Você está na página 1de 19

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

CIRCUITOS DE DUAS PORTAS QUADRIPOLOS

NOTAS DE AULA (CAP. 19 – LIVRO DO NILSON)

0. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

HIPÓTESES BÁSICAS

i i 1 2 a c Porta de Porta de v v 1 Quadripolo 2
i
i
1
2
a
c
Porta de
Porta de
v
v
1
Quadripolo
2
Entrada (1)
Saída (2)
b
d
i
i
1
2
Figura 1

1) Não pode haver nenhuma energia armazenada no circuito.

2) Não pode haver fontes independentes no circuito, embora fontes dependentes sejam permitidas.

3) A corrente que entra em um dos terminais de uma porta tem que ser igual à corrente que deixa o outro terminal da mesma porta.

4) Todas as ligações externas devem ser feitas à porta de entrada ou à porta de saída; não é permitido fazer nenhuma ligação entre as portas, ou seja, entre os terminais a e c, a e d, b e c ou b e d.

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

1. MODELOS

I I 1 2 a c Quadripolo Porta de Porta de V V 1 Dom.
I
I
1
2
a
c
Quadripolo
Porta de
Porta de
V
V
1
Dom. Freq.
2
Entrada (1)
Saída (2)
b
d
I
I
1
2
Figura 2

Parâmetros de Quadripolos

1.1.

(a)

(b)

1.2.

(a)

(b)

Parâmetros IMITÂNCIA

Parâmetros Impedância

⎢ ⎥ ⎢ ⎥⎢ ⎥ V zz ⎣ ⎦ ⎣ ⎦⎣ I ⎦ 2 21
⎥⎢
V
zz
⎦⎣ I ⎦
2
21
22
2

V

ZI

=⋅

V 1

=

zz

11

12

⎤⎡ ⋅ I

1

Parâmetros Admitância

I

2

yy

21

22

⎦⎣ V

2

I

I 1

⎤⎡ ⋅ V

=⋅ YV

=

yy

11

12

⎥⎢

1

Parâmetros de TRANSMISSÃO

Parâmetros A

⎡ ⎤

⎢ ⎣ ⎦

V 1 V

I

1

=⋅

A

I

2

2

V

I

1

1

 

=

aa

11

aa

21

12

22

⎤⎡ ⋅ V

⎦⎣ − I

⎥⎢

2

2

V

I

2

2

B

=⋅

V

1

I

1

V

I

2

2

=

bb

11

bb

21

12

22

⎤⎡ ⋅ V

⎦⎣ − I

⎥⎢

1

1

 

Parâmetros B

(1)

(2)

(3)

(4)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

1.3. Parâmetros HÍBRIDOS

(a)

(b)

Parâmetros H

⎡ ⎤

⎢ ⎣ ⎦

V

I

1

2

H

=⋅

I

V

1

2

V

I

1

2

=

hh

11

hh

21

12

22

⎤⎡ ⋅ I

⎦⎣ V

⎥⎢

1

2

 

I

G

1

=⋅

V

2

V

I

1

2

 

I

V

1

2

 

=

gg

11

gg

21

12

22

⎤⎡ ⋅ V

⎦⎣ I

⎥⎢

1

2

Parâmetros G

(5)

(6)

2. DETERMINAÇÃO DOS PARÂMETROS IMPEDÂNCIA

Expandindo as equações (1) vem que

⎧ V = zI + zI 1 11 1 12 2 ⎨ ⎩ V =
⎧ V
=
zI
+
zI
1
11
1
12
2
V
=
zI
+
zI
2
21
1
22
2

(7)

Desta

seguinte forma:

forma,

pode-se

definir

os

parâmetros

impedância

da

V 1 Z = 11 I 1 = 0 I 2 V 1 z =
V
1
Z
=
11
I 1 = 0
I
2
V
1
z
=
12 I
2
I
1 = 0
V
2
z
=
21 I
1
=
0
I 2
V
2
z
=
22 I
2
I
1 = 0

Impedância do ponto de vista da porta 1 com a porta 2 aberta

Impedância de transferência, definida como a relação entre a tensão na

porta 1 e a corrente na porta 2 com a porta 1 aberta.

Impedância de transferência, definida como a relação entre a tensão na

porta 2 e a corrente na porta 1 com a porta 2 aberta.

Impedância do ponto de vista da porta 2 com a porta 1 aberta.

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Exemplo: Determinar os parâmetros z do circuito ao lado.

Sabe-se que

⎡ V ⎤ ⎡ zz ⎤⎡ ⋅ I ⎤ 1 11 12 1 = ⎢
V
zz
⎤⎡ ⋅ I ⎤
1
11
12
1
=
⎥⎢
V
zz
⎦⎣ I ⎦
2
21
22
2

Então

(8)

z

11

=

V 20 ⋅ 20 1 = I 20 + 20 1 I 0 = 2
V
20
20
1
=
I
20
+
20
1 I 0
=
2

=Ω

10

 
 

20

V

z

12

=

V 1 I 2
V
1
I
2

=

I 1 = 0

2 25 V 2
2
25
V
2

=Ω 7,5

 

9,375

 

15

V

z

21

=

V 2 I 1
V
2
I
1

I

2

=

0

=

1 20 V 1
1
20
V
1

10

=Ω 7,5

 

z

22

V 15 ⋅ 25 2 I 15 + 25 2 I 1 = 0
V
15
⋅ 25
2
I
15
+ 25
2
I 1 = 0

==

=Ω

9,375

V 1

I 1 I 2 5 Ω 20 Ω 15 Ω
I 1
I 2
5 Ω
20 Ω
15 Ω

Figura 3

V 2

(9)

(10)

(11)

(12)

3. RELAÇÃO ENTRE OS PARÂMETROS DE UM QUADRIPOLO

3.1. Relação entre os parâmetros z e os parâmetros y

São válidas as seguintes equações para quadripolos em termos dos parâmetros z e y:

⎧⎡ V ⎤ ⎡ zz ⎤⎡ ⋅ I ⎤ 1 11 12 1 ⎪⎢ ⎥
⎧⎡ V
zz
⎤⎡ ⋅ I ⎤
1
11
12
1
⎪⎢
= ⎢
⎥⎢
V
zz
I
⎪⎣ ⎦
⎦ ⎣
2
21
22
2
I 1 ⎤
yy
⎤⎡ ⋅ V ⎤
11
12
1
= ⎢
⎥⎢
I
yy
⎩⎣ ⎦
⎦⎣ V ⎦
2
21
22
2

(13)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Pode-se notar pelas equações (13) que

− 1 ⎡ yy ⎤⎡ zz ⎤ 11 12 11 12 = ⎢ ⎥⎢ ⎥
− 1
yy
⎤⎡
zz
11
12
11
12
=
⎥⎢
yy
zz
⎦⎣
21
22
21
22

Resolvendo (14) vem que

⎡ zz − ⎤⎡ zz − ⎤ 22 12 22 12 ⎢ ⎥⎢ ⎥ ⎡
⎡ zz − ⎤⎡
zz
22
12
22
12
⎥⎢
y
y
zz
zz
⎦⎣
11
12
21
11
21
11
=
=
y
y
∆ z
z
21
22
z 11
12
z
z 21
22

(14)

(15)

Exemplo: Determinar os parâmetros y do circuito do exemplo anterior

No exemplo anterior foram determinados os parâmetros z do quadripolo definido pelo circuito elétrico da figura 1, dados por

Z =

10

7,5

7,5

9,375

 
 

9,375

7,5

 

10

7,5

1

7,5

10

Y ===

 
 

7,5

9,375

10

7,5

 
 

7,5

9,375

 

9,375

7,5

10

 
 

0, 25

 

=

7,5

 

S

37,5

= ⎢ ⎣

0, 20

0, 20 ⎤ ⎥

0, 2667

Desta forma

(16)

(17)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

4. ANÁLISE

DE

CIRCUITOS

DE

DUAS

PORTAS

COM

TERMINAÇÕES

A figura 4 abaixo mostra um quadripolo com terminações V g , Z g e

Z L .

Z g I 1 I 2 a c + Quadripolo V g V 1 Domínio
Z g
I 1
I 2
a c
+
Quadripolo
V g
V 1
Domínio da
V 2
Z L
Freqüência
b d
I 1
I 2
Figura 4

Tal tipo de quadripolo pode ser analisado através do cálculo de seis características principais:

1. Impedância de entrada

Z

in

1
1

=V I

1

ou admitância de entrada

Y in

1
1

= IV

1

;

2. Corrente de saída I 2 ;

3. Tensão e impedância de Thévenin (V Th e Z Th ) do ponto de vista da porta 2;

4. Ganho de corrente

5. Ganho de tensão ;

6. Ganho de tensão

I

2

de corrente 5. Ganho de tensão ; 6. Ganho de tensão I 2 I 1 ;
de corrente 5. Ganho de tensão ; 6. Ganho de tensão I 2 I 1 ;

I

1

;

V

2

V

2

Ganho de tensão ; 6. Ganho de tensão I 2 I 1 ; V 2 V

V

1

V

g

.

5. DETERMINAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS DE CIRCUITOS DE DUAS PORTAS EM FUNÇÃO DOS PARÂMETROS z

As equações (18) estabelecem as relações entre as grandezas terminais de um quadripolo, descrito pelos seus parâmetros z e pelos parâmetros da fonte V g , Z g e da carga Z L .

⎧ V = zI + zI 1 11 1 12 2 ⎪ = zI +
⎧ V
=
zI
+
zI
1
11
1
12
2
=
zI
+
zI
⎪ V
2
21
1
22
2
⎨ V
V
ZI
⎪ =
1
g
g
1
⎩ ⎪ =−
V
ZI
2
L
2

(18)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

A

impedância de entrada vista da porta 1 Z in(1)

relação V 1 = Z in (1) I 1
relação
V
1
=
Z in (1)
I
1

Da equação (18.b) vem que

I

2

=

z

22

V

2

zI

21

1

é dada pela

(19)

(20)

Substituindo (18.d) em (20) resulta em

− Z − zI L I 2 21 1 I = 2 z 22
Z
zI
L I
2
21
1
I
=
2
z
22

(21)

Ou seja

z

22

z

+ Z

L

I

2

=−

21

I

1

Substituindo (22) em (18.a) vem que

z

22

z

+ Z

L

V

1

zI

=+

11

1

zI

12

2

=−

1

zI

11

V 1 zI =+ 11 1 zI 12 2 =− 1 zI 11 z 12 21
V 1 zI =+ 11 1 zI 12 2 =− 1 zI 11 z 12 21

z

12

21

I

1

(22)

(23)

Ou

z 21 zz in (1) 11 12 I zZ + 1 22 L
z
21
zz
in (1)
11
12
I
zZ
+
1
22
L

Z

==− V

1

(24)

Ou também que

∆+ z zZ V 1 11 L = = Z in (1) I zZ +
∆+
z
zZ
V 1
11
L
=
=
Z in (1)
I
zZ
+
1
22
L

(25)

A

equações (18.a) e (18.b), ou seja

corrente I 2

pode ser obtida substituindo (18.c) e (18.d) nas

⎧ V −=+ ZI zI zI g g 1 11 1 12 2 ⎨ −=+
⎧ V
−=+
ZI
zI
zI
g
g
1
11
1
12
2
−=+
Z
I
zI
zI
L
2
21
1
22
2

(26)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Rearranjando os termos em (26) resulta que

Z ) I += zI V g 1 12 2 g ⎪ ⎩ zI ++
Z
)
I
+=
zI
V
g
1
12
2
g
⎪ ⎩ zI
++
(
z
Z
L )
I
= 0
21
1
22
2

⎧ ⎪ (

z

11 +

Resolvendo (27) para I 2 resulta que

I

2

=

 

z

11

+

ZV

g

g

 

z

21

0

zZ

11

+

 

z

12

 

z

21

g

zZ

22

+

L

=−

 

z

21

V

g

 

(

z

11

+

Z

g

)(

z

22

+

Z

L

)

−⋅ zz

12

21

(27)

(28)

A tensão de Thevenin V Th vista da porta 2 é igual a V 2 quando I 2 é nula, ou seja

porta 2 é igual a V 2 quando I 2 é nula, ou seja V Th

V

Th

V

==

2

(

zI

21

1

+

zI

22

2

)

I

2

= 0

= zI

21

1

(29)

Utilizando as expressões (18.a) e (18.c) com I 2 nula vem que


V

1

=

zI

11

1

 

=

V 1 V

g

ZI

1

g

Rearranjando os termos vem que


V

zI

=

0

V

g

1

11

1

=

V 1

+

ZI

1

g

Resolvendo para I 1 vem que

1 0 1 V V I g = = g 1 1 − z Z
1
0
1
V
V
I g
=
= g
1 1
z
Z
+
z
11
g
11
1
Z
g

(30)

