P. 1
Autores Do Naturalismo Realismo

Autores Do Naturalismo Realismo

|Views: 1.038|Likes:
Publicado porfranklinwilliams

More info:

Published by: franklinwilliams on Mar 25, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/29/2012

pdf

text

original

Autores do naturalismo realismo

y

Raul Pompéia Era abolicionista e republicano, leva vida agitada com polêmicas, inimizades e crises depressivas. Muito sensível, este professor, político, jornalista, escritor e polemista se suicidou no Natal de 1895, abandonado pelos amigos, caluniado e humilhado na imprensa. Foi um escritor que não se pode enquadrar em único estilo, tendo influências naturalistas, realistas, expressionistas e impressionistas.Sua obra de maior importância é O Ateneu

y

Aluísio de Azevedo Confere aos pequenos agrupamentos humanos vida própria.

Seus protagonistas vão se degradando social e moralmente por força da opressão social ou, ainda, por força do determinismo das leis naturais (cientificismo). As tragédias são comuns em seus romances, mas estas vêm da fatalidade.O que se segue são passagens de suas obras mais famosas e importantes, as naturalistas O Mulato, O Cortiço e Casa de Pensão.

y

y

Adolfo Caminha Talvez o mais audaz dos naturalistas brasileiros. Viaja pela Marinha e, no Ceará, ajuda a fundar o Centro Republicano além de participar da vida intelectual da cidade. É envolvido num escândalo de adultério e é expulso da Armada. Retira-se da vida social, mas continua a participar da vida literária. Em 1891 muda-se para o RJ, onde se dedica ao jornalismo e literatura, escrevendo algumas das obras-primas do Naturalismo como A Normalista e Bom-Crioulo. Manoel de Oliveira Paiva O romance está inserido no período literário denominado Realismo, dada as suas características, a começar pela data de seu lançamento ser superior a 1881, data que divide cronologicamente o Romantismo do Realismo. Algumas dessas características são: objetivismo e impessoalismo na observação da realidade, com destaque para a descrição minuciosa da ação, do espaço e dos personagens, principalmente o temperamento. É importante ressaltar que o romance não se deixou levar pela tendência naturalista da época, que justificativa as ações pelo Determinismo.*
Outra característica do Realismo é a critica direcionada , principalmente, as três instituições da época: a igreja, a família e a monarquia. Nem sempre o autor simplesmente nos relata os fatos, às vezes interfere ou participa dos mesmos. Expressiva também é a utilização que Manoel de Oliveira Paiva fa z do linguajar sertanejo cearense, apresentado -o detalhadamente através da fala dos personagens populares: vaqueiros, agregados e demais trabalhadores rurais. Um longo glossário acompanha as edições da obra para auxiliar o leitor na decifração desta histór ia de paixão e violência. Artur Azevedo

y

y y

Coelho Neto João do Rio

José Dias de Matos Veríssimo (1857-1916) foi um dos iniciadores do Realismo brasileiro. Contista, ensaísta e novelista, destaca-se como crítico literário. Opondo-se ao determinismo dos naturalistas, foi um dos maiores críticos literários a história brasileiro e um dos poucos a reconhecer em vida a qualidade de Lima Barreto.
y

1857-1916) foi um dos iniciadores do Realismo brasileiro. Contista, ensaísta e novelista, destaca-se como crítico literário. Opondo-se ao determinismo dos naturalistas, foi um dos maiores críticos literários a história brasileiro e um dos poucos a reconhecer em vida a qualidade de Lima Barreto.

(

y y

Inglês de Sousa Domingos Olímpio Escritor naturalista, foi um dos poucos e um dos últimos de sua escola. Formado em Direito, voltou ao Ceará para exercer o jornalismo como abolicionista e republicano. Forçado pela situação política (era político de oposição) mudou-se para o Pará

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->