Aula-tema 4: Os direitos econômicos e sociais: A Evolução histórica e doutrinária

Os Direitos de primeira geração já haviam sido declarados e após a primeira guerra mundial, diante de necessidades sociais urgentes, novos direitos foram reconhecidos, que seriam os direitos econômicos e sociais, a partir do século XIX. Esses direitos somam aos já existentes anteriormente e são consagrados na Constituição alemã de 1919, que veremos no próximo capítulo. Naquela época, existia uma questão social emergente chamada de "luta de classes". Os representantes destas classes eram os reformistas, que visavam reconciliar o proletariado com as demais classes sociais e os revolucionários, que pregavam a extinção das classes exploradoras. A questão social foi impulsionada pelo liberalismo econômico, muito presente no capitalismo. O liberalismo econômico é uma teoria que favorece a livre iniciativa e é contra a intervenção do Estado na economia. Seria mais ou menos como imaginar a lei da oferta e da procura. Se no Brasil temos mais procura do que oferta de empregos, ao abraçarmos esta teoria, seria como deixar que o mercado se autoregule, ou seja, voltaríamos à época em que só o empregador escolhia as condições de trabalho. Não foi diferente naquela época, pois, com os capitalistas ditando as regras e concentrando riquezas, a classe trabalhadora entrou, mais uma vez, em estado de miséria profunda, além de enfrentar as péssimas condições de trabalho. Mulheres e crianças foram submetidas também a estas condições, e a maioria destes excluídos da sociedade, sem dignidade, começaram a reagir com certa hostilidade contra os ricos e poderosos, favorecendo o surgimento de ativistas revolucionários e terroristas. Para superar tal crise, iniciou-se uma batalha intelectual e política a fim de definir novas regras que acalmassem os ânimos. Mais uma vez, exigia-se o direito de representatividade, só que agora com trabalhadores ascendendo aos direitos políticos e, portanto, os detentores do poder tiveram que ceder, a fim de evitar novas revoluções. Neste momento, novos partidos ganharam força, desejando conquistar os votos destes cidadãos sofredores. Entre as linhas de reforma e revolução, houve a da reforma que levou aos direitos econômicos e sociais em alguns dos moldes do Socialismo. Estes movimentos reformistas ganharam o apoio da Igreja e sua doutrina social, como podemos observar na obra Rerum Novarum,editada em 1891 pelo Papa Leão XIII, que trata da tese do bem comum e da vida humana digna. Toda esta evolução teve antecedentes, pois as declarações de direitos anteriores já traziam algumas preocupações sociais. O principal documento a consagrar os direitos econômicos e sociais foi a Constituição Francesa de 1848, que, além dos direitos já consagrados na primeira geração, trouxe os institutos da proteção do cidadão, da família, da propriedade, do trabalho e da educação e inclusive, a criação do trabalho público.

Rerum Novarum – encíclica da Igreja católica do século XVIII. Conceitos Fundamentais Capitalismo – é um regime econômico no qual os meios de produção como capital financeiro. Linha Reformista – visava reconciliar o proletariado com as demais classes sociais e com o Estado. Emergente – que emerge. O objetivo é fixar. máquinas. PLT 3. Manoel Gonçalves. pelo qual se definiram as condições de paz entre a Alemanha e seus aliados e a criação da OIT (Organização Internacional do Trabalho). Referência FERREIRA FILHO. uma boa lista de direitos dos trabalhadores. São Paulo: Saraiva. Socialismo – regime político e econômico que prega a estatização (contrário de privatização) dos bens e dos meios de produção. do Estado burguês (da burguesia) como solução dos problemas sociais. que procede de outro meio social. Liberalismo econômico – é uma teoria que favorece a livre iniciativa num mercado concorrencial e é contra a intervenção do Estado na economia. Nacionalismo – é a exaltação do sentimento nacional que expressamos pelo país em que vivemos. em prol do triunfo do bem geral sobre o interesse individual. a reforma agrária e. Significando em português: Das Coisas Novas. a Declaração Russa de 1918. No entanto. 2008. fontes de energia. dependem da propriedade privada. você não deverá postá-la no ambiente virtual de aprendizagem. sua elaboração é importante para o processo de aprendizagem. e outros. entre em contato com seu professor-tutor utilizando o Fórum. como por exemplo: a Constituição do México de 1917. Hostilidade – sentimento de oposição ou inimizade. que pregava a doutrina social do bem comum e da dignidade humana. que enunciou princípios socialistas e não direitos. Linha Revolucionária – visava a extinção das classes "exploradoras".Outros documentos tiveram grande importância. Direitos Humanos Fundamentais. aprofundar e aplicar os conceitos estudados. Atividade de Autodesenvolvimento Esta tarefa você realiza individualmente por meio de um roteiro de trabalho e requer diferentes níveis cognitivos para sua solução. fábricas. que trouxe como novidades o nacionalismo. de 1919. Aula-tema 4: Os Direitos Econômicos e Sociais – A Evolução Histórica e Doutrinária . Importante: Esta atividade não valerá nota. e o Tratado de Versalhes. dentre outros. tratando exclusivamente das condições dos operários. Não deixe de fazê-la! Caso você tenha alguma dúvida durante o autoestudo. que vem de fora. portanto.

70. aos que decidem parar de fumar ou desejam ter uma vida mais saudável. Não contratar fumantes ou obesos cujo comportamento afeta o cumprimento das tarefas é ato justificado. segundo alerta a OIT. Em 2001. Itália. Essas são algumas das conclusões do relatório global "Igualdade no Trabalho: Enfrentando os Desafios". Alguns países já adotaram normas que proíbem a discriminação genética: Dinamarca. . tinha histórico familiar da doença de Huntington. dos empregadores. O emprego doméstico é revelador. A diretora do escritório brasileiro da OIT. no que diz respeito às regras do trabalho humano. Além da discriminação pela predisposição genética. execute os passos a seguir: Passo 01: Leia o texto abaixo. preparado pela OIT. Em 2005 os EUA aprovaram lei que proíbe o uso abusivo de informação genética por empresas de seguro saúde e empregadores em geral. o estilo de vida inadequado pode significar discriminação contra quem não conduz seu carro de maneira segura. mas ampla maioria da sociedade.5% do mercado de trabalho é formado por mulheres e negros". são comuns as restrições contra o fumo.2% têm carteira assinada. Outros aprovaram leis que condicionam o uso de material genético à autorização do trabalhador: Áustria.contra mulheres e negros . o tipo mais freqüente de discriminação ligada ao trabalho é a que prejudica mulheres e negros. Para a OIT. "Questões de gênero e raça não afetam minorias no Brasil. Mas. Uma jovem professora. As mulheres são ampla maioria nesse segmento (93. "A Organização Internacional do Trabalho (OIT) começa a se preocupar com novas formas de discriminação que vêm prejudicando pessoas predispostas a algumas doenças. Grécia. teve de ir à Justiça na Alemanha para garantir sua nomeação como funcionária pública. Finlândia.4%) e 55% das domésticas são negras. um empregado da empresa ferroviária americana Burlington Northern Santa Fe Railways teve de pedir uma ordem judicial para manter seu emprego. sindicalistas e os que têm idade indesejada (muito jovens ou com idade desprezada. Em alguns casos extremos. A situação fez com que 30 Estados americanos aprovarem leis contra a discriminação laboral dos fumantes. O desafio é estabelecer uma linha divisória entre liberdade individual e comportamento que submete colegas de trabalho a riscos.6 milhões de trabalhadores domésticos e apenas 26. No mundo. homossexuais. mas teve ligeira melhora. fumantes e obesos vêm sendo prejudicados. geralmente acima de 35 anos). Mas é considerada discriminação e intromissão indevida na vida privada das pessoas negar trabalho ou despedir quem é obeso ou fuma fora do horário de trabalho. a OIT alerta que é discriminação negar ou tirar emprego de pessoas pelo estilo de vida considerado incompatível ou que causará maiores custos pelo afastamento do trabalho. muitas empresas evitam contratar fumantes ou elevar o valor da contribuição do seguro de saúde. comenta que. Luxemburgo e Holanda. apesar de ter saúde excelente. Ela tinha se recusado a fazer teste genético após declarar que. Na forma mais tradicional de discriminação no mercado de trabalho brasileiro . em 2004. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). obesos e fumantes. Em 2000. Para realizá-la. Mas 11 Estados permitem diferenças nas contribuições de seguro dessas pessoas. A remuneração das domésticas é sempre reduzida e próxima do salário mínimo. Ele foi submetido a um exame de sangue que detectou um marcador genético relativo à síndrome do túnel carpiano. a Comissão de Direitos Humanos da Nova Zelândia declarou que negar emprego a fumantes era ilícito. em agosto de 2006. realizada pelo IBGE em 2005. Nos EUA. três cidadãos de Hong Kong obtiveram indenização pela recusa de emprego porque seus pais eram esquizofrênicos. Esses novos tipos de discriminação somam-se aos que já prejudicam deficientes físicos. a decisões sobre emprego devem ser baseadas na capacidade da pessoa realizar um trabalho. Laís Abramo. No país. portadores do vírus HIV. Também é aceita a recusa se essas pessoas prejudicam colegas no ambiente de trabalho. França e Suécia. Nas regiões metropolitanas. Apesar de reconhecer que é positivo o incentivo. O rápido desenvolvimento da genética permite que empregadores discriminem trabalhadores cujo perfil hereditário indique a existência ou a predisposição para alguma doença. A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou em dezembro de 2005 que deixaria de contratar fumantes que se negassem a abandonar o cigarro.o quadro verificado em 2005 continua insatisfatório. em 2003 e 2004.Esta atividade é importante para que você adquira noções gerais sobre os Direitos Sociais. no país. verificou que o Brasil tem cerca de 6. o salário médio era de R$ 222 em Salvador e de R$ 383 em São Paulo.

A renda das mulheres e dos negros continua muito menor que a dos homens brancos. No grupo da população negra. responda as seguintes questões: a) Qual a idéia central do texto? b) Quais são as maiores vítimas tradicionalmente discriminadas no mercado de trabalho brasileiro. Mas de 1995 a 2005. Passo 2: Em no máximo 8 linhas. De 2000 a 2005. para qual afirmação? 4. O segundo relatório global da OIT sobre discriminação também mostra que 52% das pessoas portadoras de deficiência estão inativas.7%) e mulheres brancas (6%) também tiveram aumento de renda. a ocupação elevou-se em 33. Apesar do progresso.adverte Laís. a OIT verifica que a inserção das mulheres no mercado de trabalho permanece segmentada.4%. a ser realizada na unidade de ensino. o número de deficientes empregados saltou de 601 para 36 mil. Vamos começar? Aula-tema 4: Os Direitos Econômicos e Sociais – A Evolução Histórica e Doutrinária Prezado(a) aluno(a): O Roteiro de Estudos tem como finalidades: o trabalho pontual dos conhecimentos obtidos a cada aulatema e a sua preparação para a prova oficial. debilita a coesão social e a democracia porque aumenta o numero de excluídos". O estudo da OIT mostra que.8%. Para a OIT. pelo baixo crescimento do grupo dos homens brancos: 10%. com ênfase nos serviços sociais e domésticos (17% da ocupação feminina). o que não caracteriza discriminação na contratação de empregados? d) O estudo citado no 12º parágrafo do texto aponta.2%. . o crescimento da renda das mulheres negras foi de 41. Nesses dez anos. nesse período. Além disso. lamenta Laís. sendo que o segmento das mulheres negras saltou. 40. as mulheres vêm aumentando sua participação num ritmo médio de 2. Apesar disso. A mediana dos rendimentos mostra que as mulheres negras recebem cerca de 50% da renda dos homens brancos. que subiu 97% entre 1995 e 2005. (Fonte: Jornal Valor Econômico. mesmo com a diminuição da diferença nos últimos anos. em 11/05/2007). Isso ocorreu. "A discriminação representa um alto custo para a sociedade e para as empresas porque desperdiça talentos e recursos. de 1995 a 2005. mais que o dobro do ritmo da população branca: 15. segundo o texto? c) Segundo a OIT.1%. os homens brancos perderam 11.1%. A cada aula-tema você encontrará uma situação-problema relevante para os seus estudos. segundo a análise. esse movimento positivo para negros e mulheres se deveu à recuperação do salário mínimo. Homens negros (4. a ocupação das mulheres aumentou 30.1% ao ano. Contribuíram ainda o crescimento do emprego formal e a maior escolarização das mulheres. mais intenso que o dos homens. A leitura dos capítulos do livro-texto e de todo material disponível no AVA poderá prepará-lo para a realização da Prova Oficial. logicamente. a Lei de Cotas vem produzindo resultados. resumos e questões para acompanhamento da aprendizagem.6%. Roteiro de Estudos Este roteiro é desenvolvido para cada aula-tema e é apresentado em forma de situação-problema que você deverá resolver com base na articulação entre os conteúdos que você teve contato nas web aulas.

