Você está na página 1de 16

ÁFRICA

ASPECTOS SOCIAIS

Adaptação Profª Virgínia


ÁFRICA: “BERÇO DA HUMANIDADE”

 O termo “berço da humanidade” é dado em


razão da África abrigar uma das civilizações
mais antigas e intrigantes do globo, os
egípcios, que formaram um poderoso
“império” a 4 mil anos atrás. Portanto, toda
essa riqueza cultural e natural existente no
continente, torna a África um espaço muito
particular .
ÁFRICA

 900 milhões de habitantes


 O segundo continente mais populoso
 53 países
 A maiorias desses países convive com o
subdesenvolvimento crônico, condenados, cada
vez mais, a viver das ajudas internacionais.
 Colonização trouxe grandes seqüelas que ainda
não foram sanadas.
ÁFRICA, O ESPAÇO DAS
“FRONTEIRAS ARTIFICIAIS”
CONFERÊNCIA DE BERLIM: Os europeus na partilha
mudaram as fronteiras nativas incitando a rivalidades
étnicas, pois quando as fronteiras foram estabelecidas,
devido à diversidade cultural, muitos grupos rivais
ficaram juntos e outros se separaram; houve uma
mudança produtiva, pois deixaram o cultivo de
subsistência para atender aos interesses europeus,
que introduziram a monocultura e a extração mineral.
Em todo esse processo os europeus não tiveram
respeito com os africanos, pois não levaram em conta
a identidade cultural do povo.
ÁFRICA, O ESPAÇO DAS
“FRONTEIRAS ARTIFICIAIS”

• A colonização africana fortaleceu-se


em consequência do Racismo.

• O racismo nasceu da exploração


capitalista: a escravatura, as relações
senhor-servo, mão-de-obra barata –
Estratégias para manter a
superioridade branca sobre as demais
raças.
O PROCESSO DE
DESCOLONIZAÇÃO

 A descolonização africana aconteceu num processo


iniciado após a II GM.
 A estratégia de alguns países, para não perder de
vez o domínio, negociou a transferência de poder
para elites locais, criadas artificialmente, em troca
da manutenção de laços econômicos. Essa
estratégia é chamada de neocolonialismo, o que
resulta em conflitos até os dias de hoje. Dessa
forma, muitos países africanos obtiveram apenas
uma independência formal.
CONFLITO MOTIVAÇÃO

Ruanda, Mali, Étnica


Somália,
Senegal
Argélia Religiosa
Angola, Política
Uganda

No meio desses conflitos que


atormenta a África neste final de
século, estão vários povos e
nações que buscam a autonomia
e sua autodeterminação face a
poderes centrais autoritários
exercidos muitas vezes por uma
etnia majoritária.
PELA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA
NORTE DA ÁFRICA

 Como o próprio nome já diz, é a área situada


ao norte do continente e que vem a ser
banhado pelo Mar Mediterrâneo, em sua
maioria, fazendo parte desta região cinco
países. Também não se pode esquecer que
ao sul desta região se encontra o deserto do
Saara.
 Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Saara
Ocidental e Tunísia.
OESTE DA ÁFRICA

 É uma região muito confusa do ponto de vista


político. São quinze nações que dividem um espaço
caracterizado por áreas desérticas (Saara, ao norte)
e florestas tropicais. Em sua economia local, a
exploração de petróleo destaca-se com uma
atividade bem atraente para os países.
 Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana,
Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Mali, Mauritânia,
Níger, Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Togo.
ÁFRICA CENTRAL

 Caracterizada pelos inúmeros conflitos da década


de 90 que marcaram profundamente a região, a
África Central ficou conhecida no mundo pelos
conflitos no Zaire que o transformaram em
República Democrática do Congo. Oito países
fazem parte desta região, destacada por grandes
florestas tropicais em razão de estar na latitude 0 do
globo.
 Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial,
República Centro-Africana, República Democrática
do Congo, São Tomé e Príncipe e Chade.
LESTE DA ÁFRICA

 Também conhecida como “Chifre da África”, por sua forma


física do extremo leste africano, é uma área bem diversificada
por ter países bem estruturados e urbanizados, como é o caso
do Quênia, e em contraponto a isto, existe à Somália e Etiópia,
nações mergulhadas em problemas gerados pelas suas
guerras civis. Nesta região encontram-se dez países bem
distintos, tantos nos aspectos físicos como humanos. É na
divisa entre Uganda, Tanzânia e Quênia que existe o lago
Vitória, que é considerado a nascente do rio Nilo.
 Burundi, Dijbuti, Eritréia, Etiópia, Quênia, Ruanda, Somália,
Sudão, Tanzânia e Uganda
SUL DA ÁFRICA
 O extremo sul africano é representado pelas diferenças
existente ente os onze países no campo sócio-econômico,
principalmente, pois o contraste entre a África do Sul, nação
bem desenvolvida, se comparada aos outros países
africanos, em relação aos demais é visivelmente percebido.
Este país exerce um poder centralizador nesta região, onde a
economia é seu ponto forte. Observa-se também uma
diversidade natural neste espaço, em razão de possuir
grandes vales férteis e vastos desertos como o Kalahari,
sendo no delta do Okavango (Botsuana) acontece uma das
maiores e mais impressionantes migrações do mundo, a dos
gnus.
 África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagascar, Malauí,
Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbábue.