Você está na página 1de 26

FARMACOLOGIA

Como agem os fármacos

PROF Marcel Porto


Farmacologia

Tipos de resposta Farmacológica

• FÁRMACOS AGONISTAS: um fármaco ou uma


substância endógena que se ligue a um receptor e
ative a resposta celular é denominado uma agonista

• FÁRMACOS ANTAGONISTAS: é o fármaco que reduz


ou inibe a ação de um agonista

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Prof Marcel Porto


Farmacologia

EFEITO

ACELERAR DESACELERAR

AGONISTA ANTAGONISTA

TIPOS: TIPOS:
1- INTEGRAL 1- COMPETITIVO
2- PARCIAL 2- NÃO COMPETITIVO
3-INVERSO 3-ALOSTÉRICO NÃO
COMPETITIVO

Prof Marcel Porto


Farmacologia

EFEITO MÁXIMO

AGONISTA

TIPOS: AFINIDADE EFICÁCIA


1- INTEGRAL SIM EFICÁCIA MÁX.

Prof Marcel Porto


Farmacologia

NÃO OCORRE O EFEITO


MÁXIMO

AGONISTA

TIPOS: AFINIDADE EFICÁCIA


1- INTEGRAL SIM EFICÁCIA MÁX.
2- PARCIAL SIM NÃO 100%

Prof Marcel Porto


Farmacologia
Vou ficar aqui
parado por
quanto tempo
heim?

NÃO APRESENTA
EFICÁCIA:INATIVA O
RECEPTOR

AGONISTA

TIPOS: AFINIDADE EFICÁCIA


1- INTEGRAL SIM EFICÁCIA MÁX.
2- PARCIAL SIM NÃO 100%
3-INVERSO
SIM NÃO:INATIVA O
RECEPTOR
Prof Marcel Porto
Farmacologia

EFEITO

DESACELERAR

ANTAGONISTA
TIPOS:
1- COMPETITIVO
2- NÃO COMPETITIVO
3- IRREVERSÍVEL

Prof Marcel Porto


Farmacologia

ANTAGONISTAS
COMPETITIVOS

ANTAGONISTA
AFINIDADE EFICÁCIA TIPOS:
SIM NAO 1- COMPETITIVO
2- NÃO COMPETITIVO
3- IRREVERSÍVEL

Prof Marcel Porto


Farmacologia
naloxona

ANTAGONISTAS
fentanil COMPETITIVOS

ANTAGONISTA
AFINIDADE EFICÁCIA TIPOS:
SIM NAO 1- COMPETITIVO
2- NÃO COMPETITIVO
3- IRREVERSÍVEL

Prof Marcel Porto


Farmacologia

LIGAÇÃO ALOSTÉRICA

ANTAGONISTAS
NÃO-COMPETITIVOS

ANTAGONISTA
AFINIDADE EFICÁCIA TIPOS:
SIM NAO 1- COMPETITIVO
ALOSTÉRICA NÃO 2- NÃO COMPETITIVO
3- IRREVERSÍVEL

Prof Marcel Porto


Farmacologia

ANTAGONISTAS
ALOSTÉRICOS
IRREVERSÍVEIS

ANTAGONISTA
AFINIDADE EFICÁCIA TIPOS:
SIM NAO 1- COMPETITIVO
ALOSTÉRICA NÃO 2- NÃO COMPETITIVO
ALOSTÉRICA NÃO 3- IRREVERSÍVEL

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Farmacocinética

• A ciência que estuda a dinâmica das drogas dentro


dos sistemas biológicos, que envolve a

• absorção,
• distribuição,
• metabolismo
• eliminação.

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Absorção
• “É preciso levar os medicamentos ao interior do corpo
do doente”

• Características das drogas que afetam a absorção:


• Peso molecular, ionização, solubilidade,
formulação, coeficiente de partição, etc.

• Factores que afetam a absorção relacionados com os


pacientes:
• Via de administração, pH gástrico, conteúdo
do aparelho GI, doenças associadas,etc
Prof Marcel Porto
Farmacologia

Tempo para a Concentração Pico

100
90
80
concentration

70
60 IV
50 Oral
40 Rectal
30
20
10
0
0 5 10 20 30 60 120 180
minutes

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Absorção oral
• Alterações do pH gastrointestinal
• Esvaziamento gástrico
• Enzimas gástricas
• Ácidos biliares & função biliar
• Flora gastrointestinal
• Interacção Fórmula/alimentos

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Distribuição
• Permeabilidade da Membrana
• Atravessar as membranas até ao local de ação
• Proteínas plasmáticas de ligação
• Drogas ligadas não atravessam membranas
• desnutrição = albumina =  droga livre
• Lipofilicidade da droga
• Drogas lipofílicas acumulam-se no tecido adiposo
• Volume de distribuição

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Distribuição
• Composição Corporal
•  água total & fluido extracellular
•  tecido adiposo & músculo esquelético
• Ligação às Proteínas
• albumina, bilirrubina, 1-ácido glicoproteína
• Ligação aos Tecidos
• Variações da composição

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Metabolismo
• Drogas e toxinas são agentes estranhos ao
organismo
• Drogas podem ser metabolizadas nos pulmões,
sangue e fígado
• O organismo converte as drogas em formas menos
ativas e aumenta a sua hidrossolubilidade para
melhorar a eliminação

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Metabolismo
• Fígado – principal via do metabolismo das drogas
• Fígado pode também converter pró-fármacos
(inativas) na sua forma ativa

• Tipos de reações
• Fase I (sistema do Citocromo P450)
• Fase II

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Reações de Fase I
• Sistema do Citocromo P450
• Através de cadeia transportadora de eletrons, a
droga liga-se ao sistema CYP450 e entra em
oxidação ou redução
• Indução enzimática
• Interações de drogas

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Tipos de Reações de Fase I


• Hidrólise
• Oxidação
• Redução
• Demetilação
• Metilação
• Metabolismo da Álcool-desidrogenase

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Reações de Fase II
• Grupo Polar é conjugado com a droga
• Resulta no aumento da polaridade da droga
• Tipos de Reacções
• conjugação da glicina
• conjugação glucorónido
• conjugação do sulfato

Prof Marcel Porto


Farmacologia

Eliminação
• Pulmonar = ar expirado
• Bílis = fezes
• circulação enterohepática
• Renal
• filtração glomerular
• reabsorção tubular
• secreção tubular

Prof Marcel Porto


Obrigado!!