Você está na página 1de 8

Comunicação

Globalização
Trabalho Realizado
Por:
• Tiago Duarte Nº 20
• António Mendonça
Nº 2
O que é a
Globalização?
Existem diversas definições, variando
do ponto de vista de cada um.
Segundo algumas pessoas, a
explicação mais didáctica está no
teorema do economista Eduardo
Gianetti da Fonseca: “O fenómeno
da globalização resulta da conjunção
de três forças poderosas” :

1) A terceira revolução tecnológica


(tecnologia ligada à busca,
processamento, difusão e
transmissão de informações;
inteligência artificial; engenharia
genética);
2) A formação de áreas de livre
comércio e blocos económicos
integrados (como o Mercosul, a União
Europeia e o Nafta);
Globalização
O mundo começou a ficar
globalizado no início dos anos
80, quando a tecnologia de
informática se associava a
tecnologia de
telecomunicações e com a
queda das barreiras
comerciais. Existe interligação
acelerada dos mercados
internacionais, possibilidade de
movimentar grandes quantias
de valores em segundos, é a
“Terceira Revolução
Tecnológica” (processamento,
difusão e transmissão de
informações).
Globalização

O mundo passou por uma integração comercial


importante, mas não podia trocar informações na
velocidade e na quantidade de hoje. O preço da
chamada telefónica caiu 90% nos anos 70 e hoje, e a
Internet pode ficar ainda mais barata.
A comunicação global ainda não foi democratizada: A
África tem menos de uma linha para cada 100
habitantes enquanto na América do Norte, Oceânia e
Europa a taxa supera 25 para 100 habitantes. Fusões
de empresas da área da informática, telefónica e
comunicação mudam o mercado da informação. Avanço
tecnológico andou lado a lado com o fortalecimento do
Comunicação na
Globalização
A revolução da informática parecia ser o catalisador
destas mudanças em andamento. A melhora e a
difusão de uma grande variedade de meios de
comunicação, foram apresentadas como o instrumento
fundamental para a disseminação social e cultural
rumo à democratização global, livre das prisões das
fronteiras estatais.
O declínio dos preços e a maior eficiência nas
comunicações telefónicas, criaram a ilusão de um
mundo no qual a grande maioria dos seres humanos
poderia, num futuro próximo, estar interconectados
definitivamente.
Comunicação na
Globalização
O argumento para essa
possibilidade se concretizar
é o de baixar o preço das
comunicações telefónicas.
Em menos de sete décadas o
custo das ligações entre
Londres e nova York caiu de
300 para 1 em patamares
reais. Todos os processos de
informação acompanharam
essa tendência, tendo como
resultado o desenvolvimento
generalizado da
informatização nas
sociedades do primeiro
Comunicação na
Globalização
Três minutos de comunicação local nas nações de “alta
renda” equivalem a menos de 0,2% do ganho diário por
habitante. Em contrapartida, para os países pobres, tal
ligação representa 7% da renda diária por habitante. Se
excluirmos novamente a China e a Índia deste grupo, o
número aumenta para 11%. Para os habitantes dos
países de “alta renda”, uma chamada telefónica para
os Estados unidos é 176 vezes mais barata do que um
país de “baixa renda”, ou 285 vezes mais barata se
excluirmos a China e a Índia.

Operadoras líderes em
Portugal