com maestria. Os Estados mais desenvolvidos da Europa Ocidental e dos Estados Unidos enfrentaram a luta de classes ou "Questão Social". favorecendo uma nova revolução.Não deixe de participar e adquirir mais conhecimentos! Este Roteiro de Estudos lhe ajudará a conhecer os processos de construção e os elementos da segunda geração de direitos humanos fundamentais. do voto desses novos cidadãos. trabalhadores buscavam seu lugar na política do Estado através do sonhado direito ao voto (Sufrágio Universal) e à elegibilidade. por meio da doutrina liberalista. substituída pela máquina e trabalhando sem condições mínimas que garantissem sua saúde ou sobrevivência. agora com o requinte do terrorismo. gerou um reação contra os ricos. não mais "preocupados" com a penúria da classe trabalhadora. primeira guerra mundial. que mostra um grupo de trabalhadores de Aalst. que tem suas vidas transformadas quando um padre revolucionário é transferido para a igreja local. Agora. principalmente. surgiram das necessidades latentes anunciadas a partir da Revolução Industrial e mais precisamente. vivendo em condições subumanas. que pregam o caráter abstencionista do Estado. o que viria a ser uma dádiva. ainda miseráveis. se estas riquezas não tivessem sido concentradas nas mãos de empresários e burgueses. O liberalismo. expressão traduzida da doutrina de Karl Marx. vivendo em condições miseráveis. no filme: Daens. quando da percepção situacional da classe trabalhadora em pleno desenvolvimento capitalista. vítimas da exploração da indústria de tecidos onde estão empregados. . 1997) Para deteriorar ainda mais a situação a sociedade vivia um liberalismo econômico latente que propiciou o fortalecimento da lei da oferta e procura e o acréscimo súbito de riquezas. ou de igualdade. A massa de mão de obra desempregada. Os direitos em estudo somam-se às Liberdades Públicas e consagram a Constituição de Weimar de 1919. assim como a globalização. um grito por justiça. sociais. surgem os partidos desejosos de apoio e. deve ser entendido de forma multidisciplinar.[1] Alguns fatos históricos encabeçaram o surgimento desses direitos. norte da Bélgica. nos pré e pós. culturais. Passo 01: Analise o texto abaixo: "Também denominados Direitos econômicos. para que suas faces sejam descobertas e revelem os abismos sociais criados pela expansão do capitalismo. agora miserável. ao contrário das de primeira geração. principalmente mulheres e crianças.[2] A situação tomou tamanha proporção que se tornou uma ameaça à estabilidade das instituições liberais e claramente à continuidade do processo de desenvolvimento econômico. Neste momento. São chamadas de liberdades positivas porque orientam o cidadão a exigir do Estado que intervenha no sentido de garantir sua proteção. (MARX. A doutrina liberalista avançou consideravelmente durante a Revolução Industrial. Essa passagem histórica pode ser vista.

