Você está na página 1de 16

P.A.E.

PLANO DE ATENDIMENTO EMERGENCIAL
ESPECÍFICO IPATINGA - MG

SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA.

1

951. 196. LOCAL DE TRABALHO: NAS DEPENDÊNCIAS INTERNAS E EXTERNAS DA VALE CONTRATO: 623.EMPRESA: JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA RAMO DE ATIVIDADE: SERVIÇOS DE ENGENHARIA ENDEREÇO: RUA ACARAÚ.473 GERÊNCIA DO CONTRATO: JOÃO BIZZOTTTO TAMEIRÃO.com. ESTADUAL: ISENTO CNAE : 71. ESTUDOS E PROJETOS BASICOS E EXECUTIVOS AO LONGO DA EFVM – MG A TUBARÃO – ES.12-0 NÚMERO DE EMPREGADOS: 10 GRAU DE RISCO: 02 RESPONSÁVEL PELA CONTRATADA: MARCELO FIGUEIREDO SOUTO TELEFONE DE CONTATO: (31) 3296 2020 FAX: (31) 3293 7199 E-mail: engenharia@jmsouto. CIDADE JARDIM.br SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA.686. 2 . BELO HORIZONTE – MG. CNPJ: 70./0001-81 INSC. VIGÊNCIA: 20/07/2007 A 20/07/2009 OBJETO DO(S) CONTRATO(S): CONCEPÇÃO.

.........................10 Escorpiões e Aranhas:.............................................4 DEFINIÇÃO DE CAMINHOS DE EVACUAÇÃO . ESCORPIÕES.............................................................................................................................. REPASSE A INFORMAÇÃO AOS OUTROS COLABORADORES.4 SELEÇÃO DE LOCAIS DE CONCENTRAÇÃO.............................................................................................................................................................................................................................................................................4 PLANO DE EVACUAÇÃO......................9 RESGATE DE PESSOAS INTOXICADAS POR GASES E VAPORES.......................................................................11 ASSALTO A MÃO ARMADA............................................................................................................7 Sem óbito:........................4 CAMPOS DE APLICAÇÃO.................................................................11 Abelhas e Marimbondos:..............................................................................................................7 Com óbito:..12 AO OUVIR A VOZ DE COMANDO...........................................................................................................................ÍNDICE OBJETIVO.............................................................8 ATENDIMENTO BÁSICO...............................................................5 VEÍCULO DE APOIO......................11 EM CASOS DE ABANDONO DE ÁREAS..........................................................12 SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA...................................................................6 PROCEDIMENTO DE EMERGÊNCIA EM CASO DE ACIDENTE..........................................................7 EVACUAÇÃO DE ÁREA DE RISCO...................................12 MANTENHA A CALMA...................................................................................................................................................................................................................................................5 COORDENADOR DE RESPOSTA DE EMERGÊNCIA.......4 FINALIDADES........................................................................................................................................ ARANHAS E ABELHAS....................................................................................... INFORME-O SOBRE OS PROCEDIMENTOS E FORMA DE CONDUTA E O LOCAL DE SAÍDA E/OU PONTO DE ENCONTRO..................................................................................................................................................................................................7 ACIDENTE DE GRAVIDADE BAIXA (PEQUENAS ESCORIAÇÕES.......................................5 TELEFONES EM CASO DE EMERGÊNCIAS.................................................................................................................................. 3 ................................................................. ORGANIZE-SE EM FILA SAINDO EM SENTIDO AO PONTO DE ENCONTRO...............................11 MANIFESTAÇÕES E PERTURBAÇÕES DA ORDEM..8 TRANSPORTE DE ACIDENTADOS................8 Acidente com vítima que pode se locomover com ajuda:................) ................................................................................................................................................................................................................................................................................................................. ETC...........9 PICADAS DE ANIMAIS PEÇONHENTOS – COBRAS..........................................................................................................5 PROCEDIMENTO DE PARADA DE EMERGÊNCIA................................................................................................................................................................................................................................................................. CONTUSÕES.....................................................................................................8 Acidente com vítima que não pode se locomover:...10 Cobras......................................................................................................................................................... ....................................................................................................................................................................................................5 PROCEDIMENTO DE CONTINGÊNCIA........................................................................................................................................................................5 RELAÇÃO DE PESSOAL A SEREM AVISADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA...................7 ACIDENTE DE GRAVIDADE MÉDIA E ALTA.............................................12 CASO HAJA VISITANTES NO LOCAL....

