Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO (UEMA)

CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE CAXIAS (CESC)


DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA (DHG)
CURSO: LICENCIATURA EM GEOGRAFIA
DISCIPLINA: MULTIMEIOS APLICADOS À GEOGRAFIA
NOVAS TECNOLOGIAS E MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA

 Acadêmicos:
 Eduardo Morais
 Elinalva Lima
 Mateus Silva
 Ilderlan Sousa

 Orientadora:
 Dr. Roneide dos Santos
A construção do conhecimento na sociedade da informação

 Processamento lógico-sequencial

 Processamento hipertextual

 Processamento multimídia
Caminhos que facilitam a aprendizagem

 Aprendemos mais quando temos motivação clara

 Quando conseguimos juntar todos os fatores


Conhecimento pela comunicação e pela interiorização

O conhecimento se dá fundamentalmente no processo


de interação, de comunicação. A informação é o
primeiro passo para conhecer.

 Conhecer:
 Relacionar, Integrar, Contextualizar, Saber,
Desvendar... é ir além da superfície, do
previsível, da exterioridade.
 Uma nova visão do mundo.
 O conhecimento se dá no processo rico de
interação externo e interno.
 Conseguimos compreender melhor o mundo e os outros,
equilibrando os processos de interação e de interiorização.

 Pela interação entramos em contato com tudo o que nos rodeia;


captamos as mensagens, revelamo-nos e ampliamos a percepção
externa.
 Mas a compreensão só se completa com a interiorização, com o
processo de síntese pessoal, de reelaboração de tudo o que captamos
por meio da interação. e de interiorização.
 Processo de Conhecimento:

 Social
 Cultural
 Experiências
 Interferências Emocionais...

 Educação X Tecnologias
 “Parece uma ingenuidade falar de comunicação autêntica numa
sociedade altamente competitiva (...)”
 As tecnologias nos ajudam a realizar o que já fazemos ou
desejamos. Se somos pessoas abertas, elas nos ajudam a ampliar a
nossa comunicação; se somos fechados, ajudam a nos controlar
mais. Se temos propostas inovadoras, facilitam a mudança.
 “Com ou sem tecnologias avançadas podemos vivenciar processos
participativos de compartilhamento de ensinar e aprender (poder
distribuído) por meio da comunicação mais aberta, confiante, de
motivação constante, de integração(...)”