P. 1
Utilizando Software Educacional Para Melhorar o Desempenho Escolar de Alunos Com Dificuldade de Aprendizagem

Utilizando Software Educacional Para Melhorar o Desempenho Escolar de Alunos Com Dificuldade de Aprendizagem

|Views: 653|Likes:
Publicado porRonnie
Resumo expandido apresentando na IX Jornada de Ensino, Pesquisa e Extenção da UFRPE. Anais do JEPEX 2009.
Resumo expandido apresentando na IX Jornada de Ensino, Pesquisa e Extenção da UFRPE. Anais do JEPEX 2009.

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: Ronnie on Nov 18, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2012

pdf

text

original

Utilizando Software Educacional para Melhorar o Desempenho Escolar de Alunos com Dificuldade de Aprendizagem

Ronnie E. Santos¹, Cleyton Magalhães², Clébia Beserra³, Andrêsa Sobreira4, Ellen Souza5
Introdução Um dos temas mais discutidos pela sociedade brasileira nos dias atuais tem sido a Educação. Isto porque o Relatório de Monitoramento da “Educação para Todos” de 2008, elaborado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura da UNESCO mostrou que o país ainda está distante de atingir as metas do compromisso estabelecido durante a Conferência Mundial de Educação em Dacar [1]. As metas que os países, inclusive o Brasil, se comprometeram a atingir até 2015 estão relacionadas com a melhoria, em todos os aspectos, da qualidade da educação, com o aumento nas taxas de alfabetização da população e com a garantia do acesso de todas as crianças em idade escolar à educação primária completa, gratuita e de qualidade [2]. Buscando uma maneira para solucionar este problema, o governo brasileiro em todas as suas instancias, vem colocando em execução planos que possam contribuir para a melhoria do ensino público no país. São realizados investimentos que possibilitem a melhoria das condições de ensino, juntamente com a capacitação dos professores e melhorias na estrutura das escolas da rede pública. Um importante passo deste processo foi certamente a instalação de laboratórios de informática nas escolas, que possibilitam o uso de uma nova ferramenta de apoio ao ensino, o software educacional [3]. Software educacional é todo programa de computador desenvolvido com a finalidade de colaborar com o processo ensino-aprendizagem, baseado em análise e conhecimentos das áreas de Educação e de Informática [4]. Outro importante passo são as parcerias com as Organizações não-Governamentais (ONGs) para criar programas de incentivo, aceleração ou de auxílio aos estudantes. Um exemplo disto é o programa “Se Liga”, uma parceria entre o governo dos Estados e o Instituto Ayrton Senna (IAS), que visa alfabetizar alunos de 9 a 14 anos e corrigir a distorção idade-série, através de uma nova metodologia de ensino adequada ao perfil de cada criança, considerando a idade e as habilidades não desenvolvidas, detectadas por meio de um testediagnóstico aplicado no início do período letivo. Em 2008, foram atendidos 1.317 alunos em 66 turmas de 51 escolas, onde foi atingido o índice de 92,8% de alfabetização [5]. Os alunos que participam do “Se Liga” são em geral, crianças com déficit de atenção ou que apresentam falta de interesse em estudar os conteúdos da sala de aula, por isto, disciplinas como a matemática são bastante trabalhosas de serem lecionadas pelos professores. A estratégia de ensino utilizada no programa, parte do princípio de explorar todos os recursos disponíveis, desde leituras orais e individuais, pesquisas de revistas, jornais, recortes e colagem, até a utilização de cartazes, fichas, dados e dominós. Estes recursos, no entanto não apóiam com tanta abrangência os assuntos focados em cálculo e aritmética. Contudo, o computador pode tornar estas atividades mais viáveis, uma vez que atualmente existe um grande número de produtos de software disponíveis para serem utilizados pelo professor nas aulas de matemática. Partindo do princípio de que o computador é uma ferramenta nova para boa parte dos alunos da rede pública, este trabalho pretende, através de estudo de caso, avaliar o desempenho de um grupo de estudantes do programa “Se Liga”, em testes de matemática. O resultado deste estudo mostra como o software educacional pode apoiar atividades com crianças que possuem algum tipo de dificuldade de aprendizagem.

¹ Graduando do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. E-mail: ronnie.gd@gmail.com ² Graduando do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. E-mail: cleyton.vanut@gmail.com ³ Graduando do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. E-mail: klebia.alves@gmail.com 4 Graduando do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. E-mail: andresassobreira.vanut@gmail.com 5 Professor Assistente da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, Unidade Acadêmica de Serra Talhada – UAST. Graduação e mestrado em Administração pela UFPE. E-mail: Ellen.polliana@gmail.com.br