........................ já que uma evacuação geral pode não só ser desnecessária... técnicos e administrativos.........................15 PLANO DE ATENDIMENTO EMERGENCIAL OBJETIVO Um plano de emergência tem por objetivo fornecer um conjunto de diretrizes e informações............................13 PLANO DE AÇÃO..................... PLANO DE EVACUAÇÃO A evacuação deve ser decidida e ordenada.................. .........12 EM CASO DE INCÊNCIO.... DEFINIÇÃO DE CAMINHOS DE EVACUAÇÃO SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA........................................ em caso de ocorrência de uma situação perigosa...... para garantir a salvaguarda de pessoas e bens............................ estruturados........... envolvendo apenas a área em risco........................... EFVM – ESTRADA DE FERRO VITÓRIA MINAS e da FCA ................................................... Co-responsabilizar todos os envolvidos......................................... destinadas a minimizar as conseqüências do sinistro.. no cumprimento das normas e procedimentos de emergência..................................................14 ANOTAÇÕES............PONTOS DE ENCONTRO... ........ Desencadear ações oportunas................ visando a adoção de procedimentos lógicos................... CAMPOS DE APLICAÇÃO Nas dependências e atividades da JM SOUTO – ENGENHARIA E CONSULTORIA............................... .................. 4 ........................... Sensibilizar para a necessidade de conhecer os procedimentos de atuação capacitando os colaboradores caso uma ação seja necessário...... tendo em vista a atuação em situação de emergência.............. ..... .13 CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS.......................... nas áreas em atividades....................................... podendo ser parcial...... de forma a propiciar respostas rápidas e eficientes em situações emergenciais... Organização dos meios humanos internos.................................................................................... Conhecimento real e pormenorizado das condições de segurança............................................VARIANTE FERROVIÁRIA LITORÂNEA SUL. Nos trechos e obras da VFLS ......12 TIPOS DE EXTINTORES..................... ........................ Limitar as conseqüências de um acidente........................................... Dotar as frentes de serviço a um nível de segurança eficaz...........FERROVIA CENTRO ATLÂNTICA.......................................... FINALIDADES ...... como prejudicial às operações de controle da situação................ Preparar e organizar os meios humanos e materiais existentes............ ....

PROCEDIMENTO DE CONTINGÊNCIA Prevê as ações que devem ser tomadas quando necessário de forma que danos aos empregados. por isso.ENGENHARIA. topografia e sondagem.rádio. devem ser locais amplos e seguros. VEÍCULO DE APOIO Veículo usado para atendimento às emergências. os ocupantes para uma zona isenta de perigo. após saírem da área em risco. pelo menos. os Pontos de Encontros serão os locais de estacionamento dos veículos de transporte de pessoal. etc. como por exemplo. Contato coordenadores de Emergência TELEFONES ÚTEIS INTERNOS Dr. Nestas situações ficam subordinadas todas as áreas e atividades dos Serviços de Levantamento de Campo (Sondagem e Topografia). RENE OMONTE TERCEROS MÉDICO COORDENADOR DO PCMSO (031) 8303 2103-8383 / NOME CARGO TELEFONE SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. (Alarme de emergência. que se fizerem necessárias ao atendimento de emergência. entre outros). a mobilização de recursos pessoais e materiais necessários ao atendimento do acidente de abrangência pela JM SOUTO ENGENHARIA durante execução das atividades. alta voz. ser definidos um itinerário normal (percurso a utilizar prioritariamente) e um itinerário alternativo (quando o itinerário normal se encontrar impraticável). Devem. mensagem via . onde devem convergir e permanecer as pessoas. Compete também a este responsável. ao ouvir o Sistema de Comunicação de Emergência. dando o apoio necessário ao socorro de vítimas. SELEÇÃO DE LOCAIS DE CONCENTRAÇÃO Também designados de pontos de encontro. minimizados. A sinalização de segurança deve ter em conta este conceito. PROCEDIMENTO DE PARADA DE EMERGÊNCIA Prevê todas as atividades que o empregado deve realizar. torna se necessário a implantação de um veículo nas frentes de serviços durante realização das atividades no caso de uma eventual necessidade. ao meio ambiente e em equipamentos sejam evitados ou.Visam encaminhar. busca de materiais. de maneira rápida e segura. contatos telefônicos. RELAÇÃO DE PESSOAL A SEREM AVISADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA COORDENADOR DE RESPOSTA DE EMERGÊNCIA A coordenação de todas as atividades referentes aos acidentes é de responsabilidade dos Técnicos em Segurança do Trabalho Roberto Pereira Aguiar Junior. de abrangência da JM SOUTO . 5 . Nas áreas de campo. Nas atividades de campo.

VALTER BARRUECO FILHO ROBERTO PEREIRA AGUIAR JUNIOR NOME MARCELO SOUTO NOME ANTONIO CLARET MACIEL COORDENADOR TÉCNICO SEGURANÇA DO TRABALHO CARGO GERENTE – JM SOUTO CARGO TOPÓGRAFO (031) 9211-9787 (031) 9209-9715 TELEFONE (031) 9281-3906 TELEFONE (031) 9211-9757 Tabela 1 TELEFONES ÚTEIS ESTERNOS VALE NOME CARGO TELEFONE JOÃO BIZZOTO TAMEIRÃO WESLEY CURZ Dra. SUMAIA ZAIDAN DEBORA DIAS GESTOR CONTRATO FISCAL CONTRATO VALE ENGª DE SEGURANÇA VALE TST – VALE – DILP (31) 3238-2705 (31) 8658-3805 (31) 8864-7767 (31) 9855-5370 TELEFONES EM CASO DE EMERGÊNCIAS TELEFONES ÚTEIS EXTERNOS NOME ENDEREÇO TELEFONE CORPO DE BOMBEIRO RUA ITUIUTABA. IPATINGA (31)-3826-7717 193 (31) 3829-6650 (31)3829-8595 192 (31) 3094-0144 SAMU POLICIA MILITAR POLICIA CIVIL POLICIA RODOVIARIA FEDERAL HOSPITAL MÁRCIO CUNHA CORPORAÇÃO CORPORAÇÃO CORPORAÇÃO NACIONAL AV. RUA ODINO GONÇALVES.BAIRRO DAS ÁGUAS 190 (31) 3822-1390 191 (31) 3829-9000 SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. 135.41. CENTRO IPATINGA.KYOSHI TSUNAWAK. 6 . 49. CIDADE NOBRE .

SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. 7 . Acionar o técnico de segurança do trabalho ou a equipe da JM SOUTO. algodão e tesoura sem ponta.ATENDIMENTO DE EMERGENCIA DO HOPITAL MÁRCIO CUNHA (CONTÉM SORO ANTIOFÍDICO) PRONTO SOCORRO AV.41. .). Comunicar Imediatamente a VALE/DILP. (031) 3296-2020. .. Comunicar imediatamente ao responsável pela JM SOUTO pelo telefone (031) 9281-3906.. supervisor. não tocar na vítima.123. esparadrapo.) Encaminhar a vítima para as dependências da JM SOUTO – ENGENHARIA E CONSULTORIA ou base de apoio das subcontratadas. será realizado atendimento de primeiros socorros e se necessário remoção da vítima para centro de atendimento. onde possa ser realizado o primeiro socorro. ETC. (031) 3238-2707 . Com óbito: . Manter Interditado o local do acidente com vítima fatal até a liberação por parte da polícia ou DRT/MG e agilizar a reunião da CIPA Extraordinária quando for o caso. A caixa de primeiros socorros deverá conter: mercúrio cromo. Engenheiro MARCELO SOUTO. (encarregado.DIPL (31) 3238 2707 PROCEDIMENTO DE EMERGÊNCIA EM CASO DE ACIDENTE Caso haja algum acidente nos trabalhos de sondagem e topografia. (verificar na lista de hospitais relacionados neste plano de emergência). CONTUSÕES. . e ao Escritório Central. ataduras. Devem ser tomadas as seguintes providências: ACIDENTE DE GRAVIDADE BAIXA (PEQUENAS ESCORIAÇÕES. pomada para queimaduras.BAIRRO DAS ÁGUAS AV.KYOSHI TSUNAWAK. gazes. FELIPE DOS SANTOS. Isolar a área do acidente. Prestar primeiro socorro à vítima (quando possível).CIDADE NOBRE (31) 3829-9039 (31) 3828-5606 LIGANDO DE CELULAR OU TELEFONES EXTERNOS SETOR SETOR DE SEGURANÇA GAOBP . . ACIDENTE DE GRAVIDADE MÉDIA E ALTA Sem óbito: . Levar a vítima para um hospital mais próximo. Comunicar ao Técnico de Segurança do Trabalho da JM SOUTO TEL (031) 9209-9715. fiscal. além da comunicação a chefia imediata. .

ATENDIMENTO BÁSICO . É muito importante para as pessoas que vão prestar os primeiros socorros a uma vítima. movimentos indevidos podem agravar a lesão. . Após a chegada ao hospital e o atendimento do(s) ferido(s) deverá ser comunicada a situação à Segurança do Trabalho e Supervisão Imediata para as providências necessárias. . hemorragias. ( Caso conheça os procedimentos ). O veículo disponível para a evacuação será o de transporte de pessoal da obra. O sentido da evacuação/saída de emergência será o local de estacionamento do veículo de transporte de pessoal. deverão ser tomadas às devidas providencias: 1. onde a mesma possa se locomover. Caso o atendimento seja de urgência e não dê para esperar a unidade de resgate deve-se conhecer as maneiras corretas de transportar um acidentado ou doente. . considerando que estas. O transporte do acidentado. Respiração de socorro e massagem cardíaca. Examinar a vítima para verificar a existência de fraturas. Este veículo deverá estacionar sempre de frente para a saída da estrada principal. iniciar 3. neste caso. Acidente com vítima que não pode se locomover: Caso a remoção e resgate exijam equipamentos especiais para salvamento solicitar uma Unidade do Resgate do Corpo de Bombeiro Militar para executar o salvamento através do Telefone 193. Imobilizar as fraturas. têm seu mal. Este funcionário deverá informar qualquer evolução do acidentado. Comunicar ao setor de segurança da Construtora Terraço. . e ao pessoal da EFVM.EVACUAÇÃO DE ÁREA DE RISCO . Determinar um funcionário qualificado para acompanhar o desenvolvimento do quadro do acidentado. feridas. 2. agravado por terem sido transportadas de maneira incorreta. Ponto de referência para todos se agruparem será o local de estacionamento do veículo de transporte de pessoal. Antes do transporte. ao Departamento Pessoal e ao Supervisor de Área. Acidente com vítima que pode se locomover com ajuda: Caso haja um acidente com vítima. Emitir a CAT. SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. inclusive toda alteração que venha a ocorrer no transcurso do atendimento . etc. e também se houver parada respiratória ou cardíaca. pois. . controlar as hemorragias. muitas vezes. deve ser providenciado de imediato. (Comunicação de Acidente de Trabalho). Prestar Primeiros Socorros a vitima quando possível. . Muito cuidado deve ser dado ao ferido com suspeita de fratura da coluna cervical. se o caso for muito grave. 8 . prestar os primeiro socorros e encaminhando a mesma ao serviço médico mais próximo.

Remover e isolar imediatamente roupas e calçados contaminados.. que pode estar na forma sólida. óleo diesel. cadeiras. . RESGATE DE PESSOAS INTOXICADAS POR GASES E VAPORES Intoxicação: Pode ser causada por inalação ou por contato com a pele ou ingestão acidental do tóxico. Em caso de contato com produto. etc. Se não estiver respirando.TRANSPORTE DE ACIDENTADOS Transporte por meio de maca. 9 . fazer respiração artificial. . . A maca é o melhor meio de transportar o ferido. Remover a vítima para um lugar fresco e arejado. padiola. . durante pelo menos 15 minutos.. Mantenha a vítima aquecida e imóvel. . lavar imediatamente os olhos com água corrente. por ajuda de mais pessoas. Se a respiração é difícil administrar oxigênio. Ex: gasolina. .. . Lavar a pele com água e sabão. líquida ou gasosa. A padiola pode ser improvisada amarrando-se em duas varas existentes. cobertores dobrados. SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. Solicitar assistência médica de emergência.

pulseiras. deve se lembrar que torniquetes. ARANHAS E ABELHAS Cobras . elevando-os a uma posição acima do restante do corpo. imóvel e aquecido. relógios.PICADAS DE ANIMAIS PEÇONHENTOS – COBRAS. Se possível. Se a picada for nas pernas ou braços. Mantenha-se calmo. pois as extremidades podem inchar. incisão e sucção não devem ser aplicados. Não amarre o local da mordida para impedir que o veneno se espalhe. retire anéis. . . pois. 10 . sapatos ou meias. o veneno espalha-se por seu sistema circulatório quase que instantaneamente quando é injetado. COMO IDENTIFICAR UMA COBRA VENENOSA CABEÇA OLHOS FOSSETA DESENHOS DAS ESCAMAS CALDA DENTE PICADA VENENOSA TRIANGULAR PEQUENOS TEM IRREGULARES AFINA RAPIDAMENTE 2 PRESAS 2 MARCAS MAIS PROFUNDAS NÃO VENENOSA ARREDONDADA GRANDES NÃO TEM SIMÉTRICOS AFINA GRADATIVAMENTE PEQUENOS E IGUAIS ORIFÍCIOS PEQUENOS E IGUAIS Venenosas Não venenosas SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. fique deitado e imobilize os membros. Além do mais. o nervosismo estimula o coração a bombear mais sangue fazendo o veneno se espalhar rapidamente pelo corpo. . Se possível peça para alguém capturar o animal (cobra). isso vai permitir que a equipe médica identifique o animal corretamente e aplique o soro adequado. pois a falta de circulação sanguínea pode matar o local. ESCORPIÕES. .

Acione a segurança patrimonial local. Se houver violência. . Não encare o (s) meliante (s). . 6. 5. se houver múltiplas picadas ( mais de 15 ). como faria com qualquer ferida. Fique calado e só responda se perguntado. Não fazer torniquete no membro acidentado. 4. Se o (s) meliante (s) for (em) falante(s) ou demonstrar (rem) insegurança e nervosismo. caso necessário.Escorpiões e Aranhas: . 4.. Lavar o local da picada com água e sabão. 9. se for possível. Retire o ferrão o mais rápido possível. Fique longe de qualquer aglomeração. 7. ASSALTO A MÃO ARMADA Não reagir em hipótese alguma. ou acionamento da polícia militar para conter. 1. Encaminhar a vítima ao Posto Médico ou Hospital. Após a saída do (s) meliante(s). Se aparentarem drogados. . Aplicar compressas frias nas primeiras horas. . ou se for alérgico. Procure observar as pessoas que estão perturbando a ordem e guardar características físicas. Acionar a segurança patrimonial local para que a mesma tome as medidas necessárias. . recomenda-se a saída total do local. 3. acione a polícia militar e a segurança patrimonial local. 8. Lave a área com água e sabão. 2. redobre as atenções e redobre os cuidados supracitados. Procure ajuda médica se a respiração ficar difícil. Proteja – se rapidamente em local seguro. MANIFESTAÇÕES E PERTURBAÇÕES DA ORDEM 1. procure acalma-lo (s) e colaborar para o desenrolar rápido da situação. SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. Manter a vítima em repouso. 5. 2. Faça tudo que o (s) meliante (s) mandar. Se a perturbação for de grande vulto. 3. 11 . Abelhas e Marimbondos: . mesmo assim não reaja. Não esboce qualquer gesto brusco. . .

