Você está na página 1de 175

Índice

1. A Carta Revelação

2. Carta de James

3. O Criador

4. Meu propósito Central

5. Minha Mensagem Central

6. Minha Revelação Central

7. Manifesto do Soberano Integral

8. Excertos da Cosmogonia "Liminal"

9. Cadeia de Eventos

10. Resumo do Projeto Wingmakers

11. Primeira Entrevista com Dr. Jamisson Neruda

12. Segunda Entrevista com Dr. Jamisson Neruda

13. Terceira Entrevista com Dr. Jamisson Neruda

14. Quarta Entrevista com Dr. Jamisson Neruda

15. Experimentando o Navegador da Totalidade

16. Evocando o Navegador da Totalidade

17. Os Princípios de Vida do Soberano Integral Filosofia Wingmakers Câmara Um

18. Os Mutantes Modelos de Existência Filosofia Wingmakers Câmara Dois

19. O Projeto de Exploração Filosofia Wingmakers Câmara Três

20. Crenças e Seus Sistemas de Energia Filosofia Wingmakers Câmara Quatro

21. Glossário

Carta Revelação

Quatro anos atrás tive uma experiência incomparável. Conheci uma pessoa que vim a considerar como um messias moderno. Sei que isso pode parecer uma declaração muito estranha, mas se você me conhecesse, saberia que eu não sou de fazer comentários estrondosos desse tipo. Infelizmente, não tenho outra escolha a não ser que sejam indulg entes comigo e que me dêem um voto de confiança.

Meu nome é Sarah De Rosnay, e a pessoa a quem me refiro é um homem jovem que mora em Nova York e que, literalmente, leva uma vida simples e ninguém suspeita da profundidade de sua missão. Até mesmo os membros de sua família desconhecem o que ele está realizando. Por razões não muito claras para mim, fui escolhida por essa pessoa para ser algo como um aprendiz ou discípula.

Você já pensou o que um messias moderno faria se ele ou ela unisse a raça humana nos tempos atuais? Vamos assumir que um messias – nesta definição transcenda o título de um professor espiritual, e em vez disso exerça um papel de ativar gerações de novos pensadores para eliminar a escravidão a crenças e convicções milenares que não ajudam a humanidade.

O que aconteceria, se essa tal pessoa estivesse um passo a frente neste século e anunciasse uma reestruturação de nossos sistemas de crenças atuais? O que ele/ela faria de diferente de Jesus, por exemplo? Curar talvez não fosse seu principal papel em sua missão.

Cumprir uma profecia talvez não importasse. Ter visibilidade e ser uma personalidade p ública talvez fosse desnecessário ou até mesmo um obstáculo. Provavelmente o sacrifício pessoal seria evitado. Talvez um messias moderno empregasse nossas mais modernas tecnologias em sua missão.

Se você fosse como eu, faria as mesmas duas perguntas: por que um messias moderno escolheria o anonimato para divulgar sua mensagem? E por que um messias ou um avatar espiritual cria ria algo como a Primeira Fonte que parece ser uma história fictícia, em vez de escrever um texto espiritual definitivo?

Para responder a primeira pergunta, esta pessoa, a quem vou chamar de James de agora em diante, não está interessada em começar um a nova religião e nem mesmo se afiliar a alguma religião já existente.

Ele está totalmente focado em desenvolver o conteúdo dos discos da Primeira Fonte, e deseja manter uma personalidade não identificada para que seu objetivo seja alcançado.

Para responder a segunda pergunta, James criou uma mitologia para produzir uma exper iência de imersão que um grande público pode relacionar principalmente pessoas selecionadas dentro das próximas três gerações.

Embora não tenha nenhuma dúvida que James escreveu o texto espiritual definitivo, ele está bem ciente que mais coisas serão exigidas para atrair as novas gerações para as quais veio servir.

Parte deste trabalho está em forma de música e arte, parte em história contada, e outra parte ainda está por vir. Esta revelação está sendo passada como nunca foi feito antes com outros ensinamentos e seu objetivo é estimular novos pensadores líderes nos campos de cosmologia, arte e metafísica.

James produ ziu todos os materiais que você vai encontrar neste disco (CD dos Wingmakers) e naqueles que ainda estão por vir. É uma história criada e escrita por este professor para transmitir uma nova mitologia para nossa cultura. Seu objetivo é ativar uma consciência do mais alto padrão e ajudar essa consciênc ia a estabelecer uma conexão mais forte com a Primeira Fonte, em vista das pressões que estão por vir, por conta de uma ordem social confusa e cada vez mais limitada.

James me pediu que o apresentasse e também os fatos por trás da mitologia dos Wingmakers. É importante entender que tudo nest a história está baseado em realidade. Porém, a história, no seu todo, não é real. O real é que um professor veio para este planeta, neste tempo, transmitir uma história multidimensional, multimídia que agirá como um catalisador.

Esta história ativa insights que são sutis e poderosos ao mesmo tempo. Se você for tocad o, se você vibrar com esta

informação, você entenderá assim como entendi. Você sentirá a estrutura maravilhosa desta história e a receberá dentro do seu coração e de sua mente, e permitirá que cresça e modifique sua consciência para um ponto novo de integração.

Tenho tido uma oportunidade rara de ser uma discípula de James e uma testemu nha de sua missão. Eu tenho visto como ele trabalha por trás das cenas, e como tem devotado toda sua energia nesta missão com total certeza de seu propósito.

Quando encontrei James pela primeira vez, havia uma pequena dúvida em minha mente que ele estava destinado para algo extraordinário. Na época de nosso encontro ini cial, eu trabalhava no mundo das artes, e um colega falou me sobre um amigo que pintava quadros estranhos sobre o reino espiritual, e como estas pinturas literalmente tinham feito que saísse do corpo quando os olhava.

Intrigada, organizei uma reunião através de meu colega, e foram mostrados trabalhos que poderiam ser descritos como se fossem de "outr o mundo" e eram vivamente originais em sua linguagem visual. Eram pinturas que pareciam conectar um novo estado da consciência universal, e foram produzidos com tal maestria que imediatamente me apaixonei por eles.

Quando falei sobre sua experiência como artista, ele me garantiu que não era um artista, mas sim um "criador de mitos". Disse a ele que teria um grande futuro, e que o ajudaria a entrar no mundo das artes como sua representante, mas recusou minha oferta de forma eloqüente.

Saí frustrada da reunião, pois achava que não veria esse homem novamente, e que ele estava desperdiçando seu talento como um criador de mitos (seja lá o que for o que isso queria dizer). Passou se uma semana e eu não conseguia tirá lo da minha cabeça, assim como suas pinturas, então liguei para ele e marquei outra reunião.

Eu tin ha tido alguns sonhos estranhos na noite anterior ao nosso encontro – o tipo de sonho que adere em sua mente, mas permanece evasivo. Tudo que sei é que o encontrei tendo uma nova perspectiva sobre ele. Alguma coisa despertou dentro de mim não o estava encontrando para conven cê lo de ser a representante de suas pinturas para meus clientes. Havia qualquer outra coisa que eu imaginava poder ajudá lo.

Foi durante esta segunda reunião que revelou sua visão para seu trabalho, o qual ele chamou de Primeira Fonte. Falou de forma tão natural que tudo parecia um grande déjàvu. Ele nun ca mencionou qualquer coisa sobre si como sendo um professor espiritual, muito menos um messias para as próximas três gerações da humanidade. Simplesmente me convidou para ler alguns de seus "Mitos" e que fizesse isso confidencialmente, pois estava mostrando trabalhos que ninguém jamais tinha lido ou visto.

Sem entrar em de talhes, eu tinha alguma experiência em alguns ensinamentos esotéricos. Tinha lido livros de Alice Bailey, Ramtha e muitos outros mestres chamados de ascendidos, mas estes textos eram diferentes, ou pelo menos me tocaram de forma diferente. Assim que comecei a perceber como arte, poesia, música, filosofia e história estavam tod os integrados, comecei a entender como ele estava criando de todo esse material, uma mitologia complexa e de múltiplos níveis.

Nem uma vez se referiu a si como alguém especial e nunca sugeriu que fosse um messias ou um mestre. Simplesmente precisava de mim para divulgar esse trabalho, assim como já tinha feito para muitos outros artistas visuais.

Passados quatro anos, tenho sido cada vez mais testemunha do estranho fenômeno que cerca seu trabalho, e às vezes me abalo com o fato de que sou a única pessoa viva que, pelo menos conscientemente, entende por que ele está aqui e a importânci a de sua missão. James tem dito que não será conhecido nesta encarnação. Ele não terá uma personalidade permanente. Nem mesmo seu nome real será conhecido. Quando as pessoas pensam que o acharam, isso parecerá uma miragem. Ele tem cuidadosamente construído suas mensagens na incerteza, e para mim, isto era o elemento ma is irritante de sua missão

Eu lhe perguntei várias vezes porque escolhera divulgar seus ensinamentos como um mito em vez de um texto declarativo, não ficção.

Sua resposta era sempre a mesma: "Quando as pessoas tentam agarrar a verdade, a verdade muitas vezes escapa. Mas quando são atraídas por uma história, a verdade pode agarrá las".

Não sei como interpretar essa declaração, mas compartilho isso para que você, quem sabe, possa entender melhor o contexto dos Wingmakers e seu enigmático criador.

Embora você possa discordar de mim que James seja um messias moderno, acredito que se você tivesse visto aquilo que vi nesses últimos quatro anos, você entenderia porque digo isso. Eu sei que o termo messias está reservado para um tipo especial de professores espirituais que são os salvadores de pessoas, mas acredito que é exatamente isso que ele veio fazer par a nossas próximas gerações.

O Projeto Wingmakers se refere freqüentemente a James como um "trabalho autorizado". Acredito de todo coração que foi autorizado pela Primeira Fonte. É uma religião nova? Não, é uma mitologia nova, e seu criador quis que fosse dessa forma para ter cert eza que não se tornasse uma nova religião agora ou no futuro. É para ser um catalisador para o indivíduo, não uma estrutura de apoio para grupos de pessoas que tem a mesma opinião.

Sinceramente,

Sarah De Rosnay

CARTA DE JAMES

Meus Caros,

Minha amiga, Sarah De Rosnay, me apresentou como James. Li sua introdução na sua Carta Revelação. Presumo que você tenha feito o mesmo se estiver lendo esta carta.

Sou um homem simples que vive para uma missão singular e os discos da Primeira Fonte são frutos desta missão. Vão aparecer mui tas histórias sobre este disco e também sobre os que virão. Por razões que certamente você entende minha identidade propositalmente ficará no anonimato, e eu o estimulo a não se preocupar sobre quem sou, quem tenho sido ou qual seja o meu papel.

Apesar do que Sarah escreveu e acredita, não sou um Messias. Por mais surpreendente do que possa parecer, nem Jesus, Buda, Maomé ou Krishna, também não foram Messias. É verdade que foram grandes mestres e exemplos da raça humana, mas eles não encarnaram para salvar as pessoas, nem construir religiões duradouras que acobertaram seus ensinamentos ao longo do te mpo.

Simplesmente tinham uma conexão mais clara com a Primeira Fonte, obtida através de suas visões penetrantes da mente universal, que os fixaram na sua sabedoria pessoal. Eles foram líderes porque escolheram dividir esta sabedoria pessoal com seus contemporâneos, na esperança que outros também pudessem encontrar o seu caminho na sua própria sabedoria pessoal.

Eu tenho estado aqui muitas vezes antes com nomes que você reconheceria, mas esta encarnação é diferente e eu

pretendo permanecer desconhecido, até mesmo como sendo uma ficção. Minha alma não é diferente da sua. Eu tenho

um corpo e, portanto tenho minhas fraquezas, de alguma forma, assim como você. Eu não sou alguém para ser venerado e sou propositalmente intocável para garantir que isso não ocorra, pois isto somente seria prejudicial no

caminho

de

nossa

missão.

As novas almas que estarão encarnando nos próximos cem anos representam os agentes de mudanças vitais, e estarão

em uma pos ição de mostrar que cosmologia, arte e metafísica tornamse as forças que revitalizam o papel da humanidade como administradora responsável pelo mundo. É um período extremamente importante na história humana e os discos da Primeira Fonte encontrarão o seu caminho para selecionar indivíduos e ajudar a fixá los em sua

sabedoria pessoal.

Eu crie i um portal para consciência da Primeira Fonte para contatar a consciência de um indivíduo de tal forma como

nunca foi feito antes. Esta conexão catalisará novas formas de energia para fluir pelas mentes desses indivíduos,

habilitando os para criar as tecnologias necessárias, formas de arte e descobertas que vão dar acesso à nova cosmologia

da Primeira Fonte.

Além disso, os discos da Primeira Fonte causarão impacto em todas as pessoas, mesmo naquelas que nunca lerão verão

ou

ouvirão, e posso garantir que estas serão a maioria. Estes ensinamentos são projetados para todo o planeta, apesar

do

peq ueno número que ativamente se aprofundará na história e utilizará este portal.

Espero que você entenda e respeite meu anonimato intencional, também espero que entenda o formato no qual este portal foi construído. Não nenhuma intenção de iludi lo ou enganá lo. Simplesmente coloquei o web site dos Wingmak ers para domínio público como uma plataforma para divulgar os discos da Primeira Fonte. Os discos serão o registro oficial de minha comunicação. O web site se tornará mais um centro de comunicação e atualização para os discos.

O web site Wingmakers criou controvérsias e debates e muitos tem se deleitado em tentar desmistificar sua

autenticidade. Aqueles que argumentam se é verdadeiro ou falso, tem diminuído sua visão da verdade que está tecida

na sua estrutura. A minha esperança é que os discos da Primeira Fonte irão reunilos com o propósito desse projeto e que o debate se acalme.

O disco é uma ferramenta, e como qualquer ferramenta seu valor está diretamente relacionado em como é utilizada na

vida das pessoas. Se você estudar essa ferramenta, ela vai supri lo com o manual de instruções detalhado para sua própria utilização. O disco tem multi camadas e está estruturado metaforicamente em paralelo com o universo e novos aspectos deste disco podem ser ativados no futuro.

Embora minha personalidade sempre pareça intangív el, saiba que estou neste disco mais vivamente que qualquer outro mestre que tenha vindo antes em seu planeta. É de minha natureza viver no mistério universal e na claridade pessoal do meu EU. Quando você estiver de acordo, você me encontrará com você.

James, dezembro 2000

O Criador

Introdução elaborada por James

Durante os últimos dois anos, o web site Wingmakers produziu uma variedade de reações, talvez nenhuma tão persistente quanto o enigma de quem o criou, e por qual razão busco o anonimato. Eu o convido a examinar os materiais contidos dentro do web site (Wingmakers.com), menos interessado em quem os criou e por que, e se conce ntre mais em como aplicá los na sua vida pessoal, de forma que atinja o mais íntimo de seu ser.

Se você leu minhas respostas às perguntas feitas pelos membros do fórum de discussão do site Wingmakers, você entenderá o meu objetivo, e se ler cuidadosamente, você vai pe rceber por que estes materiais existem e para que servem. Nesta breve introdução, vou tentar fazer com que esses materiais e seus objetivos sejam mais bem entendidos.

No último século, os sistemas de crenças da época tinham o amor como foco, e mais especificamente, o amor que é divino, incondicional e livr emente compartilhado entre todas as pessoas independentemente de sua posição social. Os maiores pensadores da humanidade professaram este mesmo sentimento, mas o amor permanece como um dos conceitos mais mal entendidos da humanidade.

Amor é uma ação fundamental que, por si só, não é suficiente para se alinhar com uma esp écie ou uma raça com o propósito e objetivos da Primeira Fonte ou Deus. Embora o amor tenha uma função vital na humanidade, cicatrizando e curando suas feridas que se auto impõe, é também o conhecimento e a correta aplicação das novas ciências que revelarão a alma humana para a mente da humanidade. E é esta revelação que trará a humanidade como uma espécie coletiva para se alinhar conscientemente com o propósito da Primeira Fonte.

Eu lhe pediria para imaginar por um momento que há um Ser Supremo, conhecido como Primeira Fonte que não criou o unive rso para que seja experimentado e explorado, mas também uma forma de vida arquetípica para povoar este grande universo como um portador de alma. Este arquétipo, conhecido como terceira fonte é a Raça Central, ou, o como foi descrito nestes materiais, os Wingmakers.

Os Wingmakers vêm da região mais central do g rande universo, e possuem o mais profundo conhecimento das ancestrais raças humanóides, por conta de seu longo tempo no caminho evolutivo. Os Wingmakers são a raça primogênita cujas raízes genéticas são humanóides, e escolheram dividir seu conhecimento com um universo mais abrangente como qualquer sábio e responsável anciã o faria.

