P. 1
Figuras de Linguagem - Resumo

Figuras de Linguagem - Resumo

|Views: 435|Likes:
Publicado porCarolina Pinto

More info:

Published by: Carolina Pinto on Jun 06, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/11/2013

pdf

text

original

Figuras de Linguagem As figuras de linguagem são recursos não-convencionais que o falante ou escritor cria para dar maior

expressividade à sua mensagem. Metáfora é o emprego de uma palavra com o significado de outra em vista de uma relação de semelhança. Comparação é uma atribuição de característica de um ser a outro em virtude de uma determinada semelhança. Prosopopéia atribui características humanas a seres inanimados. Sinestesia consiste na fusão de impressões sensoriais diferentes. Catacrese é uma metáfora desgastada, tão usual que já não percebemos, ou seja, é o emprego de uma palavra no sentido figurado por falta de um termo próprio. Metonímia é a substituição de uma palavra por outra, quando existe uma relação lógica, uma proximidade de sentidos que permite essa troca. Perífrase é a designação de um ser através de alguma de suas características ou atributos, ou de um fato que o celebrizou. Antítese consiste no uso de palavras de sentidos opostos. Eufemismo consiste em suavizar palavras ou expressões que são desagradáveis. Hipérbole é um exagero intencional com a finalidade de tornar mais expressiva à idéia. Ironia consiste na inversão dos sentidos, ou seja, afirmamos o contrário do que pensamos. Onomatopéia consiste na reprodução ou imitação do som ou voz natural dos seres. Aliteração consiste na repetição de um determinado som consonantal no início ou interior das palavras. Elipse consiste na omissão de um termo que fica subentendido no contexto, identificado facilmente. Zeugma consiste na omissão de um termo já empregado anteriormente. Pleonasmo consiste na intensificação de um termo através da sua repetição, reforçando seu significado. Polissíndeto é a repetição da conjunção entre as orações de um período ou entre os termos da oração. Assíndeto ocorre quando há a ausência da conjunção entre duas orações. Anacoluto consiste numa mudança repentina da construção sintática da frase. Anáfora consiste na repetição de uma palavra ou expressão para reforçar o sentido, contribuindo para uma maior expressividade. Silepse ocorre quando a concordância é realizada com a idéia e não sua forma gramatical. Existem três tipos de silepse: gênero, número e pessoa.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->