Manoel Gonçalves. o lazer. passam a pensar em direito ao trabalho. subsistência. [1] A Constituição do Reich Alemão. da Declaração russa de 1918 e do Tratado de Versalhes. o direito ao trabalho e previdência social. A atual Constituição Brasileira afirma o dever do Estado de proteger a saúde. 170-181. chamada de reformista. do trabalho. educação como formas primárias do que viria a ser a criação dos direitos econômicos e sociais. O objeto do direito social é a prestação de serviços ao cidadão garantidos pela instituição de serviços públicos. Os socialistas pregavam que o exercício das liberdades adquiridas só seria possível. 2008. o ápice dos direitos econômicos. ou seja. 2005. no pós primeira guerra. a quarta. Seria. A primeira. passou a figurar nas legislações de outros países. França em 1919. e a quinta. procure focar as informações adicionais com relação ao resumo e ao capítulo do seu livro. O documento jurídico em questão garante direitos reconhecedores da família. elaborou uma Constituição Republicana dedicando toda a sua Parte II aos Direitos Fundamentais do povo alemão. . Direitos Humanos Fundamentais. sociais e também culturais. outros países passam a inserir tais direitos em suas legislações superiores a exemplo da constituição mexicana de 1917. que inclusive constitui a Organização Internacional do Trabalho. os direitos econômicos e sociais. A Alemanha. orientaram-se duas doutrinas naquele momento. a segunda. o fim do Estado burguês. à vida econômica. segunda parte. cobrando do Estado maior intervenção em benefício da dignidade humana. obra do Papa Leão XIII. a cultura. PP. São Paulo: Saraiva. dar-se-ia com a Constituição alemã de 1919. como direitos a se exigir do Estado. desejava reconciliar o proletariado e as demais classes com o Estado." JANKOVIC. De fato e diante de toda a exposição. à vida social. Porém. Passo 02: Ao ler o texto. enfim. E.[4] Confirmou-se um novo modelo social que mais tarde. promulgada pela Assembléia Geral das Nações Unidas. É nesta confusão que a igreja ingressa quando lança à encíclica Rerum Novarum (Coisa Nova). pode se encontrada em FERREIRA FILHO. Karina. para que este pudesse usufruir de seus direitos. foram oferecidos na Constituição Francesa de 1848. se meios financeiros fossem colocados à disposição do cidadão. A existência dos Direitos Humanos de quarta geração. sem dúvida. da propriedade. A segunda desejava a revolução e a extinção das classes exploradoras. numa política clara de apaziguar uma possível revolução. estabelecem-se as Liberdades Públicas como direitos de agir. o que se deve ou não fazer e os Direitos sociais. Na medida em que transformam a história. a educação. a terceira. A divulgação desses direitos foram tão intensas que tiveram seus reflexos na Declaração Universal dos Direitos do Homem de 1948. à instrução e estabelecimentos de ensino. [3] Os Estados. A primeira seção deste documento é dedicada ao indivíduo. da educação e do assistencialismo aos que não tem condições de trabalhar através de trabalhos públicos. Depois de alguns conflitos. à religião e sociedades religiosas. forçosamente.Segundo Hobsbawn (2005).

Terminar revisão Iniciado em Completado em Tempo empregado Acertos Nota terça. 25 setembro 2012. 138`/cor. Seria mais ou menos como imaginar a lei da oferta e da procura. Escolher uma resposta. Capitalismo b.5 de um máximo de 1. Luta de classes Resposta correta: Liberalismo econômico Comentário resposta correta: O liberalismo econômico. se deixássemos o mercado se autoregular.[2] CONINX. muito presente no capitalismo. Comunismo d. Idem. voltaríamos à época em que só o empregador escolhia as condições de trabalho. a. 23:15 23 minutos 10 segundos 6/6 1.).5(100%) Question1 Acertos: 1 A doutrina que prega a não intervenção do Estado nas questões econômicas. . Correto Notas relativas a este envio: 1/1. um grito de justiça. podemos imaginar o seguinte: se no Brasil temos mais procura do que oferta de empregos. p. é uma teoria que favorece a livre iniciativa e é contra a intervenção do Estado na economia. Drama. [4] FERREIRA FILHO. Como exemplo. Liberalismo econômico c. 1992. Socialismo e. 22:52 terça. Stijn (dir. 25 setembro 2012. 170 – 181. a fim de que haja desenvolvimento por conta da livre iniciativa do mercado concorrencial (lei da oferta e da procura) é conhecida como: Escolher uma resposta. Daens. [3] A Encíclica Rerum Novarum foi editada em 1891 pelo Papa Leão XIII (Vincenzo Gioacchino Raffaele Luigi Pecci Prosperi Buzzi). Bélgica.

São Paulo: Saraiva. mas a elas se somam. pois visa excluir um direito fundamental de segunda geração. passível de supressão a qualquer tempo. o que é proibido pela própria Constituição b. que faz parte dos direitos sociais. 2009. pois visa excluir um direito fundamental de primeira geração. Correto Notas relativas a este envio: 1/1. Este ato é completamente ilegal. nas Constituições. o que é proibido pela própria Constituição e. inclusive o citado na questão Resposta correta: Este ato é completamente ilegal.Question2 Acertos: 1 Suponha que o Poder Legislativo brasileiro resolva retirar a norma de garantia legal do salário mínimo. A Evolução Histórica e Doutrinária. Escolher uma resposta. Neste caso. pode-se concluir que: . não exclui a obrigação de um salário como contraprestação da força de trabalho d. Este ato é legal. ao qual damos o nome de cláusulas pétreas. de um núcleo imodificável.” Fonte: FERREIRA FILHO. Assim. Comentário resposta correta: Os direitos humanos em suas características. Manoel Gonçalves. pois restringe um direito que constitui cláusula pétrea. fazem parte. A partir da declaração acima. pode-se afirmar que: Escolher uma resposta. Este ato é legal. Caso haja a aprovação da sociedade. além de serem inalienáveis. Question3 Acertos: 1 “Ao término da primeira Guerra Mundial – todos o sabem – novos direitos fundamentais foram reconhecidos. pois visa excluir um direito fundamental de segunda geração. o que é proibido pela própria Constituição. PLT de Direitos Humanos. garantimos a proteção contra o livre arbítrio dos governantes. São os direitos econômicos e sociais que não excluem nem negam as liberdades públicas. c. portanto. a. Este ato é completamente ilegal. é permitida a exclusão de qualquer direito fundamental. pois embora diminua o alcance do citado direito.

antes da primeira Guerra. Os direitos sócioeconômicos já eram reconhecidos antes mesmo da primeira Guerra Mundial c. e. As liberdades públicas ainda não foram reconhecidas como direitos fundamentais Resposta correta: As liberdades públicas foram reconhecidas antes da primeira Guerra Mundial. Correto Notas relativas a este envio: 1/1. a. Question4 Acertos: 1 A Questão Social ocorre em um período de deterioração da sociedade. principalmente do proletariado. Luta de Classes . Os estudiosos de Karl Marx a chamavam de: Escolher uma resposta. ou seja. Mais valia. Escolher uma resposta. Comentário resposta correta: Quando o texto diz que os direitos econômicos e sociais surgem após a segunda guerra mundial.Escolher uma resposta. As liberdades públicas foram reconhecidas antes da primeira Guerra Mundial d. As liberdades públicas não são direitos fundamentais b. a. Escolher uma resposta. Luta da burguesia c. e. Questão social d. As liberdades públicas limitam-se aos direitos econômicos e sociais. Liberalismo econômico b. subentende-se que se eles se somam às liberdades públicas é porque as mesmas surgiram antes.

. Correto Notas relativas a este envio: 1/1. a reforma agrária. Question6 Acertos: 1 O nacionalismo. que se somaram às já existentes. Liberdade d. b. Comentário resposta correta: A terminologia “Questão Social” era utilizada pela burguesia. Fraternidade c. a Propriedade privada. Correto Notas relativas a este envio: 1/1. Salário mínimo e. Resposta correta: Salário mínimo. como: educação. Russa. Question5 Acertos: 1 São direitos sociais de segunda geração: Escolher uma resposta. Comentário resposta correta: Parabéns. porém Karl Marx e os pensadores da época entendiam que se tratava de uma luta de classes. são alguns direitos sociais enunciados pela constituição: Escolher uma resposta. Mexicana. Processo Legal b. a hostilidade em relação ao poder econômico e alguns direitos dos trabalhadores. de 1918. Daí o surgimento das linhas reformista e revolucionária. a. trabalho e outras mais. de 1917.Resposta correta: Luta de classes. a. a resposta está correta! Os direitos de segunda geração ou de igualdade são os direitos econômicos e sociais.

a resposta está correta! Correto Notas relativas a este envio: 1/1. Terminar revisão . Francesa. e. de 1917. Resposta correta: Mexicana. de 1787.c. d. Brasileira. de 1489. de 1789. Comentário resposta correta: Parabéns. Americana.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful