MORAL, ÉTICA E DIREITO

Profª Alessandra M. C. Chicarelli Agosto/2013

ou chamam a si a autoridade de guiar. Nós abandonamos o pressuposto de que a Ética é unicamente humana. ou é o estudo sistemático da argumentação sobre como nós devemos agir (filosofia moral). e. A Ética pode ser um conjunto de regras. as ações de um grupo em particular (moralidade). talvez. . mesmo entre nossos parentes não-humanos mais próximos. princípios ou maneiras de pensar que guiam.ÉTICA A Ética existe em todas as sociedades humanas.

BIOÉTICA: CONCEITOS FUNDAMENTAIS Ética justificativa AÇÃO norma por adesão regra obrigatória Moral Direito .

REGRA MORAL Baseia-se em convições próprias Abrangência universal Longo prazo Ideal .

REGRA LEGAL Aplicação compulsória Validade restrita ao estado Curto prazo Prática .

(Crítica da Razão Pura) .BIOÉTICA Duas coisas me enchem o ânimo de admiração e respeito: o céu estrelado acima de mim e a lei moral que está em mim.

89). . (Fundamenta juris naturae et gentium e sensu communi deducta 1705:I. O decôro é um bem intermediário.par.MORAL. ÉTICA E DIREITO Fontes do bem: A honestidade O decôro A justiça O honesto é o bem mais alto. o indecoroso é um mal intermediário. cujo oposto é o torpe. o injusto. o mal extremo. O justo tem no seu oposto.4. assim como o seu oposto.

uma qualidade social. Caráter social da moral A moral possui. que regulam o comportamento individual e social dos homens. em sua essência. Uma mudança radical da estrutura social provoca uma mudança fundamental de moral. . respondendo às suas necessidades e cumprindo uma função determinada.MORAL. aceitas livre e conscientemente. Manifesta-se somente na sociedade. ÉTICA E DIREITO MORAL : conjunto de normas.

Vásquez . Os atos individuais que não tem conseqüência alguma para os demais indivíduos não podem ser objeto de uma qualificação moral . ÉTICA E DIREITO O comportamento moral é tanto comportamento de indivíduos quanto de grupos sociais humanos. Mesmo quando se trata da conduta de um indivíduo. A. a conduta tem conseqüências de uma ou outra maneira para os demais.S. A Essência da Moral .MORAL. sendo objeto de sua aprovação ou reprovação.

. é ao mesmo tempo móvel da ação. na Crítica da Razão Prática (1787:I.3): . é a ação legal.. "A pura concordância e discordância de uma ação com a lei. ao passo que. a feita por respeito à lei é a ação moral." (Fundamentação da Metafísica dos Costumes. quando a idéia do dever. a ação conforme à lei. derivada da lei. 1785:I. Intr. sem considerar o móvel da própria ação. se tem a moralidade. ÉTICA E DIREITO Segundo Kant (1724-1808).1.cap.par 3) . mas não feita por respeito à lei.MORAL. chama-se legalidade..

80).O ato moral não pode ser reduzido a um de seus elementos.MORAL. na sua unidade e nas suas mútuas relações (p. Vásquez . A. mas está em todos eles. decisão pessoal.S. ÉTICA E DIREITO ESTRUTURA DO ATO MORAL . emprego de meios adequados. . resultados e conseqüências (p. A Essência da Moral . intenção ou fim.O ato moral se apresenta como uma totalidade de elementos: motivos.76).

por uma convicção íntima. segundo o qual são regulamentadas as relações mútuas entre os indivíduos ou entre estes e a comunidade.84). de tal maneira que estas normas. dotadas de um caráter histórico e social. externa ou impessoal (p. princípios e valores. Vásquez . sejam acatadas livre e conscientemente.S.MORAL. ÉTICA E DIREITO Singularidade do ato moral A moral é um sistema de normas. A. A Essência da Moral . e não de uma maneira mecânica.

muito embora a ação humana possa inicialmente tê-lo realizado. neste sentido. este último é o objeto das intenções do homem justo. ÉTICA E DIREITO Justiça não é o Direito objetivo nem tampouco o Direito ideal. o valor. A pessoa aqui não é de modo algum o portador do valor. . Mas. valor de uma situação. 'justa' pode ser uma lei. uma determinada ordem. Mas o uso da linguagem favorece o equívoco. a melhor das hipóteses.MORAL. na medida em que correspondem à idéia do Direito. a palavra 'justa' não significa o valor moral da pessoa. uma disposição. é unicamente valor de um objeto. valor para alguém.

que completam seus artigos ou definem as suas exceções. . que permite aos juízes intrerpretar e analisar todas as situações concretas. Esses códigos caracterizam-se essencialmente por um alto nível de abstração. O Código Civil constitui a base de todas as outras leis. mais de 60% da população mundial é influenciada por esta tradição.MORAL. seja preenchendo suas lacunas por extrapolação. ÉTICA E DIREITO/ DIREITO CIVIL O Direito Civil é inspirado no Direito Romano. seja aplicando a lei. A primeira fonte do direito é a lei. A França é o protótipo do país de direito civil.

A lei se contenta em impor um mínimo de regras constritivas. A citações a seguir. A lei se relaciona a uma comunidade em particular. A lei é uma submissão exterior. A lei se preocupa. que solicitam esforços mínimos. com a organização atual das liberdades. a curto prazo. ÉTICA E DIREITO As questões que envolvem o Direito e a Lei são muito confundidas com o Princípio da Justiça. visam explicitar as diferença existentes entre o Direito e a Justiça. .MORAL. bem determinada e situada geograficamente (Estado).

porém 'justo' é o indivíduo que faz o certo ou tem a intenção de fazê-lo e que trata os semelhantes .MORAL. Em outro sentido. é valioso.à luz da igualdade requerida. . Aqui a 'Justiça' é um valor de ação da pessoa. existente ou ideal. é um valor moral". todo Direito. ÉTICA E DIREITO Neste sentido.seja em disposição ou em conduta efetiva .

Abraham Lincoln (1809-1865) .MORAL. ÉTICA E DIREITO NÃO SE ESQUEÇA QUE O QUE É JUSTO DO PONTO DE VISTA LEGAL PODE NÃO SÊ-LO DO PONTO DE VISTA MORAL.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful