Você está na página 1de 21

Noções básicas de Prevenção

e combate a princípios de
incêndio e primeiros socorros
TEORIA DO FOGO

DEFINIÇÃO DE FOGO:

ENERGIA PROVENIENTE DE REAÇÃO


QUÍMICA COM LIBERAÇÃO DE LUZ E CALOR
TEORIA DO FOGO
O QUE É PRECISO PARA QUE O FOGO SE INICIE ?
ELEMENTOS QUE COMPÕEM O FOGO
CALOR
É o elemento que fornece a energia necessária para
iniciar a RQ.
COMBUSTÍVEL
É o que alimenta o fogo e serve como campo de
propagação.
OXIGÊNIO
Contido no ar atmosférico na proporção de 21%
misturado com outros gases.
EXTINTORES DE INCÊNDIO
CLASSES DE INCÊNDIO
DEFINIÇÃO
Extintores de incêndio são equipamentos indicados para controlar princípio
de incêndio.
Tal limitação se deve ao fato de ter carga de produto reduzida. Isso acontece
por causa do tamanho do extintor.
PARTES DO EXTINTOR
O extintor é composto de duas partes:

1) O cilindro e seus componentes

2) O agente extintor
Água Pressurizada
Pó Químico
O EXTINTOR
FORMAS DE USO
EQUIPAMENTOS AUXILIARES

ALARMES DE INCÊNDIO
Finalidade: alertar os ocupantes da edificação sobre a
ocorrência do incêndio.

HIDRANTES
Sistema hidráulico instalado na edificação com a
finalidade de combater incêndios
Requer pessoal treinado para sua utilização.
COMPOSIÇÃO DO SISTEMA HIDRÁULICO

MANGUEIRA DE COMBATE À INCÊNDIO:


Dentre as mais utilizadas estão as de 1.1/2 e 2.1/2 polegadas.
Equipamento de combate a incêndio, constituído essencialmente
por um duto flexível dotado de uniões

ABRIGO DE MANGUEIRA:
Abrigo fixado na parede, para proteção da
mangueira e de todo equipamento hidráulico.
COMPOSIÇÃO DO SISTEMA HIDRÁULICO

CHAVE DE ENGATE RÁPIDO (STORZ):

Auxilia a fixar as peças nas extremidades da mangueira.

ESGUICHO:

Regula o tipo de jato da mangueira para sólido ou neblina.


PRIMEIROS SOCORROS
CONCEITO

Atendimento provisório e imediato prestado no local do


acidente ou mal súbito, com o objetivo de impedir que a
vítima morra ou que suas lesões se agravem.
PRIMEIROS SOCORROS

Função do socorrista:

Prestar os primeiros socorros em casos de


acidentes ou mal súbito.

Contatar de imediato serviço emergencial


público ou da empresa (quando houver)
para atendimento especializado.
AVALIAÇÃO DO CENÁRIO
Antes de prestar o devido atendimento deve-se avaliar o
cenário identificando possíveis riscos aonde você poderá se
tornar outra vítima.
NÚMEROS DE EMERGÊNCIA

POLICÍA: 190

CORPO DE BOMBEIROS: 193

SAMU:192
MANOBRAS DE DESOBSTRUÇÃO
MANOBRA DE HEIMLICH

Colocar o punho de modo onde o polegar esteja


posicionado sobre o diafragma da vítima e assim contrair
com as duas mãos, até que se desobstrua a via aérea.
MANOBRA EM CRIANÇAS
Utilizar apenas 2 dedos
Efetuar 5 pancadas nas costas e 5 (cinco) compressões
externas;

Abrir a boca, remover objeto visível;

Checar a respiração e, se ausente, efetuar 2 (duas)


ventilações;

Após 1 (um) ciclo checar pulso braquial e se ausente


iniciar RCP.
INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO
Sinais clássicos do infarto:
Dor de forte opressão no centro do tórax que pode
irradiar para o pescoço, mandíbula, ombros e
região epigástrica.

ATENÇÃO: casos em que a vítima apresenta


desconforto gástrico, palidez e sudorese sem
dor torácica, pode estar em um quadro de infarto.

Não esperar a presença dos outros sinais e encaminhá-la imediatamente ao centro


médico mais próximo.
RCP – REANIMAÇÃO CÁRDIO PULMONAR

COMPRESSÕES TORÁCICAS E VENTILAÇÕES

Manobra utilizada em vítimas com parada cardiorrespiratória


podendo manter a circulação e a respiração artificialmente, até a
chegada do serviço médico de emergência.
OBRIGADO PELA ATENÇÃO E COLABORAÇÃO DE TODOS.