Você está na página 1de 17
ROTEIRO PRÁTICO PARA O CURSO DE TV DE 29’’ ⇒ NAS AULAS DE PRÁTICA USAREMOS
ROTEIRO PRÁTICO PARA O CURSO DE TV DE 29’’ ⇒ NAS AULAS DE PRÁTICA USAREMOS

ROTEIRO PRÁTICO PARA O CURSO DE TV DE 29’’

NAS AULAS DE PRÁTICA USAREMOS O TV MITSUBISHI TC 2918P. As características são:

TUBO DE IMAGEM – 29 polegadas com o ajuste de convergência no próprio YOKE; FONTE DE ALIMENTAÇÃO – Chaveada com o CI STR-F6656, regulada com acoplador ótico; CI ´´FAZ TUDO`` (ONE CHIP) – M52771ASP – 52 terminais; CI MICRO – M37272M8-129SP – 42 pinos com uma memória EEPROM externa (BR24C16); CI PIP – SDA9388X – 28 pinos do tipo SMD (dispositivo de montagem superficial); CI CHAVEADOR TV/AV – M52790SP – 32 pinos; CI DECODIFICADOR ESTÉREO – CXA2104S – 30 pinos; CI PRÉ DE ÁUDIO SRS (SURROUND) – M62434FP – 24 pinos do tipo SMD; CI DE SAÍDA DE ÁUDIO – LA4601N – 10 pinos; CI CONTROLADOR DE LARGURA E EFEITO ALMOFADA (PCC ou PIN) – M5223L – 8 pinos; SELETOR DE CANAIS Varicap PLL com sintonia com dados digitais (SDA e SCL); SISTEMAS DE RECEPÇÃO – PAL-M e NTSC.

I

FONTE , CIRCUITO HORIZONTAL E VERTICAL

 

1 – Leitura de esquema:

a. Ponte retificadora -

;

b. Capacitor de filtro principal -

;

c. CI chaveador da fonte -

;

d. CI regulador de 130 V -

;

e. Fotoacoplador -

;

f. Chopper -

;

g. Valor dos +B da fonte -

;

h. Fly-back -

;

i. Saída horizontal -

;

j. Pré horizontal -

;

k. Tansístor controlador de largura -

;

l. CI controlador de largura -

;

m. Trimpot de largura (H size) -

;

n. Trimpots de controle do efeito almofada (pin cushion) -

;

o. CI de saída vertical -

;

p. Trimpot de ajuste da linearidade vertical -

1 -

Localize estes componentes na placa do televisor (

) localizados.

2 – Alguns testes nestes circuitos do televisor:

a. Testar o fotoacoplador: usando dois multímetros em X1, ligue um deles nos pinos 3 e 4 (fototransístor) e o outro nos pinos 1 e 2 (LED):

(

) Quando o ponteiro de um deles mexe nos pinos 1 e 2, o do outro mexe nos pinos 3 e 4 – bom;

(

) Quando o ponteiro de um deles mexe nos 1 e 2, o do outro não mexe no 3 e 4 – com defeito;

(

) Num dos multímetros o ponteiro mexe nos dois sentidos – fotoacoplador em curto.

OBS: O regulador SE130 não pode ser testado a frio, porque ele é um CI, mas se estiver em curto, o ponteiro irá deflexionar em todos os terminais usando o X1. Qualquer um destes dois componentes que ficar com defeito pode impedir a fonte de funcionar ou faze-la ficar alta demais.

b. Medir os dois +B da fonte:

b.1. Com o TV funcionando: +B maior =

V;

+B menor =

V.

b.2. Com o TV em Stand by: +B maior =

V;

+B menor =

V.

- Se não tiver os +B, a fonte está com defeito ou tem algum componente em curto na saída da mesma.

c. Medir a tensão na base e coletor do transistor liga/desliga na fonte (Q951):

c.1. Com o TV funcionando: Coletor =

V;

Base =

V.

c.2. Com o TV em Stand by: Coletor =

V;

Base =

V.

- Se na base variar e no coletor não, o transistor estará com defeito. Se não variar na base, o defeito se encontrará na área do micro.

