Você está na página 1de 20

ESPECIFICAÇÃO DOS

MATERIAIS PARA
RESTAURANTE INDUSTRIAL
ESPECIFICAÇÕES
REFEITÓRIO
 PAREDES
Para as paredes foram usado blocos de concreto 19x19x39, com
chapisco, emboço e reboco, com pintura em tinta acrílica em tons
claros;
• Em relação a escolha do tipo de tinta:
A utilização da tinta acrílica atenderá bem devido ela ser estável ao
calor e de fácil manutenção para promover a limpeza do ambiente
tendo que suportar bem a agressividade dos mesmos para retirar
toda a sujeira;
• Em relação a escolha da cor:
Utilizamos a cor clara como sinalização de assepsia;
 PISOS
Piso de concreto estrutural com porcelanato esmaltado de 83x83;
Utilizamos argamassa colante tipo III devido as proporções da placa de
porcelanato;

• Em relação a escolha do porcelanato:

- A utilização da placa de porcelanato é a que mais se adéqua para o nosso


caso, como possui baixa porosidade, as chances de sujeiras ficarem
presas nos poros é muito baixa;
- Pelo fato dela ser esmaltada ela possui uma proteção maior tanto a riscos
quanto a abrasão;
- O PEI escolhido foi de nível 4 ( alta resistência devido a circulação
constantes de pessoas);
- Coeficiente de atrito úmido deve ser classe 2 já que o piso só ficará
molhado quando não tiver mais clientes;
- Resistências as manchas deve ser classe 5 ( facilidade para retirada de
manchas).
 TETO
Forro em gesso acartonado com rebaixamento e detalhes com
placas acústicas pintadas com uma demão de selador e pintura em
tinta acrílica branco fosco.
O uso do selador é para evitar a absorção desigual

 FACHADA EM VIDROS
Quanto a classificação do vidro:
- Vidro a base de soda e cal ;
- Transparente ;
- Incolor ;
- Temperado ;
CÂMARA FRIA
 PAREDES
Todas paredes foram revestidas com placas para isolamento
térmico, afim de manter a temperatura na sala.
 PISO
Piso cerâmico antiácido 24x24 cm com cantos arredondados;
Argamassa colante AC II, pois é uma área naturalmente úmida;

 TETO
Laje pré-moldada revestida com chapisco e massa úmida, com
pintura em tinta acrílica e acabamento acetinado na cor branca.
Chapisco para aumentar a rugosidade, facilitando o revestimento
final. A cor deve-se ao fato desta contribuir para uma iluminação
mais eficiente.

 PORTAS
Utilizamos uma porta frigorífica, devido sua capacidade para
manter o ambiente sob baixa temperatura.
ÁREAS INTERNAS DO
RESTAURANTE
 PAREDES
Para as paredes de alvenaria foram usados blocos de concreto de
19x19x39, revestida com chapisco, emboço e reboco, com
assentamento de azulejo branco 30x80.
• Em relação a argamassa.
- Foram usadas todas as etapas (chapisco, emboço e reboco) para
que houvesse um melhor nivelamento da parede e mantê-la plana.
Também foi usada argamassa colante tipo I para garantir a
aderência do azulejo e a estanqueidade da parede a penetração de
água;
- Foi escolhido o revestimento em azulejo, pois protege as paredes
contra a umidade e a gordura proveniente do preparo de alimentos,
facilitando também a limpeza;
- Devido à larga utilização do aço inoxidável nos equipamentos e
materiais, foi usado a cor branca pois não interfere no índice de
reflexão do aço, não cria cantos nem ambientes escuros.Além
disso, as cores claras são usadas também para demonstrar a
limpeza do ambiente;
 PISOS 
Foi utilizado piso cerâmico antiácido 24x24, com cantos arredondados;
Argamassa colante ACII, pois garante aderência ao substrato;
• Em relação ao piso cerâmico :
-  Os pisos em áreas de preparação de alimentos em cozinha industrial será
freqüentado por poucas pessoas, porém com um fluxo grande
devendo suportar alta resistência à abrasão, ser lavável, não
absorvente, antiderrapante, sem fendas nem rachaduras e que facilitem a
limpeza e desinfecção. O piso cerâmico antiácido é utilizado para
ser anticorrosivo e suportar os agentes químicos provenientes da limpeza;
- Devem ser arredondados para ter um desnível suficiente para que os líquidos
drenem naturalmente em direção às saídas dotadas de ralos sifonados e
grelhas de recolhimento com tela de proteção, evitando assim que a água
fique empoçada, a entrada de animais e o retorno de odores indesejáveis;
- Utilizamos o PEI III, pois a movimentação será grande;
- Classe II para resistência ao escorregamento, por ser área molhada;
- Classe 5 para resistência a manchas, por ser área de cozinha industrial, feita
a limpeza com água quente por 5 minutos (máxima facilidade de limpeza);
- Piso que responde bem à esforços na flexão devido ao peso de bancadas,
fornos, fogões, freezers, etc. 
 TETO
- Foi utilizado laje pré-moldada revestida com chapisco e massa única, com
pintura em tinta acrílica com acabamento acetinado na cor branca;
- Argamassa para o Revestimento: Chapisco convencional para aumentar o atrito,
e massa única permitindo o revestimento final;
- Utilizamos tinta acrílica acetinada por se tratar de área considerada meio úmida,
pois ela é menos permeável à água e ao vapor de água e o fato de ser
acetinada para deixar o ambiente mais agradável a luminosidade do ambiente;
- Utilizamos a cor branca como sinalização de assepsia deixando o ambiente
limpo e agradável;
 JANELAS
- Vidro a base de soda e cal;
- Transparente;
- Incolor;
- Temperado
 PORTA
Utilizamos compensado naval com revestimento em laminado melamínico à
prova d’água, pois é mais leve, de fácil instalação, ser resistente a água além
da limpeza dos painéis ser simples com apenas uma esponja ou pano macio
umedecido com detergente neutro.
VESTIÁRIOS E SANITÁRIOS
 Paredes
Para as paredes utilizamos blocos de concreto 14x19x39, com chapisco e massa
única, com assentamento de azulejo branco 30x60cm.

