Oxidação Definição

:
A oxidação é um dos vários mecanismos de deterioração dos materiais metálicos e geralmente ocorre quando eles estão submetidos a um ambiente propício a esse fenômeno (umidade, temperaturas elevadas, gases ou vapores). Ela é caracterizada pela formação de uma incrustação ou filme não-metálico (também conhecidos como óxidos) sob a superfície do metal. A oxidação ocorre através da perda de elétrons do metal, os quais são transferidos para uma outra espécie química e que acabam se tornando parte dela, realizando a reação de redução que é um processo que ocorre paralelamente com a oxidação. Um exemplo típico desse fenômeno é a oxidação do ferro em presença de água ( ). Ela ocorre em duas etapas: na primeira etapa o elemento é oxidado à (perde dois elétrons)e se transforma em ; na segunda ele é oxidado a (perde 3 elétrons) e se transforma em , também conhecido como óxido de ferro ou ferrugem (mostrado na figura 1).

Figura 1 - Chave de boca enferrujada

Materiais:
A facilidade com que um metal cede seus elétrons (se oxida) é dada através de uma propriedade dos metais, chamada de potencial padrão de redução. Geralmente, metais com um potencial de redução menor tenderão a oxidar mais facilmente, o que explica porque alguns metais se oxidam mais que os outros. Na Tabela 1, podemos verificar os potenciais de redução de alguns metais:

como se pode verificar na tabela 1. o que influencia diretamente no processo de seleção de materiais quando há o risco do metal ser submetido a um ambiente agressivo. tornando-se necessária a sua troca para que não haja comprometimento do material principal. quando se trata de oxidação.13 +0. não se deve apenas levar em conta o potencial de redução do metal.34 +0. o óxido de alumínio que é formado no processo. o metal de sacrifício tende a se deteriorar. Este tipo de material é utilizado para recobrir o material principal. por exemplo.80 ) No processo de seleção de um material para uma determinada utilização. Portanto. uma vez que este processo tende a danificar a estrutura do componente. apresenta um dos menores potenciais de redução.66 -0. de modo que este deve apresentar menor poder de redução que o metal base. Em geral utiliza-se zinco e magnésio como metais de sacrifício. protegendo-o do ambiente e que acaba impedindo a oxidação do metal subjacente. .44 -0. a oxidação de diferentes metais gera diferentes óxidos.Potencial de redução de alguns metais Metal Alumínio (Al) Zinco (Zn) Cromo (Cr) Ferro (Fe) Nióbio (Ni) Chumbo (Pb) Cobre (Cu) Prata (Ag) Potencial de redução ( -1.76 -0. o que pode vir a comprometer o seu uso. o que resulta na oxidação do material adicionado apenas. isto é. Existem diversas maneiras habitualmente empregadas para evitar a oxidação. Um artifício utilizado para evitar que o componente exposto a condições adversas sofra oxidação é o emprego de metais de sacrifício.Tabela 1 . é um metal que oxida facilmente sobre a presença de oxigênio ou água. Aplicações: A oxidação dos materiais utilizados na fabricação dos produtos comerciais é altamente indesejada.23 -0. Por outro lado. O alumínio. cada qual com suas características próprias. Em geral é possível encontrar ocorrências de oxidação em diversos componentes metálicos expostos às intempéries climáticas.74 -0. Um exemplo prático que pode ser citado para ilustrar este processo é a utilização de placas de zinco em estruturas de navios expostos à água do mar. Após certo tempo de exposição às condições adversas. como pintura e galvanização. acaba apassivando a superfície do metal.

Isto é observado comparando-se um material em aço com outro em alumínio expostos às mesmas condições de oxidação. observa-se que certos materiais apresentam maior comprometimento do que outros. constata-se que é necessário o desenvolvimento de uma proteção eficaz contra a oxidação em aços para torna-lo tão resistente a corrosão quanto o alumínio. O principal desafio na seleção do material adequado para a aplicação do projeto é a análise dos tratamentos que devem ser realizados no aço (este que tem por característica ser o material mais em conta). o que ocorre devido à característica de proteção que o óxido de alumínio confere à peça. O alumínio a presenta maior integridade superficial. para competir a altura com o alumínio. sem que este tenha a sua estrutura comprometida pelo processo de oxidação. tornando-se necessário o desenvolvimento de artifícios que confiram proteção ao material. Desta forma. Verifica-se que este fenômeno não ocorre em aços. de modo que ao arranhar a superfície. . o que dificulta a difusão do oxigênio para o interior do componente. Em geral. inicia-se o processo de oxidação no local afetado. observa-se que em casos como a recobrimento superficial do aço através de pintura apresenta algumas falhas. Além disso. utilizam-se técnicas como pintura ou galvanização que têm por objetivo reduzir o efeito da oxidação no material.Desafios: Em se tratando de oxidação.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful