Você está na página 1de 11
A estrutura computacional Hardware - Arquitetura CPU UC dispositivos de E/S) ULA RAM e ROM REGS

A estrutura computacional

Hardware - Arquitetura

CPU

UC dispositivos de E/S) ULA RAM e ROM REGS MP E/S barramento
UC
dispositivos de E/S)
ULA
RAM e ROM
REGS
MP
E/S
barramento

O computador digital consiste de um sistema

interligado de processador, memória e dispositivos de entrada/saída. Também existem barramentos internos

(liga componentes da CPU) e externo (liga CPU com

A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Processadores  A CPU ( Central Processing Unit )

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Processadores

  • A CPU (Central Processing Unit) ou UCP é o cérebro que comanda os processamentos e periféricos do computador, através de softwares

que estão ativos na memória principal;

A

ALU

(Arithmetic

Logical

Unit)

é

a

parte

do

processador

responsável por fazer todas as operações do tipo aritmética e lógica;

  • A UC (Unit Control) é responsável pela busca de informações na

memória principal e das tarefas;

  • O principal componente da CPU é o PROCESSADOR que é o “motor”

que coloca tudo a trabalhar a partir do momento, que o computador é

ligado.

A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Processadores  A CPU ( Central Processing Unit )

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Memória

A memória serve

e

para

guardar as

instruções que

são fornecidas ao

processador,

para

armazenar

informação de uma determinada operação. A memória do computador está dividida em duas partes: memória

principal

(volátil

e

não

auxiliar/secundária.

volátil)

e

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Memória

Memória Principal: é uma memória temporária que

mantém

informações

durante um período de

trabalho do computador.

Memória

Secundária:

é

um

dispositivo

para

armazenamento de dados

por

tempo indeterminado,

porém toda memória

secundária

possui

uma

capacidade

para

armazenar

informações.

Ex.:

HD, pen drive,

MP5,

email, celular, outros.

A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Memória Memória Principal : é uma memória temporária que
A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Memória Memória Principal : é uma memória temporária que

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Memória

A Memória Principal pode ser do tipo ROM (Read Only Memory) ou RAM (Random Access Memory).

ROM (Read Only Memory): é uma memória somente de leitura, onde os dados gravados nelas são estáticos, ou seja, não pode ser alterado (não volátil), mesmo que o computador seja desligado. Essas memórias estão nos computadores e dispositivos eletrônicos que possuem softwares básicos dos fabricantes para iniciar o funcionamento do produto.

RAM (Random Access Memory) são memórias de acesso aleatórios, ou seja, onde se pode gravar, alterar ou deletar dados da mesma. Essa memória é do tipo volátil, ou seja, quando o computador for desligado o conteúdo é perdido.

OBS.: Quando falamos da capacidade de memória de um computador, estamos falando de memória RAM.

2. A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Placa Mãe

Não é preciso descrever em muitos detalhes a importância da placa mãe em um PC, pois é nela que o processador, memória, placa de vídeo e demais periféricos são conectados. Desta forma podemos afirmar que a Placa Mãe influência diretamente no desempenho do PC.

Além das Placas Mães dos fornecedores de 1ª linha (HP, Dell, etc) uma placa mãe bastante utilizada no mercado é do fabricante ASUS.

Um dispositivo importante da Placa Mãe é o chipset, O chipset é o circuito que realiza o interligação dos diversos barramentos e periféricos existente na Placa Mãe. Se o chipset for bem projetado para o modelo da Placa Mãe teremos alto desempenho e velocidade na troca de dados, caso contrário, terá um computador lento, mesmo tendo

processador e memória de boa qualidade.

2. A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Periféricos

Os periféricos são os “acessórios” que fazem parte do computador, tanto a nível interno como externo, ou seja, são os dispositivos para intercambiar (entrada e saída) de dados no Computador. Há três tipos de periféricos: de entrada, de saída, e misto entrada/saída.

2. A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Periféricos Os periféricos são os “acessórios” que fazem

Periféricos de Entrada

2. A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Periféricos Os periféricos são os “acessórios” que fazem

Periféricos de Saída

2. A estrutura computacional Hardware – Arquitetura - Periféricos Os periféricos são os “acessórios” que fazem

Periféricos de Entrada e Saída

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Periféricos

Tendências em Tecnologia de Saída

5a. Geração 4a. Geração 3a. Geração 2a. Geração Fita Magnética, Disco Magnético 1a. Geração Fita Magnética,
5a. Geração
4a. Geração
3a. Geração
2a. Geração
Fita Magnética, Disco Magnético
1a. Geração
Fita Magnética, Tambor Magnético

Disco Magnético, Núcleo Magnético

DVD, Pen Drives Celular, Palm, TV etc.

Disco Magnético, Vídeo Fita Magnética, Impressoras

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Periféricos - DESTAQUE

O USB (Universal Serial Bus) é um barramento para periféricos, onde através de um único plugue na placa-mãe, outros periféricos externos

podem se conectar ao computador; É possível conectar até 127 dispositivos diferentes a cada porta USB; Os dispositivos podem ser conectados no computador, sem que o mesmo seja desligado

É composto por 4 fios, dois para dados, um para alimentação (5v) e um para aterramento;

Há duas versões :

USB 1.1 com taxa de transferência de até 12 MB para (câmeras digitais, mouse, impressora, etc) e de 1,5 MB (teclado, mouse, etc)

USB 2.0 com taxa de transmissão de 480 MB.

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Periféricos - DESTAQUE

C U I D A D O

O USB 2.0 é compatível com o 1.1, porém cuidado ao

misturar periféricos USB 2.0 com USB 1.1 em um mesmo barramento . Se isso ocorrer a taxa de transmissão será na velocidade de menor valor, ou seja, a uma taxa 12 MB.

A estrutura computacional

Hardware Arquitetura - Periféricos - DESTAQUE

Principais vantagens do USB

O usuário não necessita configurar chaves e jumpers para as novas placas instaladas nesse barramento; Não é necessário abrir o gabinete do computador para instalar novos dispositivos evita queima de componentes; Não é necessário reiniciar o computador após a instalação de um novo dispositivo; Há um único tipo de cabo que é padrão a todos os computadores; O custo de dispositivos USB são baratos (pen drive, teclado, mouse, impressoras, câmeras digitais, placas wireless, outros)‏ • Alta taxa de transmissão de dados 480 MB.