nada.