Para que exista fogo é necessário a condição favorável. 4. 2. Não perca tempo tentando salvar objetos. PONTOS DE ENCONTRO Os Pontos de Encontros serão os locais de estacionamentos de veículos de transporte de pessoal. Afaste equipamentos ou materiais combustíveis do foco de incêndio. Em caso de fumaça. etc. 5. Ou em área definida na localidade.COMBURENTE SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. EM CASO DE INCÊNCIO 1.CALOR. Mantenha a calma. cheiro de queimado. juntamente com os três elementos que compõe o Triângulo do Fogo: COMBUSTÍVEL. saia imediatamente do local.). Caso não saiba combater o fogo ou não consiga dominá-lo. Caso haja visitantes no local. 12 . estalidos. Organize-se em fila saindo em sentido ao ponto de encontro.EM CASOS DE ABANDONO DE ÁREAS Ao ouvir a voz de comando. mantenha-se junto ao chão e utilize um lenço ou toalha molhada sobre o nariz e a boca (filtro). repasse a informação aos outros colaboradores. aproxime-se a uma distância segura para ver o que está queimando e principalmente a extensão do fogo. informe-o sobre os procedimentos e forma de conduta e o local de saída e/ou ponto de encontro. 3. sua vida é muito mais importante. Ao perceber indícios de incêndio (fumaça.

tecido e materiais sólidos em geral. Dirigindo o jato em direção ao fogo. A ausência de um desses três componentes extinguirá o fogo. dirigindo o jato para a base do fogo. Também existe o extintor de água com cilindro de gás. TIPOS DE EXTINTORES Conhecer os tipos de extintor de incêndio. papel. Retirar o pino de segurança. solventes e gases. PLANO DE AÇÃO  Reunir-se no local de encontro. Age por abafamento. SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. * Extintor com gás carbônico: Indicado para incêndios em equipamento elétrico energizado. com a mesma finalidade. óleo. A água age por resfriamento e abafamento do fogo. álcool. 13 . mas acionado por meio de válvula. a aplicação adequada para cada um e saber como usá-los é a melhor maneira de garantir sua segurança em qualquer eventualidade.Comburente (ou oxigênio). * Ao manusear extintor de Pó Químico Seco – PQS. Combustível Calor Os métodos de extinção visam retirar uma ou mais de um dos três componentes do Triângulo do Fogo. COMO USAR Tirar o pino de segurança. Acionar a válvula dirigindo o jato para a base do fogo. Age por resfriamento e abafamento * Extintor com água pressurizada: Indicado para incêndios em madeira. Retirar o pino de segurança quebrando o lacre. Empunhar a mangueira e apertar o gatilho. por não ser condutor de eletricidade. posicione se de forma. Não pode ser usado em equipamento elétrico. EXTINTOR . tintas. Empunhar e apertar o gatilho difusor.INDICAÇÃO * Extintor com pó químico seco: Deve ser usado em incêndios que envolvem líquidos inflamáveis. que o vento não retorne o produto ejetado contra você.

(quando houver). Participar das reuniões e treinamento. Localização dos extintores e hidrantes. 14 . riscos de incêndio) à Segurança do Trabalho. Informar o local do Sinistro. SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. vazamentos. Conhecimento da área. Certificar-se que o local esteja sem energia elétrica. Fontes ou materiais combustíveis existentes no seu setor. Dar combate ao principio de incêndio. Comunicar irregularidades (extintores usados. Conhecimento de primeiros Socorros. Realizar Abandono de área. Armar linha de hidrante. Realizar salvamentos. CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS        Tipos e utilização de extintores existentes. Pegar os extintores adequados mais próximos.        Ligar para o Ramal de Emergência da área.

15 .ANOTAÇÕES OUTRAS ANOTAÇÕES PESSOA/LOCAL TELEFONE ENDEREÇO SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA.

Cidade Jardim.com.br SEGURANÇA EM AÇÃO – JM SOUTO ENGENHARIA E CONSULTORIA. 196. Fone: (031) 3296 2020.JM SOUTO . E-mail: engenharia@jmsouto. BHzte – MG.ENGENHARIA E CONSULTORIA Rua Acaraú. 16 .