Você está na página 1de 18

V Gil (1999, p.

26) define ³método como caminho


para se chegar a determinado fim. E método
científico como o conjunto de procedimentos
intelectuais e técnicos adotados para se atingir o
conhecimento´.
V Barros e Lehfeld (2000) colocam que a
metodologia é uma área que estuda analisa etapas
de um estudo, no qual os resultados adquiridos
sejam diferentes e inovadores a fim de solucionar
um problema da pesquisa e captar diferentes
maneiras para resolver o mesmo.
V ara Gil (1999, p. 28), método indutivo ³parte
do particular e coloca a generalização como
um produto posterior do trabalho de coleta de
dados particulares´. As informações
generalizadas devem partir da observação de
casos vindos individuais dessa realidade (GIL,
1999).
V ¢uiz (1996, p. 139) acredita que, ³enquanto a
dedução parte de enunciados mais gerais para
chegar a conclusão particular ou menos geral,
a indução caminha de fatos singulares ou
menos gerais para chegar a conclusão
desdobrada ou ampliada em enunciado mais
geral [...]´.
V 4emo (1995, p. 11) explica pesquisa como ³o
trabalho de coletar dados, sistematizá-los e, a
partir daí, fazer uma descrição da realidade´.
É a razão fundamental da vida acadêmica que
necessita de métodos para transparecer o
estudo (4EMO, 1995).
V a pesquisa pode ser considerada um
procedimento formal com método de
pensamento reflexivo que requer um
tratamento científico e se constitui no caminho
para se conhecer a realidade ou para descobrir
as verdades parciais. Toda pesquisa implica no
levantamento de dados de variadas fontes,
quaisquer que sejam os métodos ou técnicas
empregadas.( MA¢ ONI; LAKATOS, 1992,
p.43)
V 4e acordo com Gil (2002, p. 42), as pesquisas
exploratórias ³têm como objetivo
proporcionar maior familiaridade com o
problema, com vistas a torná-lo mais
explícito´.
V 4e acordo com Vergara (2004, p. 47), a
pesquisa exploratória ³[...] é realizada em área
na qual há pouco conhecimento acumulado e
sistematizado [...]´.
Vos fatos são observados, registrados,
analisados, classificados e por último,
interpretados, sem que haja interferência do
pesquisador (AN4¢A4E, 2003).
V ervo e Bervian (2002, p. 66) descrevem que
³a pesquisa descritiva observa, registra,
analisa e correlaciona fatos ou fenômenos
(variáveis) sem manipulá-los´.
V ³a pesquisa que se efetua tentando-se resolver
um problema ou adquirir conhecimentos a
partir do emprego predominante de
informações advindas de material gráfico,
sonoro e informatizado´. A função dessa
pesquisa é trazer o que já foi escrito sobre o
tema, e os assuntos abordados na pesquisa.
V onforme Gil (1991, p. 48), a pesquisa
bibliográfica ³[...] é desenvolvida a partir de
material já elaborado, constituído
principalmente de livros e artigos científicos´.
V A finalidade da pesquisa bibliográfica é deixar
o pesquisador informado sobre as fontes que
já foram utilizadas de referências para realizar
uma pesquisa (SEVE¢INO, 2000).
V ³A coleta de dados é a fase da pesquisa em
que se indaga a realidade e se obtêm dados
pela aplicação de técnicas´. (BA¢¢OS;
LEHFEL4, 2007, p. 103).

’ Entrevista ( estruturada e semi-estruturada)


’ 4ocumental ( leis, documentos)
’ observação
V ³consiste em recolher e registrar os fatos da
realidade sem que o pesquisador utilize meios
técnicos especiais ou precise fazer perguntas
diretas´. (LAKATOS; MA¢ ONI, 1999, p. 91).
V Observação simples ³[...] apenas observa de
maneira espontânea como os fatos ocorrem e
controla os dados obtidos. Nessa categoria, não se
utilizam meios técnicos e especiais para coletar
os dados, nem é preciso fazer perguntas diretas
aos observados´. ( OLAUTO; BEU¢EN, 2006,
p. 129).
V como a técnica em que o investigador se
apresenta frente ao investigado e lhe formula
perguntas, com o objetivo de obtenção dos
dados que interessam à investigação. A
entrevista é, portanto, uma forma de interação
social. Mais especificamente, é uma forma de
diálogo assimétrico, em que uma das partes
busca coletar dados e a outra se apresenta
como fonte de informação. (GIL, 2006,
p.115)
V ³na pesquisa documental, as fontes de coleta são mais
diversificadas e dispersas, sendo que os dados são
compilados pelo próprio estudante. O pesquisador pode
encontrar dados em diversas fontes de documentos
escritos´.
V ara Andrade (1999, p. 107) diz que esta ³baseia-se em
documentos primários, originais [...] chamados de
primeira mão´.
V Gil (1996, p. 51) os documentos para se realizar uma
pesquisa documental são de primeira mão, pois, ³não
receberam nenhum tratado analítico´. orém, há os
documentos de segunda mão, ³[...] que de alguma
forma já foram analisados´.
V Samara e Barros (1997, p. 27), ³as pesquisas
qualitativas são realizadas a partir de
entrevistas, individuais ou discussões em
grupo e sua análise verticalizada em relação
ao objeto em estudo permite identificar pontos
comuns e distintos presentes na amostra
escolhida´.
V ¢ichardson (1999, p. 90) acrescenta: ³a
pesquisa qualitativa pode ser caracterizada
como a tentativa de uma compreensão
detalhada dos significados e características
situacionais apresentadas pelos entrevistados
V pesquisas qualitativas são exploratórias, ou seja,
estimulam os entrevistados a pensarem livremente
sobre algum tema, objeto ou conceito. Eles fazem
emergir aspectos subjetivos e atingem motivações não
explícitas, ou mesmo conscientes, de maneira
espontânea. São usadas quando se busca percepções e
entendimento sobre a natureza geral de uma questão,
abrindo espaço para a interpretação. 4ado o seu caráter
exploratório, as pesquisas qualitativas não pretendem
generalizar as suas informações, em geral, aborda-se,
pequenos grupos de entrevistados. (GIL, 1999, .29)
V ara Fachin (2002), a pesquisa quantitativa
trabalha com hipóteses que vão depender dos
resultados que o pesquisador quer encontrar. É
direcionada e salientam as características de
um grupo.
V empregar dados estatísticos como centro do
processo de análise (OLIVEI¢A, 1999).
V medir resultados