3 – Roteiro para conserto na fonte, circuito horizontal e vertical deste TV:

O TV NÃO LIGA E O LED DO STAND BY NÃO ACENDE:

a. Medir o + B no coletor do saída horizontal. Deve ser 130 V;

b. Não tem +B – Meça os dois +B da fonte. Devem ser 130 V e 16 V;

c. Os +B da fonte estão 0 V ou muito baixo – Veja se não há diodo em curto numa das saídas da fonte;

d. Usando o terra da fonte, meça a tensão no pino 3 do CI chaveador. Deve ser 150V;

e. Não chega os 150 V – Teste a ponte retificadora, fusível e fusistor de entrada R901;

f. Fusível ou fusistor queimado – Veja se a ponte retificadora ou o CI chaveador não está em curto;

g. O CI está em curto – Ao trocá-lo não se esqueça de verificar se R911 está aberto (isto pode acontecer);

h. Chega 150 V no 3 do CI – Teste todos os componentes da fonte. Troque o CI, o SE130 e o fotoacoplador.

i. Os +B da fonte estão baixos e oscilando – Veja se o saída H ou algum diodo da fonte está em curto;

O TV NÃO LIGA E O LED DO STAND BY ACENDE:

a. Meça o +B no coletor do saída H. Deve ser 130 V funcionando e 65 V em stand by;

b. O +B do saída H está normal ligado e em stand by – Meça o +B no coletor do pré H (65 V);

c. Não Há +B no pré - Teste-o a frio, assim como as peças ligadas. Se estão bons, o defeito é no oscilador;

2 –

d.

O +B do pré está normal – Meça o +B do CI faz tudo (pino 22). 9 V funcionando e 0 V em stand by;

e. O +B do faz tudo está normal – Tente trocar o cristal do pino 16 e o próprio CI;

f. Não chega +B no faz tudo – Teste os componentes ligados no pino de +B (Q501 e peças ligadas);

g. O +B do saída H fica sempre em 65 V ( o TV não sai do stand by) – Veja se a tensão de Q951 varia;

h. A base de Q951 varia, mas o coletor não varia quando ligamos – Este transistor deve estar danificado;

i. A base de Q951 não varia quando ligamos o TV – Defeito na área do CI micro.

OBS: Alguns TVs modernos usam o CI faz tudo TDA8374 ou TDA8841 que dependem dos sinais SDA e SCL do micro para funcionarem. O faz tudo desta TV PODE funcionar sem o SDA e SCL do micro.

j. O +B do saída H fica 65 V em stand by e só 80 V ligada – O fly-back pode estar em curto.

O TV FUNCIONA, MAS A FONTE FICA APITANDO:

Substitua todos os capacitores eletrolíticos da fonte, especialmente aqueles ligados no CI chaveador.

OBS: Se o TV estiver com o saída H em curto, antes de trocá-lo, não esqueça de verificar se a tensão da fonte não está muito acima dos 130 V. Se estiver, teste o fotoacoplador, troque o CI SE130 e por último o CI chaveador.

FALTA DE LARGURA NA TRAMA – IMAGEM NORMAL:

a. Teste o capacitor de acoplamento C585, o transistor controle de largura Q553 e peças ligadas;

b. Estas peças estão normais – Meça a tensão na base de Q553 e se varia ao girar o trimpot de largura;

c. Não há tensão na base do transistor – Meça o +B no IC 551 (controlador de largura);

d. Não tem +B no CI citado – Teste o regulador que alimenta este CI;

e. Chega +B no CI do controle de largura – Meça a tensão nos demais pinos e compare com o esquema;

f. Algum pino com tensão errada – Teste os componentes ligados ao pino e troque este CI;

g. Chega tensão na base de Q553 – Meça os +B da fonte e troque os capacitores de largura.

TRAMA COM LARGURA EXCESSIVA – IMAGEM NORMAL:

a. Veja se o transistor Q553 não está em curto;

b. O transístor está bom - Troque o IC 551 e teste os componentes associados;

VERTICAL FECHADO:

a. Medir os pinso de +B do saída vertical IC 451;

b. Falta um ou os dois +B – Teste os componentes que alimentam o CI.

c. Algum componente que leva +B ao CI está queimado – Verifique se o CI não se encontra em curto;

d. Os +B estão normais – Meça a tensão no pino que vai para a BDV. Deve ser metade do +B;

e. O pino da BDV está com tensão baixa ou alta – Meça a tensão no pino de entrada de sinal deste CI;

f. Não há tensão no pino de entrada – O defeito está no oscilador vertical (CI faz tudo);

g. Tensão normal no pino de entrada – Troque o saída V e teste os componentes associados a ele.

3 -

II –

CIRCUITO DE ÁUDIO E CHAVEADOR TV/AV

1 – Leitura de esquema:

a. CI decodificador estéreo -

;

b. Transistor pré do decodificador -

;

c. CI chaveador TV/AV -

;

d. CI pré SRS (surround e efeitos no som) -

;

e. CI de saída de áudio -

;

f. Pino de entrada do decodificador -

;

Pino saída L -

 

;

Pino saída R

;

g. Entradas de áudio do CI chaveador TV/AV: L -

;

R -

;

h. Saídas de áudio do CI chaveador TV/AV: L -

;

R -

;

i. Entradas do CI pré SRS: L -

;

R -

;

j. Saídas do CI pré SRS: L -

;

R -

 

;

k. Entradas do CI de áudio: L -

;

R -

;

l. Saídas do CI de áudio: L -

;

R -

 

;

m. Transistores de MUTE -

Localize estes CIs e transistores na placa do televisor. (

2 – Testes no circuito de som:

) localizados.

Para injetar sinal usaremos uma chave de fenda fina em alguns pontos e a escala de X1 em outros.

a.

Teste dos falantes do TV a frio – Na escala de X1 teste os dois falantes pelo conector:

(

) O ponteiro deflexiona e produz um ruído no cone – Falantes normais;

(

) O ponteiro não deflexiona num deles – Falante aberto ou o conector do mesmo com defeito.

b.

Teste do CI de áudio - Com a chave de fenda, injete um sinal nos pinos de entrada do CI de áudio:

(

) Sai um forte zumbido nos falantes – CI funcionando;

(

) Não sai som nos falantes – CI com defeito, em MUTE ou sem alimentação (+B).

c.

Teste do CI pré SRS – Usando a escala de X1, injete um sinal nos pinos de entrada do CI citado:

(

) Sai um ruído nos dois falantes, porém menor que o do CI de áudio (com o volume do TV alto) – bom;

(

) Não sai nada de som – CI pré SRS com defeito, sem alimentação ou o volume do TV está no mínimo.

d.

Teste do CI chaveador TV/AV – Injete um sinal em X1 nos pinos de entrada do CI indicado:

(

) Sai um ruído nos falantes – CI chaveador TV/AV com a parte de áudio boa;

(

) Não sai som algum – CI chaveador com a parte de áudio danificada.

e.

Teste do CI decodificador estéreo – Usando a chave de fenda, injete um sinal no pino de entrada do CI:

(

) Sai um forte zumbido nos dois falantes ao mesmo tempo – CI decodificador funcionando;

f.

Teste do transistor pré do decodificador – Injete um sinal na base deste transistor com a chave de fenda:

(

) Sai um zumbido nos dois falantes ao mesmo tempo – transistor normal;

(

) Não sai zumbido ou sai muito fraco – transistor com defeito.

g.

Teste do MUTE no saída de áudio – Meça a tensão no pino 5 do CI de áudio e acione a tecla MUTE:

(

) A tensão varia – Função MUTE (mudo) normal;

(

) A tensão não varia – Função MUTE do TV está com defeito – transístor ou o CI micro.

h.

Teste dos pulsos SDA (data) e SCL (clock) – Usando o osciloscópio podemos verificar a onda quadrada

I²C nos pinos que eles entram nos CIs do áudio:

(

) MPX – SDA e SCL – Os pulsos variam com as funções STÉREO-SAP-MONO-DUAL;

(

) AV SDA E SCL – O pulsos variam com as funções VOLUME e demais controles do som;

(

) Se estes pulsos não chegarem aos CIs do TV o micro estará com defeito.

3 – Roteiro para conserto do circuito de som estéreo:

O TV NÃO TEM SOM EM NENHUM DOS FALANTES:

a. Verifique se não há som em nenhuma das funções: STÉREO-MONO-SAP-DUAL;

b. Não há som em nenhuma função – Teste os falantes a frio;

c. Falantes bons – Injete sinal e teste o CI de áudio;

d. CI de áudio não funciona – Verifique se o mesmo recebe +B, veja as peças ligadas, o MUTE e troque-o;

e. CI de áudio bom – Injete sinal e teste o CI pré SRS;

f. CI pré não funciona – Veja o pino de +B, pulsos SDA e SCL (se possível) e troque-o por último;

g. CI pré normal – Injete sinal e teste o CI chaveador TV/AV;

h. CI chaveador não funciona - Veja o pino de +B, pulsos SDA e SCL (se possível) e troque-o por último;

i. CI chaveador normal – Injete sinal no decodificador estéreo;

j. CI decodificador não funciona - Veja o pino de +B, pulsos SDA e SCL e troque-o por último;

k. CI decodificador do TV normal – Neste caso o defeito é na etapa de FI de som (CI faz tudo).

O TV NÃO TEM SOM NUM DOS FALANTES:

a. Repita os procedimentos do defeito anterior do ítem ´´a`` até o ítem ´´i``;

b. Até o ítem ´´i`` está normal – Neste caso o defeito é no decodificador estéreo e ele deve ser trocado.

O TV NÃO REPRODUZ O SOM SAP (DESDE QUE O PROGRAMA TENHA ESTE DISPONÍVEL):

O sinal SAP (Segundo programa de áudio) é processado inteiramente no CI decodificador estéreo. Se este não está sendo reproduzido pelo televisor a única solução é a troca do CI citado.

O TV NÃO ESTÁ REPRODUZINDO SOM PELAS ENTRADAS AUXILIARES:

Este TV possui apenas um CI que chaveia as entradas auxiliares tanto de áudio quanto de vídeo. Se uma ou algumas delas não estão funcionando, o defeito deve ser do próprio CI ou a falta dos pulsos SDA e SCL que chega ao mesmo para executar o correto chaveamento interno.

5 –

III –

CI FAZ TUDO (VÍDEO-CROMA-SOM-H-V) E CIRCUITO DO PIP (PICTURE IN PICTURE)

1 – Leitura de esquema:

a. CI faz tudo -

;

b. Seletor Varicap -

;

c. CI processador do PIP -

;

d. Transistor distribuidor de vídeo -

 

;

e. Transistor pré amplificador de vídeo -

;

f. Transistor regulador de +B para o faz tudo -

;

g. Transístor amplificador de vídeo para o sincronismo -

 

;

h. Saídas RGB para o tubo -

;

i. Saídas RGB para a sub imagem (PIP) -

 

;

j. Cristais de croma -

;

k. Cristal do oscilador H e V -

 

;

l. Pinos principais do faz tudo:

+B -

;

Entradas de FI -

 

;

Saída de vídeo -

 

;

Entrada de vídeo para sincronismo -

;

Saídas RGB -

;

Entradas RGB

dos caracteres (On screen) e da sub imagem -

 

;

Entrada do sinal de vídeo para os

circuitos de vídeo e croma -

;Entradas

SDA e SCL dos controles -

 

;

m. Pinos principais do CI gerador e processador da sub imagem (PIP):

+B -

clock -

;

Entrada de vídeo para formar a sub imagem -

;

Saídas RGB da sub imagem -

;

;

; Entradas RGB dos

Oscilador de

caracteres -

;

Sincronismo do PIP -

Pulsos que controlam o

aparecimento e a posição do PIP na tela (MPX SDA e SCL) - Localize os principais componentes destes circuitos no televisor (a maioria SMD). ( ) localizados.

2 – Alguns testes nos circuitos de vídeo e PIP do TV:

a. Confira os +B do faz tudo com o TV funcionando:

Pino 22 -

V;

Pino 26 -

V;

Pino 42 -

V.

b.

Confira os +B do faz tudo com o TV em Stand by:

 

Pino 22 -

V;

Pino 26 -

V;

Pino 42 -

V.

c. Confira o +B do CI do PIP =

 

V.

d. Confira as tensões do seletor Varicap – VT =

V;

+B =

V;

AGC =

V;

SDA e SCL =

V.

 

6 –

e.

Confira os pulsos SDA e SCL que controlam o faz tudo com um osciloscópio:

(

) Os pulsos variam quando acionamos alguma função no teclado ou no CR – Normal;

(

) Os pulsos não variam – O micro não está controlando as funções do TV.

- Num TV sofisticado, pesquisar defeitos no circuito de vídeo e croma é

3 -Testes usando o osciloscópio

mais complexo do que nos TVs de tela menor (14 e 20 polegadas). Desta forma se o técnico puder contar com um osciloscópio e as formas de onda nestes circuitos, torna-se muito fácil o reparo. Se não puder contar, não

se desespere. Também dá para fazer o reparo (muitas vezes se resume na troca de CIs ou falta de +B). Neste

caso o técnico terá de ter muita paciência e demorará mais tempo para fazê-lo. É claro desde que o técnico saiba usar este equipamento (que será explicado na parte teórica do curso).

A seguir daremos o procedimento de como pesquisar os sinais usando o osciloscópio e o manual de serviço do

televisor que os alunos devem ter nesta aula. Na antena deve ser ligado um gerador de barras:

Ao lado de cada teste colocaremos a forma de onda indicada no manual do TV e o aluno irá conferir:

de onda indicada no manual do TV e o aluno irá conferir : a. Pino 52
de onda indicada no manual do TV e o aluno irá conferir : a. Pino 52
de onda indicada no manual do TV e o aluno irá conferir : a. Pino 52

a. Pino 52 do faz tudo – Saída do sinal de vídeo do detetor de vídeo:

( ) O sinal está igual ao lado (cerca de 2,5 V pico a pico) – circuito detetor de vídeo interno do faz tudo funcionando.

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – circuito do faz tudo não está funcionando. Pode ser o próprio CI, falta de +B ou falta dos pulsos H e V que entram nele.

b. Pino 36 do CI chaveador TV/AV – Sinal vindo do distribuidor e do pré

de vídeo:

( ) Sinal igual ao do lado (1 Vpp) – Transistores citados e demais componentes entre o faz tudo e o chaveador TV/AV normais;

( )

transistores citados ou alguém com defeito entre o faz tudo e o chaveador.

Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura –

c. Pino 27 do CI chaveador TV/AV – Sinal que passou por ele antes de retornar ao faz tudo:

( ) Sinal igual ao lado e ao da figura anterior – CI chaveador funcionando;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – CI chaveador com defeito.

7 –

d. Pino 36 do faz tudo – Sinal vindo do chaveador TV/AV e do qual
d. Pino 36 do faz tudo – Sinal vindo do chaveador TV/AV e do qual
d. Pino 36 do faz tudo – Sinal vindo do chaveador TV/AV e do qual

d. Pino 36 do faz tudo – Sinal vindo do chaveador TV/AV e do qual serão

processados o vídeo e a croma dentro do faz tudo:

( ) Sinal igual ao da figura – Os componentes entre o chaveador e a entrada de vídeo do faz tudo normais;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – algum

componente entre os dois CIs, trilhas ou o próprio faz tudo com defeito.

e. Pino 38 do faz tudo – Sinal amplificado por este CI que será usado para o sincronismo do televisor:

(

) Sinal igual ao da figura – CI faz tudo funcionando;

(

) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – CI faz

tudo com defeito, devendo ser trocado. Não esqueçamos de verificar se o mesmo está recebendo os +B e pulsos do H e V.

f. Pino 39 do faz tudo – Sinal vindo do transistor distribuidor para o sincronismo:

( ) Sinal igual ao da figura ao lado – Transistor bom;

( ) Não há sinal neste ponto do transistor com defeito.

TV ou

é bem diferente da figura –

g. Pino 18 do faz tudo – Sinal R saindo do CI. Observe que ao apertarmos a tecla do PIP no controle, aparece

um outro sinal sobre o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem:

o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem: ( ) Sinais igual ao

(

) Sinais igual ao da figura acima – Sinal R saindo normalmente do CI faz tudo;

(

) Sinal diferente ou não há sinal neste ponto – CI faz tudo pode estar com defeito.

8 –

h. Pino 19 do faz tudo – Sinal G saindo do CI. Observe que ao apertarmos a tecla do PIP no controle, aparece

um outro sinal sobre o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem:

o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem: ( ) Sinais igual ao

(

) Sinais igual ao da figura acima – Sinal G saindo normalmente do CI faz tudo;

(

) Sinal diferente ou não há sinal neste ponto – CI faz tudo pode estar com defeito.

i. Pino 20 do faz tudo – Sinal B saindo do CI. Observe que ao apertarmos a tecla do PIP no controle, aparece um outro sinal sobre o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem:

o sinal principal. Este outro sinal é o da sub imagem: ( ) Sinais igual ao

(

) Sinais igual ao da figura acima – Sinal B saindo normalmente do CI faz tudo;

(

) Sinal diferente ou não há sinal neste ponto – CI faz tudo pode estar com defeito.

sinal neste ponto – CI faz tudo pode estar com defeito. j. Pino 28 do CI

j. Pino 28 do CI gerador do PIP – Sinal vindo do circuito de vídeo para o circuito do PIP:

( ) Sinal igual ao da figura ao lado – Componentes que levam o sinal ao circuito do PIP normais;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – algum componente com defeito na entrada deste CI.

9 –

k. Pino 18 do CI do PIP – Sinal R da sub imagem: ( )
k. Pino 18 do CI do PIP – Sinal R da sub imagem: ( )
k. Pino 18 do CI do PIP – Sinal R da sub imagem: ( )

k.

Pino 18 do CI do PIP – Sinal R da sub imagem:

(

) Sinal igual ao da figura ao lado – CI do PIP produzindo normal o sinal

R

da sub imagem;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – não está saindo o sinal R da sub imagem – CI do PIP com defeito.

l.

Pino 17 do CI do PIP – Sinal G da sub imagem:

(

) Sinal igual ao da figura ao lado – CI do PIP produzindo normal o sinal

G

da sub imagem;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – não está saindo o sinal G da sub imagem – CI do PIP com defeito.

m.

Pino 16 do CI do PIP – Sinal B da sub imagem:

(

) Sinal igual ao da figura ao lado – CI do PIP produzindo normal o sinal

B

da sub imagem;

( ) Não há sinal neste ponto do TV ou é bem diferente da figura – não está saindo o sinal B da sub imagem – CI do PIP com defeito.

4 – Roteiro para conserto nos circuitos de vídeo e croma:

O TV NÃO APRESENTA IMAGEM (TELA ESCURA) MAS APARECEM OS CARACTERES:

a. Verifique se o TV tem som;

b. O TV não tem som – Neste caso o defeito está antes da separação do som (pino 52 do faz tudo);

c. Meça todos os +B do faz tudo – Se todos estão normais devemos trocar este CI;

d. O TV tem som – Até o pino 52 do faz tudo está tudo normal – Veja se tem imagem pelas entradas AV;

e. Tem imagem pelas entradas AV – Os circuitos de vídeo e croma do TV estão funcionando;

f. Sem osciloscópio – Meça as tensões e teste os transistores ligados no pino 52 do faz tudo;

g. Transistores normais – Confira o +B do CI chaveador TV/AV e troque este CI;

h. Com osciloscópio – Veja se chega sinal no pino 36 do CI chaveador TV/AV;

i. Não chega sinal no chaveador TV/AV – Defeito nos transistores no pino 52 do faz tudo;

10 –

j. Chega sinal no chaveador TV/AV – Este CI deve ser trocado;

k. Não tem imagem nem pelas entradas AV – O defeito pode ser no chaveador TV/AV ou no faz tudo;

l. Sem osciloscópio – Meça todos os +B no faz tudo e no chaveador TV/AV;

m. Falta algum +B – Teste todos os componentes que alimentam este pino, podendo ser até o CI em curto;

n. +B normais – Desligue os pinos 32 e 27 do chaveador TV/AV e coloque um fio entre as trilhas dos pinos;

o. A imagem aparece - O defeito é no chaveador TV/AV. Ele deve ser trocado;

p. A imagem não aparece – O defeito é no faz tudo. Confira todos os +B, os pulsos H e V e troque o CI;

q. Com osciloscópio – Veja se o sinal entra e sai do chaveador TV/AV;

r. O sinal entra mas não sai do chaveador – Veja os pulsos SDA e SCL. Se estão bons, troque o CI;

s. O sinal entra e sai do chaveador – Este CI está normal. Veja se o sinal entra e saem os RGB do faz tudo;

t. O sinal entra no faz tudo mas não saem os RGB – Este CI pode estar com defeito ou algo ligado nele.

u. Veja se tem imagem no PIP - Se tiver, o defeito é na área do faz tudo. Se não tiver é no chaveador AV.

v. Se o defeito for no faz tudo – Não esqueça de testar os componentes do ABL deste TV.

O TV NÃO TEM COR:

Troque o faz tudo, o cristal PAL-M, veja os componentes externos do CI que são do circuito de croma.

O TV NÃO TEM IMAGEM PELAS ENTRADAS AV:

Neste caso trocamos o CI chaveador TV/AV e verificamos se entram os pulsos SDA e SCL nele.

DEFEITOS NO PIP

1. NÃO TEM IMAGEM NO PIP – APARECE A JANELINHA PRETA:

a. Sem osciloscópio – Verifique se tem imagem normal pelas entradas auxiliares;

b. Por alguma entrada AV não aparece imagem normal nem no PIP – Defeito no CI chaveador TV/AV;

c. Nas entradas AV tem imagem. Só não tem no PIP – Teste todos os componentes na entrada do CI PIP;

d. Componentes normais – Troque o CI do PIP;

e. Com osciloscópio – Veja se sai o sinal do pino 26 do CI chaveador TV/AV;

f. Não sai sinal - CI chaveador TV/AV com defeito;

g. Veja se entra sinal no CI do PIP (pino 28);

h. Se entrar, o CI do PIP está ruim e se não entrar, teste os componentes do pino 28.

2. NÃO APARECE A JANELINHA DO PIP:

a. Meça o pino de +B do CI do PIP;

b. Veja alguns componentes externos (cristal do clock, pinos V sinc, H sinc, BLK) e troque o CI PIP.

c. Com osciloscópio – Veja se tem sinal nos pinos do oscilador de clock;

d. Não tem sinal – Troque o cristal do clock, componentes ligados nele e o CI do PIP;

e. Confira os sinais nos pinos V sinc, H sinc, BLK, DAS e SCL – Se estão bons, trocamos o CI do PIP.

11 –

IV –

CI MICRO E EEPROM

1 – Leitura de esquema:

a. CI microcontrolador -

 

;

b. CI memória EEPROM -

;

c. CI regulador de 5 V para o micro -

 

;

d. Transistor do RESET -

 

;

e. Transistor chave power on (liga/desliga) -

 

;

f. Cristal de clock -

;

g. Receptor do controle – remoto -

 

;

h. Transistores chaveadores dos LEDs -

;

i. Principais pinos do micro:

 

+B -

;

RESET -

;

Teclado -

;

CR -

;

Circuito de proteção raio X -

;

Saídas dos caracteres (on screen) -

 

;

Sincronismo dos caracteres -

;

liga/desliga -

 

;

Saídas SDA e SCL para o CI

chaveador TV/AV (AV SDA e AV SCL) -

 

;

Saídas para controle do varicap (TV

SDA e TV SCL) -

;

Saídas para controle do faz tudo (VCJ SDA e VCJ SCL) -

MPX SCL) -

; Saídas para controle do CI do PIP e do decodificador estéreo (MPX SDA e

; Pinos da comunicação com a EEPROM (E2 SDA e E2 SCL) -

; Pinos do CLOSED CAPTION (CCD) -

Localize os principais componentes desta etapa no televisor. ( ) localizados.

2

Alguns testes neste circuito do televisor:

a.

Meça a tensão no pino de +B do micro:

(

) 5 V neste pino – Regulador que alimenta o micro funcionando;

(

) 0 V ou tensão baixa neste pino – Defeito no regulador de 5 V, na fonte do TV ou o próprio micro

b.

Meça a tensão no pino power do micro:

(

) Quando a TV liga este pino fica com 4 V e quando desliga fica com 0 V – Função liga/desliga normal;

(

) A tensão neste pino não varia – O micro não está funcionando.

c.

Meça a tensão no pino do teclado e vá apertando as teclas:

(

) A tensão varia para cada tecla – teclado funcionando;

(

) A tensão não varia – A tecla que não variar está com defeito.

d.

Veja os pulsos SDA e SCL no CI faz tudo com osciloscópio e acione as funções (brilho, contraste, etc):

(

) Os pulsos variam – CI micro ativando as funções normalmente;

(

) Os pulsos não variam ou não há pulsos – CI micro pode estar com defeito.

12 –

3 – Roteiro para conserto no setor do CI micro:

O MICRO NÃO LIGA O TV (ELE FICA EM STAND BY):

a. Meça o pino de +B do micro. Deve ter 5 V;

b. Não chega +B – Teste o regulador de 5 V que alimenta o CI. Também pode ser o próprio micro em curto;

c. Meça a tensão no pino de RESET. Deve ser 5 V.

d. Meça a tensão no pino do teclado e acione as teclas, especialmente a liga/desliga;

e. A tensão varia ao apertar cada tecla – Teclado normal;

f. A tensão não varia em algumas teclas ou em todas – O defeito se encontra no teclado do TV;

g. Veja se o cristal de clock está oscilando com um frequencímetro ou osciloscópio;

h. O cristal não está oscilando – Troque-o, verifique os componentes ligados nele e troque o CI micro;

i. Veja se estão saindo os comandos SDA e SCL do micro;

j. Os comandos estão bons – Verifique se o TV não está com a proteção de raio X ativada;

k. Quando o micro não liga o TV também pode ser uma falha na EEPROM. Tente desliga-la;

l. O TV liga – neste caso devemos trocar o CI da memória EEPROM;

m. O TV não liga – O defeito é no setor do micro. Veja se não há componente ruim ligado nele e troque-o;

IMPORTANTE – As vezes o micro não liga o TV devido a um defeito ocorrido numa outra etapa (falha numa das comunicações SDA e SCL). Neste caso, desligue estas linhas de cada circuito e veja se o TV funciona. Se funcionar, o defeito está no circuito que se comunica com aquela linha de dados.

IMPORTANTE 2 – Ao trocar o micro, troque a EEPROM junto com ele e refaça os ajustes indicados no manual de serviço do televisor.

V –

AJUSTES REALIZADOS NO TELEVISOR DO CURSO (DO MANUAL DE SERVIÇO)

Nos televisores atuais a maioria dos ajustes é feito pelo controle remoto e os dados digitais para cada ajuste são guardados na memória EEPROM. A seguir veremos como se fazem os ajustes do televisor usado (MITSUBISHI TC 2918P):

1. Como ativar o menu de fábrica 1:

a. Acione a tecla MENU no CR. O menu aparecerá na tela;

b. Pressione as teclas SKIP, SKIP, 9 e

SKIP nesta seqüência. Vai aparecer na

tela indicações igual à tabela ao lado. Se não aparecer, repita os passos ´´a`` e

´´b``.

Neste menu de fábrica temos um número para cada ajuste. Para ajustar o procedimento é o seguinte:

cada ajuste. Para ajustar o procedimento é o seguinte: Para selecionar a função use as teclas

Para selecionar a função use as teclas CANAL+ /CANAL- ou aperte a tecla com o número da função; 13 –

Para alterar os dados, use as teclas VOLUME+ / VOLUME- ; Para memorizar os dados basta sair do menu de fábrica e do usuário apertando o 0 ou MENU duas vezes.

As funções do MENU DE FÁBRICA 1 são as seguintes:

a. INICIAL – Ao ligar, o TV volta a condição de expedição de fábrica vista na tabela 2.1.

b. EEP INICIAL – Ao ligar os dados de ajuste e calibração voltam aos valores iniciais (tabelas 4.1, 5.1 e 6.1)

c. FINAL EEP – Ao ligar, os dados do item VCJ ADJ (apenas 5 HPH, 6 VPO, 7 VSI, 9 CTR, 10 CTG, 11 CTB, 12DRR, 13 DRB, 15 COM) voltem para os valores iniciais (tabela 4.1)

d. BRANCO – Ao ligar, a tela fica toda branca

e. VCJ ADJ – Ajusta o CI faz tudo

f. MCS ADJ – Ajusta o decodificador estéreo

ADJ – Ajusta a sub imagem

g.

(PIP).

ligar ativa a

h. A ROM COR

– Ajusta a sub imagem g. (PIP). ligar ativa a h. A ROM COR PIP -

PIP

-

Ao

correção da EEPROM.

2. Expedição de fábrica: Na tabela ao

lado, vemos como os ajustes do televisor saem da fábrica.

14 –

3.

Como ativar e ajustar o menu de fábrica 2 (ajustes no CI faz tudo):

a. Entre no MENU DE FÁBRICA 1 conforme descrito no item 1.

b. Selecione o item VCJ ADJ e aperte a tecla VOLUME+. Vai aparecer na tela um dos ajustes indicado na

tabela abaixo. Para mudar para o próximo ajuste basta ir apertando o CANAL+. Agora é só ir apertando

VOLUME+ ou VOLUME- para alterar o ajuste. Os valores corretos estão a seguir:

para alterar o ajuste. Os valores corretos estão a seguir: O valor do item 18 SHP

O valor do item 18 SHP indicado no manual da TV é 49.

4. Como ativar e ajustar o menu de fábrica 3 (ajustes no decodificador estéreo):

a. Entre no MENU DE FÁBRICA 1 conforme descrito no item 1.

b. Selecione o item MCS ADJ e aperte a tecla VOLUME+. Agora é só ajustar de acordo com a tabela:

no item 1. b. Selecione o item MCS ADJ e aperte a tecla VOLUME+. Agora é

15 –

5.

Como ativar e ajustar o menu de fábrica 4 (ajustes no CI do PIP):

a. Entre no MENU DE FÁBRICA 1 conforme descrito no item 1.

b. Selecione o item PIP ADJ e aperte a tecla VOLUME+. Agora é só ajustar de acordo com a tabela:

tecla VOLUME +. Agora é só ajustar de acordo com a tabela: O valor do ajuste

O valor do ajuste do item 9 COL é 5 e o do item 15 INL é 8 conforme indicado no manual deste TV.

6. Ajuste dos dados iniciais do CI micro EEP INICIAL – Este procedimento faz todos os ajustes do

televisor voltarem para seus valores iniciais. Abaixo descrevemos como deve ser feito:

a. Entre no MENU DE FÁBRICA 1 conforme descrito no item 1.

b. Selecione o item 2 EEP INICIAL e pressione a tecla VOLUME+. Todos os valores dos dados de ajuste do

circuito voltam a seus valores iniciais marcados nas tabelas 4.1, 5.1 e 6.1.

AJUSTES DO TELEVISOR USADO NAS AULAS DE PRÁTICA:

Na página seguinte vemos uma tabela indicando o nome dos ajustes realizados no TV para que o aluno saiba como identifica-los:

16 -

17 –

17 –