• Em relação as etapas da argamassa:


  Argamassa de Assentamento: Usamos com cimento e areia no traço 1:6, pois a
parede não será estrutural, a liga e a resistência é melhor para esse traço.
Argamassa para o Revestimento: Chapisco convencional para aumentar o atrito,e
massa única permitindo o revestimento final.

•  Em relação a escolha da cerâmica: 


- Utilizamos o Azulejo Classe A por se tratar de área molhada, ele é feito com um
material mais rugoso e não polido, que tem como principal finalidade dispersar mais a
água, garantindo assim maior segurança ao ambiente;
- PEI: Utilizamos o PEI III, pois irá ter bastante pessoas utilizando os sanitários durante
o dia inteiro.
- Resistência ao escorregamento: Classe II, por ser área molhada.
- Resistência ao risco: Dureza 6, pois vai passar muitas pessoas durante todo o dia.
- Resistência a manchas: Classe 5, por ser área molhada com circulação de pessoas.
- Utilizamos a cor branca para a cerâmica como sinalização de assepsia deixando o
ambiente limpo e agradável.
 Pisos
Para os pisos foram utilizados piso cerâmico antiderrapante 45x45,
rodapé com a mesma cerâmica h=7cm.
Argamassa: Colante AC II, pois é área molhada com bastante
circulação.

• Em relação a cerâmica:
- Utilizamos a antiderrapante Classe A por se tratar de área molhada, ele é
feito com um material mais rugoso e não polido, que tem como principal
finalidade dispersar mais a água, garantindo assim maior segurança ao
ambiente.
- PEI: Utilizamos o PEI III, pois terão bastante pessoas que vão utilizar o
vestiário ao longo do dia.
- Resistência ao escorregamento: Classe II, por ser área molhada.
- Resistência ao risco: Dureza 6, pois vai passar muitas pessoas durante
todo o dia.
- Resistência a manchas: Classe 5, por ser área molhada com circulação
de pessoas.
 Teto
Utilizamos laje pré-moldada revestida com chapisco e massa única, com pintura em
tinta acrílica com acabamento acetinado na cor branca. Argamassa para o
revestimento: chapisco convencional para aumentar o atrito,e massa única
permitindo o revestimento final; tinta acrílica acetinada por se tratar se área
considerada molhada, pois ela é menos permeável à água e ao vapor de água e o
fato de ser acetinada para deixar o ambiente mais agradável a luminosidade do
ambiente;Utilizamos a cor branca como sinalização de assepsia deixando o
ambiente limpo e agradável.
• Portas
Utilizamos compensado naval com revestimento em laminado melamínico à prova
d’água, pois é mais leve, de fácil instalação, ser resistente a água além da limpeza
dos painéis ser simples com apenas uma esponja ou pano macio umedecido com
detergente neutro.
• Janelas
Para as Janelas utilizamos esquadrias de alumínio e vidro fantasia pontilhado
incolor, para que o ambiente receba iluminação natural, mas ao mesmo tempo dê
privacidade a quem irá utilizá-lo.
SALA ELÉTRICA
 PISO
Foi utilizado piso vínilico 30x30x2,0mm, devido a recomendação da
Norma Regulamentadora NR-10 , onde estabelece a necessidade
de uso de piso isolante elétrico, como item de “Medidas de Proteção
Coletiva” . Sempre ao especificar o piso temos que analisar a
compatibilidade do piso isolante com a tensão máxima de trabalho
dentro da sala elétrica, afim de reduzir a ocorrência de descargas
eletrostáticas que podem ocasionar choque elétrico em
equipamentos. Neste piso deverá ser previsto um adesivo condutivo
para o ponto de aterramento.

 PAREDES
Para as paredes foram usado blocos de concreto 19x19x39, com
chapisco, emboço e reboco, com pintura em tinta acrílica em tons
claros;
Nomes
Badrie Habboud RA
Gabriella A. Silva 201406056
Giovanna Marcolongo 201403690
Ingrid Oliveira 201412768
Julia M. M.Campos 201405263
Lucas P. Toniato 201312430
Thayna Tomazim 201502496
816112124