(31)

(32)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Substituindo (32) em (29) vem que

Th

=

z

Z

g

+ z

11

g

V

21

V

(33)

A

V 2 / I 2 quando V g é nula. Para V g = 0, a equação (18.c) fica na forma

impedância de Thevenin Z Th

vista da porta 2 é igual à relação

V =−ZI

1

g

1

(34)

Substituindo (34) em (18.a) vem que

−=+Z I zI zI

g

1

11

1

12

2

(35)

Rearranjando os termos vem que

Z

g

z

+ z

11

I

1

=−

12

I

2

(36)

Substituindo (36) na equação (18.b) resulta que

V

2

=−

z

21

 

z

z

 

12

I

+

zI

12

Zz +

g

11

2

22

2

=⎜ ⎜

z

22

z

21

Zz +

g

11

I

2

(37)

Ou finalmente que V z 2 12 Z = =− zz Th 22 21 I
Ou finalmente que
V
z
2
12
Z
=
=− zz
Th
22
21
I
Z
+ z
2
g
11
V
= 0
g

(38)

O

da equação (22), ou seja

ganho de corrente I 2 / I 1

z

22

z

+ Z

L

I

2

=−

21

I

1

z 22 z + Z L I 2 =− 21 I 1 pode ser obtido diretamente

pode ser obtido diretamente a partir

I z 2 21 =− I z + Z 1 22 L
I
z
2
21
=−
I
z
+ Z
1
22
L

(39)

Para se calcular o

o valor de I 2 da equação (18.d) na equação (18.b), ou seja

ganho de tensão V 2 / V 1

é necessário substituir

V

2

=

zI

21

1

+− z ⎜ ⎛

22

V

2

=

zI

z

22

Z

L

21

1

Z

L

V

2

(40)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Em seguida determinar o valor de I 1 na equação (18.a), também utilizando (18.d), ou seja

⎛ V ⎞ 2 zI =− V zI =− V z − ⎜ ⎟ 11
V
2
zI
=− V
zI
=− V
z
11
1
1
12
2
1
12
Z
L

(41)

Rearranjando os termos em (41) e resolvendo para I 1 vem que

1 ⎛ z ⎞ 12 I = V + V ⎜ ⎟ 1 12 z
1 ⎛
z
12
I
=
V
+
V
1
12
z
Z
11
L

Substituindo (42) em (40) vem que

⎡ 1 ⎛ z ⎞⎤ z 12 22 Vz = ⎢ ⎣ V +− V
1
z
⎞⎤
z
12
22
Vz
=
V
+−
V
V
⎟⎥
2
21
1
2
2
zZ ⎝
Z
⎠⎦
11
L
L

A expressão (43) é função apenas de rearranjando os termos vem que

z

22

VV

22

+−

zz

21

12

VV z

=

21

 

21

Z

L

zZ

11

L

z

11

Ou ainda que

z

22

zz

21

12

V

=

z

21

Z

L

zZ

11

L

2

z

11

1 +−

V

1

Ou

V 1

e

z 21 2 11 Vz == z zz 22 21 12 V 1 1 +
z
21
2
11
Vz ==
z
zz
22
21
12
V 1 1 +
Z
zZ
LL 11
z 21 z 11 zZ zz − zz L + 11 11 22 21 12
z
21
z
11
zZ
zz
zz
L +
11
11
22
21
12
zZ
11
L

=

Ou finalmente

V

2

zZ

21

L

zZ

21

L

 

=

=

V

1

z

11

(

z

22

+

Z

L

)

zz

21

12

zZ

11

L

+∆

z

Fica a cargo do leitor provar que

V

2

=

V

g

 

zZ

21

L

(

z

11 +

Z

g

)(

z

22

)

+−

L

Z

zz

21

12

(42)

(43)

V 2 . Desta forma,

(44)

(45)

(46)

(47)

(48)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Exemplo: Determinar as seis características básicas do circuito ao lado considerando que este quadripolo está sendo alimentado por uma fonte de tensão de 10 V com resistência interna de 2 e está alimentando uma carga de 3 .

