Você está na página 1de 14

Controle de

Vibrações FACULDADE ANHANGUERA DE JACAREÍ


PROFESSOR: PHILIPPE ALEXANDRE DIVINA PETERSEN

Mail: philippe.petersen@gmail.com
Redução de Vibração na Fonte
Objetivo: Tentar alterar a fonte de vibração de modo que ela produza menos vibração

Exemplos de fontes que não podem ser alterados:

Excitações causadas por terremotos, turbulência atmosférica, estradas irregulares.

Exemplos de fontes que podem ser alterados:

Desbalanceamento em máquinas alternativas ou rotativas.

Balanceamento interno ou aumentando a precisão de elementos de máquinas


Problemas: Restrições econômicas e de fabricação para o grau de
balanceamento que pode ser conseguido ou para a precisão com o qual as
peças de uma máquina podem ser fabricados.
Balanceamento de Máquinas Rotativas

 Massa excêntrica ou desbalanceada sobre um disco rotativo, causa vibração que


pode ser aceitável até certo nível.

 Pode ser eliminado pela remoção da massa excêntrica ou pela adição de uma
massa igual em posição tal que cancele o efeito de desbalanceamento.

 Para determinar a quantidade e a localização da massa excêntrica deve-se realizar


métodos experimentais para identifica-los.

 O desbalanceamento de máquinas pode ser atribuído a irregularidades como


erros na usinagem e variações de tamanhos de parafusos, porcas, rebites e soldas.
Tipos de balanceamento:

 Balanceamento em um plano, ou
estático.

 Balanceamento em dois planos, ou


dinâmico.
Balanceamento em um plano:

 Balanceamento em um plano pois toda


a massa encontra-se praticamente em
um único plano.

 Normalmente o centro de massa está


deslocado do eixo devido a erros de
fabricação, (estaticamente
desbalanceado) .

 Pode ser corrigido pela remoção de


metal (perfuração) ou pela adição de
contrapeso para balancear o eixo.

 Se a magnitude do desbalanceamento
não é conhecida, a quantidade de
material a ser removida ou adicionada
deve ser feita por tentativa e erro.
Balanceamento em um plano:

 Procedimento para balanceamento:


analisador de vibração.

 Marcas de referência (fase) são


colocados no rotor (disco de esmeril) .

 Sensor de vibração
colocado em contato com
o mancal e o analisador de
vibração ajustado a uma
frequência
correspondente à
Velocidade angular do
disco de esmeril.

Rotor é parado e um peso experimental conhecido é fixado nele. Quando o


rotor funciona a velocidade w a nova posição angular da marca e a amplitude
de vibração são anotadas
Balanceamento em dois planos:

 O desbalanceamento pode estar em


qualquer lugar ao longo do
comprimento do rotor.

 Adição de dois pesos balanceadores em


dois planos qualquer .
Balanceamento de motores alternativos:

 Elementos essenciais: pistão, manivela e a biela.

 Vibrações que surgem devem-se a:

1) Variações periódicas da pressão dos gases no cilindro.

2) Forças de inércia associadas às partes móveis


Forças desbalanceadas resultantes da variação da
pressão dos gases:

Torque perpendicular ao plano


Equilíbrio de forças:

Torque resultante = torque em Q


Forças desbalanceadas resultantes da inércia das partes
móveis:

1) Aceleração do pistão (P)

2) Aceleração do pino da manivela (C)

3) Forças de Inércia: