Você está na página 1de 1

Eu disse: faa-se

um rosto minha
imagem e semelhana, um corpo
semelhana e imagem
do desejo. E dei
vertentes ao mar, afluentes
aos rios, crateras
ao sangue. E uni
as minhas tmporas s tmporas
do lume.

Albano Martins, in Uma Colina para os Lbios

As ondas quebravam uma a uma


Eu estava s com a areia e com a espuma
Do mar que cantava s para mim.
Sophia de Mello Breyner

No medir a altura do sonho.


No medir a distncia de um sorriso.
Quando a espuma das ondas chega areia qualquer coisa de irreversvel
acontece.
Ana Hatherly
Pvoa de Varzim, 2011 Adelina Silva