Imagine que a humanidade, povoando um planeta aparentemente isolado, fosse parte de uma imensa e diversificada família de formas de vida humanóide cuja espécie humana fosse uma percentagem infinitamente pequena. Existe uma família intra galáctica e intergaláctica, mas as espécies delas não percebem que estão interconectadas e desconhecem a razão funda mental para esta interconexão.

Se você conseguir imaginar isto, você também vai poder entender como seria fácil perder o foco desta visão, pois, a humanidade coloca atenção exclusivamente nos assuntos terrestres. Portanto, os Wingmakers têm uma responsabilidade, como membros conscientes da Primeira Fonte e também como co criadores da humanidade, de lembrar os humanos da razão de sua existência e de sua inter conexão, como um precursor para compartilhar o seu conhecimento da Primeira Fonte.

A questão primordial é como os Wingmakers compartilhariam o seu conhecimento?

Os Wingmakers, por possuírem muitos dos atributos da Primeira Fonte, são capazes de, tão extraordinário quanto possa parecer criar vida. Em outras palavras, detém o conhecimento de como criar, evoluir, e dirigir uma raça inteira para uma compreensão de seus objetivos e interconexão com o universo mais abrangente.

Como os Wingmakers se comunicariam com sua criação? Eles encravam seu conhecimento dentro de sua criação e então se asseguram que este conhecimento pode ser ativado seqüencialmente à medida que as espécies evoluem. O que ativaria o conhecimento? Inicialmente, ensinos orais, livros, expressões artísticas, experiências pessoais. Logo depois, ciências, metafísicas, fluxos de dados sensoriais codificados, e finalmente, o Grande Portal.

Imagine a amplitude de conhecimento que impulsionaria uma espécie coletiva para desejar dependendo de seu livre arbítrio se alinhar à missão e objetivos do Ser Supremo. Que tipo de conhecimento poderia atingir esse objetivo? Os materiais dentro do web site dos Wingmakers são exemplos deste conhecimento impulsionador.

Os sistemas de crenças na terra começa rão a mudar assim que as novas ciências acima de tudo, com a física quântica e a biologia molecular revelem as estruturas que unem o instrumento humano com a Primeira Fonte. Estas estruturas são chamadas de Navegante da Totalidade pelos Wingmakers, e é esta identificação específica que a humanidade precisará par a se unir como uma espécie.

Eu estou aqui para ajudar nesta descoberta. Se você aplicar estes materiais em sua própria vida, você estará no caminho certo. Os princípios de amor permanecem uma constante, mas você achará a presença de amor nestes ensinamentos de forma menos explícita porque estes materiais estão concentrados na descoberta do Navegante da Totalidade.

Sua viagem o espera.

De meu mundo para o seu,

James

MEU PROPÓSITO CENTRAL

Transmissão da Primeira Fonte

O projeto de exploração tem uma intenção acima de tudo. Vocês não são receptores do trabalho divino e treinamento meticuloso, somente para assegurar que podem desfrutar de felicidade sem fim e tranqüilidade eterna. Existe um propósito de serviço transcendente oculto, além do horizonte da presente época do Universo. Se eu tivesse te desenhado para levarte a uma excur são eterna dentro do nirvana, certamente não construiria teu universo inteiro dentro de uma vasta e complexa escola de treinamento, requerendo uma substancial gama de minha criação como professores e instrutores, e logo passar épocas e épocas colocando os à prova, um por um, através desta enorme escola universal de aprendizagem experimental. O avance do sistema da progressão humana é cultivado à minha vontade, para o propósito explícito de promover a fusão das espécies humanas com outras espécies de distintos universos.

Assim como minha natureza é de sete pregas, sete universos que com põem meu corpo. Dentro de cada um destes, uma espécie de um desenho particular de ADN é moldada e é nutrida pela Inteligência da Fonte para explorar seu universo material. Cada uma destas espécies é enviada desde a Raça Central, ao Universo que foi criado para desvelar seu potencial e semear sua visão. Tua espécie convergirá com outras seis espécies em um futuro distante, que reunificará meu corpo com a extensão vivente da criação conhecida. Enquanto isso pode parecer tão distante como para não ter relevância em seu tempo, é vital que entendas seu propósito.

Podem considerar estas sete espécies como órgãos do meu corpo, reunidos para permitir te (permitir nos) funcionalidade total dentro do grande universo. Esse é meu propósito e afinal, o teu também.

Teu livrearbítrio não te será retirado. É meramente unido com o meu (nosso) próprio. Na câmara mais profunda de minha existência, emana a vontade de expandir, explorar, unir, sintetizar e, ao fazê lo, revelar ainda outra capa de meu/nosso propósito. “Qual é este propósito?”, perguntas. Não é expresso em uma linguagem que tu possas entender agora, mas está relacionado aos conceitos de descobrimento universal e auto evolução. É a expansão e síntese da experiê ncia cósmica.

Os seres ascendentes do tempo estão convergindo à minha morada central. Todos são atraídos a mim pelo propósito de minha/nossa vontade, para ser expressa ao largo do grande universo, para moldar outro grande universo e aprofundar a pele de minha/ nossa personalidade. Esse é o propósito oculto de minha/ nossa vontade: criar novos mundos de experiência, que estimulem nossa contínua evolução.

Sem ti, não sou capaz de evoluir. Sem mim, tu não és capaz de existir. Esse é nosso laço eterno. Foi e é meu desejo de evoluir, o que te deu existência. Nós, coletivamente, somos a vasilha conjunta de criaçã o e exploração. Somos os intrépidos de uma viagem sem mapa e somos a energia imaginativa da representação externa de novas realidades. Somos a imagem de uma espiral ascendente, infinita e expansiva, que se cria a si mesma, segmento por segmento. Somos inseparáveis – somos cada um a janela do outro.

Minhas bên çãos para ti que encontrastes estas palavras e escutas na claridade de tua personalidade.

Extrato da Câmara 22 – Um dos três elementos escritos do corpo de trabalho conhecido como Wingmakers, atribuído à Primeira Fonte.

Minha Mensagem Central

Transmissão da Primeira Fonte

Transmito te esta mensagem a ti, a quem sacudi com o som de minha voz. Estas palavras são minha assinatura. Podem contribuir para tua dúvida, teu temor, tua ou tua coragem; isso não importa, porque serás tocado pelo ritmo de minha voz. Movese através de ti, como um feixe de luz que varre embora solo seja por um momento a escuridão.

Eu habito em uma freqüência de luz em que os seres finitos não podem me descobrir. Se me buscam, fracassarão. Não sou encontrado ou descoberto. sou reconhecido na unicidade, unidade e totalidade. É a mesma uni cidade que se sente quando se está interconectado com toda a vida, pois EU SOU este e somente este. Sou toda a vida. Se quiser me buscar, então pratica o sentimento de unidade e totalidade.

Em minha mais profunda luz te criei, desde meu desejo de entender meu universo. Vocês são meus emissários. São livres para viajar de universo em universo, como partículas de meu ventre infinito, com os destinos que vocês escreverão. Eu não prescrevo sua viagem ou a meta de sua viagem. Eu só te acompanho. Eu não te atiro para cá ou para lá, tampouco te castigo quan do te separas de meu coração. Isto EU faço como resultado de minha crença em ti.

Vocês são os herdeiros da minha luz, que lhes deu forma. É minha voz a que despertou a sua individualidade, mas será sua vontade o que desperte a nossa unidade. É seu desejo de me conhe cer como a ti mesmo o que te trará a minha presença, tão perfeitamente escondida de seu mundo. Estou detrás de cada coisa que vês, escutas, provas, cheiras, sentes e crias.

Vivo para que me descubras. Essa é a mais alta expressão de meu amor por ti, e enquanto procuras minhas sombras nos relatos de seu mundo, Eu, a indelével e infinita luz, me torno cada vez mais visível. Imagina o ponto mais longínquo no Universo detrás de um portal negro, expresso em alguma galáxia distante, e logo multiplica essa distancia pelo valor numérico mais alto que conheça. Parabéns me distes um átomo do meu corpo.

te conta quão incompreensível Sou? Não Sou o que você possa saber ou ver, ou entender. Estou fora de compreensão. Minha vastidão me faz invisível e inevitável. Não lugar onde possa estar sem mim. Minha ausência não existe. É esta mesma natureza o que me faz Único. Sou a Primeira Causa e o Último Efeito, conectados em uma cadeia indivisível.

Não súplica que me comova. Não nenhuma oração que me convide mais à frente dentro de seu mundo, a menos que seja assistida com o sentimento de unidade e totalidade. Não templo ou objeto sagrado que me comova. Eles não te trazem, nem jamais te trouxeram mais perto de minha mão estendida. Minha presença em seu mundo é inalterável, porque Sou o santuário, tanto do cosmos como da alma única em seu interior.

Posso despertar em cada um de vocês neste mesmo momento a nossa unidade, mas há um desenho maior uma visão mais pormenorizada que os coloca nos limites do tempo e nas dimensões espaciais da separatividade. Este desenho requer uma progressão dentro de minha totalidade, que te voltes a apresentar com nossa unidade, mediante a experiência de separação. Seu despertar, por momentos lentos e algumas vezes dolorosos, está assegurado, e nisto deves confiar acima de todo o resto.

Eu sou o Pai ancestral de toda a criação. Sou uma personalidade que vive dentro de cada um de vocês, como uma vibração que emana de todas as partes de sua existência. Resi do nesta dimensão como seu farol. Se seguir esta vibração, se a coloca no centro de sua viagem, contatará minha personalidade, que vive além das partículas de sua existência.

Não existo para ser temido ou mantido em indiferença. Minha presença é imediata, tangível e real. Estás agora em minha pr esença. Escuta minhas palavras. Estás em minha presença. Estás dentro de mim mais do que Eu estou dentro de ti. És o revestimento de minha mente e meu coração, e ainda assim, não te criei como um produto do macaco. Você é muito mais do que te possas dar conta.

Nossa união foi, é e ser á. Você é minha bendita descendência, com quem estou elaboradamente conectado, em maneiras que não podes entender e por isso apreciar. Deves suspender tua crença e descrença no que não podes sentir, em troca de teu conhecimento de que sou real e vivo em seu interior.

Esta é minha mensagem central a toda minha descendência. Ouça bem, porque nela podes encontrar o lugar aonde EU habito.

Extrato da câmara 23 um dos três elementos escritos do corpo de trabalho conhecido como Wingmakers atribuído á Primeira Fonte.

Minha Revelação Central

Transmissão da Primeira Fonte

Tu evoluis até a alma, sempre na direção de minha alma criadora. Esta é a região de mim mesmo que não habitas

dentro, senão que certamente está separada de ti como as estrelas estão isoladas de uma caverna profunda. Este lugar

é a Fonte e destino de tua existência e desde este lugar, tu des cendes dentro da cova de tuas origens de animal, onde minha voz fica em silencio a tuas preferências.

Meu plano para tua ascendência inclui a cada criatura em todas as dimensões, de todos os mundos. Faço isso, desprendendo me de cada função que seja possível levar a cabo por outro de minha criação. Aquele que criei possui o poder de cumprir minha função e desta maneira, eu estou oculto a tua vista, porque tu tens acreditado que eu sou aquele que criei.

Eu sou a Primeira Fonte e teu conhecimento de mim está mil vezes suprimido. Eu habito no Universo Central, tão distante de ti como para criar o espaço de uma abstração income nsurável, e apesar disso, um fragmento de meu ser está posto dentro de tua personalidade, como um diamante sobre um anel, e perdurará tão seguramente como perdurarei eu. Se bem estão aqueles que crêe m que sou um mito, te digo que meu mundo é o farol e guia de todas as personalidades em todos os tempos, e tanto se crês em mim ou não, estás infalivelmente atraído à Fonte, desde onde tu foste criado.

Preferia ser conhecido por ti em todo momento e l ugar, mas se fizesse isso, então a viagem evolutiva de minha criação se romperia, e o ordenamento maestro/estudante de meu sistema de ascendência faltaria. Expressei me a mim mesmo em inumeráveis ordens de seres, que coletivamente constroem a ponte evolutiva de tua ascensão, dentro de meu domínio. Não passo em tua viagem qu e outro não tenha tomado em representação daqueles que me seguem.

Eu formei estes mundos com a ajuda de minha mais íntima criação, conhecidos por ti, através destes ensinamentos, como a Raça Central. Seu registro está localizado sobre teu planeta para catalisar no interior daqueles de tua espé cie que estão prontos – ou tomar consciência de mim, como verdadeiramente sou. Este registro durará por muitas gerações, algumas vezes escondido da vista, algumas vezes abstraído dentro de símbolos, algumas vezes submergido na dúvida, mas sempre será minha voz revelada sobre teu planeta.

Se bem que não é a prim eira vez que falei à gente de seu planeta, é a primeira vez que falo através de minha mais íntima criação e deixei um registro multidimensional indelével. Na superfície deste registro está uma mitologia da Raça Central, mas se encontras minha voz dentro dessa mitologia, verás outra faceta deste regis tro, de um matiz pessoal, que te fala diretamente a ti, meu filho. É esta intimidade que codifiquei dentro desse registro, que é simbólica de minha mão estendendo se até as tuas e é esta intimidade a que continuará dentro de tua mente e coração, quando todo o demais falhe.

Minha voz te ajudará a reconectarte comigo. Engrandecerá tua visão de meu domínio, propósito e meu inquebrantável

amor por cada um de minha criação, sem importar aonde ou como vivam. Antes falei a teu planeta, e quando fiz isso, foi através de um prisma de personalidades que dobraram minha voz e coloriram meu tom . A voz de minha mente não viajará a teu mundo, a menos que seja transmitida mediante minha criação e traduzida a símbolos de palavras que tua mente possa compreender. A voz de meu coração penetra todos os mundos, sem tradução, como uma luz sub fotônica

e uma vibração interdi mensional, que produz som.

Revelo me a ti, esperando que tu reveles a outros o que encontrou em mim. Não mediante palavras santarronas, senão mais bem redefinindo nossa relação e vivendo de acordo com esta nova claridade. Fazendo isso, liberarás o que tenho armazenado faz tempo dentro de ti – um fragmento de mim mesmo – um pequeno raio de luz que proporciona à tua auto importância, uma morte decisiva.

Verdadeiramente, esta é minha revelação central. Estou aqui, detrás desta mitologia, para despertar tu ser animal a nossa relação, para que possas matar tua vaidade. Essa é a distorção entre nós. Não tempo nem espaço qu e nos separe ou diminua nossa relação consciente. É teu desejo de sobressair dentro da cova de tua existência, e derivar gratificação disto e somente disto.

Eu deixarei a outros que definam a sabedoria psicológica e condutas de sentido comum de êxito. Minhas palav ras

penetram em outro lado; em um lugar dentro de ti que é susceptível, inocente, crente e sempre à escuta de um tom que insinue minha presença. Quando é descoberto, esta parte de ti – como um instrumento inspirado por uma poderosa ressonância – vibrará em conformidade à minha voz.

Todas tuas religiões ensinam o culto à deidade e um a doutrina de salvação humana. É o parentesco fundamental das religiões de teu planeta. Sem embargo, eu não sou a deidade sobre a que cai tua adoração, nem sou o criador de tuas doutrinas de salvação humana. Adorar me acunhando palavras ou consideração moral, é desnecessário. Simplesmente expressa teus sentimentos autênticos de apreciação à minha mais íntima presença dentro de ti e de outros, e tu retransmitirás tua adoração infalivelmente dentro do meu reino.

Este é o sentimento que deverias buscar preservar ao enfrentar as distrações da vida. Esta é a revelação de meu coração a teu coração. Vive na claridade. Vive no propósito. Vive no conhecimento de que tu estás em mim e eu estou em ti, e que não lugar separado de nosso coração.

Extrato da Câmara 23 – Um dos três elementos escritos do corpo de trabalho conhecido como os Wingmak ers atribuído à Primeira Fonte.

Manifesto do Soberano Integral

.

Não um espaço mais sagrado ou poderoso que outro

.

Não um ser mais espiritual que outro

.

Não nada mais divino que outro

.

Não ferramenta ou técnica que aceleram a abertura da consciência

.

Não verdade que possa ser escrita, falada, ou pensada, a menos que seja concebida e expressada através da Linguage m da Unidade

.

A Primeira Fonte transcende a Totalidade

.

Todos os fragmentos de filosofia, ciência, e religião, mesmo quando unificadas, representam apenas uma fração da realidade

.