Material e Métodos
Este estudo foi realizado com crianças do programa “Se Liga” da Escola Municipal Mínima Belizário, em Triunfo, Pernambuco, onde há um número aproximado de 800 alunos distribuídos desde o maternal até a 8ª série do Ensino Fundamental. Nesta escola, a turma do programa “Se Liga” é formada por quinze alunos, com idades que variam entre nove e treze anos. O tema escolhido para o estudo, em acordo com a professora, foi a tabuada de multiplicação por dois. Na atividade os alunos tiveram de responder a um teste onde deveriam informar o valor de dez questões de duas maneiras, de forma comum utilizando lápis e papel e no laboratório de informática da escola utilizando um software educacional. O software escolhido para ser utilizado foi o da “Tabuada Educacional” (Figura 1), um aplicativo desenvolvido em Delphi 5 pela Profª Maria Thereza O. S. Taves, que o disponibilizou na internet com o objetivo de ajudar as crianças a aprenderem a tabuada de 1 a 10. O software é um jogo onde o personagem salta no ar e o aluno deve ajudá-lo a posar em segurança. Para que isso seja possível, é necessário que todos os resultados das multiplicações estejam corretos.

segurança até o pouso. Isto comprova que o software educacional é uma ferramenta muito importante no processo da construção do conhecimento, pois é capaz de favorecer a reflexão do aluno, possibilitando a sua interação com um determinado conteúdo de uma ou mais disciplinas. É importante observar que, para um bom aproveitamento em atividades com o software educacional, um bom sistema deve ser construído sob uma visão pedagógica que facilitem a utilização pelo professor e pelo aluno e conter o máximo de requisitos do projeto de interface gráfica do usuário que facilitam a interação da criança com o aplicativo.

Discussão
O software educacional utilizado mostrou-se eficiente ao apoiar o desenvolvimento do raciocínio lógico das crianças com dificuldade de aprendizagem e ainda atuou como ferramenta incentivadora de interesse nas atividades que antes não eram aceitas de maneira agradável. Conclui-se que um dos grandes desafios para o ensino é o de buscar uma relação das atividades escolares com o cotidiano do estudante. Através deste estudo, é possível comprovar que os conteúdos em que as crianças muitas vezes apresentam dificuldades na escola são facilmente aprendidos, se utilizados métodos mais dinâmicos e atrativos. Neste sentido, o software educacional torna-se uma poderosa ferramenta de auxilio, pois viabiliza este tipo de aplicação em situações que muitas vezes não podem ser executadas com o uso de elementos reais. Os resultados obtidos mostram que esta experiência pode ser replicada em outras turmas do programa “Se Liga” e com outros produtos de software educacionais, buscando obter efeitos tão positivos quanto os observados neste estudo.

Resultados
No primeiro momento, realizando o teste escrito, pôde-se perceber o desinteresse da turma por atividades cotidianas, isto pode ser comprovado pelo resultado da análise de acertos dos alunos (Figura 2). Do total de alunos da turma (quinze crianças), oito alunos obtiveram nenhum, um ou dois acertos, dois alunos obtiveram quatro acertos, três alunos conseguiram seis e oito acertos, os dois alunos restantes conseguiram acertar todas as multiplicações. No segundo momento, que aconteceu no laboratório de informática da escola, os alunos responderam às mesmas questões com o auxílio motivacional do software “Tabuada Educacional”. O software trouxe pontos positivos como: maior interesse dos alunos em relação a multiplicação e a maior concentração para resolver as questões. O resultado da análise de erros do segundo teste (Figura 3) mostrou que caiu para zero o número de alunos que acertou nenhuma, uma ou duas das multiplicações, sendo que, do total da turma, seis alunos obtiveram cinco ou seis acertos, quatro alunos obtiveram sete ou oito acertos e os cinco alunos restantes conseguiram responder todas as multiplicações corretamente. Finalizando o estudo, uma atividade de avaliação do software com a professora e com a turma mostrou que o sistema apresenta como principal característica positiva a maneira lúdica de abordar o assunto, transformando o estudo da tabuada em um desafio divertido. Por se tratar de um jogo, o software induz os alunos a se concentrarem mais para não cometerem erros, mantendo assim o personagem do software em

Agradecimentos
Agradecemos à direção da Escola Municipal Mínima Belizário e a Ivanice Fernandes de Queiroz Viana, professora do programa “Se Liga” da instituição, pela disponibilidade durante a execução das atividades.

Referências [1] Agência
Brasil. 2008 [Online]. Brasil ainda está longe de atingir metas de educação para 2015, diz Unesco. Disponível em: <http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/30/materia. 2008-04-30.7946638983/view>. Acesso em ago/2009. C. 2004 [Online]. Metas de desenvolvimento do milênio, educação e igualdade de gênero. Homepage: http://biblioteca.universia.net/ficha.do?id=1047625. Acesso em ago/2009. R.E.S.; MAGALHÃES, C.V.C.; FERNANDES, B.J.T. 2009. Matemáquina - Desenvolvimento de Software

[2] BARROSO,

[3] SANTOS,

Educacional de apoio à Matemática. In: Iº Encontro Regional de Tecnologia e Negócios, UFRPE/UAST, Pernambuco, Brasil.

[4] InfoEscola.

Softwares Educacionais. Disponível <http://www.infoescola.com/informatica/softwareseducacionais/>. Acesso em ago/2009.

em:

[5] Instituto

Ayrton Senna. Se Liga Pernambuco. Disponível em: http://senna.globo.com/institutoayrtonsenna/programas_intern a.asp?cod_programa=8&ms=2>. Acesso em ago/2009

Figura 1. Tela principal do software Tabuada Educacional utilizada no estudo.

Figura 2. Representação do resultado do teste sem uso do software

Figura 3. Representação do resultado do teste utilizando o software

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->