+

10 V

2 Ω I 1 I 2 10 Ω V 1 8 Ω 9 Ω 3
2 Ω
I 1
I 2
10 Ω
V 1
8 Ω
9 Ω
3 Ω
V 2

Figura 5

3

Inicialmente é necessário o cálculo dos parâmetros z do quadripolo em questão. Assim procedendo vem que:

z

11

=

V 1 I 1
V
1
I
1

I

2

=

0

=

((

3// 9

)

+

)

10 //8

=Ω

4,840

 
 

(

3//9

)

V

 

=

V 2
V
2

=

(

3//9

)

+

10

1

=

(

3//9

)

 

V 1 0,184 4,84

⋅=

=

0,889

z

21

II

11 0

I

2

=

 

(

3//9

)

+

10

I

1

z

22

=

V 2 I 2
V
2
I
2

I

1

=

0

=

(

(

3//9// 10

8

))

+=

2,0

 
 

=

V 1
V
1

=

8

V

2

8

V

 

8

+

10

=

2

⋅=

0, 444 2, 0

=

0,889

z

12

II

22 I = 0

1

 

8

+

10

I

2

(49)

(50)

(51)

(52)

Os valores das seis características são então obtidos utilizando-se as expressões determinadas anteriormente, ou seja:

2 z z 0,889 12 21 Z =− z = 4,84 − = 4,68 Ω
2
z
z
0,889
12
21
Z
=−
z
=
4,84
=
4,68
in (1)
11
z
Z
L 2,0
+
3,0
22 +

I

0,889 10

= 0,266

A

=−

2 (

4,84

+

2

)(

2

3

)

+−

=− 2 ( 4,84 + 2 )( 2 3 ) +− ⋅ 0,889 0,889
=− 2 ( 4,84 + 2 )( 2 3 ) +− ⋅ 0,889 0,889

0,889 0,889

(53)

(54)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

z 0,889 21 VV = = ⋅= 10 1,30 V Th g Z + z
z
0,889
21
VV
=
=
⋅=
10
1,30
V
Th
g
Z
+
z
2
+
4,84
g
11

Z

=

z

12

=− 2

0,889

2

=

1,884

 

Th

zz

22

21

Z

g

+

z

11

2

+

4,84

I

2

=−

z

21

 

0,889

=−

=

0,178

 

I

1

zZ

22

+

L

2

+

3

 

V

2

zZ

21

L

==

0,889 3

 

= 0,114

 

V

1

zZ

11

L

+∆

z

4,84 3

+

8,89

V

2

=

zZ

21

L

 

0,889 3

== 0,080

(

4,84

+

2

)(

2

)

+− 3

0,889

2

V

g

(

z

11

+

Z

g

)(

z

22

)

+− Z

L

zz

21

12

(55)

(56)

(57)

(58)

(59)

6. CIRCUITOS DE DUAS PORTAS RECÍPROCOS

Um quadripolo é dito

as seguintes equações:

recíproco

⎧ = z z 12 21 ⎪ ⎪ = y y 12 21 ⎪∆= ⎪
= z
z 12
21
= y
y 12
21
⎪∆=
a
aa
aa
= 1
11
22
12
21
∆=
b
bb
bb
= 1
11
22
12
21
h
=−
h
12
21
g
=−
g
12
21

quando seus parâmetros satisfazem

(60)

Nos quadripolos recíprocos, a troca de uma fonte ideal de tensão em uma das portas por um amperímetro na outra porta resulta na mesma leitura do amperímetro. Nestes circuitos são necessários apenas três cálculos ou medidas para determinar um conjunto de parâmetros.

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Um

parâmetros satisfazem as seguintes equações adicionais:

quadripolo

recíproco

é

simétrico

(ou

bilateral)

⎧ ⎪ z = z 11 22 = y ⎪ ⎪ y 11 22 ⎪
z
= z
11
22
= y
y 11
22
a
= a
11
22
b
= b
11
22
⎪ ∆=
h
hh
hh
= 1
11
22
12
21
∆=
= 1

g

gg

11

22

gg

12

21

se

seus

(61)

Neste tipo de circuito, a troca de uma porta pela outra não tem nenhum efeito sobre as tensões e correntes e são necessários apenas dois cálculos ou medidas para se determinar seus parâmetros.

NOTA: Linhas de transmissão de energia elétrica são exemplos de circuitos recíprocos e simétricos, também chamados de bilaterais.

7. CIRCUITOS DE DUAS PORTAS INTERLIGADOS - FORMAS BÁSICAS

A figura 6 abaixo mostra as formas de se interligar quadripolos.

Cascata

Cascata Série Paralela Série-Paralela Paralela-Série Figura 6
Cascata Série Paralela Série-Paralela Paralela-Série Figura 6

Série

Cascata Série Paralela Série-Paralela Paralela-Série Figura 6

Paralela

Cascata Série Paralela Série-Paralela Paralela-Série Figura 6

Série-Paralela

Cascata Série Paralela Série-Paralela Paralela-Série Figura 6

Paralela-Série

Figura 6

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

6.1. Análise da ligação em cascata de dois quadripolos

Considere a ligação de dois quadripolos Q A e Q B em série, como mostra a figura 7 abaixo

I I 1 2 I 1A I 2A Q A V 1A V 2 A
I
I
1
2
I 1A
I 2A
Q A
V 1A
V 2 A
V
V
1
2
I 1A
I 2A
Q B
V 2B

Figura 7

Utilizando os parâmetros de impedância Z, pode-se escrever para os dois quadripolos que

zz


zz

V 1

A

=

V

2

A

AA

21

22

AA

11

12

⎤⎡ ⋅ I

⎥⎢

1

A

⎦⎣ I

2

A

V

A =⋅ ZI

A

A

zz


⎣ ⎦

zz

V 1 B

V

2

B

BB

21

22

BB

11

12

=

⎤⎡ ⋅ I

⎦⎣ I

⎥⎢

1

2

B

B

V

B =⋅ ZI

B

B

(62)

(63)

Pela figura 7 o leitor pode verificar que

VV

=

11

A

+

V

 

1

B

VV =+

A

V

B

VV

=

22

A

+

V

2

B

II

=

11

A

II

=

22

A

=

I

 

1

B

 

I

== I

A

I

B

=

I

 

2

B

(64)

(65)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Assim, substituindo (62) e (63) em (64) vem que

VZI=

A

⋅+A

ZIBB

Substituindo (65) em (66) vem que

(

Z AB+ Z

)

 

V = Z A ⋅+I

Z B ⋅=I

⋅=I

ZI

(66)

(67)

A equação (67) mostra que a matriz Z do quadripolo equivalente é

a soma das matrizes Z dos quadripolos individuais ligados em

série.

6.2. Análise da ligação em cascata de dois quadripolos

Considere a ligação de dois quadripolos Q A e Q B em cascata, como mostra a figura 8 abaixo

I I 1 I 1A I 2A 2 I 1B I 2B V Q A
I
I
1
I 1A
I 2A
2
I 1B
I 2B
V
Q A
Q B
V
V 1A
1
V 2B
2
Figura 8

Utilizando os parâmetros de transmissão, pode-se escrever para os dois quadripolos que

⎡ ⎤

⎣ ⎦

V

I

1

1

A

A

=

aa

11

12

AA

aa

21

22

AA

⎤⎡

⎥⎢ ⋅

⎦⎣

V

2

I

A

2

A

⎡ ⎥

⎢ ⎣ ⎦

V 1 B

I

1

B

=

aa

11

12

BB

aa

21

22

BB

⎤⎡

⎥⎢ ⋅

⎦⎣

V

2

I

B

2

B

onde

A

A =

a a

21

A 22

A

a a

11

A 12

⎡ a a 11 A 12 A ⎤
⎡ a a 11 A 12 A ⎤

A

(68)

(69)

(70)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

e

⎡ a a B ⎤ 11 B 12 A B = ⎢ ⎥ a ⎣
a
a B
11
B
12
A
B = ⎢
a
a 22
21
B
B

(71)

Substituindo (70) e (71) em (68) e (69) vem que

⎡⎤

⎢⎥

⎣⎦

V

I

1

1

A

A

=

A

A

V

2

I

A

2

A

⎡⎤

⎢⎥

⎣⎦

V

I

1

1

B

B

=

A

B

V

2

I

B

2

B

(72)

(73)

Pela figura 8 o leitor pode verificar que

⎡ V ⎤⎡ V ⎤ 1 B 2 A = ⎢ ⎥⎢ ⎥ − I
⎡ V ⎤⎡
V
1
B
2
A
=
⎥⎢
− I
⎣ I ⎦⎣
1
B
2
A

Substituindo (74) em (72) vem que

⎡⎤ V ⎡⎤ V 1 A 1 B = A A ⋅ ⎢⎥ ⎢⎥ I
⎡⎤
V
⎡⎤ V
1
A
1
B
= A
A ⋅
⎢⎥
⎢⎥
I
⎣⎦
⎣⎦ I
1
A
1
B

Substituindo (73) em (75) vem que

⎡⎤ VV ⎡⎤ ⎡ V ⎤ 11 AB 2 B =⋅ A =⋅⋅ AA ⎢⎥
⎡⎤
VV
⎡⎤
V
11
AB
2
B
=⋅ A
=⋅⋅ AA
⎢⎥
A
⎢⎥
AB
I
− I
⎣⎦
⎣⎦ I
11
A
B
2
B

(74)

(75)

(76)

Pela figura 8 o leitor pode verificar que

⎡ ⎤⎡⎤ V V 1 A 1 = ⎢ ⎥⎢⎥ I I ⎣ ⎦⎣⎦ 1
⎡ ⎤⎡⎤
V
V
1
A
1
=
⎢ ⎥⎢⎥
I
I
⎣ ⎦⎣⎦
1
A
1
V
⎤⎡ V ⎤
2
B
2
=
⎥⎢
I
⎦⎣ − I ⎦
2
B
2

Substituindo (77) em (76) resulta que

⎡⎤ V ⎡ VV ⎤ ⎡ ⎤ 1 22 = AA ⋅ ⋅ =⋅ A
⎡⎤ V
VV ⎤ ⎡
1
22
=
AA ⋅
=⋅ A
⎢⎥
A
B
I
I
⎣⎦ I
1
22

(77)

(78)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

A

equação (78) mostra que a matriz de transmissão A do

quadripolo resultante da associação em cascata dos quadripolos

A

Q A e Q B é dada pela multiplicação das matrizes A A e A

quadripolos originais.

AA

AB

B

dos

Exemplo: Projetar um circuito LC terminado com um resistor de

1 que possua a função de transferência de um filtro passa-baixa

de Butherworth dada por

H

( s

) =

1

s

3 +

2 s

2

++ 21 s

(79)

De início é adequado agrupar o denominador em partes pares e ímpares, ou seja

H

( s

1 ) == 1 3 2 3 2 sss + 2 ++ 21 ( ss
1
) == 1
3
2
3
2
sss
+
2
++ 21
(
ss
++
2
)(
21 s +
)
1
1
3
3
ss
+
2
ss
+
2
=
=
(
3
ss
++
2
)(
2
21 s +
)
2
2
s
+
1
1
+
3
3
s
+ 2
s
s
+ 2
s

=

(80)

Utilizando os parâmetros y de um quadripolo pode-se escrever que

⎧ I 1 yV = + yV 11 1 12 2 ⎨ I 2 yV
⎧ I
1 yV
=
+
yV
11
1
12
2
I
2 yV
=
+
yV
21
1
22
2

(81)

Com o quadripolo terminado por uma resistência Y L tem-se também que

I

2

=−YV

L

2

Substituindo (82) em (81.b) vem que

−=YV y V + y V

L

2

21

1

22

2

(82)

(83)

Circuitos de Duas Portas - Quadripolos

® Clever Pereira / UFMG

Ou seja, a função de transferência do filtro vai ser dada por

H

( s

) =

(

Vs

2

)

 

y

21

 

=−

(

Vs

1

)

Y

L

+

y

22

=−

y 21 Y L Yy + L 22 Y L
y
21
Y
L
Yy
+
L
22
Y
L

=−

y 21 Y L y 1 + 22 Y L
y
21
Y
L
y
1 +
22
Y
L

Desta forma

⎧ y 21 1 = ⎪ ⎪ ⎨ 2 y s + 1 ⎪ 22
y
21 1
=
2
y
s
+ 1
22 2
=
3
Yss
+
2
L

Yss

L

+

3

2

Yss L + 3 2
Yss L + 3 2
Yss L + 3 2

Como Y L = 1 S, então


y

y

1

= 21 3 s + 2 s 2 2 s + 1 = 22 3
=
21
3
s
+
2
s
2
2
s
+
1
=
22
3
s
+
2
s

(84)